You are on page 1of 22

PROVA-SIMULADO ESMESC 2009.

1


INSTRUÇÕES GERAIS – LEITURA OBRIGATÓRIA


1. Você está recebendo o caderno de prova, que contém, em suas páginas, oitenta e sete questões
objetivas. Confira o caderno, e se ele não estiver completo chame o fiscal.

2. Você está recebendo também um cartão-resposta contendo noventa e seis questões, o qual NÃO
PODE SER SUBSTITUÍDO. Portanto, somente marque a resposta quando você tiver certeza de
que ela é correta.

3. O cartão-resposta não pode ser rasurado, sob pena de anulação das respostas.

4. Você deve marcar apenas uma letra em cada questão objetiva.

5. Para evitar possíveis enganos no preenchimento do cartão-resposta, anote primeiro as
alternativas que você julgou corretas no próprio caderno de prova. Depois, marque-as no cartão-
resposta.

6. Não é admitido o uso de material estranho ao caderno de prova, mesmo para rascunho, nem se
permitirá qualquer comunicação entre os candidatos.

7. Ao final da prova você deverá devolver ao fiscal o cartão-resposta devidamente assinado no
local indicado e o caderno de prova.

8. A duração da prova é de 4 (quatro) horas. A saída do candidato só será permitida após
transcorridas 2 (duas) horas do início da mesma. Os três últimos candidatos a terminarem a prova
deverão retirar-se da sala simultaneamente.





BOA PROVA!

Florianópolis, 03 de julho de 2009




DIREITO CONSTITUCIONAL

01) No Direito Constitucional brasileiro é CORRETO afirmar que:
a) a lei complementar é superior a lei ordinária, devendo a segunda obedecer aos ditames da primeira, sob
pena de invalidade.
b) a lei federal é superior a lei estadual, e esta superior a municipal, tendo em conta a repartição vertical de
competências legislativas e a supremacia da entidades federadas de maior extensão sobre as de menor
extensão.
c) lei federal, lei estadual, lei municipal e lei nacional, são categorias aceitas em nossa doutrina e
jurisprudência pátrias.
d) a Constituição Federal, tendo em conta as espécies normativas previstas no artigo 59, admite a iniciativa
popular apenas em matéria de lei ordinária, complementar e emenda à Constituição, não sendo possível em
face de medida provisória, resoluções e decretos legislativos.

02) Assinale a alternativa CORRETA:
a) pela doutrina do judicial review of legislation, cunhada nos Estados Unidos da América do Norte, a
Suprema Corte Norte-Americana, com exclusividade, cabe conhecer e decidir das questões incidentais de
controle de constitucionalidade, a exemplo do que ocorreu no caso Marbury v. James Madison, onde o
célebre Juiz daquele Tribunal, John Marshall, redigiu acórdão paradigma.
b) o decreto regulamentar expedido pelo Chefe do Poder Executivo é ato que finaliza os trâmites
constitucionais próprios ao processo legislativo.
c) tendo em conta o princípio da simetria existente em nossa ordem federativa, é possível aos estados-
membros criarem órgãos constitucionais de controle do Poder Judiciário, tal qual o CNJ, previsto no artigo
92 da CR.
d) No Brasil, convivem, harmonicamente, o controle concentrado com o controle difuso, o controle político
com o jurisdicional, o controle repressivo com o controle preventivo.

03) Assinalar a alternativa CORRETA:
a) concluída a revisão constitucional prevista no Ato das Disposições Constitucionais Transitórias ficou
exaurido o poder revisional e não há como repetir o procedimento esgotado;
b) a Constituição poderá ser emendada por proposta de um terço, no mínimo dos membros da Câmara dos
Deputados e do Senado Federal, devendo a proposta ser discutida e votada no Congresso Nacional, em dois
turnos, considerando-se aprovada, se obtiver três quintos dos votos dos congressistas;
c) a matéria constante de proposta de emenda rejeitada não poderá ser objeto de nova proposta na mesma
legislatura;
d) o poder de emendar a Constituição não está sujeito ao controle jurisdicional de constitucionalidade;

04) Garantia Constitucional em sentido técnico estrito de Direito Constitucional, é:
a) uma barreira oposta pela constituição à ação do Estado, para assegurar a liberdade de agir de pessoa ou
de coletividade;
b) o mesmo que direito individual ou coletivo;
c) um poder de a pessoa ou coletividade agir frente ao Estado e à sociedade em geral, reconhecido e
assegurado pelo Estado;
d) um poder de a pessoa ou a coletividade exigir do Estado determinadas prestações positivas.




05) No que concernem as dimensões dos direitos fundamentais é CORRETO afirmar:
a) os ideais de liberdade, fraternidade e igualdade provindas da Declaração de Direitos francesa não se
apresentam como conteúdo de direitos de primeira, segunda ou terceira dimensão;
b) os direitos fundamentais de primeira dimensão são os clássicos direitos civis e políticos, abastecidos
pelas liberdades individuais e pelos direitos políticos de participação ou liberdade;
c) a base de sustentação dos direitos fundamentais de segunda dimensão está atrelada ao conteúdo afeito à
fraternidade, à cooperação, à solidariedade, e dos povos ou direitos humanos morais e espirituais;
d) a visão antiliberalista nascida em face da conjuntura política-ideológica do pós-liberalismo não nasce
como sustentação dos direitos sociais que é característica dos direitos fundamentais de segunda dimensão.

06) A respeito das Medidas Provisórias é CORRETO afirmar:
a) A regulamentação estabelecida na Emenda Constitucional 32/2001 se dirige às
medidas provisórias editadas antes e após sua promulgação.
b) Caso não apreciadas em até sessenta dias contados da data de sua publicação, as medidas provisórias
entram em regime de urgência, subsequentemente, em cada uma das Casas do Congresso.
c) As medidas provisórias têm força de lei a partir de sua publicação, podendo gerar direitos e deveres.
d) As medidas provisórias perderão sua eficácia se não forem convertidas em lei no prazo de 60 (sessenta)
dias, prorrogável por igual período, uma única vez, cujo prazo se suspende durante o recesso do Congresso
Nacional.

07) De acordo com a Constituição da República Federativa do Brasil, é CORRETO afirmar quanto
aos Municípios:
a) Os vereadores detêm inviolabilidade por suas opiniões, palavras e votos no exercício do mandato, mas
apenas na circunscrição do Estado.
b) O número de vereadores é proporcional ao número de habitantes.
c) Os subsídios do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários municipais são fixados por lei de iniciativa do
Poder Executivo.
d) As funções legislativas e fiscalizadoras das Câmaras Municipais são por elas próprias
definidas em regimento interno.

08) Assinale a alternativa CORRETA:
a) No Conselho Nacional de Justiça atua como corregedor ministro do Superior Tribunal de Justiça, que
está excluído da distribuição de processos naquele Conselho.
b) Aos juízes é vedado exercer outro cargo ou função, exceto uma de magistério, salvo se em
disponibilidade.
c) O Supremo Tribunal Federal é o único tribunal com jurisdição em todo o território nacional.
d) A Constituição do Estado estabelece a competência do seu Tribunal de Justiça, sendo a lei de
organização judiciária de iniciativa do chefe do Poder Executivo.

