You are on page 1of 12

NBR 9575 - OUT 2003 - Impermeabilização - Seleção e projeto

Sumrio
Prefácio
! Objetivo
2 Referência normativa
3 Definições
" Classificação
5 Seleção
# Projeto
$re%&io
A ABNT Associação Brasileira! "e Normas T#cnicas # o $%r&m Nacional "e Normali!ação' As Normas Brasileiras( c&jo
conte)"o # "e res*onsabili"a"e "os Comitês Brasileiros +ABNT,CB- e "os Or.anismos "e Normali!ação Setorial
+ABNT,ONS-( são elabora"as *or Comissões "e /st&"o +C/-( forma"as *or re*resentantes "os setores envolvi"os( "elas
fa!en"o *arte0 *ro"&tores( cons&mi"ores e ne&tros +&niversi"a"es( laborat%rios e o&tros-'
Os Projetos "e Norma Brasileira( elabora"os no 1mbito "os ABNT,CB e ABNT,ONS( circ&lam *ara Cons&lta P)blica entre
os associa"os "a ABNT e "emais interessa"os'
! Objeti'o
!(! /sta Norma estabelece as e2i.ências e recomen"ações relativas 3 seleção e *rojeto "e im*ermeabili!ação( *ara 4&e
sejam aten"i"as as con"ições m5nimas "e *roteção "a constr&ção contra a *assa.em "e fl&i"os( bem como a sal&bri"a"e(
se.&rança e conforto "o &s&ário( "e forma a ser .aranti"a a estan4&ei"a"e "as *artes constr&tivas 4&e a re4&eiram'
!(2 /sta Norma se a*lica 3s e"ificações e constr&ções em .eral( em e2ec&ção o& s&jeitas a acr#scimo o& reconstr&ção( o&
ain"a 34&elas s&bmeti"as a *e4&enas reformas o& re*aros'
!(3 6 im*ermeabili!ação objeto "esta Norma *o"em estar inte.ra"os( o& não( o&tros sistemas constr&tivos 4&e .arantam a
estan4&ei"a"e "as *artes constr&tivas( "even"o *ara tanto ser observa"as normas es*ec5ficas 4&e aten"am a esta
finali"a"e'
2 Re%er)*&ia *ormati'a
A norma relaciona"a a se.&ir cont#m "is*osições 4&e( ao serem cita"as neste te2to( constit&em *rescrições *ara esta
Norma' A e"ição in"ica"a estava em vi.or no momento "esta *&blicação' Como to"a norma está s&jeita a revisão(
recomen"a7se 34&eles 4&e reali!am acor"os com base nesta 4&e verifi4&em a conveniência "e se &sar a e"ição mais
recente "a norma cita"a a se.&ir' A ABNT *oss&i a informação "as normas em vi.or em &m "a"o momento'
NBR 89:9;08<<: 7 /laboração "e *rojetos "e e"ificações 7 Ar4&itet&ra 7 Proce"imento
3 +e%i*iç,e-
Para os efeitos "esta Norma( a*licam7se as se.&intes "efinições0
3(! a&r.li&o/ Pol5meros obti"os atrav#s "e áci"os acr5licos o& metacr5licos e "e se&s "eriva"os'
3(2 a0e-i'o/ S&bst1ncia o& *ro"&to ca*a! "e manter materiais &ni"os *ela j&nção "e s&as s&*erf5cies'
3(3 a0iti'o/ Pro"&to a"iciona"o a certas s&bst1ncias *ara mo"ificar al.&mas "e s&as *ro*rie"a"es'
3(" a1re1a0o/ =ateriais inertes( "e ori.em mineral( &tili!a"os nas ar.amassas e concretos'
3(5 1ua 0e &o*0e*-ação0 >.&a com ori.em na con"ensação "e va*or "?á.&a *resente no ambiente sobre a s&*erf5cie
"e &m elemento constr&tivo "este ambiente'
3(# 1ua 0e per&olação/ >.&a 4&e at&a sobre s&*erf5cies( não e2ercen"o *ressão @i"rostática s&*erior a 8 APa'
3(7 1ua -ob pre--ão *e1ati'a/ >.&a confina"a o& não( e2ercen"o *ressão @i"rostática s&*erior a 8 APa "e forma
inversa 3 im*ermeabili!ação'
3(2 1ua -ob pre--ão po-iti'a/ >.&a confina"a o& não( e2ercen"o *ressão @i"rostática s&*erior a 8 APa "e forma "ireta
na im*ermeabili!ação'
3(9 al&atrão/ Pro"&to semi7s%li"o o& l54&i"o( res&ltante "a "estilação "e materiais or.1nicos +@&l@a( lin@ito( t&rfa e
ma"eira-'
3(!0 apli&ação/ T#cnica *ara com*or &m ti*o "e im*ermeabili!ação a *artir "e materiais com caracter5sticas "efini"as'
3(!! ar1ama--a imperme'el &om a0iti'o 3i0r4%u1o/ Ti*o "e im*ermeabili!ação não in"&striali!a"a a*lica"a em
s&bstrato "e concreto o& alvenaria( constit&5"a "e areia( cimento( a"itivo @i"r%f&.o e á.&a forman"o &m revestimento com
*ro*rie"a"es im*ermeabili!antes'
3(!2 ar1ama--a mo0i%i&a0a &om pol.mero/ Ti*o "e im*ermeabili!ação não in"&striali!a"a a*lica"a em s&bstrato "e
concreto o& alvenaria( constit&5"a "e a.re.a"os minerais inertes( cimento e *ol5meros a"e4&a"os( forman"o &m
revestimento com *ro*rie"a"es im*ermeabili!antes'
3(!3 ar1ama--a polim5ri&a/ Ti*o "e im*ermeabili!ação in"&striali!a"a a*lica"a em s&bstrato "e concreto o& alvenaria(
constit&5"a "e a.re.a"os minerais inertes( cimento e *ol5meros( forman"o &m revestimento com *ro*rie"a"es
im*ermeabili!antes'
3(!" arma0ura/ /lemento fle25vel "e forma *lana( "estina"o a absorver esforços( conferin"o resistência mec1nica aos
