You are on page 1of 32

Prevenção dos grandes

incêndios florestais
em Portugal

Pedro Palheiro
(pedro.palheiro@dgrf.min-agricultura.pt)
M
Manuel
lRRainha
i h
(manuel.rainha@dgrf.min-agricultura.pt)

Direcção Geral dos Recursos Florestais
Defesa da Floresta contra Incêndios

1
Villarino de los Aires – SALAMANCA 27 – 28 de Outubro 2007
Direcção--Geral dos Recursos Florestais
Direcção
Defesa da Floresta contra Incêndios Florestais

Resumo

- Situação de referência

- Marcos fundamentais DFCI 2006

- Gestão de combustíveis florestais

- Grupo de análise e uso do fogo

- Considerações finais

2
04/08/2003
11:30

Machial, 2003
Foto: PPalheiro (ADAI)

MODIS (consulta a 25Out2007) 3
http://rapidfire.sci.gsfc.nasa.gov/gallery/?2003216-0804/Portugal. Coimbra, 2005
A2003216.1130.1km.jpg
Direcção--Geral dos Recursos Florestais
Direcção
Defesa da Floresta contra Incêndios Florestais

Evolução dos incêndios florestais

450,000 45,000
400 000
400,000 40 000
40,000

Ocorrênciass
350,000 35,000
Área Ardida (ha)

300,000 30,000
250,000 25,000

Núúmero de O
200,000 20,000
150,000 15,000
100,000 10,000
50,000 5,000
0 0
1980
1981
1982
1983
1984
1985
1986
1987
1988
1989
1990
1991
1992
1993
1994
1995
1996
1997
1998
1999
2000
2001
2002
2003
2004
2005
2006
2007
Povoamentos Matos Ocorrências
Fonte:
o e DGRF
G 2007
00

4
Direcção--Geral dos Recursos Florestais
Direcção
Defesa da Floresta contra Incêndios Florestais

Situação de referência

1990 – 2002 Æ 1 Incêndio com Área > 10000 Ha
2003 Æ 6 Incêndios com Área > 10000 Ha
2004 Æ 2 Incêndios com Área > 10000 Ha

2005 Æ 3 Incêndios com Área > 10000 Ha
2006 Æ 0 Incêndios com Área > 10000 Ha
2007 Æ 0 Incêndios com Área > 10000 Ha

5
Direcção--Geral dos Recursos Florestais
Direcção
Defesa da Floresta contra Incêndios Florestais

MARCOS FUNDAMENTAIS PARA A DEFESA DA FLORESTA CONTRA
INCÊNDIOS EM 2006:

ƒ Aprovação do novo Sistema Nacional de Defesa da
Floresta Contra Incêndios – Decreto-Lei n.º 124/2006;

ƒ Aprovação do Plano Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios –
Resolução do Conselho de Ministros n.º 65/2006;

ƒ Aprovação da Estratégia Nacional Para as Florestas – Resolução do
Conselho de Ministros n.º 114/2006.

6
Direcção--Geral dos Recursos Florestais
Direcção
Defesa da Floresta contra Incêndios Florestais

O PNDFCI assenta em 5 Eixos Estratégicos:

1.º Eixo Estratégico
Aumento da resiliência do território aos incêndios florestais.

2.º Eixo Estratégico
R d ã d
Redução da iincidência
idê i dos
d incêndios.
i ê di

3.º Eixo Estratégico
Melhoria da eficácia do ataque e da gestão dos incêndios
incêndios.

4.º Eixo Estratégico
Recuperação e reabilitação dos ecossistemas e das
comunidades.

5.º Eixo Estratégico
Adaptação de uma estrutura orgânica funcional e eficaz.
7
Direcção--Geral dos Recursos Florestais
Direcção
Defesa da Floresta contra Incêndios Florestais

1º Eixo: Aumento da resiliência do território aos incêndios florestais

Gestão de combustíveis florestais

8
Perímetro Florestal da Serra do Marão
Incêndio Florestal (4 de Junho de 2006)

9
10
Zonas tratamento combustível / Pontos críticos

11
Direcção--Geral dos Recursos Florestais
Direcção
Defesa da Floresta contra Incêndios Florestais

Metodologia
Simulação FLAMMAP Vento ESTE
Caminhos preferenciais de passagem do fogo
- Selecção de áreas com elevado valor a proteger

- Locais de passagem frequente do fogo

12
Faixa de Interrupção de Combustível (FIC)

100 m

13
Gestão estratégica de combustíveis

14
Gestão estratégica de combustíveis

15
Redução da carga de combustível (Pinus pinaster Ait.)

16
Redução da carga combustível (Eucalipto)

17
29-10-2007
Direcção--Geral dos Recursos Florestais
Direcção
Defesa da Floresta contra Incêndios Florestais

Grupo de Análise e Uso do Fogo (GAUF)

18
Direcção--Geral dos Recursos Florestais
Direcção
Defesa da Floresta contra Incêndios Florestais

GAUF
Objectivos:
INCENDIOS FLORESTAIS

- Análise e avaliação do comportamento do fogo
- Identificação de oportunidades
- Execução de fogo táctico e contra-fogo para supressão
Incêndios florestais

FOGOS CONTROLADOS

- Planeamento e execução de fogos controlados

19
Direcção--Geral dos Recursos Florestais
Direcção
Defesa da Floresta contra Incêndios Florestais

GAUF
Equipas:

- 3 elementos/viatura com formação especializada em fogo
controlado, análise de incêndios e fogo táctico de supressão

- 6 equipas em Portugal

Funcionamento:

- Equipas requisitadas pelo CNOS (via COS / CODIS)

- Trabalho
T b lh executado
t d com autorização
t i ã ddo COS / CODIS
20
Intervenção Sardoal (Abrantes, Santarém)
20Agosto07

21
Propagação na frente principal 22
Grupo de Análise e Uso do Fogo Intervenção Sardoal (Abrantes, Santarém)
20Agosto07

ANÁLISE DO
INCÊNDIO
IIsolinhas
li h d de propagação
ã
Focos secundários
Manobras executadas

23
Sardoal
21/08/2007
03:29

24
25
Sicó (Leiria)
06/09/2007
19:21

26
Sicó (Leiria)
06/09/2007
19:21

GAUF

(18.9% perímetro final)

27
Fogo controlado (18 Out 2007)
Limite Portugal / Espanha

28
Fogo controlado (18 Out 2007)
Limite Portugal / Espanha

29
Fogo controlado (18 Out 2007)
Limite Portugal / Espanha

30
Fogo controlado (18 Out 2007)
Limite Portugal / Espanha

PORTUGAL ESPANHA

31
Direcção--Geral dos Recursos Florestais
Direcção
Defesa da Floresta contra Incêndios Florestais

“ O fogo é um mau patrão mas um bom criado”

32