Alterações eritrocitárias

Forma
Formato Sinonímia Descrição / Quando está presente Imagem
Gota Dacriócito,
Eritrócirtos em
forma de
lagrima ou pêra
Mielofibrose, diseritropoiese severa,
anemias hemolíticas, anemia
megaloblástica. Resultam
provavelmente da ação de
macrófagos esplenicos sobre os
eritrócitos normais. O numero de
dacriócitos diminui após a retirada do
baço




Alvo Codócito ou
Target cells
Area de coloração aumentada em
meio a area de palidez central, devido
ao excesso de membrana em relação
ao citoplasma. Hemoglobinopatia C,
E ou S, talassemia e pacientes com
hepatopatia



Foice Drepanócito Aparecem somente nas síndromes
falciformes




Equinócito Hemácia
crenada
São eritrócitos que perderam a forma
discóide e apresentam-se cobertos de
10-30 pequenas espículas rombudas,
de forma relativamente regular. Pode
ocorrer por estocagem do sangue,
almento de acidos graxos no plasma
(como no tratamento com heparina)



Acantócito São eritrócitos se forma
aproximadamente esférica, com 2 `a
20 espiculas de diferentes
comprimentos distribuídas
irregularmente sobre a superfície
Hepatopatias, hipofunção esplênica,
esplenectomizados




Esquizócito Cel.
Fragmentadas
ou queratócitos
Fragmentos de eritrócitos causado
por lesão mecânica (hemólise, ou
pacientes que sofrem queimaduras),
toxicas ou induzidas pelo calor em
células préviamente normais




Hemácia mordia

Bite Cells Quando existe presença de
corpúsculo de heinz e a hemácia
sofre fagocitose de parte do
citoplasma pelos macrófagos
esplênicos



Esferócitos São células com fomato esférico ou
aproximadamente esfeérico, devido a
perda de membrana sem perda
equivalente de citossol em
conseguencia de anormalidades
herdadas ou adquiridas do
citoesqueleto e da membrana.
Comum na esferocitose, menores
quantidades em anemias hemolíticas




Eliptócito

Ovalócitos Eritrócitos alongados e delgados,
com concentração elevada de
hemoglobina produzindo discreta
hipercromia em várias células.
Também são denominados
por ovalócitos quando o eixo
longitudinal do eritrócito é menos
delgado. Os eliptócitos podem ter
origem hereditária ou adquirida.


Leptócito

Os leptócitos são células alongadas e
delgadas (figuras 33 e 34) que
aparecem em deficiência grave de
ferro e nas talassemias.
Morfologicamente se parecem com
os eliptócitos, porém se diferenciam
desses devido à hipocromia
associada. Tem-se relacionado à
anormalidade morfológica do
eritrócito leptócito devido ao excesso
de colesterol na membrana da célula.
Essas células também são comuns
nas doenças crônicas do fígado.





Estomatócito

Apresentam fenda ou estoma linear
central. Ocorrem na anemia
hemolítica auto-imune, esferocitose
hereditária, alcoolismo, cirrose e
ocasionalmente em indivíduos
sadios.





Inclusões
Corpúsculo de
Howell-Jolly
São inclusões eritrocitárias, arredondadas,
de tamanho médio compostas de DNA que
apresentam características tintoriais iquais
às do núcleo. Pode ocorrer devido à
cariorrexie ou expulsão nuclear incompleta
ou cromossomos. São encontrados em
células da medula ossea de indivíduos
normais, porém são removidos pelo baço e
não são vistos no sangue periférico Está
presente na esplenectomia ou anemias
hemolíticas severas



Anéis de Cabot O anel de Cabot aparece no eritrócito como
estrutura anelada, ou dobrada em forma de
oito. Sua origem se deve a material
remanescente dos microtúbulos do
citoplasma dos eritroblastos, especialmente
de RNA ribossômico.
Anemia hemolítica severa, anemia
megaloblástica e disseritropoiese (anemia
sideroblástica, eritroleucemia e
mielofibrose idiopática)



Pontilhado
Basófilo
Presença de consideravel numero de
pequenas inclusões balsofílicas, contendo
RNA (normalmente agragados de
ribossomos), despersas pelo citoplasma do
eritrócito.
Beta talassemia monor, talassemia maior,
intoxicação por chumbo, diseritropoiese e
anemia hemolítica por deficiência de
pirimidina-5-nucleotidase



Corpúsculos de
Pappenheimer
Siderócitos São inclusões basofílicas contendo ferro
que podem estar presentes em pequeno
numero nos eritrócitos, geralmente
formando pequenos conglomerados
proximos à periferia das células.
Reticulócitos frequentemente contem
corpusculos de Pappenheimer.
Esplenectomia,intoxicação por chumbo,
hipoesplenismo, talassemia beta major,