"iferentes ti*os "e im*ermeabili!ação'
3(!5 a-%alto/ =aterial s%li"o o& semi7s%li"o( "e cor entre *reta e marrom esc&ra( 4&e ocorre na nat&re!a o& # obti"o *ela
"estilação "e *etr%leo( 4&e se f&n"e .ra"&almente *elo calor( e no 4&al os constit&intes *re"ominantes são os bet&mes'
3(!# a-%alto &atal.ti&o/ Pro"&to obti"o *ela *assa.em "e &ma corrente "e ar atrav#s "e &ma massa "e cimento asfáltico
"e *etr%leo em tem*erat&ra a"e4&a"a( com *resença "e catalisa"ores a"e4&a"os ao &so "a im*ermeabili!ação'
3(!7 a-%alto mo0i%i&a0o &om a0ição 0e pol.mero-/ Pro"&to s%li"o "e cor entre *reta e marrom esc&ra( obti"o *ela
mo"ificação "o cimento asfáltico "e *etr%leo com *ol5meros( 4&e se f&n"e .ra"&almente *elo calor( "e mo"o a se obter
"etermina"as caracter5sticas f5sico74&5micas'
3(!7(! a-%alto ela-tom5ri&o/ Pro"&to obti"o *ela a"ição "e *ol5meros elastom#ricos( no cimento asfáltico "e *etr%leo em
tem*erat&ra a"e4&a"a'
3(!7(2 a-%alto pla-tom5ri&o/ Pro"&to obti"o *ela a"ição "e *ol5meros *lastom#ricos( no cimento asfáltico "e *etr%leo em
tem*erat&ra a"e4&a"a'
3(!2 a-%alto mo0i%i&a0o -em a0ição 0e pol.mero-/ Pro"&to s%li"o "e cor entre *reta e marrom esc&ra( obti"o *ela
mo"ificação "o cimento asfáltico "e *etr%leo( 4&e se f&n"e .ra"&almente *elo calor( "e mo"o a se obter "etermina"as
caracter5sticas f5sico74&5micas'
3(!9 a-%alto o6i0a0o/ Pro"&to obti"o *ela *assa.em "e &ma corrente "e ar( atrav#s "e &ma massa "e cimento asfáltico "e
*etr%leo( em tem*erat&ra a"e4&a"a'
3(20 a-%alto para impermeabilização/ Pro"&to res&ltante "e &ma mo"ificação f5sico74&5mica "o cimento asfáltico "e
*etr%leo +CAP-'
3(2! a-%alto poli&o*0e*-a0o/ Pro"&to obti"o *or reação "e con"ensação em &m reator "e *rocesso cont5n&o com
variação "e *ressão( res&ltan"o em &m a&mento m#"io "o *eso molec&lar "a massa "e cimento asfáltico "e *etr%leo'
3(22 betume/ =ist&ra "e @i"rocarbonetos "e consistência s%li"a o& l54&i"a( "e ori.em nat&ral o& *iro.ênica(
com*letamente sol)vel em biss&lfito "e carbono( fre4Bentemente acom*an@a"o "e se&s "eriva"os não metálicos'
3(23 &ama0a 0e amorte&ime*to/ /strato com a f&nção "e absorver e "issi*ar os esforços estáticos o& "in1micos at&antes
sobre a cama"a im*ermeável( "e mo"o a *rote.ê7la contra a ação "elet#ria "estes esforços'
3(2" &ama0a berço/ /strato com a f&nção "e a*oio e *roteção "a cama"a im*ermeável contra a.ressões *rovenientes
"o s&bstrato'
3(25 &ama0a 0e proteção me&7*i&a/ /strato com a f&nção "e absorver e "issi*ar os esforços estáticos o& "in1micos
at&antes *or sobre a cama"a im*ermeável( "e mo"o a *rote.ê7la contra a ação "elet#ria "estes esforços'
3(2# &ama0a 0e proteção t5rmi&a/ /strato com a f&nção "e re"&!ir o .ra"iente "e tem*erat&ra at&ante sobre a cama"a
im*ermeável( "e mo"o a *rote.ê7la contra os efeitos "anosos "o calor e2cessivo'
3(27 &ama0a 0e re1ularização/ /strato com as f&nções "e re.&lari!ar o s&bstrato( *ro*orcionan"o &ma s&*erf5cie
&niforme "e a*oio a"e4&a"o 3 cama"a im*ermeável( e fornecer 3 ela &ma certa "eclivi"a"e( 4&an"o esta for necessária'
3(22 &ama0a 0re*a*te/ /strato com a f&nção "e facilitar o escoamento "e fl&i"os 4&e at&am j&nto 3 cama"a
im*ermeável'
3(29 &ama0a imperme'el/ /strato com a f&nção "e *rover &ma barreira contra a *assa.em "e fl&i"os'
3(30 &ama0a -epara0ora/ /strato com a f&nção "e evitar a a"erência "e o&tros materiais sobre a cama"a im*ermeável'
3(3! &ar1a mi*eral/ =aterial inerte *&lver&lento com .ran&lometria "efini"a 4&e( a"iciona"o aos materiais "e
im*ermeabili!ação( confere o& mo"ifica "etermina"as *ro*rie"a"es "estes materiais'
3(32 &ime*to a-%lti&o 0e petr4leo 89:$;/ Pro"&to obti"o no f&n"o "a torre "e vác&o( a*%s a remoção "os "emais
"estila"os "e *etr%leo'
3(33 &ime*to mo0i%i&a0o &om pol.mero/ Ti*o "e im*ermeabili!ação in"&striali!a"a( a*lica"a em s&bstrato "e concreto
o& alvenaria( constit&5"a "e cimentos( “fillersC e *ol5meros( forman"o &m revestimento com *ro*rie"a"es
im*ermeabili!antes'
3(3" ela-t<mero/ Pol5mero nat&ral o& sint#tico 4&e confere caracter5sticas elásticas ao *ro"&to final'
3(35 eme*0a/ Processo *elo 4&al se obt#m a contin&i"a"e "e materiais "e im*ermeabili!ação( "e forma a ser
asse.&ra"o o se& "esem*en@o'