09) Sobre o controle de constitucionalidade na via concentrada, é CORRETO afirmar:
a) não há possibilidade, nessa via concentrada, em qualquer hipótese, de submeter ao STF a
inconstitucionalidade de lei ou ato normativo municipal em confronto com a Constituição Federal;
b) o Governador de Estado tem legitimidade universal para a propositura de ação direta de
inconstitucionalidade de lei estadual em confronto com a Constituição Federal;
c) a declaração de inconstitucionalidade pelo STF de lei ou ato normativo estadual ou federal, nessa via
concentrada, terá sempre efeitos ex tunc e erga omnes;

d) o princípio da subsidiariedade é aplicado tão-somente à arguição de descumprimento de prefeito
fundamental, e significa que não será ela admitida sempre que houver qualquer outro meio juridicamente
idôneo apto a sanar, com efetividade real, o estado de lesividade emergente do ato impugnado.

10) A constituição brasileira de 1988 pode ser classificada como:
a) rígida, formal, concisa, escrita e promulgada
b) rígida, material, prolixa, escrita e promulgada
c) rígida, formal, prolixa, escrita e promulgada
d) rígida, formal, concisa, escrita e outorgada

DIREITO CIVIL

Direito Civil - Parte Geral

11) Analise o enunciado da questão e assinale a alternativa CORRETA:
a) Os órfãos maiores de 16 e menores de 18 anos serão passíveis de emancipação expressa por outorga de
seus tutores.
b) O direito adquirido é somente aquele que está em condições de ser exercido.
c) Nos termos do Código Civil, a existência da pessoa natural termina com a morte, cujo critério objetivo
de aferição é a completa cessação das atividades cerebrais.
d) A integração da norma jurídica é um instrumento que a ciência do direito coloca à disposição do juiz
quando o fato do caso concreto se amolda inteiramente ao tipo definido em lei.

12) Analise o enunciado da questão e assinale a alternativa CORRETA:
a) A responsabilidade objetiva do Estado, disciplinada no art. 43 do Código Civil e no art. 37, § 6º, da
Constituição Federal, não impede que em circunstâncias especiais, cuja prova incumbe ao ente público,
este fique isento de indenizar o dano.
b) Os pais representam os filhos absolutamente incapazes, mesmo que tenham alcançado a maioridade e
persista a causa incapacitante.
c) As antinomias legais podem ser solucionadas exclusivamente por meio do critério cronológico (LICC,
art. 2º).
d) Configura-se a técnica da subsunção quando o juiz tem que suprir as lacunas da lei valendo-se da
eqüidade e dos princípios gerais do direito.

13) Analise o enunciado da questão e assinale a alternativa CORRETA:
a) A lei, por ser hierarquicamente superior, prevalece sobre a medida provisória editada em conformidade
com o estabelecido no art. 62 da Constituição Federal.
b) O ato jurídico lícito (CC, art. 185) é aquele que surge como mero pressuposto do efeito jurídico,
preordenado pela lei, sem função ou natureza de auto regulamento.
c) A perda da capacidade de fato implica a perda ou restrição da capacidade de direito.
d) Segundo a LICC, quando a lei for omissa, o juiz decidirá o caso de acordo com a analogia, os costumes e
a jurisprudência.

14) Analise o enunciado da questão e assinale a alternativa CORRETA:
a) A declaração judicial da morte presumida, sem decretação de ausência, nos casos autorizados pelo
Código Civil, implica a abertura da sucessão definitiva.

b) A simples insolvência por contingências negativas de mercado autoriza a desconsideração da
personalidade jurídica (CC, art. 50).
c) O Código Civil aboliu a distinção existente entre prescrição e decadência.
d) A anulação do casamento, em qualquer caso, torna inválida a emancipação tácita.

Direito Civil – Contratos

15) Assinale a alternativa CORRETA:
a) O princípio do equilíbrio contratual não resguarda o sinalagma genético dos contratos, tendo
relação apenas com o sinalagma funcional das obrigações.
b) O princípio da boa-fé objetiva não encontra guarida no novo Código Civil, sendo encontrado
apenas no antigo diploma.
c) O princípio da função social do contrato possui apenas eficácia interna, ou seja, pode ser
utilizado apenas pelas partes contratantes.
d) O Código Civil de 2002 positivou alguns princípios contratuais que afastam a teoria geral dos
contratos do liberalismo e individualismo clássicos, resguardando trocas mais úteis e justas.

16) Assinale a alternativa CORRETA:
a) A aceitação que contiver pequenas adições e modificações não representa nova proposta.
b) A proposta de contrato obriga o proponente, se do contrário não resultar dos termos dela, da
natureza do negócio, ou das circunstâncias do caso.
c) A teoria da imprevisão consiste na possibilidade de desfazimento ou revisão forçada do contrato
quando, por eventos supervenientes, ainda que previsíveis, a prestação de uma das partes torne-se
onerosa.
d) O natural limite ao princípio da autonomia da vontade é estabelecido pelo princípio da
relatividade dos efeitos do negócio jurídico, que proíbe estipulações contrárias à moral, à ordem
pública e aos bons costumes.

17) Assinale a alternativa CORRETA:
a) Segundo a teoria subjetivista, o abuso de direito se caracteriza quando o agente atua sem a intenção de
prejudicar outrem.
b) Os direitos subjetivos são absolutos, estando afetados a uma finalidade econômica e social, limitados
pela boa-fé. Assim, todo o titular de direitos subjetivos deve exercê-los de modo a não contrariar essa
finalidade, assumindo um dever genérico de não causar prejuízos a terceiros com o exercício ou com o não
exercício desses direitos.
c) Por dever de lealdade entende-se aquele através do qual incumbe às partes o dever de informarem-se
mutuamente de todos os aspectos atinentes ao vínculo contratual, de todas as ocorrências que com ele
tenham relação e de todos os efeitos de dele possam advir.
d) A concepção finalista prescinde da pesquisa acerca do aspecto psicológico do titular do direito subjetivo,
fixando-se no resultado danoso. Há abuso de direito quando o direito subjetivo é exercido de forma
contrária aos seus fins econômicos e sociais, à moral e aos bons costumes.

18) Assinale a alternativa CORRETA:

a) O princípio da relatividade dos efeitos do negócio jurídico determina que o contrato, resultando da
manifestação de vontade dos contraentes, que livremente se obrigam, surte efeitos não apenas entre as
partes que nele intervieram, mas também em relação a terceiros
b) Tradicionalmente, a autonomia da vontade, fundada na Teoria da Imprevisão, estaria apenas limitada
pela ordem pública e pelos bons costumes.
c) A Segundo o princípio da supremacia da ordem pública o interesse da sociedade deve prevalecer sobre o
interesse individual. Historicamente, esse princípio limitador da liberdade contratual pautava-se nos
conceitos de ordem pública e bons costumes.
d) Dentro da concepção clássica de contrato limita-se somente pelo caso fortuito e a força maior, regulados
no art. 393 e parágrafo único do Código Civil. Não se admitia revisão pelo juiz para modificação do
conteúdo contratual; a intervenção judicial se faria para decretar a nulidade ou resolução do contrato,
sempre para alterá-lo.

