Our turn

:
public school teachers
as meaning-makers
A hora e a vez dos professores
de inglês da escola pública:
o professor como criador-de-sentidos

APOIO
A
r
t
e
:

K
e
t
h
e
l
e
y

L
e
i
t
e

F
r
e
i
r
e
XVI EPI
August 23 and 24 , 2013
Associação dos Professores de Língua Inglesa do
Estado de Mato Grosso (APLIEMT)
XVI EPI – Encontro de Professores de Inglês
CADERNO DE RESUMOS
August 23 and 24 , 2013
LOCAL: ESCOLA ESTADUAL SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS
Promoção da UFMT - Rondonópolis/MT
30
3
LETRAMENTO DIGITAL - UM DESAFIO E UMA POSSIBILIDADE PEDAGÓGICA
Neuzamar Marques Barbosa
CEFAPRO-Barra do Garças/Mestranda/UFMT-Cuiabá
As novas tecnologias de informação e comunicação (NTICs) têm suscitado o
desenvolvimento de novas modalidades de práticas sociais de leitura e escrita. Se
antes ser alfabetizado era a entrada para a escrita, nos anos oitenta, não bastava ser
alfabetizado, o indivíduo deveria ser letrado. Atualmente, pensa-se em um individuo
alfabetizado, letrado e versado em letramento digital. O letramento digital abarca
novos códigos e modos de ler e escrever. O espaço não é mais o impresso, mas a tela
digital. A leitura não é linear, mas simultânea. Neste trabalho, discuto o conceito de
letramento digital e apresento uma proposta pedagógica visando ao letramento
digital e aprendizado de inglês.
PALAVRAS-CHAVE: Ensino de inglês, letramento digital, proposta pedagógica.
IV FÓRUM DE PROFESSORES DE ESCOLA PÚBLICA
MESA REDONDA I: OUR TURN: PUBLIC SCHOOL TEACHERS AS MEANING-
MAKERS
MESA REDONDA II: POSSIBILIDADES E ALTERNATIVAS PARA O ENSINO DE
INGLÊS NA ESCOLA PÚBLICA
A SITUAÇÃO DO INGLÊS NAS ESCOLAS PÚBLICAS MUNICIPAIS
Tânia Cristina Crivelin Jorra
Escola Municipal de Ensino Fundamental Olavo Bilac/ Lucas do Rio Verde-MT
Como professora de escola pública municipal por quase 10 anos, observo que,
atualmente, as escolas públicas municipais do estado de Mato Grosso me parecem
anestesiadas diante das intensas mudanças decorrentes da globalização em
relação ao uso da língua inglesa. Nesta comunicação, vejo a necessidade de
defender outras formas de ensinar inglês na escola pública, nas cidades onde
pessoas se comunicam via celular e estão sempre conectadas por meio da
internet. Precisamos utilizar os recursos de multimídia a nosso favor e aumentar as
formas de lidar com a linguagem de nossos alunos uns com os outros. A língua
inglesa é de fundamental importância para interagirmos com o outro e para nos
conhecermos.
PALAVRAS-CHAVE: Escolas públicas municipais, língua inglesa, novas formas de
ensino.
FRIDAY August 23
Morning
7h - 8h – Registration
8h - 8h30 – Opening Session: Coordenadora do Curso
de Letras da UFMT-CUR, Ms. Marki Lyons; Diretora do
CEFAPRO de Rondonópolis, Flávia Martins Gonçalves;
Presidente da APLIEMT, Ms. Marli Cichelero; Convidada de
honra:
Dra. Ana Antônia de Assis-Peterson
8h30 - 9h30 – Plenary Speaker 1: Dr. Vanderlei J. Zacchi
(UFS)
9h30 - 10h – Intervalo/Coffee Break
10h - 11h – Plenary Speaker 2: Dra. Míriam Lúcia dos
Santos Jorge (UFMG)
11h – Almoço/Lunch Break
Afternoon
13h - 14h – Workshop 1: Dr. Daniel de Mello
Ferraz(FATEC/SP)
14h - 15h – Workshop 2: Dr. Vanderlei J. Zacchi (UFS)
15h - 15h30 – Intervalo/Coffee Break
15h30-16h30 – Workshop 3: Dra. Míriam Lúcia dos Santos
Jorge (UFMG)
17h – Encerramento do dia
SATURDAY August 24
Morning
IV Fórum dos Professores de Escola Pública
08h - 9h – Mesa Redonda I e Debate em pequenos
grupos
“A hora e a vez dos professores de inglês da escola pública:
o professor como criador-de-sentidos” - Coordenadora: Dra.
Ana Antônia de Assis-Peterson e convidados: Dra. Míriam
Lúcia dos Santos Jorge (FAE-UFMG), Dr. Vanderlei J. Zacchi
(DLES-UFS) e Dr. Daniel de Mello Ferraz (FATEC-SP).
Coordenadores do debate em pequenos grupos:
Celeste Garcia Ribeiro Novaga
Maria de Fátima Comini Silva
Leandra Inês Seganfredo Santos
Tânia Cristina Crivelin Jorra
Juliana Freitag Schweikart
P
R
O
G
R
A
M
A
Ç
Ã
O
28
5
ENFOQUE NAS MANCHETES NO ENSINO-APRENDIZAGEM
DA LÍNGUA INGLESA
Delma Cristina Soares Santos
Graduanda/Bolsista PIBID/UFMT-CUR
Marki Lyons
UFMT-CUR/Coordenadora PIBID
Pretendo apresentar um relato de experiência referente à produção de uma oficina
intitulada “What's Your Headline?”, apresentada na Escola Estadual Major Otávio
Pitaluga como parte das atividades que desenvolvo no subprojeto do PIBID Letras-
Inglês da UFMT/CUR. O objetivo da oficina foi preparar o discente para que
construa posturas que estimulem a criticidade frente às situações ligadas a sua
realidade pessoal e social que colaborem a desmistificar os estereótipos existentes
na sociedade brasileira para como a sociedade do UAS, possibilitando que o
participante reflita sobre as questões políticas, sociais e culturais.
PALAVRAS-CHAVE: Manchetes, ensino-aprendizagem e letramento.
ESTRANHANDO ESTRANGEIRISMOS
Vanessa de Brito Valverde
Graduanda/Bolsista PIBID/UFMT-CUR
Marki Lyons/UFMT-CUR/Coordenadora PIBID
O objetivo desse trabalho é apresentar e discutir uma oficina desenvolvida como
parte do subprojeto do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência –
PIBID do curso de Letras – Inglês da UFMT/CUR. A oficina teve como intuito
levantar e examinar os estrangeirismos utilizados na língua portuguesa advindos
da língua inglesa, além de refletir sobre a influência dessas palavras no cotidiano
dos alunos. Teve como foco principal analisar expressões, abreviações e gírias
utilizadas por falantes de língua inglesa que foram apropriadas por falantes da
língua portuguesa e possíveis mudanças no sentido ao empregá-las no seu dia-a-
dia.
PALAVRAS-CHAVE: Ensino-aprendizagem de língua inglesa, estrangeirismos, letramento.
ENGLISH LANGUAGE TEACHING, TEACHER DEVELOPMENT AND
LITERACY – AN EXPERIENCE WITH PIBID
Marki Lyons/UFMT-CUR/Coordenadora Pibid
Carolina de Ribamar e Silva
EEMOP/Professora Supervisora PIBID
This communication is intended as a means to present a subproject of the national
program PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência), which
provides grants that support initial-stage teacher development. As such, we have
developed a subproject based on perspectives of critical literacies presented
through workshops aimed at the school community. We intend to reflect on our
participation in the program, which has given us the opportunity to explore the
challenges of initial and continued teacher development in the area of English
language teaching today.
KEYWORDS: English language teaching, literacy, PIBID.
