Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão

Conhecimento na área Aspectos críticos que a Literatura identifica Aponta-se um professor bibliotecário ainda preso à concepção de gestor de recursos documentais e distante dos problemas / dificuldades reais dos alunos. É um professor que valoriza a difusão de informação nas suas práticas, em detrimento da construção de conhecimentos.

Biblioteca escolar Desafios. Acções a implementar

Domínio

Pontos fortes

Fraquezas

Oportunidades

Ameaças

Relação interpessoal. Motivação pessoal.

Competências do professor bibliotecário

Escassa formação na área da Biblioteca Escolar. Ainda incipiente domínio das novas tecnologias.

Administrar a própria formação contínua. A existência de momentos de partilha de saberes e experiências com outros professores bibliotecários. O trabalho a desenvolver é excessivo para as 21 horas na Biblioteca. Ser prospectivo e assumir uma atitude de investigação e de aprendizagem contínuas. Envolver alunos e professores nas aprendizagens.

Conhecimento na área O número de horas do professor de TIC na BE revela-se insuficiente (90min). A zona de multimédia está incluída na zona de estudo e tal perturba o trabalho dos alunos. Há falta de organização na exposição de alguns documentos. Ainda não se iniciou a informatização / catalogação do Fundo Documental. Ainda se verifica um enorme desequilíbrio

Biblioteca escolar

Organização e Gestão da BE

Descreve-se um professor que ocupa muito do seu tempo na organização do Fundo Documental e na dimensão física da BE e que, por consequência, deprecia a articulação com a escola e os seus elementos constitutivos.

O facto de existir um professor de TIC na equipa da BE. O espaço da BE encontra-se estruturado em zonas funcionais.

Reorganização do espaço.

Reorganizar o espaço em função das necessidades Ausência de ajuda e da melhoria de / esclarecimento condições de para trabalhar trabalho dos com o programa utentes. Porbase. Revisão do Regulamento Interno da BE.

Gestão da Colecção

As bibliotecas são Diversidade e encaradas, muitas actualidade do

As verbas da RBE O desinteresse de e do PNL, bem alguns docentes como da própria na apresentação

Promover o diálogo com os professores e

Conhecimento na área vezes, como desperdícios de fundos. O professor Fundo bibliotecário nem Documental. sempre dá resposta adequada ao desafio de fornecer recursos pertinentes. Verifica-se o desconhecimento, por parte de muitos docentes, do papel da BE enquanto espaço de parceria na construção de conhecimentos e experiências enriquecedoras da vida. Tem-se constatado a valorização de BE enquanto espaço O Plano de Actividades da BE é elaborado em articulação com o Plano Anual de Actividades do Agrupamento. entre material livro e material não-livro. Há áreas disciplinares que dispõem de um reduzido número de documentos.

Biblioteca escolar

escola permitirão minimizar as assimetrias.

de propostas para aquisição de Fundo Documental da sua área disciplinar ou outra.

alunos de forma a motivá-los e a torná-los mais activos na escolha de documentos / materiais para a BE.

A BE como espaço de conhecimento e aprendizagem. Trabalho colaborativo e articulado com Departamentos e docentes.

Afastamento dos docentes da BE, que não indicam este espaço e os seus recursos aos alunos como uma mais-valia aquando da elaboração de Cooperação nos trabalhos projectos do PNL. escolares. Concursos de Leitura. Participação em actividades do Fraca frequência de leitura. Inexistência de um placard que

Desenvolver um trabalho de cooperação entre a BE e a Comunidade Escolar.

Envolver os professores e alunos em Desinteresse / não actividades de envolvimento dos pesquisa e docentes. projectos de construção de conhecimento. Reduzido envolvimento dos professores. Organizar actividades de promoção de leitura (encontros

Formação para a leitura e para as literacias

Participar nos diferentes concursos divulgados pelo

Conhecimento na área de informação e o não entendimento como um local de descoberta e de construção de saberes.

Biblioteca escolar PNL. Participar em concursos de leitura. Permitir o acesso a diferentes géneros de livros. com escritores e ilustradores; feiras do livro…). Manter actualizado e diversificado o Fundo Documental. Reforço dos recursos humanos que apoiem os alunos no trabalho realizado neste âmbito. Criar uma página na Internet referente à BE com sugestões para a realização de trabalhos de pesquisa, trabalhos escritos e de sites importantes. Recolher informação de modo a fazer

PNL. Participação no jornal de parede de Geografia.

permita colocar obras em destaque.

BE e os novos ambientes digitais.

Refere-se o facto de subsistir um uso ineficiente das novas tecnologias. Os alunos parecem dominar estes ambientes digitais, mas não corresponde à verdade.

Os computadores que existem na BE encontram-se em rede, com a Internet e permite-se a impressão de documentos quer a preto e branco quer a cores.

O número de computadores é manifestamente insuficiente para os seus utilizadores. Não existem computadores portáteis. Constatam-se deficiências no serviço de Internet. Não existem modelos de registo / recolha

Aumento do número de computadores. Criação e divulgação de guias informativos sobre os ambientes digitais.

O professor bibliotecário não consegue atender a todos os alunos com necessidades de esclarecimento neste âmbito.

Gestão de evidências/ avaliação.

Os estudos que têm sido levados a cabo em relação

Não consigo ainda apontar qualquer aspecto.

A existência de um modelo de avaliação da BE.

O excesso de burocracia e a ausência de

Conhecimento na área às acções efectuadas é incipiente e não torna evidente a eficácia (ou não) dos serviços prestados pela BE nem o impacto nas atitudes dos utentes. de evidências que permitam uma avaliação objectiva. Escassez de recursos humanos.

Biblioteca escolar balanços periódicos e objectivos dos progressos efectivados (seguindo o Modelo de Avaliação).

tempo e recursos humanos para tratar os dados que se possam recolher.

Gestão da mudança SÍNTESE A BE constitui-se como um espaço nuclear nas escolas, permitindo a articulação entre todos os docentes, alunos e níveis de ensino, favorecendo a construção de conhecimentos e o desenvolvimento de

Factores de sucesso O trabalho de parceria entre todos os elementos do Agrupamento. Permitir o acesso privilegiado a documentos promotores de sucesso educativo.

Obstáculos a vencer A ausência de hábitos e métodos de trabalho e pesquisa dos alunos. A indiferença / passividade de alguns elementos da Comunidade Educativa. A ausência de uma prática de autoavaliação da BE.

Acções prioritárias Criar na Comunidade Educativa o reconhecimento do valor da BE na promoção do sucesso escolar. Conhecer concretamente as dificuldades dos alunos de modo a promover a superação das mesmas. Participar / cooperar nas actividades propostas no Plano Anual de

Conhecimento na área competências várias.

Biblioteca escolar Actividades do Agrupamento. Reforçar / apoiar o trabalho curricular efectuado pelos docentes na sala de aula com os alunos.