Direito Civil – Obrigações e Responsabilidade Civil

19) No que concerne a responsabilidade civil, assinale a alternativa INCORRETA:
a) Ao juiz não é facultado, em nenhuma hipótese, o uso da eqüidade para fixação do quantum
indenizatório.
b) Tendo o dano sido causado por mais de um autor é possível exigir a reparação integral de somente um
deles.
c) A obrigação de prestar a reparação de um dano causado pelo de cujus transmite-se com a herança.
d) Em um prédio todos os habitantes respondem solidariamente pelos danos causados por coisas dele
lançadas, se não se puder determinar especificamente quem foi o causador dos referidos danos.

20) Pode-se dizer que a responsabilidade civil do absolutamente incapaz é espécie de
responsabilidade:
a) solidária
b) privativa
c) subsidiária
d) cumulativa

21) Assinale a alternativa INCORRETA:
a) Considera-se direto o dano que causa um prejuízo imediato no patrimônio da vítima e indireto o dano
que atinge interesses jurídicos extrapatrimonais do lesado, causado de forma mediata perdas patrimonais.
b) As ofensas aos direitos da personalidade dão origem ao dano moral puro, que jamais poderá se traduzir
num dano patrimonial indireto se impedir ou dificultar a atividade profissional da vítima.
c) O dano moral direto é a lesão a um interesse que visa à satisfação ou ao gozo de um bem jurídico
extrapatrimonial contido nos direitos da personalidade ou nos atributos da pessoa humana.
d) O dano estético é toda alteração morfológica do indivíduo que implique, sob qualquer aspecto,
afetamento da vítima, consistindo numa simples lesão desgostante ou num permanente motivo de
exposição ao ridículo, exercendo ou não influência sobre sua capacidade laborativa.

22) João, cirurgião e locatário por uma semana de centro cirúrgico em hospital de renome, submete
seu paciente a cirurgia. Apensar de ministrar todos os recursos médicos na operação, o paciente
morreu. Assinale a resposta correta, indicando a quem cabe a responsabilidade pelo caso.
a) Ao médico, se provada sua culpa no caso.
b) Cumulativa, ao médico e ao hospital, pelo vínculo decorrente da locação celebrada.

c) Ao médico, pela teoria da responsabilidade objetiva.
d) Ao médico, pela teoria do risco profissional.



Direito Civil – Coisas

23) Quanto às ações possessórias é CORRETO afirmar:
a) A regra é a da fungibilidade das ações.
b) O interdito proibitório tem pertinência no caso de turbação.
c) No caso de sucessivos atos de turbação, o prazo de ano e dia da ação de força nova conta-se do primeiro
gravame.
d) É cabível interdito proibitório proposto depois da consumação do esbulho.

24) Quanto à usucapião, é CORRETO afirmar:
a) A concessão de uso especial para fins de moradia incide sobre imóveis particulares rurais.
b) Na usucapião coletiva urbana não é obstáculo o condômino ter outra propriedade, desde que rural.
c) A usucapião extraordinária pode ser consumada em dez anos de posse, se além dos demais requisitos
houver posse trabalho.
d) A usucapião extraordinária pode ter o prazo diminuído para cinco anos, se houver posse trabalho.

25) Assinale a alternativa CORRETA:
a) Na zona rural permite-se construir a tres metros do terreno vizinho; na zona urbana, até metro e
meio da divisória, por causa de janela indiscreta.
b) Na zona urbana a construção deve respeitar uma linha de dois metros em relação ao imóvel
vizinho.
c) A alienação de imóvel de elevado valor se faz por escritura pública, assim como a renúncia de
imóvel.
d) A concessão de uso especial para fins de moradia incide sobre imóveis particulares e o prazo de
aquisição é de cinco anos de posse.

26) “A” adquiriu um automóvel, de boa-fé, em leilão promovido por uma loja de usados e
quatro anos depois se descobriu que o carro não era do alienante, mas de terceiro, que agora
prova a propriedade. Assinale alternativa correta:
a) “A” é proprietário do veículo desde a consumação da usucapião de bem móvel, com justo título
e boa-fé, ou seja, depois de três anos de posse.
b) “A” somente seria proprietário do veículo depois dos cinco anos de posse, por usucapião
extraordinária. Deve devolver o bem e buscar indenização de quem de direito.
c) “A” será obrigado a devolver o bem, se o proprietário depositar o valor do mesmo em seu favor.
d) “A” é proprietário do veículo desde o momento em que o arrematou.

Direito Civil – Família e Sucessões

27) Um homem faleceu deixando viúva (casada pelo regime de separação de bens, eleita em pacto
antenupcial) e seis filhos em comum. Assinale a alternativa correta quanto à sucessão em questão:

a) a herança será dividida em ¼ para o cônjuge sobrevivente e o resto em seis partes iguais para os filhos;
b) a herança será dividida em sete partes iguais, por cabeça;
c) a herança será dividida entre os seis filhos, por cabeça, sem concorrência do cônjuge sobrevivente;
d) o cônjuge terá a meação dos bens adquiridos onerosamente- Súmula 377, mas a herança será dividida em
seis partes iguais, somente entre os filhos.

28) Quanto ao inventário assinale a alternativa INCORRETA:
a) tratando-se de inventário e partilha extrajudicial não se aplica as regras de competência do CPC e CC, a
exemplo do que acontece com o inventário judicial.
b) havendo testamento do autor da herança, após a sua apresentação e confirmação judicial, torna-se viável
o inventário extrajudicial;
c) O prazo para requerer a abertura do inventário é de sessenta dias, tanto na esfera judicial como
extrajudicial.
d) No inventário judicial a partilha poderá ser amigável ou judicial, conforme o caso.

29) Sobre a aceitação da herança é CORRETO afirmar:
a) Jamais pode ser tácita.
b) É inferida do fato de haver o herdeiro promovido o funeral do de cujus.
c) Só se configura com a habilitação do herdeiro em inventário.
d) Não se configura quando o herdeiro promove a cessão gratuita, pura e simples, da herança aos demais
herdeiros.

30) Causam nulidade do ato as seguintes hipóteses de casamentos:
a) O casamento da viúva ou do viúvo que tiver filho do cônjuge falecido, enquanto não fizer o inventário
dos bens do casal e der partilha aos herdeiros e o casamento do adotante com o cônjuge do adotado.
b) O casamento do viúvo ou viúva com filho do cônjuge falecido, enquanto não fizer o inventário dos bens
do casal e der partilha aos herdeiros.
c) O casamento do adotante com o cônjuge do adotado e o casamento dos afins em linha reta.
d) O casamento dos afins em linha reta e do viúvo ou da viúva, que tiver filho do cônjuge falecido,
enquanto não fizer o inventário dos bens do casal e der partilha aos herdeiros.