3(3# emul-ão/ Dis*ersão "e &m l54&i"o obti"a atrav#s "e &m a.ente em&lsificante'
3(37 emul-ão a&r.li&a/ Dis*ersão "e *ol5meros acr5licos em á.&a'
3(32 emul-ão a-%lti&a/ Pro"&to res&ltante "a "is*ersão "e asfalto em á.&a( atrav#s "e a.entes em&lsificantes'
3(39 emul-ão a-%lti&a &om &ar1a/ Pro"&to res&ltante "a "is*ersão "e asfalto e car.a inertes em á.&a( atrav#s "e
a.entes em&lsificantes e,o& "is*ersantes'
3("0 e-ta*=ue/ /lemento +o& conj&nto "e com*onentes- 4&e não se "ei2a atravessar *or fl&i"os'
3("! e-ta*=uei0a0e/ Pro*rie"a"e "e &m elemento +o& "e &m conj&nto "e com*onentes- "e im*e"ir a *enetração o&
*assa.em "e fl&i"os atrav#s "e si' A s&a "eterminação está associa"a a &ma *ressão limite "e &tili!ação +a 4&e relaciona7
se com as con"ições "e e2*osição "o elemento-'
3("2 e-trutura*te/ Der 9'8E'
3("3 %ibra/ /str&t&ra alon.a"a 4&e( a.r&*a"a &ni"irecionalmente( a*resenta resistência 3 tração'
3("" %ilme 0e poli5-ter/ Com*onente obti"o *ela laminação "e resina *oli#ster( &tili!a"o como arma"&ra o& *el5c&la "e
acabamento s&*erficial em mantas asfálticas'
3("5 %ilme 0e polietile*o/ Com*onente obti"o *ela laminação "e resina "e *olietileno( &tili!a"o como arma"&ra( *el5c&la
"e acabamento em mantas asfálticas e como cama"a se*ara"ora'
3("# %i--ura/ Abert&ra ocasiona"a *or r&*t&ra "e &m material o& com*onente( inferior o& i.&al a F(: mm'
3("7 3i0r4%u1o/ Pro"&to "estina"o a re*elir á.&a atrav#s "a re"&ção "o 1n.&lo "e mol@a.em "os *oros "e &m
"etermina"o s&bstrato( *o"en"o ser a"iciona"o ao material o& a*lica"o sobre ele'
3("2 impermeabili0a0e/ Pro*rie"a"e "e &m *ro"&to "e ser im*ermeável' A s&a "eterminação está associa"a a &ma
*ressão limite convenciona"a em ensaio es*ec5fico'
3("9 impermeabilização/ Pro"&to res&ltante "e &m conj&nto "e com*onentes e elementos constr&tivos +serviços- 4&e
objetivam *rote.er as constr&ções contra a ação "elet#ria "e fl&i"os( "e va*ores e "a &mi"a"eG *ro"&to +conj&nto "e
com*onentes o& o elemento- res&ltante "estes serviços' Heralmente a im*ermeabili!ação # com*osta "e &m conj&nto "e
cama"as( com f&nções es*ec5ficas'
3(50 impermeabilização a0eri0a/ Conj&nto "e materiais o& *ro"&tos a*licáveis nas *artes constr&tivas( totalmente
a"eri"os ao s&bstrato'
3(5! impermeabilização %le6.'el/ Conj&nto "e materiais o& *ro"&tos a*licáveis nas *artes constr&tivas s&jeitas 3
fiss&ração'
3(52 impermeabilização *ão a0eri0a/ Conj&nto "e materiais o& *ro"&tos a*licáveis nas *artes constr&tivas( totalmente
não a"eri"os ao s&bstrato'
3(53 impermeabilização par&ialme*te a0eri0a/ Conj&nto "e materiais o& *ro"&tos a*licáveis nas *artes constr&tivas(
*arcialmente a"eri"os ao s&bstrato'
3(5" impermeabilização r.1i0a/ Conj&nto "e materiais o& *ro"&tos a*licáveis nas *artes constr&tivas não s&jeitas 3
fiss&ração'
3(55 imperme'el/ Pro"&to +material o& com*onente- im*enetrável *or fl&i"os'
3(5# imprimação/ Pel5c&la( base sol&ção o& em&lsão( a*lica"a ao s&bstrato a ser im*ermeabili!a"o( com a f&nção "e
favorecer a a"erência "a cama"a im*ermeável'
3(57 i*%iltração/ Penetração in"esejável "e fl&i"os nas constr&ções'
3(52 ju*ta/ Abert&ra com .eometria &niforme e bem "efini"a( entre elementos o& com*onentes cont5.&os( e
"imensiona"a com a f&nção "e se*ará7los e *ermitir a livre movimentação relativa entre as *artes'
3(59 ma*ta/ Pro"&to im*ermeável( *r#7fabrica"o( obti"o *or calan"ra.em( e2tensão o& o&tros *rocessos( com
caracter5sticas "efini"as'
3(#0 m-ti=ue/ Pro"&to "e consistência *astosa( com car.as a"icionais a si( a"4&irin"o consistência a"e4&a"a *ara
*reenc@imento o& calafetação o& ve"ação( *lásticas o& elásticas( "e abert&ras "e trincas( fen"as o& j&ntas'
3(#! membra*a/ Pro"&to im*ermeabili!ante( mol"a"o no local( com o& sem estr&t&rante'
3(#2 mi&ro%i--ura/ Abert&ra ocasiona"a *or r&*t&ra "e &m material o& com*onente com es*ess&ra inferior a F(F: mm'
3(#3 pi*tura 0e proteção/ Pint&ra com caracter5sticas "efini"as( a*lica"a sobre a im*ermeabili!ação( *ara a&mento "a
resistência ao intem*erismo'
3(#" pla-t<mero/ Pol5mero nat&ral o& sint#tico 4&e confere caracter5sticas *lásticas ao *ro"&to final'
3(#5 pol.mero/ S&bst1ncia constit&5"a "e mol#c&las caracteri!a"as *ela re*etição "e &m o& "iversos ti*os "e monImeros
