X EXAME DE ORDEM UNIFICADO

Coordenação Pedagógica OAB



EXAME DE ORDEM
Complexo Educacional Damásio de Jesus




CURSO INTENSIVO SEMANAL – X EXAME DE ORDEM UNIFICADO
Disciplina Direito Administrativo
Aula 02

EMENTA DA AULA
1. Poderes da Administração
2. Atos Administrativos

GUIA DE ESTUDO
1. Poderes da Administração: São instrumentos que o ordenamento jurídico confere a
administração para a preservação dos interesses da coletividade. Toda vez que alguém
for atingido pelo abuso de poder, poderá levar ao poder judiciário. (controle de
legalidade).
• Poder Vinculado: É aquele que o administrador encontra diante de situações que
comportam solução única prevista em lei, não existindo possibilidade para que se faça
um juízo de valores de conveniência e oportunidades Ex: Aposentadoria Compulsória
de um Servidor (70 anos);
• Poder Discricionário: É aquele que o administrador não se encontra diante de
situações que comportam solução única prevista em lei. Existindo espaço para um
juízo de valores de conveniência e oportunidade.
• Poder Hieráquico: Poder conferido a administração para fixar os campos de
competência das figuras que integram a sua estrutura.
• Poder Disciplinar: É aquele poder conferido a administração para a aplicação de
sanções aos seus servidores. Ex: Advertência, suspensão, demissão – Essa no campo
da administração. As sanções só irão incidir sobre o servidor quando praticar
irregularidades ligada ao cargo. O servidor tem direito a abertura de uma sindicância,
ou processo disciplinar em que lhe assegure o contraditório e ampla defesa (art. 5, LV
CF), mesmo na hipótese de flagrante do servidor. No processo disciplinar o servidor
X EXAME DE ORDEM UNIFICADO
Coordenação Pedagógica OAB



EXAME DE ORDEM
Complexo Educacional Damásio de Jesus


tem direito a defesa técnica, Sumula Vinculante 5 – a falta de defesa técnica produzida
por advogado em processo disciplinar não ofende a constituição. Servidor demitido de
forma ilegal e absolvido pelo judiciário, a reintegração ao cargo vai depender da forma
como o judiciário absolveu, se for absolvido por falta de provas não terá direito a
reintegração, quando o judiciário absolver com analise de mérito em que o judiciário
conclua ou pela inexistência do ilícito, ou pela inexistência de autoria pelo servidor,
nessa solução terá que fazer a reintegração;
• Poder Normativo: É o poder conferido a administração para a publicação de decretos
de regulamentos. Competência para publicar decretos e regulamentos pertence ao
chefe do poder executivo. A finalidade de editar decretos e regulamentos para
oferecer fiel execução a lei. (art.84, IV final da CF);
• Poder de Policia: Poder conferido ao administrador para limitar, restringir, disciplinar,
o exercício de direitos dos particulares para a preservação dos interesses da
coletividade. Tem a supremacia do direito público sobre o particular é o fundamento
para este poder.

2. Atos Administrativos: São todos aqueles editados pela administração debaixo de regras de
Direitos Público para a preservação dos interesses da coletividade.
Atributos
• Presunção de legitimidade: Os atos administrativos presumem legítimos desde a sua
edição;
• Imperatividade: Os atos administrativos ao serem editados, devem te cumprimento
obrigatório, sobre pena de sanção;
• Auto executoriedade: A administração pode executar sozinha seus próprios atos, ou
seja, não precisa de autorização judicial;
• Tipicidade: para cada situação concreta apresentada deve corresponder um ato típico
especifico.

Requisitos de Validade do ato
• Competência;
• Forma;
• Objeto Licito;
• Finalidade;
• Motivo - tem haver motivo;
X EXAME DE ORDEM UNIFICADO
Coordenação Pedagógica OAB



EXAME DE ORDEM
Complexo Educacional Damásio de Jesus



Extinção dos Atos
• Anulação - Fundamento: por razões de ilegalidade. Legitimidade: administração e
o Poder judiciário. Decisão: aplica-se “ex tunc” a decisão que anula retroage até o
momento em que o ato foi editado para eliminar todos os efeitos até então
produzido, sendo assim não cabe direitos adquiridos nesse período. Prazo: 5 anos.
• Revogação - Fundamento: por razões de conveniência e oportunidade.
Legitimidade: só a administração. Decisão; aplica-se “ex nunc”. Prazo: não tem.
• Ler sumula 473 STF.