You are on page 1of 18

CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL

PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
1

Olá, pessoal, tudo bem.
Bem vindos ao curso preparatório para o concurso da Agência de Defesa Agropecuária do
Estado de Roraima –ADERR.
Temos como banca organizadora do concurso a Universidade Estadual de Roraima-UERR, que
não dispõe de questões referentes ao concurso da ADERR por ser o primeiro concurso da
Agência.
A apostila foi organizada com comentários referentes às legislações e com questões
contextualizadas e com a forma que a banca costuma cobrar em suas provas.
Alguns pontos serão abordados com maior ênfase por serem considerados importantes e que
costumam ser cobradas na maioria dos concursos realizados pela banca.
Com o método adotado, além das aulas presenciais, o candidato deverá sempre que possível
revisar o conteúdo com o intuito de consolidar as informações, adquirir familiaridade com a
banca e manter-se atualizado.
O conteúdo das aulas serão o seguinte:

Aula 01
Lei 644/2008 – Criação da Agência de
Defesa Agropecuária de Roraima
Aula 02 Lei 950/2014 – Modifica a Lei 644/2008

Feitas as devidas apresentações, comecemos.
Como essa é apenas legislação geral, conforme o edital, não estudaremos as legislações
específicas nesse momento.
Vamos lá! Boa aula a todos!

Vejamos algumas considerações a respeito da banca organizadora do concurso, no caso a
Universidade Estadual de Roraima – UERR.
As questões são de múltipla escolha, com 05 alternativas, com questões com abordagem literal
das legislações, não cobra jurisprudências ou doutrina e o candidato deve ter atenção especial
com as partículas das sentenças tais como: “não”, “pode”, “obrigatoriamente”, exclusivamente”,
“automaticamente”, “preferencialmente”, e outras partículas que podem confundir o candidato
no momento de assinalar a questão.
Veja a questão.
Questão 1 - (UERR, ITERAIMA, 2013) Segundo a Lei Complementar n° 053/2001 o retorno do
servidor estável ao cargo anteriormente ocupado e em decorrência da inabilitação em estágio
probatório relativo a outro cargo ou reintegração do anterior ocupante é a:
a) Nomeação;
b) Promoção;
CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
2

c) Reintegração;
d) Recondução;
e) Aproveitamento.

Gabarito: D
Comentário: Eis uma questão típica da UERR, que elaborou a questão na transcrição e adaptação
da Lei Complementar n° 053/2001.
Visto uma questão típica da UERR, iniciaremos com a leitura na íntegra da Lei n° 644/2008 e
suas modificações pela Lei 950/2014.
Obs.: Para quem não é familiarizado com legislação, pode estranhar a presença das abreviaturas
NR: Nova Redação e AC: Acréscimo; no final de algum artigo, parágrafo, inciso.

LEI Nº 644 DE 8 DE
ABRIL DE 2008
“Dispõe sobre a criação da Agência de Defesa Agropecuária do
Estado do Roraima – ADERR, e dá outras providências.”
LEI 950 DE 09 DE
JANEIRO DE 2014
“Altera a Lei nº 644, de 8 de abril de 2008 que dispõe sobre a
criação da Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima –
ADERR, e dá outras providências.”

Art. 1º A Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima – ADERR, criada pela Lei Nº
644, de 08 de abril de 2008, é uma entidade autárquica com personalidade jurídica de Direito
Público, dotada de autonomia técnica, administrativa e financeira, com sede e foro nesta capital e
jurisdição em todo o Estado de Roraima, vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura,
Pecuária e Abastecimento – SEAPA, com prazo de duração indeterminado.” (NR) (Redação pela
Lei n° 950/2014)

Comentário: A administração pública no Brasil se divide em direta e indireta. A administração
direta, também chamada de administração pública centralizada é formada por órgãos
despersonalizados, não possuindo personalidade jurídica própria, portanto, não são capazes de
contrair direitos e obrigações por si próprios. Com isso, entendemos que a administração direta,
como o próprio nome diz, a atividade administrativa é exercida pelo próprio governo que “atua
diretamente por meio dos seus Órgãos, isto é, das unidades que são simples repartições interiores
de sua pessoa e que por isto dele não se distinguem”. Celso Antônio Bandeira de Mello
(2004:130).
Nesse caso, temos exemplo de órgãos que atuam como como parte da administração direta nas
esperas federal, estadual e municipal. Tais como: Ministérios, Órgãos federais ligados à União; as
Secretarias Estaduais, Órgãos estaduais ligados ao estado membro; e as Secretarias Municipais,
Órgãos municipais ligados à esfera municipal de poder.
A Administração Pública Indireta ou Descentralizada é a atuação estatal de forma indireta na
CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
3

prestação dos serviços públicos que se dá por meio de outras pessoas jurídicas, distintas da
própria entidade política. Estas estruturas recebem poderes de gerir áreas da Administração
Pública por meio de outorga.