+ne.li.encian"o7se os e2tremos "e ca"eias( os *ontos entre ca"eias e o&tras *e4&enas irre.&lari"a"es-'
3(## projeto b-i&o 0e impermeabilização/ Conj&nto "e informações .ráficas e "escritivas 4&e "efinem as sol&ções "e
im*ermeabili!ação a serem a"ota"as n&ma "a"a constr&ção( "e forma a aten"er 3s e2i.ências "e "esem*en@o em
relação 3 estan4&ei"a"e "os elementos constr&tivos e 3 "&rabili"a"e frente 3 ação "e fl&i"os( va*ores e &mi"a"e'
O *rojeto básico "eve com*atibili!ar os "emais *rojetos "a constr&ção( "e mo"o a e4&acionar a"e4&a"amente as
interferências e2istentes entre to"os os elementos e com*onentes constr&tivos' Pela s&a caracter5stica "eve ser feito
"&rante a eta*a "e coor"enação .eral "as ativi"a"es "e *rojeto e "eve com*or os "oc&mentos "o *rojeto básico "e
ar4&itet&ra( "efini"o na NBR 89:9; o&( na a&sência "esse( "eve com*or o *rojeto e2ec&tivo "e ar4&itet&ra'
3(#7 projeto 0e impermeabilização/ Conj&nto "e informações .ráficas e "escritivas 4&e "efinem inte.ralmente as
caracter5sticas "e to"os os sistemas "e im*ermeabili!ação em*re.a"os em &ma "a"a constr&ção( "e forma a orientar
ine4&ivocamente a *ro"&ção "eles' O *rojeto "e im*ermeabili!ação # constit&5"o "e "ois *rojetos 4&e se com*lementam0
*rojeto básico e *rojeto e2ec&tivo'
3(#2 projeto e6e&uti'o 0e impermeabilização0 Conj&nto "e informações .ráficas e "escritivas 4&e( basea"o no *rojeto
básico "e im*ermeabili!ação( "etal@a e es*ecifica inte.ramente e "e forma ine4&5voca( to"os os sistemas "e
im*ermeabili!ação a serem em*re.a"os n&ma "a"a constr&ção' Pela s&a caracter5stica # &m *rojeto es*eciali!a"o e *o"e
ser feito a*%s o *rojeto le.al "e ar4&itet&ra +PJ7ARK( conforme caracteri!a"o na NBR 89:9;-( mas antes "o in5cio "a
e2ec&ção "as f&n"ações "a constr&ção'
3(#9 re-i*a -i*t5ti&a/ Pol5mero o& monImeros "is*ersos na forma l54&i"a o& em *%( s&bse4Bentemente c&ra"os( *ara
conferir *ro*rie"a"es im*ermeabili!antes'
3(70 -ela*te/ Der 9'LF'
3(7! -i-tema 0e impermeabilização/ Conj&nto "e *ro"&tos e serviços "estina"os a conferir estan4&ei"a"e a *artes "e
&ma constr&ção'
3(72 -obrepo-ição/ S&*er*osição "as e2tremi"a"es "a manta o& arma"&ra *ara efeito "e e2ec&ção "as emen"as'
3(73 -olução a-%lti&a ela-tom5ri&a/ Dissol&ção "e asfalto elastom#rico em solventes or.1nicos'
3(7" te&i0o/ $ibras "e ori.em nat&ral o& sint#tica 4&e sofreram &m *rocesso "e fiação o& tecela.em'
3(75 tri*&a/ Abert&ra ocasiona"a *or r&*t&ra "e &m material o& com*onente s&*erior a F(: mm e inferior a 8 mm'
3(7# umi0a0e 0o -olo/ >.&a e2istente no solo( absorvi"a e o& a"sorvi"a *elas *art5c&las "o solo'
3(77 '5u 0e %ibra- 0e 'i0ro/ =aterial &tili!a"o como arma"&ra( obti"o *ela a.l&tinação "e fibras lon.as "e vi"ro "e
"i1metro &niforme( "istrib&5"as m&lti"irecionalmente'
3(72 'ul&a*ização/ Processo "e c&ra 4&e visa conferir *ro*rie"a"es intr5nsecas aos elastImeros'
" 9la--i%i&ação
"(! Tipo- 0e impermeabilização
Os ti*os "e im*ermeabili!ação "evem ser classifica"os conforme E'8'8 e E'8';'
"(!(! R.1i0o
A im*ermeabili!ação "o ti*o r5.i"o "eve ser "e0
a- ar.amassa im*ermeável com a"itivo @i"r%f&.oG
b- ar.amassa mo"ifica"a com *ol5meroG
c- ar.amassa *olim#ricaG
"- cimento cristali!ante *ara *ressão ne.ativaG
e- cimento mo"ifica"o com *ol5meroG
f- membrana e*o25"ica'
"(!(2 >le6.'el
A im*ermeabili!ação "o ti*o fle25vel "eve ser "e0
a- membrana "e asfalto mo"ifica"o sem a"ição "e *ol5meroG
b- membrana "e asfalto mo"ifica"o com a"ição "e *ol5mero elastom#ricoG
c- membrana "e em&lsão asfálticaG
"- membrana "e asfalto elastom#rico em sol&çãoG
e- membrana elastom#rica "e *olicloro*reno e *olietileno cloross&lfona"oG
f- membrana elastom#rica "e *oliisob&tileno iso*reno +M'M'R-( em sol&çãoG
.- membrana elastom#rica "e estireno7b&ta"ieno7estireno +S'B'S'-G
@- membrana "e *oli&retanoG
i- membrana "e *oli&r#iaG
j- membrana "e *oli&retano mo"ifica"o com asfaltoG
l- membrana "e *olimero mo"ifica"o com cimentoG
m- membrana acr5licaG
n- manta asfálticaG
o- manta "e acetato "e etilvinila +/'D'A'-G
*- manta "e *olicloreto "e vinila +P'D'C'-G
4- manta "e *olietileno "e alta "ensi"a"e +P'/'A'D'-G
r- manta elastom#rica "e etileno*ro*ileno"ieno7monImero +/'P'D'='-G
s- manta elastom#rica "e *oliisob&tileno iso*reno +M'M'R-'
