Professor

Arte



Caderno de Atividades
Pedagógicas de
Aprendizagem
Autorregulada - 01
6º Ano | 1° Bimestre
Disciplina Curso Bimestre Ano
Arte Ensino Fundamental 1° 6º
Habilidades Associadas
1. Reconhecer a importância da cultura e do artista popular para a construção da identidade regional
e nacional.
2. Reconhecer a arte e suas diversas linguagens como meio de expressão e comunicação.
3. Conhecer os processos da formação da música brasileira a partir de aspectos das etnias africanas,
indígenas e europeias e sua influência na construção de nossa música.
4. Reconhecer e refletir sobre a dança como linguagem artística.

2


A Secretaria de Estado de Educação elaborou o presente material com o intuito de estimular o
envolvimento do estudante com situações concretas e contextualizadas de pesquisa, aprendizagem
colaborativa e construções coletivas entre os próprios estudantes e respectivos tutores – docentes
preparados para incentivar o desenvolvimento da autonomia do alunado.
A proposta de desenvolver atividades pedagógicas de aprendizagem autorregulada é mais uma
estratégia pedagógica para se contribuir para a formação de cidadãos do século XXI, capazes de explorar
suas competências cognitivas e não cognitivas. Assim, estimula-se a busca do conhecimento de forma
autônoma, por meio dos diversos recursos bibliográficos e tecnológicos, de modo a encontrar soluções
para desafios da contemporaneidade, na vida pessoal e profissional.
Estas atividades pedagógicas autorreguladas propiciam aos alunos o desenvolvimento das
habilidades e competências nucleares previstas no currículo mínimo, por meio de atividades
roteirizadas. Nesse contexto, o tutor será visto enquanto um mediador, um auxiliar. A aprendizagem é
efetivada na medida em que cada aluno autorregula sua aprendizagem.
Destarte, as atividades pedagógicas pautadas no princípio da autorregulação objetivam,
também, equipar os alunos, ajudá-los a desenvolver o seu conjunto de ferramentas mentais, ajudando-
os a tomar consciência dos processos e procedimentos de aprendizagem que podem colocar em prática.
Ao desenvolver as suas capacidades de auto-observação e autoanálise, passam a ter maior
domínio daquilo que fazem. Desse modo, partindo do que o aluno já domina, será possível contribuir
para o desenvolvimento de suas potencialidades originais e, assim, dominar plenamente todas as
ferramentas da autorregulação.
Por meio desse processo de aprendizagem pautada no princípio da autorregulação, contribui-se
para o desenvolvimento de habilidades e competências fundamentais para o aprender-a-aprender, o
aprender-a-conhecer, o aprender-a-fazer, o aprender-a-conviver e o aprender-a-ser.
A elaboração destas atividades foi conduzida pela Diretoria de Articulação Curricular, da
Superintendência Pedagógica desta SEEDUC, em conjunto com uma equipe de professores da rede
estadual. Este documento encontra-se disponível em nosso site www.conexaoprofessor.rj.gov.br, a fim
de que os professores de nossa rede também possam utilizá-lo como contribuição e complementação às
suas aulas.
Estamos à disposição através do e-mail curriculominimo@educacao.rj.gov.br para quaisquer
esclarecimentos necessários e críticas construtivas que contribuam com a elaboração deste material.

Secretaria de Estado de Educação

Apresentação

3
Caro Tutor,
Neste caderno, você encontrará atividades diretamente relacionadas a algumas
habilidades e competências do 1° Bimestre do Currículo Mínimo de Arte do 6° ano do
Ensino Fundamental. Estas atividades correspondem aos estudos durante o período de
um mês.
A nossa proposta é que você atue como tutor na realização destas atividades
com a turma, estimulando a autonomia dos alunos nessa empreitada, mediando as
trocas de conhecimentos, reflexões, dúvidas e questionamentos que venham a surgir no
percurso. Esta é uma ótima oportunidade para você estimular o desenvolvimento da
disciplina e independência indispensáveis ao sucesso na vida pessoal e profissional de
nossos alunos no mundo do conhecimento do século XXI.
Neste Caderno de Atividades, vamos aprender um pouco sobre a Arte e suas
manifestações. Na primeira parte deste caderno, você vai aprender o que é Folclore, e
vamos conhecer algumas das suas principais manifestações no Brasil. Na segunda parte,
você vai estudar sobre a formação da música brasileira. E na terceira parte, você
estudará um pouco sobre a Arte e suas diferentes linguagens.
Para os assuntos abordados em cada bimestre, vamos apresentar algumas
relações diretas com todos os materiais que estão disponibilizados em nosso portal
eletrônico Conexão Professor, fornecendo diversos recursos de apoio pedagógico para o
Professor Tutor.
Este documento apresenta 03 (três) Aulas. As aulas são compostas por uma
explicação-base, para que você seja capaz de compreender as principais ideias
relacionadas às habilidades e competências principais do bimestre em questão, e
atividades respectivas. Leia o texto e, em seguida, resolva as Atividades propostas. As
Atividades são referentes a dois tempos de aulas. Para reforçar a aprendizagem,
propõem-se, ainda, uma pesquisa, que será desenvolvida em casa, e uma avaliação
sobre o assunto.

