You are on page 1of 4

Cálculo Diferencial e Integral I – Prof.

Robson Rodrigues da Silva
http: www.robson.mat.br e-mail: robsonmat@uol.com.br

8ª Lista de Exercícios – Exponencial e Logaritmos


Vimos que os problemas envolvendo crescimento populacional, juros compostos, disseminação de
doenças, desintegração de material radioativo etc, podem ser modelados através da função exponencial natural
y = e
x
onde e é o famoso número de Euler definido por : e =
n
n
)
n
1
1 ( l i m 
 
= 2,718...

Questão 01. O modelo matemático que descreve o crescimento de uma cultura de bactérias é dada
por:
t 4 , 0
e 25 , 0 1
25 , 1
P


 onde P é o peso da cultura em gramas e t o tempo em horas. Utilizando esse
modelo, complete a tabela abaixo:

t 0 1 10
P

Questão 02. Lembrando que (e
u
)’ = e
u
.u’ , determine a derivada das seguintes funções exponenciais:

a) y = e
x
b) y = 2e
x
c) y = e
2x
d) p = e
2t+5
e)
t 5 t
2
e p



f) w = 5e
senx
g) w = x.e
x
h) y = e
x
+ e
-x


Questão 03.

a) Esboce o gráfico da função y = e
x
.
b) Trace a reta tangente ao gráfico da função y = e
x
no ponto de abscissa x = 1.
c) Determine a equação da reta tangente citada no item anterior.



Questão 04. Estima-se que daqui a t anos, a população de um certo país será P(t) = 50e
0,03t
milhões
de habitantes.
a) Qual é a população atual desse país? Qual será a população daqui a 10 anos?
b) Atualmente qual é a taxa de variação da população com o tempo?
c) Quanto tempo será necessário para que a população desse país seja o triplo da atual?








Cálculo Diferencial e Integral I – Prof. Robson Rodrigues da Silva
Questão 05. Na Arqueologia: em 1960, W.F.Libby ganhou o prêmio Nobel pela descoberta da
datação por carbono, uma técnica usada para determinar a idade de fósseis e artefatos.
Apresentamos a seguir uma descrição resumida da técnica.

A incidência de raios cósmicos nas camadas superiores da atmosfera converte parte do nitrogênio num isótopo
radioativo de carbono,
14
C. A vegetação, pela absorção de dióxido de carbono (CO2) da atmosfera, retém um pouco desse
isótopo.Todas as demais formas de vida também acabam retendo
14
C pela cadeia alimentar. Enquanto vivo, o nível desse
isótopo no organismo é constante. Quando a planta, ou animal, morre, cessa a reposição de carbono 14 no organismo e esse
nível decresce, gradualmente, com o decorrer do tempo; a cada 5730 anos o nível de carbono 14 reduz-se à metade (tempo
de meia-vida). Nessas condições, esse nível, t anos após a morte, é dado por N(t) = N0.e
-kt
, onde k é uma constante e vale
1,21.10
-4
. A partir dessas informações podemos obter uma estimativa da idade de um fóssil.

Testes realizados em um fóssil descoberto no sítio arqueológico de Debert, na Nova Escócia,
revelam que 28% do isótopo
14
C original ainda estão presentes. Qual é a idade aproximada do fóssil,
sabendo-se que a lei matemática que descreve o nível do isótopo
14
C daqui a t a anos é dado por
N(t) = N
0
.e
-kt
onde, k = 1,21.10
-4
e N
0
representa o nível de carbono 14 encontrado atualmente nos
seres vivos?
Questão 06. Lembrando que
u
' u
)' u (l n  determine a derivada das seguintes funções logarítmicas:

a) y = lnx b) y = 2lnx c) y = ln(2x) d) y = ln(x
2
+ 5x) e) y = ln(x+1)

f) p = ln(2t
2
+ 5t) g) w = ln(5t) h) p = t.lnt I) w =
x
x l n
m) y = ln( 1 x  )

Questão 07. O corpo de uma vítima de assassinato foi encontrado às 22 horas. Às 22h30 o médico
da polícia chegou e, imediatamente, mediu a temperatura do cadáver, que era de 32,5
o
C . Uma hora
mais tarde, mediu a temperatura outra vez e ela era de 31,5
o
C. A temperatura do ambiente foi
mantida constante a 16,5
o
C. Admita que a temperatura normal de uma pessoa viva seja de 36,5
o
C, e
suponha que a lei matemática que descreve o resfriamento do corpo é dada por D(t) = D
0
.e
-2kt
, em
que t é o tempo em horas, D
0
é a diferença de temperatura do cadáver com o meio ambiente no
instante t = 0, D(t) é a diferença de temperatura do cadáver com o meio ambiente num instante t
qualquer, e k é uma constante positiva. Determine:
a) a constante k;
b) a hora em que a pessoa morreu.