SUMÁRIO
MINICURSOS/
WORKSHOPS
COMUNICAÇÃO
SESSÃO COORDENADA
SESSÃO INDIVIDUAL
IV FÓRUM DE PROFESSORES
DE INGLÊS DE ESCOLA PÚBLICA
THE 2013 EPI /
PREFACE
OS PROFESSORES
CONVIDADOS
PLENARY SESSIONS
06
08
09
10
12
13
19
31
7
26
and social narratives, critical reading, critical thinking,
social networks and critical reflection, teaching in
public high schools, learning strategies, material
development based on corpus online.
From all that, we can see that English teachers and students are
capturing and experiencing the complex and the vibrant realities,
maybe sometimes with trepidation, in which fast-changing
technology affects our lives as well as our classrooms.
Finally, I would like to thank the invited speakers of the XVI EPI –
Dra. Míriam Lúcia dos Santos Jorge, Dr. Vanderlei Zacchi and Dr.
Daniel de Mello Ferraz – all of them were very happy in accepting the
invitation to our annual meeting. I am sure their lecture and
workshop in these two days will provide us with more foods for
thought, more insights about teaching and learning critically. The
three of them are very much concerned and engaged with critical
thinking and critical pedagogy of Freire who saw critical education as
empowerment and freedom.
Ana Antônia de Assis Peterson (UFMT-Cuiabá)
Fundadora e Ex-Presidente da APLIEMT
UMA EXPERIÊNCIA PEDAGÓGICA NO ENSINO MÉDIO
COM BASE NO CONCEITO DE FUNDOS DE CONHECIMENTO
Lucinéia Macedo dos Santos
IFMT/Campus São Vicente

'Fundos de Conhecimento' segundo González, Moll e Amanti (2009) referem-se à
competência e ao conhecimento que as pessoas constroem ao longo de suas vidas
por meio de práticas culturais. Uma pesquisa qualitativa colaborativa entre dois
professores de escola pública teve por objetivos: conhecer os 'Fundos de
Conhecimento' de três famílias de um Assentamento; examinar como a realização
de um grupo de estudo entre professores da escola pode oferecer oportunidades
para reflexão acerca das práticas de sala de aula.
PALAVRAS-CHAVE: Fundos de conhecimento, escola e comunidade, ensino de inglês
ESTRATÉGIAS NO ENSINO-APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA POR
ALUNOS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
Marcio César Cardoso
Leila Cristina Oliveira
CELIG UFMT-CUR
Esta pesquisa investigou as estratégias dos alunos da Educação de Jovens e
Adultos (EJA) com melhor desempenho em Língua Inglesa. Fundamentou-se nos
Parâmetros Curriculares Nacionais (1998) e (2002) e na abordagem
sociointeracionista de Vygotsky. Analisamos o material didático e a abordagem do
professor em sala. A pesquisa utilizou quatro alunos das escolas estaduais Maria
de Lima Cadidé e José Salmen Hanze. Os dados foram coletados em 2012 por
meio de questionários, diários e entrevistas. Pode-se observar um conjunto de
práticas relacionadas à compreensão, produção oral e escrita. Além disso,
evidenciou-se que o melhor desempenho relaciona-se às atividades tanto em sala
quanto fora dela.
PALAVRAS-CHAVE: EJA, aprendizagem de Língua Inglesa, autonomia.
LEITURA-ESCRITA EM INGLÊS COM SURDOS:
UMA ABORDAGEM DIALÓGICA
Sérgio Henrique de Souza Almeida
Mestrando/ UFMT
Este estudo investiga as possibilidades do ensino de leitura-escrita em inglês com
surdos. Em um grupo no Facebook – Inglês com Surdos, apontamos que o inglês
faz parte de nosso mundo – do mundo da escrita – e poder ler e escrever neste
idioma contribuirá para a integração do surdo ao mundo contemporâneo. Essa
investigação está inserida no Projeto de Pesquisa “Relendo Bakhtin: contribuições
do Círculo de Bakhtin para uma análise dialógica de discursos produzidos em
diferentes esferas da atividade humana” desenvolvida pelo grupo de pesquisa
Relendo Bakhtin (REBAK), do Programa de Pós-graduação em Estudos de
Linguagem da Universidade Federal de Mato Grosso.
PALAVRAS-CHAVE: Surdos, inglês, leitura-escrita
24
9
UMA REFLEXÃO SOBRE O ENSINO-APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA E AS
REDES SOCIAIS: AS MANIFESTAÇÕES DO BRASIL
Priscila Aline Rodrigues Silva
Graduanda/Bolsista Pibid/UFMT-CUR
Marki Lyons
UFMT-CUR/Coordenadora PIBID
Neste trabalho, relatamos a experiência de desenvolver uma oficina, como parte do
subprojeto do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, do curso
de Letras – Inglês da UFMT/CUR, em que promovemos um debate a respeito da
repercussão das manifestações de rua do Brasil ao redor do mundo, evidenciada nas
redes sociais, e das ideologias que as permearam. Uma vez que essas manifestações
provocaram mudanças significativas na política e história brasileiras, acreditamos ser um
tema provável nos vestibulares e sistemas de seleção do país. Assim, abordamos o tema
numa perspectiva de letramento crítico, para permitir uma reflexão crítica acerca desses
acontecimentos.
PALAVRAS-CHAVE: Ensino-aprendizagem de língua inglesa, redes sociais, manifestações de rua do Brasil.
ALÉM DA LETRA: A MÚSICA E O ENSINO-APRENDIZAGEM DE LÍNGUA
INGLESA
Carolline Laurentino Mendes
Graduanda/Bolsista PIBID/UFMT-CUR
Marki Lyons
UFMT-CUR/Coordenadora PIBID
O presente trabalho visa mostrar que o ensino-aprendizagem de Língua Inglesa não
equivale apenas à produção de discursos através de estruturas gramaticais. Meu
objetivo é transformar a aula de Língua Inglesa num espaço onde se reconhece a
diversidade linguística e cultural presente no meio musical. O intuito, através de uma
oficina oferecida pelo subprojeto do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à
Docência- PIBID, é abrir espaço para a construção de novos significados no mundo
social e promover uma conscientização na qual o aluno, como indivíduo, obtém uma
visão crítica para as estruturas sociais e ideológicas nas quais está inserido.
PALAVRAS-CHAVE: Ensino-aprendizagem de Língua Inglesa, música, letramento crítico.
AMPLIANDO O CAMPO AUDITIVO PARA A LÍNGUA INGLESA:
ATIVIDADES DE MOTIVAÇÃO PARA O APRENDIZADO
Weslley Alves Siqueira
IFMT/Barra do Garças
Renata Francisca Ferreira Lopes
IFMT/Barra do Garças
A motivação de learners tem sido um dos temas mais discutidos em eventos acadêmicos
e profissionais da área de língua inglesa, dado o recorrente insucesso dos processos de
ensino-aprendizagem no ensino regular. Esse relato de experiência trata de uma
atividade de sensibilização para o aprendizado que opera a) a identificação de diferentes
fonemas e suas respectivas pronúncias; b) diferentes arranjos linguísticos, facilitando
pronúncia e audição; e trabalha aspectos que facilitam a aprendizagem para os distintos
estilos de aprendizagem. Parte de uma proposição de sensibilização e motivação para se
aprender inglês, por um viés que engloba corpo e língua.
PALAVRAS-CHAVE: Sensibilização, motivação, aprendizes.
JOGOS ELETRÔNICOS, NOVOS LETRAMENTOS
E ENSINO DE LÍNGUA INGLESA
Prof. Dr. Vanderlei J. ZACCHI (UFS)
Pesquisas recentes revelam que muitos professores utilizam as
novas tecnologias seguindo velhos padrões de ensino, apenas
adaptando-as a práticas já estabelecidas. Como consequência,
o que há às vezes é apenas uma transposição da página
impressa para a tela do computador. Além disso, no caso do
ensino de línguas, deixa-se de explorar modos de construção
de significados diferentes do linguístico, tais como o visual, o
auditivo e o gestual. Neste trabalho, abordarei alguns desses
aspectos aplicados a jogos eletrônicos e sua relação com os
novos letramentos no ensino de língua inglesa.