A outorga ocorre quando o Estado cria uma entidade (pessoa jurídica) e a ela transfere, por lei,
determinado serviço público ou de utilidade pública.
São elas: Autarquias, Empresas Públicas, Sociedades de Economia Mista e Fundações Públicas.
MACETE: Um forma fácil de lembrar dos órgãos da administração indireta, lembrem de FASE

F Fundação Pública
A Autarquias
S Sociedade de Economia Mista
E Fundações Públicas

Dentro da administração direta temos as autarquias que vejamos do que se trata.

Autarquia é a Entidade integrante da Administração Pública Indireta, criada pelo próprio governo,
através de uma Lei Específica (lei ordinária que trata de um tema pré-determinado) para exercer
uma função típica, exclusiva do Estado. Independem de registro e são organizadas por
Decreto. Tem o seu fim específico (especialidade) voltado para a coletividade.
Por exemplo, na área da saúde, temos o INSS, na área da educação, as Autarquias Educacionais
como a própria UERR, na área de proteção ambiental, o IBAMA, etc. Podem ser federais,
estaduais ou municipais.
As Autarquias são “pessoas jurídicas de Direito Público de capacidade exclusivamente
administrativa”. Deve-se dizer, porém que a Autarquia não tem autonomia política, ou seja, não
tem poderes para inovar o ordenamento jurídico (fazer leis)
A distinção de todos os órgãos tanto da administração direta quanto indireta será tratada em
conteúdo específico em Noções de Direito Administrativo.

CAPÍTULO I
DA NATUREZA E FINALIDADE
Art. 2º O artigo 2º, da Lei nº 644, de 8 de abril de 2008, passa a vigorar com a seguinte redação,
acrescido de parágrafo único:
“Art. 2º A ADERR tem por finalidade promover, elaborar, gerir, coordenar e executar a política
de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima, com finalidade de garantir o controle, a prevenção
e a sanidade no setor agropecuário, visando o desenvolvimento sócio-econômico sustentável e a
CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
4

melhoria na qualidade de vida da população roraimense. (NR) (Redação dada pela Lei n°
95/20014)
Parágrafo único. Para cumprir suas finalidades a ADERR contará com recursos financeiros,
humanos e materiais, indispensáveis à realização de suas atividades.” (AC) (Redação dada pela
Lei n° 95/20014)

CAPÍTULO II
DAS COMPETÊNCIAS
Art. 3º À ADERR compete:
I – planejar, coordenar, fiscalizar e executar as Políticas de Saúde Animal e Vegetal além de
Defesa Sanitária; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
II – proceder ao controle sanitário de qualidade, classificação, inspeção, padronização e
armazenamento de produtos e subprodutos de origem animal e vegetal; (NR) (Redação dada pela
Lei n° 95/20014)
III – prestar serviços laboratoriais de sanidade agropecuária; (NR) (Redação dada pela Lei n°
95/20014)
IV – fiscalizar, registrar e controlar a produção e venda de insumos agropecuários no âmbito do
território estadual; (NR) (Redação pela Lei n° 950/2014)
V – prestar consultoria e orientação nas áreas de sua atuação; (NR) (Redação dada pela Lei n°
95/20014)
VI – orientar produtores e as suas organizações formais, quanto aos benefícios e aos
instrumentos da Política Agropecuária e de Defesa Animal; (NR) (Redação dada pela Lei n°
95/20014)
VII – desenvolver além de suas atividades, aquelas que forem delegadas, mediante instrumento
próprio, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, e pela Secretaria de
Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – SEAPA, estas de acordo com suas
possibilidades; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
VIII – propor e executar os programas de promoção, proteção da saúde animal, vegetal e da
educação sanitária, cumprindo a legislação federal e estadual aplicável; (NR) (Redação dada pela
Lei n° 95/20014)
IX – estabelecer medidas de prevenção, monitoramento, controle e erradicação sobre as
ocorrências zoofitossanitárias no Estado; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
X – exercer as atividades de vigilância epidemiológica para realizar o diagnóstico precoce de
doenças e pragas, além do controle; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XI – propor normas e procedimentos de caráter preventivo que visem assegurar a saúde dos
animais e vegetais e a qualidade sanitária dos produtos e subprodutos, industriais ou artesanais,
de origem agropecuária; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XII – propor, coordenar, executar e modernizar as atividades do Sistema Estadual de Defesa
CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
5

