You are on page 1of 5

Goiânia, terça-feira, 21 de janeiro de 2014 - Ano - III - Número 3.

Índice
Decisões ................................................... 1
Tribunal Pleno ...................................... 1
Ata ..................................................... 1
Decisões
Tribunal Pleno
Ata
ATA Nº 38 DE 12 DE DEZEMBRO DE
2013
SESSÃO ORDINÁRIA
TRIBUNAL PLENO
ATA da 38ª Sessão Ordinária do Tribunal
Pleno do egrégio Tribunal de Contas do
Estado de Goiás.
Às quinze horas e dez minutos do dia doze
(12) do mês de dezembro do ano dois mil e
treze, realizou-se a Trigésima Oitava
Sessão Ordinária do Tribunal Pleno do
egrégio Tribunal de Contas do Estado de
Goiás, sob a Presidência do Conselheiro
EDSON JOSÉ FERRARI, presentes os
Conselheiros MILTON ALVES FERREIRA,
a Conselheira CARLA CINTIA SANTILLO,
os Conselheiros KENNEDY DE SOUSA
TRINDADE, CELMAR RECH, e SAULO
MARQUES MESQUITA, o Procurador-
Geral de Contas EDUARDO LUZ
GONÇALVES, e Marcus Vinicius do
Amaral, Secretário-Geral desta Corte de
Contas que a presente elaborou. Aberta a
Sessão, o Presidente determinou ao
Secretario que procedesse a leitura dos
extratos das Atas da 37ª Sessão Ordinária
e 20ª Sessão Extraordinária Administrativa,
realizadas no dia 05 de dezembro de 2013,
que foram aprovadas por unanimidade. Em
seguida, comunicou que o momento seria
destinado aos expedientes. O Conselheiro
Kennedy Trindade solicitou a convocação
de Sessão Extraordinária Administrativa
para a apreciação dos processos
administrativos de n°s 201200047003085 e
201300047001592. Solicitou também a
retirada de pauta do processo n°
201100047002471, sendo deferido o seu
Digitally signed by MARCUS VINICIUS DO AMARAL:19009917134
Date: 2014.01.21 11:17:44 -02:00
Reason: Diário Eletrônico de Contas
Tribunal de Contas do Estado de Goiás - Diário Eletrônico de Contas - Ano - III - Número 3 Goiânia, terça-feira, 21 de janeiro de 2014.
2
pedido. O Conselheiro Saulo Marques
Mesquita teceu considerações acerca do
Projeto de Resolução que lhe foi
distribuido, que trata do Código de Ética. O
Conselheiro Celmar Rech solicitou e foi
deferida a prorrogação para fazer a de
devolução de vistas do processo de n°
201100047002867. O Conselheiro Milton
Alves solicitou da Presidência e do
Conselheiro Saulo Mesquita que antes do
encaminhamento do Projeto de Resolução
do Código de Ética à apreciação do
Tribunal Pleno, que fosse agendada
reunião do Colegiado. Em seguida, passou
o Tribunal Pleno a deliberar sobre as
matérias constantes da pauta de
julgamento.
Pela Conselheira CARLA CINTIA
SANTILLO, foi relatado o seguinte feito:
LICITAÇÃO - CONCORRÊNCIA:
1. Processo nº 201200047002310 - Trata
da Concorrência 016/2012-SEE -
Construção de Escola Padrão 2000/FNDE,
na Avenida das Américas, Bairro São João,
em Catalão - GO, realizada pela Secretaria
de Estado da Educação-SEE. A Relatora
proferiu a leitura do relatório e voto.
