You are on page 1of 4

Plano de Aula: Inventário Judicial e Administrativo. Arrolamento.

DIREITO CIVIL VI
Título
Inventário Judicial e Administrativo. Arrolamento.
Número de Aulas por Semana
Número de Semana de Aula
14
Tema
Inventário Judicial e Administrativo. Arrolamento.
Objetivos
1- Estudar os requisitos e efeitos do inventário judicial.
2- Verificar os efeitos da partilha.
3- Analisar os requisitos e efeitos do inventário administrativo.
4- Estudar o arrolamento sumário e o arrolamento comum, identificando as diferenas
para o inventário.

strutura do !onteúdo
1. Inventário Judicial (ou solene)
a. !oro
". #e$itimidade
c. %rimeiras declara&es
d. 'mpu$na&es
e. (ens inventariados
f. )ltimas declara&es
$. %artilha

2. Inventário administrativo
a. *equisitos
". %rocedimento e Escritura %+"lica

3. Arrolamento
a. Arrolamento sumário
". Arrolamento comum

Aplica"#o $rática Te%rica
Caso Concreto 1
,-A(-%* . 2/. E0ame 21123 4uando 5re$or 6amsa acordou de sonhos intranq7ilos, perce"eu
que seu casamento havia se transformado em um tormento monstruoso. %or isso, no dia 12 de
de8em"ro de 2114, dei0ou o lar conju$al, onde continuaram residindo sua esposa #eni e seus
quatro filhos. -corre que, em 12 de janeiro de 2112, um m9s depois de sua separa:o de fato,
5re$or veio a falecer, dei0ando quatro filhos, todos havidos durante o casamento; !ran8,
<af=a, !rieda e <lamm. >a data do falecimento de 5re$or, o patrim?nio deste consistia
e0clusivamente em; 13 um apartamento na *ua do @astelo, no valor de *A 111.111,11 .
calculado na data do falecimento e adquirido por meio de contrato de compra e venda em 12
de de8em"ro de 1BBBC e 23 uma $rande área de terras na cidade de <, no valor de *A
111.111,11 . calculado na data do falecimento e adquirido antes do casamento com #eni,
am"os os "ens re$istrados em nome de 5re$or. >a data do falecimento n:o havia qualquer
"em adquirido em nome de #eni. 6a"endo que 5re$or e #eni eram casados pelo re$ime de
comunh:o universal de "ens, e supondo que o falecido n:o dei0ou qualquer dDvida e que se
enterro foi pa$o por meio do se$uro-funeral, responda; a3 E lu8 do @Fdi$o @ivil "rasileiro, #eni G
herdeira de 5re$or 6amsaH %or qu9 ,a fundamenta:o deverá contemplar e0pressamente o,s3
arti$o,s3 do @Fdi$o @ivil so"re a matGria3H "3 @alcule o valor do quinh:o ,em reais3 que ca"erá
a cada um dos herdeiros.

Questão Objetiva
6o"re o inventário G correto afirmar que;
a3 - valor da causa no inventário judicial deve ser indicado levando-se em conta todo o
patrim?nio ativo e passivo do Ide cujusJ.
"3 As cláusulas de inaliena"ilidade ou impenhora"ilidade impostas pelo Ide cujusJ ini"em
a constri:o dos "ens para pa$ar aos encar$os do espFlio, uma ve8 que incidem so"re
os "ens rece"idos pelos herdeiros.
c3 Kanto no inventário judicial como no arrolamento G necessária a indica:o de
inventariante conforme a ordem preferencial indicada na lei, "em como, se e0i$irá suas
primeiras declara&es.
d3 Lesmo que os imFveis n:o estejam re$istrados em nome do Ide cujusJ no *e$istro de
'mFveis, mas se lhe pertenciam e se estavam em sua posse no momento em que
morreu, dever:o ser descritos no inventário.
e3 Ainda que haja testamento, mas havendo consenso de todos os herdeiros e
interessados, pode ser reali8ado inventário administrativo.


AI!I"A"# #$%&&%A"A

'tulo( 'nventário e partilha ,aula 143

Objetivo( 'dentificar elementos do inventário judicial no Estado de ori$em do aluno e as re$ras
de partilha da herana.