INGLÊS E EDUCAÇÃO: CONSTRUINDO
SENTIDOS
PARA A JUSTIÇA SOCIAL
Profa. Dra. Míriam Lúcia dos SANTOS JORGE (UFMG)
Nessa palestra, discutiremos o ensino de inglês na escola
pública, considerando que sempre foi “nossa hora e nossa
vez”. Entretanto, destacaremos que o contexto atual, marcado
por políticas de internacionalização e de promoção da
educação para a diversidade, tem evidenciado que a
aprendizagem ensino de inglês são fundamentais tanto para o
desenvolvimento das ciências no Brasil, quanto para a
educação em sentido mais amplo. Nossa ênfase, portanto,
será dada ao ensino de inglês e a promoção de justiça social.
Adotaremos, na discussão, perspectivas críticas para o
ensino de inglês, quais sejam, Pedagogia Crítica,
Multiculturalismo Crítico e Letramento Crítico.
P
L
E
N
Á
R
I
A
0
1
P
L
E
N
Á
R
I
A
0
2
22
11
A PRÁTICA REFLEXIVA E A CRÍTICO-REFLEXIVA NO
ENSINO DE LÍNGUA INGLESA
Márcio Evaristo Beltrão
UFMT-CUR
Este trabalho é o resultado de uma pesquisa sobre as teorias que envolvem o
processo de formação do professor reflexivo e crítico-reflexivo, tendo como objetivo
diferenciar ambos os perfis, mostrar as operações que envolvem o processo de cada
um e expor a importância da reflexão crítica na formação dos professores de língua
inglesa. Por meio deste estudo, observou-se a necessidade dos docentes saberem
diferenciar o perfil reflexivo em relação ao crítico-reflexivo, para que possam
observar a eficácia de cada um no atual contexto socioeducativo.
PALAVRAS-CHAVE: Prática reflexiva, prática crítico-reflexiva, ensino de inglês.
“IT WAS THE SPRING OF HOPE, IT WAS THE WINTER OF DESPAIR” – COMO
UM ENUNCIADO DE UMA HISTÓRIA DE CHARLES DICKENS MUDOU A
VISÃO DE UMA PROFESSORA DE INGLÊS?
Vânia Cristina Marques de Arruda Marcondes
Centro Municipal de Ensino Fundamental de Barra do Garças
Trabalhar com educação pública e morar no interior sempre foi meu projeto pessoal.
Esta comunicação tem por objetivo relatar o meu primeiro ano de ensino como
professora de inglês numa escola da rede municipal, na cidade de Barra do Garças.
Primeiramente, apresento quem são os meus alunos do 6o ao 9o ano. Em seguida,
narro as atividades que foram desenvolvidas em sala e como funcionaram ou não.
Relato também os momentos de conflito e alegria. Por último, narro em que essa
experiência – nova para mim – me transformou como professora.
PALAVRAS-CHAVE: Relato de experiência, ensino de inglês, mudanças.

HAPPY BRAZILIAN VALENTINE'S DAY: ESCREVENDO
EM LÍNGUA INGLESA
Wandressa Viviane Souza dos Santos
Bolsista PIBID/UFAC
Prof.ª Dr.ª Maysa Cristina Dourado
UFAC
Atualmente a produção de textos em língua inglesa tem se tornado um fator
preocupante, tendo em vista que os alunos têm varias dificuldades que vão desde a
desmotivação até a resistência de produzir textos. Esta comunicação pretende
relatar uma experiência de produção textual que objetivou contribuir para o
letramento em inglês do aluno. A proposta de atividade foi de escrever cartões para o
dia dos namorados pelos alunos de ensino médio de uma escola pública da cidade de
Rio Branco, Acre. O resultado da experiência foi o aprimoramento da habilidade da
escrita e a motivação.
PALAVRAS-CHAVE: Gênero textual, língua inglesa, motivação.
03
LETRAMENTO CRÍTICO E EDUCAÇÃO PARA AS
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NO BRASIL
Profa. Dra. Míriam Lúcia dos SANTOS JORGE
(UFMG/CAPES)
Ainda que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
(LDB) tenha sido alterada em 2003, determinando a
obrigatoriedade de se educar os estudantes brasileiros para as
relações étnico-raciais no Brasil, muitos professores e
formadores de professores, de diversos componentes
curriculares, ainda desconhecem os fatores socio-históricos
que motivaram essa alteração, as diretrizes para o
cumprimento dessa demanda, e, finalmente, como
implementar os princípios dessas diretrizes em suas práticas
de ensino. Neste workshop, portanto, meu foco será nas
possibilidades de promoção da educação para as relações
étnico-raciais no ensino de inglês, com ênfase nas culturas
afro-diaspóricas.
PALAVRAS-CHAVE: Relações étnico-raciais, letramento
crítico, educação.
20
13
ENSINO DE INGLÊS E INCLUSÃO
Nesta sessão, serão relatadas três experiências de ensino da língua inglesa e
inclusão no contexto da escola pública. Primeiramente, será feito o relato de um
caso bem sucedido de aprendizagem de uma aluna surda nas aulas de inglês,
mostrando que o desenvolvimento da competência linguística é possível. O
próximo relato refere-se a uma experiência que conjuga inglês e artes. Trata-se de
uma dramatização envolvendo alunos do ensino médio, na qual a protagonista é
uma aluna com deficiência visual. Por fim, apresenta-se um caso de motivação e
trocas linguísticas.
ATIVIDADES VOLTADAS PARA ALUNOS SURDOS
Tatiane Souza Alves
E.E. Prof. Alfredo Marien/Rondonópolis-MT
Numa aula de língua inglesa, espera-se que ocorra um maior uso do inglês, porém
ao ministrar aulas inclusivas podemos perceber como professores de língua
estrangeira o que ocorre quando temos alunos ouvintes que falam português e
alunos surdos alfabetizados ou não na língua portuguesa que falam LIBRAS.
Apresentaremos o lado positivo do ensino da língua inglesa por uma aluna surda
observando a capacidade de aprender obtida no desenvolvimento de exercícios
no seu processo de ensino aprendizagem inserida num contexto de escola
pública.
PALAVRAS-CHAVE: Inclusão, língua inglesa, aluno surdo.
O DEFICIENTE VISUAL E ENCENAÇÃO TEATRAL
Bibiana Anjos Rezende
E.E. Daniel Martins Moura/ Rondonópolis-MT
Sessão Coordenada 01
ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA E JOGOS DIGITAIS SOB
O PANORAMA DOS MULTILETRAMENTOS
Ardalla Guimarães Oliveira
Mestranda/ UFMT
Neste trabalho, procuro investigar o efeito de jogos digitais na aprendizagem de
língua estrangeira. O estudo está inserido dentro de uma vertente de (multi)
letramentos, permitindo ao leitor a compreensão dos novos modos de representação
das linguagens verbal e não-verbal presentes nos meios de comunicação. A
metodologia é de base interpretativista e a análise buscará apreender como jogos
digitais podem se constituir novos espaços de aprendizagem de língua.
PALAVRAS-CHAVE: (Multi)letramentos, jogos eletrônicos,aprendizagem de
línguas.
COMIC STRIPS IN THE CLASSROOM:
THE NIGHT WITHOUT A STORY BY MAURÍCIO DE SOUZA
Clélia Reis
E.M. Ivete L. Arenhardt/ Sorriso, MT
A comunicação sobre Histórias em Quadrinhos (HQ) - Comic Strips, tem como
objetivo apresentar experiências realizadas, em 2011, na Esc.Munic.Ivete
L.Arenhardt, Sorriso-MT, com alunos do 9º ano. Naquela data, estávamos
aguardando a visita do cartunista Maurício de Souza à nossa cidade.Os alunos
empolgados com o projeto, pesquisaram sobre o autor e suas obras. Após a escolha
do texto The night without a story, os alunos começaram a desenvolver a confecção
das histórias em quadrinhos com o auxílio de dicionários. O resultado do trabalho, foi
que os alunos obtiveram mais conhecimentos e maior interesse pelo estudo da língua
inglesa.