Um abraço e bom trabalho!
Equipe de Elaboração


4



Introdução ....................................................................................................3
Objetivos Gerais ............................................................................................5
Materiais de Apoio Pedagógico ......................................................................5
Orientação Didático-Pedagógica ....................................................................6
Aula 1: O Folclore brasileiro ............................................................................ 7
Aula 2: Sons e tons de todos os cantos ......................................................... 10
Aula 3: Arte e sua linguagens ........................................................................ 12
Avaliação ...................................................................................................... 15
Pesquisa ....................................................................................................... 18
Referências ................................................................................................... 19











Sumário

5



No 6° ano do Ensino Fundamental, é importante que os alunos
reconheçam a arte e suas diversas linguagens como meio de expressão e comunicação.
Para atingir tal objetivo, vamos inicialmente trabalhar o Folclore brasileiro. Em seguida,
mostrar um pouco da formação musical brasileira. Encerraremos este caderno de
atividades explicando sobre arte e suas linguagens. A proposta de pesquisa instiga a
pensar a arte através da dança.



No portal eletrônico Conexão Professor, é possível encontrar alguns materiais
que podem auxiliá-los. Vamos listar estes materiais a seguir:

Teleaulas Teleaula N° XX
Orientações Pedagógicas do CM
EM – 03 – Música
EM – 01 – Artes Plásticas
EM – 03 – Artes Plásticas








Objetivos Gerais
Materiais de Apoio Pedagógico

6


Para que os alunos realizem as Atividades referentes a cada dia de aula,
sugerimos os seguintes procedimentos para cada uma das atividades propostas no
Caderno do Aluno:
1° - Explique aos alunos que o material foi elaborado para que eles possam
compreendê-lo sem o auxílio de um professor.
2° - Leia para a turma a Carta aos Alunos, contida na página 3.
3° - Reproduza as atividades para que os alunos possam realizá-las de forma individual
ou em dupla.
4° - Se houver possibilidade de exibir vídeos ou páginas eletrônicas sugeridas na seção
Materiais de Apoio Pedagógico, faça-o.
5°- Peça que os alunos leiam o material e tentem compreender os conceitos
abordados no texto base.
6° - Após a leitura do material, os alunos devem resolver as questões propostas nas
ATIVIDADES.
7° - As respostas apresentadas pelos alunos devem ser comentadas e debatidas com
toda a turma. O gabarito pode ser exposto em algum quadro ou mural da sala para
que os alunos possam verificar se acertaram as questões propostas na Atividade.
Todas as atividades devem seguir esses passos para sua implementação.










Orientação Didático-Pedagógica

7


Você já deve ter escutado falar em Folclore, não é mesmo? Podemos pensar o Folclore
como o conjunto de tradições culturais transmitidas, tais como as danças, músicas,
manifestações religiosas, festas tradicionais, brincadeiras infantis, superstições, lendas,
mitos, entre outras. Desta forma, o Folclore é a cultura do popular, ou seja, aquilo que
é praticado pelo povo e que é repassado ao longo dos anos uns para os outros. Trata-
se também do estudo das soluções populares na vida em sociedade e que está
presente em todo o país. Muitos estudos foram desenvolvidos no mundo, ao longo do
tempo sobre o folclore e o que poderia ser considerado folclore. No Brasil, o Dia do
Folclore é 22 de agosto.
O Folclore brasileiro é muito rico em conteúdos e lendas. É conhecido também
como a "Mitologia Brasileira". Veja alguns exemplos: Boitatá, Caipora, Curupira, Mula-
sem-cabeça, Negrinho do Pastoreio, Saci Pererê, Iara, Chupa-Cabra, entre outros. O
Brasil apresenta regiões distintas, onde há diferença de intensidade das influências dos
povos formadores. Por outro lado, cada região possui seu gênero de vida de acordo
com o meio ambiente, o que influi, também, no folclore brasileiro. A seguir, você terá
uma ideia geral dos vários desdobramentos do nosso folclore:

