You are on page 1of 6

Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão

Eunice da Graça Honório Santos Ferreira Neves – Escola Básica e Secundária de Ourém - AEO

Conhecimento na área Biblioteca escolar

Aspectos críticos
que a Literatura Desafios. Acções a
Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças
identifica implementar.

▪ Sobrecarga
▪ Valorizar os ▪ Versatilidade; ▪ Falha, por a
burocrática;
processos de ▪ Competências equipa ser
▪ Realização ▪ Excesso de horas de
gestão de modo transversais; pequena, na ▪ Aumento do
de formação formação;
a contribuir para ▪ Competências em TIC; recolha de número de
na medida ▪ Alterações
a colocação da ▪ Espírito auto-didacta; evidências elementos da
do possível educacionais
BE no centro das ▪ Capacidade de do trabalho equipa com
(a profundas;
aprendizagens; organização do Coord. que se perfil para a
necessária, ▪ Expectativas
▪ Capacidade de da BE e da sua Equipa; realiza; integrar e/ou
sem ser utópicas quanto ao
Competências antecipar e de ▪ Desenvolvimento de ▪ Atendimen- maior n.º de
excessiva); papel que é
do professor alterar práticas e estratégias de gestão e to ao horas de
▪ Empenho na humanamente
bibliotecário modelos de de integração da BE na público permanência de
concreti- possível
trabalho; escola e no todos os cada elemento
zação de desempenhar, quer
▪ Especialista da desenvolvimento dos dias; da mesma;
planos de ao coordenador,
aprendizagem; PCT; ▪ Dimensão/ ▪ Maior atenção
actividades quer à equipa quer à
▪ Formação/ ▪ Prospectiva, atenta e dispersão do à recolha de
mais Biblioteca em si.
detenção de detentora de uma Agrupamen- evidências.
interventivos ▪ Profundo
competências postura de investigação to vs n.º de
e inovadores. crescimento da
em Literacia da e de aprendizagem PB
informação/conhe-
Informação. contínua. (4000/2).
cimento acessível.
▪ Espaço de ▪ Organização e ▪ Apesar de ▪ Disponibili- ▪ Este ano – obras na ▪ Desenvolvi-
Organização e aprendizagem e equipamento de empenhada, zação de um escola: condições mento de
Gestão da BE construção do acordo com o definido, a equipa conjunto de mínimas para apoio estratégias de
conhecimento; facultando condições enfrenta recursos de à aprendizagem não gestão
Conhecimento na área Biblioteca escolar

▪ Integrar a de acesso e de trabalho dificuldades informação, estão garantidas – baseadas na


ligação ao individual ou em por ter um em fundo documental e recolha
currículo; grupo (excepto neste número diferentes espaço disponível sistemática de
▪ Articulação período de obras na reduzido de ambientes e para trabalho muito evidências.
constante com escola); professores, suportes, reduzido, centro de
os docentes e ▪ Afectação de um com um actualizada, recursos com ▪ Desenvolver
demais professor bibliotecário número de com funcionamento uma actividade
envolvidos no qualificado e de uma horas extensão e muito limitado; sistemática de
processo equipa que assegure as insuficiente; qualidade ▪ Falta de recolha de
educativo, de rotinas inerentes à ▪ Instabilidad adequadas às funcionários. informação que
forma a alargar a gestão, que articule e e da Equipa; necessidades permita ajuizar
aquisição de trabalhe com a escola, ▪ Autonomia dos e decidir de
conhecimentos; professores e alunos; reduzida utilizadores forma
▪ Equipa ▪ Equipa devido à (em fundamentada
multidisciplinar; multidisciplinar; burocracia desenvolvi- os rumos a
▪ Papel modelador ▪ Integração de um institucio- mento, seguir.
de atitudes e professor da equipa no nal; impulsiona-
comportamen- PTE; ▪ Articulação do pelo
tos. ▪ Divulgação das esporádica plano de
actividades internas e com a BM. contingência
externa e dos recursos – Gripe A).
existentes.
▪ Fundo ▪ Envolvimen- ▪ Falta de verbas para ▪ Desenvolvi-
▪ Catálogo online;
documental to em colmatar as faltas mento de uma
▪ Gestão efectuada em
não cumpre projectos do fundo colecção
função das
as cujos documental (de digital;
Gestão da ▪ Disponibilizar necessidades
directrizes financiamen- modo a poder fazer ▪ Elaboração da
Colecção recursos diagnosticadas;
da RBE no tos permitam uma aproximação “Política de
diversificados. ▪ Qualidade, diversidade
que respeita outro tipo de às indicações Desenvolvi-
e actualidade de boa
às propor- aquisições emanadas pela mento da
parte do fundo
ções entre (que não RBE); Colecção”
documental.
os diversos livros). ▪ Prazos para gerir e ▪ Existência de
Conhecimento na área Biblioteca escolar