Tomados os votos nos termos regimentais,
foi o Acordão nº 2711/2013, aprovado por
unanimidade, nos seguintes termos:
“ACORDA o TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO DE GOIÁS, pelos votos dos
membros integrantes de seu Tribunal
Pleno, presumida a legitimidade e
veracidade da documentação juntada aos
autos e diante das razões expostas pela
Relatora, julgar legal o presente Edital de
Licitação, por estar em consonância com a
Lei 8.666/93, e determinando o seu
arquivamento, nos termos do art. 1º, inciso
VII c/c art. 99, inciso I e II da Lei nº 16.168,
de 11 de dezembro de 2007 (Lei Orgânica
do TCE) e, ainda expedir recomendações
ao órgão jurisdicionado no sentido de: a)
que nos próximos certames passe a
motivar a escolha por permitir a
subcontratação, bem como estabeleça
expressamente o seu limite máximo; b)
obtenha o licenciamento ambiental,
previamente à realização do certame. Ao
Serviço de Publicações e Comunicações
para as providências pertinentes a seu
cargo”.
Pelo Conselheiro CELMAR RECH, foram
relatados os seguintes feitos:
RECURSOS - RECONSIDERAÇÃO:
1. Processo nº 201200047002471/902 -
Trata de Recurso de Reconsideração
interposto por ANTÔNIO FALEIROS FILHO
em face do Acórdão nº 1867/2012, de
05/07/2012, autos n.º
201100047001463/312. O Relator proferiu
a leitura do relatório e voto. Tomados os
votos nos termos regimentais, foi o
Acordão nº 2712/2013, aprovado por
unanimidade, nos seguintes termos:
“ACORDA o TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO DE GOIÁS, pelos integrantes do
seu Tribunal Pleno, ante as razões
expostas pelo Relator, em conhecer do
Pedido de Reexame e, no mérito, dar-lhe
provimento para reformar o Acórdão nº
1.867, de 05 de julho de 2012,
determinando: i) O cancelamento da
multa imposta ao Sr. Antônio Faleiros Filho
no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais),
com fundamento no artigo 112, inciso IV,
da Lei nº 16.168/2007,; ii) O
cancelamento da multa no valor de R$
15.0000,00 (quinze mil reais), com
fundamento no inciso VII do mencionado
artigo, em virtude de que o
descumprimento do Acórdão 2.612/2011,
fls. TCE 522/554, foi plenamente justificado
em razão de força maior; À Secretaria
Geral para as providências a seu cargo”.
PROCESSOS DE FISCALIZAÇÃO - ATOS
- INSPEÇÃO:
1. Processo nº 201000047001795 - Tratam
do Relatório de Representação nº 001-5ª
DF/2010, elaborado pela Quinta Divisão de
Fiscalização (5ª DF), junto à Secretaria de
Estado de Cidadania e Trabalho. O Relator
proferiu a leitura do relatório e voto.
Tomados os votos nos termos regimentais,
com registro de impedimento do
Conselheiro Saulo Marques Mesquita, foi o
Acordão nº 2713/2013, aprovado por
unanimidade, nos seguintes termos:
“ACORDA o TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO DE GOIÁS, pelos votos dos
integrantes do seu Tribunal Pleno, ante as
razões expostas pelo Relator, em conhecer
do Relatório de Inspeção nº 001/2011 - 5ª
DF e acatar parcialmente as sugestões
nele contidas, para fins de determinar: À
Tribunal de Contas do Estado de Goiás - Diário Eletrônico de Contas - Ano - III - Número 3 Goiânia, terça-feira, 21 de janeiro de 2014.