- Linguagem popular (gírias, alcunhas, frases, provérbios);
- Literatura oral (poesias, fábulas, lendas, mitos, advinhas, orações, cordel);
- Lúdicos (Bumba-meu-boi, Caboclinhas, Cavalhadas, Ciranda, Conga, Cordões de
Bicho, Fandango,Maracatu,etc.);
-Música;
-Mitos e crendices populares;
-Usos e costumes;
- Artes populares e técnicas tradicionais.

Existem várias lendas folclóricas nas diversas regiões do Brasil. Lenda é
um episódio heroico ou sentimental, transmitido e conservado na tradição popular,
Aula 1: O Folclore brasileiro

8
localizável no espaço e no tempo. Os personagens de uma lenda são as pessoas (ou
coisas personificadas) que fazem parte da história da lenda.
A lenda escolhida para esta aula é a do Bumba-meu-boi, que trata de uma
lenda influenciada pela mistura de 3 raças: indígena, negra e portuguesa. Há variações
para a história em alguns estados, recebendo o nome de Boi-Bumbá no Amazonas,
Boi-de-reis no Maranhão, Piauí e Ceará, dentre outros. Dessa forma, a história também
varia um pouco de acordo com a região, mas em geral gira em torno dos mesmos
elementos.
Um pequeno resumo da Lenda do Bumba-meu-boi:
"Há muito tempo existia uma fazenda com muitos escravos. Entre eles havia a
Catirina, que estava grávida, e um dia acordou com muita vontade de comer língua de
boi. Ela pediu ao seu marido, Nego Chico, que trouxesse uma língua de boi para ela,
mas ele se recusou. Mas a escrava insistiu dizendo que se ele não trouxesse a língua de
boi, o bebê deles morreria! Dessa forma, Nego Chico matou o melhor boi do
fazendeiro. Catirina comeu a língua dele e ficou muito satisfeita. Só que o dono do boi,
o fazendeiro, não gostou quando ficou sabendo que seu melhor boi havia sido morto
pelo Nego Chico. Furioso ele chamou vários índios que viviam perto da fazenda para
dar uma surra de toalha no nego Chico. Ele ficou muito machucado, então chegaram
os curandeiros indígenas que lhe receitaram um estranho remédio: eles mandaram o
nego Chico cheirar o rabo do boi morto e dar três pulinhos. Nego Chico melhorou e de
quebra ainda ressuscitaram o boi. No final todos comemoraram."
Texto adaptado: Cascudo, Luís da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro.
Global.Editora:2001;SP. Disponível em
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=25584;
http://www.estantevirtual.com.br. Acesso em 28 de julho de 2013.







9


1- Marque a alternativa que mostra um personagem de uma lenda popular muito
conhecida no Brasil:
a)Michel Jackson;
b)Saci Pererê;
c)Mamonas Assassinas;
d)Neymar.
Na questão 1, os alunos devem identificar um personagem de uma lenda popular,
que foi exemplificado no texto.
Resposta correta: letra b
2- O que são os personagens de uma lenda?
Na questão 2, os alunos devem explicar, após ler o texto, o que são personagens.
Resposta correta: São as pessoas (ou coisas personificadas) que fazem parte da
história.

3- Quem são os personagens da lenda do Bumba-meu-boi?
Na questão 3, os alunos devem citar os personagens da lenda do Bumba-meu-boi,
como citados no texto.
Resposta correta: Catirina, Nego Chico, o Fazendeiro, Índios, os Curandeiros.

4- O que você entendeu sobre o que é o Folclore?
Na questão 4, os alunos devem explicar com suas palavras, mas baseando-se no
texto, o que é Folclore.
Resposta correta: Folclore é o conjunto de tradições culturais, praticadas pelo povo e
repassadas ao longo dos anos uns para os outros.