PALAVRAS-CHAVE: Histórias em quadrinho, língua inglesa, Maurício de Souza.
ROLE PLAY COMO PROPOSTA DE SIMULAÇÃO DE AÇÕES CONCRETAS NO
ENSINO DE LÍNGUA INGLESA: RELATO DE EXPERIÊNCIA EM TURMAS DO
ENSINO MÉDIO
Renata Francisca Ferreira Lopes
FMT/Barra do Garças
Weslley Alves Siqueira
IFMT/Barra do Garças
A dinâmica de sala exige atividades que ultrapassem as barreiras da parede/muros
da escola, a fim de abrir seus portões para as conexões possíveis com o mundo. A
língua inglesa adentra e compõe este cenário como oportunidade de (re)construção
de discursos e interação com o mundo, movimento possível se atividades que
simulem ações concretas sejam trabalhadas. Este relato de experiência trata do uso
de atividades de role play, em classes do Ensino Médio do ensino regular para o
ensino da habilidade comunicativa de responder e perguntar por informações
pessoais. Apresenta, assim, como os estudantes as enxergam e os resultados
obtidos.
PALAVRAS-CHAVE: Role plays, motivação, aprendizagem significativa.
18
15
ENSINO CRÍTICO COMO PROPOSTA PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA
DE PROFESSORES DE INGLÊS
Lediane Manfé de Souza
Mestranda/UFMT
No início de março deste ano comecei a ministrar pela primeira vez um curso de
formação continuada para professores de inglês na cidade de Sorriso, MT.
Quinze professores de inglês participam do curso. A proposta do trabalho
baseia-se no princípio da colaboração crítica e reflexiva na construção de planos
de trabalho que contemplem soluções pedagógicas locais e sintonizadas com o
contexto atual da globalização. Esta comunicação pretende, primeiramente,
relatar como o curso foi elaborado, seus objetivos, que atividades foram
realizadas até a presente data, como os professores vem reagindo e quais os
desafios para o próximo módulo.
PALAVRAS-CHAVE: Ensino crítico; formação continuada; professores de inglês.
PROFESSORES DE LÍNGUA INGLESA EM FORMAÇÃO REFLEXIVA
Lyssa Gonçalves
Mestranda/ UFMT
Apresento nesta comunicação o projeto de pesquisa da minha dissertação de
mestrado. O foco do estudo é observar um curso de Formação Continuada de
Professores de Inglês, em Sorriso – MT, que reúne professores de diferentes
escolas públicas com o propósito de examinar o seu fazer pedagógico e discutir
conceitos relevantes acerca da prática reflexiva, em busca de tornar seu ensino
significativo para seus alunos. A pesquisa de cunho etnográfico e interpretativo
terá duas perguntas-chave do fazer etnográfico: “O que está acontecendo aqui e
agora especificamente?” e “O que esses acontecimentos significam para as
pessoas engajadas neles?”.
PALAVRAS-CHAVES: Formação reflexiva, fazer pedagógico, professor de inglês.
Sessão Coordenada 3
ENSINO CRÍTICO DE INGLÊS E NOVOS LETRAMENTOS
Esta sessão apresenta propostas de estudo referentes ao ensino-aprendizagem
de inglês na perspectiva dos letramentos e ensino crítico da língua inglesa. O
primeiro trabalho envolve o uso de vídeo-game como fonte de aprendizagem de
LI. O segundo é um estudo de metáforas e resistência social presentes nas
canções de Bob Marley. O terceiro apresenta uma proposta de pesquisa sobre
língua, poder e identidade com o objetivo de desconstruir certos mitos que
circulam em nossa sociedade e valorizar o ensino e aprendizagem locais. O
quarto e último projeto é um projeto que busca associar o ensino de literatura ao
ensino da língua inglesa.
ELABORAÇÃO DE MATERIAL DE GRAMÁTICA DA LÍNGUA INGLESA NÍVEL
ELEMENTARY POR MEIO DE CORPUS ON-LINE
Iranilza Rosa Sampaio Reis / UFMT-CUR
Emiliana Fernandes Bonalumi
UFMT-CUR
Devido a tantas dificuldades enfrentadas por aprendizes de língua inglesa, instigamo-
nos a investigar um método que ajudasse na sua aquisição e compreensão. Pensando
nisso e na proposta da Linguística de Corpus de explorar os corpora para auxiliar no
ensino de línguas, decidimos realizar a presente pesquisa em forma de Programa de
Tutoria de Língua Inglesa. Com a ajuda da tecnologia e por meio desta investigação,
esperamos que o aluno seja capaz de expandir seu conhecimento, pois terá acesso a
uma grande quantidade e variedade de corpora on-line, podendo assim fazer as suas
pesquisas para responder as suas inquietações.
PALAVRAS-CHAVES: Linguística de corpus, corpora on-line, gramática da língua inglesa.
ELABORAÇÃO DE MATERIAL DE GRAMÁTICA DA LÍNGUA INGLESA
NÍVEL PRE-INTERMEDIATE POR MEIO DE CORPUS ON-LINE
Raimundo Alessandro Correia/ UFMT-CUR
Emiliana Fernandes Bonalumi
UFMT-CUR
Acerca de tantos problemas enfrentados por alunos de língua inglesa, incitamo-nos a
averiguar uma metodologia que auxiliasse na sua obtenção e apreensão. Refletindo
nisso e na proposta da Linguística de Corpus de pesquisar os corpora para assessorar o
ensino de línguas, resolvemos concretizar a presente investigação em forma de
Programa de Tutoria de Língua Inglesa. Com o auxílio da tecnologia e com base nesta
verificação, acreditamos que o aprendiz torne-se competente a amplie seu
conhecimento, utilizando uma quantia e multiplicidade de corpora on-line,
desempenhando assim os seus trabalhos para contrapor as suas incertezas no tocante
à Língua Inglesa.
PALAVRAS-CHAVES: Linguística de Corpus, Corpora on-line, Gramática da língua
inglesa.
Sessão Individual
REFLEXÕES ACERCA DO ESTÁGIO NA FORMAÇÃO INICIAL
DE PROFESSORES DE INGLÊS
Julma Dalva Vilarinho Pereira Borelli
UFMT-CUR
O presente trabalho visa problematizar o estágio no período de formação inicial de
professores de inglês. Tomando como base os princípios de formação do professor
crítico reflexivo, a valorização do saber docente, e as tendências atuais das pesquisas
desenvolvidas em Linguística Aplicada, pretendemos analisar o estágio do ponto de
vista dos atores envolvidos nesse processo. Assim, com base nos modelos de estágio
encontrados nos estudos acerca da formação docente (Contreras, 2002; Pimenta,
1994; Pimenta e Lima, 2004; Piconez, 2012), nosso principal objetivo é propor uma
acepção do estágio como prática colaborativa de construção de conhecimento e
compartilhamento de xperiências.
PALAVRAS-CHAVE: Estágio, formação inicial, professores de inglês.