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

31) Entranhado no processo contrato escrito com cláusula de eleição de foro, em avença de adesão,
independentemente de exceção, pode a autoridade judiciária:
a) Declinar da competência, após concordância do autor, para o juízo de domicílio do réu;
b) Declinar da competência para o juízo de domicílio do réu;
c) Declinar da competência, após autorização do Corregedor Geral da Justiça, para o juízo de domicílio do
réu;
d) Declinar da competência, após autorização do Conselho da Magistraura do respectivo Tribunal de
Justiça, para o juízo de domicílio do réu;

32) Não se concederá a antecipação da tutela quando:
a) Houver perigo de irreversibilidade do provimento antecipado;
b) O requerimento for contraditório;
c) Da narração dos fatos não decorrer logicamente a conclusão;
d) Contiver pleitos incompatíveis entre si.


33) Depois de decorrido o prazo para a resposta( CPC art.297), o autor não poderá desistir da ação
deflagrada:
a) Independentemente da concordância do seu advogado;
b) Somente após o reconhecimento notarial de sua assinatura na petição;
c) Depois da realização da fase conciliatória em audiência.
d) Sem o consentimento do réu;

34) O recurso adesivo é cabível:
a) somente nas apelações
b) nas apelações e no recurso especial
c) nas apelações, nos embargos infringentes, no recurso extraordinário e no recurso especial
d) nas apelações e nos recursos ordinários

35) Se durante o prazo para interposição do recurso sobrevier o falecimento da parte que tenha
advogado constituído, o processo deverá:
a) ter prosseguimento normal, cabendo ao advogado interpor o recurso dentro do prazo
b) sofrer interrupção do prazo até que os herdeiros ou sucessores se habilitem, continuando pelo tempo que
restar a partir da intimação destes
c) ser anulado a partir do falecimento da parte, repetindo-se a audiência de instrução e julgamento após a
habilitação dos herdeiros ou sucessores
d) ter seu curso suspenso, restituindo-se integralmente o prazo em favor dos herdeiros ou sucessores, que
recomeçará a ser contado a partir da intimação destes.

36) Quando o pedido ou a defesa tiver mais de um fundamento e o juiz acolher apenas um deles, o
tribunal, em grau de recurso:
a) deverá limitar-se a analisar somente o fundamento adotado pelo juiz, confirmando ou reformando a
sentença;
b) anulará a sentença, caso entenda que o fundamento adotado pelo juiz não se aplica ao caso, retornando
os autos ao primeiro grau para prolação de nova decisão;
c) poderá conhecer de toda a matéria debatida e confirmar ou reformar a sentença com base em um ou mais
fundamentos não analisados pelo juiz;
d) poderá confirmar ou reformar a sentença, mas com base em apenas um só dos fundamentos não
enfocados pelo juiz;

37) A respeito das condições da ação e pressupostos processuais, e suas repercussões na tramitação
processual:
a) A impossibilidade jurídica do pedido é causa de reconhecimento da inépcia da petição inicial.
b) O juiz conhecerá de ofício, em qualquer tempo e grau de jurisdição, enquanto não proferida a sentença
de mérito, da matéria relativa aos pressupostos processuais e condições da ação; todavia, o réu que a não
alegar, na primeira oportunidade em que lhe caiba falar nos autos, responderá pelas custas de retardamento
e perderá, ainda que vencedor na causa, o direito a haver do vencido honorários advocatícios.
c) A eficácia preclusiva do despacho saneador alcança a matéria relativa às condições da ação, ficando o
juiz, por ocasião da sentença, impossibilitado de declarar a carência de ação se ao sanear o feito reconheceu
presentes aquelas condições.
d) Após cumpridas as providências preliminares, ou não havendo necessidade delas, o juiz proferirá
julgamento conforme o estado do processo, ocasião em que poderá julgar antecipadamente a lide (artigo

330 do Código de Processo Civil) quando verificar a ausência de pressupostos de constituição e de
desenvolvimento válido e regular do processo, ou a não concorrência de qualquer das condições da ação
(artigo 267, incisos IV e VI, do Código de Processo Civil).

38) A respeito de procedimentos processuais civis:
a) No procedimento sumário, o escopo da celeridade reflete-se na maior concentração dos atos processuais,
pois numa única audiência podem realizar-se, por parte do réu, atividades postulatórias, como o
oferecimento de contestação e, se necessário, de reconvenção, e de produção de prova documental, assim
como pode ocorrer o próprio julgamento da causa.
b) Nas causas processadas sob o rito comum ordinário pode o juiz proferir sentença ilíquida nos casos em
que a lei autoriza ao autor a formulação de pedido genérico; já nas causas processadas sob o rito comum
sumário, por força do previsto no artigo 475-A, §3º, do Código de Processo Civil, acrescentado pela Lei n.
11.232/05, é defesa a sentença ilíquida, cumprindo ao juiz, se for o caso, fixar de plano, a seu prudente
critério, o valor devido.
c) O sistema processual civil brasileiro não acolhe o chamado saneamento progressivo, já que a disciplina
legal do procedimento tem reservada para a atividade saneadora uma fase específica, que é a da audiência
preliminar prevista no artigo 331 do Código de Processo Civil.
d) O fato de a decisão recorrida ter sido proferida em causa de procedimento ordinário ou sumário não traz
implicações quanto ao processamento e julgamento do recurso, exceto no que tange à necessidade do crivo
de um revisor e à existência de prazo para julgamento pelo Tribunal.

39) Assinale a CORRETA:
a) O juiz não pode julgar a causa favoravelmente à parte que não cumpriu o ônus da prova. Assim, caso a
prova do fato constitutivo do direito do autor não seja por ele produzida, deverá o juiz, invariavelmente,
julgar improcedente a demanda.
b) Dentre os escopos das regras de distribuição do ônus da prova está o de servir como regra de decisão, de
maneira a viabilizar a resolução da lide pelo juiz que se encontrar, frente à prova produzida nos autos ou na
sua ausência, em estado de dúvida, sem se convencer como os fatos se passaram.
c) As regras relativas à distribuição do ônus da prova dirigem-se apenas às partes, com o fito de dar-lhes
conhecimento de que a prova dos fatos constitutivos cabe ao autor e a prova dos fatos impeditivos,
modificativos e extintivos ao réu.
d) Cuidando-se artigo 333 do Código de Processo Civil de norma de ordem pública, considera-se nula toda
e qualquer convenção que distribua o ônus da prova de maneira diversa daquela nele prevista.

40) A incompetência absoluta deve ser declarada de ofício e pode ser alegada, em qualquer tempo e
grau de jurisdição, independentemente de exceção.Reconhecida somente serão nulos:
a) Os atos decisórios realizados pela autoridade judiciária;
b) As inquirições de testemunhas e atos decisórios;
c) A prova pericial, depoimentos pessoais e inquirição de testemunhas;
d) Todos os despachos e decisões interlocutórias.

