You are on page 1of 3

Plano de Aula: Codicilos. Formas especiais de testamento.

Intepretação do
testamento
DIREITO CIVIL VI
Título
Codicilos. Formas especiais de testamento. Intepretação do testamento
Número de Aulas por Semana
Número de Semana de Aula
9
Tema
Codicilos. Formas especiais de testamento. Intepretação do testamento
Objetios
1- Conceituar codicilos e identificar seu objeto.
2- Analisar os requisitos dos codicilos e as espécies previstas no ordenamento brasileiro.
3- Estudar os efeitos jurídicos dos codicilos.
4- Analisar as formas especiais de testamento e seus efeitos jurídicos.
- Compreender as re!ras de interpreta"#o dos testamentos.

!strutura do Conteúdo
Estrutura do Conteúdo
1. Codicilos
a. Conceito
b. $bjeto
c. %equisitos
d. Espécies
e. Efeitos jurídicos
2. Formas Especiais de Testamento
a. &estamento marítimo
i. Conceito e requisitos
ii. Efeitos
b. &estamento aeron'utico
i. Conceito e requisitos
ii. Efeitos
c. &estamento militar
i. Conceito e requisitos
ii. Efeitos

3. Interpretação dos testamentos
i. (ormas permissivas e proibitivas
ii. %e!ras interpretativas

Aplicação "r#tica Te$rica
Caso Concreto 1
Em 1)*+,*2+1+ noticiou-se no site -1. /0ul1er dei2a 1eran"a de %3 21 mil14es para cac1orros
5 6il1o de milion'ria 1erdou apenas %3 178 mil1#o. A cac1orra Conc1ita foi a mais sortuda dos
1erdeiros9.
/$s cac1orros de uma milion'ria americana 1erdaram %3 21 mil14es com sua morte. A mul1er
dei2ou apenas %3 178 mil1#o para o fil1o7 que entrou na :usti"a por se sentir lesado. ;osner
morreu aos ,8 anos e dei2ou uma fortuna em din1eiro e uma casa para seus tr<s cac1orros.
=ma outra parte da 1eran"a foi destinada para os funcion'rios da mans#o em 0iami. Eles
ter#o acomoda"#o e sal'rio !arantidos enquanto estiverem cuidando dos animais. >ret Carr7
fil1o da milion'ria7 ficou com apenas %3 178mil1#o. %evoltado7 ele entrou na :usti"a ale!ando
que um dos assessores da m#e a for"ou a dei2ar a maior parte do din1eiro para os c#es. =ma
C1i1ua1ua c1amada Conc1ita foi a mais a!raciada com a morte da mul1er. A cac1orra tem
colares de pérola7 um closet repleto de roupas e visita spas para rela2ar em seu pr?prio
Cadillac9.
;er!unta-se. @e o testamento tivesse sido realiAado no >rasil a dei2a testament'ria estaria
corretaB E2plique sua resposta.

Caso Concreto 2
Cucas7 empres'rio de sucesso7 ao realiAar o testamento sobre a parte disponível de seu
patrimDnio7 desi!nou como beneficiada de sua casa na praia sua sobrin1a Ana. Ap?s a
abertura da sucess#o7 verificou-se que Cucas possuía duas sobrin1as. Ana CuiAa e Ana 0arta.
Como determinar a quem Cucas realiAou a dei2a testament'riaB :ustifique sua resposta.

Questão Objetia
E0;*@C 5 2++4F
G 5 (o testamento militar7 se o testador pertencer a corpo destacado7 o testamento ser' escrito
pelo respectivo comandante7 desde que de !radua"#o ou posto superior.
GG 5 H facultado aos cDnju!es contratar sociedade entre si ou com terceiros7 desde que n#o
ten1am casado sob o re!ime da comun1#o universal ou separa"#o obri!at?ria de bens.
GGG 5 Assim como no testamento7 o recon1ecimento de fil1o perante o juiA é irrevo!'vel. ;orém7
nesse Iltimo caso7 o recon1ecimento dever' constituir o objeto Inico e principal do ato.
GJ - Em rela"#o K uni#o est'vel7 o Inico re!ime patrimonial admitido é o da comun1#o parcial
de bens.
J 5 $ pedido de div?rcio compete apenas aos cDnju!es7 salvo aquele que for incapaA7 1ip?tese
que a a"#o poder' ser proposta por curador7 ascendente ou irm#o.

aF apenas G7 GGG e GJ est#o corretas.
bFapenas GG e GJ est#o corretas.
cF apenas G7 GGG e J est#o corretas.
dFapenas GG7 GGG e J est#o corretas.
eFapenas GG e J est#o corretas.