Agropecuária; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XIII – cadastrar, registrar e fiscalizar as pessoas físicas e jurídicas que produzam, comercializem
e distribuam produtos quimioterápicos, biológicos, agrotóxicos e produtos afins, bem como os
prestadores de serviços zoofitossanitários; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XIV – firmar convênios, acordos e contratos com pessoas físicas ou jurídicas de direito público
ou privado, nacionais ou estrangeiros, objetivando o desenvolvimento das atividades de sua
competência técnica; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XV - desenvolver estudos e pesquisas de natureza técnico-econômica, a fim de fornecer base à
melhoria da Defesa Agropecuária.XVI – planejar, coordenar e executar a educação sanitária
agropecuária. (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
§1º Os serviços laboratoriais agropecuários serão executados pela ADERR, somente no caso da
iniciativa privada não ofertar os serviços ou ofertá-los de forma insuficiente para atender a
demanda. (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
§2º Os serviços laboratoriais agropecuários serão executados, preferencialmente, para a
realização de análises de controle em suas atividades. (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
(Redação dada pela Lei n° 95/20014)
§3º Os exames laboratoriais a serem executados pela ADERR atenderão ao interesse da
administração pública, mas quando realizados para.

Comentário: O artigo é taxativo com relação às competências da ADERR, o candidato de ver
ter atenção com relação aos termos de sanidade agropecuária empregados no artigo.

CAPÍTULO III DA ESTRUTURA BÁSICA
Art. 4º A ADERR tem a seguinte estrutura organizacional básica:
I – Conselho Estadual de Defesa Agropecuária de Roraima
II – Presidência; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
III – Chefia de Gabinete; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
IV – Procuradoria Jurídica; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
V – Assessoria Especializada; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
VI – Controle Interno; (NR) (Redação pela Lei n° 950/2014) (Redação (Redação dada pela Lei
n° 95/20014) dada pela Lei n° 95/20014)
VII – Assessorias; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
VIII – Comissão Permanente de Licitação; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
IX – Diretoria de Defesa, Classificação e Inspeção Vegetal; (NR) (Redação dada pela Lei n°
95/20014)
X – Gerência de Classificação e Inspeção de Produtos de Origem Vegetal; (NR) (Redação dada
CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
6

pela Lei n° 95/20014)
XI – Núcleo de Classificação; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XII – Núcleo de Inspeção Vegetal; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XIII – Gerência de Defesa Vegetal; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XIV – Núcleo de Programas de Defesa Vegetal; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XV – Núcleo de Certificação Fitossanitária; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XVI – Núcleo de Agrotóxico; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XVII – Diretoria de Defesa e Inspeção Animal; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XVIII – Gerência de Defesa Animal; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XIX – Núcleo de Fiscalização de Trânsito e Aglomeração; (NR) (Redação dada pela Lei n°
95/20014)
XX – Núcleo de Programas de Defesa Animal; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XXI – Unidade de Laboratório Animal; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014) XXII –
Gerência de Inspeção de Produtos de Origem Animal; (AC) (Redação dada pela Lei n°
95/20014) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XXIII – Núcleo de Produtos de Origem Animal; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
(Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XXIV – Núcleo de Registro e Rotulagem; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XXV – Gerência de Monitoramento e Controle; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XXVI – Núcleo de Epidemiologia Animal; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014) XXVII –
Núcleo de Epidemiologia Vegetal; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014) (Redação dada
pela Lei n° 95/20014)
XXVIII – Núcleo de Controle e Qualidade de Laboratórios; (AC) (Redação dada pela Lei n°
95/20014)
XXIX – Coordenação Agropecuária Regional Área Norte; (AC) (Redação dada pela Lei n°
95/20014)
XXX – Coordenação Agropecuária Regional Área Centro; (AC) (Redação dada pela Lei n°
95/20014)
XXXI – Coordenação Agropecuária Regional Área Sul; (AC) (Redação dada pela Lei n°
95/20014)
XXXII – Unidade Local de Defesa Agropecuária; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XXXIII – Escritório de Atendimento à Comunidade; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XXXIV – Postos de Vigilância; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XXXV – Diretoria Administrativa e Financeira; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XXXVI – Gerência de Orçamento e Finanças; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
7

XXXVII – Núcleo de Arrecadação; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XXXVIII – Núcleo Contábil; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XXXIX – Núcleo de Convênio; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XL – Gerência Administrativa; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XLI – Núcleo de Patrimônio; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XLII – Núcleo de Transporte e Logística; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XLIII – Núcleo de Tecnologia de Informação; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XLIV– Núcleo de Processos e Contratos; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XLV – Gerência de Recursos Humanos; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XLVI – Núcleo de Pessoas; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XLVII – Núcleo de Folha de Pagamento; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
XLVIII – Chefe de Segurança de Transporte de Gabinete. (AC) (Redação dada pela Lei n°
95/20014)
Parágrafo único. A estrutura organizacional é a constante do Anexo I desta lei, cujo quantitativo
de cargos para cada setor está previsto no Anexo VI, desta Lei. (NR) (Redação dada pela Lei n°
95/20014)



CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
8

Art. 5º O Conselho Estadual de Defesa Agropecuária é órgão consultivo da ADERR.”
(NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)

Art. 6º Art. 6º O Conselho Estadual de Defesa Agropecuária é constituído por 9 (nove) membros
titulares e 9 (nove) suplentes, tendo a seguinte composição:
I - o Secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento;
II - o Secretário de Estado de Planejamento e Desenvolvimento;
III - o Secretário de Estado de Fazenda;
IV - o Diretor-Presidente da ADERR;
V - o Superintendente Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Estado de
Roraima; (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
VI - o Presidente da Federação das Indústrias do Estado de Roraima;
VII - o Presidente da Federação da Agricultura do Estado de Roraima.
VIII – o Presidente da Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Estado de
Roraima; (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
IX – o Representante da EMBRAPA, a ser indicado pelo Chefe Geral da Unidade em
Roraima.” (AC) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)
§ 1º O Conselho Estadual de Defesa Agropecuária será presidido pelo Diretor-Presidente da
ADERR.
§ 2º Os membros do Conselho de Defesa Agropecuária e seus suplentes serão nomeados pelo
Governador do Estado.
§ 4º O funcionamento do Conselho constará em seu Regimento Interno, aprovado através de
Resolução do próprio Conselho.

Art. 7º A participação no Conselho é considerada como serviço público relevante para a Defesa
Agropecuária Estadual, portanto não remunerada. (NR) (Redação dada pela Lei n° 95/20014)

CAPÍTULO IV
DO PATRIMÔNIO E RECEITAS
Art. 8º O patrimônio da ADERR é constituído:
I - pelos bens móveis e imóveis, pertencentes ao Departamento de Defesa Agropecuária, que
constituíam o patrimônio da Secretária de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do
Estado de Roraima e que sejam passíveis de transferência;
II - pelos bens, direitos e valores que lhe sejam transferidos;
CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
9

III - pelo saldo do exercício financeiro; e
IV - pelos recursos financeiros previstos no orçamento anual.
Comentário: O patrimônio de uma Autarquia é próprio, ou seja, pertencente à própria Entidade e
não ao ente político que a criou, trata-se de um patrimônio distinto do governo, com um fim
específico, determinado em lei.

Art. 9º Os bens, direitos e valores da ADERR serão utilizados exclusivamente no cumprimento
de suas atividades.
Art. 10. No caso de extinção da ADERR, seus bens e direitos passam a integrar o patrimônio do
Estado de Roraima.
Art. 11. Constituem receitas da ADERR:
I - os recursos provenientes de dotações orçamentárias anuais; (NR) (Redação pela Lei n°
950/2014);
II - as doações, legados, subvenções e contribuições de pessoas físicas e jurídicas, de direito
público ou privado nacionais ou estrangeiras;
III - as transferências de recursos consignados nos orçamentos da União, do Estado e dos
Municípios;
IV - as rendas patrimoniais, inclusive juros e dividendos;
V - os recursos oriundos da alienação de bens patrimoniais móveis; (NR) (Redação pela Lei n°
950/2014);
VI - os recursos provenientes de convênios, acordos ou contratos celebrados com órgãos de
direito público ou entidades privadas, nacionais ou internacionais;
VII - os recursos obtidos através de convênios, para execução de serviços por delegação do
Governo Federal;
VIII - as receitas provenientes dos emolumentos, taxas e multas decorrentes do exercício da
fiscalização, da prestação de serviços técnicos, emissão e aprovação de laudos; (NR) (Redação
pela Lei n° 950/2014); e
IX - outros recursos eventuais ou extraordinários que lhe sejam atribuídos, em razão de suas
atividades.
Parágrafo único. Lei específica definirá os emolumentos, taxas e multas com respectivos valores
que serão atualizados anualmente, por ato do Chefe do Poder Executivo. (AC) (Redação dada
pela Lei n° 95/20014)

Comentário: Receitas é toda captação financeira, conforme descritos nos incisos, necessária
para a realização das atividades da Agência, seja para compra de bens duráveis ou não duráveis,
pagamento de pessoal, obras e entre outros.

CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
10

CAPÍTULO V
DO PESSOAL
Art. 12. Ficam criados os Cargos de Provimento em Comissão na estrutura da ADERR, cujo
quantitativo e remuneração são os constantes do Anexo II, parte integrante desta Lei.
Parágrafo único. Os Cargos de Provimento em Comissão serão preenchidos, preferencialmente,
por servidores do Quadro de Provimento Efetivo da Autarquia.
Art. 13. O ingresso no quadro efetivo da ADERR dar-se-á mediante concurso público de provas
e títulos.
Art. 14. O Quadro de Pessoal da ADERR será regido pelo Regime Jurídico dos Servidores
Públicos Civis do Estado de Roraima. (Lei Complementar 053/2001)
Art. 15. Compete à ADERR promover e apoiar a formação, o treinamento e o aperfeiçoamento
de seu pessoal.
Art. 15-A. No caso de extinção da ADERR, os servidores efetivos do Quadro de Pessoal da
ADERR passam a integrar o Quadro Geral de Servidores Efetivos do Poder Executivo do Estado
de Roraima.” (NR) (Redação pela Lei n° 950/2014)

Comentário: Nas Autarquias é possível ser adotado dois regimes jurídicos de pessoal, o
estatutário, em que o servidor público ocupa um cargo público, regido por um por estatuto, ou o
celetista, em que o empregado público ocupa emprego público regido pelas Lei Trabalhistas
(CLT). No caso da ADERR o regime adotado é o estatutário.


CAPÍTULO VI
DO CONTRATO DE GESTÃO
Art. 16. A autonomia gerencial, orçamentária e financeira da ADERR deverá ser ampliada
mediante Contrato de Gestão, quando se fizer necessário, celebrado entre a Diretoria e o Poder
Público, que tenha por objeto a fixação de metas de desempenho para a entidade, nos termos
desta Lei e observadas as seguintes condições:
I - o prazo de duração do Contrato de Gestão não deverá ser superior a 03 (três) anos, podendo
ser prorrogado, por igual período;
II - os critérios de avaliação de desempenho, direitos, obrigações e responsabilidades dos
dirigentes serão definidos no contrato a ser firmado;
III - a remuneração do pessoal não deverá ultrapassar 40% (quarenta por cento), dos recursos
repassados através do contrato.
§ 1º A execução do Contrato de Gestão deverá ser supervisionada pelo Secretário de Estado da
Agricultura, Pecuária e Abastecimento e pelo Secretário de Estado do Planejamento e
Desenvolvimento, sendo obrigatória a apresentação de relatórios pertinentes à execução do
Contrato de Gestão, ao término de cada exercício financeiro ou a qualquer momento, conforme
CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
11

recomende o interesse público, contendo comparativo específico das metas propostas com os
resultados alcançados, acompanhado da prestação de contas correspondente ao respectivo
exercício financeiro.
§ 2º O extrato do Contrato de Gestão deverá ser publicado no Diário Oficial do Estado de
Roraima, no prazo máximo de 10 (dez) dias, após a sua assinatura. (Revogado pela Lei n°
95/20014)

CAPÍTULO VII
DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
Art. 17. O titular do cargo de Presidente da ADERR será nomeado pelo Governador do Estado,
enquanto os demais cargos comissionados, pelo Diretor-Presidente.
Parágrafo único. Os cargos de diretorias das áreas técnicas devem ser exercidos exclusivamente
por profissionais da área de medicina veterinária, agronomia, zootecnia, ou engenharia florestal.
Art. 19. Os servidores do quadro efetivo do Poder Executivo do extinto Departamento de Defesa
Agropecuária e Abastecimento – SEAPA, passam a integrar o quadro de pessoal e serão
remanejados dentro do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração – PCCR, dos servidores da
Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima – ADERR, observados os quantitativos
existentes, 17 Agrônomos, 12 Médicos Veterinários, 16 Técnicos Agrícolas ou em Agropecuária,
01 Técnico em Contabilidade, 01 Administrador, 04 Assistentes Administrativos e 02 Auxiliares
Administrativos, funções, atribuições e as respectivas características inerentes aos cargos.” (NR)
(Redação dada pela Lei n° 95/20014)

Art. 20. A Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento prestará o apoio
necessário à execução das atividades da ADERR, até a implantação do quadro permanente de
pessoal.
Art. 21. As despesas decorrentes da aplicação desta Lei correrão à conta da dotação orçamentária
do Poder Executivo Estadual.
Art. 22. Fica o Poder Executivo autorizado a abrir ao Orçamento Fiscal do Estado, Lei
Orçamentária Anual nº 635, de 14 de janeiro de 2008, em favor da ADERR, vinculada à
Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, crédito especial no valor global
de R$ 3.937.255,00 (três milhões, novecentos e trinta e sete mil, duzentos e cinqüenta e cinco
reais), para atender à programação constante dos Anexos III e IV desta Lei.
§ 1º O Decreto de abertura de crédito especial estabelecerá seu detalhamento, por natureza de
despesa, observadas as disposições contidas nesta Lei e na legislação vigente.
§ 2º Os recursos necessários à execução do disposto no art. 22 desta Lei decorrerão de anulação
de dotação e recursos de arrecadação própria, conforme indicado no Anexo IV desta Lei.
§ 3º O crédito de que trata o art. 22 poderá ser suplementado, nos termos dos incisos II e III do
art. 43 da Lei nº 4.320, de 1964.

CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
12

Art. 23. Fica extinto o Departamento de Defesa Agropecuária da estrutura organizacional da
Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Lei 950/20104
Art. 11. Ficam criados 40 (quarenta) cargos comissionados na estrutura da ADERR, sendo:
I – 1 (um) cargo de Assessor Especializado;
II – 1 (um) cargo de Gerente;
III – 1 (um) cargo de Assessor;
IV – 21 (vinte e um) cargos de Chefe de Núcleo;
V – 15 (quinze) cargos de Chefe de Unidade Local; e
VI – 1 (um) cargo de Chefe de Segurança de Transporte de Gabinete.
§1º O valor do vencimento e os códigos dos cargos mencionados no caput deste artigo são os
constantes no Anexo II desta Lei.
§2º O perfil e as atribuições dos cargos previstos no caput deste artigo estão previstos no Anexo
III, parte integrante desta Lei.
§3º Pelo menos 70% (setenta por cento) dos cargos em comissão serão preenchidos
preferencialmente por servidores de carreira da Agência de Defesa Agropecuária do
Estado de Roraima – ADERR.
Art. 12. Ficam extintos 2 (dois) cargos comissionados na estrutura da ADERR, sendo um de
Chefe do Laboratório de Sanidade Vegetal e o cargo de Chefe de Patrimônio, passando o Anexo
II da Lei nº 644, de 8 de abril de 2008, a vigorar com a redação do Anexo II, parte integrante
desta lei.

Comentário: Os artigos 11 e 12 da Lei 950/2014 foram os únicos a não modificarem a Lei
644/2008.

Visto as Leis e suas descrições, procederemos aos exercícios de fixação.







CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
13

1 – Segundo a Lei n° 644/2008 assinale a questão correta:
a) A nomeação do titular do cargo de Diretor Presidente da ADERR é realizada pela
Assembleia Legislativa de Roraima;
b) Os cargos de direção técnica devem ser ocupados preferencialmente por servidores da
área de veterinária, agronomia, zootecnia e engenharia florestal;
c) No caso de extinção da ADERR, os bens passam a ser novamente da SEAPA;
d) Os membros do Conselho de Defesa Agropecuária e seus suplentes são nomeados pelo
chefe maior do executivo estadual;
e) Até a formação do quadro efetivo, os servidores da SEAPA serão remanejados para a
ADERR, mas ainda com o PCCR Geral do Estado.

Comentários:

a) Conforme a lei 644/2008 em seu Art. 17 reza: O titular do cargo de Presidente da
ADERR será nomeado pelo Governador do Estado, enquanto os demais cargos
comissionados, pelo Diretor-Presidente. (ERRADA);
b) Ainda no Art. 17 da LEI 644/2008 temos o seu Parágrafo único. Os cargos de diretorias
das áreas técnicas devem ser exercidos exclusivamente por profissionais da área de
medicina veterinária, agronomia, zootecnia, ou engenharia florestal. Ou seja, estes cargos
são de exclusividade dos profissionais das áreas citadas e não preferencialmente com
escrita na alternativa. Cuidado para que não haja confusão dos profissionais da área de
agronomia, pois, o não é somente o Eng. Agrônomo o profissional sesta área, temos
também o Eng. Agrícola, Bacharel em Ciências Agrárias, entre outros. (ERRADA)
c) No artigo 10 da Lei 644/2008 temos: No caso de extinção da ADERR, seus bens e
direitos passam a integrar o patrimônio do Estado de Roraima. Ou seja, não voltam para a
ADERR. (ERRADA)
d) O art. 6° da Lei 644/2008 no seu parágrafo segundo diz o seguinte: § 2º Os membros do
Conselho de Defesa Agropecuária e seus suplentes serão nomeados pelo Governador do
Estado. Quem é o Governador do Estado? Sim, isso mesmo, o chefe maior do executivo
estadual. (CORRETA);
e) A lei que trata da criação e a lei que a modifica fazem referência ao quadro de pessoal da
ADERR, sendo que, aqueles servidores que facultarem por fazer parte do quadro efetivo
da ADERR (Art. 10 da Lei 950/2014 que modifica o Art. 19 da Lei 644/2008: Os
servidores do quadro efetivo do Poder Executivo do extinto Departamento de Defesa
Agropecuária e Abastecimento – SEAPA, passam a integrar o quadro de pessoal e serão
remanejados dentro do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração – PCCR, dos
servidores da Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima – ADERR).
(ERRADA)

CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
14

2 – A ADERR, autarquia com personalidade jurídica de Direito Público, dotada de
autonomia administrativa e financeira, com sede e foro nesta capital e jurisdição em todo o
Estado de Roraima, está vinculada à qual órgão da administração direta estadual.
a) Superintendência Federal da Agricultura em Roraima – SFA/RR;
b) Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento- SEAPA;
c) Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento - SEPLAN;
d) Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos - FEMARH;
e) Secretaria de Estado Extraordinária de Projetos Especiais - SEPES.

