You are on page 1of 5

Informativo sobre orunmila Ifá

Este espaço se destina a uma breve informação sobre o Orisá Orunmilá, dos oráculos de
Ifá e Orisá (divindade) do panteão yorubá a Religião Tradicional Yorubá, assuntos
relacionados a espiritualidade e suas diversas doutrinas buscando sempre o auto
conhecimento e evolução espiritual .
Orunmilá : é uma divindade e Ifá é o sistema onde esta divindade se manifesta. Não há
Ifá sem Orunmilá e nem Orunmilá sem Ifá. Estes dois conceitos estão intimamente
relacionados que muitas vezes referimo-nos a Orunmilá como Ifá.
A diferença entre Orunmilá e Ifá: Orunmilá é o nome que Olodumaré (Deus) o criador
deu para Orunmilá enquanto divindade manifestada no mundo.
Ifá é o oráculo, o sistema divinatório composto de diversos métodos. Os mais
conhecidos são: Opele Ifa, o Ikin Ifa e o Merindilogun ou (jogo de 16 búzios)
conchinhas do mar.
Quem é orunmilá? Orunmilá: divindade da sabedoria e do conhecimento, mensageiro
responsável pela transmissão das orientações das divindades e de nossos ancestrais, de
maneira a permitir a cada um de nós a possibilidade de uma escolha e acertar para uma
vida feliz. Orunmilá, o testemunho do destino e da criação. O segundo após Olodumaré.
Aquele que estava presente, ao lado de Deus, quando a vida, o mundo, o homem foi
criado. Orunmilá tudo vê, tudo sabe, tudo conhece. Não há nada que tenha sido criado
ou que virá a ser criado que Orunmilá não saiba antes. Orunmilá conhece a vida e
conhece a morte, ele conhece a existência: o antes e o depois. Por isso ele pode ajudar a
todos que o seguem e praticam seus ensinamentos: amor, caráter, diguinidade e respeito
pelas pessoas e pela natureza na vida terrestre e celestial.
A divindade, Orunmilá /Ifá deve ser compreendida como um sistema: é o homem e sua
ferramenta de orientação. Orunmilá é tanto humano quanto espírito. Enviado por
Olodumare para ir a diferentes lugares sempre que há necessidade para ajudar os
homens a enfrentarem seus problemas, contornando obstáculos e desenvolvendo o seu
bom caráter. Podemos também imaginar Orunmilá como o espírito de Eledumare
manifestado no homem. Alguns dizem que a palavra Orunmilá deriva de oro-omo-ela
ou oro= palavra/espírito, omo= filho, ela= Deus ou orun -mi -èla =o espírito de Deus em
mim. Após a criação, Orunmilá veio a terra como a divindade encarregada por
Olodumaré para ensinar os homens. Onde encontramos as respostas e as
soluções para os problemas, equilíbrio para nosso destino (Odu) paz para
nossa cabeça (Ori) realização dos objetivos e permanência viva de
“Deus”(Olodumare) em nossas vidas. Os orixás são divindades expressamente
oriundas da Nigéria (África) seu idioma é o yorubá. Hoje cultuados em vários
países do mundo. Podemos ter acesso à Matriz da religião original dos orixás
na Nigéria e em vários Templos de Ifá no Brasil. Há este grande sucesso
obitido damos graças aos Babalawos Nigerianos e a muitos Bàbálorisas
brasileiros que foram para a Nigéria buscar conhecimento, resgate, axé e o
segredo de Ifá. Tendo em vista que a África é o berço da humanidade, estamos
resgatando as raízes e para valorizar e ampliar nossa cultura e crença e
milenar no combate ao charlatanismo, racismo, descriminação e intolerância
religiosa.
Três itens importantes para você entender a necessidade de se cuidar
espiritualmente no dia a dia.
Toda pessoa necessita encontrar o equilibrio da mente e do espirito e o seu
alinhamento com Deus. Para que isso aconteça necessitamos alimentar nosso
orí (cabeça) para obter a transformação positiva na vida. O primeiro membro
que surge no corpo é a cabeça e tem a importante missão de equilibrar nossa