3
Secretaria de Cidadania: 1.1 procederão
levantamento da demanda social, da
capacidade produtiva e capacidade
instalada para estabelecer, nos contratos
futuros, os indicadores de desempenho
capazes de viabilizar a aferição dos
aspectos de eficiência, eficácia,
economicidade, qualidade, sustentabilidade
e efetividade; 1.2 observe, em
contratos de gestão futuros, os preceitos
constitucionais, legais e regulamentares;
1.3 eleja prioridades quando da sua
participação na elaboração do PPA e LOA
e firme contratos compatíveis com o que foi
planejado; 1.4demonstre, por ocasião da
prestação de contas, de forma detalhada e
criteriosa os resultados alcançados,
evidenciando qualidade, quantidade,
sustentabilidade e economicidade das
ações pretendidas e a efetividade das
metas estabelecidas; 1.5avalie sua
disponibilidade orçamentária e, junto à
Secretaria da Fazenda, a financeira, antes
de formalizar seus compromissos, visando
adimplir tempestivamente seus
compromissos; 1.6 adote providências
necessárias para estabelecer o controle do
pagamento do pessoal cedido,
estabelecendo uma conexão entre o
Departamento de Recursos Humanos da
OVG e a Folha Geral de Pagamento do
Estado; 1.7 proceda à vistoria periódica dos
bens cedidos e adote providências
necessárias para solucionar o problema
dos bens não localizados, informando-as a
este Tribunal; 1.8repasse os recursos
financeiros nos moldes delimitados no
instrumento contratual; II-À Secretaria de
Cidadania para que determine à OVG que:
2.1 implante sistema informatizado para
controlar todas as entradas e saídas de
bens; 2.2 contrate pessoas para exercer
cargos compatíveis com a função a ser
desempenhada, para evitar demandas
judiciais que acabam onerando a execução
de contratos de gestão; 2.3 elabore um
controle eficiente dos bens cedidos,
facilitando a manutenção e conservação
dos mesmos; 2.4 proceda alteração em seu
Regulamento de Procedimentos para
Compras, Contratações de Serviços, Obras
e Alienações, quanto à necessidade de
autorização do Poder Público para alienar
bens adquiridos com recursos públicos; 2.5
adote providências para o saneamento do
que foi apontado em relação às empresas
Alterdata e LG Informática Ltda.; 2.6adote
providências para sanar as irregularidades
apontadas envolvendo servidores públicos
cedidos pela inspecionada, em relação aos
quais pairam indícios quanto ao pagamento
indevido e acumulação de gratificações,
bem como incompatibilidade com a carga
horária, além de débitos previdenciários
anteriores à vigência dos Contrato de
Gestão e à existência de ações civis e
trabalhistas suportadas com recursos dele
oriundos. III À Secretaria Geral deste
Tribunal de Contas para que leve ao
conhecimento do Serviço de Controle de
Pessoal desta Corte a situação descrita
nos itens 4.1.12 e 4.3.1, do relatório, para a
adoção das medidas pertinentes. À
Secretaria Geral para as providências a
seu cargo".
2. Processo nº 201000047003135/301 - III
Volumes - Trata do Relatório de Inspeção
nº 014/2010, elaborado pela 2ª DF (atual 1ª
DF) junto à SANEAGO. O Relator proferiu
a leitura do relatório e voto. Tomados os
votos nos termos regimentais, foi o
Acordão nº 2714/2013, aprovado por
unanimidade, nos seguintes termos:
“ACORDA o TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO DE GOIÁS, pelos votos dos
integrantes do seu Tribunal Pleno, ante as
razões expostas pelo Relator, em conhecer
do Relatório de Inspeção n.º 014/2010 e
determinar o seu arquivamento. À
Secretaria Geral para as providências a
seu cargo”.
LICITAÇÃO - CONCORRÊNCIA:
1. Processo nº 201200036002908 - Trata
da Concorrência AGETOP nº 051/12-
GEGEL, para construção de Presídio com
300 vagas em Anápolis/GO. O Relator
proferiu a leitura do relatório e voto.
Tomados os votos nos termos regimentais,
com registro de impedimento do
Conselheiro Saulo Marques Mesquita, foi o
Acordão nº 2715/2013, aprovado por
unanimidade, nos seguintes termos:
“ACORDA o TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO DE GOIÁS, pelos integrantes do
seu Tribunal Pleno, ante as razões
expostas pelo Relator, em considerar legal
Tribunal de Contas do Estado de Goiás - Diário Eletrônico de Contas - Ano - III - Número 3 Goiânia, terça-feira, 21 de janeiro de 2014.
4
o referido Edital, decisão esta que submeto
à apreciação de meus pares. À Secretaria
Geral para as providências a seu cargo”.
2. Processo nº 201200036003620 - Trata
do Edital de Concorrência n° 078/2012-
GEGEL, no Sistema de Registro de Preços,
oriundo da AGETOP e de Representação
formulada pelo Sr. Dirceu Francisco
Machado, em face de suposta ilegalidade
no procedimento licitatório. O Relator
proferiu a leitura do relatório e voto.