Comentário: A modificação da Lei 644/2008 pela Lei 950/2014 traz no seu art. 1° o seguinte: A
Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima – ADERR, criada pela Lei Nº 644, de 08
de abril de 2008, é uma entidade autárquica com personalidade jurídica de Direito Público,
dotada de autonomia técnica, administrativa e financeira, com sede e foro nesta capital e
jurisdição em todo o Estado de Roraima, vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura,
Pecuária e Abastecimento – SEAPA, com prazo de duração indeterminado. (GABARITO: B)

3 – A ADERR foi criada com o intuito de executar atividades típicas da administração
pública, com personalidade jurídica de Direito Público, dotada de autonomia
administrativa e financeira, portanto trata-se de uma:
a) Fundação Pública;
b) Sociedade de Economia Mista;
c) Autarquia;
d) Empresa Pública;
e) Empresa de Economia Mista.
Comentário: Caso você tenha alguma dúvida sobre essa questão, o que é pouco provável, leia
novamente o art. 1° da Lei 950/2014. Art. 1°: Art. 1º A Agência de Defesa Agropecuária do
Estado de Roraima – ADERR, criada pela Lei Nº 644, de 08 de abril de 2008, é uma entidade
autárquica com personalidade jurídica de Direito Público, dotada de autonomia técnica,
administrativa e financeira, com sede e foro nesta capital e jurisdição em todo o Estado de
Roraima, vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – SEAPA,
com prazo de duração indeterminado. (GABARITO: C)
Só lembrando que as autarquias fazem parte da administração pública indireta ou
descentralizada.
CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
15


4 – De acordo com a Lei n° 644/2008 e suas modificações julgue os itens a seguir e assinale a
opção incorreta:
a) A ADERR tem o prazo de duração indeterminado;
b) Os cargos comissionados devem ser ocupados exclusivamente por servidores do quadro
efetivo;
c) Fica criado o Conselho Estadual de Defesa Agropecuária;
d) No caso de extinção da ADERR, os servidores voltam ao quadro de servidores efetivos
do Governo do Estado;
e) Fiscalização, laudos laboratoriais, controle do trânsito de animais e vegetais, bem como
seus produtos e subprodutos, constituem competências da ADERR.
Comentário:
Cuidado com questões que fazem referências negativas nos enunciados, destaque a partícula
negativa da questão para uma melhor compreensão do enunciado e sua relação com as
alternativas
a) Vejamos o Art. 1º: Fica criada a Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima -
ADERR, entidade autárquica com personalidade jurídica de Direito Público, dotada de
autonomia administrativa e financeira, com sede e foro nesta capital e jurisdição em todo
o Estado de Roraima, vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e
Abastecimento – SEAPA, com prazo de duração indeterminado. (CERTA);
b) De acordo com o Art. 11 da lei 950/2014 em seu parágrafo 3° reza o seguinte: §3º Pelo
menos 70% (setenta por cento) dos cargos em comissão serão preenchidos
preferencialmente por servidores de carreira da Agência de Defesa Agropecuária do
Estado de Roraima – ADERR. Logo, a questão está (ERRADA).
c) O art. 5° da Lei 950/2014 faz referência ao que pode a alternativa: O Conselho Estadual
de Defesa Agropecuária é órgão consultivo, de orientação e supervisão. (CERTA)
d) Nessa alternativa, deve-se ter o cuidado de não confundir-se com a volta para a SEAPA,
pois apesar de estar vinculada a este órgão, os servidores, que outrora já pertenceram ao
extinto Departamento de Defesa Agropecuária e Abastecimento, voltam para o quadro
geral de servidores efetivos do Estado, como trata o Art. 15-A da Lei 644/2008
modificada: No caso de extinção da ADERR, os servidores efetivos do Quadro de
Pessoal da ADERR passam a integrar o Quadro Geral de Servidores Efetivos do Poder
Executivo do Estado de Roraima. (CERTA)
e) Dentro do rol de competências da ADERR estão inseridas as que a alternativa cita. Art.3°
da Lei 950/2014. (CERTA)
CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
16

5 – Constitui receita da ADERR segundo a sua lei de criação, exceto:
a) Os recursos provenientes de dotações orçamentárias anuais;
b) Os recursos provenientes de convênios, acordos ou contratos celebrados com órgãos de
direito público ou entidades privadas, nacionais ou internacionais;
c) As receitas provenientes dos emolumentos, taxas e multas decorrentes do exercício da
fiscalização, da prestação de serviços técnicos, emissão e aprovação de laudos;
d) Os recursos obtidos através de convênios, para execução de serviços por delegação do
Governo Municipal;
e) As transferências de recursos consignados nos orçamentos da União, do Estado e dos
Municípios.