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSS0
Departamento de Letras – Rondonópolis
Departamento de Letras - Cuiabá
Associação dos Professores de Língua Inglesa do Estado de
Mato Grosso (APLIEMT)
ORGANIZING COMMITTEE
________________________________________________________
Marli Cichelero (Sinop)
Ana Antônia de Assis Peterson (Cuiabá)
Delvânia Góes (Rondonópolis)
Marki Lyons (Rondonópolis)
Celeste Garcia Ribeiro Novaga (Rondonópolis)
Maria de Fátima Comini Silva (Cuiabá)
Ketheley Leite Freire (Sinop)
Lediane Manfé de Souza (Sorriso)
Neuzamar Marques Barbosa (Barra do Garças)
Lyssa Gonçalves (Cuiabá)
ORGANIZAÇÃO E EDIÇÃO DO CADERNO DE RESUMOS
________________________________________________________
Ana Antônia de Assis-Peterson
PROMOÇÃO: UFMT/ Rondonópolis
APOIO:
UNEMAT-Sinop
CEFAPRO-Sinop
UFMT-Cuiabá e Rondonópolis
ESCOLA ESTADUAL SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS,
Rondonópolis
PROJETO GRÁFICO: Ketheley Leite Freire
AGRADECIMENTOS
Direção da Escola Estadual Sagrado Coração de Jesus/Rondonópolis
OBS: Todos os resumos deste caderno foram elaborados por seus
autores, não cabendo qualquer responsabilidade legal sobre seu
conteúdo à comissão organizadora do evento.
RONDONÓPOLIS, MT – 2013
2
31
4
29
ENGLISH FOR SPECIFIC PURPOSES:
GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS DA INFORMÁTICA
Luci Terezinha Kroetz Fernandes Maso
Mestranda/UFMT
Esta atividade pedagógica de sala de aula tem como objetivo propiciar o
desenvolvimento da aprendizagem e familiarizar os alunos com o vocabulário
específico de informática em Língua Inglesa, no Ensino Médio Integrado à
Educação Profissional, Técnico em Informática. O público alvo dessa atividade
eram alunos do 1ºano EMIEP do Ensino Médio da Escola Estadual Des. Milton
Armando Pompeu de Barros, na cidade de Colíder-MT. Primeiramente, foi
detectada a dificuldade em fixar os termos presentes na computação, depois
surgiu a ideia de desenvolver um dicionário, produzido por eles, que obtivesse
as palavras e seus significados, para maior compreensão dessa linguagem
específica.
PALAVRAS-CHAVE: Informática, língua inglesa, vocabulário.
GOOGLE TRADUTOR: O DESAFIO DA TRADUÇÃO LITERÁRIA
Lariane Priscila Gonçalves Caldin
Graduanda/Bolsista PIBID/UFMT-CUR
Marki Lyons/UFMT-CUR/Coordenadora PIBID
O trabalho teve como objetivo elaborar uma oficina referente à ferramenta
Google Tradutor. Por meio desse trabalho, o intuito foi demonstrar o processo de
criação e manipulação de sentidos ao empregar a ferramenta. O trabalho se
exemplificou utilizando os sonetos de Shakespeare, que serviram de textos a
serem traduzidos pelo Tradutor. Em comparação, analisamos traduções oficiais
dos mesmos sonetos e discutimos onde as duas traduções convergiram e
divergiram. Esse trabalho foi desenvolvido como parte do subprojeto do
Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, do curso de
Letras – Inglês da UFMT/CUR.
PALAVRAS-CHAVE: Língua inglesa, Google tradutor, tradução literária.
O USO DO HIPERTEXTO NA WIKIPÉDIA
Eduardo Borges Macedo
UFMT-CUR, Bolsista PIBID/UFMT-CUR
Marki Lyons/UFMT-CUR/Coordenadora PIBID
Este trabalho tem por objetivo apresentar e discutir uma oficina desenvolvida
sobre o tema hipertextos no qual buscamos analisar a criação de sentidos
através da ligação de vários textos por meio de links. O intuito é de auxiliar o
aluno na compreensão de textos e discursos relacionados a um tema, nesse
caso, os protestos recentes que ocorreram no Brasil. Como ponto de partida,
utilizamos a Wikipédia, seguido de outros links de notícias. O trabalho foi
desenvolvido como parte do subprojeto do Programa Institucional de Bolsa de
Iniciação à Docência – PIBID, do curso de Letras – Inglês da UFMT/CUR.
Palavras-chave: Hipertexto, wikipédia, ensino-aprendizagem de língua inglesa.
09h - 10h – Mesa Redonda II: “Possibilidades e alternativas
para o ensino de inglês na escola pública” – Coordenadora: Prof.
Esp.Tânia Cristina Crivelin Jorra e convidados: professores da escola
pública
10h - 10h30 – Intervalo/Coffee Break
10h30-11h30 – Apresentação de trabalhos – Sessão Coordenada
11h30 – Almoço/Lunch Break
Afternoon
13h30 - 14h30 – Apresentação de trabalhos – Sessão 2
14h30 - 15:30 – Apresentação de trabalhos – Sessão 3
15h30 - 16h – Intervalo/Coffee Break
16h00 - 16h30 – Closing session: avaliação do evento
16h30 - 17h – Entrega de Certificados
17h - 18h – Coquetel de Encerramento
27
6
O ALUNO SURDO, A INTÉRPRETE, OS ALUNOS OUVINTES E A
PROFESSORA NAS AULAS DE LÍNGUA INGLESA
Maria de Fátima Comini da Silva
Mestranda /UFMT
Este trabalho apresenta parte de uma vivência de sala de aula de língua inglesa
com um aluno surdo, numa turma do segundo segmento da modalidade EJA
(Educação de Jovens e Adultos), no período noturno, de uma escola estadual na
periferia de Cuiabá. A subjetividade do relato mostra as inquietações da professora
relacionadas à formação recebida no curso de Letras, o descaso do poder público
com a situação educacional garantida aos alunos especiais e a busca de
alternativas para lidar com a situação.
PALAVRAS-CHAVE: Atuação pedagógica, ensino e aprendizado, língua inglesa.
UM ESTUDO SOBRE FANFICTION:
A LEITURA E A ESCRITA NO AMBIENTE DIGITAL
Elizabeth Conceição de Almeida Alves
Mestranda/ UFMT
Com a globalização e a tecnologia passamos a viver em um mundo complexo em
que o educador necessita inteirar-se dos novos estilos. Um desses estilos é a
fanfiction (ficção criada por fãs) vivenciada por adolescentes e crianças que
escrevem sobre os seus personagens preferidos em aventura própria. Diante
dessa realidade esta pesquisa, em andamento, procura investigar tal fenômeno e
aponta para resultados que contribuam para a minha própria prática e levantar
indagações para futuras pesquisas.
PALAVRAS-CHAVE: Letramentos, fanfiction, escrita.
“EU AMO TUDO ISSO” – PROPAGANDA IMPRESSA E ENSINO-
APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA
Ana Caroline Rodrigues
Graduanda/Bolsista Pibid/UFMT-CUR
Marki Lyons
UFMT-CUR/Coordenadora PIBID
No presente trabalho pretendo compartilhar a experiência vivida na oficina
desenvolvida como parte das ações do subprojeto do Programa Institucional de
Bolsas de Iniciação a Docência (PIBID) do curso de Letras – Inglês da UFMT/CUR,
baseada na análise de propaganda impressa relacionada ao fast food. A oficina foi
oferecida com o intuito de resgatar a historicidade de tal propaganda e fazer
comparações entre propaganda advinda da cultura norte-americana e a brasileira
para que o aluno possa desenvolver uma reflexão crítica sobre o gênero.
PALAVRAS-CHAVE: Ensino-aprendizagem de Língua Inglesa, propaganda
impressa, Letramento.
THE 2013 XVI EPI – Preface
This year, we are in very high spirits because the theme of the XVI EPI –
Our Turn: Public School Teachers as Meaning-Makers/A Hora e a
Vez dos Professores de Inglês da Escola Pública: O Professor
como Criador-de-Sentidos – explicitly has a connection with Paulo
Freire, who very much cared about dialogic education and self-
governing teachers and learners. He was the one to call upon Brazilian
teachers to fully participate in the production of ideas and to reinvent
themselves as what we call here “meaning-makers”. Teachers as
meaning- makers do not spend their class time passing over the
material for students to passively receive it. On the contrary, teachers
as meaning-makers embrace conversation as a method to generate
class discussion in which learners themselves are meaning-makers as
well. In the Freirian dialogic pedagogy teachers and learners have a
voice, a subject position.