Atividade Comentada 1

10


Você sabia que a produção musical brasileira é bastante diversificada devido à
influência das várias etnias presentes no Brasil? Nesta aula, iremos conversar sobre a
formação da música brasileira.
Podemos começar falando dos instrumentos musicais:
- a viola (instrumento que tem as mesmas formas e características do violão,
porém em tamanho menor) foi um instrumento trazido para o Brasil pelos
colonizadores portugueses;
- os espanhóis deixaram-nos um pouco da sua música enquanto cantavam e
dançavam seus boleros, fandangos e tiranas, ao som das guitarras, que se
transformaram no nosso violão;
- os índios também tinham seus instrumentos musicais, que utilizavam,
juntamente com o canto, no seu cotidiano, nas festas, nos rituais e nas cerimônias.
Como exemplos, podemos citar maracás, flautas, buzinas, tambores, zumbidores,
apitos, chocalhos, arcos, confeccionados com os mais diversos materiais, como osso,
madeira, cerâmica, cabaça, chifre, bambu, garras e cascos de animais;
- em todas as regiões da África, a música sempre fez parte do cotidiano e está
intimamente ligada às tradições religiosas. Geralmente associados aos instrumentos de
percussão, foram desenvolvidos na África instrumentos complexos como o balafon,
precursor do xilofone, e a kalimba. A kalimba é um instrumento cujos modelos e
denominações variam conforme a região da África.
Podemos concluir que da união entre a música indígena, a música europeia e a
música africana, moldou-se a música brasileira com características rítmicas, melódicas
e harmônicas inteiramente inéditas.
Texto adaptado: SILVA, Márcia. Artes: Ensino Fundamental. São Paulo: Anglo, 2005.
PRIOLLI, Maria Luisa de Mattos. Princípios básicos da música para a juventude. Rio de Janeiro: Casa
Oliveira de Músicas, 1999.


Aula 2: Sons e tons de todos os cantos

11


1- As influências na formação da música brasileira podem ser estudadas em diferentes
aspectos. O texto que você acabou de ler fez um breve passeio pelos instrumentos
musicais que enriqueceram o nascimento de uma música com a cara do Brasil.
Relacione as colunas associando os instrumentos musicais com suas etnias de origem:
( 1 ) Viola ( 3 ) Espanhol
( 2 ) Apito ( 4 ) Africano
( 3 ) Guitarra ( 1 ) Português
( 4 ) Balafon ( 2 ) Indígena

2- Os indígenas utilizavam os instrumentos musicais juntamente com o canto em
vários momentos, como: nas festas, no cotidiano, nos rituais e nas cerimônias. Estes
instrumentos eram construídos com materiais extraídos da natureza. Cite cinco destes
materiais:
Caro professor: O texto menciona os seguintes materiais extraídos da natureza: osso,
madeira, cerâmica, cabaça, chifre, bambu, garras e cascos de animais. Desses
materiais, os alunos devem escolher cinco para responder à questão.

3- Existem tipos diferentes de instrumentos musicais, como os de corda, de sopro e de
percussão. Os instrumentos de corda são tocados com arco ou com os dedos. Os
instrumentos de sopro são tocados soprando paletas simples ou duplas ou, ainda,
bocais. E os instrumentos de percussão o músico toca percutindo com baquetas ou
varetas ou, ainda, com as mãos para marcar ou acentuar o ritmo. Qual desses tipos de
instrumentos musicais é bem característico da música africana?
Caro professor: como mencionado no texto, a resposta correta é: instrumentos de
percussão.

Atividade Comentada 2

12
4- A música brasileira possui características rítmicas, melódicas e harmônicas
inteiramente autênticas. Mencione as etnias que contribuíram para formação da nossa
musicalidade:
Caro professor, a resposta correta é: índios, europeus e africanos.