Comentário: Veremos quais são as fontes de receitas da ADERR.
Constituem receitas da ADERR segundo o Art. 11 da Lei 644/2008 e a Lei 9550/2014.
a) I - os recursos provenientes de dotações orçamentárias anuais; (NR) (Redação pela Lei n°
950/2014); (CERTA)
b) VI - os recursos provenientes de convênios, acordos ou contratos celebrados com órgãos
de direito público ou entidades privadas, nacionais ou internacionais; (CERTA)
c) VIII - as receitas provenientes dos emolumentos, taxas e multas decorrentes do exercício
da fiscalização, da prestação de serviços técnicos, emissão e aprovação de laudos; (NR)
(Redação pela Lei n° 950/2014); (CERTA)
d) VII - os recursos obtidos através de convênios, para execução de serviços por delegação
do Governo Federal; (ERRADA)
e) III - as transferências de recursos consignados nos orçamentos da União, do Estado e dos
Municípios; (CERTA)
Gabarito: D.

6 – De acordo com a Lei n° 950/2014 que altera a Lei n° 644 qual o quantitativo de cargos
comissionados que devem ser ocupados preferencialmente por servidores do quadro efetivo
da ADERR.
a) 30%;
b) 65%;
c) 30%;
d) 70%;
e) 10%.

CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
17

Comentário: De acordo com o art. 11 da Lei 950/2014 em seu parágrafo 3° temos o percentual
de 70% do quantitativo dos cargos que devem ser ocupados preferencialmente por servidores de
carreira da ADERR.
GABARITO: D.

7 – A constituição do Conselho Estadual de Defesa Agropecuária de Roraima é realizada
por quantos membros, de acordo com a Lei 950/2014.
a) 6;
b) 7;
c) 8;
d) 9;
e) 10.

Comentário: Até a Lei 644/2008 o quantitativo de membros era de 7 membros, contudo com a
sua modificação pela Lei n° 950/2014 o Art. 6°, na sua nova redação, inclui mais dois membros,
o Presidente da Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Estado de Roraima e o
Representante da EMBRAPA, a ser indicado pelo Chefe Geral da Unidade em Roraima,
totalizando 09 membros titulares e 09 suplentes.
GABARITO: D


8 – No que diz respeito ao quadro de pessoal da ADERR, de acordo com a Lei n° 644 e suas
modificações posteriores, julgue os itens a seguir e assinale a alternativa correta.
I – Enquanto não houver quadro efetivo da ADERR o poder executivo disponibilizará servidores
da administração tanto direta quanto indireta para desempenhar as função de trabalho daquela
agência;
II – A formação do quadro de servidores efetivos da ADERR será somente por meio de concurso
de provas e títulos;
III – Os servidores do quadro efetivo do Departamento de Defesa Agropecuária e Abastecimento
serão remanejados para o quadro de pessoal da ADERR, muito embora, não integrando o Plano
de Cargos, Carreira e Remuneração da ADERR.
a) V, F, F
b) V, V, V
c) V, F, V
d) F, F, F
e) F, V, F
CURSO PREPARATÓRIO DA ADERR – LEGISLAÇÃO GERAL
PROFESSOR: MÁRCIO MESQUITA BARROS

_____________________________________________________________________________________
Cuca Cursinho, Elaboração: Márcio Mesquita Barros
Bento Brasil 835/D - Centro (Fone: 3224-4526) mesquita_barros@hotmail.com; (95)9119/5544
18

Comentário: A assertiva I, apesar de ser mencionada pela Lei 644/2008, foi modificada pela Lei
950/2014 com a nova redação: Art. 10. O artigo 19, da Lei nº 644, de 8 de abril de 2008, passa a
vigorar com a seguinte redação, acrescido de parágrafo único: “Art. 19. Os servidores do quadro
efetivo do Poder Executivo do extinto Departamento de Defesa Agropecuária e Abastecimento –
SEAPA, passam a integrar o quadro de pessoal e serão remanejados dentro do Plano de Cargos,
Carreiras e Remuneração – PCCR, dos servidores da Agência de Defesa Agropecuária do Estado
de Roraima – ADERR.
Portanto, portanto, a assertiva I quanto a III é FALSA, restando somente a assertiva II como
VERDADEIRA. Logo,
GABARITO: E