You are on page 1of 42

Desenvolvimento do Epitélio

Período Fetal:
início 9a. sem.
Origem:
ectoderma
As glândulas se formam a
partir do quê (de onde)?
das células do epitélio de
revestimento,

que se projeta para o
conjuntivo subjacente

que proliferam em pontos
específicos, gerando um
brotamento
Há rompimento da lâmina basal?

Não!

proliferação celular

diferenciação
do epitélio

Último passo:
Mas em uma lâmina histológica…
A imagem é outra, é um corte!
Como é o tecido conjuntivo de uma glândula exócrina
de grande volume?
Septos
(divisões internas)
Cápsula
(capa externa)
 Uma célula: glândula unicelular
Células secretoras de muco (Mu)
são encontradas em
meio às células que
realizam absorção
Formam órgãos especializados
denominados glândulas
Glândulas
exócrinas (secreção para a superfície epitelial
através de ductos)
endócrinas (secreção para o meio extracelular
e transporte através do sangue)
Watanabe I: SEM Atlas of cells and tissues
of the oral cavity. São Paulo, 1998.
Em todos os
epitélios de
revestimento
há glândulas
exócrinas
Classificação quanto à forma de
liberação do produto de secreção
merócrinas: as células secretoras permanecem
intactas durante a secreção (ex: pâncreas exócrino)
apócrinas: parte das células secretoras se
destaca durante o processo secretório
(ex: glândulas sudoríparas)
holócrinas: células secretoras se destacam
inteiramente da glândula durante o processo
secretório (ex: glândulas sebáceas)
Quanto ao arranjo celular, as glândulas
endócrinas se classificam em:
 Tipo cordonal: cordões maciços de células
glandulares separados por capilares
(ex: adrenal e hipófise)
Capilares (C)
células glandulares
secretoras (S)
Quanto ao arranjo celular, as glândulas
endócrinas se classificam em:
 Tipo vesicular: células glandulares formam
uma camada unicelular que delimita um
espaço onde a secreção se acumula
temporariamente
(ex: tireóide)
Folículos (F)
Capilares (C)
Tipo vesicular: tireóide
As glândulas exócrinas possuem
porção secretora e ducto excretor

acinosas
 Conforme a tubulosas
porção secretora: tubuloacinosas
tubuloalveolares

(ácinos de luz ampla são chamados de alvéolos)
simples
 Conforme o ducto:
compostas
Tubulosa simples
Tubulosa enovelada
simples
Tubulosa ramificada
simples
Acinosa simples
Acinosa ramificada
simples
Tubulosa
composta Acinosa composta Tubuloacinosa composta
Tubulosa simples
intestino grosso
Tubulosa enovelada simples
glândulas sudoríparas
Tubulosa ramificada
simples - estômago
Acinosa simples
uretra
Acinosa ramificada simples
glândulas sebáceas
Tubulosa composta
glândulas do duodeno
Acinosa composta
pâncreas exócrino
Tubuloacinosa composta
glândula salivar submandibular
A atividade das glândulas é regulada por
mensageiros químicos
neurotransmissor
células glandulares são
aquelas com núcleo em azul
hormônio
sangue
Epitélios Glandulares
Imagem de suas células difere conforme o
tipo de secreção:

proteínas, muco (açúcares), lipídios

Células SEROSAS ao microscópio eletrônico
Nesta aula vimos que

1. Os epitélios glandulares são compostos por
células especializadas na produção de secreções

2. Existem glândulas endócrinas (que produzem
hormônios) e exócrinas (cujas secreções alcançam
o epitélio de revestimento através de ductos)

3. As glândulas endócrinas são do tipo cordonal ou
vesicular

4. As exócrinas são classificadas de acordo com a
morfologia de seus ductos e porções secretoras

Textos Básicos
http://www.periodicos.capes.gov.br/
Artigos científicos
(inglês)
Respeitável Público,
OBRIGADA !!!
Ziraldo