UNIBRASIL

CURSO DE DIREITO – PROCESSO CIVIL III
QUESTÕES PARA REVISÃO

01. (Exame de Ordem OAB/PE 126) Dentre as hipóteses abaixo, qual é o documento que o Código de Processo Civil
não obriga a que instrua a petição de agravo?
a) Cópia autenticada da decisão atacada.
b) Cópia autenticada da procuração do advogado do agravado.
c) Cópia do processo originário.
d) O original da certidão da intimação do agravante quanto à decisão atacada.
02. (OAB/SC – abril 2003) São pressupostos dos recursos:
a) legitimidade, interesse de agir, tempestividade, previsão legal e existência de uma decisão.
b) legitimidade, interesse, previsão legal e autocontrole do Estado.
c) legitimidade, interesse, previsão legal, autocontrole e tempestividade.
d) exclusivamente legitimidade, tempestividade, previsão legal e interesse.
03. (OAB/RN – agosto 2003) Tratando-se de recursos e não de reexame necessário, é certo afirmar que:
I. Todos eles, para serem conhecidos, devem ser interpostos tempestivamente, podendo o juízo ad quem
pronunciar-se de ofício e declarar sua intempestividade.
II. O juízo ad quem não pode declarar a intempestividade se a parte recorrida não a argüir.
III. A Fazenda Pública e o Ministério Público têm prerrogativa de prazo privilegiado, em dobro, para recorrer.
IV. A tempestividade é pressuposto de admissibilidade recursal, podendo ser arguida pela parte recorrida, e por se
tratar de matéria de ordem pública, pelo Ministério Público ou declarada pelo juízo a quo ou ad quem ex officio.
Assinale a alternativa correta:
a) Apenas as afirmativas I e IV são falsas.
b) São falsas apenas as afirmativas I, III e IV.
c) É verdadeira apenas a alternativa II.
d) É falsa apenas a alternativa II.
04. (OAB/MG – agosto 2003) A respeito dos recursos, é CORRETO afirmar que:
a) A decisão da turma recursal do Juizado Especial pode ser impugnada por recurso especial sempre que violar
norma expressa de lei federal.
b) O autor da ação rescisória poderá interpor embargos infringentes se a decisão se der por maioria de votos.
c) A falta de juntada, na primeira instância, de cópia de petição do agravo de instrumento interposto no
tribunal será causa de inadmissibilidade do recurso, apenas se o agravado demonstrar que sofreu prejuízo.
d) A insuficiência de preparo não acarreta automaticamente a deserção, devendo o recorrente ser intimado para
complementá-lo.
05. (OAB/MT 76.o) Quanto aos recursos, admissível é:
a) alegar matéria de ordem pública, mesmo não ventilada na instância inferior, em grau de apelação.
b) rediscutir os fatos em matéria de prova em sede de recurso especial e extraordinário, uma vez que atende o
princípio da dialeticidade.
c) o efeito devolutivo e suspensivo quanto à sentença que confirma a tutela antecipada.
d) a inadmissibilidade do recurso de agravo, por falta de juntada aos autos de origem de cópias da minuta recursal,
independe de argüição ou comprovação do agravado.
Referência legislativa: arts. 301, § 4.o, 520, inciso VII, e 526, parágrafo único, do CPC.
06. (OAB/SP 120.o) O Condomínio Stella Center ajuíza, em relação a Tício, pedido de cobrança de despesas
condominiais relativas aos imóveis X, Y e Z de propriedade daquele. A demanda é julgada procedente. Tício,
inconformado, interpõe recurso de apelação em razão da condenação ao pagamento das despesas condominiais do
imóvel X. A apelação é recebida no efeito suspensivo. Aponte a afirmativa correta:
a) Ainda que a apelação seja parcial, o efeito suspensivo atinge todas as questões tangidas na sentença.
b) Sendo a apelação parcial, poderá o condomínio dar início à execução provisória da sentença relativa aos imóveis Y
e Z.
c) Sendo a apelação parcial, poderá o condomínio dar início à execução definitiva da sentença relativa aos
imóveis Y e Z.
d) A apelação não será conhecida pelo tribunal, na falta de embargos de declaração.
Referência legislativa: art. 515 do CPC.
07. (OAB/SP 116.o) Inconformado com decisão do juízo a quo que o condenou a pagar determinada quantia a Tício,
Caio interpõe recurso de apelação. No prazo legal, o apelado oferece suas contra-razões, pleiteando,
preliminarmente, o não-conhecimento do recurso por ser intempestivo e, no mérito, requer a manutenção da
sentença. Regularmente processado o recurso de apelação, no julgamento a preliminar é rejeitada, por maioria de
votos, vencido o terceiro juiz, e, no mérito, é dado provimento ao recurso, por unanimidade.