Você já parou para pensar sobre o que é Arte? Vamos conversar.
A arte é a representação de uma ideia, de emoções e sentimentos por meio de
imagens, sons, movimentos e palavras. A pintura, a escultura, o desenho, a música, o
poema, a fotografia, a arquitetura, o cinema, o teatro e a dança são exemplos de
expressão artística. O homem sempre usou a arte pra se expressar.
Será que podemos dizer que só o ser humano produz arte? Se sua resposta foi
sim, você acertou porque ele planeja fazê-la. Imagina, observa, pensa e tem
necessidade de se comunicar, de expressar suas ideias e sentimentos. Somente o ser
humano é capaz de criar símbolos. Por exemplo, olhamos para o desenho de uma casa
e sabemos que se trata de uma casa, mesmo que não conheçamos uma casa
exatamente igual a do desenho, esse é, portanto, um símbolo para casa, qualquer
casa. As letras também são símbolos, pois quando lemos a palavra CASA, sabemos do
que se trata.
As obras de arte expressam um pensamento, uma visão do mundo e provocam
uma forma de inquietação no observador, uma sensação especial, uma vontade de
contemplar uma admiração emocionada ou uma comunicação com a sensibilidade do
artista. A este conjunto de sensações chamamos de experiência estética. Nem sempre
essa experiência é ligada unicamente ao prazer, pois, às vezes, ficamos inquietos,
pensativos, emocionados, tristes amedrontados ou assustados. E, muitas vezes,
principalmente na atualidade, há artistas que procuram provocar o público, causar
choque. O que nos atrai é a sensibilidade do artista, sua imaginação, seu intelecto, sua
percepção especial da vida, mesmo quando apresenta aspectos negativos.

Aula 3: Arte e sua linguagens

13
Texto adaptado: VIEIRA, Rosane Acedo; ARANHA, Cecília Camargo. Arte – 5ª Série. São Paulo: Pueri
Domus Escolas Associadas, sd.
GARCEZ, Lucília; OLIVEIRA, Jô. Explicando a arte: uma iniciação para entender e apreciar as artes visuais.
Rio de Janeiro: Ediouro, 2002.




1- A arte é a representação de uma ideia, de emoções e sentimentos por meio de
imagens, sons, movimentos e palavras. Desenhar, pintar, cantar, tocar um
instrumento, dançar, representar são formas de se fazer arte. Dessas formas de
expressão, de qual, (ou das quais) você gosta mais? Por quê?
Caro professor, esta resposta é pessoal, seria interessante, no momento da correção
da atividade, fazer um debate sobre as experiências artísticas dos alunos.

2- Somente o ser humano produz arte. Explique essa afirmativa voltando ao texto para
reler sobre a capacidade de planejamento e simbolização do ser humano:
Caro professor, está é a resposta referente ao texto: Somente o ser humano produz
arte porque ele é capaz de planejar. Somente o ser humano é capaz de criar símbolos
e a arte é simbólica.

3- Quando entramos em contato com arte, seja em qualquer linguagem artística,
vivenciamos um conjunto de sensações que podem ser prazerosas, inquietantes,
angustiantes ou contemplativas, por exemplo. Que nome se dá a esse conjunto de
sensações?
Resposta correta: Experiência estética.

4- Agora a proposta é de um exercício de observação.
a) Na sua cidade existem exemplos de obras arquitetônicas? Mencione uma:
b) Em alguma praça de sua cidade existe estátua ou escultura? Quem ela representa?
Descreva-a.
c) Você já foi a algum show, apresentação ou concerto musical. Qual?
Atividade Comentada 3

14

Caro professor, os dois primeiros itens referentes à questão de nº 4 serão respondidos
de acordo com a cidade que a escola estiver localizada. Os alunos deverão ser
estimulados a pensar na estrutura urbanística e arquitetônica de onde vivem. O
terceiro item é pessoal e merece uma troca de experiência em debate na sala de aula.



























15


Caro professor aplicador, sugerimos algumas diferentes formas de avaliar as
turmas que estão utilizando este material:
1° Possibilidade: as disciplinas nas quais os alunos participam da Avaliação do
Saerjinho, pode-se utilizar a seguinte pontuação:
 Saerjinho: 2 pontos
 Avaliação: 5 pontos
 Pesquisa: 3 pontos

2° Possibilidade: As disciplinas que não participam da Avaliação do Saerjinho,
podem utilizar a participação dos alunos durante a leitura e execução das atividades
do caderno como uma das três notas. Neste caso teríamos:
 Participação: 2 pontos
 Avaliação: 5 pontos
 Pesquisa: 3 pontos


1- Marque a alternativa correta:
O que você entendeu sobre o que é o Folclore?
a)É o conjunto de músicas típicas de determinado local;
b)É o conjunto de tradições culturais populares;
c)É um instrumento musical que teve origem no sertão nordestino;
d)É o nome que se dá ao estudo das regiões do Brasil.
Resposta: B