mente desde o nascimento e por toda a vida. O òrìsà òrì tráz as impressões
que estão gravadas em nosso inconsciente das vidas passadas (carma) a
nossa origem no universo ( missão) a capacidade de agir e pensar. Atitudes
ligadas ao nosso comportamento e conduta ética (caráter). Juntamente com a
cabeça vem predestinado o òrìxà (guardião) exência divina que está
diretamente ligada a Deus. Considerando o Ori = origem do ser = elédà (mente
superior) está ligado ao òrun (céu) e ao mesmo tempo ligado à terra (aiyé)
força que sobrevive até após a morte. Quando a cabeça está debilitada
perdemos as forças positivas e as energias negativas se acumulam nos
deixando sem rumo, infelizes, frustrados e acabamos contraindo doenças e
transtornos na vida como: depressão, stress, vícios, suicídios, separações,
brigas, perdas financeiras, acidentes e acabam caindo no abismo e muitas das
vezes a “morte”.
Leia aqui - uma breve explicação da nececidade de propiciar sua cabeça.
Em nosso corpo existe três bocas fundamentais que nececitam de alimentos e
cuidados:
A primeira boca - se encontra na moleira que está no (centro da cabeça), por
onde alimentamos nosso ori (cabeça) para dar força vital e equilibrio ao corpo
fisico e ao espírito.
A segunda boca - se encontra no umbigo, onde o feto se alimenta atravéz do
cordão umbilical e depois do nacimento continua nos alimentando como mãe
do corpo, indicando a procriação; a raiz da vida.
A terceira boca – se encontra na face do rosto por onde ingerimos os alimentos
que mantem o corpo saudavel e permite continuarmos vivos para cumprir a
missao na terra.
Por isso a necessidade de alimentar o Ori (cabeça), ou seja, dar comida a
cabeça (ibori) fazer limpeza, descarrego, oferendas (ebòs) com isso fortalece,
energiza o corpo fisico e espiritual, aumentando a luz da àurea.
Para saber que tipo de alimento precisa para alimentar a cabeça é preciso
consultar o Oráculo de Ifá, (jogo de búzios, opele ou ikin ifa) onde Orunmila ifá,
tráz o Odu (destino) e a resposta certa para positivar os caminhos e satisfazer
as necessidades do corpo, do espírito, dos ancestrais, das divindades e
entidades. Vale rassaltar que estes Oraculos só podem ser manipulados por
sacerdotes autorizados, iniciados e consagrados à religião dos Orixas Orunmila
Ifá. Certifiquem se antes de qualquer consulta.
Após realizar as oferendas e as preces corretas encontrarão a paz, alegria,
sucesso nos objetivos, negócios, amor, cura para as doençase proteção. Em
fim, a reorganização, estrutural e realizaçao para a vida.
Segue uma prece para rezar seu ori todas as manhãs ao acordar ou quando
tiver em momentos difíceis:
Peque um copo de água e ajoelhe onde voce se sentir mais a vontade.
Derrame um pouquinho de água no chão do seu lado esquerdo e diga: Exu tutu
(refresque Esu).
Em seguida derrame um pouquinho de água a sua frente e diga: ilè tutu
(refresque a terra)
Derrame tambem água sobre a terra do seu lado direito e diga: onan tutu
(resfrasque o caminho)
Com a mão esquerda derrame um puco de água em sua mao direita e coloque
sobre sua moleira ao alto da cabeça e diga:
Ori mi tutu (refesque minha cabeça) prosiga a prece segurando com as duas
mão sua cabeça, testa e nuca e vai sucecivamente trocando as maos,
(acariciando) seu Ori e dizendo:
Agô fun mi orí mo jubá (minha cabeça eu peço licença eu te saúdo)
Agô fun mi orisá ( meu orixá eu peço licença)
Ori mi mope o ( minha cabeça eu te chamo)
Olodumare mojuba re (senhor Deus eu te saudo)
Orí mi xereré fun mi ( minha cabeça faça o bem para mim)
Vai em seguinda fazendo seus pedidos para aquele dia nao esquecendo de
agradecer também pelas graças recebidas.

Iyálòrìsà Leoni Ifáwunmi