a) Contra essa decisão não são cabíveis embargos infringentes, pois que este recurso somente é admissível acerca do
mérito da demanda.
b) O tribunal errou, na medida em que o terceiro juiz não poderia julgar o recurso no seu mérito, porque o
havia rejeitado por intempestividade.
c) A decisão formalmente está correta.
d) O terceiro juiz errou, uma vez que se o recurso, na sua opinião, é intempestivo, no mérito não poderia
ser provido.
Referência legislativa: art. 535 do CPC.

08. (OAB/MG – agosto 2003) Em ação de cobrança, pelo procedimento sumário, o juiz denegou, após apresentação
da defesa, pedido de intervenção fundado em contrato de seguro. O recurso cabível é:
a) agravo.
b) correição parcial.
c) apelação.
d) embargos infringentes.
Referência legislativa: arts. 162 e 522 do CPC.
09. (OAB/SP 116.o) Inconformado com decisão proferida pelo juiz de primeiro grau, Caio interpõe agravo de
Instrumento perante o tribunal. No prazo legal, o agravante informa ao juízo agravado da interposição do recurso. O
juízo agravado reconsidera a decisão e o tribunal julga automaticamente prejudicado o recurso.

a) O juiz de primeiro grau errou, uma vez que a reconsideração somente é possível em agravo retido.
b) O tribunal errou, porquanto deveria conceder prazo ao agravado para que manifestasse seu interesse no
prosseguimento do agravo que passaria a ter como objeto a decisão de primeira instância de reconsideração.
c) O tribunal errou, na medida em que deveria ter desprezado a decisão de reconsideração diante da preclusão
consumativa, processando-se regularmente o agravo.
d) O tribunal agiu com exação, pois, com a retratação pelo juízo de primeiro grau, não mais subsiste o interesse
processual do agravante.
10. (OAB/SP 118.o) Indique a variante inexata na temática que se propõe. Quanto ao agravo de instrumento
interposto perante o tribunal competente e incontinente distribuído ao relator, este poderá:
a) negar-lhe seguimento, se improcedente.
b) convertê-lo na figura de agravo retido.
c) atribuir-lhe efeito suspensivo em circunstâncias especiais.
d) requisitar informação ao juiz a quo.
Referência legislativa: art. 527 do CPC. Ver modificações impostas pela Lei 11.187, de 19.10.2005.
11. (OAB/SP 116.o) “Agravo de instrumento – Decisão agravada e certidão da respectiva intimação não juntadas aos
autos – Demais documentos anexados em cópias não autenticadas – Inadmissibilidade – Exegese do art. 525, I, do
CPC” (2.o TACSP – AI 502.813 – 1.a Câm.).
Essa afirmação indica que:
a) o agravo foi conhecido, mas a ele foi negado provimento porque estava desacompanhado das peças de traslado
obrigatório.
b) não se conheceu do agravo, ou a ele foi negado seguimento, por força da ausência das peças de traslado
obrigatório.
c) converteu-se o julgamento em diligência para que o agravante pudesse desincumbir-se de seu ônus processual,
pois é essa a regra do art. 525, I, do CPC.
d) negou-se efeito suspensivo liminar ao agravo, por força da ausência de peças de traslado obrigatório, nada
impedindo, porém, que o agravante supra o defeito até o julgamento do recurso.
Referência legislativa: arts. 525 e 527 do CPC.
12. (OAB/SP 119.o) O advogado do autor pediu reconsideração de decisão interlocutória que favoreceu o réu no
curso da instrução processual, tendo o apelo sido atendido. O advogado do réu, inconformado, deverá:
a) interpor agravo de instrumento.
b) intentar ação cautelar, por conexão, e pleitear medida liminar para reformar o despacho.
c) requerer retratação do despacho reconsiderado.
d) impugnar o despacho em preliminar de eventual recurso.
Referência legislativa: arts. 162 e 522 do CPC.
13. (OAB/SP 121.o) Qual o efeito processual quando o agravante não comunica a interposição do recurso perante o
juiz prolator da decisão agravada?
a) O tribunal faz a comunicação, de ofício, ao agravado e ao juiz.
b) O tribunal faz a comunicação de ofício apenas ao juiz.
c) O agravado deverá alegar o não-conhecimento do recurso nas contra-razões.
d) O agravado poderá alegar nulidade do recurso, quando do julgamento do agravo, sob pena de preclusão.
Referência legislativa: parágrafo único do art. 526 do CPC.
14. (OAB/SP 120.o) Caio impetrou mandado de segurança perante o Tribunal de Justiça de São Paulo. Concedido
parcialmente, vencido o terceiro juiz que provia a ordem integralmente. Inconformado com essa decisão:
a) poderá o impetrante interpor recurso ordinário e o Poder Público, recursos especial e extraordinário.
b) poderá o impetrante interpor embargos infringentes e o Poder Público, recursos especial e extraordinário.
c) o Poder Público poderá interpor recurso ordinário.
d) o impetrante poderá interpor recurso ordinário e o Poder Público, recurso adesivo.
Referência legislativa: art. 539 do CPC; arts. 102, inciso III, e 105, inciso III, da CF.
15. (Defensoria Pública/MA – 2009) O prazo para o Defensor Público interpor recurso adesivo é de :
a) trinta dias, contados da mesma data do termo inicial para as contrarrazões do recurso principal.
b) dez dias, contados da publicação do despacho que admitiu o recurso principal.
c) vinte dias, contados da publicação do despacho que admitiu o recurso principal.
d) dez dias, contados da mesma data do termo inicial para as contrarrazões do recurso principal.
e) quinze dias, contados da mesma data do termo inicial para as contrarrazões do recurso principal.