Questão 08. A densidade populacional, a x quilômetros do centro de uma cidade, é dada por uma
função da forma D = A.e
-kx
. Encontre essa função, sabendo-se que a densidade populacional no
centro da cidade é de 15000 hab/km
2
, e a densidade a 10 km do centro é de 9000 hab/km
2
.

Questão 09. A quantidade de uma certa substância radioativa remanescente após t anos é dada por
uma função da forma Q = Q
o
e
-kt
, onde Q
o
é a quantidade inicial e k uma constante positiva. Encontre
o tempo de meia-vida dessa substância.




Cálculo Diferencial e Integral I – Prof. Robson Rodrigues da Silva
http: www.robson.mat.br e-mail: robsonmat@uol.com.br

GABARITO – 8ª Lista de Exercícios – Exponencial e Logaritmos

Questão 01.
t 0 1 10
P 1 1,07 1,24

Questão 02.
a) y’=e
x
b) y’=2 e
x
c) 2.e
2x

d)
5 t 2
e . 2 ' p


e)
t 5
2
t
e ). 5 t 2 ( ' p

 
f) x cos . e . 5 ' w
senx
 g)
x
e ). x 1 ( ' w   h)
x x
e e ' y

 

Questão 03.
a)
x
e y 


b)
x
e y 

' 48 º 69 7 , 2 tg
7 , 2 e ) 1 ( ' y
e ' y
1
1
x

 



c) ) x x ( m y y
0 0
  

x 7 , 2 y
) 1 x ( 7 , 2 7 , 2 y

  



Questão 04.
a) 50 e . 50 P 0 t
0
    milhões de habitantes
5 , 67 e . 50 P 10 t
10 . 03 , 0
    milhões de habitantes.

b)
t 03 , 0
e . 50 ) t ( P 

t 03 , 0
e . 5 , 1 ) t ( ' P 
5 , 1 e . 5 , 1 ) 0 ( ' P
0 . 03 , 0
  milhões de habitantes/ano.
c)
t 03 , 0
e . 50 150 

anos 37 t
t 03 , 0 3 l n
e 3
t 03 , 0






Questão 05.
anos 10496
10 . 21 , 1
27 , 1
t
kt 27 , 1 e l n 28 , 0 l n
e . N N 28 , 0
4
kt
kt
0 0
 
    






Questão 06.
a)
x
1
' y  b)
x
2
' y  c)
x
1
' y  d)
x 5 x
5 x 2
' y
2


 e)
1 x
1
' y


f)
t 5 t 2
5 t 4
' p
2


 g)
t
1
' w 
h) 1 t ln ' p  
i)
2
x
1 x l n
' w
 
 j)
2 x 2
1
' y



0; 1
1; 2,7
2; 7,4
0
1
2
3
4
5
6
7
8
0 0,5 1 1,5 2 2,5
x y
0 1
1 2,7
2 7,4
Cálculo Diferencial e Integral I – Prof. Robson Rodrigues da Silva
Questão 07.
a)
031 , 0 k
94 , 0 l n e l n k 2
94 , 0 l n e l n
94 , 0 e
e . 16 15
k 2
k 2
1 . k . 2

 







b)
t 06 , 0
t . 06 , 0
t . 06 , 0
t . 03 , 0 . 2
0
e l n 25 , 1 l n
e 25 , 1
e . 16 20
e . D D









72 , 3 t   horas
h 43 : 3 t  

Hora que ocorreu o crime:
h 47 : 18 43 : 3 30 : 22  

Questão 08.
9000 D 10 x
A km / hab 15000 D 0 x
2
0
  
   


051 , 0 k
e l n 6 , 0 l n
e 6 , 0
e . 15000 9000
e . A D
10 . k
10 . k
10 . k
x . k











x . 051 , 0
e . 15000 D



Questão 09.
k
693 , 0
k
2 l n
t
kt 2 l n
kt 2 l n
e l n
2
1
l n
e . Q Q
2
1
1
t . k
t . k
0 0
 
  
 