Outubro de 2008 ## 00 Agosto de 2008 01

Agosto de 2008 # 00 - Página 5

[mobilidade]

[nesta edição]

Portabilidade numérica pode enfrentar entraves
Agilidade técnica pode garantir acesso permanente
Antes do início da implantação da portabilidade numérica no Brasil, a IDC investigou o processo em outros países para identificar os principais problemas do novo sistema. Nos países com situação mais próxima à do Brasil, o índice de consumidores que optaram pela migração variou muito. O tempo de espera foi um dos fatores inibidores da mudança. “O usuário não pode ficar sem comunicação por dias ou por uma semana inteira”, observa Alex Zago, analista sênior de telecom da IDC Brasil. Entre os países desenvolvidos e com portabilidade desde 1995, o processo também foi lento no início. Também pesou o custo da tarifa repassada ao consumidor, mas resolvido pela alta competição, que fez com que as operadoras liberassem a taxa. “O sucesso da portabilidade depende da agilidade do processo e de custos atraentes. No caso da

04 Capa
roubo de Identidades preocupa usuários em todo o mundo.

Edital 05
portabilidade fixa, ela chega num bom momento ao Brasil, principalmente para as operadoras que entraram no mercado há pouco tempo ou as que estão atacando novas regiões. “Isso deverá resultar na ampliação dos serviços, redução de preços, aumento da minutagem, o que trará somente vantagens ao consumidor”, discute Zago. No caso da portabilidade numérica móvel, Zago acredita que terá um impacto maior no segmento pós-pago, que possui um perfil de consumidor médio já maduro e mais avesso a mudar o número de celular, ou ainda por agregar grande parte do público corporativo, a quem não é nada interessante a mudança de números. para criação de institutos de Ciência e Tecnologia.

06
Você encontra nas páginas desta edição fichas informativas sobre Produtos e Serviços e Cases de Sucesso.

Estagiários

09

do Acessa Escola ganham portal.

10

Tecnologia

por dentro das tendências e lançamentos do mercado.

Artigo 14
Europa avança. Brasil no caminho oposto.

15

IP Enabled

atrasa telefonia IP.

Publicação: FonteMidia Americas Redação: Cristiane Geminiano Arte: Luiz Vicente / Rodrigo Oliveira Multimídia: Pedro Paulo Av. Eng. Soares de Camargo, 489 03556-000 - São Paulo - SP editorial@fontenews.com.br www.fontenews.com.br

Outubro de 2008 ## 00Página 04 6 Agosto 2008 01 - - Página

[Segurança]

Índice revela preocupações do consumidor no mundo
Índice de Segurança Unisys revela que roubo de identidade e fraudes financeiras são as principais preocupações dos consumidores no mundo Os receios relacionados ao roubo de identidade e fraudes financeiras são as principais preocupações dos consumidores de 14 países, de acordo com os últimos resultados do Índice de Segurança Unisys. O roubo de identidade é a maior ameaça dos entrevistados de nove países, ao passo que o uso inadequado de informações de débito ou crédito alcança o primeiro ou o segundo lugar em 12 países pesquisados. O levantamento apresenta um indicador social do nível de segurança da população sobre quatro tópicos: segurança nacional, financeira, da internet e pessoal. A companhia conduziu a primeira pesquisa global em agosto de 2007 como parte de um estudo que passa a ocorrer duas vezes por ano, com o objetivo de avaliar o sentimento do consumidor em relação à segurança. A pesquisa atual inclui respostas de 13,2 mil pessoas, entrevistadas entre março e abril de 2008. Comparado com o ano passado, o Índice caiu três pontos, para 134, o que representa Os resultados atuais mostram que a preocupação geral relacionada à segurança financeira está em primeiro lugar

um nível moderado de preocupação geral com a segurança no mundo todo. O indicador mede o sentimento dos consumidores em uma escala de zero a 300 e os receios referentes ao roubo de identidade e fraudes financeiras também foram as principais preocupações em agosto de 2007. Nas quatro áreas específicas estudadas, a preocupação geral relacionada à segurança financeira está em primeiro lugar (143 de 300), seguida pela pessoal e nacional (que chegam a 138), e da internet (118). Com exceção da Alemanha, onde os entrevistados expressam grande preocupação com vírus de computadores, spams e a segurança de compras on-line, os demais

países revelam um desconforto de baixo a moderado com a segurança na internet. Curiosamente, ao mesmo tempo em que consumidores do mundo inteiro geralmente demonstram menos receios em relação a compras on-line em comparação com outras questões de segurança, a pesquisa da Unisys mostra que permanece uma significativa apreensão em relação a tecnologias mais novas, como o uso de um dispositivo móvel para realizar transações financeiras. Para acessar ao relatório: www.unisyssecurityindex. com/download-reports.asp.

Outubro de 2008 # # 00 - Página 7 Agosto de 2008 01 - Página 05

Outras descobertas importantes
• Os receios dos consumidores estão mais altos nas principais economias em desenvolvimento, como Hong Kong (189), Cingapura (176), Brasil (169) e Malásia (164). • Os residentes de Hong Kong citam como suas principais preocupações os medos relacionados à segurança em todos os quatro tópicos (sua pontuação total é de 189), temendo especialmente se tornarem vítimas de fraudes com cartões bancários (243), sofrer epidemias de saúde (214) e não conseguir atender as obrigações financeiras básicas (188). • Com exceção da Alemanha, único país europeu que registra grande preocupação com problemas de segurança, os europeus geralmente se sentem mais seguros do que as pessoas do restante do mundo. • Os franceses são os menos preocupados do mundo, com o nível mais baixo (ou quase) de preocupação nas quatro áreas. A pontuação da França como um todo não passa de 76. • Desde a primeira pesquisa global, o Índice de Segurança Unisys aumentou acentuadamente na Espanha (+23), Cingapura (+17) e Hong Kong (+10). Por outro lado, os maiores declínios nas preocupações com a segurança aconteceram na Austrália (-21), Reino Unido (-21) e Brasil (-19). • 7 países demonstram preocupação (pontuação igual ou superior a 150) em relação à segurança nacional e epidemias de saúde – Brasil (200), Malásia (192), Cingapura (188), Hong Kong (184), Estados Unidos (167), Espanha (166) e Alemanha (163). • EUA e Hong Kong apresentam maior ansiedade para cumprir as obrigações financeiras, como pagar contas de cartões de crédito e hipoteca.