Tomados os votos nos termos regimentais,
foi o Acordão nº 2716/2013, aprovado por
unanimidade, nos seguintes termos:
“ACORDA o TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO DE GOIÁS, pelos votos dos
integrantes do seu Tribunal Pleno, ante as
razões expostas pelo Relator, em
considerar: a) Improcedente a
representação formulada pelo Sr. Dirceu
Francisco Machado, com o consequente
arquivamento dos autos; b) Legal o Edital
de Licitação Concorrência nº 078/2012-
GEGEL, pelo Sistema de Registro de
Preços, oriundo da Agência Goiana de
Transportes e Obras, restringindo sua
utilização aos serviços comuns de
engenharia, cuja verificação se dará
durante a execução contratual pela
Unidade Técnica competente. À Secretaria
Geral para as providências a seu cargo”.
LICITAÇÃO - PREGÃO:
1. Processo nº 201000047001894 - Trata
do Edital do Pregão Eletrônico nº 095/2010,
promovido pela SANEAGO, para aquisição
de luvas e registros, em ferro fundido,
destinados à Superintendência
Metropolitana de Negócios da empresa. O
Relator proferiu a leitura do relatório e voto.
Tomados os votos nos termos regimentais,
foi o Acordão nº 2717/2013, aprovado por
unanimidade, nos seguintes termos:
“ACORDA o TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO DE GOIÁS, pelos integrantes do
seu Tribunal Pleno, ante as razões
expostas pelo Relator, em considerar legal
o referido Edital, determinando o seu
consequente arquivamento. À Secretaria
Geral para as providências a seu cargo”.
2. Processo nº 201200047003489/309-06 -
Trata do Edital de Pregão nº 7.20022/2012
da CELG, visando a contratação de
serviços contínuos de linha viva (3 equipes
ELVLT e 1 equipe ELVSE). O Relator
proferiu a leitura do relatório e voto.
Tomados os votos nos termos regimentais,
foi o Acordão nº 2718/2013, aprovado por
unanimidade, nos seguintes termos:
“ACORDA o TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO DE GOIÁS, pelos integrantes do
seu Tribunal Pleno, ante as razões
expostas pelo Relator, em considerar legal
o referido Edital e determinar seu
arquivamento. À Secretaria Geral para as
providências a seu cargo”.
3. Processo nº 201300047000142 - Trata
do Edital de Licitação n° 7.00032/12-GT, na
modalidade Pregão Presencial, do tipo
menor preço, da CELG GT, visando
aquisição de seccionadores. (Orçamento
Estimativo: R$ 1.179.200,00). O Relator
proferiu a leitura do relatório e voto.
Tomados os votos nos termos regimentais,
foi o Acordão nº 2719/2013, aprovado por
unanimidade, nos seguintes termos:
“ACORDA o TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO DE GOIÁS, pelos integrantes do
seu Tribunal Pleno, ante as razões
expostas pelo Relator, em considerar legal
o referido Edital. À Secretaria Geral para as
providências a seu cargo”.
4. Processo nº 201300047000226 - Trata
do Edital de Licitação n° 7.00148/12, na
modalidade Pregão Eletrônico, do tipo
menor preço, da CELG Distribuição S/A,
cujo objeto é a aquisição de materiais e
equipamentos diversos. O Relator proferiu
a leitura do relatório e voto. Tomados os
votos nos termos regimentais, foi o
Acordão nº 2720/2013 aprovado por
unanimidade, nos seguintes termos:
“ACORDA o TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO DE GOIÁS, pelos integrantes do
,seu Tribunal Pleno, ante as razões
expostas pelo Relator, em considerar legal
o referido Edital e determinar seu
arquivamento. À Secretaria Geral para as
providências a seu cargo”.
PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL:
1. Processo nº 20183852- Trata da
Prestação de Contas Anual, referente ao
exercício de 2000, da Empresa de
Transporte Urbano do Estado de Goiás -
TRANSURB. O Relator proferiu a leitura do
relatório e voto. Tomados os votos nos
termos regimentais, foi o Acordão nº
Tribunal de Contas do Estado de Goiás - Diário Eletrônico de Contas - Ano - III - Número 3 Goiânia, terça-feira, 21 de janeiro de 2014.
