Hora da verdade: Felipão anuncia os 23 da

Copa em casa de shows no Rio
Mais de 700 jornalistas estão credenciados para megaevento da CBF nesta
quarta. Técnico já adiantou nove nomes da lista. Assista ao vivo no
GloboEsporte.com

Felipão vai ler os nomes de cada convocado durante o evento no Rio (Foto: Vipcomm)
A Copa do Mundo começa nesta quarta-feira para a Seleção, às 11h30 (de
Brasília). Com direito a mais de 700 jornalistas credenciados na plateia,
Luiz Felipe Scolari estará no palco de uma casa de shows, no Rio de
Janeiro, para anunciar os nomes dos 23 jogadores escolhidos para escrever
uma nova história em um Mundial no Brasil. A missão deles não vai ser
"apenas" conquistar o hexa, mas também acabar de uma vez por todas com
o fantasma de 1950. E, se tudo der certo, com uma apresentação de gala no
Maracanã, no dia 13 de julho, para mais de 70 mil pessoas.
O GloboEsporte.com começa a acompanhar a movimentação no local às 9h,
em Tempo Real, e iniciará a transmissão ao vivo às 10h15. TV Globo e
SporTV também transmitirão o evento. Diferentemente de outros anos,
desta vez não existe um nome clamado pelo povo. Em 2002, Romário era a
bola da vez. Em 2010, Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Paulo Henrique
Ganso. Todos ficaram fora. Para 2014, a lista está fechada. Mas Felipão
admite que podem surgir surpresas.
- Pode ser que exista uma surpresa para alguém ou uma divergência de
nomes, o que é natural... Mas, para quem vem acompanhando o nosso
trabalho, dá para saber quem serão 21, 22 jogadores, por aí. Posso adiantar
que será uma lista feita com a coerência que vem marcando todas as
nossas convocações - disse o treinador, que recentemente confirmou nove
atletas na Copa: Julio César, Thiago Silva, David Luiz, Ramires, Oscar,
Willian, Paulinho, Fred e Neymar.
E são justamente medalhões como Kaká e Ronaldinho Gaúcho que
dificilmente aparecerão na lista. Caso um dos dois seja convocado, a
surpresa será geral. Enquanto o jogador do Milan foi utilizado pelo
treinador em duas partidas (106 minutos), R10 entrou em campo em três
oportunidades (213 minutos). Robinho é o que teria mais chances,
principalmente por ter atuado nos últimos jogos de 2013. E ele foi
aprovado. Mas não vem bem no Milan e corre por fora.




A maior surpresa da lista pode ser o zagueiro Miranda, do Atlético de
Madrid. Foi convocado apenas uma vez por Felipão. Participou de 11
minutos da reestreia do comandante na seleção brasileira, na derrota por 2
a 1 para a Inglaterra, em fevereiro de 2013. Depois disso, jamais voltou a
ser chamado. Tem a concorrência de Réver, do Atlético-MG, que disputou a
Copa das Confederações, Dedé, do Cruzeiro, Henrique, do Napoli, e
Marquinhos, do Paris Saint-Germain.
Outra dúvida é no gol. Julio César (Toronto FC) e Jefferson (Botafogo) estão
certos. Porém, a briga para o terceiro posto ainda existe. Diego Cavalieri, do
Fluminense, e Victor, do Atlético-MG, estão na luta. Enquanto o primeiro
disputou 180 minutos com Felipão, o outro jogou apenas 90. Pesa também
a favor do arqueiro do Tricolor carioca o tempo que passou trabalhando
com o atual preparador de goleiros da Seleção, Carlos Pracidelli.
Para chegar à lista final de 23 jogadores, Felipão chamou 56 atletas e
utilizou 50 deles. O jogador que mais vezes ficou em campo sob o comando
do treinador foi Neymar. Foram 1.684 minutos. Quem menos atuou foi o
zagueiro Dória, do Botafogo - apenas três minutos (confira a tabela completa
no fim da matéria).
Na próxima terça-feira, dia 13, a CBF, via site oficial, vai divulgar o nome de
outros sete jogadores. Esses atletas ficarão numa espécie de lista de espera
e poderão ser utilizados por Felipão caso ocorra alguma eventualidade antes
do início da Copa do Mundo. Porém, em caso de lesão, o comandante
poderá escolher um atleta fora deste grupo de stand-by.
PREPARAÇÃO NA GRANJA COMARY

Granja Comary será a casa da seleção brasileira durante a Copa do Mundo (Foto: André Durão / Globoesporte.com)
A preparação da seleção brasileira vai iniciar no dia 26 de maio. O local
escolhido pela comissão técnica foi a Granja Comary, em Teresópolis, região
serrana do Rio de Janeiro. O local foi utilizado nas conquistas das Copas do
Mundo de 1994 e 2002. Curiosamente, os comandantes eram Carlos
Alberto Parreira e Luiz Felipe Scolari, respectivamente. Atualmente,
coordenador e técnico do time canarinho.
O local foi completamente reformado para receber a seleção brasileira. Cada
jogador ficará em um quarto individual e foi fornecida toda a infraestrutura
necessária para a realização de uma boa pré-temporada.
Antes do início da Copa do Mundo, o time canarinho ainda vai realizar dois
amistosos de preparação. O primeiro será no dia 2 de junho, contra o
Panamá, em Goiânia, e diante da Sérvia, quatro dias depois, em São Paulo.
O Brasil está no Grupo A da Copa e vai estrear na competição no dia 12 de
junho, contra a Croácia, na Arena Corinthians, em São Paulo. Em seguida,
o rival será o México, no dia 17, no Castelão, em Fortaleza. O último
compromisso da primeira fase vai ser contra Camarões, no dia 23, no Mané
Garrincha, em Brasília.
FELIPÃO VAI LER NOME A NOME DOS CONVOCADOS
A missão de apresentar os convocados da seleção brasileira será de Luiz
Felipe Scolari. Os nomes não serão divulgados num telão, como
normalmente é feito. Caberá ao comandante listar os atletas que
participarão da competição, que começa no dia 12 de junho.
Após a leitura dos nomes, os jornalistas terão dez minutos até o início da
coletiva de Luiz Felipe Scolari. Essa será a primeira vez que a convocação
acontecerá numa casa de shows.
De acordo com a CBF, mais de 700 jornalistas de todo o mundo estão
credenciados para participarem do evento. Segundo a entidade,
profissionais da Índia, China, Japão, Reino Unido, Europa e toda América
do Sul estarão na casa de espetáculos.
Além dos jornalistas, alguns convidados também participarão do evento,
principalmente de patrocinadores da CBF.