Empresas também não se sentem 100% seguras
A preocupação com a segurança não está apenas com o consumidor. A Websense liberou o estudo Web@Work América Latina sobre o comportamento das pessoas no ambiente de trabalho. E apenas 2% dos gerentes de TI no Brasil consideram que a empresa onde trabalha está protegida. No relatório anterior, de 2007, este número era de 28%. Apenas 16% das pessoas nas empresas acreditam que crackers usam a web para contaminar os PCs com malwares. Para a Websense, o melhor seria que mais de 99% das pessoas acreditassem nisso. Isto porque os criminosos cibernéticos cada vez mais utilizam e criam novas técnicas de ataques aos PCs, domesticos e corporativos. Quando estão conectadas, 68% das pessoas acredita que o meio mais comum para a contaminação de um PC é o e-mail. Mesmo assim, 48% sentem-se protegidos nos equipamentos das empresas onde trabalham. O relatório constatou que, das empresas brasileiras, 62% usa filtros de acesso online, porém 30% delas não sabe se o mecanismo ajuda efetivamente ou não na proteção (No México, o uso de filtros é de 90%). Apenas 14% das empresas não têm certeza de sua eficiência. O relatório confirma que há risco real de vazamento das informações confidenciais nos ambientes de trabalho: 34% enviou documentos para seus e-mails pessoais para continuar o trabalho em casa. Porém, o número de funcionários com este hábito caiu 10%. A comunicação entre colegas no ambiente de trabalho é feita por mensageiros eletrônicos por 93% das pessoas. Para uso pessoal, 7%. Apenas 16% dos gerentes de TI se preocupam com o abuso na utilização dos messengers. Foram realizadas 600 entrevistas com empresas de mais de 250 funcionários do Brasil, Chile, Colômbia, Peru e América Central. Do total, 50% era da área de TI, e a outra metade de outras áreas.

A cada edição do FonteNews oferecemos uma lista de produtos e serviços disponíveis para consulta no IT Portal.
• Aplicativos • Desenvolvimento/Design empresas e instituições de ensino.

BraZip 9.0
Utilitário completo para compactação e descompactação de arquivos em muitos padrões. Scripts permitem criar rotina de backup e agendá-la para início no horário programado. Também cria self-extrator. • Autoria

Designers 3D
Projetos de interiores em 3D. Utilizando o software Designers3D, os profissionais terão agilidade e qualidade superiores na criação e produção de desenhos em 3D e 2D nos quais objetos, texturas e iluminação estarão totalmente integrados.

Mstech BlueLab

Oferece diversas ferramentas para condução de aulas nos laboratórios de informática. O professor tem recursos avançados de rede e multimídia para motivar e interagir com os alunos de forma simples e intuitiva. • Gestão/ERP/CRM

Visual Class
Software de Autoria para a criação de aulas e apresentações com recursos multimídia. Gera aplicações no formato executável, swf e HTML/Javascript. • B2B/B2C

Magic uniPaaS
Ferramenta de desenvolvimento de aplicativos ricos para Internet (RIA e software como serviço (SaaS) baseadas em metadados, regras de negócios e orientados à integração de processo e arquitetura SOA. • Documentação

ERP Easiness

Inspirit Si4 B2B
Constroi redes de comunicação estruturada com workflow para o B2B e relacionamento com níveis de acesso por categorias distintas de clientes, redes de distribuição e pontos de vendas. Pode ser integrado a sistemas legados ERP, CRM e outros.

Sistema amadurecido da versão denominada Empresário, e com mais de 20 mil cópias vendidas, permite em curto espaço de tempo informatizar as operações de gerenciamento, controles e acompanhamento de clientes, fornecedores, estoque etc.

Inspirit Si4 Neotrack

ENG DocuTask
Documentação, cadastramento, pesquisa, listagem e acesso a documentos no formato PDF na rede corporativa, incluindo Intranet e Web. Ambiente Windows Server ou LINUX, interface compatível com todas as áreas da empresa, em HTML ou Flex (opcional).

Projeta planos de logística de cargas e acompanhamento de toda operação de transporte em tempo real pela web. Recurso de workflow para que a tomada da decisão pelas compras seja efetiva e auditada. Pode ser integrado a ERP e CRM legados. • Gestão de Sistemas ScriptLogic Installer Design Studio Para empacotamento de software, usada por administradores de rede ou desenvolvedores. Recursos para criar arquivos MSI (Microsoft Installer), verificar e alterar as configurações necessárias para o perfeito funcionamento das aplicações legadas. • Help Desk / Suporte

e-Procurement Lecom
Portal de Compras Lecom para empresas que precisam da gestão on-line do relacionamento com seus fornecedores e necessitam substituir processos operacionais onerosos por estratégias de negociação focadas em melhores resultados. • Banco de Dados

Prodimage IRS

O IRS Intelligent ReScan é um sistema que possibilita a captura de imagens através de scanners, convertendo documentos de papel para imagens digitais de alta qualidade. Ele evita a redigitalização dos documentos e tem interface de fácil operação.