"(2 Sub-trato a -er impermeabiliza0o
O s&bstrato a ser im*ermeabili!a"o *o"e ser( entre o&tros( os se.&intes0
a- alvenariaG
b- concretoG
c- fibrocimento o& fibra sint#ticaG
"- .esso acartona"oG
e- ma"eiraG
f- metalG
.- *lásticoG
.- solo'
"(3 Ser'iço- au6iliare- e &ompleme*tare-
"(3(! Os serviços a&2iliares e com*lementares a se.&ir relaciona"os "evem ser objeto "o *rojeto e2ec&tivo "e
im*ermeabili!ação e ser "etal@a"os "e forma a caracteri!ar *erfeitamente ca"a &m "os materiais e serviços'
"(3(2 Para ca"a &m "os serviços a se.&ir relaciona"os( as t#cnicas e os materiais mais em*re.a"os são( entre o&tros( os
se.&intes0
a- tratamento "e j&ntas0
7 fai2as "e mantas asfálticas *r#7fabrica"asG
7 fai2as "e mantas elastom#ricas "e *oliisob&tileno iso*reno +M'M'R'-G
7 fai2as "e mantas elastom#ricas "e etileno*ro*ileno"ieno7monImero +/'P'D'='-G
7 l1minas metálicasG
7 *erfil "e *olicloro*renoG
7 *erfil "e *olicloreto "e vinila +P'D'C'-G
7 másti4&esG
7 membrana elastom#rica "e *oliisob&tileno iso*reno +M'M'R'-( em sol&ção( estr&t&ra"aG
b- cama"a7berço0
7 a"esivo elastom#ricoG
7 asfálticoG
7 .eotê2til "e *oli#ster o& *oli*ro*ilenoG
7 manta asfálticaG
7 *oliestireno e2*an"i"o o& e2tr&"a"o +/'P'S'-G
c- cama"a "e amortecimento0
7 com*osta *or areia( cimento e em&lsão asfálticaG
7 .eotê2til "e *oli#ster o& *oli*ro*ilenoG
7 em&lsão asfáltica com borrac@a mo5"aG
7 *oliestireno e2*an"i"o o& e2tr&"a"o +/'P'S'-G
"- cama"a "renante0
7 .eotê2tilG
7 *oli*ro*ilenoG
e- cama"a se*ara"ora0
7 filme *olietilenoG
7 *a*el Nraft bet&ma"oG
f- cama"a "e *roteção mec1nica0
7 ar.amassaG
7 concreto
8-
G
7 .eotê2tilG
7 metal
8-
G
7 soloG
????????????????
8-
/stas *roteções "evem ser &tili!a"as somente sobre cama"as interme"iárias "imensiona"as *ara este fim'
.- cama"a "e *roteção t#rmica0
7 concreto cel&larG
7 lã "e roc@aG
7 lã "e vi"roG
7 mineral e2*an"i"oG
7 *oliestirenoG
7 *oli&retano'
5 Seleção
O ti*o a"e4&a"o "e im*ermeabili!ação a ser em*re.a"o na constr&ção civil "eve ser "etermina"o se.&n"o a solicitação
im*osta *elo fl&i"o nas *artes constr&tivas 4&e re4&eiram estan4&ei"a"e' A solicitação *o"e ocorrer "e 4&atro formas
"istintas( conforme a se.&ir0
a- im*osta *ela á.&a "e *ercolaçãoG
b- im*osta *ela á.&a "e con"ensaçãoG
c- im*osta *ela &mi"a"e "o soloG
"- im*osta *elo fl&i"o sob *ressão &nilateral o& bilateral'
5(! Impermeabilização &o*tra 1ua 0e per&olação
Os ti*os "e im*ermeabili!ação 4&e "evem ser em*re.a"os nas *artes constr&tivas sob ação "e á.&a "e *ercolação( são os
se.&intes0
a- r5.i"o0
7 ar.amassa im*ermeável com a"itivo @i"r%f&.oG
7 ar.amassa mo"ifica"a com *ol5meroG
7 ar.amassa *olim#ricaG
7 cimento mo"ifica"o com *ol5meroG
7 membrana e*o25"icaG
b- fle25vel0
7 membrana acr5licaG
7 membrana "e *ol5mero mo"ifica"o com cimentoG
7 membrana "e asfalto elastom#rico em sol&çãoG
7 membrana "e asfalto mo"ifica"o sem a"ição "e *ol5meroG
7 membrana "e asfalto mo"ifica"o com a"ição "e *ol5mero elastom#ricoG
7 membrana elastom#rica "e estireno7b&ta"ieno7estireno +SBS-G
7 membrana elastom#rica "e *olicloro*reno e *olietileno cloross&lfona"oG
7 membrana elastom#rica "e *oliisob&tileno7iso*reno +M'M'R-( em sol&çãoG
7 membrana "e em&lsão asfálticaG
7 membrana "e *oli&retanoG
7 membrana "e *oli&retano mo"ifica"o com asfaltoG
7 membrana "e *oli&r#iaG
7 manta asfálticaG
7 manta "e acetato "e etilvinila +/'D'A-G
7 manta elastom#rica "e etileno*ro*ileno"ieno7monImero +/'P'D'='-G
7 manta elastom#rica "e *oliisob&tileno7iso*reno +M'M'R-G
7 manta "e *olicloreto "e vinila +P'D'C-G
7 manta "e *olietileno "e alta "ensi"a"e +P'/'A'D'-'
5(2 Impermeabilização &o*tra 1ua 0e &o*0e*-ação
Os ti*os "e sistemas "e im*ermeabili!ação 4&e "evem ser em*re.a"os nas *artes constr&tivas sob ação "e á.&a "e
con"ensação são os se.&intes0
a- r5.i"o0
7 ar.amassa im*ermeável com a"itivo @i"r%f&.oG
7 ar.amassa mo"ifica"a com *ol5meroG
7 ar.amassa *olim#ricaG
7 cimento mo"ifica"o com *ol5meroG
7 membrana e*o25"icaG
b- fle25veis0
7 membrana "e *ol5mero mo"ifica"o com cimentoG
7 membrana "e asfalto mo"ifica"o sem a"ição "e *ol5meroG
7 membrana "e asfalto mo"ifica"o com a"ição "e *ol5mero elastom#ricoG
7 membrana acr5licaG
7 membrana elastom#rica "e estireno7b&ta"ieno7estireno +S'B'S'-G
