Ciências Sociais e Humanas

População Urbana e Rural: A Cidade e o Campo
A população do Estado do Rio de Janeiro vive em diferentes
lugares do território fluminense. Os hábitos, o modo de vida e as formas
de trabalho variam conforme o espaço que as pessoas ocupam, na
cidade ou no campo, e o tipo de comunidade a qual pertencem. Muitas
pessoas habitam e exercem suas atividades nas cidades, enquanto que
outras moram e trabalham no campo, em sítios, fazendas ou chácaras.
As populações indígenas têm um modo de vida bastante
particular. Entre Paraty e Angra dos Reis habitam alguns descendentes
dos milhares indígenas que ocupavam a área no passado.
No município do Rio de Janeiro e nos municípios da Região
Metropolitana a concentração populacional é muito alta, ou seja, nesses
lugares vive um grande número de pessoas em aglomerados de casas e
edifícios.
Em municípios com menor número de habitantes os espaços são
ocupados de forma diferente. No campo as habitações são construídas
longe uma das outras e os terrenos ao redor são utilizados para
plantação ou criação de animais.
As pessoas que vivem na cidade formam a população urbana. As
pessoas que vivem no campo fazem parte da população rural.
Estado do Rio de Janeiro: O espaço e ocupação e suas
transformações
Os seres humanos ocupam diferentes espaços na superfície
terrestre para viver. Ao ocupar esses espaços, eles se modificam para
atender as suas necessidades. Dessa forma, criam novas paisagens.
Por meio de plantas, mapas, ilustrações, fotos e outras imagens,
nós podemos observar as transformações que ocorrem em um
determinado lugar com o passar do tempo e refletir sobre elas.
- Como as pessoas ocupam os espaços?
- De que forma as pessoas criam as paisagens?
- O que acontece com os lugares e as pessoas com o passar do tempo?
Ciências Sociais e Humanas
População Urbana e Rural: A Cidade e o Campo
A população do Estado do Rio de Janeiro vive em diferentes
lugares do território fluminense. Os hábitos, o modo de vida e as formas
de trabalho variam conforme o espaço que as pessoas ocupam, na
cidade ou no campo, e o tipo de comunidade a qual pertencem. Muitas
pessoas habitam e exercem suas atividades nas cidades, enquanto que
outras moram e trabalham no campo, em sítios, fazendas ou chácaras.
As populações indígenas têm um modo de vida bastante
particular. Entre Paraty e Angra dos Reis habitam alguns descendentes
dos milhares indígenas que ocupavam a área no passado.
No município do Rio de Janeiro e nos municípios da Região
Metropolitana a concentração populacional é muito alta, ou seja, nesses
lugares vive um grande número de pessoas em aglomerados de casas e
edifícios.
Em municípios com menor número de habitantes os espaços são
ocupados de forma diferente. No campo as habitações são construídas
longe uma das outras e os terrenos ao redor são utilizados para
plantação ou criação de animais.
As pessoas que vivem na cidade formam a população urbana. As
pessoas que vivem no campo fazem parte da população rural.
Estado do Rio de Janeiro: O espaço e ocupação e suas
transformações
Os seres humanos ocupam diferentes espaços na superfície
terrestre para viver. Ao ocupar esses espaços, eles se modificam para
atender as suas necessidades. Dessa forma, criam novas paisagens.
Por meio de plantas, mapas, ilustrações, fotos e outras imagens,
nós podemos observar as transformações que ocorrem em um
determinado lugar com o passar do tempo e refletir sobre elas.
- Como as pessoas ocupam os espaços?
- De que forma as pessoas criam as paisagens?
- O que acontece com os lugares e as pessoas com o passar do tempo?
Ciências Sociais e Humanas
População Urbana e Rural: A Cidade e o Campo
A população do Estado do Rio de Janeiro vive em diferentes
lugares do território fluminense. Os hábitos, o modo de vida e as formas
de trabalho variam conforme o espaço que as pessoas ocupam, na
cidade ou no campo, e o tipo de comunidade a qual pertencem. Muitas
pessoas habitam e exercem suas atividades nas cidades, enquanto que
outras moram e trabalham no campo, em sítios, fazendas ou chácaras.
As populações indígenas têm um modo de vida bastante
particular. Entre Paraty e Angra dos Reis habitam alguns descendentes
dos milhares indígenas que ocupavam a área no passado.
No município do Rio de Janeiro e nos municípios da Região
Metropolitana a concentração populacional é muito alta, ou seja, nesses
lugares vive um grande número de pessoas em aglomerados de casas e
edifícios.
Em municípios com menor número de habitantes os espaços são
ocupados de forma diferente. No campo as habitações são construídas
longe uma das outras e os terrenos ao redor são utilizados para
plantação ou criação de animais.
As pessoas que vivem na cidade formam a população urbana. As
pessoas que vivem no campo fazem parte da população rural.
Estado do Rio de Janeiro: O espaço e ocupação e suas
transformações
Os seres humanos ocupam diferentes espaços na superfície
terrestre para viver. Ao ocupar esses espaços, eles se modificam para
atender as suas necessidades. Dessa forma, criam novas paisagens.
Por meio de plantas, mapas, ilustrações, fotos e outras imagens,
nós podemos observar as transformações que ocorrem em um
determinado lugar com o passar do tempo e refletir sobre elas.
- Como as pessoas ocupam os espaços?
- De que forma as pessoas criam as paisagens?
- O que acontece com os lugares e as pessoas com o passar do tempo?
Ciências Sociais e Humanas
População Urbana e Rural: A Cidade e o Campo
A população do Estado do Rio de Janeiro vive em diferentes
lugares do território fluminense. Os hábitos, o modo de vida e as formas
de trabalho variam conforme o espaço que as pessoas ocupam, na
cidade ou no campo, e o tipo de comunidade a qual pertencem. Muitas
pessoas habitam e exercem suas atividades nas cidades, enquanto que
outras moram e trabalham no campo, em sítios, fazendas ou chácaras.
As populações indígenas têm um modo de vida bastante
particular. Entre Paraty e Angra dos Reis habitam alguns descendentes
dos milhares indígenas que ocupavam a área no passado.
No município do Rio de Janeiro e nos municípios da Região
Metropolitana a concentração populacional é muito alta, ou seja, nesses
lugares vive um grande número de pessoas em aglomerados de casas e
edifícios.
Em municípios com menor número de habitantes os espaços são
ocupados de forma diferente. No campo as habitações são construídas
longe uma das outras e os terrenos ao redor são utilizados para
plantação ou criação de animais.
As pessoas que vivem na cidade formam a população urbana. As
pessoas que vivem no campo fazem parte da população rural.
Estado do Rio de Janeiro: O espaço e ocupação e suas
transformações
Os seres humanos ocupam diferentes espaços na superfície
terrestre para viver. Ao ocupar esses espaços, eles se modificam para
atender as suas necessidades. Dessa forma, criam novas paisagens.
Por meio de plantas, mapas, ilustrações, fotos e outras imagens,
nós podemos observar as transformações que ocorrem em um
determinado lugar com o passar do tempo e refletir sobre elas.
- Como as pessoas ocupam os espaços?
- De que forma as pessoas criam as paisagens?
- O que acontece com os lugares e as pessoas com o passar do tempo?