ADS - Advantage Database Server
Sistema de gerenciamento de dados com controle de integridade, segurança de dados e concorrência multi-usuário, para aplicações Windows e Web. Versões para servidores Windows, Linux e Netware. • BPM/ SOA

Olive Software

Família de aplicações dedicadas à documentação digital baseada na XML (Extensible Markup Language) e desenvolvidas para duas grandes áreas de negócios: a corporativa (documentação digital) e a de publicações on-line (news media). • e-Learning

Brazip MySuite

Magic iBOLT Integration Suite

Cria interfaces de integração BPM (web e intranet) para acesso a informações (criar e alterar) em sistemas legados ou de diferentes fabricantes, incluindo ERPs, CRMs etc. Permite a criação de aplicações orientadas a serviços (SOA).

MStech e-Learning

Pacote composto por módulos que agiliza a comunicação da empresa, organiza o capital intelectual, padroniza tarefas e melhora processos internos. Módulos: Gestão Conhecimento, Help Desk, Comunicador Interno, Atendimento Online e Tarefas.

Desenvolvimento de cursos em Educação à Distância (EAD), e-Learning, produção de materiais didáticos, objetos de aprendizagem e simuladores digitais interativos para

ManageEngine ServiceDeskPlus

Auxilia na adoção da ITIL e na gestão da infra-estrutura de TI e seus ativos: software, hardware e recursos humanos, gerenciado: Incidentes, Problemas, Con-

Agosto de 2008 # 00 - Página 9

figuração, Mudança, Liberação, Disponibilidade, Nível, Capacidade e Continuidade. • Memória NAND Flash

estejam: na rede local, em casa ou na rua e conectados via Internet.

na web. • Smart card e tokens

ScriptLogic Active Administrator
Fornece uma série de ferramentas para administração e manutenção dos elementos do Active Directory da Microsoft. Permite criar templates de usuários, efetuar e restaurar backups do schema do Active Directory de forma rápida e simples.

ioDrive

GD Burti StarSign Card Token

Tecnologia baseada em memória flash do tipo NAND garante performance 1000 vezes maior do que os tradicionais discos rígidos. Capacidade de armazenamento de dados de processamentos de aplicações. Aumenta em até 100 vezes a memória do PC e Servidor. • Redes / Gerenciamento

Tecnologias smart card e USB token para potencializar as políticas de segurança dos negócios. Possui 64kb EEPROM, encriptação simétrica DES e 3DES, assimétrica RSA 2048 bits e algoritmo de hash SHA2. • Treinamento

ScriptLogic Desktop Authority

ManageEngine VQManager

Verifica e monitora os equipamentos VoIP na rede corporativa baseados nos protocolos SIP(RFC 3261), Skinny e RTP / RTCP (RFC 3550). Compatível com Cisco CallManager(4.x e 5.x), Swyx 6.0, Vovida VOCAL, Tekelec 5.6, Shoretel 6.1, PortaOne e Asterisk CDRs(Call Details Record).

Gerencia desktops Windows e políticas de acesso às aplicações. Segurança contra roubo de dados via dispositivos conectados à rede. Permite criar, editar e customizar pacotes do Microsoft Instal ler (MSI) para instalação de software.

ENG – Jornadas Flash

ScriptLogic File System Auditor

Treinamento em criação de conteúdo e aplicativos interativos e multimídia para a Internet, incluindo publicidade on-line, aplicações para cursos à distância e front-ends de aplicativos empresariais.

ManageEngine Firewall Analyzer

Informa sobre o funcionamento de todos os firewalls instalados na rede corporativa. Aplicação 100% web que coleta, analisa, arquiva e gera relatórios de logs sobre o status de Firewalls, VPN, Proxys e autenticadores RADIUS instalados na rede.

Revela quando os arquivos ou pastas são alterados na rede corporativa. Audita e reporta na hora qualquer ação efetiva em arquivos e pastas da rede corporativa. Mostra quem efetuou as possíveis alterações e em que momento isto aconteceu. • Segurança de Redes

SAP ABAP Foundations

ManageEngine App. Manager

4TRESS Advanced Authentication

Capacitação profissional modular para quem deseja ingressar na carreira de programador SAP em 3 módulos: SAP ABAP/4 Programmer Foundations (16 horas) , SAP ABAP/4 Programmer Advanced (40 horas) e SAP ABAP/4 Programmer ACADEMY (Foundations mais Advanced). • Web

Monitora as aplicações, mostra quais consumem CPU e memória e provocam gargalo. Emite alerta antes da queda da rede para manter a infra-estrutura de TI em funcionamento. Mostra desempenho de servidores JBoss, WebSphere, WebLogic, Tomcat, .NET.

Controle e gestão de acesso à rede via autenticação com smart cards, tokens, dispositivo USB, leitores biométricos ou senhas. Autenticação multi-fator (via smart cards, token, leitores biométricos ou senha) para a entrada na rede corporativa Windows.

Plataforma de Busca Velocity

ManageEngine OpManager

Newbury Network

Oferece busca feita corretamente (search done right) com interface simples, ordenada e de fácil uso. Pode ser configurada e liberada para uso em qualquer lugar, de dias a semanas, dependendo das exigências organizacionais. • Telecom / Aplicações

Controla dispositivos de hardware na rede. Inventário do status das memórias, processadores, discos periféricos, portas e placas. Auditorias agendadas e customizadas. Verifica dispositivos em gargalos. Garante planejar a infraestrutura de TI.