7 membrana elastom#rica "e *oliisob&tileno7iso*reno +M'M'R-( em sol&çãoG
7 membrana elastom#rica "e *olicloro*reno e *olietileno cloross&lfona"oG
7 membrana "e em&lsão asfálticaG
7 membrana "e asfalto elastom#rico em sol&çãoG
7 membrana "e *oli&retanoG
7 membrana "e *oli&retano mo"ifica"o com asfaltoG
7 membrana "e *oli&r#iaG
7 manta "e acetato "e etilvinila +/'D'A'-G
7 manta "e *olicloreto "e vinila +P'D'C'-G
7 manta "e *olietileno "e alta "ensi"a"e +P'/'A'D'-G
7 manta asfálticaG
7 manta elastom#rica "e etileno*ro*ileno"ieno7monImero +/'P'D'='-G
7 manta elastom#rica "e *oliisob&tileno7iso*reno +M'M'R-'
5(3 Impermeabilização &o*tra umi0a0e 0o -olo
Os ti*os "e im*ermeabili!ação 4&e "evem ser em*re.a"os nas *artes constr&tivas sob ação "a &mi"a"e "o solo( são os
se.&intes0
a- r5.i"o0
- ar.amassa im*ermeável com a"itivo @i"r%f&.oG
- ar.amassa mo"ifica"a com *ol5meroG
7 ar.amassa *olim#ricaG
7 cimento mo"ifica"o com *ol5meroG
7 membrana e*o25"icaG
b- fle25vel0
7 membrana "e *ol5mero mo"ifica"o com cimentoG
7 membrana "e asfalto mo"ifica"o sem a"ição "e *ol5meroG
7 membrana "e asfalto mo"ifica"o com a"ição "e *ol5mero elastom#ricoG
7 membrana "e *oli&retanoG
7 membrana "e *oli&retano mo"ifica"o com asfaltoG
7 membrana "e em&lsão asfálticaG
7 membrana elastom#rica "e *oliisob&tileno7iso*reno +M'M'R-( em sol&çãoG
7 membrana "e asfalto elastom#rico em sol&çãoG
7 membrana *oli&r#iaG
7 manta asfálticaG
7 manta elastom#rica "e etileno*ro*ileno"ieno7monImero +/'P'D'='-G
7 manta elastom#rica "e *oliisob&tileno7iso*reno +M'M'R-G
- manta "e *olicloreto "e vinila +P'D'C'-G
7 manta "e *olietileno "e alta "ensi"a"e +P'/'A'D'-'
5(" Impermeabilização &o*tra %lui0o- =ue atuam -ob pre--ão u*ilateral ou bilateral
Os ti*os "e im*ermeabili!ação 4&e "evem ser em*re.a"os nas *artes constr&tivas sob ação "e fl&i"os 4&e at&am sob
*ressão &nilateral o& bilateral são os se.&intes0
a- r5.i"o0
7 ar.amassa im*ermeável com a"itivo @i"r%f&.oG
7 ar.amassa mo"ifica"a com *ol5meroG
7 ar.amassa *olim#ricaG
7 cimento cristali!ante *ara *ressão ne.ativaG
7 cimento mo"ifica"o com *ol5meroG
7 membrana e*o25"icaG
b- fle25vel0
7 membrana "e asfalto mo"ifica"o sem a"ição "e *ol5meroG
7 membrana "e *ol5mero mo"ifica"o com cimentoG
7 membrana "e asfalto mo"ifica"o com a"ição "e *ol5mero elastom#ricoG
7 membrana "e em&lsão asfálticaG
7 membrana elastom#rica "e *oliisob&tileno7iso*reno +M'M'R-( em sol&çãoG
7 membrana "e asfalto elastom#rico em sol&çãoG
7 membrana *oli&r#iaG
7 membrana "e *oli&retanoG
7 membrana "e *oli&retano mo"ifica"a com asfaltoG
7 manta asfálticaG
7 manta elastom#rica "e etileno*ro*ileno"ieno7monImero +/'P'D'='-G
7 manta elastom#rica "e *oliisob&tileno7iso*reno +M'M'R-G
7 manta "e *olicloreto "e vinila +P'D'C-G
7 manta "e *olietileno "e alta "ensi"a"e +P'/'A'D-'
# $rojeto
#(! @laboração e re-po*-abili0a0e t5&*i&a
#(!(! O *rojeto básico "e im*ermeabili!ação "eve ser reali!a"o *ara obras "e e"ificações m&ltifamiliares( comerciais e
mistas( in"&striais( bem como *ara t)neis( barra.ens e obras "e arte( *elo mesmo *rofissional o& em*resa res*onsável
*elo *rojeto le.al "e ar4&itet&ra( conforme "efini"o na NBR 89:9;'
#(!(2 O *rojeto e2ec&tivo "e im*ermeabili!ação( bem como os serviços "ecorrentes "este *rojeto( "evem ser reali!a"os
*or *rofissionais le.almente @abilita"os +com re.istro no Consel@o Re.ional "e /n.en@aria( Ar4&itet&ra e A.ronomia
+CR/A- "a re.ião em 4&e se sit&a a obra a 4&e se refere-( com 4&alificação *ara e2ercer esta ativi"a"e t#cnica
es*eciali!a"a' O res*onsável t#cnico *ela e2ec&ção "eve obe"ecer "e forma inte.ral esse *rojeto'
#(!(3 /m to"as as *eças .ráficas e "escritivas +*rojeto básico( *rojeto e2ec&tivo e *rojeto reali!a"o-( "evem constar os
"a"os "o *rofissional res*onsável j&nto ao CR/A( bem como a corres*on"ente Anotação "e Res*onsabili"a"e T#cnica
+ART-'
#(2 9ara&ter.-ti&a- 1erai-
#(2(! A im*ermeabili!ação "eve ser *rojeta"a "e mo"o a0
a- evitar a *assa.em in"esejável "e fl&i"os nas constr&ções( *elas *artes 4&e re4&eiram estan4&ei"a"e( *o"en"o ser
inte.ra"o o& não o&tros sistemas constr&tivos( "es"e 4&e observa"as normas es*ec5ficas "e "esem*en@o 4&e
*ro*orcionem as mesmas con"ições "e im*ermeabili"a"eG