16. (Defensoria/MT – 2009 – FCC) O recurso adesivo:
a) Subsiste mesmo se houver desistência do recurso principal.
b) será admissível na apelação, no agravo de instrumento, nos embargos infringentes, no recurso especial e no
recurso extraordinário.
c) por aderir ao recurso principal não está sujeito a preparo.
d) possui condições de admissibilidade próprias em relação ao recurso independente.
e) não será conhecido se, em relação ao recurso principal, houver desistência ou for ele declarado inadmissível ou
deserto.
17. No Tribunal de Justiça, o relator, em decisão monocrática, poderá:
a) Dar provimento ao recurso, se a decisão recorrida estiver contrária à súmula do próprio Tribunal.
b) Dar provimento ao recurso, se a decisão recorrida estiver contrária à jurisprudência dominante do próprio
Tribunal.
c) Negar provimento ao recurso, se este estiver contrário à jurisprudência do próprio Tribunal.
d) Negar provimento ao recurso, se este estiver em confronto com a jurisprudência predominante de outros
Tribunais de Justiça.
e) Negar provimento ao recurso, se este estiver contrário à súmula de outro Tribunal de Justiça.
è Ler artigo 557 CPC.
18. (Procurador do Estado/RR – FCC) A respeito dos recursos cíveis, considere as seguintes afirmações:
I. O recurso adesivo independe de preparo quando preparado estiver o recurso principal e o seu prazo para
interposição será o mesmo das contrarrazões do recurso principal.
II. o recorrente poderá desistir do recurso sem anuência do recorrido.
III. o recurso cabível contra decisão que indefere a petição inicial é a apelação e permite ao juiz prolator a reforma da
decisão.
IV. Poderá o Tribunal, em sede de apelação, ao afastar a sentença que extinguiu o processo sem julgamento do
mérito, neste adentrar para julgar desde já a lide, se a causa versar sobre questão de direito e estiver em condições
de julgamento.
Estão corretas as alternativas:
a) I, II, IV
b) I, III, IV
c) II, III, IV
d) II E IV, somente
è Ler art. 500; 502; 296, 515; 530 e 267 CPC

19. O agravo retido:
a) É interposto mediante o pagamento do respectivo preparo, sob pena de deserção.
b) Sua interposição é exceção, pois a regra continua sendo a interposição do agravo de instrumento.
c) Uma vez interposto, seu conhecimento é automático por ocasião do julgamento da apelação.
d) Deve ser interposto oral e imediatamente das decisões interlocutórias proferidas em audiência de instrução
e julgamento.
e) Não existe juízo de retratação em relação a tal recurso, já que não há exame imediato pelo Tribunal.