Família de produtos que cria um ambiente altamente seguro e inviolável para a gestão dos dispositivos que podem ter acesso à rede wireless e bloqueia qualquer tentativa de acesso não autorizado ao perímetro. Optenet Solutions for Enterprises Combina software e hardware para proteção de antivírus, antispam, filtro Web e firewall de aplicativos. • Sistema Operacional

MStech BlueMonitor

A plataforma de software BXP oferece uma avançada solução para gerenciamento centralizado de computadores e distribuição de softwares. Reduz custos e otimiza operações. Empresas e instituições de ensino podem utilizar a solução.

Optenet Security Suite for ISP´s Solução oferecida como serviço (Security as a Service, SaaS) pelos provedores de serviços de Internet que desejam garantir a proteção aos seus clientes. Inclui antivírus, antispam, filtro Web e firewall. Optenet Security Suite Mobile Permite aos operadores móveis oferecer segurança completa aos seus assinantes, incluindo antivírus, antispam, filtro Web e firewall.

Insigne Momentum 5.0

ScriptLogic Desk. Authority RMG

Solução stand-alone para potencializar o gerenciamento remoto dos desktops e suas aplicações a partir do Desktop Authority, não importando onde eles

Sistema operacional de código livre para desktops domésticos e corporativos. Acompanha 26 aplicativos free do programa Computador para Todos do governo federal. Tem suporte a mais de 25 mil pacotes de aplicações disponíveis

www.itportal.com.br

Outubro de 2008 01 - - Página Agosto de 2008## 00Página 0810

[acontece]

Dois terços das grandes empresas usam software livre
O Instituto Sem Fronteiras (ISF) divulgou pesquisa realizada com mais de mil empresas do país onde constatou que as soluções baseadas no software livre está presente em 73% das corporações com mais de mil funcionários. O estudo também apurou que nas empresas que já utilizam o software livre, houve um avanço de 12,4% nos últimos 12 meses na sua utilização em computadores. Apesar disso, 53% dos entrevistados não utilizam software livre nos PCs. Em apenas 1% das companhias a utilização de software livre em seus PCs é integral (100%). Como sistema operacional, o maior índice de adoção está nas maiores empresas: 53%. A utilização de software livre em servidores nas empresas é de 56%. Apenas 7% afirmaram adotar o software livre em todos os seus servidores corporativos. Por regiões, a região centrooeste está no topo da lista: 78% de adoção de software livre como sistema operacional em servidores. Quando a pergunta é sobre sua utilização em aplicações de missão crítica, o índice é de 48%, que na avaliação do ISF, rompe mais um mito, que apontaria que o SL não estaria preparado para suportar os dados mais relevantes. Com relação ao TCO (Total Cost Ownerchipment) 66% acredita que o TCO é inferior às soluções proprietárias. Outro motivo mencionado por 64% das empresas é que o SL oferece melhor aproveitamento do hardware. Entre as aplicações de SL citadas estão as de gerenciamento de infraestrutura, virtualização de storage e servidores, além de data mirroring.

[curtas] Parceria para Segurança
A companhia Optenet firmou parceria de distribuição das soluções de segurança que envolvem filtros de conteúdo, antispam, antivírus e firewall para redes corporativas, aplicações móveis, desktops domésticos e corporativos. Focada na Digital Intelligence, a Inspirit amplia seu portfolio e passa a oferecer o Optenet Solutions for Enterprises, que combina software e hardware para proteção digital; o Optenet Security Suite for ISP, oferecido como Security as a Service, SaaS); o Optenet Security Suite for Mobile, para operadores de telefonia oferecerem segurança aos assinantes; e o Optenet Security Suite PC, para provedores de internet de proteção para usuários de PCs, com controle parental, antivírus, antispam e filtro Web.

Insigne atinge 1.5 milhão de PCs
O sistema operacional de código aberto, Insigne, atingiu a marca de 1.5 milhão de cópias distribuídas em PCs dos fabricantes SEMP Toshiba, Kelow, Kennex, Mirax e Qbex. Criado em 2002 para ser o primeiro sistema operacional gratuito em PCs domésticos, o Insigne contribuiu para a criação, em 2005 do “Computador para Todos”, programa de inclusão digital do governo federal. A meta da Insigne é atingir, até o final deste ano, aos 2 milhões de unidades distribuídas em PCs de escritório e domésticos, portáteis e notebooks/netbooks compactos, seguindo o crescimento das vendas do setor e a chegada do Natal, quando os PCs entram para a listas de compras do final do ano.

Tecnologia para acordar surfista
Um brasileiro, ex-aluno da ENG DTP & Multimídia, Demian Borba, venceu a categoria Coolest App do Adobe Flash Camp, realizado em outubro em San Francisco, EUA, para reunir mais de duzentos desenvolvedores e designers em uma bateria de testes com a nova ferramenta Adobe Flash CS4. O aplicativo vencedor de Demian, o Surf Alarm, usa os recursos de 3D e inverse kinematics do Flash CS4 para acordar surfistas com diferentes músicas, dependendo das condições do mar (usando um feed XML de sites de surf). Se o mar estiver com ondas muito boas, a música escolhida pelo usuário é tocada e o app fica “frenético”. A equipe do brasileiro foi composta por Erwin Haya (EUA) e Matthieu Aington (França).