DIREITO PENAL

41) Assinale a resposta CERTA:
a) Comete o crime de participação em suicídio na forma qualificada (menoridade da vítima) quem
convence uma criança de 11 anos a matar-se.

b) Comete o crime de infanticídio culposo a mãe que, logo após o parto, sob a influência do estado
puerperal, mata por imprudência o próprio filho recém-nascido.
c) Comete o crime de homicídio qualificado quem, agindo com premeditação, mata dolosamente o próprio
pai.
d) Comete o crime de lesão corporal culposa o ciclista que, na via pública, agindo com negligência,
atropela e fere gravemente um pedestre.

42) Assinale a resposta CERTA:
a) O dolo do crime de homicídio, porque fenômeno que ocorre na mente do acusado, não pode ser inferido,
na prática forense, do conjunto das circunstâncias do fato.
b) A culpa consciente, por se tratar de expressão de cunho meramente doutrinário, tem sido rejeitada na
jurisprudência como elemento da estrutura jurídica dos crimes praticados por imprudência.
c) Há quem admita, na doutrina, a figura da tentativa de aborto qualificado pela morte se a gestante, que
consentiu no aborto, vem a morrer e, no entanto, o feto sobrevive.
d) Nos casos de motivo de honra, a morte da criança nascente, embora planejada com antecedência, se
encaixa, nos termos da lei, na figura do crime de infanticídio, considerando que sempre se presume a
influência do estado puerperal.

43) Assinale a resposta CERTA:
a) Eis a estrutura básica do crime de abandono de incapaz qualificado pela morte: dolo de perigo
(abandono) e culpa quanto ao resultado (morte).
b) Segundo a doutrina predominante o emprego de veneno qualifica o crime de homicídio mesmo que o
agente não proceda de modo insidioso.
c) A ingestão de dois copos de cerveja, por força da “Lei Seca”, justifica, por si só, o enquadramento típico
da subsequente direção de veículo automotor na via pública como delito de embriaguez ao volante.
d) Nos termos da lei, a autoridade policial que se omite no impedimento da tortura responde pelo mesmo
delito praticado pelo subordinado, sem prejuízo, inclusive, de pena mais elevada.

44) Assinale a resposta CERTA:
a) O crime de incêndio possui a mesma estrutura do crime de dano, dele se distinguindo, de modo
específico, pelo modo de execução (fogo).
b) O denominado “sequestro relâmpago”, recentemente introduzido no sistema legal, corresponde à
conduta de sequestrar pessoa com o fim de obter vantagem financeira como condição ou preço do resgate.
c) Em havendo morte, que se reputa culposa, no contexto do crime de perigo para a vida ou saúde de
outrem, aplica-se a regra do concurso formal.
d) Lesão grave: o perigo de vida, segundo o entendimento predominante na doutrina, implica dolo de lesão
corporal e culpa em relação ao resultado (perigo de vida).

45) Assinale a resposta CERTA:
a) O dolo eventual em relação ao resultado morte é compatível com a conhecida figura da lesão corporal
seguida de morte.
b) A direção sem habilitação de veículo automotor na via pública justifica o enquadramento da conduta nas
penas do delito correspondente (CTB), haja vista o perigo abstrato ou presumido inerente ao tipo legal.
c) Inexiste crime de sequestro, sem prejuízo do reconhecimento de outro tipo legal, se a vítima é menor de
tenra idade e não percebe o significado da conduta do agente.
d) O crime de dano, segundo a jurisprudência predominante do Superior Tribunal de Justiça, somente é
compatível com o denominado “dolo específico”.

46) Assinale a assertiva CORRETA:
a) Na tentativa imperfeita, há interrupção do processo executório, de forma que o agente não chega a
praticar todos os atos do crime, por circunstâncias alheias a sua vontade.
b) Na tentativa branca ou incruenta, a vítima é atingida, vindo a lesionar-se.
c) Na tentativa perfeita ou acabada, o agente desiste voluntariamente de consumar o crime.
d) Na tentativa cruenta, a vítima não é atingida, nem vem a sofrer ferimentos, embora o agente realize
integralmente a conduta criminosa.

47) Assinale a assertiva CORRETA:
a) As penas de reclusão de agentes reincidentes devem sempre ser cumpridas em regime inicialmente
fechado.
b) As penas de reclusão superiores a 8 anos devem ser cumpridas inicialmente sempre em regime fechado,
mesmo sendo o agente primário.
c) Em casos de réus reincidentes, as penas de detenção podem ser cumpridas em regime inicialmente
fechado.
d) As penas de detenção superiores a 4 anos devem iniciar em regime aberto.

48) Assinale a assertiva CORRETA:
a) A consumação do crime de furto ocorre com a inversão da posse, ou seja, no momento em que o bem
passa da esfera de disponibilidade da vítima para a do autor.
b) O crime de furto é plurissubjetivo, pois pode ser praticado por diversas pessoas em concurso.
c) Aquele que utiliza um automóvel alheio para dar um passeio e depois o devolve no mesmo local e no
mesmo estado em que se encontrava pratica o crime de furto de uso.
d) Prevalece o entendimento doutrinário e jurisprudencial de que o furto noturno pode ser aplicado às
hipóteses de furto noturno.

49) Assinale a assertiva CORRETA:
a) O crime de atentado violento ao pudor tem como sujeito ativo apenas o homem, único capaz a manter
conjunção carnal com o sujeito passivo, que será obrigatoriamente mulher.
b) Se o agente realizar conjunção carnal com a vítima que não seja maior de 14 anos, o estupro considera-
se presumido, ainda que haja o consentimento dela para o ato sexual.
c) Em regra, a ação penal para os crimes de assédio sexual é a pública incondicionada.
d) Aumenta-se em um quarto a pena dos agentes de crimes contra os costumes que sejam casados.

50) Assinale a assertiva CORRETA:
a) O crime de emprego irregular de verbas ou rendas públicas, previsto no art. 315 do Código Penal, é um
crime comum em relação ao sujeito ativo.
b) O crime de corrupção passiva é material, de forma que só se consuma quando o particular efetivamente
entrega a vantagem indevida.
c) O peculato apropriação se consuma no momento em que o agente transforma a posse ou detenção sobre
o dinheiro, valor ou outra coisa móvel em domínio, ou seja, quando passa a agir como se fosse dono da
coisa.
d) O crime de desacato exige que o funcionário público se sinta ofendido com os atos contra si praticados,
para estar caracterizada sua consumação.




DIREITO PROCESSUAL PENAL

51) Autor de um crime doloso contra a vida, o Deputado Estadual de Santa Catarina será processado
e julgado originariamente perante o:
a) Tribunal do Júri
b) Superior Tribunal de Justiça.
c) Tribunal do Júri da Justiça Federal.
d) Tribunal de Justiça.