It is with all this excitement that I took on the task of editing this
“Caderno de Resumos”. We received around 50 abstracts from
different cities in the state of Mato Grosso and even from other states
like Acre and Piauí, which revealed what we had hoped. There is
indeed a great deal of interesting and different work going on to be
presented at EPI. By organizing this volume, I am very much impressed
with the kind of work that will be presented and discussed. No more only
grammar-oriented papers, but plenty of social-cultural-critical oriented
papers that take social practices as the basis for learning English. Here
the readers may appreciate the range of terms and topics that teachers
and students are talking about:
Inclusion of deaf students and Down syndrome students in
the English classroom, public school teachers in times of
transformation, reflexive teacher education, continuous
teacher education and critical teaching, digital literacy, new
literacies, facebook, memes, digital games, literature and
videogames as sources for learning English, power
relations, citizenship, conflicting identities and English
teaching and learning, literature in the public school, critical
literacy, comic strips in the English classroom, headlines,
role play and communication, playful activities, music and
images, songs and ideologies in the English class, 'Storify'
8
25
MÚSICA E IMAGEM: UMA COMBINAÇÃO EFICIENTE
PARA AULAS DE INGLÊS
Rayssa Duarte Marques Cabral
Mestranda/UFMT
Neste estudo, apresento dois planos de aula com atividades de compreensão
auditiva para aulas de língua inglesa, tendo como objeto a utilização das
músicas: “True colors” da Cyndi Lauper e “I say a little prayer” da Aretha Franklin.
Essas propostas baseiam-se em modos diferentes de utilização da música como
estratégia de aprendizagem por meio de imagens, fazendo com que os alunos
utilizem estratégias cognitivas para a realização das atividades. Uma delas
ainda preserva partes da letra da música em conjunto com as imagens, já a outra
é composta apenas de imagens.
PALAVRAS-CHAVE: Imagem, música, cognição.
TEACHING AND LEARNING OF ENGLISH LANGUAGE IN
PUBLIC HIGH SCHOOLS IN PARNAÍBA-PI
Caroline Silva Ferreira
IFPI
Marcos Antônio Alves dos Santos
IFPI
The learning of English language is immediate in the society that we live. Thus, in
this research there was an interest in checking the current difficulties involved in
the teaching and learning of English and the conditions the public high schools
are going through. To highlight issues related to teaching of the English Language
in the High Schools and the impediments faced by all schools, a few moments at
schools were observed during classes and connected with language teachers.
Data were registered through interviews, questionnaires and photos in the
spaces where the classes were taught.
KEYWORDS: English Language, teaching and learning, Public High Schools.
SARAU ENGLISH PIBID 2013
Daryl de Oliveira Abejdid
Escola Estadual Clícia Gadelha/
Universidade Federal do Acre
This presentation aims at showing how dynamic activities can overcome
students' lack of motivation and increase their willingness to learn a foreign
language. A group of students from a public school was asked by the teacher to
do research about facts and curiosities of some English speaking countries for a
Cultural Event. With the help of some monitors, the students did all the planning
for the show, which includes folk music, typical dance, poem reading and even
some dramatization. After the activity, it was noticed that the students were more
receptive to learn.
KEYWORDS: Sarau, PIBID, public school.
Profa. Dra. Míriam Lúcia dos Santos Jorge
possui graduação em Letras, mestrado e doutorado em Estudos
Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Realizou
o pós-doc em 2011/2012 na University of North Carolina, Charlotte, USA.
Atua como professora da Graduação em Letras da Faculdade de Educação
da UFMG e da Pós-Graduação em Estudos Linguísticos (Poslin) na
Faculdade de Letras da UFMG. Suas áreas de interesse na Linguística
Aplicada são: ensino de inglês, ensino crítico de línguas estrangeiras,
formação de professores de inglês, prática reflexiva e análise de livros
didáticos. Desenvolve trabalhos na formação de professores Programa
Ações Afirmativas na UFMG. Coordena um consórcio de cinco
universidades Brasil-Estados Unidos "legados da com a temática
diáspora africana : Desigualdades no Brasil e nos Estados Unidos
Persistentes". Promove cursos de português brasileiro e cultura afro-
brasileira para estrangeiros, na UFMG, além de outros cursos, ministrados
no Brasil e nos Estados Unidos, sobre os legados da diáspora africana nos
dois países.
Prof. Dr. Vanderlei Zacchi possui graduação em
Bacharelado em Letras com Habilitação de Tradutor pela Universidade
Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1988), mestrado em Linguística
Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (2003) e doutorado em
Estudos Linguísticos e Literários em Inglês pela Universidade de São Paulo
(2009). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Sergipe
e associado adjunto no Centre for Globalization and Cultural Studies da
Universidade de Manitoba, Canadá. Tem experiência na área de Letras, com
ênfase em Ensino de Língua Inglesa, atuando principalmente nos seguintes
temas: inglês como língua hegemônica, formação de professores, novos
letramentos e cultura e identidade.
Prof. Dr. Daniel de Mello Ferraz possui graduação em
Letras pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002), mestrado
em Letras Inglês na área de Letramento Visual pela Universidade de São
Paulo (2006) e Doutorado em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês
pela Universidade de São Paulo (2012). É professor associado da
graduação da FATEC - Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo.
Atualmente, desenvolve pesquisas nas áreas dos novos letramentos, novas
tecnologias e letramentos críticos e tem publicado artigos e capítulos de
livros sobre esses assuntos. Tem experiência na área de Letras, com
ênfase em Línguas Estrangeiras Modernas, atuando principalmente nos
seguintes temas: formação de professores, educação de língua inglesa,
novos letramentos, letramento visual, letramento crítico, língua e cultura.
OS PROFESSORES CONVIDADOS
10
23
EDGAR ALLAN POE NA CULTURA POPULAR:
UMA PROPOSTA DE ENSINO PARA AS AULAS DE LÍNGUA INGLESA
Victor Souza Rodrigues
Graduando/Bolsista PIBID/UFMT-CUR
Marki Lyons
UFMT-CUR/Coordenadora PIBID
Este trabalho tem por objetivo como elaboramos uma oficina, cujo título é "Edgar
Allan Poe In Popular Culture", oferecido pelo subprojeto PIBID de Letras-Inglês, da
UFMT/CUR. A partir de uma série de observações na escola participante, organizou-
se um modelo de aula que se adequava ao ambiente escolar. O intuito foi
desenvolver a habilidade crítica dos alunos e estabelecer um contato com a literatura
norte-americana, através do poema Lenore de Edgar Allan Poe. Pudemos constatar
que sua influência na cultura popular é imensa e discutimos as adaptações de suas
obras nos dias atuais.
PALAVRAS-CHAVE: Relato de experiência, habilidade crítica, Edgar Allan Poe.
CRIANDO NARRATIVAS EM LÍNGUA INGLESA
Daniela Silva de Godoy
Graduanda/Bolsista/PIBID UFMT-CUR,
Marki Lyons
UFMT-CUR/Coordenadora PIBID
A tecnologia vem sendo utilizada como ferramenta de apoio para o ensino. Com isso,
através de uma oficina desenvolvida como parte do PIBID Letras-Inglês da
UFMT/CUR, utilizamos como ferramenta de criação de narrativas o site de Storify,
que permite ao autor a integração de conteúdo disponível na internet, como vídeo ou
imagens. Os participantes tiveram a oportunidade de criar narrativas em língua
inglesa em que recontaram sobre seu cotidiano. Nesse trabalho, pretendemos
discutir esse processo e mostrar o desenvolvimento das narrativas.
PALAVRAS-CHAVE: Ensino-Aprendizagem de língua inglesa, narrativas, storify.
