You are on page 1of 6

Plano de Aula: Revisão

DIREITO CIVIL VI
Título
Revisão
Número de Aulas por Semana
Número de Semana de Aula
16
Tema
Revisão
Objetivos
1. Retomar conceitos e pressupostos da transmissão da herança.
2. Revisar as regras gerais do direito sucessório decorrentes da sucessão legítima e da
sucessão testamentária.
3. Reexaminar algumas as exceções vigentes e aplicação a situações concretas.

Estrutura do Conteúdo
1. Aceitação e renúncia da herança
2. Legitimados à sucessão
3. Sucessão Legítima
4. Ordem de vocação hereditária
. Sucessão !estamentária
". Aceitação e renúncia da herança
#. $ireito de re%resentação
&. $ireito de acrescer
'. (ideicomisso

Aplicaão !r"tica Te#rica
O aluno deve traer as !uestões resolvidas para a aula da semana 1"# corrigindo
$undamentadamente as alternativas !ue considerar erradas# %em como# anotando suas d&vidas
!ue deverão ser esclarecidas pelo pro$essor.

1
'O() 2*1*.3+ ,ose$ina e ,os-# casados pelo regime da comunhão universal de %ens# tiveram
tr.s $ilhos/ 0ário# 0auro e 0oacir. 0ário teve dois $ilhos/ 1aulo e 1edro. 0auro teve tr.s $ilhos/
)reno# )runo e )rian. 0oacir teve duas $ilhas/ 2solda e 2sa%el. 3m um acidente automo%ilístico#
morreram 0ário e 0auro. ,os-# muito triste com a perda dos $ilhos# $aleceu logo em seguida#
deixando um patrim4nio de R5 6**.***#**. 7esse caso# hipot-tico# como $icaria a divisão do
monte8
a+ ,ose$ina rece%eria R5 9:*.***#**. Os $ilhos de 0ário rece%eriam cada um R5
;:.***#**. Os $ilhos de 0auro rece%eriam R5 :*.***#** cada um. 3# por $im# as $ilhas
de 0oacir rece%eriam R5 ;:.***#** cada uma.
%+ ( herança seria dividida em tr.s partes de R5 3**.***#**. 1aulo e 1edro rece%eriam
cada um R5 1:*.***#**. )reno# )runo e )rian# rece%eriam# cada um R5 1**.***#**. 3#
por $im# 2sa%el e 2solda rece%eriam cada uma a import<ncia de R5 1:*.***#**.
c+ 1aulo e 1edro rece%eriam cada um R5 1:*.***#**. )reno# )runo e )rian rece%eriam#
cada um# R5 1**.***#**. 3# por $im# 0oacir rece%eria R5 3**.***#**.
d+ ,ose$ina rece%eria R5 9:*.***#**. 1aulo e 1edro rece%eriam cada um R5 ;:.***#**.
)reno# )runo e )rian rece%eriam cada um R5 :*.***#**. 0oacir rece%eria R5
1:*.***#**.

2
'O() 2**=.3+ ( respeito da sucessão legítima# assinale a opção incorreta/
a+ ( exist.ncia de herdeiros na classe dos descendentes a$asta da sucessão os
ascendentes.
%+ O consorte sup-rstite herdará a totalidade da herança na aus.ncia de descendentes e
ascendentes.
c+ Os herdeiros colaterais são herdeiros necessários.
d+ 7a união estável# não tendo o >de cu?us@ descendentes# mas somente ascendentes# o
convivente concorrerá# !uanto aos %ens ad!uiridos onerosamente na vig.ncia da
conviv.ncia# a um terço do monte hereditário.

3
'O()AB1 131
o
.+ Bo%re a sucessão legítima em $avor da vi&va# - errado a$irmar !ue/
a+ (inda !ue concorra com $ilhos exclusivos do $alecido# a vi&va C !ue era casada so% o
regime da separação o%rigatória C tem direito real de ha%itação relativamente ao &nico
imóvel deixado pelo >de cu?us@.
%+ Dasada so% o regime da separação convencional# a vi&va herdará a propriedade dos
%ens particulares do >de cu?us@# concorrendo com os $ilhos exclusivos deste# em
igualdade de !uotas.
c+ 7ão há di$erença !uanto ao $ato de a vi&va ser ou não mãe de todos os : 'cinco+ $ilhos
do seu $alecido marido.
d+ Doncorrendo com o irmão do $alecido# a esposa herdará todo o patrim4nio# !ual!uer
!ue se?a o regime de %ens.

4
'O()A0E 2**"+ 7a sucessão dos ascendentes/
a+ 7ão haverá direito de representação.
%+ 7ão haverá direito de transmissão.
c+ Faverá sucessão em tantas estirpes# !uantos se?am os avós.
d+ Faverá sucessão em tr.s estirpes# se concorrem dois avós paternos e um materno.