52) Analise as questões e, ao final, assinale a(s) alternativa(s) CORRETA(s):
I – a atração por continência ou conexão do processo do co-réu ao foro por prerrogativa de função de um
dos denunciados viola as garantias do juiz natural.
II – Compete à Justiça Federal o processo-crime que apura crime de moeda falsa.
III – Compete à Justiça Estadual, segundo a Constituição de 1988, processar e julgar crimes contra
sociedade de economia mista.
IV – A inobservância da competência por conexão acarreta a nulidade absoluta do feito.
V – o foro especial por prerrogativa de função fixado na Constituição Federal prevalece sobre a
competência do Tribunal do Júri.
a) II, III e V estão corretas
b) II, IV e V estão corretas
c) IV e V estão corretas
d) I e III estão corretas

53) Analise as questões e, ao final, assinale a(s) alternativa(s) CORRETA(s):
I - A absolvição sumária fundada em causa excludente de ilicitude, no procedimento ordinário, comporta
recurso em sentido estrito.
II – Para crimes apenados no grau máximo com 3 anos de reclusão, o procedimento a ser adotado é o
ordinário, salvo se houver previsão de procedimento especial.
III – A decisão de pronúncia comporta recurso de apelação.
IV – A falta de resposta escrita no procedimento ordinário é causa de nulidade relativa.
V – a falta de pedido de citação e de condenação na denúncia gera a sua inépcia.
a) Alternativas I, II, III estão corretas.
b) Alternativas I, II, III e V estão corretas.
c) Alternativas II, IV e V estão corretas.
d) Todas as alternativas estão incorretas

54) Não comporta prisão temporária:
a) roubo qualificado
b) estupro
c) importunação ofensiva ao pudor
d) extorsão mediante sequestro

55) Em relação à prisão provisória, é CORRETO afirmar:
a) a prisão temporária poderá ser requerida pelo assistente do Ministério Público
b) a prisão preventiva poderá ser requerida pelo querelante.
c) admite-se prisão preventiva para crimes culposos
d) não se admite prisão preventiva para crimes apenados com detenção

56) Quanto ao inquérito policial é CORRETO afirmar:
a) É indispensável a existência de justa causa para o indiciamento de suspeito.
b) Os vícios em sua confecção atingem e nulificam eventual processo penal.
c) Uma vez arquivado o inquérito, este não poderá ser reaberto, pois haverá coisa julgada.
d) A autoridade policial deve realizar todas as diligências pleiteadas pelo indiciado, sob pena de
cerceamento de defesa.

57) Sobre os princípios gerais do processo penal, é CORRETO afirmar:
a) O princípio do estado de inocência impede a decretação de medidas constritivas de liberdade antes do
trânsito em julgado da sentença condenatória.
b) O princípio in dubio pro reo não é aplicável quando do recebimento da denúncia.
c) O princípio da obrigatoriedade é aplicável a todas as espécies de ação penal.
d) O princípio da identidade física do juiz não vigora no processo penal.

58) São princípios da ação penal pública incondicionada:
a) Autoritariedade, divisibilidade, oficiosidade e oportunidade..
b) Intranscendência, oficialidade, obrigatoriedade e disponibilidade.
c) Oficiosidade, indisponibilidade, intranscendência e obrigatoriedade.
d) Oportunidade, indivisibilidade, intranscendência e autoritariedade.

59) Acerca da ação civil ex delicto, é CORRETO afirmar:
a) A ação civil de reparação de danos apenas pode ser intentada após o trânsito em julgado da sentença
penal condenatória.
b) Havendo sentença penal absolutória, não há possibilidade do ajuizamento da ação civil.
c) O sistema brasileiro, em relação à ação civil ex delicto, denomina-se independência mitigada.
d) Não pode o juízo penal fixar qualquer valor de indenização à vítima na sentença condenatória.

60) O assistente da acusação pode ingressar no feito da seguinte forma:
a) Após ter sido recebida a denúncia e permanece até o trânsito em julgado.
b) A qualquer tempo, durante a investigação criminal até o trânsito em julgado.
c) Somente após oferecida a denúncia e até a fase da execução penal.
d) Apenas durante a fase de investigação, antes de oferecida a denúncia, sob pena de preclusão do direito
de intervir no feito.

DIREITO ADMINISTRATIVO

61) A possibilidade da Administração impor sanção ao cidadão que não cumpre com as limitações
previstas no Plano Diretor do Município toma por base o poder:
a) disciplinar
b) normativo
c) de polícia
d) hierárquico

62) A prescrição constitucional de que, a investitura em cargo público depende da aprovação em
concurso de provas ou de provas e títulos, toma por base o princípio da:
a) razoabilidade
b) legalidade

c) eficiência administrativa
d) impessoalidade

63) Quanto à extinção do ato administrativo é correto afirmar:
a) a convalidação pode se dar em qualquer ato administrativo
b) a cassação tem lugar quando o destinário/beneficiário descumpre obrigações que deveriam ser atendidas
c) em acaso de defeito dá-se sua revogação
d) a invalidade é prerrogativa da Administração

64) A diferença fundamental existente entre órgãos públicos e entidades da administração indireta
gira em torno de terem ou não
a) Personalidade jurídica
b) Licitação obrigatória
c) Autonomia administrativa
d) Sujeição ao princípio da legalidade

65) A Constituição Federal prevê a edição do estatuto jurídico da empresa pública e da sociedade de
economia mista que explorem atividade econômica. No conteúdo da referida norma jurídica,
conforme o texto constitucional, está previsto:
a) Distribuição de lucros aos acionistas
b) Intervenção na economia como modo de fomentar o desenvolvimento nacional
c) Dispensa de licitação e concurso em suas contratações
d) Sujeição ao regime jurídico próprio das empresas privadas, inclusive quanto aos direitos e obrigações
civis, comerciais, trabalhistas e tributários

DIREITO TRIBUTÁRIO

66) Assinale a opção correta quanto à aplicação da legislação tributária.
a) A lei tributária que extinguir ou reduzir isenção entra em vigor no prazo de noventa dias, ressalvada a
hipótese de dispor de maneira mais favorável ao contribuinte.
b) No regime hermenêutico tributário, interpretação e integração evidenciam, para o intérprete, a mesma
dimensão jurídica quanto aos aspectos teleológicos e axiológicos.
c) A lei tributária pode alterar a definição, o conteúdo e o alcance de institutos, conceitos e formas de
direito privado, utilizados, expressa ou implicitamente, pela CF, pelas constituições dos estados, ou pelas
leis orgânicas do DF ou dos municípios.
d) A concessão de isenções e a dispensa das obrigações acessórias devem ser interpretadas literalmente.

67) Assinale a alternativa CORRETA.
Em caso de crédito tributário resultante de ato praticado com excesso de poderes por Diretor de
pessoa jurídica de Direito Privado:
a) A responsabilidade é da empresa, pois ela responde pelos atos praticados por seus dirigentes ou
representantes.
b) O Diretor responde subsidiariamente.
c) O Diretor responde pessoalmente.
d) É da empresa a responsabilidade pois esta independe da intenção do agente ou responsável e da
efetividade, natureza e extensão dos efeitos do ato.


68) O sujeito passivo da obrigação tributária
a) é sempre o devedor direto, que tem relação pessoal e direta com o fato gerador.
b) pode ser o devedor indireto que, embora não seja o contribuinte, responde pela obrigação por força de
lei, mas nunca em decorrência de sucessão ou solidariedade.
c) pode ser o devedor indireto que, embora não seja o contribuinte, responde pela obrigação por força de
lei, em caráter de substituição ou de transferência.
d) pode sempre ser alterado mediante cláusulas contratuais particulares.

