You are on page 1of 8

Musica Eletrônica

:
Música electrónica (música eletrônica no Brasil) é toda música que é criada através do
uso de equipamentos e instrumentos electrónicos, tais como sintetizadores,
gravadores digitais, computadores ou softwares de composiço! " forma de
composiço é geralmente intuitiva e muitas vezes pode ser feita até mesmo por
pessoas com pouca e#peri$ncia musical! %s softwares so desenvolvidos de forma a
facilitar a criaço!
&or sua 'istória passou de uma vertente da música erudita (fruto do tra(al'o de
compositores vision)rios) a um elemento da música popular, primeiramente (astante
relacionado ao roc* e posteriormente discernindo+se como um estilo musical próprio
(principalmente relacionado com a música popular nos su(+estilos considerados
dançantes tais como o tec'no, acid, 'ouse, trance e drum ,n, (ass, desenvolvidos a
partir do auge da música disco no final da década de -./0)! "ctualmente e#istem
v)rias ramificaç1es do estilo, tanto eruditas como populares!
2oncerto de 3ean Mic'el 3arre, artista de música eletrônica, no 4a 5éfense
em -6 de 7ul'o de -..0
8rance psicadélico9
rance psicadélico
&:
ou trance psicodélico
&B
(referido ainda como ps; trance) é
uma forma de música eletrônica desenvolvida no fim dos anos -.<0 em =srael a
partir do >oa trance! :ste estilo tem uma (atida r)pida, entre -?@ e -A@
(atidas por minuto ((pm), além da (atida forte de *ic*, num compasso 6#6, que
algumas vezes difere da (atida do tec'no por ter um alcance de freqB$ncia um
pouco mais alto além dos sons graves! % >oa trance original geralmente era
feito com sintetizadores modulares e samplers de 'ardware, mas a prefer$ncia
no trance psicodélico se direcionou para a manipulaço de samples e
armazenamento em programas de sampleamento CD8 e "E! % uso de
sintetizadores analógicos para a sFntese sonora deu lugar aos instrumentos
Ganalógicos virtuaisG digitais como o Hord 4ead, "ccess Cirus, Iorg MD+J000,
Koland 3&+<000 e os plugins de computador CD8 e "E como o Hative
=nstruments Kea*tor! :sses geralmente controlados por um sequenciador
M=5= dentro de um programa de 5igital "udio Lor*station (5"L)! % trance
psicodélico é freqBentemente tocado em festivais ao ar livre(longe de grandes
centros ur(anos), que podem durar v)rios dias, com a música tocando J6 'oras
por dia!
Vertentes do estilo
M um dos mais populares estilos de música eletrônica nos últimos anos, e vem
sendo tocado desde raves especFficas para este estilo até clu(es mais
comerciais! M (astante psicodélico, tendo como caracterFstica principal a idéia
de transe em que o ouvinte entra, em(alado pelas lin'as de sintetizador
repetidas ao longo das (atidas da música, que consiste num ritmo 6N6! 5esde o
seu surgimento, o trance 7) passou por v)rias mudanças! 5e acordo com os
detal'es em sua estrutura, podem ser dos estilos &rogressive, 5ar* e
&s;c'odelic, entre outros! 2ada vertente tornou+se independente, formando
uma escola para os artistas envolvidos! Dendo assim, é possFvel acompan'ar a
evoluço da cena psicodélica em particular!
5entro da cena atual, a produço de música eletrônica é a(undante e rica em
qualidade, dividindo+se nitidamente em tr$s fortes correntes principais9 Oull
%n, &rogressive e 5ar*!
Full On
M a vertente mais pesada e r)pida do &s; 8rance! Deus (ai#os so corridos com
muitas variaç1es de tons, sintetizadores ao e#tremo e por uma grande
oscilaço entre momentos de euforia total e melodias (em tra(al'adas,
geralmente construFdas entre -6J e -@0 (pms! M sem dúvida um som que tem
um apelo dançante! M e#trovertido e convidativo P e#presso corporal da
dança! Deus elementos vo entrando, cada um em seu tempo, até que a música
enc'e, e ento e#plode! "lguns da vertente so o "(solum, "lien &ro7ect, Kafa
a*a Qi(otic, >MD, Ouzz; &ro7ect, =nfected Mus'room, 4ogic
Bom(,&'antasmatic, 5uo Densualit;,Desto Dento, &arasense, "stri#,
8alamasca, Du(A, -J00 Mics, :s*imo,>an7asonic,>rowling Mac'ines e 5;namic!
% Oull %n se divide em9
• Morning9 su(+vertente que é mais comum no perFodo da man' nas
festas, com muito groove e muita melodia! " maior parte dos GmorningsG
vem de =srael! "rtistas como "stri#, Ci(e 8ri(e, Melicia, &s;drop,5H"
e Desto Dento apostam no GmorningG com seus s;nt's altamente
melódicos! :#poentes de GmorningG de outros paFses tam(ém se
destacam, como por e#emplo o &rotoculture (Rfrica do Dul), Bam(oo
Oorest (Orança) e %r(ital Cision (Brasil)!
• Qig' 8ec'9 su(+vertente muito comum no perFodo da tarde nas festas, é
derivado do morning, e tem mais efeitos eletrônicos! %s maiores
produtores de G'ig' tec'G so =sraelenses como &erple#, &'anatic,
Oreedom Oig'ters, "nanda D'a*e, tendo outros (ons produtores de
v)rias nacionalidades!