'G,(H+ 0aria casouAse com ,os- em 2*I12I16;=# pelo regime de comunhão parcial de %ens#
com !uem teve dois $ilhos# mas# por testamento cerrado# ,os- reconheceu um $ilho !ue teve
com outra mulher em%ora ?á casado com 0aria# sendo !ue# J -poca desse casamento# am%os
?á possuíam grande patrim4nio. ,os- $aleceu em 1:I*"I2**3# vindo 0aria a casarAse um ano
depois com (ntonio# o !ual tinha sessenta e cinco anos de idade e !ue veio a $alecer em
2*I*1I2**:# deixando viva sua genitora# ,oana. 7este caso# 0aria
a+ 1articipará da sucessão de ,os-# mas não participará da sucessão de (ntonio.
%+ 1articipará da sucessão de ,os- e de (ntonio.
c+ 1articipará da sucessão de (ntonio# mas não participará da sucessão de ,os-.
d+ 7ão participará da sucessão nem de ,os- nem de (ntonio.
e+ Bomente participará da sucessão de (ntonio# se este deixar %ens ad!uiridos durante o
casamento.

"
'O()AR, 32
o
.+ 7o direito %rasileiro/
a+ ( sucessão testamentária prevalece em !ual!uer caso.
%+ ( sucessão testamentária pode a%ranger %ens da legítima.
c+ ( sucessão legítima - su%sidiária em relação J sucessão testamentária.
d+ ( sucessão testamentária pode apenas a%ranger 2*K do patrim4nio do >de cu?us@.

#
'O() 2**6.3+ (cerca das regras aplicáveis Js sucessões# assinale a opção correta/
a+ Luando não se e$etua o direito de acrescer# não se transmite aos herdeiros legítimos a
!uota vaga do nomeado.
%+ Bão irrevogáveis os atos de aceitação ou de ren&ncia da herança.
c+ O direito J sucessão a%erta %em como o !uinhão de !ue disponha o coerdeiro não
pode ser o%?eto de cessão por escritura p&%lica.
d+ ( ren&ncia da herança deve constar expressa e exclusivamente de instrumento
p&%lico.

&
'G,1R 2**=+ (ntonio# casado com )runa pelo regime da comunhão universal de %ens# pai de
Darolina e de Maniel# $aleceu em 1* de a%ril de 2**;. 3rnesto# vi&vo# pai de (ntonio e de
Na%ricio# $alece na data de ho?e. Na%rício - solteiro e tem um &nico $ilho# chamado Feitor.
Miante dos $atos narrados# assinale a alternativa correta acerca da sucessão de 3rnesto/
a+ )runa herdará o !ue (ntonio herdaria se vivo $osse na data da morte de 3rnesto# por
direito de representação.
%+ )runa não herdará o !ue (ntonio herdaria se vivo $osse na data da morte de 3rnesto#
mas terá direito J meação so%re esse !uinhão.
c+ Be Na%rício renunciar J herança# seus so%rinhos Darolina e Maniel e seu $ilho Feitor
herdarão por direito próprio o patrim4nio deixado por 3rnesto# dividindoAo em partes
iguais.
d+ Be Na%rício renunciar J herança# tanto seus so%rinhos como seu $ilho herdarão por
representação# ca%endo metade da herança de 3rnesto a Feitor# uma !uarta parte a
Darolina e uma !uarta parte a Maniel.

'
'G,1R 2**=+ Bo%re o direito das sucessões# assinale a alternativa correta/
a+ Os ascendentes do $alecido# !uando chamados a suceder por direito próprio# não t.m
dever de colacionar as doações !ue rece%eram do >de cu?us@.
%+ Luando $or chamado a suceder em concorr.ncia com descendentes exclusivos do >de
cu?us# o c4n?uge so%revivente ?amais terá o dever de colacionar as doações !ue
rece%eu do $alecido.
c+ O companheiro so%revivente ?amais participará da sucessão do companheiro $alecido
em concorr.ncia com os descendentes exclusivos deste.
d+ ( garantia da !uota mínima de um !uarto da herança# assegurada pelo Dódigo Divil ao
c4n?uge so%revivente# su%siste mesmo !ue nenhum dos herdeiros do $alecido se?a
descendente do c4n?uge vi&vo.