5
2721/2013, aprovado por unanimidade, nos
seguintes termos: “ACORDA o TRIBUNAL
DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS, nos
termos do art. 14, I do RITCE/GO, pelos
integrantes do seu Tribunal Pleno, em
JULGAR REGULARES COM RESSALVAS
as Contas Anuais prestadas pelo Sr. Luiz
José Siqueira, em relação ao exercício de
2000 da Empresa de Transporte Urbano do
Estado de Goiás (TRANSURB), determinar
a expedição de quitação ao responsável,
nos termos do art. 73, §2º, da Lei Orgânica
deste Tribunal e expedir determinação para
que a empresa adote medidas com vistas à
correção das impropriedades verificadas na
presente Prestação de Contas. À
Secretaria Geral desta Corte para as
providências atinentes à espécie e
encaminhar estes autos à Empresa de
Transporte Urbano do Estado de Goiás
(TRANSURB)”.
2. Processo nº 21350531/02 - Trata de
Prestação de Contas Anual, referente ao
exercício de 2001, da Empresa de
Transporte Urbano do Estado de Goiás -
TRANSURB. O Relator proferiu a leitura do
relatório e voto. Tomados os votos nos
termos regimentais, foi o Acordão nº
2722/2013, aprovado por unanimidade, nos
seguintes termos: “ACORDA o TRIBUNAL
DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS, nos
termos do art. 14, I do RITCE/GO, pelos
integrantes do seu Tribunal Pleno, em
JULGAR REGULARES COM RESSALVAS
as Contas Anuais prestadas pelo Sr. Luiz
José Siqueira, em relação ao exercício de
2001 da Empresa de Transporte Urbano do
Estado de Goiás (TRANSURB), determinar
a expedição de quitação ao responsável,
nos termos do art. 73 §2º da Lei Orgânica
deste Tribunal e expedir determinação para
que a empresa adote medidas com vistas à
correção das impropriedades verificadas na
presente Prestação de Contas,
destacando-se ainda do presente
julgamento os autos de n.º 21251185/02. À
Secretaria Geral desta Corte para as
providências atinentes à espécie e
encaminhar estes autos à Empresa de
Transporte Urbano do Estado de Goiás
(TRANSURB)”.


Pelo Conselheiro SAULO MARQUES
MESQUITA, foi relatado o seguinte feito:
LICITAÇÃO - PREGÃO:
1. Processo nº 201200047003045/309-06 -
Trata do Pregão Eletrônico nº 7.00129/12-
DP, da Celg Distribuição S/A - CELG D,
para aquisição de religadores e disjuntores.
O Relator proferiu a leitura do relatório e
voto. Tomados os votos nos termos
regimentais, foi o Acordão nº 2723/2013,
aprovado por unanimidade, nos seguintes
termos: “ACORDA o TRIBUNAL DE
CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS, pelos
votos dos integrantes do seu Tribunal
Pleno, ante as razões expostas pelo
Relator, em considerar legal o referido
Pregão e determinar a remessa dos autos
à origem para fins de arquivamento, nos
termos da Lei Orgânica e Regimento
Interno deste Tribunal, para todos os fins
legais. À Secretaria Geral para as
providências a seu cargo”.
Nada mais havendo a tratar, às dezesseis
horas e trinta e seis minutos, foi encerrada
a Sessão, sendo, ato continuo, convocada
outra, de caráter extraordinária
administrativa.
Presentes os Conselheiros: Edson José
Ferrari (Presidente) Milton Alves
Ferreira, Sebastião Joaquim Pereira
Neto Tejota, Carla Cíntia Santillo,
Kennedy de Sousa Trindade e Celmar
Rech.
Representante do Ministério Público de
Contas: Eduardo Luz Gonçalves
Sessão Ordinária do Tribunal Pleno nº
01/2014.
Ata aprovada em 16/01/2014.