b- *rote.er as estr&t&ras( bem como com*onentes constr&tivos 4&e *orvent&ra estejam e2*ostos ao intem*erismo(
contra a ação "e a.entes a.ressivos *resentes na atmosferaG
c- *rote.er o meio ambiente "e *oss5veis va!amentos o& contaminações *or meio "a &tili!ação "e sistemas "e
im*ermeabili!açãoG
"- *ossibilitar sem*re 4&e *oss5vel a reali!ação "e man&tenções "a im*ermeabili!ação( com o m5nimo "e intervenção
nos revestimentos sobre*ostos a ela( "e mo"o a ser evita"a( tão lo.o sejam *ercebi"as fal@as "o sistema
im*ermeável( a "e.ra"ação "as estr&t&ras e com*onentes constr&tivos( "evi"o 3 *assa.em "e fl&i"os e li2iviação "e
com*ostos sol)veis "o concreto( ar.amassas e revestimentosG
e- *ro*orcionar conforto aos &s&ários( sen"o7l@es .aranti"o a sal&bri"a"e f5sica'
#(2(2 O *rojeto "eve ser "esenvolvi"o em conj&nto e com*atibili!a"o com os "emais *rojetos "e constr&ção( tais como
ar4&itet&ra +*rojeto básico e e2ec&tivo- estr&t&ral( @i"rá&lico7sanitário( á.&as *l&viais( .ás( el#trico( revestimento(
*aisa.ismo e o&tros( "e mo"o a serem *revistas as corres*on"entes es*ecificações em termos "e ti*olo.ia( "imensões(
car.as( ensaios e "etal@es constr&tivos'
#(2(3 O *rojeto "eve ser feito "e acor"o com L';'9'8 e L';'9';'
#(2(3(! Projeto básico "e im*ermeabili!ação0
a- "esen@os0
- *lantas "e locali!ação e i"entificação "as im*ermeabili!ações( bem como "os locais "e "etal@amento
constr&tivoG
- "etal@es constr&tivos 4&e "escrevem .raficamente as sol&ções a"ota"as no *rojeto "e ar4&itet&ra *ara o
e4&acionamento "as interferências e2istentes entre to"os os elementos e com*onentes constr&tivosG
- "etal@es constr&tivos 4&e e2*licitem as sol&ções a"ota"as no *rojeto "e ar4&itet&ra *ara o aten"imento "as
e2i.ências "e "esem*en@o em relação 3 estan4&ei"a"e "os elementos constr&tivos e 3 "&rabili"a"e frente 3 ação
"a á.&a( "a &mi"a"e e "o va*or "e á.&aG
b- te2tos0 memorial "escritivo "os ti*os "e im*ermeabili!ação seleciona"os *ara os "iversos locais 4&e necessitem "e
im*ermeabili!ação'
#(2(3(2 Projeto e2ec&tivo "e im*ermeabili!ação0
a- "esen@os0
- *lantas "e locali!ação e i"entificação "as im*ermeabili!ações( bem como "os locais "e "etal@amento
constr&tivoG
- "etal@es .en#ricos e es*ec5ficos 4&e "escrevam .raficamente to"as as sol&ções "e im*ermeabili!açãoG
b- te2tos0
- memorial "escritivo "e materiais e cama"as "e im*ermeabili!açãoG
- memorial "escritivo "e *roce"imentos "e e2ec&çãoG
- *lanil@a "e 4&antitativos "e materiais e serviçosG
- meto"olo.ia *ara controle e ins*eção "os serviços'
#(3 9ara&ter.-ti&a- e-pe&.%i&a-
Os sistemas "e im*ermeabili!ação a serem a"ota"os "evem aten"er a &ma o& mais "as se.&intes e2i.ências0
a- resistir 3s car.as estáticas e "in1micas at&antes sob e sobre a im*ermeabili!ação( tais como0
7 *&ncionamento0 ocasiona"o *elo im*acto "e objetos 4&e at&am *er*en"ic&larmente ao *lano "a
im*ermeabili!açãoG
7 fen"il@amento0 ocasiona"o *elo "obramento o& ri.i"e! e2cessiva "o sistema im*ermeabili!ante o& *elo im*acto "e
objetos *ont&ais sobre 4&al4&er sistemaG
7 r&*t&ra *or tração0 ocasiona"a *or esforços tan.enciais ao *lano "e im*ermeabili!ação( "evi"o 3 ação "a
frena.em( aceleração "e ve5c&los o& *ela movimentação "o s&bstratoG
7 "es.aste0 ocasiona"o *ela abrasão "evi"a 3 ação "e movimentos "in1micos o& *ela ação "o intem*erismoG
7 "escolamento0 ocasiona"o *ela *er"a "a a"erênciaG
7 esma.amento0 re"&ção "rástica "a es*ess&ra( ocasiona"a *or carre.amentos orto.onais ao *lano "e
im*ermeabili!açãoG
b- resistir aos efeitos "os movimentos "e "ilatação e retração "o s&bstrato e revestimentos( ocasiona"os *or variações
t#rmicas( tais como0
7 fen"il@amento0 ocasiona"o *elo "obramento o& ri.i"e! e2cessiva "o sistema im*ermeabili!ante o& *elo im*acto "e
objetos *ont&ais sobre 4&al4&er sistemaG
7 r&*t&ra *or tração0 ocasiona"a *or esforços tan.enciais ao *lano "e im*ermeabili!ação( "evi"o 3 ação "a
frena.em( aceleração "e ve5c&los o& *ela movimentação "o s&bstratoG
7 "escolamento0 ocasiona"o *ela *er"a "a a"erênciaG
c- resistir 3 "e.ra"ação ocasiona"a *or infl&ências climáticas( t#rmicas( 4&5micas o& biol%.icas( tais como0
7 "es.aste0 ocasiona"o *ela abrasão "evi"a 3 ação "e movimentos "in1micos o& *ela ação "o intem*erismoG
7 "escolamento0 ocasiona"o *ela *er"a "a a"erênciaG
"- resistir 3s *ressões @i"rostáticas( "e *ercolação( col&na "Oá.&a e &mi"a"e "e solo( bem como "escolamento
ocasiona"o *ela *er"a "a a"erênciaG
e- a*resentar a"erência( fle2ibili"a"e( resistência e estabili"a"e f5sico7mec1nica com*at5veis com as solicitações
*revistas nos "emais *rojetos cita"os em L';'9G
f- in"icar o sistema "e im*ermeabili!ação( a"e4&an"o7o as "eformações a 4&e a base está s&bmeti"a com a
ca*aci"a"e "o sistema "e absorvê7las'
#(" +etal3e- &o*-truti'o-
O *rojeto "e im*ermeabili!ação "eve aten"er aos se.&intes "etal@es constr&tivos0
a- a inclinação "o s&bstrato "as áreas @ori!ontais "eve ser no m5nimo "e 8P em "ireção aos coletores "e á.&a' Para
cal@as e áreas internas # *ermiti"o o m5nimo "e F(:PG
b- os coletores "evem ter "i1metro 4&e .aranta a man&tenção "a seção nominal "os t&bos *revista no *rojeto
@i"rá&lico a*%s a e2ec&ção "a im*ermeabili!ação( sen"o o "i1metro nominal m5nimo Q: mm' Os coletores "evem ser
ri.i"amente fi2a"os 3 estr&t&ra' /ste *roce"imento tamb#m "eve ser a*lica"o *ara coletores 4&e atravessam vi.as
inverti"asG
c- "eve ser *revisto nos *lanos verticais encai2e *ara emb&tir a im*ermeabili!ação( *ara o sistema 4&e assim o
e2i.ir( a &ma alt&ra m5nima "e ;F cm acima "o n5vel "o *iso acaba"o o& 8F cm "o n5vel má2imo 4&e a á.&a *o"e
atin.irG
"- nos locais limites entre áreas e2ternas im*ermeabili!a"as e internas( "eve @aver "iferença "e cota "e no m5nimo
L cm e ser *revista a e2ec&ção "e barreira f5sica no limite "a lin@a interna "os contramarcos( cai2il@os e batentes( *ara
*erfeita ancora.em "a im*ermeabili!ação( com "eclivi"a"e *ara a área e2terna' Deve7se observar a e2ec&ção "e
arremates a"e4&a"os com o ti*o "e im*ermeabili!ação a"ota"a e selamentos a"icionais nos cai2il@os( contramarcos(
batentes e o&tros elementos "e interferênciaG
e- to"a instalação 4&e necessite ser fi2a"a na estr&t&ra( no n5vel "a im*ermeabili!ação( "eve *oss&ir "etal@es
es*ec5ficos "e arremate e reforços "a im*ermeabili!açãoG
f- to"a a t&b&lação 4&e atravesse a im*ermeabili!ação "eve ser fi2a"a na estr&t&ra e *oss&ir "etal@es es*ec5ficos "e
arremate e reforços "a im*ermeabili!açãoG
.- as t&b&lações "e @i"rá&lica( el#trica e .ás e o&tras 4&e *assam *aralelamente sobre a laje "evem ser e2ec&ta"as
sobre a im*ermeabili!ação e n&nca sob ela' As t&b&lações a*arentes "evem ser e2ec&ta"as no m5nimo 8F cm acima
"o n5vel "o *iso acaba"o( "e*ois "e termina"a a im*ermeabili!ação e se&s com*lementosG
@- 4&an"o @o&ver t&b&lações emb&ti"as na alvenaria( "eve ser *revista *roteção a"e4&a"a *ara a fi2ação "a
im*ermeabili!açãoG
i- as t&b&lações e2ternas 3s *are"es "evem ser afasta"as entre elas o& "os *lanos verticais no m5nimo 8F cmG
j- as t&b&lações 4&e trans*assam as lajes im*ermeabili!a"as "evem ser ri.i"amente fi2a"as 3 estr&t&raG
A- 4&an"o @o&ver t&b&lações "e á.&a 4&ente emb&ti"as( "eve ser *revista *roteção a"e4&a"a "estas( *ara e2ec&ção
"a im*ermeabili!açãoG
l- to"o encontro entre *lanos verticais e @ori!ontais "eve *oss&ir "etal@es es*ec5ficos "a im*ermeabili!açãoG
m- os *lanos verticais a serem im*ermeabili!a"os "evem ser e2ec&ta"os com elementos ri.i"amente soli"ari!a"os 3s
estr&t&ras( at# a cota final "e arremate "a im*ermeabili!ação( *reven"o7se os reforços necessáriosG
n- a im*ermeabili!ação "eve ser e2ec&ta"a em to"as as áreas sob enc@imento' Recomen"a7se e2ec&tá7la sobre o
enc@imento' Devem ser *revistos( em ambos os n5veis( *ontos "e escoamento "e fl&i"osG
o- as arestas e os cantos vivos "as áreas a serem im*ermeabili!a"as "evem ser arre"on"a"as sem*re 4&e a
im*ermeabili!ação assim re4&ererG
*- as *roteções mec1nicas( bem como os *isos *osteriores( "evem *oss&ir j&ntas "e retração e trabal@o t#rmico
*reenc@i"os com materiais "eformáveis( *rinci*almente no encontro "e "iferentes *lanosG
4- as j&ntas "e "ilatação "evem ser "ivisores "e á.&a( com cotas mais eleva"as no nivelamento "o caimento( bem
como "eve7se *rever "etal@amento es*ec5fico( *rinci*almente 4&anto ao rebatimento "e s&a abert&ra na *roteção
mec1nica e *isos *osterioresG
r- to"as as áreas on"e @o&ver "esvão "evem receber im*ermeabili!ação na laje s&*erior e recomen"a7se tamb#m na
laje inferior'
????????????????