69) Constituem modalidades de exclusão do crédito tributário a:
a) isenção e a anistia.
b) transação e a conversão do depósito em renda.
c) remissão e o pagamento.
d) moratória e a compensação.

70) Em relação à ação anulatória de dívida fiscal inscrita, pode-se afirmar que:
a) Para a sua propositura, é indispensável o depósito do valor integral da dívida;
b) Poderá ser proposta com o depósito do valor integral da dívida, hipótese em que suspenderá a
exigibilidade do débito;
c) Não poderá ser proposta após ajuizamento da execução fiscal;
d) Tem âmbito restrito à discussão sobre a validade formal do ato de inscrição da dívida

DIREITO COMERCIAL

71) De acordo com o Código Civil, que trata do sócio da Sociedade Limitada, é CORRETO afirmar
que:
a) A responsabilidade de cada sócio, independentemente das quotas que subscreveu no capital social e
daintegralização total destas cotas é restrita ao valor de suas quotas.
b) A responsabilidade de cada sócio é restrita ao valor de suas quotas, mas todos respondem
solidariamente pela integralização do capital social
c) A responsabilidade de cada sócio, independentemente da integralização total do capital social, é sempre
limitada.
d) A responsabilidade de cada sócio independentemente da integralização total do capital social, é sempre
ilimitada.

72) De acordo com o Código Civil, que trata do empresário e da sociedade, é CORRETO afirmar
que:
a) É terminantemente proibido cônjuges contratar sociedade entre si ou com terceiros, independentemente
do regime de casamento.
b) É obrigatória a inscrição do empresário e da sociedade empresária no Registro Civil de Pessoas
Jurídicas da respectiva sede, antes do início de sua atividade.
c) O empresário casado pode, sem necessidade de outorga conjugal, qualquer que seja o regime de bens,
alienar os imóveis que integram o patrimônio da empresa ou gravá-los de ônus real.
d) Empresário é aquele que exerce profissão intelectual de natureza científica, literária e artística
independentemente do exercício da sua profissão constituir ou não elemento de empresa.

73) De acordo com o Código Civil, que trata das sociedades, é INCORRETO afirmar que:
a) Na sociedade Em Nome Coletivo todos os sócios têm responsabilidade ilimitada e solidária.

b) Na sociedade Anônima todos os acionistas têm responsabilidade limitada ao preço de emissão das ações
que subscrever ou adquirir.
c) Na sociedade Limitada a responsabilidade de cada sócio é limitada, mas todos respondem
solidariamente pela integralização do capital social.
d) Na sociedade em Comandita Simples o sócio comanditado tem responsabilidade limitada e o sócio
comanditário tem responsabilidade solidária e ilimitada.

74) De acordo com a Lei nº 6.404/76, que trata da Sociedade Anônima, é CORRETO afirmar que:
a) O Conselho de Administração é órgão obrigatório para todos os tipos de Sociedade Anônima.
b) As Assembléia Geral Ordinária e a Assembléia Geral Extraordinária poderão ser, cumulativamente,
convocadas e realizadas no mesmo local, data e hora, instrumentadas em ata única.
c) A Sociedade anônima se constitui mediante um contato social.
d) O capital social da Sociedade Anônima é dividido em quotas iguais ou desiguais.

75) De acordo com a Lei nº 11.101/05, que trata da recuperação judicial e extrajudicial e da falência
da empresa, é CORRETO afirmar que:
a) Não estão sujeitas a falência e a recuperação judicial e extrajudicial as empresas públicas, sociedades de
economia mista e consórcio.
b) Desde a decretação da falência o falido perde a propriedade de seus bens.
c) Será decretada a falência do devedor que sem relevante razão de direito, não paga, no vencimento,
obrigação líquida materializada em título ou títulos executivo protestados cuja soma ultrapasse o
equivalente a 40 (quarenta) salários-mínimos na data do pedido de falência.
d) Da decisão que decreta a falência cabe apelação, e da sentença que julga a improcedência do pedido
cabe agravo.

LEIS ESPECIAIS

Direito do Consumidor

76) A respeito do Código de Defesa do Consumidor, assinale a alternativa CORRETA:
a) Consoante a proteção contratual estabelecida no Código de Defesa do Consumidor, o fornecedor se
obriga, perante o consumidor, apenas com as cláusulas expressamente pactuadas.
b) É lícita a inclusão de cláusula limitativa ao direito do consumidor, nos contratos de adesão, desde que
seja razoavelmente compreensível seu enunciado.
c) Admite-se a utilização de moeda estrangeira nos contratos de compra e venda de bens imóveis, a
prestação, firmados entre o consumidor e o fornecedor, desde que o seja por escrito.
d) Os contratos não terão valor sem o prévio conhecimento de seu conteúdo pelo consumidor ou se for
redigido de forma a dificultar sua compreensão.

77) Assinale a alternativa CORRETA.
a) Consumidor é toda pessoa física que adquire ou utiliza produto ou serviço como destinatário final.
b) No âmbito das relações de consumo, as cláusulas contratuais serão interpretadas de maneira equitativa,
de modo a assegurar o principio constitucional de a igualdade de tratamento entre as partes.
c) Somente quando já decorridos mais de sete dias do prazo de validade assinalados nos produtos, é que são
considerados, para todos os efeitos legais, impróprios ao uso e consumo.

d) O consumidor pode desistir do contrato, no prazo de sete dias a contar de sua assinatura ou do ato de
recebimento do produto ou serviço, sempre que a contratação de fornecimento de produtos e serviços
ocorrer fora do estabelecimento comercial, especialmente por telefone ou a domicílio.

Infância e Juventude

78) De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, é incorreto afirmar:
a) o ato infracional cometido mediante grave ameaça ou violência a pessoa sujeita necessariamente o
adolescente a medida de internação.
b) a guarda pode ser revogada a qualquer tempo, mediante ato judicial fundamentado, ouvido o Ministério
Público.
c) a adoção atribui ao adotado os mesmos direitos sucessórios dos demais filhos.
d) a ato infracional é a conduta descrita como crime ou contravenção penal.

79) De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, assinale a alternativa correta:
a) a intimação do adolescente e de seu respectivo defensor da sentença proferida nos autos de procedimento
instaurado para apuração de prática de ato infracional é imprescindível somente quando for aplicada a
medida de internação.
b) os princípios da excepcionalidade, brevidade e respeito à condição peculiar de pessoa em
desenvolvimento, dizem respeito às medidas sócio-educativas do regime de semi-liberdade e da internação.
c) tanto as crianças, como os adolescentes, estão sujeitos à aplicação das medidas de proteção e a
imposição das medidas sócio-educativas.
d) a aplicação das medidas de proteção ou imposição das medidas sócio-educativas pressupõem a
existência de provas suficientes da autoria e da materialidade da infração.

