TREINAMENTO INRODUÇÃO AO INROADS

Importação de Dados
 A partir de um arquivo .txt

Quando recebemos arquivos de pontos no formato .txt , arquivos estes contendo as coordenadas e cotas
dos pontos que utilizaremos para criar nossa superfície, precisamos tratar esses arquivos para um formato
que o INROADS possa assimilar as informações contidas nele, para isso utilizaremos o software Excel
como também o TextPad ( Y:###BOT_TEXT###2. PROGRAMAS ).


Arquivo sem Tratamento

Abri-se o arquivo .txt com o Software TextPad para que se possa copiar as colunas individualmente.



Precisamos copiar cada coluna individualmente para levarmos para o Excel e fazermos as devidas edições
no arquivo. Para isso clicamos antes da primeira linha da primeira coluna, seguramos os botões Shift+Alt e
clicamos no fim da ultima linha da primeira coluna.



Colamos então cada coluna no Excel, repetindo o processo de modo que tenhamos um arquivo igual a esse:



Agora, selecionamos todos os dados presentes no Excel e colamos em um arquivo novo no TextPad.


Precisamos então substituir o espaço existente entre cada coluna por virgulas. Clicamos na tecla F8 para
abrir a caixa de substituição de elementos, selecionamos um espaço entre as colunas e colamos em “Find
What” e em “Replace With” colocamos um Vírgula e clicamos “Replace All”.


O arquivo final apresenta-se assim:


Agora salvaremos o arquivo com a formatação correta.

Para importar no INROADS, o arquivo que acabamos de editar.

File/TextImportWizard/File Name …/localiza o arquivo txt/ok/ Next/Next/DelinitersTab/Botão direito do
mouse na Coluna e determina: 1ª coluna Easting/2ª coluna Northing/ 3ª coluna Elevation/ Finish

Determinamos um nome para a superfície e para a SEED












 Importação de Curvas de Nível

Quando recebemos o arquivo da topografia onde as curvas de nível estão lançadas com suas
determinadas cotas. Então:

Faremos uma fence que envolva todo o desenho. File/Import/Surface/From Graphics/Load
From/Fence /Seed name/ Apply, conforme figura abaixo:







Superfície
 Tratamento da superfície.
Após termos importado os dados da topografia com algum dos métodos utilizados anteriormente teremos
uma superfície, e agora precisamos tratá-la.


Precisamos aplicar a triangularização no arquivo, para isso: Botão direito sobre o arquivo, no nosso caso
“TN_Teste”/ Triangulate. Esperamos a operação ser processada.


Depois da triangularização completa, Iremos em Surface / View Surface / Triangle na próxima caixa que
será aberta clicamos Apply / Close . Nos será apresentado algo como a imagem abaixo:

Precisamos então tratar essa superfície através da exclusão dos triângulos formados entre pontos que não
correspondem a realidade do terreno, percebemos isso ao notar que existem pontos muito distantes sendo
interpolados.

Para tal edição seguiremos os passos: Surface / Edit Surface / Delete Triangule – Apply na próxima caixa
que será aberta. Utilizaremos a ferramenta de edição do triângulos da seguinte forma: clicamos em um
ponto fora dos triângulos e levamos o cursor por sobre os triângulos que desejamos deletar, clicamos com o
botão esquerdo do mouse, confirmando a seleção, e repetimos o clique com o botão esquerdo para efetuar a
exclusão.





O resultado final deve ser algo como a imagem abaixo. Note que agora o traçado da rodovia está muito
mais perceptível.



Depois disso nossa superfície estará pronta, poderemos então deletar os triângulos com a ferramenta de
desenho e gerar curvas de nível.
Para gerarmos as curvas de nível, Surface / View surface / Contours . Nesse ponto é importante que
carreguemos o arquivo de configurações da PDCA ( PDCA.xin ) ele contém as configurações corretas para
os projetos aqui realizados, File / Open / PDCA.xin.
Com o .xin Carregado podemos selecionar as configurações de curvas de nível utilizadas pela PDCA,
Preferences / Pdca_e2000 / Load / Close. Agora para efetivar a exibição das curvas de nível clicamos
Apply na janela View Contours.













OBS: Tanto os triângulos quanto as curvas de nível depois de geradas podem ser deletadas como desenho, e
reapresentadas a qualquer momento que desejarmos. Para os triângulos – Surface / View surface /
Triangles, para as curvas de nível Surface / View surface / Contours.



Projeto Geométrico
 Alinhamento Horizontal

Já com a superfície pronta, podemos então lançar nosso alinhamento horizontal. Para
começar, criaremos o projeto geométrico que será o arquivo que conterá os nossos
alinhamentos. Lançaremos os PI’s que serão os pontos a partir dos quais as curvas serão
geradas.

- Criar Projeto Geométrico
File / New , na janela New selecionamos a aba Geometry do menu superior, Type /
Geometry Project / Name: “Nome do Projeto” / Apply. Assim teremos o projeto
geométrico pronto p receber nossos alinhamentos.






