You are on page 1of 1

Levar a mensagem de Jesus

(Diác. Fernando Bondan)

Caros paroquianos e amigos na caminhada de fé!
Neste mês de fevereiro muitas coisas acontecem: Para muitos têm inicio o ano
letivo na escola; outros voltam de férias renovados e descansados, iniciando novamente
o importante ciclo do trabalho, graça de Deus para prover as necessidades da família.
Na Igreja também temos as matrículas para a catequese.
A palavra “catequese” é de origem grega e significa “fazer ecoar”. Portanto, sua
finalidade é fazer ecoar, ressoar na vida de cada um e no mundo a Palavra de Deus, a
mensagem de Jesus Cristo, sendo força transformadora para uma sociedade melhor.
Quem não se lembra de fazer ecoar sua voz entre as montanhas quando vai à serra?
Aquele eco indo de montanha em montanha até bem longe? Assim é com a catequese:
ela deve fazer ecoar a mensagem de Jesus - através dos catequizandos e de seus pais -
até suas famílias, amigos, escola, trabalho...
Foi com a catequese que começaram a se formar os Evangelhos “sinóticos”
(semelhantes): Mateus, Marcos e Lucas. Eram lidos na Igreja certos textos que
recolheram os ensinamentos de Jesus, como as parábolas do filho pródigo, da moeda e
da ovelha perdida, da oração do Pai nosso, o sermão da montanha com as oito bem-
aventuranças... com a finalidade de catequizar as famílias que se convertiam do
paganismo e se preparavam para receber os sacramentos do Batismo, Crisma e
Eucaristia. Com o tempo este material foi sendo reunido até se formarem os evangelhos
que nós temos hoje.
Observa-se hoje em dia uma grande preocupação dos pais em prepararem seus
filhos para o “mundo”, isto é, que eles estudem e se formem em uma boa profissão, para
serem inseridos no mercado de trabalho. Nada mais correto. Não basta mais ter o ensino
fundamental; é necessário pelo menos receber a formação secundária para se conseguir
um bom emprego e profissão para crescer na vida e conseguir manter uma família.
Poucos conseguem uma formação universitária.
Mas quando de trata da vida espiritual dos filhos, infelizmente é um pouco
diferente: Para alguns, parece que só as necessidades do corpo são importantes. Isto não
é verdade! A Bíblia nos diz: “Ensina a criança no caminho que deve seguir, e dele não
se afastará, mesmo quando envelhecer” (Pr 22,6). É desde pequeno que se ensina a
Palavra de Deus para as crianças, desde casa, mesmo antes da catequese na Igreja. Não
se espera ela crescer para depois escolher uma religião! Já pensou se fizéssemos o
mesmo com a escola? Esperá-las crescer para saberem o que querem?
Esta nossa vida é passageira. Alguns mais afortunados passam dos oitenta...
Mas, e após este vida? A vida eterna. Se preparamos nossos filhos para viverem bem
durante uns oitenta anos, imaginem como deveríamos prepará-los para viverem
eternamente? A vida espiritual deve crescer junto com a vida orgânica. Portanto, não se
esqueçam das matrículas da catequese. Isto não é só responsabilidade dos pais; é dos
padrinhos, dos tios e avós, de toda a comunidade. Que assim seja.