You are on page 1of 2

D.

Gestão da BE
D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento.
Acesso e serviços prestados pela BE
D1.1. Integração da BE na Escola/ Agrupamento.
D.1.2. Valorização da BE pelos órgãos de gestão e de
decisão pedagógica.
WORKSHOP
D.1.3. Resposta da BE às necessidades da escola e
dos utilizadores.
D.1.4 Avaliação da BE.
D.2. Condições materiais e humanas para prestação
dos serviços
D.2.1 Liderança do/a professor/a coordenador/a.
D.2.2. Adequação da equipa em número e qualifica-
ções às necessidades de funcionamento da BE e às
solicitações da comunidade educativa.
D.2.3. Adequação da BE em termos de espaço e de
equipamento às necessidades da escola/ agrupamen-
to.
D.2.4. Resposta dos computadores e equipamentos
tecnológicos ao trabalho e aos novos desafios da BE.
D.3. Gestão da Colecção/da Informação
D.3.1 Planeamento da colecção de acordo com a
inventariação das necessidades curriculares e dos BE/CRE
utilizadores.
D.3.2 Adequação dos livros e de outros recursos de
ESCOLA SECUNDÁRIA/3 JOSÉ CARDOSO PIRES
informação (no local e online) às necessidades curri- BIBLIOTECA ESCOLAR E CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS
culares e de informação dos utilizadores.
D.3.3 Alargamento da colecção aos recursos digitais Página da Internet:
O MODELO DE
http://bibesjcp.no.sapo.pt
online.
D.3.4. Uso da colecção pelos utilizadores.
Blogue da BE/CRE:
http://becre-esjcp.blogspot.com AUTO-AVALIAÇÃO
D.3.5 Organização da informação. Informatização da
colecção.
Correio electrónico:
esjcp.becre@gmail.com DAS BE
(os domínios e os indicadores)
D.3.6. Gestão Cooperativa da Colecção.
D.3.7. Difusão da informação.
INDICADORES
4 DOMÍNIOS A CONSIDERAR B.2 Trabalho articulado da BE com departamentos e
docentes e com o exterior, no âmbito da leitura.
A.Apoio ao Desenvolvimento Curricular A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular B.3 Impacto do trabalho da BE nas atitudes e compe-
A.1. Articulação Curricular da BE com as Estru- A.1. Articulação Curricular da BE com as Estruturas tências dos alunos, no âmbito da leitura e das litera-
turas Pedagógicas e os Docentes Pedagógicas e os Docentes cias.

A2. Promoção da Literacia da Informação A.1.1. Cooperação da BE com os órgãos pedagógicos de C. Projectos, Parcerias e Actividades Livres e de Aber-
gestão intermédia da escola/agrupamento. tura à Comunidade
B. Leitura e Literacia
A.1.2. Parceria da BE com os docentes responsáveis C.1 Apoio a Actividades Livres, Extra-Curriculares e de
C. Projectos, Parcerias e Actividades Livres e de
pelas novas áreas curriculares não disciplinares (NAC). Enriquecimento Curricular
Abertura à Comunidade
A.1.3. Articulação da BE com os docentes responsáveis C.1.1. Apoio à aquisição e desenvolvimento de méto-
C.1 Apoio a Actividades Livres, Extra- dos de trabalho e de estudo autónomos.
pelos Apoios Educativos.
Curriculares e de Enriquecimento Curricular
A.1.4. Integração da BE no Plano de Ocupação Plena dos C.1.2. Dinamização de actividades livres, de carácter
C.2. Projectos e Parcerias Tempos Escolares (OPTE). lúdico e cultural.
D. Gestão da BE A.1.5. Colaboração da BE com os docentes na concretiza- C.1.3. Apoio à utilização autónoma e voluntária da BE
D.1. Articulação da BE com a Esco- ção das actividades curriculares desenvolvidas no seu como espaço de lazer e livre fruição dos recursos.
espaço ou tendo por base os seus recursos.
la/Agrupamento. Acesso e serviços prestados C.1.4. Disponibilização de espaços, tempos e recursos
A. 2. Promoção da Literacia da Informação para a iniciativa e intervenção livre dos alunos.
pela BE
D.2. Condições humanas e materiais para pres- A.2.1. Organização de actividades de formação de utiliza- C.2. Projectos e Parcerias
dores. C.2.1. Envolvimento da BE em projectos da respectiva
tação dos serviços
A.2.2. Promoção do ensino em contexto de competên- Escola/Agrupamento ou desenvolvidos em parceria, a
D3. Gestão da Colecção/da Informação
cias de informação. nível local ou mais amplo.

A.2.3. Promoção das TIC e da Internet como ferramentas C.2.2. Desenvolvimento de trabalho e serviços colabo-
de acesso, produção e comunicação de informação e rativos com outras escolas, agrupamentos e BEs.
como recurso de aprendizagem. C.2.3. Participação com outras Escolas /Agrupamentos
A.2.4. Impacto da BE nas competências tecnológicas e de e, eventualmente, com outras entidades (por ex. DRE,
informação dos alunos. RBE, CFAE), em reuniões da BM/SABE ou outro Grupo
de Trabalho a nível concelhio ou inter-concelhio.
A.2.5. Impacto da BE no desenvolvimento de valores e
atitudes indispensáveis à formação da cidadania e à C.2.4. Estímulo à participação e mobilização dos
aprendizagem ao longo da vida. Pais/EE’s em torno da promoção da leitura e do desen-
volvimento de competências das crianças e jovens que
B. Leitura e Literacia
frequentam a escola.
B.1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura.
C.2.5. Abertura da Biblioteca à Comunidade.