Outubro de 2008 # # 00 - Página 11 Agosto de 2008 01 - Página 09

[GSM]

[inclusão]

Vantagens da freqüência UMTS 900 em 3G

Estagiários do Acessa Escola ganham portal
Alunos que tomam conta de laboratórios de informática podem tirar dúvidas e interagir com outros colegas O Acessa Escola é um projeto que transforma as salas de informática de escolas em espécies de “lan houses”, abertas em tempo integral para os alunos. Com isso, os estagiários que comandam as salas poderão interagir e ganhar conhecimento atualizado. A ferramenta pode ser utilizada por estes estagiários selecionados para o programa ou por qualquer estudante em suas atividades dentro do projeto. Até agora 2.100 estagiários já foram treinados, para entrar nas salas até o fim do ano. Além de informações sobre o Acessa Escola, traz notícias da rede de educação estadual e informações sobre à rotina das escolas, como implementação de programas e oportunidades para os estudantes. Os alunos ainda podem acessar vídeos interativos que esclarecem eventuais dúvidas sobre a monitoria da sala de informática, além de trocar informações com outros monitores por meio de um fórum. Não há necessidade de o aluno se identificar para acessar o site. Qualquer pessoa pode

A maioria das redes 3G/ HSPA opera em 2100 MHz, mas o uso de freqüência 900 MHz proporciona uma área maior de cobertura, além de uma economia e cobertura entre 50% e 70% melhores que a freqüência UMTS 2100. A constatação veio a partir do estudo de caso produzido pela GSA – Global Mobile Suppliers Association sobre a rede da Elisa Corporation, operadora móvel da Finlândia. O uso de 900 MHz reduz o número de posições das células para cobrir várias áreas, com economias CAPEX (Capital Expenditure) ou OPEX (OperationalExpenditure). Isto também se aplica às UMTS em outras freqüências, como 850 MHz. A cobertura também permitiu a reutilização das posições e freqüências GSM900 para preencher as áreas não cobertas pelas redes UMTS 2100 já em operação.

consultá-lo, incluindo pais e responsáveis que queiram conhecer melhor o projeto. O Acessa Escola irá atingir as escolas estaduais de Ensino Médio em três fases: 600 da capital até fim de 2008 (a previsão inicial era de 500), 1.000 até março de 2009 (capital, cidades da Grande São Paulo, Campinas e Campo Limpo Paulista), 3.000 até final de 2009 (outras cidades da Grande São Paulo e interior) e 3.527 até março de 2010 (todo o Estado), com 12.242 alunos como monitores. www.acessasp.sp.gov.br

Insigne Momentum 5.0

S

istema operacional para computadores domésticos que faz parte do Computador para Todos, programa de Inclusão Digital do governo federal. Oferece 26 aplicativos para as principais tarefas do dia-a-dia, como geração de documentos e textos, apresentações, desenhos, e-mails, organização e edição de fotos, e tocadores multimidia que também permitem ouvir rádio via internet. O Firefox também oferece suporte a vários plugins para TV e rádio via internet além de permite configurar o navegador para receber notícias via RSS.

O aMSN possibilita a conversação instantânea com pessoas de todo o mundo. O usuário também faz suas ligações telefônicas com ferramenta de comunicação que acompanha o produto. Faz a instalação rápida da maioria dos periféricos existentes: webcams, redes Wireless, modems discados e banda-larga, placas de TV, vídeo 3D, impressoras, scanners, câmeras-digitais, pen-drives e cartões de memória. Foram incluídos nesta lista os modems de conexão banda-larga 3G das principais operadoras de telefonia móvel. A sua utilização em sub-notebooks proporciona performance e facilidade de uso destes equipamentos. Recursos inéditos como o Comece Aqui geraram aceitação do SO pelos usuários. O INSIGNE GAMES traz o Frozen-Bubble, um popular puzze-game onde o usuário controla um canhão para combinar grupos de três ou mais bolhas da mesma cor, e o Supertux, que tem como personagem principal o Tux, mascote do Linux, e que simula os jogos clássicos de plataformas 2D, como o clássico SuperMario.
Consulte pelo código FNF1

iBOLT Integratio Suite
lataforma de integração de processos de negócios a partir da utilização da Arquitetura Orientada a Serviços - SOA (Service Oriented Architecture). Permite tornar o conjunto de processos e aplicações em uma única aplicação composta utilizando os conceitos EAI/BPM (Enterprise Aplication Integration and Business Process Management). Possui mais de 100 adaptadores de aplicação prontos para facilitar a comunicação com pacotes consagrados como SAP, SAP Business One, JDE, IFS, entre outros. iBOLT customiza e racionaliza processos de negócios integrando entre si diversas aplicações, plataformas e bancos de dados. O resultado é uma infra-estrutura abrangente para integração de aplicações de negócios (EAI), arquitetura orientada a serviços (SOA), e gerenciamento de processos de negócios (BPM). Ferramenta livre de códigos, oferece wizards, opções drag-and-drop, e tabelas para permitir tcriar conexões com aplicações de negócios implantadas em qualquer hardware, sistema operacional ou tecnologia de banco de dados. O iBOLT Integration Suíte também traz uma série de componentes já prontos para facilitar uma série de tarefas, entre elas comunicação com a platafor-

P

Oferece módulos para desenvolvimento, modelagem, criação e mapeamento de processos e fluxos; integração de componentes, adaptadores; execução das soluções de integração, além de monitoramento em tempo real da performance dos processos de Consulte pelo código FN001-1 negócios que foram integrados.
Consulte pelo código FNF2

Outubro de 2008

ma iSeries, Lotus Domino, FTP, polling e leitura de arquivos e manipulação de e-mails, além de facilitadores para integração com Webservices de empresas como FEDEX, UPS entre outras.

Plataforma Inspirit Si4

Agosto de 2008 # 00 - Página 13

D

esenvolvida nas linguagens ASP e .Net, a plataforma Inspirit Si4 permite a construção de redes de comunicação estruturada com recursos de workflow para diversas atividades, entre elas B2B, Logística, Comunicação Integrada, CRM entre outras.