Direito Ambiental

80) O artigo 36 da Lei n.º 9.985/2000 (Institui o SNUC), determina que todo empreendimento de
significativo impacto ambiental, assim considerado pelo órgão ambiental licenciador, deverá
destinar, no mínimo, 0,5% (meio por cento) dos custos totais da obra para a implantação e
manutenção de unidade de conservação.

Responda: Tal preceito reflete que princípio ambiental?

a) Princípio da função socioambiental da propriedade.
b) Princípio da natureza pública da proteção ambiental.
c) Princípio do poluidor pagador.
d) Princípio do controle do poluidor pelo poder público.

81) Analise e responda:
I – Como regra geral, nas áreas de preservação permanente (APP) as florestas e demais formas de
vegetação não poderão ser suprimidas, nem mesmo parcialmente, excluindo aquelas que se localizarem
nas áreas urbanas, pois são regradas pelos respectivos Planos Diretores.
II – Não admite o direito pátrio a responsabilização penal das pessoas jurídicas por atos praticados contra o
M. A., vez que a elas não se pode imputar a culpabilidade pelo evento danoso, bem como por ferir o
princípio da individualização da pena.

III - Reserva legal e área de preservação permanente são conceitos legais que não se confundem, incidindo
aquela (reserva legal) somente em áreas rurais.
IV - Estão legitimados a firmar “compromisso de ajustamento de sua conduta” com os agressores do meio
ambiente, objetivando a adequação de suas ações às exigências legais, todos os entes, órgãos e associações
legitimadas para ajuizarem a ação civil pública.

a) As alternativas I, II e IV são corretas.
b ) As alternativas I, II e IV estão incorretas.
c) Somente as alternativas I e II são corretas
d) As alternativas I, II e III são corretas.

Direito Eleitoral

82) Assinale a alternativa correta:
a) As condutas enumeradas no art. 73, da Lei nº 9.504/97 somente são vedadas aos servidores públicos
ocupantes de cargos em comissão.
b) Na captação ilícita de sufrágio prevista no artigo 41-A da Lei nº 9.504/97, quando não há a participação
direta do candidato beneficiado, implica apenas na aplicação da pena de multa.
c) A condenação criminal somente impedirá o alistamento eleitoral após o trânsito em julgado.
d) A decisão que julgar procedente o recurso contra a expedição do diploma tem efeito imediato.

83) Assinale a alternativa correta:
a) Os partidos políticos possuem autonomia para definir a sua organização, podendo estabelecer em seus
estatutos a forma de custear suas atividades, vedado o recebimento doação, dentre outras, de entidades
estrangeiras.
b) A eleição de todos os representantes do Poder Legislativo se dá através do sistema proporcional.
c) A propaganda eleitoral é permitida a todos os candidatos e partidos políticos e coligações a partir da data
da respectiva convenção partidária.
d) Aquele que for condenado por crime contra a administração pública, com sentença transitada em
julgado, tem seus direitos políticos suspensos pelo prazo de 3 (três) anos após o cumprimento da pena.

Execução Penal

84) Assinale a alternativa correta com relação à remição da pena:
a) Não é cabível na condenação por crime hediondo
b) Os sentenciados que estudam não têm direito ao benefício
c) Três dias trabalhados abate um dia da pena
d) Para condenação em crime hediondo a fração é de 5 dias trabalhados para abater 1 dia de pena.

85) Uma condenação de 50 anos de reclusão, deve ser unificada para efeito de cumprimento máximo
que é de 30 anos (art. 75 do CP). Conforme Súmula n. 715 do STF, os cálculos dos benefícios deverão,
nesse caso, incidir:
a) Sobre o total da pena unificada
b) Sobre uma ou outra, no que for mais benéfico
c) Dependerá do comportamento do preso
d) Sobre o total da pena imposta


Lei de Tóxicos

86) Assinale a assertiva CORRETA:
a) O infrator do art. 33, caput e de seu parágrafo 1º, da Lei de Drogas, se primário, de bons antecedentes,
desde que não se dedique às atividades criminosas nem integre organização criminosa, poderá ter sua pena
reduzida de 1/6 a 2/3, bem como poderá ter sua pena privativa de liberdade substituída por restritiva de
direitos.
b) Não caberá lavratura do flagrante para os autores da infração do art. 28 da Lei de Drogas.
c) Aquele que oferece drogas à pessoas de seu relacionamento, eventualmente e sem o fim de lucro, incide
nas sanções do art. 28 da Lei de Drogas.
d) No Brasil, é estritamente proibido o plantio de vegetais dos quais se possam obter drogas.

87) Em relação aos crimes de tráfico de drogas, é CORRETO afirmar:
a) As partes podem arrolar até 5 (cinco) testemunhas.
b) O inquérito policial deverá ser concluído no prazo previsto pelo CPP.
c) É imprescindível a realização de exame de dependência toxicológica para os acusados da prática do
delito previsto no art. 33 da Lei n.º 11.343/06.
d) Na audiência de instrução e julgamento de um crime de tráfico de drogas, inicialmente são ouvidas as
testemunhas da acusação, após as testemunhas da defesa e, por último, o réu é interrogado.





























GABARITO SIMULADO 2009.1 – ESMESC


Distribuição das Questões:
• 01 a 10 – Direito Constitucional
• 11 a 14 – Direito Civil – Parte Geral
• 15 a 18 – Direito Civil – Contratos
• 19 a 22 – Direito Civil – Obrigações e Responsabilidade Civil
• 23 a 26 – Direito Civil – Coisas
• 27 a 30 – Direito Civil – Família e Sucessões
• 31 a 40– Direito Processual Civil
• 41 a 50 – Direito Penal
• 51 a 60 – Direito Processual Penal
• 61 a 65 – Direito Administrativo
• 66 a 70 – Direito Tributário
• 71 a 75 – Direito Comercial
• 76 a 77 – LESP – Direito do Consumidor
• 78 a 79 – LESP – Infância e Juventude
• 80 a 81 – LESP – Direito Ambiental
• 82 a 83 – LESP – Direito Eleitoral
• 84 a 85 – LESP – Execução Penal
• 86 a 87 – Lei de Tóxicos

Escola Superior da Magistratura do Estado de Santa Catarina
Simulado 2009.1
Qst Gab Qst Gab Qst Gab Qst Gab
1 C 26 D 51 A 76 D
2 D 27 A 52 A 77 D
3 A 28 B 53 D 78 A
4 C 29 D 54 C 79 B
5 B 30 C 55 B 80 C
6 D 31 B 56 A 81 B
7 B 32 A 57 B 82 C
8 A 33 D 58 C 83 A
9 D 34 C 59 C 84 C
10 C 35 D 60 A 85 D
11 C 36 C 61 C 86 B
12 A 37 A e B 62 D 87 A
13 B 38 D 63 B
14 A 39 B 64 A
15 D 40 A 65 D
16 B 41 D 66 D
17 D 42 C 67 C
18 ANULADA 43 A 68 C
19 A 44 D 69 A
20 C 45 D 70 B
21 B 46 A 71 B
22 A 47 B 72 C
23 A 48 A 73 D
24 C 49 B 74 B
25 C 50 C 75 A e C