tipos de gastar as verbas orçamento para


suportes. atribuídas pela aquisição de
Rede ou PNL; fundo
▪ Falta de autonomia documental
na aquisição de com o
fundo documental. conhecimento
do PB
▪ Criação do
catálogo
concelhio.
▪ Desenvolvimento de
competências de
leitura e de um
▪ Apoiar a infra- ▪ Equipa-
programa de Literacia
estrutura mento
da Informação,
tecnológica; informático
integrado no
A BE como ▪ Formar para as insuficiente
desenvolvimento
espaço de diferentes e desactuali- ▪ Profundo
curricular;
conhecimento literacias; zado; ▪ Diponibili- crescimento, a ▪ Formalizar a
▪ Articulação com
e aprendiza- ▪ Colaborar/ ▪ Falta de zação de grande velocidade, interacção
departamentos,
gem. Trabalho articular com os verba para diversos da informação/ entre a BE, os
professores e alunos
colaborativo e docentes equipar os serviços (a conhecimento Departamen-
na planificação e
articulado com actividades que computa- professores e acessível; tos e os
desenvolvimento de
Departamentos contribuam para dores (da alunos) ▪ Maior especializa- Conselhos de
actividades educativas
e docentes. o desenvolvi- equipa e dos online. ção nas áreas do Turma.
e de aprendizagem;
mento das alunos) com conhecimento.
▪ Dinamização do Clube
competências software
de Cultura e Artes da
que suportam a especializa-
BE/CRE da EBSO
aprendizagem; do/educati-
com actividades de
▪ Contribuir para vo.
apoio ao currículo e de
carácter recreativo,
cultural e formativo.
Conhecimento na área Biblioteca escolar

▪ Apoio à pesquisa e
produção de trabalhos:
o Leccionação de
minicursos para
alunos sobre
pesquisa (Pesquisar
sem se Perder) e
produção de
trabalhos (Mãos à
▪ Pouca consciência
Obra);
▪ Gerir para o da importância do
o Leccionação de
sucesso estudo da
aulas de Área de
educativo, para a metodologia da
Projecto para alunos ▪ Formar os
melhoria das ▪ Alteração de pesquisa e
do 5.º ao 12.º ano professores
Formação para aprendizagens e estratégias produção de
(duas aulas por ▪ Escassez de nesta área de
a leitura e para do trabalho de aplicação trabalhos por parte
turma) apresentando recursos forma a
as literacias escolar; para dos docentes;
um resumo dos humanos e sentirem
▪ Criar mais-valias abranger ▪ Falhas, por parte
principais pontos materiais. necessidade de
comportamen- mais dos docentes, ao
dos minicursos; usar e ensinar a
tais, formativas e público. solicitar um
o Disponibilização de metodologia.
de aprendizagem trabalho: falta de
guiões de pesquisa,
junto dos nossos linhas orientadoras
produção de
alunos. e referências
trabalhos e
bibliográficas.
avaliação do
trabalho
desenvolvido e de
avaliação de
páginas web;
▪ Apoio individualizado
na BE/CRE (pesquisa,
apresentação e
formatação de
Conhecimento na área Biblioteca escolar

trabalhos em
processador de texto)
▪ Escola/Agrupamento
“aLer+” desde 2008.
▪ Integrar
▪ Existência e
conteúdos,
manutenção regular da
administração/
disciplina “Biblioteca”
gestão,
no moodle, página
ambientes ▪ Plano de
Web, endereço
virtuais de emergência
electrónico, blog, Hi5, ▪ Equipar a
aprendizagem e para a gripe ▪ Desigualdades
facebook (Web 2.0); BE/CRE com
BE e os novos currículo; ▪ Escassez de A veio sociais entre os
▪ Divulgação de todas as novos
ambientes ▪ Organização de computa- impulsionar alunos
actividades, computadores e
digitais. informação dores na BE. o desen- condicionantes do
documentos boa rede de
digital para uso volvimento acesso à Internet.
(regulamentos, etc.) e Internet.
no Quadro da Biblioteca
do catálogo online;
Interactivo; digital.
▪ Boletim digital da BE;
▪ Criação de
▪ Participação dos
ambientes
alunos nestes
virtuais de
ambientes.
aprendizagem.
▪ Aferir a eficácia ▪ Elaborar
▪ A pequena da
dos serviços que instrumentos
equipa obriga, na
prestamos, de recolha de
▪ Idealizar maioria das vezes,
identificando ▪ Falta de evidências,
formas de ao envolvimento
Gestão de sucessos e ▪ Elaboração de plano disponibili- simples e
recolher completo nas
evidências/ insucessos que de actividades anual, a dade para eficazes;
evidências e acções, não
avaliação. condicionam a médio e curto prazo. recolha de ▪ Aquisição de
avaliar todas havendo quem
qualidade e evidências. máquina
as acções. possa fazer recolha
eficiência do fotográfica e de
de evidências
serviço. câmara de
(fotos, filmes, etc.).
▪ Aferir o impacto filmar.
Conhecimento na área Biblioteca escolar

que temos nas


atitudes,
comportamento
e competências
dos nossos
utilizadores;
▪ Trazer à luz a
diferença que
fazemos na
escola que
servimos.

Gestão da
mudança Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias
SÍNTESE

Gerir no
Coordenação com dinamismo, eficácia e espírito Falta de tempo para todas as tarefas Registo de evidências no desenvolvimento de
sentido da
de entrega. do dia a dia de uma BE. competências.
optimização
Contribuição para o desenvolvimento das A opinião negativa/ignorância por Mostrar a importância da BE e das literacias
dos processos
literacias e articulação com os PCT. parte dos docentes do papel da no contexto educacional.
que produzam
Articulação da equipa com os professores, órgãos Biblioteca e das funções do Recolha de evidências.
resultados e
de gestão e restante comunidade educativa. professor bibliotecário. Maior envolvimento das estruturas
impacto na
Melhoria do equipamento informático (hardware Escassez de recursos humanos e educativas.
qualidade da
e software). materiais. Divulgação da BE.
BE e dos
Humildade para aprender a aprender. Incutir nos docentes o hábito de Envolvimento dos alunos e professores nas
serviços que
Rentabilização dos recursos e dos processos. actualizar as práticas docentes. actividades propostas pela BE, quer no
prestamos.
Metodologia de ensino centrada no aluno. âmbito curricular quer cultural/recreativo.