You are on page 1of 3

Plano de emergência contra

incêndio
Enviado por daracysne, marco 2013 | 6 Páginas (1155 Palavras) | 15 Consultas
|
 4.5
 1
 2
 3
 4
 5

|
Denunciar
|
CLIQUE TRÊS VEZES PARA DAR BOA SORTE
Envie



SUMÁRIO:
1. Apresentação
2. Introdução
3. Objetivo
4. Aplicação
5. Definições
6. Procedimentos básicos de emergência contra incêndio
7. Procedimentos em situações extremas
8. Disposições gerais
9. Equipamentos disponíveis
10. Referências normativas e bibliográficas
11. Conclusão

APRESENTAÇÃO
O presente plano descreve orientações e procedimentos a serem seguidos pelos
funcionários desta empresa quando da ocorrência de princípios de incêndio, sinistros e
ameaças externas.
INTRODUÇÃO
Através deste plano, informaremos aos funcionários, sobre os procedimentos a serem
seguidos para a prevenção de sinistros e o combate dos mesmos em seus princípios.
Cremos que se os colaboradores tiverem noções básicas sobre prevenção de incêndios,
certamente desenvolverão comportamentos preventivos de modo a evitar surpresas
desagradáveis, capazes de causarem pânico e ferimentos nos presentes. A todos
envolvidos neste trabalho caberá o aperfeiçoamento, com objetivo de torna-los
qualificados para o exercício de suas atividades com o máximo de segurança.
OBJETIVO
O presente Plano de Emergência é elaborado na base dos riscos de incêndio e de pânico
e tem por objetivo definir atribuições específicas e atitudes a serem tomadas em caso de
emergência, visando um rápido e eficiente controle de tais situações.

APLICAÇÃO
Esta Norma de Procedimento Técnico (NPT) aplica-se às áreas de risco ondem possam
existir ocorrências de incêndio ou outra situação de emergência que atinjam as
dependências da empresa,durante e fora do expediente e treinamentos, quando
previamente estabelecidos.
DEFINIÇÕES
O plano constitui tarefas específicas para pessoas previamente instituídas, capazes de
desempenhar papel fundamental no cumprimento do desígnio para garantir a eficácia do
Plano de Emergência, garantindo a sua correta e perfeita atualização.
PROCEDIMENTOS BÁSICOS DE EMERGÊNCIA CONTRA INCÊDIO
Os procedimentos descritos abaixo estão relacionados numa ordem lógica e devem ser
executados conforme a disponibilidade do pessoal e com prioridade ao atendimento de
vítimas.
Alerta: Ao ser detectado um princípio de incêndio, especificar órgãos e telefones de quem
deve ser avisado e como os membros da Brigada e a população em geral devem ser
avisados sobre o alerta. Qualquer empregado poderá dar o alerta através do sinal de
alarme, telefone ou outro meio, ou atuar na tentativa de sua extinção desde que seja
habilitado.
Análise da situação: O chefe da brigada deve se posicionar no ponto de encontro da
brigada e analisar rapidamente o sinistro. Após identificação do local sinistrado o alarme
deverá ser desligado, e o chefe da brigada comandar as ações de combate de incêndio.
Apoio externo: Deve identificar quem é a pessoa responsável por acionar o Corpo de
Bombeiros ou outro meio de ajuda externa. Deve estar claro que esta pessoa deve
fornecer, no mínimo, as seguintes informações:
1. Nome e número do telefone utilizado;
2. Endereço da planta (completo);
3. Pontos de referência;
4. Característica do incêndio;
5.Quantidade e estado das eventuais vítimas;
6. Deverá um brigadista orientar o Corpo de Bombeiros em sua chegada.
Primeiros socorros: Deve dirige-se à entrada Norte do prédio munido de equipamentos de
primeiros socorros, onde deve se instalar a fim de prestar os primeiros atendimentos a
possíveis vítimas, até a chegada de recursos externos.
Abandono de área: Caso seja necessário abandonar o local, fechar todas as portas de
comunicação com o interior do local e acionar novamente o alarme de incêndio para que
se inicie o abandono da área. O Chefe da Brigada deve avaliar a situação e determinar o
abandono geral ou não. Cada pessoa portadora de deficiência deve ser acompanhada por
dois brigadistas ou voluntários, previamente designados pelo Chefe da Brigada.
Isolamento da área: A área sinistrada deve ser isolada fisicamente, de modo a garantir os
trabalhos de emergência e evitar que pessoas não autorizadas adentrem ao local.
Combate ao incêndio: Proceder imediatamente os cortes de energia elétrica e de gás que
será executado pelo pessoal da manutenção, que deve estar à disposição do Chefe da
Brigada. O combate deverá ser feito pelos Brigadistas que são treinados para este tipo de
emergência. A Brigada deverá auxiliar o Corpo de Bombeiros quando estes chegarem ao
local.
Investigação: Após o controle total da emergência e a volta à normalidade, o Chefe da
Brigada deve iniciar o processo de investigação e elaborar um relatório, por escrito, sobre
o sinistro e as ações de controle, para as devidasprovidências.
Em caso de sinistro alguém deverá comunicar-se com:
CONTATOS TELEFÔNICOS - AUTORIDADES
Corpo de bombeiros 193
Defesa Civil 196
SAMU 192
Policia Militar 190

PROCEDIMENTOS EM SITUAÇÕES EXTREMAS
No caso de absoluta impossibilidade de abandonar o local, observe as recomendações:
1. Procure de alguma forma, sinalizar sua posição para que possa ser socorrido;
2. Se o fogo se prender às tuas roupas, não corras. Jogue-se ao chão a fim de apagar o
fogo por abafamento;
3. Se possível molhe suas roupas e coloque um lenço molhado junto ao nariz e a boca,
pois funciona como filtro;
4. Se tiver que caminhar, procure fazê-lo abaixado, pois junto ao solo onde há menos
fumaça;
DISPOSIÇÕES GERAIS
É dever de todo o empregado colaborar com o Plano de Emergência contra incêndio, pois
a segurança é fruto da prevenção. Consegue-se um plano eficiente através de inspeções
preventivas, treinamento de pessoal, conscientização, normas, regulamentos e controle,
visando-se um ambiente seguro e tranquilo.
Os equipamentos de combate a incêndio, as rotas de fuga e as saídas de emergência
devem estar permanentemente identificados e sinalizados, bem como suas condições de
funcionamento e utilização garantidos.
Os procedimentos aqui descritos serão revisados ordenadamente, a fim de adequar o
plano a possíveis modificações que surjam, quanto às atividades operacionais que
envolvam pessoas, equipamentos e área física do local.
Qualquer proposta para alteração neste plano de emergência deverá ser
antecipadamenteencaminhada ao Departamento de Operações - Eng.ª de Segurança e
Meio Ambiente.
EQUIPAMENTOS DISPONÍVEIS
1. Telefone de emergência.
2. Extintor (CO2- Pó químico e Água).
3. Mangueiras de incêndio, hidrantes e esguichos.
4. Sistema de detecção de fumaça.
5. Luz de emergência.
6. Saída de emergência.
7. Portas corta-fogo.
8. Interfones.
9. Alarme de emergência.