- Alinhamento Horizontal

Para começar precisamos criar o arquivo que recebera o elemento geométrico
propriamente dito do alinhamento horizontal, File / New , na janela New selecionamos a
aba Geometry do menu superior, Type / Horizontal Alignment / Name: “Nome do
alinhamento” / Apply. Assim teremos dentro do projeto geométrico o arquivo do
alinhamento horizontal.






- Lançar PI’s

Para lançar os PI’s faremos: Geometry / Horizontal Curve Set / Add PI, Clicamos onde desejarmos que se
inicie nosso alinhamento horizontal, continuamos seguindo com o cursor até onde desejamos que o próximo PI
esteja, note que uma linha se cria, repetimos esse processo até onde desejarmos que o nosso alinhamento
horizontal se prolongue.
No fim do processo, clicamos com o botão direito duas vezes para encerrar essa etapa. Agora já temos nosso
alinhamento horizontal, que também pode ser apagado como desenho e gerado novamente quantas vezes
desejarmos, para isso Geometry / View Geometry / Active Horizontal.














- Definir Curvas

Para definir as curvas faremos: Geometry / Horizontal Curve Set / Define Curve, na janela Define
Horizontal Curve Set vamos definir o raio das nossas curvas, em Radius 1 iremos inserir o valor que
desejarmos para o raio da curva e em seguida Apply, note que a curva automaticamente aparece, clicamos em
Next para passarmos à próxima curva, e seguimos até finalizar o trecho, no fim do processo fechamos a caixa
Horizontal Curve Set.
Depois das curvas definidas podemos mostrar o estaqueamento, para isso faremos : Geometry / View
Geometry / Stationing, lembrando de carregar a preferência da PDCA - PDCA_e2000.











- Criação dos Perfis Longitudinais

O perfil longitudinal representa um corte longitudinal da superfície do terreno natural, mostrando sua altimetria.
Devemos nos certificar de que o nosso alinhamento horizontal está ativo, botão direito no nosso arquivo, no
caso “AH_Teste”, e selecionamos Set Active.
Vamos agora gerar o perfil: Evaluation / Profile / Create Profile, carregamos a preferência da PDCA –
PDCA_e2000, na janela Create Profile podemos definir vários parâmetros para apresentação do nosso perfil,
por exemplo limitar o estaqueamento, a altura do perfil etc. Na aba General devemos observar em Set Name o
nome do alinhamento no caso “AH_Teste”, em Exaggeration – Vertical 10.000 – Horizontal 1.000, em
Surfaces observar se a superfície do nosso terreno está marcada no caso “TN_Teste”, na aba Controls caso
queiramos, como dito antes, podemos alterar os limites do perfil, tanto vertical quanto horizontal, caso não
tenhamos essa necessidade desmarcamos os dois campos “Elevation” e “Station” para que nosso perfil
apresente todo o trecho que o alinhamento horizontal abrange.
Clicamos então Apply, e clicamos na tela do programa para visualizarmos o perfil.














- Alinhamento Vertical

Precisamos criar o arquivo que recebera o elemento geométrico propriamente dito do alinhamento vertical ,
File / New , na janela New selecionamos a aba Geometry do menu superior, Type / Vertical Alignment /
Name: “Nome do alinhamento” / Apply. Assim teremos dentro do Alinhamento Horizontal o arquivo do
alinhamento vertical.
Para Fazermos o alinhamento Vertical Utilizaremos o Perfil como base, para que possamos posicionar os PI’s
de acordo com o terreno natural. Com um método muito semelhante ao do Alinhamento horizontal, faremos:
Geometry / Vertical Curve Set / Add PI, tomando o cuidado de no momento quando vamos inserir o primeiro
ponto snapar ( Clicar em um ponto com os dois botões do mouse ao mesmo tempo) o ponto inicial do terreno
natural no perfil ( Tracejado na cor laranja ) para que possamos amarrar nosso alinhamento vertical ao terreno
natural. Levamos o Cursor para onde desejarmos, note que uma linha se forma, e clicamos para inserir os PI’s,
snapando no ultimo ponto do terreno natural e clicando com o botão esquerdo depois com o direito para
finalizar essa fase.












- Definindo Curvas Verticais

Depois de posicionar os PI’s vamos definir as características das curvas verticais, faremos da seguinte forma:
Geometry / Vertical Curve Set / Define Curve, na janela Define Vertical Curve Set vamos definir o raio das
nossas curvas, em Lenght iremos inserir o valor que desejarmos para o raio da curva e em seguida Apply, note
que a curva automaticamente aparece, clicamos em Next para passarmos à próxima curva, e seguimos até
finalizar o trecho, no fim do processo fechamos a caixa Vertical Curve Set.
Para apresentar as informações do GREIDE que acabamos de criar faremos : Geometry / View Geometry /
Vertical Anotation, carregamos a preferência da PDCA – PDCA_e2000_Pav, temos a opção de selecionar o
perfil que desejamos apresentar o Vertical Anotation no menu Profile Set, temos também a opção de
selecionar manualmente o perfil no botão ao lado do menu Profile Set, clicando no botão e clicando no perfil
desejado.
OBS: É importante que os PI’s estejam em estacas inteiras ou em frações múltiplas de 5, por exemplo “1+00,00
ou 1+10,00”, e os raios sejam múltiplos de 20.