Com)et*ncias+,abilidades(
@ompreender os pressupostos do inventário judicial.
*eali8ar partilha do acervo hereditário.
%restar informa&es completas e adequadas a um cliente.
Aplicar a caso prático.

"esenvolvimento(
,-A(-%* 2112 - adaptada3 Ant?nio, vi+vo desde janeiro de 2111, G pai de (runo, @láudio,
Maniela e Ernesto. Em 12 de janeiro de 2111, Ant?nio reali8ou testamento p+"lico, na forma da
lei, no qual disp?s o se$uinte; a seu filho (runo dei0a metade da denominada parte disponDvel
se seu patrim?nioC a !á"io, seu melhor ami$o, dei0a o terreno situado na *ua dos An8Fis, n.
NN, (airro *i"eirinho, na @idade de *io @laroC a sua filha Maniela dei0a joias da famDlia. Meclara
que todas as disposi&es testamentárias se referem E parte disponDvel da herana. Meclara,
ainda, deserdado o filho @láudio, so" fundamento de que este n:o se casou com a mulher por
ele indicada, filha de $rande ami$o da famDlia. >essa data, o terreno da *ua An8Fis valia O1 mil
reais, as joias valiam P mil reais e o patrim?nio total era de 311 mil reais. Ant?nio morre em 12
de janeiro de 2114. 6a"endo-se que o valor total do patrim?nio de Ant?nio na data de sua
morte era de 1O1 mil reais, já incluDdos aD o terreno situado na *ua dos An8Fis, que na data da
morte de Ant?nio valia N1 mil reais, e as joias de famDlia que na mesma data valiam 11 mil
reais, em consulta feita por Maniela responda; a3 qual o valor ou fra:o da herana ca"erá a
cada filho do falecidoHC "3 G válida a deserda:o de @láudioH %or qu9HC c3 Kodas as
disposi&es testamentárias ser:o juridicamente efica8esHC d3 -s le$ados dever:o ou n:o ser
entre$ues aos respectivos le$atáriosH E0plique e fundamente completamente sua resposta.

!eita essa análise, Maniela lhe apresenta al$umas outras d+vidas. %ara prestar informa&es
completas ao seu cliente e considerando hipoteticamente que as cidades antes indicadas est:o
locali8adas em seu Estado, pesquise as se$uintes informa&es;
1- 4ue pra8o está sendo adotado para a a"ertura do inventário; os trinta dias previstos no
@Fdi$o @ivil ou os sessenta dias previstos no @Fdi$o de %rocesso @ivil ,am"os
contados da a"ertura da sucess:o3H
2- >:o o"servado o pra8o para a"ertura da sucess:o há al$uma penalidade prevista em
seu EstadoH 'dentifique-a em caso afirmativo.
3- 4ual G o pra8o para encerramento do processo de inventárioH
4- >o caso analisado, qual o foro competente para a propositura da a:oH E0plique sua
resposta.
2- 4ual o valor da causaH 'dentifique as custas processuais e ta0as judiciárias incidentes
ao caso em análise, de acordo com as re$ras vi$entes em seu Estado.
O- 4ue certid&es ne$ativas de dG"ito fiscal devem ser apresentadas e como elas podem
ser o"tidas em seu EstadoH
N- 4ual o valor do 'K@LM a ser recolhido de acordo com as re$ras vi$entes em seu
EstadoH
P- Em seu Estado G possDvel a compensa:o do 'K@LM com precatFrios do EstadoH Em
caso afirmativo, qual deve ser o procedimentoH
B- Qá al$uma isen:o de 'K@LM em seu Estado que possa ser aplicada ao caso em
análiseH E0plique sua resposta.

-roduto+%esultado( - aluno deve ser capa8 de aplicar a casos práticos as re$ras de
sucess:o le$Dtima e testamentária estudadas durante o semestre. AlGm disso, o aluno deve ser
capa8 de encontrar informa&es completas para informar seu cliente de forma clara e o"jetiva,
fornecendo-lhe a vis:o inte$ral do processo.