UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

CENTRO DE HUMANIDADES
SEMÂNTICA E PRAGMÁTICA DA LÍNGUA INGLESA
PROFª: DIANA FORTIER
ALUNA: DÉBORAH MONNISE CONRADO
______________________________________________________________________

GRIFFITHS, Patrick. Studying meaning. In: A introduction to English semantics and
pragmatics. Edinburgh University Press, 2006. p. 1-22.

Semantics: é o estudo do sentido no que concerne ao conhecimento codificado no
vocabulário da língua e nos seus padrões para a construção de significados mais
elaborados, até o nível de significados de frases.
Pragmatics: preocupa-se com o uso da língua em uma comunicação significativa. É a
interação entre o conhecimento semântico com o nosso conhecimento do mundo, tendo
em conta os contextos de uso.
Expression: é qualquer unidade de linguagem significativa ou sequência de unidades
significativas, como uma cláusula, uma frase, uma palavra ou uma parte significativa de
uma palavra.
Addressee: Aquele que recebe a mensagem linguística.
Sender: Aquele que emite a mensagem linguística.
Utterances: são os dados brutos da linguística. Cada enunciado é único, tendo sido
produzido por um determinado remetente em uma situação específica. Além disso, são
interpretados no contexto.
Sentence: objeto lingüístico abstrato em que um enunciado é baseado.
Literal meaning: O significado literal de uma sentença é baseado apenas na informação
semântica que você tem a partir de seu conhecimento. Esse significado está disponível
sem saber quem pode dizer ou escrever as palavras, quando ou onde. Nenhuma
consideração de contexto é envolvido.
Explicature: é uma interpretação básica de um enunciado, usando informação
contextual e conhecimento mundo para descobrir o que está sendo referidas e que
maneira de entender expressões ambíguas.
Implicature: é um termo técnico que se refere ao que é sugerido em um enunciado. Ou
seja, um ato de fala indireto ou implícito: o que se entende por expressão vocal de um
orador que não faz parte do que é dito explicitamente.
Reference: Elemento constituinte de uma proposição que determina o objeto que é
nomeado e sobre o qual se diz algo.
Deixis: é o lugar e a identificação de pessoas, objetos, eventos, processos e atividades
acerca dos quais se falam, ou se referem, em relação com o contexto espaço-temporal
criado e mantido pelo ato de enunciação e a participação nele, tipicamente, de um
locutor e pelo menos de um interlocutor.
Morphemes: são as menores partes significativas das palavras
Idiom: é um conjunto de duas ou mais palavras que se caracteriza por não ser possível
identificar o seu significado mediante o sentido literal dos termos que constituem a
expressão.
e.g: Come a cropper means ‘fall heavily’

Entailment: é um tipo de inferência centralmente importante na Semântica. Enquanto
as inferências pragmáticas chamadas explicaturas e implicaturas são canceláveis, um
vínculo é uma garantia.