2- Marque a alternativa que mostra alguns dos desdobramentos do Folclore:
a)Flores, árvores, plantas, cachoeiras, rios, praias, etc;
b)Vatapá, caruru, feijão tropeiro, baião de dois, doce de abóbora, etc;
c)Livros, poemas, poesias, gibis, palavras-cruzadas, notícias de jornal, revistas, etc;
Avaliação

16
d)Gírias, provérbios, mitos, crendices, músicas, arte popular, etc.
Resposta: D

3- Marque a alternativa que NÃO está correta:
Que etnias contribuíram para a formação da nossa musicalidade?
a)Portugueses;
b)Espanhóis;
c)Canadenses;
d)Africanos.
Resposta: C

4- Marque a alternativa correta:
Que materiais extraídos da natureza eram utilizados pelos índios na construção de
instrumentos musicais?
a) madeira, cerâmica, bambu, chifres, garras, cascos de animais;
b) folhas de bananeiras e coqueiros, frutas, flores;
c) areia, água do mar, terra, pedras;
d) mel, cera, tintas, água.
Resposta: A

5- Marque a alternativa que NÃO está correta:
Quais são as várias formas de se fazer arte?
a) Jogar futebol;
b) Tocar um instrumento;
c) Representar um personagem;
d) Pintar um quadro.
Resposta: A

6- Numere a 2ª coluna de acordo com a 1ª:
Os elementos da 1ª coluna estão relacionados com quais elementos da 2ª coluna?
1) Música ( 3) Imagens
2) Dança ( 1) Sons

17
3) Fotografia ( 4) Palavras
4) Poema ( 2) Movimentos





























18



Você sabia que a arte está presente na cultura popular, na erudita e nos meios
de comunicação? Quando ouvimos a expressão “linguagem da arte” a primeira coisa
que vem à nossa cabeça é a comunicação verbal (palavra), mas vamos perceber que
toda capacidade humana de se comunicar e compartilhar conhecimentos pode ser
chamada de linguagem. E que “linguagem da arte” é muito mais que isso. Ela abrange
várias linguagens, como a corporal, teatral, musical, cinematográfica e outras. Ela é
cor, luz, som e movimento.
Estar vivo é estar em movimento e o movimento está presente em todo o
Universo. O tempo todo realizamos os mais diversos movimentos, desde os mais
amplos, como andar, sentar, abraçar, até movimentos mínimos, como piscar os olhos
ou apertar os botões de um controle de TV.
A dança é uma forma de fazer parte de todo esse movimento; é um formato de
pensamento, uma organização de ideias, portanto, dançar é expressar-se com o corpo.
Podemos concluir, assim, que a dança é uma linguagem artística que tem o corpo
como instrumento.

Agora pesquise em jornais e revistas algumas imagens que demonstrem
exemplos de corpos como instrumentos de dança, ou seja, movimentos e expressões
corporais a partir do ato de dançar.
ATENÇÃO: Fazer esta atividade em uma folha separada!












Pesquisa

19


CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. Global
Editora:2001;SP;http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=255
84; http://www.estantevirtual.com.br
GARCEZ, Lucília; OLIVEIRA, Jô. Explicando a arte: uma iniciação para entender e
apreciar as artes visuais. Rio de Janeiro: Ediouro, 2002.
PRIOLLI, Maria Luisa de Mattos. Princípios básicos da música para a juventude. Rio de
Janeiro: Casa Oliveira de Músicas, 1999.
SILVA, Márcia. Artes: Ensino Fundamental. São Paulo: Anglo, 2005.
TÔRRES, Cláudia Carvalho. Arte: Ensino Fundamental, livro 2. 1.ed. Belo Horizonte:
Editora Educacional, 2011.
VIEIRA, Rosane Acedo; ARANHA, Cecília Camargo. Arte – 5ª Série. São Paulo: Pueri
Domus Escolas Associadas, sd.













Referências


20






COORDENADORES DO PROJETO

Diretoria de Articulação Curricular
Adriana Tavares Maurício Lessa

Coordenação de Áreas do Conhecimento
Bianca Neuberger Leda
Raquel Costa da Silva Nascimento
Fabiano Farias de Souza
Peterson Soares da Silva
Ivete Silva de Oliveira
Marília Silva

PROFESSORES ELABORADORES
Alda de Moura Macedo Figueiredo
Bianca Roriz Nacif
Patricia Zuqui


Equipe de Elaboração