• Hig't9 su(+vertente que se destaca pelo mi# de elementos do 5ar*
8rance ((atidas pesadas, sintetizadores som(rios) com uma ritmo mais
acelerado, poucas melodias e é mais dançante! % pro7eto mais con'ecido
de nig't, em(ora muitos o considerem Gdar*G é o D'ift! "lguns artistas
da su(+vertente9 Linter 5emon, "za# D;ndrom, 5amage, Dero#at, =ron
Madness, Heuromotor, Menog, "(omination e Oungus Oun*!
• >roove9 su(+vertente que no distingue Gnig'tG ou GmorningG, tem como
principal idealizador o pro7eto franc$s 8alamasca é (em aceita em
qualquer 'or)rio, utiliza tam(ém muito sintetizador, muita e#ploso,
lin'as de (ai#o mais incorpadas e pesadas de facil assimilaço! &ro7etos
como GD'oveG, GOlip OloptG, G8went; :ig'tG, G8'e Oirst DtoneG,
G%vercloc*G, GMental BroadcastG, =ntela(eam, Kampage, Lrec*ed
Mac'ines, "udio+S, :lement &ro7ect e Orea*ulizer so alguns e#emplos!
Progressive
Certente mais calma, lenta e e#tremamente lisérgica do &s; 8rance, construFda
geralmente (mas nem sempre) entre -?0 e -60 (pm! " oscilaço é dei#ada de
lado, o som é mais constante, retilFneo e crescente! %s sintetizadores so mais
sutis, sendo a (atida e a lin'a de (ai#o o que mais interessam ao trance! M uma
música introspectiva, que (usca equalizar as ondas do cére(ro, e assim, c'egar
a um estado meditativo da dança! M o som tFpico de fim de tarde no qual, depois
do 5ar* e do Oull %n, é muito aceita para descansar o corpo e a mente! 8em um
*ic* (em leve e um (ai#o (em grooveado, passando por diversos tons que
empolgam seu ritmo dançante! :#emplos so os produtores do Beat Bizarre,
Tion in Mad, Metap'er, Bitmon#, "ce Centura, 8icon e "tmos! % GprogG mescla
v)rias vertentes e su(+vertentes da música eletrônica podendo camin'ar entre
o prog 'ouse, prog ps; e prog dar*, estando todos englo(ados no mesmo estilo
(no ') como classificar ou teria+se nomenclaturas enormes do tipo minimal+
progressive+electro+(rea*s)! :le pode ter um (assline com (astante groove,
assim como nen'um groove!
Dark
8odas essas vertentes se completam, cada uma com seu momento dentro do
ritual! " cele(raço psicodélica precisa tanto dos momentos de euforia e dança
que o Oull %n proporciona no auge da festa, assim como do som (arul'ento e
sinistro do 5ar*, além dos insig'ts meditativos do &rogressive após a energia
ser tra(al'ada! 8udo no seu tempo e com 'armonia!
Keggae9
% Keggae é um estilo de música origin)rio da 3amaica! Bo( Marle;, cantor e
compositor, é o Fcone deste estilo musical! :m sentido mais amplo, Keggae pode
referir+se a outros ritmos como s*a, roc*stead;, du(, dance'all e ragga!
%riginal da década de A0, o ritmo divide+se em dois su(g$neros, o Groots
reggaeG (o reggae original) e o Gdance'all reggaeG, que é origin)rio da década
de /0! % reggae é constantemente associado ao movimento rastafari, que, de
fato, influenciou muitos dos músicos apologistas do estilo reggae nas décadas
de /0 e <0! 5e qualquer maneira, o reggae trata de v)rios assuntos, no se
restringindo P cultura Kastafari, como o amor, o se#o e principalmente a crFtica
social!
Significado do nome
% nome reggae surgiu por causa do som que faz na guitarra! % GreG seria o
movimento pra (ai#o, e o GgaeG, o movimento pra cima! % mesmo acontece com
o s*a, o nome é derivado do som que é reproduzido na guitarra!
4istagem dos principais artistas internacionais
• Bo( Marle;
• Bunn; Lailer
• Burning Dpear
• 5ennis Brown
• >regor; =saacs
• Qorace "nd;
• =srael Ci(ration
• 3aco( Miller
• 3a' i ras
• 3a' 4ive
• 3imm; 2liff
• Ma# Komeo
• &eter 8os'
• Dolano 3aco(
• Bam(u Dtation
• "lp'a Blond;
• Blac* E'uru
• Manu 2'ao
• >entleman
&rincipais artistas do Brasil
• "dao Hegro
• "frodizia
• "lma 57em
• 2a(an
• 2'imarruts
• 2idade Hegra
• 57am(i
• 5ona 4eda
• 2ativeiro
• :dson gomes
• Oilosofia Keggae
• 3a' live
• 3ig <-
• 4e1es de =srael
• Mato Deco
• Haço Kegueira
• Hamast$
• Hatiruts
• &apa Kutz
• &lanta U Kaiz
• &onto de :quilF(rio
• 8ri(o de 3a'
• Din'o do Keggae
• 5iM(anus
&rincipais artistas de &ortugal
• Douls of Oire
• %ne love Oamil;
• 8erra*ota
• &rince Ladada
• "rs'a
• Oreed; 4oc*s
• Iussondulola
• Mercado Hegro
• %ne sun tri(e
• &'ilarmonic Leed
• Dativa ((anda)
Bo( Marle; em concerto em Turique