Permite a criação de regras de acesso a partir de níveis hierárquicos de competências para as atividades relacionadas ao negócio. Os níveis de acesso podem ser baseados em categorias de clientes (internos e externos), fornecedores, distribuidores, revendas e pontos de venda. Para automatizar as decisões de compras, oferece o recurso de workflow e auditoria das tarefas. Quando utilizada para criar portais de B2B e B2C, permite associar meios de pagamento às ofertas de produtos/serviços na Internet e garantir o controle de todos os processos de compra, vendas, estoques e atualizações pela web. Permite que o administrador do portal de relacionamento de compra gerencie remotamente todos os dados do portal, inclusive catálogo eletrônico de produtos e serviços, além da sua logística de entrega. Pode ser integrada com qualquer aplicação externa, ERP, CRM, aplicações móveis, e também com o Google Maps, que pode ser utilizado em projetos que necessitam de aplicações de

localização geográfica. Também pode ser integrada com aplicações de segurança e autenticação de acesso baseados em smart cards e tokens. Fornece todos os relatórios necessários para a administração efetiva do B2B e pode integrar o portal B2B aos seus sistemas legados (ERP, CRM, etc), possibilitando redução do TCO e garantindo o ROI de forma efetiva. É disponível a partir do Data Center da Inspirit.
Consulte pelo código FNF3

GD Burti Starsign Card Token
olução para transações online que combina smart card e token com a Internet, e oferece arquitetura de comunicação segura entre usuários e provedores de serviços na web, incluindo internet banking e as lojas virtuais. Garante que o usuário tenha a certeza absoluta que a sua comunicação com o provedor de serviços não será interceptada ou redirecionada para sites falsos, nem que seus dados sejam roubados via os tradicionais mecanismos de rastreamento utilizados pelos cibercriminosos.. Não exige instalação adicional de hardware ou software e realiza a configuração e controle dos componentes da rede e comunicação TCP/IP, eliminando barreiras de interpretação dos usuários menos experientes. Além da segurança, a tecnologia proporciona redução dos custos de implantação, manutenção e operação, seja por parte do usuário seja pelo provedor de serviços web. A segurança é garantida pela criptografia baseada nos padrões SSL/TLS (Secure Sockets Layer (SSL)/Transport Layer Security (TLS), além de eliminar a necessidade de compra de leitores de cartões. Em comparação com a autenticação simples (que requer usuário e senha), oferece sistema de autenticação por dois fatores, conhecido por T-FA (TwoFactor Authentication), que garante um nível mais elevado de proteção. Pode ser utilizada em várias situações de autenticação de transações eletrônicas e acesso a documentos e sistemas corporativos ou no PC ou notebook.
Consulte pelo código FNF4 Consulte pelo código FN001-1

S

Outubro de 2008

Agosto de 2008 # 00 - Página 14

Deu Certo - Informe do Fornecedor

Rede O que era feito em umautomatiza processos de integração Maxxi Econômica dia e meio, agora acontece em uma hora
O que era feito em um dia e meio, agora acontece em uma hora
m agosto de 2006, a rede de farmácias Maxxi Econômica, sediada em Canoas/RS, decidiu atualizar toda a sua infraestrutura de TI e seus sistemas de informação visando acompanhar a sua fase de expansão, que prevê a abertura de mais seis filiais até o final de 2007 – hoje são 22 lojas -, o que contribuiu para o aumento do volume de informações de negócios a serem automatizados e integrados de forma eficiente para garantir a eficácia do atendimento a uma média de 566 mil clientes mensais. O grande desafio da atualização e modernização no início do projeto há cinco meses era a integração de informações entre as filiais e a matriz da Rede Maxxi Econômica, uma rede de TI composta por 30 servidores e 900 usuários finais. Apesar do grande volume de informações geradas diariamente pelas lojas (vendas, estoques, compras e pedidos), a integração dos processos era feita de forma manual através da cópia de arquivos e geração de arquivos textos, o que ocasionava inúmeras falhas e inconsistências nos processos, sem contar a demora na execução das tarefas: um dia e meio para automatizar 33 mil registros. Com este ritmo, a matriz tinha acesso aos movimentos sempre com mais de um dia de defasagem. Hoje, o sistema de integração criado com iBOLT Integration Suíte, da Magic Software, permite que todos estes registros sejam feitos em apenas uma hora e é feito automaticamente. Para obter estes resultados e tocar um projeto eficiente de integração dos processos, a Rede Maxxi Econômica, com a consultoria da Alltrade System, efetuou a atualização do Trade Vendor Pharma, sistema de automação de farmácias e drogarias fornecido pela própria Alltrade, e adquiriu a ferramenta de integração da Magic Software. Com o aumento da velocidade da Interligação (Frame Haley) e o aumento da banda de acesso à web, foi possível desenvolver o projeto a partir da integração de informações das lojas com a matriz em tempo real. Outra área onde o iBOLT auxiliou foi a integração de notas fiscais com os principais fornecedores, um procedimento que era feito pelo CPD manualmente e levava cerca de duas horas diárias. Hoje, esta integração acontece de modo totalmente automático e o departamento de TI passou a se concentrar em questões estratégicas e o trabalho operacional e repetitivo ficou por conta do iBOLT. O projeto inicial previa a integração dos processos principais; acesso aos estoques atualizados das filiais; acesso aos pedidos de compra gerados pelas lojas para a matriz;