1)
'011R 2**6+ ( propósito da sucessão# podeAse a$irmar/
a+ ( partilha por instrumento particular# uma ve $irmada pelos herdeiros e homologada
?udicialmente# - anulável pelos vícios e de$eitos !ue conduem J anula%ilidade dos
atos ?urídicos# respeitado# por-m# o prao decadencial de 1'um+ ano.
%+ O direito de representação dáAse na linha reta descendente# não sendo outorgado em
$avor de ascendenteO na linha transversal não há direito de representação# mesmo em
$avor dos $ilhos de irmãos do $alecido# !uando com irmãos deste vierem a concorrer.
c+ P nula de pleno direito !ual!uer disposição testamentária !ue se revista de caráter não
patrimonial.
d+ ( cláusula de inaliena%ilidade# instituída em testamento# poderá recair so%re os %ens
da legítima# a crit-rio do testador# independentemente da exist.ncia de ?usta causa.
e+ 7.d.a.

11
'O()AB1 123
o
.+ )ernardo morreu# deixando uma soma de dinheiro depositada em %anco#
ações de uma companhia# dois automóveis e os utensílios dom-sticos de sua resid.ncia# no
valor total de R5 3**.***#**. 7esse caso# podeAse a$irmar !ue/
a+ ( cessão de direitos hereditários# pelo herdeiro de )ernardo# pode ser $eita por
instrumento particular# sendo a herança# so% cogitação# móvel# em%ora indivisível# at- a
partilha.
%+ ( cessão de direitos hereditários# pelo herdeiro de )ernardo# deve ser $eita por
escritura p&%lica# sendo a herança# so% cogitação# imóvel# mas divisível# at- a partilha.
c+ ( cessão de direitos hereditários# pelo herdeiro de )ernardo# pode ser $eita por
instrumento particular# sendo a herança# so% cogitação# móvel e divisível# podendo ser
antecipada a partilha.
d+ ( cessão de direitos hereditários# pelo herdeiro de )ernardo# deve ser $eita por
escritura p&%lica# sendo a herança# so% cogitação# imóvel e indivisível# at- a partilha.

12
'O()AB1 11"
o
.+ (ntonio - divorciado de 0aria# com !uem teve dois $ilhos# ,os- e ,oão# ho?e
maiores e casados. Mepois do divórcio e da partilha de %ens# (ntonio passou a viver
maritalmente com )eatri# com a !ual não teve descendentes. 3n!uanto matinha união estável
com )eatri# o pai de (ntonio morreu# tornandoAse este# então# &nico herdeiro de vasto
patrim4nio imo%iliário# !ue aca%ou por não usu$ruir em virtude de ter morrido tr.s dias depois
de seu pai. (ssinale a alternativa correta/
a+ Os %ens de (ntonio# havidos antes da morte do pai# serão partilhados aos dois $ilhos
do primeiro casamento ',os- e ,oão+ e os havidos por herança de seu pai serão
partilhados J companheira ')eatri+.
%+ Os %ens de (ntonio# havidos antes da morte do pai# ca%erão metade J exAmulher
'0aria+ e metade aos dois $ilhos nascidos na!uele casamento ',os- e ,oão+# en!uanto
os %ens havidos por herança do pai# ca%erão metade J companheira ')eatri+ e
metade aos dois $ilhos ',os- e ,oão+.
c+ )eatri terá direito J metade do !ue cou%er a cada um dos $ilhos ',os- e ,oão+.
d+ Godos os %ens ca%erão aos dois $ilhos ',os- e ,oão+.

13
'O()AB1 123
o
.+ P correto a$irmar !ue o testamento p&%lico# com o Dódigo Divil de 2**2...
a+ 3xige a presença de tr.s testemunhas para o ato.
%+ P sempre escrito manualmente e nunca mecanicamente.
c+ P a &nica $orma permitida ao cego.
d+ P a!uele !ue só pode ser $eito nas depend.ncias de um ta%elionato.

14
'O()AB1 129
o
.+ 3stão legitimados a suceder# na sucessão legítima/
a+ Os ?á nascidos# os conce%idos e a prole eventual de pessoas ?á existentes.
%+ (s pessoas nascidas ou ?á conce%idas no momento da a%ertura da sucessão.
c+ (penas as pessoas ?á nascidas com vida ao tempo da a%ertura da sucessão.
d+ (s pessoas $ísicas e ?urídicas existentes ao tempo da a%ertura da sucessão.

1
'O()AB1 121
o
.+ (ssinale a opção correta/
a+ O legatário pode entrar na posse da coisa legada por autoridade própria# visto !ue a
posse direta do %em legado se lhe transmite >ope legis@ no instante da morte do
testador.
%+ Be ao tempo da a%ertura da sucessão ?á houver nascido o $ideicomissário# ad!uirirá
este a nua propriedade dos %ens $ideicomitidos# convertendoAse em usu$ruto o direito
do $iduciário pelo tempo previsto no testamento.
c+ O testamenteiro pode ad!uirir %ens da herança.
d+ O testamento de emerg.ncia ou testamento particular excepcional# escrito de próprio
punho e assinado pelo testador em risco de vida# sem !ual!uer testemunha# não
poderá ser con$irmado a crit-rio do ?ui.