DO ASPECTO LINGUÍSTICO AO DISCURSIVO NA PRODUÇÃO DE LEITURA
DE TEXTOS EM LIVROS DIDÁTICOS DE LÍNGUA INGLESA:
POSSIBILIDADES DE TRABALHO EM SALA DE AULA
Paulo Rogério de Oliveira
Mestrando /UFMT
Neste estudo, balizado pelo referencial teórico-metodológico da Análise de Discurso
de linha francesa e da Linguística Aplicada, examinamos as propostas de leitura
feitas em dois livros didáticos de língua inglesa do ensino médio. Como a estrutura e
as atividades de todas as unidades seguem um mesmo script, selecionamos para
análise apenas uma unidade de cada livro, especificamente as atividades de leitura
de texto, buscando responder às seguintes questões: 1.Que concepções de
linguagem, leitura, aluno e ensino-aprendizagem perpassam o tratamento da leitura
pelos autores? 2. As atividades de leitura presentes nestes livros contribuem para o
desenvolvimento crítico e reflexivo dos alunos?
PALAVRAS-CHAVES: Ensino de língua Inglesa, livro didático, interpretação.
MEANING-MAKING THROUGH IMAGES: VISUAL
LITERACY IN ENGLISH CLASSES
Dr. Daniel de MELLO FERRAZ (FATEC/SP)
According to Rose (2007), “Visual imagery is never innocent; it
is always constructed through various practices, technologies
and knowledges. A critical approach to images is therefore
needed”. Mizan (2004, 2011) participates in the debate by
stating that images do not represent reality, but construct it.
How do we interpret images in our English classes? Are they
mere representations of reality or are they collaborating with
meaning-making processes? In the first part of this workshop I
will briefly discuss the images in the light of critical education
and visual literacy. In the second part, we will do/discuss
some Visual Literacy activities.
KEYWORDS: Critical education, visual Literacy, theory and
practice.
MULTIMODALIDADE NO ENSINO DE LÍNGUA INGLESA
Prof. Dr. Vanderlei J. ZACCHI (UFS)
Esta oficina busca trabalhar com a multimodalidade no ensino
de língua inglesa, em especial o modo visual e sua
intersecção com o linguístico. As atividades a serem
desenvolvidas têm como ponto de partida imagens
jornalísticas de um evento específico, retiradas de um
website, e algumas possíveis leituras que podem ser feitas
dessas imagens. Esse trabalho de interpretação será feito
primeiramente com as imagens fora de seu contexto
jornalístico. Na etapa seguinte, elas virão acompanhadas de
suas legendas, em inglês. Finalmente serão propostas
atividades baseadas no Four Resources Model de Luke e
Freebody (1990).
PALAVRAS-CHAVE: Multimodalidade, ensino de língua
inglesa, Four Resources Model.
MINICURSOS/WORKSHOPS
01
02
21
12
APRENDENDO INGLÊS ATRAVÉS DE ATIVIDADES LÚDICAS:
RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA
Bruna Boaretto Pelarin
Professora da Rede Estadual/Rio Branco-Acre
Maria Dayana Pessoa Monte
Bolsista PIBID/UFAC
É fato que os professores de língua estrangeira enfrentam diversas dificuldades no
processo de motivação para um ensino eficiente de outra língua. Essa comunicação
pretende relatar algumas experiências vivenciadas no interior de uma escola pública,
no município de Rio Branco, capital do Acre. Por meio de atividades lúdicas
propostas por um grupo de alunos da Universidade Federal do Acre, envolvidos no
Programa de Iniciação à Docência, o ensino de língua inglesa tornou-se mais
prazeroso para os alunos, que por sua vez, tornaram-se mais receptivos para o
aprendizado.
PALAVRAS-CHAVE: Atividades lúdicas, língua inglesa, PIBID.
LÍNGUA INGLESA: UMA PROPOSTA DE LETRAMENTO CRÍTICO
COM O USO DO FACEBOOK
Joana Rodrigues Moreira Leite
Mestranda/ UFMT
Este trabalho apresenta uma proposta na perspectiva dos novos letramentos (Braga,
2007; Monte Mor, 2012), objetivando discutir e refletir sobre algumas formas de
conceber o processo de ensino/aprendizagem de língua inglesa (LI) utilizando redes
sociais para práticas de letramento crítico. Partindo desta premissa, consideramos
que as aulas de LI não devem focar apenas os aspectos gramaticais, mas contribuir
para que a língua seja significativa para as práticas sociais. Neste aspecto, essa
proposta propõe apresentar possibilidades de uso do Facebook para aprimorar as
habilidades linguísticas com base em temas contemporâneos que poderão partir das
escolhas dos alunos e ser mediado pelo professor.
PALAVRAS-CHAVE: Língua inglesa, letramentos, facebook.
A FORMAÇÃO DE CIDADÃOS CRÍTICOS ATRAVÉS DA LÍNGUA INGLESA
Rodrigo Martins de Sousa
Bolsista PIBID/UFAC
Prof.ª Dr.ª Maysa Cristina Dourado
UFAC
Esta comunicação tem por objetivo compartilhar experiências vivenciadas dentro da
sala de aula durante estágio no Programa de Iniciação à Docência, em uma escola
pública, na periferia de Rio Branco, Acre. Levando-se em consideração que, muitas
vezes, a escola é vista como um ambiente tedioso e desmotivador tanto para alunos
quanto para professores, pretende-se argumentar que o ensino de Inglês deve ser
redefinido, tanto em seu plano pedagógico quanto político. A base teórica concentra-
se nas Orientações Curriculares para o Ensino Médio da Secretaria de Estado de
Educação do Estado do Acre e na metodologia de Paulo Freire.
PALAVRAS-CHAVE: Formação docente, metodologia diferenciada, Paulo Freire.
COMUNICAÇÃO
14
19
ENSINO DA LÍNGUA INGLESA E INCLUSÃO NO CONTEXTO
DA ESCOLA PÚBLICA
Josicléia Pereira Lima
E.E. Prof Renilda Silva Moraes/ Rondonópolis-MT

Neste estudo será relatada a história de uma aluna surda, a qual obteve sucesso na
aquisição e/ou compreensão de uma terceira língua, ou seja, a língua inglesa. A
experiência se deu no ano de 2012 em uma escola pública de Rondonópolis, onde a
mesma frequentou as aulas de inglês, que apesar de, serem apenas uma hora aula
por semana, a mesma conseguiu de modo bem satisfatório, desenvolver as
atividades de inglês.
PALAVRAS-CHAVE: Aprendizagem de língua inglesa, aluna surda, escola
pública.
Sessão Coordenada 2
ESCOLA PÚBLICA EM TEMPO DE TRANSFORMAÇÃO
Nesta sessão serão apresentados três trabalhos relacionados à formação de
professores de língua inglesa em escolas públicas. O primeiro trata-se de
apresentar um projeto de pesquisa de mestrado cujo objetivo é registrar e analisar
dados de cunho etnográfico acerca da participação de professores de inglês no
Projeto Sala do Educador de sua escola. O segundo mostra como foi elaborado,
quais os objetivos e como está sendo desenvolvido um curso de Formação
Continuada para professores de inglês que se baseia no princípio da colaboração
crítica e reflexiva de construção de planos de trabalho. Por fim, o terceiro projeto de
pesquisa tem como foco o mesmo curso de Formação Continuada, no qual o
processo de construção do professor reflexivo será enfatizado.
PROJETO SALA DO EDUCADOR NA ESCOLA PÚBLICA: UM ESPAÇO PARA
APRENDIZAGEM COLABORATIVA?
Elieti de Fátima dos Santos
Escola Julio Muller/Mestranda /UFMT
Nesta comunicação, apresento um projeto de pesquisa de mestrado elaborado para
examinar o Projeto Sala do Educador em uma escola estadual. A Sala do Educador
foi criada como lócus de formação continuada de professores com o objetivo de
melhorar a aprendizagem de alunos. Durante o período de um semestre, registrarei
dados etnográficos por meio de observação participante tentando responder as
seguintes perguntas de pesquisa: O que fazem os professores quando se reúnem
na Sala do Educador? Como os professores relacionam os trabalhos desenvolvidos
na Sala do Educador com seu desempenho em sala de aula?
PALAVRAS-CHAVE: Projeto Sala do Educador, pesquisa etnográfica,
aprendizagem colaborativa.
SEGUINDO O CAMINHO: REFLETINDO SOBRE A
FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE INGLÊS
Mariulza de Souza Matos
UFMT-CUR
Julma Dalva Vilarinho Pereira Borelli
UFMT-CUR
Este estudo tem por objetivo conhecer o docente que atua no ensino de língua inglesa em
escolas públicas na cidade de Rondonópolis. Nosso enfoque específico será a formação
continuada desses professores e nossa análise será principalmente fundamentada na
concepção de formação do professor reflexivo crítico (Schön, 1983; Pimenta, 2002;
Zeichner e Liston, 1997; Contreras, 2000). Sendo assim, conduziremos uma pesquisa
diagnóstica buscando dados sobre os eventos de formação a que estes profissionais
tiveram acesso desde sua formação inicial.
PALAVRAS-CHAVE: Formação continuada, professores de inglês, professor reflexivo-crítico.
ATIVIDADES PARA AUXILIAR O PROFESSOR DE LÍNGUA INGLESA NA PRÁTICA
DO ENSINO DE ALUNOS COM SÍNDROME DE DOWN
Iranilza Rosa Sampaio
UFMT-CUR
Julma Dalva Vilarinho Pereira Borelli
UFMT-CUR
A Inclusão é uma abordagem humanística, democrática, que percebe o sujeito e
suas singularidades, tendo como objetivos o crescimento, a satisfação pessoal e a inserção
social de todos. O objetivo da minha pesquisa é promover uma reflexão sobre a situação
dos aprendizes que possuem Síndrome de Down e sobre as maneiras que podemos atuar
colaborativamente no processo ensino/aprendizagem da Língua Inglesa (LI). Analisarei
também algumas propostas de atividades que ajudem o professor de LI na prática do
ensino com os alunos com Síndrome de Down.
PALAVRAS-CHAVE: Inclusão, Síndrome de Down, ensino de língua inglesa.
Sessão Individual
ENSINO CRÍTICO DA LÍNGUA INGLESA A PARTIR DOS MEMES DA INTERNET
Laís Loriana Corrêa
Graduanda/Bolsista PIBID/UFMT-CUR
Marki Lyons
UFMT-CUR/Coordenadora PIBID
Neste trabalho apresentaremos uma proposta de ensino crítico da língua inglesa com base
nos memes da internet. É nosso intuito orientar os alunos a analisarem memes, partindo do
pressuposto que estes trazem em seu contexto uma crítica ou uma reflexão sobre temas
atuais que fazem parte do cotidiano dos alunos. O estudo do gênero e as características
também farão parte da proposta. Pretende-se apresentar os trabalhos desenvolvidos com
alunos do ensino médio que participaram de uma oficina oferecida como parte do
subprojeto do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, do curso de
Letras – Inglês da UFMT/CUR.
PALAVRAS-CHAVE: Ensino-aprendizagem de Língua Inglesa, Letramento, Memes.
17
16
LITERATURA E VIDEOGAME COMO FONTE DE
APRENDIZAGEM DE INGLÊS
Rodrigo César de Souza Ribeiro
UFMT-CUR
Este trabalho tem como objetivo apresentar o video game como uma ferramenta
para o ensino do Inglês. Hoje em dia os jovens então cada vez mais cercados por
tecnologia, de modo os métodos de ensino não podem deixar de os acompanhar
nesse processo. Os video games proporcionam diversos tipos de cenários,
histórias, contextos e diálogos que irão ajudar o aluno a se familiarizar de maneira
mais rápida e dinâmica com o Inglês. Neste trabalho apontaremos também os
pontos incomuns que a literatura e os video games possuem, e como é possível
combinar esses dois elementos para auxiliar no ensino do Inglês.
PALAVRAS-CHAVE: Video games, inglês, ensino.
METÁFORAS NAS CANÇÕES DE BOB MARLEY
Raimundo Alessandro Correia
UFMT-CUR
ENSINO-APRENDIZAGEM DE INGLÊS E CONFLITOS IDENTITÁRIOS
Fernanda de Mello Cardoso
Letras-Inglês UFMT/CUR
Este trabalho em andamento apresenta uma proposta de estudo referente ao
ensino-aprendizagem de inglês na perspectiva dos novos letramentos e ensino
crítico da língua inglesa. É uma proposta de pesquisa sobre língua, poder e
identidade com o objetivo de desconstruir certos mitos que circulam em nossa
sociedade e valorizar o ensino/aprendizagem global e local. Além disso, propõe
engajamento e justiça social e a construção de cidadania. Esta é uma pesquisa
etnográfica que utiliza de instrumentos como narrativas, entrevistas, observações e
leituras teóricas.
PALAVRAS-CHAVE: Ensino de inglês, conflitos identitários, ensino crítico.
LITERATURA NA ESCOLA PÚBLICA: UM CAMINHO POSSÍVEL?
Victor Souza Rodrigues
UFMT-CUR
Essa comunicação se propõe a apresentar um projeto de monografia ligado aos
estudos referentes ao ensino - aprendizagem de inglês na perspectiva dos
letramentos e ensino crítico da Língua Inglesa. Realizados pelo grupo "Letras
pra que te quero?" desenvolvido na Universidade Federal do Mato Grosso,
Campus de Rondonópolis, esse trabalho vem acrescentar a visão da Literatura
como objeto principal no processo de aprendizagem. Um período de
observação servirá de base para o desenvolvimento de um trabalho
colaborativo, tentando responder a questão : Textos literários podem ser
trabalhados em sala de aula sem que os alunos percam o interesse?
PALAVRAS - CHAVE: Letramento crítico, literatura, ensino- aprendizagem.
Sessão Coordenada 4
ELABORAÇÃO DE MATERIAL DE GRAMÁTICA DA LÍNGUA INGLESA
POR MEIO DE CORPUS ON-LINE
A Linguística de Corpus oferece tanto ao professor quanto a aprendizes de língua
estrangeira e de estudos da tradução a oportunidade de pesquisar e extrair dados
da língua em uso, valendo-se dos corpora on-line. Devido a tantas dificuldades
enfrentadas por aprendizes da língua inglesa, em relação ao aprendizado da
gramática da Língua Inglesa , instigamo-nos a investigar um método que
ajudasse na sua aquisição e compreensão. A presente pesquisa será feita em
forma de Programa de Tutoria de Língua Inglesa e pretendemos que os alunos se
tornem mais capacitados.
UMA INVESTIGAÇÃO DOS SENTIDOS DE TRÊS PHRASAL VERBS
POR MEIO DOS CORPORA E DICIONÁRIOS ON-LINE
Emiliana Fernandes Bonalumi
UFMT-CUR
Josicléia Pereira Lima
E.E. Prof Renilda Silva Moraes/ Rondonópolis-MT
Esta pesquisa tem como objetivo analisar o uso de três phrasal verbs (throw up,
slow down e carry on) encontrados em dois corpora on-line originalmente escritos
em língua inglesa (British National Corpus e Corpus Contemporary of American
English) e no livro didático adotado em sala de aula no 4º ano de Letras Inglês
New English File Upper-Intermediate. Esta investigação baseia-se nos princípios
e métodos da Linguística de Corpus de Sardinha (2004), nas definições de
phrasal verbs de Shovel (1992) e Walter (2008), bem como na conceituação de
Aprendizado Movido por Dados (Data Driven Learning) de Johns e King (1991).
PALAVRAS-CHAVE: Linguística de Corpus, Aprendizado Movido por Dados,
Phrasal Verbs.