E

atualização dos cadastros feita pela matriz e integração das notas de compra de mercadorias recebidas pelas lojas e disponibilizadas para o setor fiscal da empresa. “Com a utilização de outros softwares similares teríamos investimentos três ou quatro vezes maiores sem a mesma flexibilidade nos projetos. Os resultados são visíveis! Antes tínhamos uma pessoa exclusivamente dedicada para fazer a gestão da integração. Agora, o nosso servidor faz tudo sozinho e com a vantagem que podermos monitorar o que está acontecendo e visualizar a conclusão de cada processo em tempo real e também notificada através de e-mail”, acrescenta Diogo. ”O projeto de integração com o iBOLT nos forneceu um ambiente completo e amigável para suportar todo o projeto de gerenciamento de processos de negócios da Rede Maxxi. Por oferecer uma infra-estrutura poderosa e flexível, foi possível criar uma rede de usuários sem barreiras na infra-estrutura de TI”, explica o gerente de TI da Rede. Foi possível aumentar a automatização da coleta de dados e, com isso, reduzir os estoques e realizar a reposição de mercadorias nas lojas no tempo e quantidade adequada, “pois agora temos acesso às informações de forma rápida e precisa e a direção da empresa pode visualizar de forma rápida o que está acontecendo com as lojas”, conta Diogo. Com a primeira etapa, concluída em 5 meses, inclusive envolvendo a atualização do ERP e do Banco de Dados em todas as 22 filiais da rede, a empresa pôde avançar no seu processo de expansão com a abertura de mais sete pontos de venda. E com o sucesso alcançado, a empresa já prevê um crescimento ainda maior, pois o projeto interno da empresa prevê a abertura de mais 15 pontos de venda no próximo ano. ”Este projeto consolidou a parceria que temos com a Alltrade, pois o comprometimento com o sucesso do projeto foi total, e o uso da tecnologia da Magic Software mais uma vez se mostrou extremamente eficiente, além da ferramenta iBOLT nos oferecer possibilidades ilimitada, colocando o BPM muito além de integração. A automatização de processos podem ser amplamente explorada e implementada em nosso negócio”, finaliza Diogo Santos.

Consulte pelo código FNF5

Outubro de 2008 Setembro de 2008

ioDrive: Memória NAND Flash
esenvolvido sobre a plataforma de silício denominada ioMemory, o ioDrive é uma tecnologia de clustering NAND com performance similar à DRAM e capacidade de armazenamento compatível com a demanda atual — proporcionando às empresas brasileiras desempenho 1000 vezes maior tanto no processamento como no armazenamento. O tioDrive aumenta drasticamente a performance a tal ponto que qualquer servidor pode apresentar o desempenho I/O (Input/ Output) do mais rápido SAN (Storage Area Network) corporativo. A tecnologia baseada garante transferência de dados em velocidades que variam entre 600 a 700 MB/s. Isto significa que os call centers poderão processar as informações dos clientes numa velocidade muito maior, reduzindo, deste modo, o tempo de atendimento. Trabalhando em microsegundos, a velocidade de acesso a base de dados como Oracle e SQL se eleva de 2 a 10x, aumentado a proficiência do atendimento aos clientes. O ioDrive utiliza os benefícios do baixo custo e escalabilidade da memória flash NAND de alta densidade para prover escalabilidade aliada à performance, além de não apresentar as limitações presentes nas tradicionais infra-estruturas de storage (por exemplo, complexidade, mecanismos físicos, alto consumo energético, baixo resfriamento do sistema e gargalos I/O). Usuários podem plugar um ou mais ioDrives em slots PCI-Express dos servidores ou workstations e conseguir altas performances, outrora presentes apenas nos mais avançados ambientes corporativos de tecnologia da informação.

Agosto de 2008 # 00 - Página 15

D

Testes realizados mostram que o ioDrive pode chegar a 800MB/s na leitura e 600MB/s na escrita, trabalhando na velocidade de 100 mil operações por segundo (IOPS), toda essa performance conseguida com apenas um único ioDrive. Tais resultados são superiores mesmo com o mais rápido dos SSDs (Disco de Estado Sólido) atualmente no Mercado. Além de desempenhar tais façanhas, seu gasto energético não passa de 60 kwatts/ano.
Consulte pelo código FNF6

mySuite: Web 2.0 para gestão da comunicação

O

BraZip mySuite é um pacote modular que permite organizar o capital intelectual, padronizar tarefas e potencializar os processos de comunicação para os negócios. É composto por módulos que permitem à empresa construir o cenário ideal para a sua comunicação interna e externa.

Módulos disponíveis – Help Desk (HD): Realiza o registro e controle de chamados (tickets) e organiza o fluxo de mensagens trocadas entre a empresa e os clientes, eliminando drasticamente os custos operacionais com chamadas telefônicas, tanto para a empresa quanto para os clientes. Oferece controle total do acesso e leitura dos tickets informando data e horário; – Atendimento Online (AOL): Permite o contato em tempo real entre o cliente e a empresa. Possibilita a transferência de atendimentos entre operadores e também a conversa simultânea entre 3 atores. – Gerenciador de Tarefas (GT): Administra as tarefas agendadas e executadas. Possibilita delegar as pendências para um outro colaborador e ainda permite controlar o seu andamento (leitura, execução e cancelamento de tarefa); – Gestão do Conhecimento (GC): Canal de compartilhamento, disseminação e distribuição de informações corporativas entre os membros da organização, clientes e fornecedores. – Comunicador Interno (CI): Chat (mensagens instantâneas) para redes locais e virtuais criado para aprimorar a comunicação entre os colaboradores dentro da estrutura da empresa. – Solicitações (SL) - Permite a organização da demanda das solicitações realizadas entre todos os colaboradores da empresa. Exibe histórico de todos os contatos feitos, acompanhamento das solicitações via avisos e alertas e oferece relatórios e estatísticas das solicitações que já estão em andamento.
Consulte pelo código FNF7

Outubro de 2008

Outubro de 2008 ## 00Página 14 16 Agosto de 2008 01 - - Página

[webosfera]

[artigo]

Cresce número de sites eleitorais

Europa Avança. Brasil Segue Caminho
Jorge de La Rocque (*)

O

uso de sites eleitorais no Brasil aumentou nos últimos anos. A maioria dos candidatos conectados foram os concorrentes dos principais partidos aos cargos mais importantes da administração pública nacional. Essa é uma das conclusões da pesquisa realizada na Pós-Graduação do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB), com dados do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O trabalho utiliza a relação de sites registrados por candidatos sob o domínio “can.br”, criado nas eleições municipais de 2000. Naquele ano, foram registrados 590 sites. Em 2004, o número mais que triplicou, alcançando 2,2 mil domínios —um crescimento de 272,9%. Na comparação das eleições estaduais e federais de 2002 e 2006, a evolução é ainda maior, com um salto de 542 para 2.639 sites — aumento de 386,9%. A Resolução TSE 2.718/2008, liberou o registro de domínios can.br e por conta das alterações nas leis da propaganda eleitoral o crescimento da utilização deste domínio. Atualmente são mais de 2,5 mil domínios registrados até o momento. No site do Registro.br há gráficos sobre a evolução dos domínios can.br: http://registro.br/stat/can.br.html.

D

iferente do que acontece nos países desenvolvidos, onde os grandes oligopólios empresariais têm que enfrentar na Justiça ações contra abusos da sua posição de domínio no mercado de telecomunicações, no Brasil a situação caminha para a eliminação da livre concorrência graças ao desrespeito à Lei Geral de Telecomunicações. O nosso questionamento ocorre a partir de fatos noticiados na imprensa internacional que relata casos, como o de ações movidas pela Comissão Européia contra a espanhola Telefônica e a alemã Deutsche Telecom, pelo exercício de processos semelhantes aos observados no Brasil, que por aqui avançam sem qualquer restrição dos órgãos competentes. No primeiro episódio, a Comissão Européia multou a Telefônica em 152 milhões de euros por “abuso grave” de sua posição dominante no mercado espanhol de banda larga. O órgão executivo da União Européia informou que a Telefônica aplicou preços injustos, com margens muito estreitas, na revenda de acesso ASDL a concorrentes, no período de setembro de 2001 a dezembro de 2006. “Com essa prática, a Telefônica debilitou a posição de seus concorrentes, dificultando sua presença e crescimento no mercado”, afirma o comunicado. A comissária de Competição, Neelie Kroes, afirmou no comunicado que a redução

das margens imposta pela Telefônica aos concorrentes não só elevou seus custos, como prejudicou os consumidores perceptivelmente. “Quando consumidores e empresários em um mercado tão importante são prejudicados, toda a economia sofre as conseqüências”, afirma o texto. “O plano de negócio e as contas de custos da Telefônica demonstram que a empresa não podia ignorar que estava impondo um estreitamento de margens”, afirmou a Comissão Européia. Na segunda ocorrência, contra a alemã, o tribunal de Primeira Instância da União Européia confirmou a multa de 12,6 milhões de euros imposta pela Comissão Européia à empresa Deutsche Telekom, pelos preços excessivos que impunha aos seus concorrentes para aderirem à sua rede telefônica local entre 1998 e 2002. Nas duas conjunturas, as operadoras foram punidas por práticas abusivas de poder que feriam a livre concorrência de mercado. No Brasil, segundo a entidade representante dos provedores de acesso à Internet, práticas semelhantes vêm sendo observadas há tempos com alguns agravantes nos recentes anos, sem nenhum mecanismo de controle, correção ou repreensão dos órgãos competentes.
(*) Presidente da Rede Global Info.

Outubro de 2008 # # 00 - Página 17 Agosto de 2008 01 - Página 15

[comunicações]

IP Enabled atrasa telefonia IP
Sistema conta com fabricantes de telefonia locais focados no mercado nacional.
Contra a corrente mundial, em que a maioria das multinacionais migrou, há anos, o PABX TDM tradicional para o PABX digital e, agora, para a telefonia IP, muitas empresas no Brasil trilharam seu próprio rumo ao elegerem uma tecnologia intermediária, o IP Enabled. “O PABX IP Enabled tem vantagens, pois além de reduzir custos de telefonia é um sistema mais barato e fácil de implementar. Mas é fato que esse desvio de caminho torna o processo de migração para o IP puro mais lento e mais custoso, e impede que as empresas brasileiras desfrutem dos benefícios das comunicações unificadas”, diz Vinícius Caetano, analista de telecom da IDC Brasil e responsável pelo estudo TDM IP Inventory and Migration 2008. O sistema IP Enabled é um sistema típico do Brasil, país que conta com fabricantes de telefonia locais focados no mercado nacional. Em países como o México, onde esses fabricantes locais inexistem, as empresas migraram do padrão TDM diretamente ao IP, sem se atrasarem com o IP Enabled. O que ainda impede que as empresas migrem sua telefonia completamente para o IP é o alto valor do terminal, que custa em média 200 dólares. Além disso, o IP Enabled já atende às necessidades das empresas que almejam somente a redução de custos de ligação entre diferentes “sites” e localidadese não conhecem os benefícios das comunicações unificadas. Segundo a IDC, o Brasil conta atualmente com pouco mais de 800 mil ramais IP e um número de ramais TDM dezenas de vezes superior, o que coloca o país entre os mais atrasados da América Latina. “Mas, a tendência, num prazo mais longo, é que as empresas brasileiras percebam que para se manterem competitivas terão de se render ao valor do IP, aliando a redução das contas telefônicas com a produtividade e a colaboração propiciadas pelas comunicações unificadas”, analisa Caetano.

Outubro de 2008 ## 00Página 16 18 Agosto de 2008 01 - - Página

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful