You are on page 1of 301

ELABORAÇÃO DOS CENÁRIOS DO

PEHIS – PR – PLANO ESTADUAL
DE HABITAÇÃO DE INTERESSE
SOCIAL DO PARANÁ.

CENÁRIOS






Recife, Setembro de 2011







Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Sumário

1. Cenários Macroeconômicos ..................................................................................................................... 1
1.1.Projeções para o PIB ......................................................................................................................... 1
1.2.1. Os cenários considerados mais prováveis ................................................................................ 3
1.2.2. Cenários pessimistas ................................................................................................................ 4
1.3. Projeções do PIB por grande região e para o Paraná ...................................................................... 4
2. Projeção SElic .......................................................................................................................................... 7
2.1. Comportamento Recente .................................................................................................................. 7
2.2.Projeções de Mercado ....................................................................................................................... 8
3. Fontes de recursos para investimento e financiamento habitacional ..................................................... 10
3.1. Introdução ....................................................................................................................................... 10
3.2 Fontes de recursos com participação governamental ..................................................................... 11
3.2.1. Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ................................................................. 11
3.3. Repasses do governo ..................................................................................................................... 13
3.4. Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) ................................................................. 14
3.5. Fontes de recursos captados no mercado de capitais .................................................................... 16
3.5.1. Letras de Crédito Imobiliário (LCI) ........................................................................................... 16
3.5.2. Letras Hipotecárias (LH) .......................................................................................................... 18
3.6. Demais fontes de financiamento no mercado de capitais ............................................................... 20
3.6.1. Debêntures .............................................................................................................................. 20
3.6.2. Ações....................................................................................................................................... 20
3.6.3. Fundos de Investimentos Imobiliários (FII) com cotas ............................................................ 21
3.6.4. Certificados de Recebíveis Imobiliário (CRI) ........................................................................... 22
3.6.5. Cédulas de Crédito Imobiliário (CCI) e Cotas de Fundos de Investimeno em Direitos
Creditórios (FIDC) ............................................................................................................................. 22
3.7. Considerações finais ....................................................................................................................... 23
4. Uma breve contextualização da habitação no Brasil .............................................................................. 26
4.1. Projeções das despesas do orçamento da União com habitação .................................................. 27



Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

5. Projeção e cenários da evolução da aplicação em poupança e do investimento em habitação do SBPE
................................................................................................................................................................... 31
5.1 Projeção da aplicação em poupança e do investimento em habitação com recurso do SBPE ....... 32
5.2 Considerações finais ........................................................................................................................ 36
6. Perspectivas do Sistema Financeiro Imobiliário ..................................................................................... 37
6.1. Ambiente Institucional do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) ...................................................... 37
6.2. Alternativas de funding do SFI ........................................................................................................ 39
6.3. Considerações finais ....................................................................................................................... 43
7. Proposta de articulação de recursos para financiamento de habitações ............................................... 44
8. Perspectivas do FGTS ........................................................................................................................... 50
8.1. Fluxos financeiros ........................................................................................................................... 50
8.2. Arrecadação Líquida ....................................................................................................................... 51
8.3 Arrecadação complementar ............................................................................................................. 53
8.4. Retorno dos empréstimos ............................................................................................................... 53
8.5. Receitas financeiras ........................................................................................................................ 56
8.6. Fundo de Liquidez .......................................................................................................................... 58
8.7. Evolução do PL (Demonstrativo FGTS) .......................................................................................... 59
9. Capacidade de autofinanciamento e renda ............................................................................................ 60
9.1. Introdução ....................................................................................................................................... 60
9.2. O método para projeção da renda .................................................................................................. 61
10. Perspectivas do FCVS e do Fundo Garantidor .................................................................................... 64
Fontes de recursos internacionais ............................................................................................................. 81
1. Habitar Brasil bid - HBB / BID ................................................................................................................ 81
1.1. O Programa .................................................................................................................................... 81
1.2. Características ................................................................................................................................ 82
1.3. Legislação básica ........................................................................................................................... 83
1.4. Fontes dos recursos ....................................................................................................................... 83
1.5. Destinatários Finais ........................................................................................................................ 83



Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

1.6. Informações gerais sobre as operações do programa .................................................................... 84
1.7. PROCIDADES – BID ...................................................................................................................... 85
1.8. O Financiamento............................................................................................................................. 86
1.9. Procedimentos legais do PROCIDADES ........................................................................................ 86
2. Assistência Técnica para o Setor Habitacional ...................................................................................... 89
2.1. Housing Sector TAL ........................................................................................................................ 89
2.2. Banco Mundial e o Brasil ................................................................................................................ 90
2.3. Estratégia de Parceria .................................................................................................................... 90
2.4. Oportunidades para todos .............................................................................................................. 92
3. A Aliança no Brasil ................................................................................................................................. 92
3.1 ALIANÇA DE CIDADES .................................................................................................................. 93
3.2. A ALIANÇA DE CIDADES EM AÇÃO - IMPACTOS GLOBAIS ...................................................... 97
3.3. IMPACTOS EM NÍVEL NACIONAL ................................................................................................ 97
3.4. IMPACTOS EM NÍVEL MUNICIPAL ............................................................................................... 98
Fontes de recursos Nacionais .................................................................................................................. 100
4. Programa de Arrendamento Residencial - PAR ................................................................................... 100
4.1. Definição ....................................................................................................................................... 100
4.2. Áreas de atuação .......................................................................................................................... 100
4.3. Fonte de Recursos........................................................................................................................ 100
4.5. Destinatários finais do programa .................................................................................................. 100
4.6. Participação dos Agentes Envolvidos ........................................................................................... 102
4.6.1. Ministério das Cidades - Agente Gestor ................................................................................ 102
4.6.2. Caixa Econômica Federal - CAIXA ........................................................................................ 102
4.7 Pró-Moradia ................................................................................................................................... 103
4.8. Programa Multissetoriais Integrados Urbanos - PMI .................................................................... 104
4.9. Programa Crédito Solidário ........................................................................................................... 106
4.10. Carta de Crédito Associativo ...................................................................................................... 114
4.11. Ação de Apoio à Produção Social da Moradia ............................................................................ 119



Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.12. Ação Provisória Habitacional de Interesse Social ....................................................................... 124
4.13. Habitação de Interesse Social .................................................................................................... 126
4.14. PLHIS ......................................................................................................................................... 130
4.15. Programa Urbanização, Regularização e Integração de Assentamentos Precários .................. 130
4.16. Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat-PBQP-H .................................... 136
4.17. Programa de Aceleração do Crescimento - PAC ........................................................................ 138
4.18. PSH ............................................................................................................................................ 155


1
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

1. CENÁRIOS MACROECONÔMICOS

Este capítulo apresenta os resultados atualizados dos cenários macroeconômicos de longo prazo,
compreendendo o período 2011-2023, para o Brasil, regiões e estado do Paraná. É importante destacar
que as projeções para o PIB do Brasil constantes no PlanHab foram realizadas em um período anterior à
crise internacional de 2008-2009 e, portanto, não incorporavam os desdobramentos da crise sobre as
economias do mundo de um modo geral e, em particular, sobre o Brasil. Neste sentido, a premissa
utilizada na atualização das projeções consistiu em considerar apenas aquelas projeções realizadas pós-
crise internacional de 2008-2009. A seguir apresentamos as projeções mais recentes de órgãos oficiais e
instituições de mercado.

1.1.Projeções para o PIB

A Tabela 1 apresenta as projeções oficiais para a taxa de crescimento real do Produto Interno Bruto do
Brasil. Vale notar que com exceção das projeções da Previdência Social, as projeções da Empresa de
Pesquisa Energética (EPE) e da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda (SPE) não
incluem o período completo de interesse (2011 - 2023). As projeções da EPE incorporam apenas o
período entre 2010 - 2019, enquanto as projeções da SPE do Ministério da Fazenda incorporam apenas o
período compreendido entre 2011 a 2014. Neste sentido, de maneira a contemplar todo o período de
interesse, o comportamento do PIB para o período não considerado nas projeções iniciais foi extrapolado
para refletir a projeção para o último ano disponível.

Analisando as projeções oficiais, é interessante notar que as projeções da Previdência Social se mostram
mais conservadoras para os anos posteriores a 2014, enquanto as projeções da EPE se situam em 5%
até 2019. A Tabela 1 apresenta adicionalmente a média das projeções oficiais para o crescimento do PIB
do Brasil para todo o período, obtida como uma média aritmética das projeções oficiais.




2
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 1
Projeções Oficiais
Ano Previdência Social EPE Ministério da Fazenda Média Governo
2011 5,50 4,00 4,50 4,67
2012 5,50 5,20 5,00 5,23
2013 5,50 5,20 5,50 5,40
2014 5,50 5,20 5,50 5,40
2015 3,96 5,00 5,50* 4,69
2016 3,89 5,00 5,50* 4,66
2017 3,72 5,00 5,50* 4,61
2018 3,66 5,00 5,50* 4,59
2019 3,68 5,00 5,50* 4,59
2020 3,55 5,00* 5,50* 4,55
2021 3,50 5,00* 5,50* 4,53
2022 3,50 5,00* 5,50* 4,53
2023 3,32 5,00* 5,50* 4,47
Nota: * Projeções obtidas por extrapolação a partir da última projeção disponível.

Um segundo passo consistiu na obtenção das projeções de mercado para o PIB. Para isto foram
utilizadas três projeções: a primeira consistindo nas projeções do Banco Bradesco divulgadas no sítio do
banco na internet, a segunda são projeções obtidas a partir do modelo de previsão da Datamétrica e, por
fim, foram utilizadas as medianas das projeções de mercado obtidas no Boletim Focus do Banco Central
do Brasil.

O modelo de previsão da Datamétrica consiste em um modelo de previsão de médio prazo baseado na
metodologia de vetores auto-regressivos bayesianos, que se trata de uma metodologia bastante utilizada
em bancos centrais e instituições de mercado para a obtenção de previsões de variáveis
macroeconômicas. Considerando as previsões para 2011, tanto o Banco Bradesco quanto o modelo de
previsão da Datamétrica apontam para um crescimento de 3,8% do PIB do Brasil, enquanto a mediana
das projeções do mercado apontam para 3,95%. Considerando os anos posteriores, as previsões da
Datamétrica são um pouco mais conservadoras em relação às projeções do Bradesco e do mercado.

A Tabela 2 ainda apresenta a média das projeções para o crescimento do PIB do Brasil para todo o
período, obtida como uma média aritmética das três projeções de mercado consideradas.




3
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 2
Projeções de Mercado
Ano Bradesco Datamétrica Média FOCUS BACEN Média Mercado
2011 3,80 3,80 3,95 3,85
2012 4,70 3,77 4,10 4,19
2013 4,80 3,76 4,50 4,35
2014 5,20 3,77 4,50 4,49
2015 4,20 3,86 4,50 4,19
2016 4,50 3,96 4,50* 4,32
2017 4,80 4,10 4,50* 4,47
2018 5,00 4,02 4,50* 4,51
2019 5,00* 4,23 4,50* 4,58
2020 5,00* 4,24 4,50* 4,58
2021 5,00* 4,23 4,50* 4,58
2022 5,00* 4,36 4,50* 4,62
2023 5,00* 4,36 4,50* 4,62
Nota: * Projeções obtidas por extrapolação a partir da última projeção disponível.

1.2.1. OS CENÁRIOS CONSIDERADOS MAIS PROVÁVEIS

A Tabela 3 apresenta os cenários mais prováveis para o PIB para o período compreendido entre 2011 e
2023. O cenário mais provável consiste numa média aritmética das projeções médias oficiais e das
projeções médias de mercado. A única exceção consiste na projeção para o ano de 2011. Para este ano
foi dado peso total às projeções do mercado, uma vez que elas refletem, em nosso entendimento,
projeções mais atualizadas.

O cenário mais provável será utilizado como referência nas demais projeções de interesse deste estudo,
conforme será destacado a seguir.



4
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 3
Projeções mais prováveis
Ano Média Governo Média Mercado Mais Provável
2011 4,67 3,85 3,85
2012 5,23 4,19 4,71
2013 5,40 4,35 4,88
2014 5,40 4,49 4,95
2015 4,69 4,19 4,44
2016 4,66 4,32 4,49
2017 4,61 4,47 4,54
2018 4,59 4,51 4,55
2019 4,59 4,58 4,59
2020 4,55 4,58 4,57
2021 4,53 4,58 4,56
2022 4,53 4,62 4,58
2023 4,47 4,62 4,55

1.2.2. CENÁRIOS PESSIMISTAS

Em função da inexistência de atualizações nos cenários pessimistas, decidimos por manter os cenários
utilizados no PlanHab. Neste sentido, a projeção para o PIB do Brasil é de crescimento de 2,5% sob este
cenário para todo o período de interesse.

1.3. Projeções do PIB por grande região e para o Paraná

No cálculo das projeções para os produtos regionais e para o Paraná decidimos por seguir o mesmo
procedimento do PlanHab, que consistiu em extrapolar o comportamento das participações do PIB de
cada uma das grandes regiões no PIB nacional. A Tabela 4 a seguir apresenta as participações de cada
um das grandes regiões e do Paraná no PIB do Brasil de 1995 a 2008, o último ano onde são
disponibilizadas informações para os Estados brasileiros.



5
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 4
Participação das Grandes Regiões e Unidades da Federação no Produto Interno Bruto - 1995-2008
Grandes Regiões e
Unidades da Federação
Participação no Produto Interno Bruto (%)
1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008
Brasil 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0
Norte 4,2 4,3 4,1 4,2 4,2 4,4 4,5 4,7 4,8 4,9 5,0 5,1 5,0 5,1
Nordeste 12,0 12,5 12,5 12,4 12,4 12,4 12,6 13,0 12,8 12,7 13,1 13,1 13,1 13,1
Sudeste 59,1 58,4 58,5 58,2 58,2 58,3 57,7 56,7 55,8 55,8 56,5 56,8 56,4 56,0
Sul 16,2 16,2 16,1 16,2 16,4 16,5 16,7 16,9 17,7 17,4 16,6 16,3 16,6 16,6
Paraná 5,7 5,7 5,6 5,8 6,0 5,9 5,9 6,0 6,4 6,3 5,9 5,8 6,1 5,9
Centro-Oeste 8,4 8,6 8,8 9,0 8,8 8,4 8,5 8,8 9,0 9,1 8,9 8,7 8,9 9,2
Fonte: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus SUFRAMA


6
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

A partir da extrapolação do comportamento recente dos PIBs das grandes regiões e do Paraná no PIB do
Brasil, foi possível computar os PIBs regionais, as respectivas taxas de crescimento e quanto o
crescimento regional representou do crescimento nacional. A partir deste último dado e das projeções
para o PIB nacional obtidas na etapa anterior foi possível construir as projeções para as regiões e para o
Paraná dentro dos dois cenários de referência. No cálculo das taxas de crescimento, foram comparados
os anos de 2008 a 2000.

A Tabela 5, a seguir, apresenta as projeções considerando o cenário mais provável de crescimento do
PIB nacional, enquanto a Tabela 6 apresenta as projeções considerando o cenário pessimista.

Tabela 5
Taxas de crescimento dos PIBs regionais sob o cenário mais provável para o PIB do Brasil
Brasil Norte Nordeste Sudeste Sul Paraná Centro-oeste
2011 3,85 5,95 4,56 3,30 3,92 6,08 5,13
2012 4,71 7,29 5,58 4,04 4,80 7,44 6,28
2013 4,88 7,54 5,78 4,18 4,97 7,70 6,50
2014 4,95 7,65 5,86 4,24 5,04 7,81 6,59
2015 4,44 6,86 5,26 3,81 4,52 7,00 5,92
2016 4,49 6,95 5,33 3,85 4,58 7,09 5,99
2017 4,54 7,02 5,38 3,89 4,62 7,16 6,05
2018 4,55 7,03 5,39 3,90 4,63 7,18 6,06
2019 4,59 7,09 5,44 3,93 4,67 7,24 6,11
2020 4,57 7,06 5,41 3,92 4,65 7,21 6,09
2021 4,56 7,04 5,40 3,91 4,64 7,19 6,07
2022 4,58 7,08 5,43 3,93 4,67 7,22 6,10
2023 4,55 7,03 5,39 3,90 4,64 7,18 6,06





7
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 6
Taxas de crescimento dos PIBs regionais sob o cenário pessimista para o PIB do Brasil
Brasil Norte Nordeste Sudeste Sul Paraná Centro-oeste
2011 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33
2012 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33
2013 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33
2014 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33
2015 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33
2016 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33
2017 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33
2018 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33
2019 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33
2020 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33
2021 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33
2022 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33
2023 2,50 3,87 2,96 2,14 2,55 3,95 3,33

2. PROJEÇÃO SELIC

Este relatório apresenta os resultados da atualização dos cenários macroeconômicos constantes no
PlanHab. Particularmente, este relatório atualiza as projeções para a taxa SELIC e para a TR. Não foram
encontradas projeções oficiais para estas taxas. Neste sentido, este relatório utilizará as projeções para o
comportamento futuro da SELIC e da TR elaboradas por instituições de mercado. A seguir apresentamos
as projeções mais recentes.

2.1. Comportamento Recente

A Tabela 7 apresenta o comportamento recente da taxa SELIC e TR nos últimos anos. Ambas as taxas
apresentaram comportamento declinante no período.




8
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 7
Evolução – Selic e TR – 2000 a 2010
Ano Selic TR
2000 17,45 2,10
2001 17,32 2,29
2002 19,16 2,80
2003 23,33 4,65
2004 16,24 1,82
2005 19,04 2,83
2006 15,08 2,04
2007 11,85 1,41
2008 12,48 1,61
2009 9,92 0,63
2010 9,78 0,69
Fonte: BACEN

A seção seguinte apresenta as projeções para a SELIC e TR no período de interesse.

2.2.Projeções de Mercado

A Tabela 8 apresenta as projeções de mercado para o comportamento da taxa SELIC. São apresentadas
três projeções de instituições de mercado. A primeira elaborada pelo Banco Bradesco, a segunda pela
Datamétrica e a terceira consiste na mediana das expectativas de diversas instituições de mercado de
acordo com o boletim FOCUS do Banco Central.

As projeções do Bradesco e do Focus são disponibilizadas livremente, enquanto as projeções da
Datamétrica consistem em previsões obtidas a partir de um modelo de previsão de médio prazo baseado
na metodologia de vetores auto-regressivos Bayesianos, que se trata de uma metodologia bastante
utilizada em bancos centrais e instituições de mercado para a obtenção de previsões de variáveis
macroeconômicas.

Note que as projeções do Bradesco e do FOCUS BACEN não compreendem o período completo (2011 -
2023). Neste sentido, de maneira a contemplar todo o período de interesse, o comportamento das taxas
SELIC e TR para os períodos não considerados nas projeções iniciais foi extrapolado para refletir a
projeção para o último ano disponível.




9
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 8
Projeções de Mercado para a SELIC
Ano Bradesco Datamétrica FOCUS BACEN Média Mercado
2011 12.75 11.55 12.75 12.35
2012 11.50 11.28 12.63 11.80
2013 10.50 11.15 11.00 10.88
2014 10.00 11.12 10.50 10.54
2015 9.25 11.28 10.00 10.18
2016 8.75 11.50 10.00* 10.08
2017 8.25 11.50 10.00* 9.92
2018 7.75 11.80 10.00* 9.85
2019 7.75* 11.83 10.00* 9.86
2020 7.75* 11.71 10.00* 9.82
2021 7.75* 11.77 10.00* 9.84
2022 7.75* 11.93 10.00* 9.89
2023 7.75* 11.83 10.00* 9.86
Nota: * Projeções obtidas por extrapolação a partir da última projeção disponível.

As projeções para a TR foram obtidas a partir das projeções para a SELIC em metodologia semelhante à
utilizada no PlanHab. O método consistiu em calcular a relação entre a SELIC acumulada e a TR
acumulada nos últimos cinco anos, e utilizar o fator de relação calculado para projetar a TR. O fator de
relação foi calculado como a média aritmética da relação TR/SELIC nos anos considerados. O fator
calculado foi de 0.11105 e este foi utilizado no cálculo das projeções para a TR. Os resultados são
apresentados na Tabela 9 abaixo.

Tabela 9
Projeções para a TR
Ano SELIC TR
2011 12.35 1.28
2012 11.80 1.25
2013 10.88 1.24
2014 10.54 1.23
2015 10.18 1.25
2016 10.08 1.28
2017 9.92 1.28
2018 9.85 1.31
2019 9.86 1.31
2020 9.82 1.30
2021 9.84 1.31
2022 9.89 1.32
2023 9.86 1.31
Nota: * Projeções obtidas por extrapolação a partir da última projeção disponível.



10
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

3. FONTES DE RECURSOS PARA INVESTIMENTO E
FINANCIAMENTO HABITACIONAL

3.1. Introdução

Os recursos habitualmente usados para investimentos e financiamento imobiliário são de dois tipos: os
estritamente controlados pelo governo ou aqueles sobre os quais o governo exerce significativa
influência, de um lado, e os recursos captados livremente no mercado.

Do ponto de vista da captação e direcionamento de recursos com ingerência governamental, as três
principais fontes de financiamento imobiliário são o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), os
repasses do governo e o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Esses recursos são
direcionados em sua maioria para o crédito habitacional

São várias as fontes de recursos, captadas diretamente no mercado, que as empresas do setor utilizam
para o financiamento imobiliário, dentre as quais destacam-se: as Letras de Crédito Imobiliário (LCI), as
Letras Hipotecárias (LH), as debêntures, ações (IPOs), os Fundos de Investimentos Imobiliários (FII),
Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios
(FIDC) e as Cédulas de Crédito Imobiliário (CCI).

O financiamento do setor imobiliário passa por um período de transição, tanto no que concerne às fontes
públicas quanto privadas de recursos. O lançamento do programa Minha Casa, Minha Vida, em 2007,
alterou significativamente a tendência que vinha sendo observada, no que diz respeito à mobilização de
recursos públicos para o financiamento habitacional no país, sobretudo para as faixas de baixa renda.
Portanto, o cenário prevalecente é diverso do que existia quanto da elaboração do PLANHAB, nesse
aspecto. O recente anúncio do programa Minha Casa, Minha Vida 2 atesta o redimensionamento da ação
de governo no financiamento habitacional.

Por outro lado, os recursos para financiamento habitacional captados pelas empresas do setor junto ao
mercado, também evoluíram, em muitos aspectos, principalmente no tocante à dinâmica do mercado de
capitais, no qual as empresas passaram a ter uma atuação mais assertiva. Evidentemente, a estabilidade
econômica, em particular de seus fundamentos macroeconômicos responde em grande parte pela
crescente inserção de empresas imobiliárias no mercado de capitais. É especialmente marcante, no
período mais recente, o fato de que, em 2007, terem sido realizadas 23 ofertas de ações, na Bovespa,
que atingiram R$ 14.5 bilhões, algo impensável uma década atrás. Os diversos instrumentos de captação


11
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

de recursos no mercado de capitais para financiamento imobiliário, no entanto, competem entre si e com
vários outros ativos financeiros. As oscilações no montante desses recursos canalizados para o
financiamento imobiliário, por conseguinte, está sujeito às condições de mercado. O que merece atenção
é a atratividade desses títulos tem despertado crescente interesse junto aos investidores privados. Por
último, convém mencionar que apenas parte dos recursos captados no mercado de capitais é direcionado
para investimentos habitacionais, dado que também são utilizados para outros investimentos, como, por
exemplo, shopping centers, galpões ou prédios comerciais.

As principais fontes de recursos para financiamento imobiliário, públicas e privadas, são apresentadas a
seguir, de forma a traçar um perfil básico de cada uma delas, incluindo, sempre que oportuna, sucinta
retrospectiva histórica, marcos regulatórios e tendências mais recentes, com o objetivo de melhor
caracterizar o atual período de transição por que passa o crédito habitacional no Brasil.

3.2 Fontes de recursos com participação governamental

3.2.1. FUNDO DE GARANTIA POR TEMPO DE SERVIÇO (FGTS)

Os recursos mobilizados pelo FGTS têm como origem depósitos efetuados na Caixa Econômica Federal
(CEF), realizados pelos empregadores, que correspondem a 8% do salário de seus empregados, em
conta vinculada ao contrato de trabalho. O FGTS financia programas de habitação, saneamento básico e
infraestrutura urbana. Cabe ao Governo Federal direcionar os recursos do FGTS e à CEF administrar
seus recursos financeiros, negociando com seus clientes e com os agentes financiadores.

A capacidade de financiamento imobiliário do FGTS depende da evolução dos saques e da arrecadação
ao longo do tempo, bem como do retorno dos empréstimos concedidos aos mutuários. Historicamente, as
principais motivações dos saques são as demissões sem justa causa (inclusive as que resultam da
rotatividade), as aposentadorias e o financiamento de moradias. Em relação à arrecadação, o
comportamento do emprego formal e dos salários, os quais tendem a acompanhar a trajetória da
economia brasileira (crescimento e inflação), explicam em grande extensão os recursos captados pelo
Fundo. A Tabela 10 a seguir apresenta a relação entre saques e arrecadação do FGTS no período 2000-
2010, que oscilou entre 0,78 (2004) e 0,92 (2007).




12
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 10
FGTS: Arrecadação e Saques
Ano
Valores (R$ milhões)
Saques/Arrecadação
Arrecadação Saques
2000 35.518 32.650 0,92
2001 37.159 33.100 0,89
2002 35.133 30.766 0,88
2003 35.777 29.205 0,82
2004 37.664 29.430 0,78
2005 40.652 32.714 0,80
2006 44.618 36.290 0,81
2007 48.710 44.905 0,92
2008 53.822 47.154 0,88
2009 57.966 50.656 0,87
2010 61.797 49.890 0,81
Fonte: Caixa Econômica Federal. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA de dezembro de 2010.

A evolução das contratações imobiliárias com recursos do FGTS, no período 2000-2010, seguiu uma
trajetória errática, refletindo, pelo menos em parte, as condições macroeconômicas vigentes no país.
Com efeito, como indica a Tabela 11 abaixo, no início da década, no ano de 2001, houve um decréscimo
expressivo no volume de recursos contratos (26,3%), certamente um reflexo do cenário econômico
desfavorável, caracterizado pela Crise Argentina, desaceleração da economia americana, pelo “apagão”,
pelo atentado de 11 de setembro e pelo forte desequilíbrio fiscal, que combinados contribuíram para o
pífio crescimento da economia brasileira, de 1,3%. Em 2002, o Brasil sofreu uma forte crise cambial,
resultando em uma depreciação de 53%. Os dois anos seguintes foram de austeridade fiscal e de
combate à inflação. A partir daí, os fundamentos macroeconômicos foram restaurados e as incertezas
atenuadas, facilitando a retomada do crescimento acelerado em 2007 e 2008, quando o volume de
recursos contratos cresceu 44,5%. Mesmo com a crise financeira internacional de 2009, a trajetória das
contrações continuou ascendente. O fato é que as receitas do FGTS são suscetíveis a oscilações que
dependem das condições econômicas vigentes na economia brasileira, porém os custos de captação são
baixos.

Em 2010, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) foi a segunda maior fonte de financiamento
imobiliário com pleno controle governamental. Em termos reais, nesse mesmo ano as contratações com
recursos do FGTS, da ordem de R$ 27,7 bilhões, cresceram 65,1% em relação ao ano anterior. Foram
financiadas 665.885 unidades, representando um incremento de 68% em relação a 2009, com
financiamento médio de R$ 41.582,00. O FGTS, em 2010, registrou a maior quantidade de unidades
financiadas e o maior valor de contratações na década. Esse resultado pode ser atribuído ao excepcional


13
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

desempenho da economia brasileira, à crescente formalização do mercado de trabalho e ao incremento
dos salários observado no período.

Tabela 11
Contratações Imobiliárias com Recursos do FGTS
Ano
Quantidade de
Operações
Variação (%)
Montante
(R$ milhões)
Variação (%)
Número de
Unidades
Variação (%)
Valor Médio
Financiado (R$)
2000 238.012 - 7.352 - 316.398 - 23.236
2001 217.134 -8,8% 5.418 -26,3% 264.021 -16,6% 20.521
2002 195.018 -10,2% 5.846 7,9% 253.190 -4,1% 23.089
2003 174.128 -10,7% 5.474 -6,4% 246.107 -2,8% 22.242
2004 192.099 10,3% 5.169 -5,6% 267.362 8,6% 19.332
2005 274.095 42,7% 6.974 34,9% 337.846 26,4% 20.643
2006 308.664 12,6% 8.535 22,4% 407.901 20,7% 20.923
2007 218.500 -29,2% 8.072 -5,4% 333.237 -18,3% 24.224
2008 198.267 -9,3% 11.667 44,5% 285.446 -14,3% 40.871
2009 238.844 20,5% 16.774 43,8% 396.367 38,9% 42.319
2010 273.415 14,5% 27.689 65,1% 665.885 68,0% 41.582
Fonte: CBIC/Caixa Econômica Federal. Nota: Valores atualizados pelo IPCA de dezembro de 2010.

3.3. Repasses do governo

Os repasses do governo para empréstimos imobiliários tem como origem o Orçamento Geral da União
(OGU) e são utilizados, em sua totalidade, para financiamento de habitações populares. Desde 2002,
tornou-se a principal fonte de financiamento controlada pelo Governo Federal, superando o FGTS. A
partir de então, têm seguido uma trajetória ascendente, alcançando, em 2010, R$ 48,46 bilhões (Ver
Tabela 12). Uma evidente vantagem dos repasses do governo em relação ao FGTS decorre da
possibilidade de instabilidade deste último, que depende das condições macroeconômicas. Por essa
razão, os repasses do governo podem garantir estabilidade na oferta de crédito habitacional mesmo em
períodos de baixo nível de atividade econômica, sobretudo para os segmentos de mais baixa renda.

A evolução histórica dos repasses do Governo Federal, como indica a Tabela 12 abaixo, tem se
caracteriza por um forte crescimento desde 2001, cujos repasses representam apenas 5,3% do saldo
registrado em 2010. Outro dado que merece destaque é a constatação de que só em 2003 esses
repasses superaram o valor registrado em 1994. A partir da implantação do Programa Minha Casa, Minha
Vida, a tendência para os próximos anos é de crescimento acentuado do saldo dos empréstimos
imobiliários repassados do Orçamento Geral da União.




14
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 12
Saldo de Repasses do Governo Federal
Ano Valores (em R$ milhões) Variação (%)
1994 9.343 -
1995 4.579 -51,0%
1996 2.023 -55,8%
1997 1.981 -2,1%
1998 1.894 -4,4%
1999 1.273 -32,7%
2000 497 -60,9%
2001 2.581 419,0%
2002 7.007 171,5%
2003 9.988 42,5%
2004 12.399 24,1%
2005 15.247 23,0%
2006 19.208 26,0%
2007 21.838 13,7%
2008 27.102 24,1%
2009 35.520 31,1%
2010 48.460 36,4%
Fonte: Banco Central. Nota: Saldos de dezembro do respectivo ano. Valores atualizados pelo IPCA de dezembro de 2010.

3.4. Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE)

Outra importante fonte de financiamento imobiliário tem como origem de seus recursos os depósitos
voluntários, de pessoas físicas ou jurídicas, em instituições participantes do Sistema Brasileiro de
Poupança e Empréstimo (SBPE). Normas do Conselho Monetário Nacional (CMN) que disciplinam as
regras e o direcionamento dos recursos estabelecem que 65%, no mínimo, dos saldos dos depósitos de
poupança devem ser disponibilizados para empréstimos imobiliários. Desses recursos, 80%, no mínimo,
deve ser direcionado para operações no âmbito do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), o restante
em financiamento imobiliário a taxas de mercado, mantidos 20% em encaixe.

A Tabela 13 abaixo mostra a evolução histórica dos financiamentos imobiliários realizados com recursos
oriundos do SBPE. Em que pese a trajetória errática, a partir de 2005, o montante de recursos do SBPE
direcionados para financiamentos imobiliários sucessivos incrementos são observados, à exceção de
2009, em decorrência do impacto da crise financeira internacional. Em 2010, o montante de recursos do
SBPE voltou crescer significativamente, atingindo nível semelhante ao do ano (2008) que antecedeu a
fase mais aguda da crise econômica.



15
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

A evolução no número de unidades habitacionais financiadas com recursos do SBPE também cresceu
vertiginosamente a partir de 2005. Com efeito, em 2010, foram financiadas 416.355 unidades, quando em
2005 apenas 60.768 unidades foram adquiridas com essa fonte de financiamento (ver Tabela 13). O valor
do financiamento médio por unidade habitacional também seguiu trajetória ascendente desde 2005. O
valor médio por unidade financiada, por seu turno, permite inferir que, em grande extensão, os recursos
do SBPE financiam a classe média.

Tabela 13
Financiamentos Imobiliários com Recursos do SBPE
Ano
Montante
(R$ milhões)
Variação (%)
Número de
Unidades
Variação (%)
Financiamento Médio por
Unidade (R$)
Variação (%)
1994 1.735 - 61.384 - 28.265 -
1995 1.871 7,8 46.560 -24,1 40.185 42,2
1996 1.463 -21,8 38.286 -17,8 38.212 -4,9
1997 1.725 17,9 35.487 -7,3 48.609 27,2
1998 2.084 20,8 38.887 9,6 53.591 10,2
1999 1.696 -18,6 35.549 -8,6 47.709 -11,0
2000 1.910 12,6 36.333 2,2 52.569 10,2
2001 1.870 -2,1 35.756 -1,6 52.299 -0,5
2002 1.768 -5,5 28.902 -19,2 61.172 17,0
2003 2.217 25,4 36.446 26,1 60.830 -0,6
2004 3.000 35,3 53.786 47,6 55.777 -8,3
2005 4.793 59,8 60.768 13,0 78.874 41,4
2006 9.314 94,3 111.988 84,3 83.170 5,4
2007 18.253 96,0 194.853 74,0 93.676 12,6
2008 29.996 64,3 298.496 53,2 100.491 7,3
2009 33.890 13,0 296.765 -0,6 114.197 13,6
2010 55.992 65,2 416.355 40,3 134.480 17,8
Fonte: Banco Central. Nota: Saldos de dezembro do respectivo ano. Valores atualizados pelo IPCA de dezembro de 2010.

Para melhor compreensão da evolução dos financiamentos imobiliários do SBPE, é importante situar o
comportamento das captações da caderneta de poupança durante o período observado. A caderneta de
poupança é, tradicionalmente, uma aplicação destinada a pequenos investidores e a investidores
institucionais. Ao longo do período considerado 1994-2010, apenas em 2002, um ano marcado por fortes
incertezas em relação às diretrizes da política econômica a partir de 2003, a variação do IPCA superou a
remuneração da poupança. Isso não significa que o poupador não tenha sofrido perdas em outros
períodos, pois em determinados meses, ao longo da série apresentada na Tabela 14, a remuneração dos
depósitos de poupança foi negativa. Portanto, além da inflação, a data de aniversário e a do saque
podem se combinar de tal forma a resultar em perdas. No entanto, no cômputo anual, o retorno, á
exceção de 2002, foi positivo.


16
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

É importante destacar que sempre que a taxa de juros apresenta tendência de queda, os depósitos em
cadernetas de poupança tendem a aumentar. Isso ocorre porquanto á medida que a taxa de juros básica
(SELIC) recua, o rendimento de vários fundos de investimentos também são reduzidos, especialmente os
fundos DI, CDB e papéis do Tesouro pós-fixado. Também favorece as aplicações da caderneta de
poupança a isenção do imposto de renda, a inexistência de taxa de administração e um rendimento
mínimo anual.

Tabela 14
Caderneta de Poupança
Ano
Saldo
(R$ milhões)
Variação (%)
Remuneração da
Poupança (%)
Variação IPCA (%)
1994 115.955 - 996,7 916,5
1995 131.911 13,8 39,7 22,4
1996 139.285 5,6 16,4 9,6
1997 178.785 28,4 16,6 5,2
1998 194.048 8,5 14,4 1,7
1999 181.945 -6,2 12,2 8,9
2000 173.579 -4,6 8,4 6,0
2001 171.292 -1,3 8,6 7,7
2002 176.157 2,8 9,2 12,5
2003 165.232 -6,2 11,1 9,3
2004 169.010 2,3 8,1 7,6
2005 170.700 1,0 9,2 5,7
2006 183.837 7,7 8,3 3,1
2007 219.765 19,5 7,7 4,5
2008 237.985 8,3 7,9 5,9
2009 268.618 12,9 6,9 4,3
2010 299.878 11,6 6,9 5,9
Fonte: Banco Central/IBGE. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA para dezembro de 2010.

3.5. Fontes de recursos captados no mercado de capitais

3.5.1. LETRAS DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO (LCI)

Criadas no início da década passada, com o objetivo estimular o crédito imobiliário, as Letras de Crédito
Imobiliário (LCI) é um título de renda fixa, utilizado como instrumento para captação de recursos para
financiamento imobiliários. A Lei nº 10.031/2004, define a LCI como um título “lastreado por créditos
imobiliários garantidos por hipoteca ou por alienação fiduciária de coisa imóvel, conferindo aos seus
tomadores direito de crédito pelo valor nominal, juros e, se for o caso, atualização monetária nelas


17
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

estipuladas”. Por ser um título lastreado e com garantias, o investimento em LCI é considerado de baixo
risco.

Duas das principais vantagens das LCI é a isenção do imposto de renda para pessoas físicas e garantia
de até 70 mil no Fundo Garantidor de Crédito (FGC), porém acompanhada de restrições à liquidez (não
podem ser resgatadas a qualquer momento, com prazo de resgate variando de 2 meses a 3 anos) e do
alto valor mínimo para aplicação (a aplicação mínima é de R$ 30 mil, mas muitas instituições
estabelecem em R$ 50 mil). O investidor típico em LCI é conservador e de grande porte.

A Lei nº 10.031/2004 define como emissores de LCI “os bancos comerciais, os bancos múltiplos com
carteira de crédito imobiliário, a Caixa Econômica Federal, as sociedades de crédito imobiliário, as
associações de poupança e empréstimo, as companhias hipotecárias e demais espécies de instituições
que, para as operações a que se refere este artigo, venham a ser expressamente autorizadas pelo Banco
Central do Brasil”.

As LCI só começaram a atrair, de fato, os investidores a partir de 2005, quando o estoque cresceu
736,5% em relação ao ano anterior, atingindo R$ 5.014,7 bilhões. Desde então, a trajetória das LCI tem
exibido acentuado crescimento, refletindo a evolução do mercado de financiamento imobiliário. As LCI
conseguiram se firmar como importante fonte de financiamento de curto prazo, apresentando boas
perspectivas, como atesta o montante de estoque de 2010, R$ 29.260,4 milhões, um incremento de
78,1% em relação a 2009.

Tabela 15
Letras de Crédito Imobiliário (LCI)
Ano
Estoque
(R$ milhões)
Variação (%)
2001 111,9 -
2002 544,1 386,4
2003 640,9 17,8
2004 599,5 -6,5
2005 5.014,7 736,5
2006 8.901,3 77,5
2007 9.177,8 3,1
2008 11.603,8 26,4
2009 16.428,4 41,6
2010 29.260,4 78,1
Fonte: CETIP. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA para dezembro de 2010.




18
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

3.5.2. LETRAS HIPOTECÁRIAS (LH)

As Letras Hipotecárias (LH), os títulos mais antigos do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), são
emitidas por bancos hipotecários (Caixa Econômica Federal, Sociedade de Crédito Imobiliário, Sociedade
de Poupança e Empréstimo, Banco Múltiplo com Carteira de Crédito Imobiliário e Companhias
Hipotecárias) e só podem financiar certas linhas de crédito. As LH são garantidas por créditos
hipotecários de primeiro grau, isto é, são lastreadas em créditos hipotecários já concedidos pela
Instituição Financeira, como estabelece a Lei nº 7.684/1988.

A isenção de tributação sobre os rendimentos auferidos nas aplicações em LH é, provavelmente, a
principal vantagem desse tipo de aplicação, como exposto na Lei nº 8.981/1995. No entanto, há restrições
quanto à liquidez deste título. De fato, o prazo mínimo de aplicação é de 6 meses e o máximo de 2 anos,
sendo vetado o resgate antes do prazo estabelecido. O investidor típico de LH é conservador e deve
dispor de pelo menos R 50 mil (valor mínimo) para aplicar.

Nos últimos anos, as LH têm perdido atratividade junto aos investidores, pois o tipo de garantia oferecido
pela hipoteca, em comparação com a alienação fiduciária, tem afastado os aplicadores. Por essa razão, a
importância das LH na captação de recursos para financiamentos imobiliários tem diminuído
sistematicamente, de tal ordem que, em 2010, apenas R$ 1.567,8 milhões foram depositados, quando em
2004, os depósitos totalizaram R$ 12.123,6 milhões, um recuo de 57 3% em relação a 2009, como indica
a Tabela 16 abaixo. Da mesma forma, o estoque somou apenas R$ 2.287,8 milhões, depois de alcançar
R$ 19.224,4 milhões em 2001 (Tabela 17).




19
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 16
Letras Hipotecárias (volume depositado)
Ano
Volume Depositado
(R$ milhões)
Variação (%)
1998 2.339,0 -
1999 23.943,2 923,7
2000 22.058,0 -7,9
2001 13.314,5 -39,6
2002 11.657,5 -12,4
2003 9.155,3 -21,5
2004 12.123,6 32,4
2005 3.878,2 -68,0
2006 4.317,1 11,3
2007 2.609,6 -39,6
2008 625,5 -76,0
2009 3.668,0 486,4
2010 1.567,8 -57,3
Fonte: CETIP. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA para dezembro de 2010.

Tabela 17
Letras Hipotecárias (estoque)
Ano
Estoque
(R$ milhões)
Variação (%)
1994 10.292,4 -
1995 6.158,6 -40,2
1996 10.524,5 70,9
1997 17.707,3 68,2
1998 18.655,9 5,4
1999 17.785,1 -4,7
2000 18.709,9 5,2
2001 19.224,4 2,7
2002 15.564,3 -19,0
2003 16.948,9 8,9
2004 15.679,0 -7,5
2005 10.182,3 -35,1
2006 4.012,4 -60,6
2007 2.287,8 -43,0
2008 1.154,0 -49,6
2009 3.948,1 242,1
2010 1.896,4 -52,0
Fonte: CETIP. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA para dezembro de 2010.




20
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

3.6. Demais fontes de financiamento no mercado de capitais

3.6.1. DEBÊNTURES

Debêntures são emitidas por sociedades anônimas e representam empréstimos, que conferem ao seu
proprietário o direito de subscrever ações do capital social da empresa emissora. Os limites de emissões,
registros de escritura e demais dispositivos legais foram definidos e disciplinados pela Lei nº 6.404/76, a
Lei das Sociedades Anônimas (“Lei das S.A”), e são regidas por normas do Conselho Monetário
Nacional, Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e Banco Central do Brasil. Investidores institucionais
são seus principais participantes, tais como: fundos de pensão, fundos de investimentos e instituições
financeiras. Mais recentemente, pessoas físicas passaram a atuar mais intensivamente no mercado
desse título.

As debêntures emitidas por empresas do setor imobiliário, representam uma fração importante de suas
fontes de financiamento. Com efeito, dados da CVM indicam que, em 2010, as emissões somaram R$ 5,8
bilhões, um recorde. É importante destacar que até 2006, as ofertas primárias de debêntures de
empresas do setor imobiliário eram irrisórias. Só a partir de 2009 conseguiram ganhar maior expressão. É
incerta a evolução das emissões de debêntures emitidas por empresas do setor imobiliário, contudo, o
comportamento do biênio 2009-2010 sugere que esse título tem se tornado mais atraente para os
investidores institucionais.

3.6.2. AÇÕES

A emissão de ações por empresas imobiliárias no Bovespa é um fenômeno relativamente recente, com
início em 2005. Várias empresas resolveram abrir seu capital (IPO), pois entenderam que a Bolsa poderia
preencher uma importante lacuna na formação do funding necessário para ampliar seus negócios. Ao
mesmo tempo, investidores institucionais consideraram ser uma boa opção investir em negócios
imobiliários, especialmente em empresas já consideradas consolidadas pelo mercado. Os investidores
interpretaram o déficit habitacional como garantidor de rápido crescimento das empresas imobiliárias. Os
resultados obtidos em 2006 foram bastante animadores. Ações de empresas como Cyrela, Rossi
Residencial, Gafisa e Abyrara tiveram rápida valorização.

Os resultados animadores de 2006 motivaram um boom de emissões primárias em 2007, que alcançou a
surpreendente cifra de R$ 14,5 bilhões, segundo dados da Bolsa. Desde então, a emissão de ações
nunca mais voltou ao patamar de 2007. Em 2010, as emissões somaram R$ 3,63 bilhões, um resultado


21
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

modesto quanto comparado com 2007 e, mesmo 2009 (R$ 6,87 bilhões). A acentuada redução das
emissões primárias em 2010 contrariou, em larga extensão as expectativas iniciais favoráveis, formadas
a partir da implementação do programa Minha Casa, Minha Vida e das obras da Copa do Mundo, que
envolvem recursos que possibilitam amplas possibilidades de negócios para as empresas do setor
imobiliário.

É possível que o movimento errático registrado pela emissão primária de ações, após o boom de 2007,
seja um resultado natural de acomodação do setor decorrente do movimento de fusão e aquisição, que já
compreende a incorporação da Tenda pela Gavisa, bem como a criação da Agre, que representa a união
entre Abyara, Agra e Klabin Segall. Por outro lado, os investidores se sentam desconfortáveis, porquanto
as empresas que se capitalizaram na Bolsa ainda não produzem o caixa esperado. É possível, no
entanto, que a entrada de investidores estrangeiros renove o dinamismo das ações como fonte de
financiamento imobiliário.

3.6.3. FUNDOS DE INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS (FII) COM COTAS

Os Fundos de Investimentos Imobiliários (FII) são regulamentados pela Comissão de Valores Mobiliários
(CVM), nos termos da Lei nº 8.669/1993, modificada pela Lei 9779/99. Os FIIs se parecem com
fundos de ações, derivativos, etc. Na realidade, os FIIs se assemelham a uma S.A., pois possui
acionistas, assembleias, distribuição de lucros, aumentos de capitais e outros expedientes típicos de
sociedades anônimas. Esses fundos são formados por investidores interessados em aplicar recursos em
negócios imobiliários, qualquer que seja, desde que o principal lastro seja imobiliário (como
arrendamento). Na realidade, os FII permitem ao investidor aplicar em títulos, ao invés de um imóvel
(físico). Os ganhos do investidor dependerão da valorização da cota ou do rendimento oriundo do imóvel.
Os FIIs são pouco usados para o financiamento de habitações. Ao contrário, suas emissões tendem a se
concentrar no financiamento para shopping centers, hospitais, hotéis, unidades educacionais e prédios
comerciais. Destes fundos participam tanto pessoas físicas, em operações de varejo, quanto investidores
institucionais.

Uma das principais vantagens dos FIIs é o tratamento tributário favorecido, tanto para pessoas jurídicas
como físicas (como isenção do Imposto de Renda). No entanto, não é resgatável. Segundo dados da
Uqbar, o montante emitido em 2010 para a indústria em geral foi de R$ 4,10 bilhões, refletindo um forte
aquecimento em relação à série histórica.



22
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

3.6.4. CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIO (CRI)

Os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) foram criados e regulamentados pela Lei nº 9.514/97.
Os CRI são títulos lastreados em crédito imobiliários (garantidos por imóveis), com promessa de
pagamento em dinheiro. Esses papéis, um instrumento de renda fixa de longo prazo, são adequados para
investidores conservadores ou moderados e é isento do Imposto de Renda para pessoas físicas. O título
que o investidor adquire consiste, na realidade, em um fluxo de recebimento de crédito que é destinado a
um empreendimento imobiliário (residenciais, comerciais ou industriais). Os CRIs, que são emitidos por
companhias securitizadoras, em suma, possibilita a conversão de um fluxo de recebíveis de médio ou
longo prazo em ativos negociáveis à vista.

Em 2010, os CRI foram o principal instrumento de financiamento das empresas de construção. Com
efeito, segundo dados da Uqbar, o total de emissões totalizou R$ 8,53 bilhões em 2010, mais que o dobro
de 2009, dos quais 15% referentes a créditos residenciais (85% correspondem a créditos corporativos).
Antes desse período, as CRI eram pouco expressivas.

3.6.5. CÉDULAS DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO (CCI) E COTAS DE FUNDOS DE
INVESTIMENO EM DIREITOS CREDITÓRIOS (FIDC)

A Cédula de Crédito Imobiliário (CCI) foi disciplinada pela Lei nº 10.931/2004, que visa assegurar
segurança jurídica para as partes envolvidas. A CCI é lastreada por créditos imobiliários, garantidos por
hipoteca ou alienação fiduciária. A principal vantagem da CCI é que pode ser negociada sem a
autorização do devedor. Além disso, a CCI pode ser cedida a uma empresa securitizadora para lastrear
emissão de CRI. A CCI,é um instrumento que facilita operações de longo prazo, pois permite a
antecipação de receitas (ou de parte dela) e facilita a circulação de créditos imobiliários, ajudando a
reduzir custos.. As negociações de CCI na CETIP, em 2010, superaram R$ 1,2 bilhão, segundo a uqbar.
As Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC), um fundo de recebíveis, foram
autorizadas pela Resolução nº 2907/2001, do Conselho Monetário Nacional (CMN), que autoriza a
criação de fundos de direitos creditórios, que foram definidos de uma forma bastante ampla, abrangendo
créditos oriundos de operações de inúmeros tipos: financeiras, comerciais, industriais, hipoteca,
arrendamento mercantil e de prestação de serviços, além de direitos e título de crédito de natureza
diversificada. Empresas do setor imobiliário que possuem fluxo de crédito a receber, desde então
passaram a se utilizar desse instrumento para captar recursos no mercado de capitais. Os recursos dos
cotistas são investidos em valores mobiliários ou ativos financeiros. A principal característica do FIDC é
que ter, no mínimo, 50% de seu patrimônio líquido constituído por direitos contraditórios. Em 2010, o


23
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

montante de emissão desse papel foi irrisório. As emissões de FDIC têm apresentado acentuadas
oscilações desde sua criação em 2001.

3.7. Considerações finais

Como já mencionado, o mercado imobiliário brasileiro, no qual se insere os diversos mecanismos de
financiamento habitacional passa por um período de transição, devido ao volumoso aporte de recursos
públicos, iniciado a partir da criação do programa Minha Casa, Minha Vida, do rápido crescimento da
demanda e da oferta de crédito privada.

Nesse contexto, a demanda habitacional para todas as faixas de renda passou a ser atendida com mais
rapidez e o forte ritmo de expansão do setor imobiliário dos últimos anos, tem pressionado as tradicionais
fontes de financiamento, enquanto as expectativas indicam que o mercado deverá permanecer aquecido
pelo menos no médio prazo.

Algumas fontes de financiamento habitacional com ingerência governamental, já parecem exibir sinais de
relativa exaustão, devido ao forte aquecimento do mercado imobiliário, o que tem merecido atenção de
governos e do próprio mercado. A Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário (ABECIP) e
o Ministério da Fazenda reconhecem que o volume de crédito imobiliário já chega a 62% dos depósitos
em cadernetas de poupança, quando o direcionamento obrigatório dos depósitos de poupança para
crédito imobiliário é de 65%. A pequena margem de 3% gera apreensões tanto no governo no setor
imobiliário. A ABECIP estima que no máximo em 2013 esses recursos atingirão o limite (ver Gráfico 1
abaixo). A origem desse problema consiste, na realidade, em um descompasso entre o crescimento dos
depósitos de poupança (22%) e o crédito imobiliário (35%), segundo a ABECIP.




24
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Gráfico 1
Evolução das contratações, estoque financiamentos e poupança SBPE

Fonte: ABECIP.

As fontes de financiamento com recursos da caderneta de poupança, portanto, parecem insuficientes
para dar vazar à demanda por habitação de importante segmento do mercado, o que tem motivado
propostas que envolvem tanto modificações nas regras atuais quanto a criação de novos instrumentos de
captação de recursos para o financiamento habitacional.

As fontes de financiamento habitacional no mercado de capitais, regra geral, têm evoluído de forma
satisfatória. No entanto, é importante destacar que todos os instrumentos financeiros utilizados são
passíveis de oscilações, pois dependem da atratividade que possuem em relação aos demais ativos
financeiros. Em outras palavras, na medida em que apresentarem perspectivas de retorno elevadas, os
investidores, institucionais ou não (quando permitido), demandarão esses papéis. A criação de novos
papéis e mudança de regras também pode servir de estimulo à captação de recursos para o setor, com
prazos e custos adequados. Nesse sentido, o desenvolvimento do mercado de securitização surge como
a mais promissora alternativa ao financiamento imobiliário.

Em relação às fontes de recursos com forte participação governamental, a mais importante mudança
observada é ao aumento de importância dos repasses do governo como fonte de financiamento
habitacional. Esse fato é auspicioso, porquanto esses recursos são direcionados para habitações
populares e atendem a demanda de famílias de mais baixa renda, contribuindo decisivamente para a
34
50
75
113
169
253
65
103
160
245
371
560
254
298
351
414
487
573
0
100
200
300
400
500
600
700
2009 2010 2011 2012 2013 2014
Contratações Estoque Financiamentos - SBPE Poupança SBPE


25
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

gradativa redução do déficit habitacional no país. No entanto, esses recursos são limitados pelas
restrições orçamentárias e atendem apenas parte da demanda habitacional.

O FGTS é um ativo privado com gestão pública. Como qualquer fundo, o FGTS deve observar a
adequada remuneração aos trabalhadores que dele participam e sua capacidade de gerar fluxos de
receitas. Como visto anteriormente, a relação saque/receitas, ainda que em nível seguro para sua
solvência, é relativamente elevada. Este fato impõe restrições ao seu uso como fonte de financiamento
habitacional, o que tem estimulado propostas para alterar as regras de saque. Por outro lado, a crescente
formalização do mercado de trabalho no Brasil contribui positivamente para o aumento da receita futura.

A utilização dos recursos da caderneta de poupança para o financiamento habitacional, nos termos do
SBPE, tem acompanhado, desde 2003, uma trajetória ascendente, porém irregular. O aumento no
montante dos depósitos em caderneta de poupança depende do desempenho da economia brasileira, em
especial do crescimento, da renda e do emprego. Porém, o consumo das famílias também exerce papel
relevante na decisão de poupar. Na atual conjuntura, em que pese as restrições da política monetária e
fiscal, o consumo das famílias continua em patamar bastante elevado, devido à confiança do consumidor
e a farta oferta de crédito. Por enquanto, não há preocupação quanto ao endividamento e à
inadimplência, mas os riscos existem. Com essa disposição para o consumo, é pouco provável que os
depósitos em caderneta de poupança passem a crescer a taxas muito superiores às atuais.




26
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4. UMA BREVE CONTEXTUALIZAÇÃO DA HABITAÇÃO NO BRASIL

Nas últimas décadas, o país tem passado por profundas transformações no processo de urbanização.
Por exemplo, em 1940, a população urbana do país representava 31,3% do total, em 2010 ela evolui para
84,3%.

Esse crescimento da população urbana tem dois efeitos preocupantes: a concentração populacional em
grandes aglomerados urbanos e sua dispersão em um grande número de pequenos municípios.
Enquanto 54,7% dos brasileiros vivem em apenas 4,7% das cidades, os demais vivem em 95,3%.

Nas regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, são
Paulo, Curitiba e Porto Alegre, existem 16,3 milhões de domicílios. O déficit habitacional, nessas regiões
metropolitanas, é de 2,2 milhões, representando 28,8% do nacional.

Há uma preocupação crescente por parte do governo federal em habitação, apontando para uma
intensificação, cada vez maior, de políticas pública para atenuar o problema de déficit habitacional no
Brasil. Por essa razão, um dos objetivos do PlanHab é estabelecer uma estratégia de enfrentamento da
questão que sirva de base para uma argumentação consistente, com respaldo social, capaz de assegurar
uma elevação permanente nos níveis historicamente baixos de investimentos de recursos fiscais em
habitação.

Fazendo uma rápida contextualização do passado recente (últimos 20 anos), pode-se dizer que o gasto
de recursos de origem fiscal em programas habitacionais tem crescido significativamente, quando
comparado com períodos anteriores aos anos de 1980.

A partir dos anos 1980, houve uma acentuada preocupação com a questão habitacional, principalmente
com àquelas pessoas inseridas nas faixas de renda mais baixas.

Os fatos que merecem destaques nestes últimos 20 anos foram: i) a Constituição de 1988, que determina
que a habitação deve ser de responsabilidade concorrente dos três níveis do governo (Federal, Estadual
e Municipal); (ii)a Emenda Constitucional que, em 2000, incluiu o acesso a habitação como um direito de
todo cidadão; (iii)o projetos de leis de inciativa popular, que propunha a criação do Fundo Nacional de
Habitação; programa Habitar Brasil/BID.



27
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Nesse contexto, o enfrentamento dos problemas relacionados a habitação no Brasil, obteve uma maior
contrapartida do governo federal, inclusive com volumes crescente de recursos financeiros, com a criação
do Ministério das Cidades e da Secretaria Nacional da Habitação (2003), a formulação da nova política
habitacional (2004) e a aprovação do fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (2005).

Assim, o início da implementação do Sistema Nacional de Habitação de Interesse Social, possibilitou um
primeiro grande salto significativo na aplicação de recursos para habitação. O orçamento do Fundo
Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS) gerou um acréscimo de um bilhão de reais anuais no
orçamento destinado à habitação.

Posteriormente, com a implementação do Programa de Aceleração do Crescimento no segundo mandato
do governo Lula, ficou amplamente claro que o governo federal estava disposto a realizar um salto ainda
mais acentuado na destinação de recursos orçamentários para habitação, ai incluídos os recursos do
FNHIS, subsidio habitacional (PSH), urbanização de assentamentos precários e saneamento integrado.

Em 2007, o governo federal voltou a ampliar a parcela de recursos federais para programas de habitação.
Foi criado o Programa Minha Casa Minha Vida, gerido pelo Ministério das Cidades e operacionalizado
pela CEF. O objetivo inicial foi o de construir 1 milhão de moradias para famílias que possuem renda de
até 10 salários mínimos. O valor destinado pelo governo para a aquisição e construção de unidades
habitacionais foi de R$ 34 bilhões. A distribuição deste recurso orçamentário foi feita nas 27 Unidades
Federativas do Brasil, tendo como base o estudo do déficit habitacional dos municípios que compõem às
respectivas unidades.

Em 2011, foi lançado a segunda fase do Programa Minha Casa, Minha Vida, cuja meta estabelece que,
até 2014, mais dois milhões de moradias irão ser criadas. Para esta nova fase são previstos
investimentos que totalizam R$ 125,7 bilhões. Deste total, 57,75% dos recursos serão destinados para
subsídios e 42,25% terão como finalidade o financiamento (empréstimos). A prioridade serão as famílias
de baixa renda, ou seja, terá prioridade de atendimento famílias que ganham até R$ 1.600,00 por mês
nas áreas urbanas e até R$ 15.000,00 anuais na área rural.

4.1. Projeções das despesas do orçamento da União com habitação

Neste item é apresentado as previsões de recursos com origem das três esferas do governo, em cada um
dos cenários desenhados, no item 1 deste relatório, que poderão ser destinadas a habitação. Na
realidade, o orçamento da União com habitação passa por uma questão de cunho político, pois está


28
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

relacionada com o direcionamento que cada esfera de governo dará a problemática habitacional num
período longo que atravessa várias gestões.

As estimativas das previsões possuem um horizonte temporal de investimentos em habitação até 2023.
Para as previsões dos gastos com habitação foi seguido o mesmo critério adotado no PlanHab, ou seja,
criou-se dois cenários um mais provável e um pessimista.

Este cenário foram baseados na taxa de crescimento do PIB e da receita tributária arrecadada.
Entretanto, há uma diferença entre as previsões realizadas pelo PlanHab e pela Datamétrica. Enquanto
no PlanHab foi considerada uma taxa média única de crescimento para o PIB ao longo dos anos, neste
relatório foi estimado uma taxa de crescimento para cada ano em particular. Somente para o cenário
pessimista é que foi adotada uma taxa média fixa para todos os anos.

A Tabela 18, a seguir, apresenta as projeções considerando o cenário mais provável de crescimento do
PIB nacional, enquanto a Tabela 19 apresenta as projeções considerando o cenário pessimista.




29
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 18
Previsão dos Gastos com Habitação – Cenário mais provável (R$ Mil)
Exercício
Fiscal
Gasto com Habitação - Federal Gasto com Habitação - Estadual Gasto com Habitação - Municipal
2008 12.604.023 1.433.878 1.306.647
2009 12.594.173 1.430.437 1.303.511
2010 12.905.330 1.539.150 1.402.578
2011 36.499.935 1.598.408 1.456.578
2012 36.715.415 1.673.693 1.525.182
2013 36.949.187 1.755.369 1.599.611
2014 37.197.884 1.842.260 1.678.792
2015 5.507.000 1.924.056 1.753.330
2016 5.754.265 2.010.446 1.832.055
2017 6.015.508 2.101.720 1.915.230
2018 6.289.214 2.197.349 2.002.373
2019 6.577.889 2.298.207 2.094.282
2020 6.878.499 2.403.235 2.189.991
2021 7.192.158 2.512.822 2.289.854
2022 7.521.559 2.627.910 2.394.730
2023 7.863.790 2.747.480 2.503.690
Fonte: Finbra – Tesoura Nacional

Tabela 19
Previsão dos Gastos com Habitação – Cenário pessimista (R$ Mil)
Exercício
Fiscal
Gasto com Habitação -Federal Gasto com Habitação - Estadual Gasto com Habitação - Municipal
2008 12.604.023 1.433.878 1.306.647
2009 12.594.173 1.430.437 1.303.511
2010 12.696.527 1.466.198 1.336.099
2011 35.726.441 1.502.853 1.369.502
2012 35.833.977 1.540.424 1.403.739
2013 35.944.201 1.578.935 1.438.833
2014 36.057.181 1.618.408 1.474.804
2015 4.747.986 1.658.869 1.511.674
2016 4.866.685 1.700.340 1.549.465
2017 4.988.352 1.742.849 1.588.202
2018 5.113.061 1.786.420 1.627.907
2019 5.240.888 1.831.081 1.668.605
2020 5.371.910 1.876.858 1.710.320
2021 5.506.208 1.923.779 1.753.078
2022 5.643.863 1.971.873 1.796.905
2023 5.784.959 2.021.170 1.841.828

Foram realizadas também previsões levando-se em consideração apenas os gastos em habitação no
Estado do Paraná. O critério é o mesmo utilizado nas previsões nacionais.


30
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

A Tabela 20, a seguir, apresenta as projeções considerando o cenário mais provável de crescimento do
PIB do Paraná, enquanto a Tabela 21 apresenta as projeções considerando o cenário pessimista.

Tabela 20
Previsão dos Gastos com Habitação (Paraná) – Cenário mais provável (R$ Mil)
Exercício Fiscal Gasto com Habitação - Estadual Gasto com Habitação - Municipal
2009 11.582 39.025
2010 12.277 41.367
2011 13.023 43.882
2012 13.992 47.147
2013 15.069 50.777
2014 16.246 54.743
2015 17.384 58.575
2016 18.616 62.727
2017 19.949 67.219
2018 21.381 72.045
2019 22.929 77.261
2020 24.582 82.832
2021 26.350 88.787
2022 28.252 95.198
2023 30.281 102.033

Tabela 21
Previsão dos Gastos com Habitação (Paraná) – Cenário pessimista (R$ Mil)
Exercício Fiscal Gasto com Habitação - Estadual Gasto com Habitação - Municipal
2009 11.582 39.025
2010 12.039 40.567
2011 12.515 42.169
2012 13.009 43.835
2013 13.523 45.566
2014 14.057 47.366
2015 14.612 49.237
2016 15.190 51.182
2017 15.790 53.204
2018 16.413 55.305
2019 17.062 57.490
2020 17.735 59.761
2021 18.436 62.121
2022 19.164 64.575
2023 19.921 67.126



31
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

5. PROJEÇÃO E CENÁRIOS DA EVOLUÇÃO DA APLICAÇÃO EM
POUPANÇA E DO INVESTIMENTO EM HABITAÇÃO DO SBPE

O Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) tem contribuído de maneira bastante
significativa para os financiamentos imobiliários no país. A projeção destes recursos e dos investimentos
em habitação é essencial, não somente para nortear as políticas habitacionais, mas também para garantir
que os recursos sejam suficientes no futuro para a realização de financiamentos imobiliários.

Nos últimos anos, observando a evolução dos recursos, percebe-se um aumento de R$ 2 bilhões para 56
bilhões, entre 2000 e 2010 em financiamentos imobiliários com recursos do SBPE (veja a tabela abaixo).

Do mesmo modo, o número de unidades financiadas com recursos da poupança também vem crescendo
positivamente. Nessa trajetória de crescimento, constata-se uma elevação de 36,4 mil para 53,8 mil
unidades entre 2003 e 2004 e de 61 mil para 111,2 mil unidades entre 2005 e 2007. Em 2010, o número
de unidades chegou próximo a 416,4 mil.

Já o valor médio financiado por unidade saltou de R$ 52.569 mil para 134.480 mil entre 2000 e 2010,
representando um crescimento médio de 10,6% ao longo desses anos.

Uma tendência que se observa ao analisar os dados da tabela 22 é que o saldo da poupança tem
apresentado um crescimento médio muito inferior ao montante por ele financiado. Na média, enquanto o
saldo da poupança tem crescido a uma taxa de 6% ao ano, o montante financiado cresceu em média
45% ao ano. Ao seguir essa tendência de crescimento, em breve, o saldo da poupança irá se mostrar
incapaz de atender totalmente a demanda por financiamentos habitacionais, ou seja, a poupança que é
um dos principais agentes de crédito imobiliário no país, deixará de cumprir a sua principal função.

Desta forma, o governo federal terá que buscar alternativas para fornecer crédito imobiliário, não somente
para as demandas futuras, mas também para suprir o déficit habitacional existente.



32
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 22
Poupança e financiamentos imobiliários com recursos do SBPE Brasil
Ano
Saldo
(R$ milhões)
Montante
(R$ milhões)
Número de Unidades
Financiamento Médio por
Unidade (R$)
2000 173.579 1.910 36.333 52.569
2001 171.292 1.870 35.756 52.299
2002 176.157 1.768 28.902 61.172
2003 165.232 2.217 36.446 60.830
2004 169.010 3.000 53.786 55.777
2005 170.700 4.793 60.768 78.874
2006 183.837 9.314 111.988 83.170
2007 219.765 18.253 194.853 93.676
2008 237.985 29.996 298.496 100.491
2009 268.618 33.890 296.765 114.197
2010 299.878 55.992 416.355 134.480
Fonte: Banco Central. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA para dezembro de 2010.

5.1 Projeção da aplicação em poupança e do investimento em habitação
com recurso do SBPE

A previsão para os próximos anos é bastante otimista, com relação ao crescimento da poupança e do
investimento em habitação, como veremos mais adiante. Alguns fatores vêm contribuindo para a
formação de um ambiente adequado à expansão por financiamentos habitacionais.

Os pontos que se destacam e chamam a atenção para a expansão dos financiamentos imobiliários são:

Estabilidade da economia: como o crédito imobiliário está relacionado a empréstimos de longo prazo,
levam em consideração duas variáveis bastante importantes na economia que é a renda e a taxa de
juros. O Brasil vem oferecendo boas condições tanto no que se refere a taxa de juros, quanto ao
crescimento da renda interna, incentivando os tomadores de decisões participantes desse mercado.

Maior Segurança: no campo habitacional houve avanços significativos no sentido de fornecer maiores
garantias para as operações, um bom exemplo disto foi a criação da Lei 10.931 de 2004 que foi editada
com o objetivo de aumentar a segurança jurídica entre as partes de um negócio de incorporação
imobiliária, aumentando a segurança dos compradores de imóveis em fase de construção e às
instituições financeiras de que as parcelas serão pagas pelos compradores finais e os recursos pagos
pelos tomadores de crédito sejam direcionados apenas ao empreendimento afetado.



33
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Facilidades de financiamentos imobiliários: os agentes podem contratar financiamentos imobiliários a
juros fixos, sem correção pela TR. Essa modalidade de operação, junto com um cenário otimista da
economia brasileira, tende a um crescimento dos financiamentos.

Redução de tributação: foi eliminada a cobrança do imposto de renda sobre o lucro imobiliário nos
casos de reaplicação dos recursos na compra de outro imóvel em até seis meses.

A seguir será apresentada uma projeção dos recursos a serem disponibilizados pelo SBPE e dos
investimentos na produção habitacional, entre 2010 e 2023, baseada no pressuposto de manutenção e
cumprimento efetivo da exigibilidade mínima de 65%.

Para a previsão da evolução da poupança foi utilizada a mesma taxa de projeção utilizada pelo mercado
imobiliário e também pela ABECIP, ou seja, uma taxa de crescimento em torno de 17,7 pontos
percentuais ao ano. Já para as previsões sobre as contratações, estima-se que as contratações irão
crescer a uma taxa de 50% ao ano.

Considerando as previsões apresentadas na tabela 23, tem-se que em 2019, o saldo da poupança não
será mais suficiente para atender o montante de contratações para financiamento imobiliários oriundos do
SBPC. O saldo da poupança irá crescer de R$ 299.879 milhões




34
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 23
Projeções de Recursos do SBPE – 2010 a 2023 Brasil
Ano Saldo (R$ milhões) Contratações (R$ milhões)
2010 299.878 33.890
2011 352.956 50.835
2012 415.430 76.253
2013 488.961 114.379
2014 575.507 171.568
2015 677.371 257.352
2016 797.266 386.028
2017 938.382 579.042
2018 1.104.476 868.564
2019 1.299.968 1.302.845
2020 1.530.063 1.954.268
2021 1.800.884 2.931.402
2022 2.119.640 4.397.103
2023 2.494.817 6.595.655
Fonte: Banco Central. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA para dezembro de 2010.

Gráfico 2
Projeções de Recursos do SBPE – 2010 a 2023 Brasil

Fonte: Banco Central. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA para dezembro de 2010.

2
9
9
.
8
7
8
3
5
2
.
9
5
6
4
1
5
.
4
3
0
4
8
8
.
9
6
1
5
7
5
.
5
0
7
6
7
7
.
3
7
1
7
9
7
.
2
6
6
9
3
8
.
3
8
2
1
.
1
0
4
.
4
7
6
1
.
2
9
9
.
9
6
8
1
.
5
3
0
.
0
6
3
1
.
8
0
0
.
8
8
4
2
.
1
1
9
.
6
4
0
2
.
4
9
4
.
8
1
7
3
3
.
8
9
0
5
0
.
8
3
5
7
6
.
2
5
3
1
1
4
.
3
7
9
1
7
1
.
5
6
8
2
5
7
.
3
5
2
3
8
6
.
0
2
8
5
7
9
.
0
4
2
8
6
8
.
5
6
4
1
.
3
0
2
.
8
4
5
1
.
9
5
4
.
2
6
8
2
.
9
3
1
.
4
0
2
4
.
3
9
7
.
1
0
3
6
.
5
9
5
.
6
5
5
0
1.000.000
2.000.000
3.000.000
4.000.000
5.000.000
6.000.000
7.000.000
2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 2021 2022 2023
Poupança Contratações


35
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

A tabela 24 traz as projeções realizadas para o Estado do Paraná, ou seja, foi realizado um mesmo
exercício só que em vez de considerarmos os dados nacionais, apenas o Paraná foi avaliado.

Este exercício mostra a titulo de comparação, que o Paraná segue a mesma trajetória que o Brasil. Mais
uma vez, os recursos do SBPE não serão suficientes para atender a demanda por financiamento
imobiliário. No Estado do Paraná, já em 2017 teremos problemas de recursos provenientes da poupança,
ou seja, dois anos antes do verificado para o Brasil.

Em 2017 o saldo da será de R$ 51.720 milhões, enquanto o valor requerido para o financiamento
imobiliário chegará a R$ 52.282 milhões. Em 2023 o volume de contratações superará o saldo da
poupança em mais de 433%, enquanto que se consideramos o país como um todo esse percentual será
de 264%, ou seja, o Estado do Paraná terá um déficit de financiamento muito superior ao que será
verificado no Brasil.

Tabela 24
Projeções de Recursos do SBPE – 2010 a 2023
Paraná
Ano Saldo (R$ milhões) Contratações (R$ Milhões)
2010 16.528 3.060
2011 19.454 4.590
2012 22.897 6.885
2013 26.950 10.327
2014 31.720 15.491
2015 37.334 23.237
2016 43.942 34.855
2017 51.720 52.282
2018 60.874 78.423
2019 71.649 117.635
2020 84.331 176.452
2021 99.258 264.679
2022 116.826 397.018
2023 137.505 595.527
Fonte: Banco Central. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA para dezembro de 2010.




36
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Gráfico 3
Projeções de Recursos do SBPE – 2010 a 2023
Paraná
Fonte: Banco Central. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA para dezembro de 2010.

5.2 Considerações finais

Desta forma, levando-se em consideração as previsões projetadas, o Brasil terá que encontrar
alternativas para o financiamento imobiliário, além do SBPE. Os recursos orçamentários, para o futuro
próximo, terá que atender não apenas a demanda habitacional futura, como também resolver um
problema mais imediato que é o déficit habitacional atual, principalmente das famílias de classe mais
baixa.

Encontrar formas alternativas para financiamento imobiliário não será uma tarefa muito fácil, pois envolve
fornecer créditos de longo prazo e a juros aceitáveis. E em grande parte, isto irá depender muito de como
a economia brasileira irá se comportar. Se considerarmos as projeções realizadas, com relação ao
crescimento da economia brasileira feita no item 1 deste relatório, a tendência é que a demanda por
financiamentos imobiliários irá aumentar significativamente, em função do aumento da renda, queda na
taxa de juros e pela demanda altamente reprimida existente no país para este tipo de bem.


1
6
.
5
2
8
1
9
.
4
5
4
2
2
.
8
9
7
2
6
.
9
5
0
3
1
.
7
2
0
3
7
.
3
3
4
4
3
.
9
4
2
5
1
.
7
2
0
6
0
.
8
7
4
7
1
.
6
4
9
8
4
.
3
3
1
9
9
.
2
5
8
1
1
6
.
8
2
6
1
3
7
.
5
0
5
3
.
0
6
0
4
.
5
9
0
6
.
8
8
5
1
0
.
3
2
7
1
5
.
4
9
1
2
3
.
2
3
7
3
4
.
8
5
5
5
2
.
2
8
2
7
8
.
4
2
3
1
1
7
.
6
3
5
1
7
6
.
4
5
2
2
6
4
.
6
7
9
3
9
7
.
0
1
8
5
9
5
.
5
2
7
0
100.000
200.000
300.000
400.000
500.000
600.000
700.000
2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 2021 2022 2023
Poupança Contratações


37
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

6. PERSPECTIVAS DO SISTEMA FINANCEIRO IMOBILIÁRIO

6.1. Ambiente Institucional do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI)

O Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), criado pela Lei nº 9.514/1997, foi concebido como um
complemento ao Sistema Financeiro da Habitação (SFH). Novos instrumentos de financiamento
imobiliário foram estabelecimentos por normas legais, dentre os quais se destacam os mecanismos de
securitização imobiliária, como os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e os Fundos de
Investimentos Imobiliários (FII). Posteriormente, vários outros papéis com lastro imobiliário foram criados,
com o objetivo de fortalecer o SFI Além disso, com o SFI foram instituídas e disciplinas as companhias
securitizadoras de créditos imobiliários (CSCI) e o estabelecimento da alienação fiduciária para o
financiamento de imóveis e garantias para operações imobiliárias.

Na realidade, a Lei nº 9.514/1997 procurou promover a articulação do setor imobiliário com o mercado
financeiro, através de um processo de desintermediação bancária para financiar a produção imobiliária,
ao mesmo tempo em que reduzia o risco do negócio para os investidores, tornando-o mais atraente.

As regras e normas que regulam o SFI, em contraste como as do SFH, são mais claras e simples.
Possibilitam ampla e direta negociação entre as partes. Os recursos captados pelo SFI são usados para
financiar operações de mercado e são direcionados para financiamento habitacional, especialmente da
classe média, além de outros bens imóveis como shopping centers, galpões industriais, terminais
logísticos, hospitais e prédios comerciais. Além de aspectos legais e regulatórios, não há nenhum tipo de
interferência governamental na alocação de recursos do SFI, subsídios ou incentivos. Investidores
institucionais representam os principais investidores dos papéis com lastro imobiliário negociados no
âmbito do SFI, mas pessoas físicas também podem aplicar em alguns desses papéis. Enfim, as regras do
SFI disciplinam instrumentos que visam a aproximar o mercado de capitais do mercado imobiliário.

O disciplinamento legal do SFI também garante aos credores maior proteção contra a inadimplência,
porquanto adota a alienação fiduciária, que garante ao agente manter a propriedade do imóvel financiado
até a quitação da dívida total do mutuário. Por outro lado, a securitização imobiliária permite a
transformação de imóveis em títulos mobiliários, que são absorvidos pelo mercado financeiro. Em suma,
a criação do SFI permitiu o surgimento de uma nova e importante fonte de financiamento imobiliário no
Brasil, porquanto possui dispositivos associados à existência de garantias reais á livre contratação de
operações no mercado de capitais, tornando atraentes as oportunidades de investimentos. No entanto,
cabe destacar que, atualmente, a securitização imobiliária ainda prioriza papéis, como os CRI comerciais,


38
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

os quais pouco contribuem para a redução do déficit habitacional e ao atendimento da demanda por
moradias como um todo, na medida em que os CRI lastreados em créditos corporativos, que financiam
qualquer espécie de investimento imobiliário, exceto unidades habitacionais, é o que tem se mostrado
mais atraente para a indústria da construção civil.

Os mais importantes títulos lastreados por bens imóveis e usados para captação de recursos pelo SFI
são os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), as Cédulas de Crédito Imobiliário (CCI) e as Letras
de Crédito Imobiliário (LCI). Os Gráficos 4, 5 e 6, mostram a evolução recente desses papéis.

Gráfico 4
Ofertas de CRI registradas na CVM (R$ milhões)

Fonte: CVM. Nota: valores corrigidos pelo IPCA de dezembro de 2010.


392,8
222,8
412,3
537,0
2650,2
1309,5
1015,9
917,8
1296,4
2138,7
500 1.000 1.500 2.000 2.500 3.000
2001
2002
2003
2004
2005
2006
2007
2008
2009
2010


39
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Gráfico 5
CCI - Volume Depositado (R$ milhões)

Fonte: CETIP. Nota: valores corrigidos pelo IPCA de dezembro de 2010.

Gráfico 6.
LCI - Volume Depositado (R$ milhões)

Fonte: CETIP. Nota: valores corrigidos pelo IPCA de dezembro de 2010.

6.2. Alternativas de funding do SFI

As perspectivas de funding do investidor privado estão associadas às alternativas de que dispõe para
financiar seus projetos imobiliários, nos termos do SFI. Cada uma das alternativas é avaliada,
considerando, sobretudo, o custo de oportunidade, o custo financeiro e o risco. Nas condições atuais, o
investidor privado pode escolher entre quatro alternativas: o investimento direto/privado, o mercado de
9,9
369,3
1.947,3
554,6
982,8
7.105,1
7.193,2
11.941,5
2.000 4.000 6.000 8.000 10.000 12.000
2003
2004
2005
2006
2007
2008
2009
2010
111,1
384,8
74,3
0,6
4421,2
4201,6
9521,7
18244,8
27741,6
39055,9
5.000 10.000 15.000 20.000 25.000 30.000 35.000 40.000
2001
2002
2003
2004
2005
2006
2007
2008
2009
2010


40
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

ações, as Cotas de Fundos Imobiliários (FII) ou papéis lastreados em ativos imobiliários, como ilustrado
na Figura 1 abaixo.

O investimento direto é uma alternativa de funding cuja premissa é a existência de empresas bastante
capitalizadas, o que é difícil acontecer quando o mercado imobiliário está muito aquecido, na medida em
que os recursos disponíveis em caixa são rapidamente investidos em novos empreendimentos. Além
disso, é difícil para as empresas crescerem financiando seus investimentos apenas com recursos
próprios.

Do ponto de vista do mercado de capitais, o mercado de ações, os FII e papéis lastreados em ativos
imobiliários são as fontes de financiamento que mais se destacam junto aos investidores. O mercado de
ações, depois do recorde de 2007, quando as emissões primárias totalizaram R$ 14.5 bilhões, parece ter
se acomodado em patamares mais modestos e não parece ser, atualmente, a alternativa preferida pelos
investidores, talvez desapontados com os resultados obtidos. Os FII, por outro lado, apesar dos bons
resultados de 2010, quando o montante emitido foi de R$ 4,10 bilhões, também não parece ser capaz de
entusiasmar os investidores tradicionais no mercado de capital e a mobilizar montantes mais significativos
de recursos.

Os papéis com base imobiliária, como o CRI, são aqueles que, presentemente, apresentam maiores
chances de alavancar o funding imobiliário, na visão de amplos segmentos de mercado.

Figura 1

Investimento direto/privado Mercado de ações
Cotas de fundos de
investimento imobiliários (FII)
Papéis/Créditos lastreados
em ativos imobiliários
(Ex.: CRI)
Financiamento
de investimentos


41
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

A captação de recursos do SFI é feita através do mercado de capitais e envolve mecanismos complexos
de financiamento. Em contraste aos processos que orientam o crédito bancário comum, no qual o
tomador solicita crédito ao banco, mediante a apresentação de um projeto. A seguir, o banco avalia o
cadastro do cliente, o projeto, as garantias e a capacidade de pagamento de seu cliente potencial, para
só então decidir se concede ou não o financiamento desejado.

No mercado de capitais, a obtenção de recursos para financiamento obedece a outros processos, que
contam com a participação de um número bem maior de agentes e instituições, isto é, de interesses e
funções. Inicialmente, a empresa imobiliária apresenta um projeto para a companhia hipotecária que, por
sua vez, tenta encontrar um investidor. Encontrado o investidor, o projeto é levado a uma empresa
classificadora de risco, cuja tarefa é determinar o risco da operação. Se o projeto for bem avaliado pela
classificadora de risco, a operação deve ser registrada na Central de Custódia e de Liquidação Financeira
de Títulos (CETIP) e aprovada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

As operações no mercado de capitais tendem a atribuir maior importância à análise do investimento em
si, isto é, a qualidade do empreendimento, ao invés do que comumente ocorre com o financiamento
bancário comum. Em outras palavras, em tese o mercado de capital é mais eficiente na alocação de
recursos. É exatamente por isso que companhias hipotecárias, por exemplo, podem financiar até 100%
do empreendimento, até mesmo o terreno.

Resta pouca ou nenhuma dúvida quanto à insuficiência dos recursos captados pelo SBPE (caderneta de
poupança) e do FGTS para atender à demanda por crédito habitacional. A controvérsia recai apenas em
relação ao período de tempo em que essa carência de recursos irá ocorrer, porém as fontes mais
otimistas do mercado estimam, em não mais que quatro anos, o esgotamento dessas fontes tradicionais
de financiamento para a produção e aquisição de imóveis habitacionais. Nesse contexto, é essencial que
outras alternativas de funding participem mais ativamente na mobilização de recursos para o
financiamento imobiliário.

O desenvolvimento do mercado de capitais no Brasil, em particular do mercado financeiro-imobiliário,
pode, de fato, aumentar expressivamente sua participação na captação de recursos para financiamento
imobiliário como um todo e habitacional em particular. O SFI, apesar de recente, tem produzido
resultados promissores, considerando que muitos dos papéis com lastro imobiliário foram criados e
regulamentados a menos de dez anos. No entanto, o mercado ainda hesita. Em pauta, portanto, estão
alterações nas regras que formatam esses títulos imobiliários, a criação de novos mecanismos de


42
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

securitização de recebíveis imobiliários para financiamento habitacional ou a construção de novas
modalidades de títulos imobiliários.

O uso eficiente de mecanismos de securitização como um canal de aporte de recursos do mercado de
capitais no mercado imobiliário pode, de fato, contribuir para a mobilização de recursos para o
financiamento habitacional no Brasil. Nesse contexto, as possibilidades de desenvolvimento da
securitização de recebíveis imobiliários são condicionadas pelo comportamento de variáveis que,
presentemente, apresentam graus variados de riscos, saber:

1. Ambiente macroeconômico: os fundamentos macroeconômicos da economia brasileira, atualmente,
são sólidos. A estabilidade macroeconômica é essencial para o crescimento de operações de longo
prazo, uma premissa básica para alavancar o financiamento habitacional. São poucas as incertezas
quanto à manutenção do alicerce que garante a estabilidade da economia brasileira: metas de inflação,
câmbio flutuante e meta de superávit primário e, a partir de 2011, meta para o déficit nominal. Há,
contudo, riscos de crise, no curto e médio prazo, na economia, que poderá trazer impactos negativos
para a economia brasileira;

2. Regulamentação: estabilidade no ambiente regulatório e capacidade de moldar o perfil de instrumentos
financeiros que promova a efetiva integração do mercado financeiro-imobiliário, em particular dos
processos associados à securitização de recebíveis imobiliários;

3. Base jurídica: deve ser sólida, especialmente em relação à execução de garantias e redução de riscos
associados à operação;

4. Investidores: a captação de recursos através da securitização de recebíveis imobiliários depende,
evidentemente, da percepção dos investidores quanto à atratividade, a modelagem dos papéis e dos
riscos do negócio.

Ao examinar o conjunto desses condicionantes, as conjecturas que se pode fazer parecem favoráveis,
mas é preciso agir com mais rapidez e determinação. É importante observar, contudo, que dada a pouca
tradição dos investidores brasileiros em investimentos de longo prazo, esse processo, provavelmente, irá
se desenrolar gradualmente.

Outra alternativa de funding imobiliário, em estudo pelo mercado e instâncias governamentais, envolve a
criação covered bonds no Brasil. A modelagem desses títulos, em contraste com a securitização, permite


43
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

que eles continuem no balanço dos bancos, representa uma nova opção para mobilizar recursos para o
mercado imobiliário. Aos investidores é concedido o direito sobre uma carteira de créditos (cover pool),
que lhes garante prioridade em relação aos demais credores da instituição de crédito, a qual é obrigada a
manter ativos na cover pool, de tal forma a atender os interesses dos investidores. Isso significa que, em
caso de falência do emissor, a transferência dos ativos para os investidores, que possuem preferência em
relação aos demais credores, é garantida.

Cabe às instituições ou agências públicas supervisionar a instituição de crédito de forma a assegurar que
suas obrigações em relação à emissão de covered bonds estão sendo cumpridas. Os passos necessários
para a criação de covered bonds no Brasil são a formulação de um regime jurídico próprio,
regulamentação das instituições financeiras autorizadas (emitentes) e definição, em lei, dos ativos.
Tradicionais no mercado europeu, as covered bonds se destacam pelo baixo risco, por serem lastreados
na carteira imobiliária dos bancos.

O que parece ser consenso entre o mercado e instâncias governamentais é que só a securitização não
basta para superar o esgotamento dos recursos do SFH. Há o reconhecimento de que o mercado de
capitais deve elevar sua participação no financiamento imobiliário, quer através da remodelagem dos
atuais instrumentos ou com a criação de novos títulos.

Outra forma de ampliar o funding habitacional através do mercado de capitais consiste na atração de
investidores institucionais capitalizados, que procuram diversificar suas aplicações e possuem
disponibilidade de recursos. Os fundos de pensão, por exemplo, acumulam mais de R$ 600 bilhões.
Muitos desses fundos, como a PREVI, o maior deles, são gerenciados pelo governo federal, o que implica
em dizer que a alocação de recursos da PREVI é suscetível a interferências governamentais. As
seguradoras também possuem reservas técnicas significativas, ao mesmo tempo em que nada impede
que investidores estrangeiros também participem desse mercado.

6.3. Considerações finais

As expectativas de mercado vão ao encontro às de diversas instâncias de governo quanto ao
esgotamento do FGTS e da caderneta de poupança como fontes de financiamento imobiliário. Nesse
sentido, merece atenção o fato de que enquanto a caderneta de poupança cresce menos de 20% a.a., as
operações do SFI avançam em mais de 40%. Essa convergência é oportuna, porquanto cria condições
favoráveis para a avaliação de propostas e iniciativas direcionadas a sustentação da demanda por
habitação no Brasil.


44
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br


É forte o consenso que considera esse ser o momento adequado para aumentar a dimensão do mercado
de capitais como fonte de captação de recursos para o financiamento imobiliário. Com efeito, não existem
restrições insuperáveis para alavancar recursos privados no mercado de capitais com essa finalidade. As
propostas atuais compreendem tanto mudança na modelagem dos instrumentos existentes quanto à
criação de novos papéis, de forma a aumentar a atratividade de papéis imobiliários para os investidores,
sobretudo os investidores institucionais, que ainda hesitam se mostram arredios em investimentos de
longo prazo. Apesar da euforia de muitos, é importante lembrar que os investimentos imobiliários no
mercado de capitais enfrentam dura concorrência de muitas outras oportunidades de negócios, daí a
importância de apresentarem baixo risco, garantias adequadas e rentabilidade competitiva, agregando
prazo e custo adequado.

Em relação ao segmento de securitização, que propicia receita imediata em troca da receita futura dos
empreendimentos imobiliários, os sinais mais estimulantes são emitidos pelos CRI, cuja aceitação pelos
investidores tende a alcançar níveis bastante superiores aos atuais. São sólidos os fatores que
impulsionam a securitização imobiliária no Brasil: arcabouço legal satisfatório, capacidade de desenvolver
novos instrumentos, ambiente macroeconômico estável, forte demanda habitacional e políticas públicas
de apoio ao setor. Além de mudanças na formatação de instrumentos no mercado de securitização
imobiliária, também surgem propostas, que aparentam ter sido bem recebidas, de criação de covered
bonds no Brasil, uma fonte de captação de recursos de longo prazo e baixo risco, com design semelhante
ao usado no mercado europeu.

Existem ainda propostas para aumentar o montante de recursos da poupança e do FGTS, cuja avaliação
está em andamento, tais como reduzir o compulsório da poupança, mudança de cálculo da TR e redução
dos juros da poupança e da TR. Sugestões como essas, contudo, não parecem possuir respaldo
suficiente para serem adotadas, até mesmo porque tem implicações sobre a própria execução da política
monetária, que não pode ser subordinada às condições do mercado de crédito habitacional.

7. PROPOSTA DE ARTICULAÇÃO DE RECURSOS PARA
FINANCIAMENTO DE HABITAÇÕES

Uma vez consideradas as perspectivas de evolução das fontes de financiamento habitacional, o passo
seguinte consistem em propor diretrizes que orientem a forma com que essa mobilização de recursos,
captados através de diversos mecanismos, possa se integrar harmoniosamente com a demanda por
financiamento habitacional, especialmente no tocante a habitações de interesse social. Este ponto é


45
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

relevante, porquanto os subsídios devem ser compatíveis com a renda e o produto habitacional, de tal
forma que a política habitacional direcionada para habitações populares venha, de fato, beneficiar as
populações mais vulneráveis. Evidentemente, as linhas gerais propostas nesse relatório devem ser
entendidas como contribuições, entre várias possíveis, podem ser objeto de maior detalhamento, na fase
de formulação de planos de ação e políticas específicas.

A concessão de subsídios para financiar habitações de interesse social só se justifica se direcionada para
famílias que, de fato, possuem baixa capacidade de pagamento. Nesse sentido, a gestão dos recursos
captados através de diversas fontes financiamento e destinados ao financiamento de habitações
populares devem priorizar os grupos de mais baixa renda. Portanto, definir os grupos que prioritariamente
devem ser atendido é o ponto de partida para definir o direcionamento dos recursos destinados ao
financiamento de habitações de interesse social, bem com o subsídio. O Plano Nacional de Habitação
(Planab) definiu uma taxonomia de família de demandantes por habitação, segundo a capacidade de
acesso ao financiamento, posse de garantias reais, capacidade de poupança e estabilidade da renda e
do emprego, como apresentado a seguir.

• Grupo I: Famílias sem renda ou com renda líquida abaixo da mínima necessária à assunção de um
compromisso de retorno regular e estruturado (abaixo da linha de financiamento);

• Grupo II: Famílias com renda mensal que lhes permite assumir algum compromisso de pagamento
mensal regular e estruturado e acessar financiamento imobiliário, mas em valor insuficiente para acessar
uma moradia adequada e, ainda assim, com alto risco de crédito para os Agentes Financeiros (que têm
evitado esse segmento), em decorrência de suas rendas informais e reduzidas e das precárias garantias
oferecidas para o financiamento;

• Grupo III: Famílias com renda mensal que lhes permite assumir compromisso de pagamento mensal e
acessar financiamento imobiliário, nem sempre suficiente para acessar uma moradia adequada e, com
moderado risco de crédito para os Agentes Financeiros;

• Grupo IV: Famílias com capacidade de pagamento regular e estruturada, com plenas condições de
assumirem compromisso de pagamento mensal relativo a financiamento imobiliário, em valor suficiente
para acessar uma moradia adequada, desde que em condições acessíveis (perfil do FGTS), pois
possuem empregos e rendas estáveis e são capazes de oferecer garantias reais para os financiamentos
contraídos;



46
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

• Grupo V: Famílias com plena capacidade de acesso a um imóvel adequado às suas necessidades,
através de esquemas de financiamento de mercado (SBPE e outros).

Dada a hierarquização de prioridades, nos termos do Plano Estadual de Habitação de Interesse Social do
Paraná (PEHIS-PR), os grupos I, II e III definidos acima são, efetivamente, os que reúnem as famílias que
serão prioritariamente atendidas pelo PEHIS-PR. Portanto, o direcionamento do fluxo de financiamento e
subsídios deste Plano deve se concentrar nesses três grupos de famílias, segundo a taxonomia do
Planab. Isto não significa que os demais grupos devam ser ignorados ou de alguma forma penalizados.
Esse critério simplesmente estabelece um ranking de prioridades, segundo o qual, regra geral, quanto
maior a renda menor o subsídio ou, alternativamente, quanto maior o valor do imóvel, menor o subsídio.
O objetivo, em última instância desse critério é fixar uma diretriz básica na alocação de recursos
subsidiados: quanto mais fácil o acesso ao financiamento menor o montante de subsídio alocado para
cada um dos grupos definidos pela taxonomia do Planab.

A evolução do financiamento de habitações de interesse social ao longo do tempo, que depende do
montante de subsídios concedidos, por seu turno, é afetada pelas as restrições orçamentárias da União,
estados e municípios e pela regularidade do volume de recursos, não necessariamente perenes. O custo
total das habitações, incluindo o custo de terrenos, seguros e demais componentes, também influenciará
o montante financiado e a quantidade de novas unidades habitacionais, uma vez que trará impacto sobre
o preço do imóvel. Como em qualquer política pública, a eficiência de sua gestão também é essencial
para que os recursos produzam o melhor resultado possível em termos de redução do déficit habitacional
para famílias de baixa renda.

A Tabela 25 abaixo sistematiza a evolução das tradicionais fontes de financiamento habitacional ─
onerosos e não onerosos ─ em uma perspectiva de longo prazo, isto é, 2023. É importante destacar que
as projeções apresentadas são preliminares e têm, como principal objetivo, indicar a direção da trajetória
dessas fontes, com base nos diversos métodos e suposições adotados neste documento nas estimativas
relativas ao Orçamento Geral da União e dos recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo.
A extrapolação dos subsídios do FGTS de 2011 a 2014, com base na extrapolação dos subsídios
concedidos em 2010 e nos orçados de 2011. para o restante da série gerou uma trajetória explosiva para
o período 2015-2023. Por essa razão, para esse período, o subsídio projetado para 2014 foi mantido
constante até o final da série.

No tocante às fontes não onerosas, é oportuno lembrar que seus desdobramentos ao longo do tempo
dependem de decisões exógenas, que não guardam, necessariamente, relação com as necessidades de


47
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

financiamento habitacional, pois refletem iniciativas discricionárias do CCFGTS ou de outras instâncias
ligadas diretamente ao poder executivo, por exemplo. Por essa razão, a acurácia das projeções tende a
se diluir no transcorrer dos anos considerados. Para evitar uma trajetória explosiva, a projeção dos
recursos onerosos (FGTS – Habitação) a partir de 2015 incorpora um redutor da ordem de 30% em
relação a 2014.




48
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 25
Projeção de recursos destinados à habitação (R$ Mil)
Recursos Não Onerosos Recursos Onerosos Habitação (Total)
Ano OGU
FGTS
(Subsídos)
Sub-total
FGTS
(Habitação)
SBPE Sub-total Total
2010 9.530.330 4.000.000 13.530.330 26.167.618 16.528.000 42.695.618 56.225.948
2011 23.011.623 5.681.500 28.693.123 43.046.070 19.454.000 62.500.070 91.193.193
2012 23.227.103 8.069.861 31.296.964 70.811.343 22.897.000 93.708.343 125.005.306
2013 23.460.875 11.462.228 34.923.103 116.485.575 26.950.000 143.435.575 178.358.678
2014 23.709.572 16.280.662 39.990.234 191.620.278 31.720.000 223.340.278 263.330.513
2015 5.507.000 16.280.662 21.787.662 105.865.199 37.334.000 143.199.199 164.986.862
2016 5.754.265 16.280.662 22.034.927 140.007.411 43.942.000 183.949.411 205.984.338
2017 6.015.508 16.280.662 22.296.170 185.160.707 51.720.000 236.880.707 259.176.877
2018 6.289.214 16.280.662 22.569.876 244.876.233 60.874.000 305.750.233 328.320.109
2019 6.577.889 16.280.662 22.858.551 323.850.402 71.649.000 395.499.402 418.357.954
2020 6.878.499 16.280.662 23.159.161 428.294.252 84.331.000 512.625.252 535.784.414
2021 7.192.158 16.280.662 23.472.820 566.421.920 99.258.000 665.679.920 689.152.740
2022 7.521.559 16.280.662 23.802.221 749.096.654 116.826.000 865.922.654 889.724.876
2023 7.863.790 16.280.662 24.144.452 990.685.172 137.505.000 1.128.190.172 1.152.334.625
Total 162.539.385 192.020.213 354.559.598 4.182.388.835 820.988.000 5.003.376.835 5.357.936.432
Fonte: Demonstrativos Financeiros do FGTS e Resolução CCFGTS-MTE 659-2011. Elaboração Datamétrica Consultoria.

A aceleração dos investimentos em habitação, especialmente em habitações populares, a partir da
criação do programa Minha Casa, Minha Vida, alterou significativamente a magnitude de recursos não
onerosos e onerosos alocados. Com efeito, o orçamento do FGTS só para habitações populares, orçado
para 2011, é da ordem de R$ 28,4 bilhões.

Não parece crível que o orçamento do FGTS destinado ao financiamento habitacional continue a crescer
com a atual velocidade ao longo do período considerado (2011-2023) sem expor o Fundo a riscos
excessivos, exceto se a arrecadação líquida crescer em ritmo bem mais acelerado que o atual. Para
tanto, as condições macroeconômicas teriam que se sustentar em patamares muito mais favoráveis do
que o esperado, o que parece pouco provável, visto que é incerto o tempo necessário de recuperação da
economia mundial, sobretudo da União Europeia e dos Estados Unidos. Em outras palavras, o crescente
comprometimento, ao longo do tempo, de recursos do FGTS, na atual magnitude, poderá comprometer o


49
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

patrimônio líquido do Fundo, dada a chance de descasamento de ativos e passivos, apesar dos
mecanismos de proteção ao excesso de saques.

Por outro lado, os recursos não onerosos oriundos do OGU, também já atingem níveis bastantes
elevados em relação à série histórica. É difícil que governos futuros obstruam por completo esse canal de
financiamento de habitações populares, mas mantê-los na atual dinâmica de expansão é improvável, pois
os recursos orçamentários competem entre si e existem outras áreas que demandam recursos públicos,
que são tão ou mais carentes. Portanto, o cenário mais provável é de redução considerável no volume de
recursos alocados no OGU para financiamento de habitação, a partir de 2015.

A possibilidade de vincular um percentual das receitas da União para o financiamento de habitações
populares é pequena e, do ponto de vista, da gestão fiscal indesejável, porquanto dificulta o equilíbrio das
contas públicas. Na realidade, o atual governo submeteu à apreciação do Congresso uma Proposta de
Emenda Constitucional (PEC) que prorroga a Desvinculação das Receitas da União (DRU) até 31 de
dezembro de 2015. A criação de nova vinculação, especialmente em um cenário de incertezas
macroeconômicas, portanto, é improvável. Na realidade, a vinculação de receitas da União, ainda que
bem intencionadas, dificultam a gestão orçamentária, que perde agilidade. Essa é uma questão de
natureza técnica, que não depende, portanto, da orientação ideológica de futuros governos. Não se trata,
por consequência, de um princípio da política neoliberal ou de qualquer outra vertente ideológica.

Os recursos do SBPE, captados pela caderneta de poupança, como já visto anteriormente, já se
encontram em processo de esgotamento, pois a partir de 2013, segundo as previsões, não mais serão
suficientes para atender à demanda.

Considerando os fatores limitantes ao crescimento, no atual ritmo, dos recursos não onerosos (OGU e
FGTS) e onerosos (FGTS e SBPE) apresentados na Tabela 25, a conclusão a que se chega é que a
provisão de financiamento para habitação popular para todas as famílias elegíveis, no horizonte de tempo
relevante (2023), não é o resultado mais provável, mantidas as atuais regras. Em outras palavras,
eliminar o déficit habitacional e, ao mesmo tempo, a demanda demográfica futura, com os instrumentos
de política habitacional existentes, na configuração atual, é inexequível.

Se as fontes tradicionais não são capazes de atender à projetada demanda, nova engenharia financeira e
práticas de gestão, capazes de mobilizar novos aportes de recursos e de gerenciamento de projetos se
fazem necessárias, tanto da parte da União, quanto de estados e municípios. Neste sentido, as
responsabilidades de estados e municípios na execução da política habitacional de interesse social


50
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

aumentam. A disponibilidade e preço de terrenos e o custo das construções, são problemas para cuja
solução estados e municípios podem contribuir decisivamente.

O fortalecimento de políticas e programas voltados para o auto-empreendimento, a constituição de fundos
estaduais e municipais e outras formas de apoio do poder público estadual e municipal, não
necessariamente de apoio financeiro, portanto, se tornam essenciais, no sentido de reduzir as limitações
de recursos para o financiamento de habitações populares, especialmente a partir de 2015, quando o
horizonte de tempo mais previsível, que coincide com o término do programa Minha Casa, Minha Vida 2,
se esgota.

Em relação ao segmento de mercado, a expectativa é que novos instrumentos de financiamento
habitacional no mercado de capitais, como as covered bonds, possam atrair novos investidores, por
reunirem rentabilidade competitiva e garantias adequadas. Entre os papéis, já existentes, com lastro
imobiliário, o que parece ser o mais promissor são os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI).
Evidentemente, nesse processo, a participação mais intensa dos fundos de pensão e de investidores
estrangeiros traria mais solidez aos negócios.

8. PERSPECTIVAS DO FGTS

8.1. Fluxos financeiros

As receitas do FGTS determinam, em grande extensão, o volume de recursos alocado no financiamento
habitacional. O comportamento das fontes de recursos do FGTS, listadas a seguir, por seu turno,
dependem do cenário macroeconômico como um todo e, sobretudo, das condições vigentes no mercado
de trabalho formal, que influenciam a relação saques/arrecadação. Além disso, como em qualquer fundo,
o retorno das operações de crédito também se destaca entre as diversas fontes de receita, por refletir a
qualidade da gestão, em particular no tocante à rentabilidade e solvência do fundo.

O fluxo de entrada de recursos do FGTS é constituído pelas seguintes contas:
i. depósitos efetuados pelos empregadores nas contas vinculadas;
ii. retorno das operações de crédito;
iii. multas, correção monetária e juros moratórios;
iv. receitas financeiras líquidas;
v. arrecadação de Contribuição Social;
vi. créditos securitizados CVS (FCVS);


51
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

vii. operações compromissadas;
viii. demais receitas.

O fluxo de saída, por seu turno, é representado pelos seguintes itens:
i. saques das contas vinculadas;
ii. desembolso das operações de crédito;
iii. encargos autorizados pelo Conselho Curador;
iv. pagamento créditos complementares;
v. resgate de operações compromissadas.

Considerando os determinantes do fluxo de entrada e o de saída do FGTS, nas seções seguintes o
comportamento recente e às perspectivas de longo prazo de importantes indicadores da evolução do
FGTS serão examinados.

8.2. Arrecadação Líquida

A Tabela 26 abaixo projeta o comportamento da arrecadação bruta, dos saques e da arrecadação líquida
do FGTS para o período 2011 a 2023. A fonte dos dados projetados, de 2011 a 2014, é a Resolução nº
659/2011 do CCFGTS. Como o prazo de execução do programa Minha Casa, Minha Vida 2 é 2014 e
levando em conta a redução do déficit habitacional no período 2011 e 2014, foi adotado para efeito da
projeção da arrecadação e saques, um redutor da taxa de crescimento do último período conhecido, isto
é, 2009 e 2010. Dessa forma, a taxa de crescimento do biênio 2009-2010 foi suavizada em 30% e
aplicada nos anos subsequentes de 2014 até 2023.

A evolução na arrecadação líquida no período 2000-2010 foi errática, refletindo oscilações no cenário
macroeconômico, que afetaram não apenas o ritmo de crescimento da atividade econômica, como das
condições que prevaleceram no mercado de trabalho, como a formalidade e as demissões. A redução
real da arrecadação líquida entre 2006 e 2007 serve para ilustrar esse argumento (ver Tabela 26). O fato
é que os determinantes da arrecadação bruta e, sobretudo, dos saques também dependem de fatores
exógenos, como a ampliação do subsídio em financiamentos do FGTS por decisão do CCFGTS, que não
reflete, necessariamente, a evolução de parâmetros macroeconômicos.

De qualquer forma, partindo da premissa de que o FGTS terá, até 2014, um papel central como fonte de
financiamento habitacional de interesse social e, a partir daí, terá seu ritmo de crescimento suavizado em
30% em relação ao último biênio (2009-2010) e que os saques seguirão o mesmo comportamento, a


52
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

arrecadação líquida que, em 2010, foi de R$ 11,9 bilhões, alcançará R$ 14,83 bilhões. Uma evolução
relativamente modesta, mantida a atual demanda por financiamento habitacional com recursos do FGTS.

De qualquer forma, é importante observar que dadas as premissas da projeção, o crescimento da
arrecadação líquida do FGTS não deverá acompanhar o mesmo ritmo da demanda por financiamento
com recursos do FGTS até 2023.

Tabela 26
Arrecadação Bruta, Líquida e Saques do FGTS (R$ milhão)
Anos Arrecadação Bruta (A) Saques (B) B/A
Arrecadação Líquida
(C=A-B)
C/A
2000 35.518 32.650 0,92 2.868 0,08
2001 37.159 33.100 0,89 4.059 0,11
2002 35.133 30.766 0,88 4.367 0,12
2003 35.777 29.205 0,82 6.572 0,18
2004 37.664 29.430 0,78 8.234 0,22
2005 40.652 32.714 0,80 7.938 0,20
2006 44.618 36.290 0,81 8.328 0,19
2007 48.710 44.905 0,92 3.805 0,08
2008 53.822 47.154 0,88 6.668 0,12
2009 57.966 50.656 0,87 7.310 0,13
2010 61.797 49.890 0,81 11.907 0,19
2011 65.881 53.595 0,81 12.286 0,19
2012 70.235 57.576 0,82 12.660 0,18
2013 74.877 61.852 0,83 13.026 0,17
2014 79.826 66.445 0,83 13.381 0,17
2015 77.477 64.278 0,83 13.198 0,17
2016 81.061 67.620 0,83 13.441 0,17
2017 84.811 71.136 0,84 13.676 0,16
2018 88.735 74.834 0,84 13.901 0,16
2019 92.840 78.724 0,85 14.116 0,15
2020 97.135 82.817 0,85 14.319 0,15
2021 101.629 87.122 0,86 14.507 0,14
2022 106.331 91.651 0,86 14.680 0,14
2023 111.250 96.416 0,87 14.834 0,13
Fonte: Demonstrativos Financeiros do FGTS. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA de dezembro de 2010.




53
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

8.3 Arrecadação complementar

A arrecadação complementar consiste em 10% adicionais que são recolhidos pelas empresas para o
FGTS no caso de demissão sem justa causa, além da multa de 40%. Esses recursos são somados à
arrecadação bruta. A totalidade da arrecadação complementar surpreende, de certa forma, pelo volume
de recursos arrecadados. Com efeito, em 2010, quase R$ 3 bilhões foram acrescidos às receitas do
FGTS (Tabela 27) por meio desse instrumento.

As variações na arrecadação complementar estão associadas ao nível de atividade da economia e do
mercado de trabalho, em particular. Além disso, problemas diversos que envolvem a relação empregado-
empregador se refletem sobre o volume de recursos captados. Por essa razão, os recursos captados
através da arrecadação complementar sofrem variações difíceis de serem antecipadas.

No período considerado, 2002-2010, a maior variação observada na arrecadação complementar do FGTS
foi no ano de 2007 (-38,3%) em relação ao ano anterior, seguida da de 2010. Neste último ano, a queda
na arrecadação complementar projeta o forte crescimento observado na economia brasileira (7,5%),
associado à redução acentuada de desemprego no mercado de trabalho.

Tabela 27
Arrecadação Complementar
Ano Arrecadação (R$) Variação (%)
2002 2.541.091.487 -
2003 2.794.153.022 9,96
2004 2.906.667.838 4,03
2005 3.210.069.213 10,44
2006 3.530.277.863 9,98
2007 2.178.258.127 -38,30
2008 2.247.528.737 3,18
2009 2.572.735.366 14,47
2010 2.381.796.000 -7,42
Fonte: Demonstrativos do FGTS. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA de dezembro de 2010.

8.4. Retorno dos empréstimos

A capacidade de financiamento habitacional do FGTS também depende do retorno dos empréstimos.
Como se pode observar, na Tabela 3 abaixo, o retorno dos empréstimos, no período 2002-2010, seguiu
uma trajetória irregular, refletindo fortes oscilações nas prestações, amortizações, liquidações


54
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

antecipadas e amortizações extraordinárias. Esse comportamento errático não compromete a solidez do
fundo, no entanto, dificulta seu planejamento.

Nos anos de 2002 e 2003, o orçamento para contrações foi inferior ao retorno dos empréstimos,
sugerindo a adoção de estratégias para capitalizar o fundo. Em período mais recente, 2008-2010,
contudo, essa relação se inverteu. Em 2009, por exemplo, o orçamento para contratações excederam em
136,11% o retorno dos empréstimos. Isso significa que o orçamento para novas contratações
determinado pelo CCFGTS, em determinados períodos, se limita apenas ao retorno dos empréstimos,
mas em outros o orçamento para contratações contempla aportes de recursos que vão além do retorno
dos empréstimos, dependendo do fluxo líquido de receita esperado.

Tabela 28
Retorno dos empréstimos e contratações (R$)
Ano
Retorno dos
Empréstimos
(A)
Variação (%)
Orçamento para
contratações
Variação (%)
Realizado em
contratações
(B)
Variação (%) B / A
2002 8.875.460.750 - 6.737.702.220 - 5.056.656.484 - 0,57
2003 8.806.518.998 -0,78 6.737.845.578 0,00 5.599.701.605 10,74 0,64
2004 8.683.579.019 -1,40 9.925.838.321 47,31 7.362.424.624 31,48 0,85
2005 10.099.601.836 16,31 12.605.991.971 27,00 6.547.282.461 -11,07 0,65
2006 12.131.380.162 20,12 12.222.214.438 -3,04 8.574.635.094 30,96 0,71
2007 13.015.990.285 7,29 12.460.902.141 1,95 10.842.999.667 26,45 0,83
2008 13.316.260.510 2,31 22.538.971.008 80,88 14.194.141.277 30,91 1,07
2009 16.082.987.069 20,78 53.216.081.725 136,11 28.309.215.098 99,44 1,76
2010 15.387.486.000 -4,32 49.988.538.000 -6,06 35.818.816.000 26,53 2,33
Fonte: Demonstrativos do FGTS. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA de dezembro de 2010.

Outro indicador importante é a relação entre o realizado em contratações sobre o retorno dos
empréstimos. Na série considerada, esse indicador apresenta crescimento considerável no período 2008-
2010, indicando incremento no aporte de recursos, que superam significativamente o giro do retorno dos
empréstimos, de tal forma que essa relação alcançou 233% em 2010.

No comparativo entre o retorno dos empréstimos sobre o realizado apenas nas contratações
habitacionais, como mostra a Tabela 4 abaixo, a tendência de longo prazo indica forte crescimento, um
desdobramento da evolução do período observado, da crescente demanda por recursos do FGTS para
financiamento habitacional e do crescimento do mercado imobiliário.



55
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

É importante destacar, que as premissas adotadas na projeção das contratações habitacionais
pressupõem manutenção do ritmo do biênio 2009-2010, com redutor de 30% a partir de 2014, dificilmente
o realizado em contratações habitacionais poderá se sustentar nos níveis recentes, pois como observado
na Tabela 29, a demanda contratada de recursos será próxima de R$ 1 bilhão, enquanto o retorno dos
empréstimos não chegará a R$ 30 bilhões. Só o aporte maciço de recursos no fundo poderá viabilizar
operações de tal vulto, dado o descasamento entre o retorno dos empréstimos e o realizado em
contratações habitacionais observado.

Tabela 29
Retorno dos empréstimos e contratações habitacionais (R$ mil)
Ano
Retorno dos Empréstimos
(A)
Realizado em contratações
Habitacionais (B)
(B)/(A)
2002 8.875.460.750 4.567.522.807 0,51
2003 8.806.518.998 3.831.097.422 0,44
2004 8.683.579.019 4.776.277.427 0,55
2005 10.099.601.836 5.644.127.427 0,56
2006 12.131.380.162 6.721.494.386 0,55
2007 13.015.990.285 7.335.954.227 0,56
2008 13.316.260.510 10.215.810.706 0,77
2009 16.082.987.069 15.907.241.427 0,99
2010 15.387.486.000 26.167.618.000 1,70
2011 16.389.651.421 43.046.070.240 2,63
2012 17.457.086.472 70.811.342.594 4,06
2013 18.594.042.074 116.485.574.922 6,26
2014 19.805.046.003 191.620.278.162 9,68
2015 19.229.802.215 105.865.199.140 5,51
2016 20.106.489.282 140.007.410.852 6,96
2017 21.023.144.531 185.160.706.755 8,81
2018 21.981.590.110 244.876.232.746 11,14
2019 22.983.731.243 323.850.402.252 14,09
2020 24.031.560.010 428.294.252.419 17,82
2021 25.127.159.312 566.421.920.057 22,54
2022 26.272.707.007 749.096.654.248 28,51
2023 27.470.480.245 990.685.172.194 36,06
Fonte: Caixa Econômica Federal. Nota: (1)Valores corrigidos pelo IPCA de dezembro de 2010; (2) Projeções a partir de 2011..




56
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

8.5. Receitas financeiras

Além das fontes de receita examinadas anteriormente – arrecadação bruta, arrecadação líquida, retorno
dos empréstimos e arrecadação complementar, o FGTS também gera receitas financeiras. Parte das
disponibilidades do FGTS é aplicada em títulos e valores mobiliários, dentre os quais Letras Financeiras
do Tesouro (LFT), Letras do Tesouro Nacional (LTN) e Notas do Tesouro Nacional (NTN). A Tabela 30 a
seguir apresenta os total da carteira em títulos públicos até 2010 e projeções para o período 2011-2023.
As receitas financeiras do FGTS aumentaram significativamente no período 2002-2010 e seguem
tendência de alta até 2023, acompanhando a evolução da taxa SELIC. As projeções relativas ao período
2011-2023 foram realizadas a partir do cálculo da taxa da taxa de crescimento geométrico do período
2006-2010, que foi extrapolada, depois de suavizada em 30% a partir de 2015, de forma a internalizar a
projeção que indica redução na taxa SELIC.




57
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 30
Carteira em Títulos Públicos Federais
Total da Composição da Carteira
Ano Títulos e valores mobiliários (R$) Variação (%) Taxa Selic
2002 44.685.186.001 - 19,16
2003 47.767.702.000 6,90 23,33
2004 50.201.917.001 5,10 16,24
2005 61.952.760.000 23,41 19,04
2006 78.485.025.001 26,69 15,08
2007 88.703.397.001 13,02 11,85
2008 106.524.678.000 20,09 12,48
2009 114.479.343.000 7,47 9,78
2010 131.487.658.000 14,86 12,35
2011 151.022.916.041 14,86 11,80
2012 173.460.547.677 14,86 10,88
2013 199.231.761.571 14,86 10,54
2014 228.831.831.504 14,86 10,18
2015 215.640.247.375 -5,76 10,08
2016 238.066.774.384 10,40 9,92
2017 262.825.654.096 10,40 9,85
2018 290.159.450.555 10,40 9,86
2019 320.335.954.404 10,40 9,82
2020 353.650.806.436 10,40 9,84
2021 390.430.394.008 10,40 9,89
2022 431.035.048.672 10,40 9,86
2023 475.862.576.365 10,40 9,78
Fonte: Demonstrativos do FGTS e projeções da Datamétrica Consultoria. Nota: (1) Valores corrigidos pelo IPCA de dezembro de
2010; (2) Projeções a partir de 2011.

É importante destacar que a receita financeira oriunda de aplicações em Títulos do Tesouro Nacional
como taxa referencial a SELIC, que ao longo da série considerada apresenta retorno significativamente
superior ao do custo do fundo, que equivale à TR, acrescida de 6%. Além disso, mesmo que computada
a gradativa redução da projeção da taxa SELIC até 2023, a receita financeira continuará a crescer no
período. Em outras palavras, as receitas financeiras deverão registrar resultados positivos ao longo do
período considerado relevante.




58
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

8.6. Fundo de Liquidez

O fundo de liquidez do FGTS funciona como uma espécie de encaixe líquido compulsório utilizado para
fazer frente a aumentos não previstos e súbitos no volume de saques, de forma a não causar problemas
de liquidez ao fundo. A projeção correspondente ao período 2011-2023 tem como base o crescimento
geométrico da carteira no período 2006-2010, suavizada em 30% a partir de 2015, devido à gradativa
queda na taxa SELIC estimada. Os recursos do fundo de liquidez são aplicados em Títulos do Tesouro
Nacional, os quais possuem alta liquidez.

O volume de recursos aplicados no fundo de liquidez equivale a três vezes a média do total dos saques
apurados ocorridos no trimestre anterior. No período 2002-2010, o fundo de liquidez registrou, entre 2005
e 2004, um grande aumento, de 124,93%, por decisão do CCFGTS. Desde então, o crescimento passou
a ser bem mais modesto.




59
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 31
Carteira do Fundo de Liquidez (R$ mil)
Ano
Letras Financeiras do
Tesouro (LFT)
Letras do Tesouro
Nacional (LTN)
Notas do Tesouro
Nacional (NTN)
Total Variação (%)
2002 3.902.566 - - 3.902.566 -
2003 3.776.615 - - 3.776.615 -3,23
2004 3.581.428 - - 3.581.428 -5,17
2005 8.055.581 - - 8.055.581 124,93
2006 8.708.973 140.643 229.588 9.079.205 12,71
2007 10.614.110 423.507 236.789 11.274.405 24,18
2008 10.786.191 284.787 228.997 11.299.975 0,23
2009 10.893.363 88.146 224.752 11.206.260 -0,83
2010 11.133.950 92.082 231.801 11.226.032 0,18
2011 11.379.851 96.194 239.070 11.245.839 0,18
2012 11.631.182 100.490 246.568 11.265.681 0,18
2013 11.888.064 104.978 254.301 11.285.558 0,18
2014 12.150.620 109.666 262.277 11.305.471 0,18
2015 12.021.628 107.403 270.503 11.295.528 -0,09
2016 12.207.482 110.761 278.987 11.309.479 0,12
2017 12.396.209 114.223 287.736 11.323.447 0,12
2018 12.587.853 117.794 296.761 11.337.433 0,12
2019 12.782.461 121.476 306.068 11.351.435 0,12
2020 12.980.077 125.274 315.667 11.365.455 0,12
2021 13.180.749 129.190 325.567 11.379.492 0,12
2022 13.384.523 133.228 335.778 11.393.547 0,12
2023 13.591.447 137.393 346.309 11.407.619 0,12
Fonte: Demonstrações Financeiras do FGTS. Nota: (1) Valores corrigidos pelo IPCA de dezembro de 2010.

8.7. Evolução do PL (Demonstrativo FGTS)

A última variável considerada na avaliação das perspectivas do FGTS é o patrimônio líquido.
Considerando a série de 2002 a 2010, chama atenção o crescimento da relação entre o Patrimônio
Líquido do fundo e as contratações realizadas, especialmente a partir de 2009. Essa constatação é um
reflexo da intensificação das contratações de operações de financiamento para habitação popular, uma
consequência do programa Minha Casa, Minha Vida. Em relação aos anos iniciais da série, pode-se
concluir que o fluxo de saída cresceu consideravelmente nos dois últimos anos da série disponível e, a
julgar pelo anunciado pelo programa Minha Casa, Minha Vida 2, a tendência é que esse processo
continue, pelo menos até 2015.


60
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br


Tabela 32
Evolução do Patrimônio Líquido (R$ mil)
Ano Patrimônio Líquido (R$ Mil) Variação (%)
2002 16.267.447 -
2003 19.939.610 22,57
2004 23.107.698 15,89
2005 24.970.478 8,06
2006 26.126.207 4,63
2007 26.808.698 2,61
2008 30.825.752 14,98
2009 32.299.555 4,78
2010 35.865.937 11,04
Fonte: Demonstrativos Financeiros do FGTS. Nota: Valores corrigidos pelo IPCA de dezembro de 2010.

9. CAPACIDADE DE AUTOFINANCIAMENTO E RENDA

9.1. Introdução

Como apresentado ao longo deste Relatório, as fontes tradicionais de financiamento habitacional,
sobretudo as do SBPE e do FGTS, não serão capazes, com as regras atuais, de prover os recursos
necessários para atender a demanda habitacional como um todo, mesmo no longo prazo. Essa
constatação tem efeito ainda mais grave, porquanto prejudica seriamente a oferta de habitações
populares, tendo em vista que os recursos não onerosos oriundos do OGU e do FGTS dificilmente
poderão acompanhar a velocidade com que a demanda tem crescido, principalmente nos últimos quatro
anos. Além disso, no segmento do mercado livre, os instrumentos de captação de recursos do mercado
de capitais carecem de mais dinamismo, indicando a necessidade de nova formatação ou, como sugerido
pelo mercado, pela criação de novos papéis, como as covered bonds.

É nesse contexto que o autofinanciamento de moradias pode reduzir a atual demanda sobre o funding
habitacional, possibilitando que os segmentos da população com maior capacidade de poupança possam
investir em moradias dispensando ou utilizando pequena fração dos recursos que são, normalmente,
canalizados para o SFH. Dependendo da capacidade de autofinanciamento, recursos poderão ser
liberados para compor o funding necessário para viabilizar o atendimento do déficit habitacional,
sobretudo das famílias mais vulneráveis.
No período anterior ao Plano Real (1994), apenas famílias de alta renda foram capazes de investir parte
da renda familiar na aquisição da casa própria, possibilitando o financiamento da produção, ao mesmo


61
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

tempo em que evitavam os custos relativos à intermediação financeira, que oneravam demasiadamente o
custo dos imóveis residenciais.

A partir da estabilidade econômica, assegurada pelo Plano Real (1994), o autofinanciamento passou a
ser praticado por um maior número de famílias, especialmente aquelas cuja faixa de renda se situava
entre 8 a 15 salários mínimos, cuja capacidade de poupança fora acentuadamente fortalecida com o
aumento do salário médio real, em virtude do sucesso das políticas anti-inflacionárias, que eliminaram a
inflação inercial e, junto com ela, a inflação crônica. O simples controle da inflação em níveis baixos
amplificou a prática do autofinanciamento e possibilitou a grupos de menor faixa de renda a geração de
poupança direcionada para o financiamento habitacional, principalmente através de consórcios e
cooperativas.

Avaliar a possibilidade de autofinanciamento dos segmentos populacionais que demandam habitação,
portanto, se reveste de especial interesse, na medida em que possibilita a liberação dos canais de
financiamento tradicionais para atender as necessidades habitacionais dos grupos de mais baixa renda.

Entretanto, o autofinanciamento depende, em grande extensão, do cenário macroeconômico e da
evolução do nível de renda da sociedade. Dessa forma, examinar a evolução futura da renda ajuda a
avaliar as possibilidades de autofinanciamento habitacional da população do estado do Paraná em uma
perspectiva de longo prazo.

Na próxima seção, a estimativa do comportamento da renda da população, por município, do estado do
Paraná, para os próximos 13 anos, ou seja, 2011 a 2023, será apresentada.

9.2. O método para projeção da renda

A evolução da renda para os municípios do estado do Paraná foi realizada por faixa de salário mínimo, o
que permitem visualizar a distinção do crescimento entre as classes de rendimento nominal mensal per
capita destes municípios. A Tabela 33, bem como as que fazem parte do anexo deste Relatório,
apresentam a quantidade de domicílios para cada faixa de rendimento considerada nesta análise.
Os dados do rendimento domiciliar foram obtidos da PNAD (2009). Com base nesses dados foi realizada
a extrapolação da renda até o ano de 2023. Esta extrapolação foi feita considerando a taxa de
crescimento da população do Paraná, o crescimento médio do PIB estadual e a evolução do salário
mínimo (mantida a regra atual).



62
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

A taxa de crescimento da população utilizada para o período de 2011 a 2023 foi de 0,65% a.a, calculada
a partir das projeções do IBGE. Essa taxa indica que a população do Paraná se manterá praticamente
estável ao longo do período considerado na análise, ou seja, a população irá “ envelhecer” ao longo do
período analisado.
Com relação ao crescimento do PIB, foram utilizadas as mesma taxas de crescimento apresentadas no
Capítulo 1 deste Relatório. Foram usadas as previsões mais prováveis, descartando-se as pessimistas.
Nas previsões mais prováveis, em média, o PIB do Paraná irá crescer 7% a.a., superior ao crescimento
estimado para a Região Sul, de 5% a.a., em média.

Já para a evolução do salário mínimo, foi considerada a Lei Nº. 12.382, de 25 de Fevereiro de 2011, que
trata do aumento real do salário mínimo. De acordo com essa Lei estão previstos reajustes até o ano de
2015. A título de aumento real, são aplicados os seguintes percentuais: i) em 2012, é utilizado o
percentual equivalente à taxa de crescimento real do Produto Interno, apurada pelo IBGE, para o ano de
2010; ii) em 2013, é usado o percentual equivalente à taxa de crescimento real do PIB, apurada pelo
IBGE, para o ano de 2011; iii) em 2014, é aplicado percentual equivalente à taxa de crescimento real do
PIB, apurada pelo IBGE, para o ano de 2012; e iv) em 2015, é utilizado o percentual equivalente à taxa
de crescimento real do PIB, apurada pelo IBGE, para o ano de 2013.

Para reajuste do salário mínimo entre 2016 a 2023, foram utilizados os mesmo critérios acima descritos,
ou seja, o salário do ano vigente foi corrigido considerando o PIB real defasado em dois anos. Entretanto,
para as previsões a partir do ano de 2013, considerou-se a taxa de crescimento real do PIB realizadas
pela Datamétrica.

Desta forma a previsão da renda seguiu os seguintes procedimentos: i) primeiro considerou que a
população do Paraná irá crescer em torno de 0,66% a.a e aplicou-se essa taxa para todos os anos (2011
a 2023); ii) calculado o crescimento populacional fez-se a projeção de crescimento do salário mínimo,
adotando os critérios acima mencionados; iii) calculados as projeções da população e do salário mínimo
foi determinada a distribuição do número de domicílios de acordo com as faixas de renda. A Tabela 1
com dos dados das estimativas por município, relativos a 2011, é apresentada a seguir, as tabelas para
demais anos fazem parte do Anexo.

As 12 tabelas incluídas no Anexo trazem as mesmas informações, porém para anos distintos. As tabelas
trazem a evolução do número de domicílios por faixa de renda. No geral, observa-se uma forte tendência
de maior crescimento no número de domicílios com renda nominal domiciliar per capita mensal de até 3


63
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

salários mínimos. Nessa faixa de renda, segundo o IBGE, para o ano de 2010, o estado do Paraná possui
em torno de 86% do domicílios.

Segundo dados do IPARDS (Plano Estadual de Habitação de Interesse Social – Diagnóstico,
2011), os residentes em domicílios com renda média mensal de até 3 salários mínimos representavam
89,4% do déficit por novas moradias em 2009, e os 10% mais pobres desse grupo representavam 36,2%
do déficit habitacional. Supondo que esses mesmos parâmetros sejam válidos para 2011 e considerando
os dados da Tabela 33, o número de famílias com renda média mensal de até 3 salários mínimos, que
representam 89,4% do déficit habitacional do déficit habitacional no estado do Paraná, é de cerca de 1,4
milhão de famílias.

Do total de 1,4 milhão de famílias, que representam 89,4% do déficit habitacional do Paraná,
aproximadamente 541 mil famílias auferem renda média mensal de até 1,5 salário mínimo, como mostra
a Tabela 33. Considerando o salário mínimo de 2011, o limite máximo da renda familiar mensal desse
grupo de famílias é de R$ 817,50. Por outro lado, aproximadamente 1 milhão de famílias tem renda
média familiar mensal de mais de 1,5 salários mínimos até 3 salários mínimos, ou seja, o limite máximo
para esse grupo é de R$ 1.635,00. Ambos os grupos de famílias não possuem capacidade de
autofinanciamento e são enquadráveis no programa Minha Casa, Minha Vida 2, destacando-se que o
grupo de mais baixa renda mensal familiar e as famílias que pertencem ao outro grupo com renda de até
R$ 1.395,00, podem receber subsídios de até 95% do valor do imóvel, com comprometimento de 10%
renda.

As famílias com potencial de autofinanciar aquisições habitacionais são aquelas cujo rendimento
domiciliar per capita mensal é superior a 2 salários mínimos (Tabela 1). Como o número médio de
residentes, no estado do Paraná, é de 3 habitantes por domicílio, a renda familiar mensal equivale a R$
3.270,00, considerando o salário mínimo de 2011. Evidentemente, ter o potencial de autofinanciamento
não significa que as famílias estarão dispostas a sacrificar o consumo corrente em função de um plano de
investimento futuro, pois o nível de consumo está associado à percepção de bem-estar, que é subjetiva.
O fato é que as famílias podem recorrer aos mecanismos tradicionais de financiamento (FGTS habitação
ou SBPE), quando julgarem que para atingir a poupança requerida para o autofinanciamento terão que
sacrificar o consumo além do que consideram aceitável. Porém, regra geral, quanto maior a renda familiar
mensal, maior tende a ser a capacidade de autofinanciamento.

Outra questão que condiciona a capacidade de autofinanciamento são possíveis alterações na renda
familiar, que pode ser influenciada por um número considerável de variáveis, tais como desemprego,


64
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

inflação, etc. Além disso, a decisão do planos de consumo e investimentos de uma família típica sofre
alterações ao longo do tempo, mais especificamente durante o ciclo de vida da família. Assim, por
exemplo, em um determinado momento a prioridade dos gastos da família pode ser com despesas com
educação e/ou saúde, ao invés de poupar para financiar a casa própria.

A evolução do preço do imóveis também interfere na escolha do autofinanciamento habitacional para as
famílias habilitadas, porquanto à medida em que o preço aumenta, o esforço de poupança se tornará
maior, o que pode desestimular a família que procura evitar os custos da intermediação financeira. Em
outras palavras, se os custos dos imóveis mantiverem a atual trajetória no longo prazo, a tendência é que
o custo de oportunidade do autofinanciamento se torne excessivamente elevado, o que irá desencorajar
famílias interessadas em recorrer a esse mecanismo de financiamento.

Outro fator que influencia na decisão do autofinanciamento é o custo financeiro dos empréstimos. Em
alguns países, como nos Estados Unidos, a prática do autofinanciamento é pouco utilizada. Famílias de
renda mais elevada preferem alocar a riqueza financeira que dispõem em ativos financeiros, como a
bolsa de valores, ao invés de imobilizá-los na aquisição de imóveis. Por essa razão optam pelos
mecanismos tradicionais de financiamento habitacional, ao invés do autofinanciamento, uma vez que o
custo financeiro do financiamento habitacional é relativamente baixo.

10. PERSPECTIVAS DO FCVS E DO FUNDO GARANTIDOR

O Fundo de Compensação de Variações Salariais (FCVS) foi instituído pela Resolução nº 25, em 1967,
pelo Conselho de Administração do Banco Nacional da Habitação (BNH), então, responsável pela política
habitacional. O objetivo principal do FCVS é o de prover a garantia do limite de prazo para amortização
de dívidas assumidas pelos mutuários, no âmbito do Sistema Financeiro da Habitação (SFH).

Para alcançar seu objetivo, o FCVS não apenas se responsabiliza pela cobertura dos saldos devedores
residuais aos agentes financeiros, como também o ressarce pelos descontos concedidos aos mutuários,
de forma a assegurar a estabilidade do seguro habitacional do SFH. O FCVS recebeu uma dotação inicial
de recursos, reforçada por recursos originados pelas contribuições mensais de mutuários, equivalente a
3% da prestação mensal, além do coeficiente de equiparação salarial, da contribuição de agentes
financeiros do SFH, de saldos de recursos do FUNDHAB e de recursos do OGU. Por determinação legal,
os recursos do FCVS só podem ser aplicados em títulos públicos federais.



65
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Já a partir da década de 1990, o FCVS passou a sofrer de graves problemas patrimoniais, devido ao
crescimento vertiginoso de seu passivo, o que forçou o governo federal a novar suas dívidas, por meio
de securitização, que consistiu na renegociação de dívidas contraídas junto a instituições financeiras,
com prazo de pagamento de 30 anos. O valor bruto novado da dívida, em 2001, já era da ordem de R$
23,7 bilhões.

O forte desequilíbrio do FCVS resultou, sobretudo, de diversos e sucessivos benefícios concedidos pelo
governo federal aos mutuários, em função das condições macroeconômicas adversas da década de
1980, em especial a inflação e taxa de juros que, juntas, afetaram a capacidade de pagamento dos
mutuários. Para evitar a inadimplência generalizada, o governo federal optou em não atualizar os valores
das prestações devidas pelos mutuários nos termos pactuados em contrato, isto é, não foram reajustadas
como o previsto. Além disso, saldos devedores foram reduzidos com ônus transferido para o FCVS e
subsídios diversos foram concedidos, resultando no descolamento entre ativos e passivos.

Na avaliação atuarial do FCVS, em 31/12/2009, a responsabilidade total do Fundo com garantia pública é
da ordem de R$ 170,3 bilhões, enquanto a dívida remanescente é de R$ 87,5 bilhões. A mesma
avaliação atuarial indica, por último, que o déficit técnico do FCVS soma R$ 84,5 bilhões. As Tabelas 33 e
34 abaixo também ajudam a ilustrar o elevado valor do comprometimento dos recursos do FCVS, cuja
dívida potencial (Tabela 34) excedia, em dezembro de 2009, a R$ 1 bilhão.

Tabela 33
SFH - CONTRATOS COM COBERTURA DO FCVS
Déficit Global Líquido Estimado* (R$ mil)
Posição em Dez/2009
Instituições Valor %
Privadas 26.863.679 24,42
Públicas 8.268.420 7,52
Caixas Econômicas 55.235.276 50,21
COOHAB's 1.331.925 1,21
Empresas Públicas 18.302.789 16,64
Total 110.002.089 100
Fonte: Banco Central/DESIG. Nota: (*) = Dívida Vencida + Dívida a Vencer + Dívida Potencial (Contratos Ativos) - Antecipações




66
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 34
SFH - CONTRATOS COM COBERTURA DO FCVS
Dívida Potencial* (R$ mil)
Posição em Dez/2009
Ano de Vencimento dos Contratos
Número de Contratos Dívida Potencial
Quantidade % Valor %
2009 22 0,04 3.171 0,30
2010 2.016 4,05 115.604 10,86
2011 2.360 4,74 97.036 9,11
2012 1.922 3,86 116.762 10,97
2013 18.648 37,42 365.463 34,33
2014 10.531 21,13 214.581 20,15
2015 4.697 9,43 125.089 11,75
Após 2015 9.636 19,34 26.978 2,53
Total 49.832 100 1.064.684 100
Fonte: Banco Central/DESIG. Nota: (*) = Dívida Vencida + Dívida a Vencer + Dívida Potencial (Contratos Ativos) - Antecipações

Os números demonstram, sem dúvida, um evidente desequilíbrio entre os passivos e os ativos do FCVS,
cuja gestão, ao longo do tempo, pelo Ministério da Fazenda, não é compatível com a de um fundo rotativo
sustentável. O perfil histórico do Fundo deixa pouca margem de dúvida. Com efeito, o que parece ter sido
o principal objetivo do FCVS foi o de proteger os mutuários de riscos, muitos dos quais previsíveis, dado
o contexto macroeconômico da época. Em outras palavras, o FCVS atuou para superproteger
indiscriminadamente mutuários que, sem seus benefícios extraordinários, não teriam como pagar por
dívidas claramente pactuadas.

O FCVS, portanto, se transformou de fundo rotativo para fundo transferidor de recursos financeiros,
inclusive para segmentos da população de alto nível de renda. Assim, seu patrimônio líquido ao invés de
crescer se contraiu ao longo do tempo.

O lançamento do programa Minha Casa, Minha Vida, em maio de 2009, com o objetivo de reduzir o déficit
habitacional, especialmente para famílias de baixa renda, foi articulado com a criação do Fundo
Garantidor Habitacional (FGH), através da Lei nº 11.977, de julho do mesmo ano, que autoriza a União a
participar com até R$ 2 bilhões desse fundo. É importante observar que, ao invés associar o programa
Minha Casa, Minha Vida, o governo preferiu optou por formatar outro fundo ao invés de inserir esse
programa no FCVS. Com isso, evitou que problemas do FCVS não contaminassem o programa
habitacional recém-criado, ao mesmo tempo em que uma nova modelagem financeira foi formulada. Não


67
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

obstante isso, o FGH amplia chances de acesso ao crédito para o financiamento de habitacional de
interesse social.
Nos termos da Lei nº 11.977, que cria o programa Minha Casa, Minha Vida, as finalidades do FGH, são:

1. Garantir o pagamento aos agentes financeiros de prestação mensal de financiamento habitacional, no
âmbito do Sistema Financeiro da Habitação, devida por mutuário final, em caso de desemprego e
redução temporária da capacidade de pagamento, para famílias com renda mensal de até 10 (dez)
salários mínimos;

2. Assumir o saldo devedor do financiamento imobiliário, em caso de morte e invalidez permanente, e as
despesas de recuperação relativas a danos físicos ao imóvel para mutuários com renda familiar mensal
de até 10 (dez) salários mínimos.

Além de prover recursos que ajudam a reduzir os riscos de crédito, o FGH apresenta dispositivos que
promovem a equalização da taxa de juros e a concessão de aval em operações enquadradas pelo
programa Minha Casa, Minha Vida, pois atua como avalista crédito junto aos agentes financeiros para
famílias de baixa renda, bem como ser colateral na securitização dos recebíveis. Dessa forma, ao dar
garantias aos empréstimos destinados para o financiamento de habitações populares, aumenta o
incentivo para a participação de empreiteiras aumenta, pois o risco de inadimplência desaparece,
contribuindo para a redução da taxa de juros.

O FGH também contribui para a descentralização das fontes de recursos e de crédito no que concerne ao
financiamento de habitações populares. As regras do FGH, contudo, excluem dos benefícios do fundo
mutuários com contratos anteriores ao programa Minha Casa, Minha Vida, bem como de planos
habitacionais populares do SFH.

O FGH, portanto, foi modelado de forma a atender ao perfil das famílias de baixa renda e apresenta, a
princípio, uma modelagem financeira que o blinda de futuros problemas patrimoniais, como no caso do
FCVS, servindo como referência para o estado do P




68
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 1 - Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2011
Municípios
Até ¼ salário
mínimo
Mais de ¼
até ½ salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1 até
2 salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3 até
5 salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 131.409 410.123 1.005.500 1.032.445 354.955 245.824 195.646
Abatiá - PR 173 501 953 579 114 51 34
Adrianópolis - PR 245 436 658 346 65 42 22
Agudos do Sul - PR 284 547 835 599 128 80 32
Almirante Tamandaré - PR 978 4.347 10.739 10.348 2.450 1.113 500
Altamira do Paraná - PR 182 349 462 231 43 47 13
Altônia - PR 206 847 2.932 2.043 440 169 93
Alto Paraná - PR 183 710 1.690 1.125 265 134 50
Alto Piquiri - PR 175 662 1.307 721 144 88 54
Alvorada do Sul - PR 168 484 1.177 839 210 114 73
Amaporã - PR 152 287 624 380 73 27 18
Ampére - PR 239 833 2.183 1.615 326 162 92
Anahy - PR 42 196 389 211 43 25 14
Andirá - PR 258 1.057 2.573 1.878 369 244 136
Ângulo - PR 24 129 372 288 64 29 19
Antonina - PR 520 1.153 1.713 1.286 477 288 219
Antônio Olinto - PR 314 524 771 391 98 38 20
Apucarana - PR 692 3.764 12.790 14.479 4.289 2.477 1.491
Arapongas - PR 452 2.856 10.945 13.420 3.659 1.938 1.111
Arapoti - PR 577 1.540 2.596 1846 602 379 226
Arapuã - PR 165 257 395 181 26 18 13
Araruna - PR 170 672 1.797 1288 251 131 54
Araucária - PR 744 3.638 11.062 13.536 4.458 2.276 1.013
Ariranha do Ivaí - PR 90 175 304 154 26 15 8
Assaí - PR 239 966 2.003 1366 358 200 108
Assis Chateaubriand - PR 425 1.776 4.222 3.248 770 423 241
Astorga - PR 136 997 3.029 2.780 733 380 190
Atalaia - PR 17 140 507 477 109 70 25
Balsa Nova - PR 132 464 1.232 1.187 275 121 71
Bandeirantes - PR 500 1.735 3.631 2.576 676 485 293
Barbosa Ferraz - PR 353 880 1.576 815 206 115 59
Barracão - PR 265 484 1.013 701 232 138 82
Barra do Jacaré - PR 44 145 352 219 59 23 11
Bela Vista da Caroba - PR 170 227 445 297 61 24 15
Bela Vista do Paraíso - PR 168 720 1.783 1.402 384 225 176
Bituruna - PR 651 1.009 1.482 849 169 80 39
Boa Esperança - PR 113 267 552 378 92 69 38
continua


69
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2011
Municípios
Até ¼ salário
mínimo
Mais de ¼
até ½ salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1 até
2 salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3 até
5 salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu -
PR
72 141 279 234 39 36 9
Boa Ventura de São Roque -
PR
339 459 562 315 69 28 20
Boa Vista da Aparecida - PR 247 475 950 537 118 54 34
Bocaiúva do Sul - PR 230 620 1.082 847 221 98 54
Bom Jesus do Sul - PR 171 229 434 252 46 17 12
Bom Sucesso - PR 55 331 900 546 138 62 27
Bom Sucesso do Sul - PR 47 172 369 284 69 29 30
Borrazópolis - PR 143 507 1.074 600 134 102 60
Braganey - PR 148 340 734 377 115 64 35
Brasilândia do Sul - PR 64 216 419 238 63 22 24
Cafeara - PR 30 116 335 287 49 31 15
Cafelândia - PR 97 548 1.734 1.569 405 237 104
Cafezal do Sul - PR 64 245 586 423 78 30 13
Califórnia - PR 94 398 1.011 738 177 126 33
Cambará - PR 292 1.267 2.902 2.166 566 312 167
Cambé - PR 582 3.353 10.477 11.364 3.156 1.537 693
Cambira - PR 69 328 872 765 183 93 39
Campina da Lagoa - PR 410 988 1.928 1.194 246 157 91
Campina do Simão - PR 217 288 326 138 30 15 11
Campina Grande do Sul - PR 338 1.548 3.890 4.044 1.129 496 217
Campo Bonito - PR 135 287 450 265 85 47 18
Campo do Tenente - PR 191 453 668 433 130 56 33
Campo Largo - PR 991 3.944 10.792 12.350 3.767 2054 1.066
Campo Magro - PR 309 1.150 2.653 2402 523 194 74
Campo Mourão - PR 779 3.376 9.121 9.078 3.089 2.149 1.556
Cândido de Abreu - PR 1.071 1.107 1.611 773 174 97 47
Candói - PR 730 950 1.359 750 205 121 50
Cantagalo - PR 601 875 1.245 616 128 69 50
Capanema - PR 378 766 2.097 2063 532 292 163
Capitão Leônidas Marques -
PR
260 748 1.695 1.416 410 207 98
Carambeí - PR 224 873 1.917 1.788 405 258 156
Carlópolis - PR 240 847 1.689 1.066 271 167 93
Cascavel - PR 2.102 8.774 25.713 31.894 12.311 8.726 6.054
Castro - PR 1.516 3.878 6.482 4.715 1.370 869 602
Catanduvas - PR 305 660 1.009 595 153 92 48
continua



70
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2011
Municípios
Até ¼ salário
mínimo
Mais de ¼
até ½ salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1 até
2 salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3 até
5 salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Centenário do Sul - PR 132 597 1.476 997 177 108 60
Cerro Azul - PR 987 1.307 1.581 618 122 86 43
Céu Azul - PR 79 505 1.284 1.200 326 186 70
Chopinzinho - PR 388 870 2.025 1.864 567 358 252
Cianorte - PR 207 1.691 7.099 9.366 2.841 1.613 930
Cidade Gaúcha - PR 82 430 1.265 1.168 276 145 103
Clevelândia - PR 452 1.027 1.777 1.266 381 238 160
Colombo - PR 1.522 7.488 21.082 24.269 6.703 2.874 954
Colorado - PR 101 623 2.519 2.939 811 450 271
Congonhinhas - PR 362 567 873 479 99 52 44
Conselheiro Mairinck - PR 84 262 435 244 59 51 32
Contenda - PR 313 782 1.629 1.335 330 200 98
Corbélia - PR 176 744 1.908 1.591 481 260 136
Cornélio Procópio - PR 406 1.752 4.882 4.961 1.699 1.183 759
Coronel Domingos Soares -
PR
367 515 605 296 53 31 22
Coronel Vivida - PR 431 1.046 2.365 2.041 616 335 177
Corumbataí do Sul - PR 142 288 505 259 45 27 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 82 212 528 385 83 33 25
Cruzeiro do Oeste - PR 258 1.133 2.582 1.895 464 238 138
Cruzeiro do Sul - PR 53 249 536 405 78 50 19
Cruz Machado - PR 975 1.048 1.514 835 178 74 63
Cruzmaltina - PR 81 239 423 209 39 18 12
Curitiba - PR 5.899 32.473 114.881 188.167 97.120 88.124 94.988
Curiúva - PR 369 1.107 1.542 822 194 111 48
Diamante do Norte - PR 60 286 692 468 127 68 20
Diamante do Sul - PR 203 242 336 155 23 16 7
Diamante D'Oeste - PR 202 308 501 339 78 27 21
Dois Vizinhos - PR 408 1.159 3.775 4.386 1.245 730 373
Douradina - PR 41 295 912 801 205 121 78
Doutor Camargo - PR 53 205 767 745 187 64 31
Enéas Marques - PR 118 273 665 551 183 94 71
Engenheiro Beltrão - PR 124 669 1.733 1.470 336 185 112
Esperança Nova - PR 23 90 274 207 36 21 8
Entre Rios do Oeste - PR 13 102 381 514 181 121 56
Espigão Alto do Iguaçu - PR 220 266 458 235 58 29 24
continua



71
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2011
Municípios
Até ¼ salário
mínimo
Mais de ¼
até ½ salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1 até
2 salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3 até
5 salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Farol - PR 103 217 442 214 44 29 18
Faxinal - PR 284 1.113 1.906 1.235 325 191 117
Fazenda Rio Grande - PR 735 3.339 8.619 8.170 1.745 634 196
Fênix - PR 105 325 609 341 92 50 33
Fernandes Pinheiro - PR 250 438 523 301 53 19 18
Figueira - PR 145 584 1.040 611 148 80 43
Floraí - PR 15 134 684 709 142 70 43
Flor da Serra do Sul - PR 182 246 512 354 92 33 12
Floresta - PR 35 204 727 723 176 83 40
Florestópolis - PR 79 462 1.443 1.116 226 71 46
Flórida - PR 17 105 292 275 65 38 15
Formosa do Oeste - PR 104 417 1.056 685 168 76 43
Foz do Iguaçu - PR 3.798 10.902 23.283 23.214 8.394 5.826 4.374
Francisco Alves - PR 130 354 856 534 112 50 18
Francisco Beltrão - PR 719 2.486 7.553 9.538 3.208 2.105 1.359
Foz do Jordão - PR 207 357 492 318 80 23 26
General Carneiro - PR 431 986 1.195 774 163 82 38
Godoy Moreira - PR 137 224 398 242 35 18 13
Goioerê - PR 360 1.488 3.474 2.572 839 472 271
Goioxim - PR 473 546 599 235 45 23 7
Grandes Rios - PR 282 459 758 375 82 44 15
Guaíra - PR 597 1.551 3.161 2.598 818 512 381
Guairaçá - PR 75 288 793 556 137 63 32
Guamiranga - PR 294 538 814 465 79 60 22
Guapirama - PR 77 295 511 239 61 25 22
Guaporema - PR 19 88 300 204 31 18 7
Guaraci - PR 35 204 691 591 118 64 22
Guaraniaçu - PR 457 944 1.615 1043 327 191 136
Guarapuava - PR 2.786 8.702 16.283 13.492 4.326 2.962 2.244
Guaraqueçaba - PR 579 526 619 289 77 48 13
Guaratuba - PR 452 1.479 3.045 2.953 994 612 448
Honório Serpa - PR 241 378 560 340 107 40 30
Ibaiti - PR 584 1.778 3.410 2.224 540 346 206
Ibema - PR 142 374 687 440 90 51 27
Ibiporã - PR 380 2.009 5.427 5.033 1.400 743 338
Icaraíma - PR 149 513 1.186 745 156 87 32
continua



72
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2011
Municípios
Até ¼ salário
mínimo
Mais de ¼
até ½ salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1 até
2 salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3 até
5 salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Iguaraçu - PR 27 159 477 438 114 44 27
Iguatu - PR 66 132 273 175 34 24 6
Imbaú - PR 292 799 1.285 676 129 62 30
Imbituva - PR 668 2.093 2.937 1.723 388 270 119
Inácio Martins - PR 527 854 988 424 100 35 26
Inajá - PR 40 173 368 241 69 30 13
Indianópolis - PR 25 140 549 525 115 53 31
Ipiranga - PR 374 935 1.489 917 173 103 53
Iporã - PR 232 759 2.024 1.311 299 168 87
Iracema do Oeste - PR 67 151 322 211 56 30 5
Irati - PR 718 2.913 6.211 5.009 1.438 877 540
Iretama - PR 442 776 1.189 650 141 93 43
Itaguajé - PR 79 283 534 386 107 42 25
Itaipulândia - PR 123 449 1.057 799 225 104 63
Itambaracá - PR 112 427 836 542 120 58 30
Itambé - PR 24 230 767 656 143 69 22
Itapejara d'Oeste - PR 134 507 1.299 1.085 238 110 71
Itaperuçu - PR 470 1.549 2.609 1.554 266 97 39
Itaúna do Sul - PR 64 222 489 243 46 16 8
Ivaí - PR 557 796 1.277 724 174 88 48
Ivaiporã - PR 684 1.899 3.717 2.727 806 542 347
Ivaté - PR 59 353 1.002 804 143 59 35
Ivatuba - PR 17 96 331 262 84 39 24
Jaboti - PR 84 358 603 363 65 59 32
Jacarezinho - PR 489 1.942 3.967 3.392 1.107 731 485
Jaguapitã - PR 57 463 1.478 1328 334 157 82
Jaguariaíva - PR 612 2.029 3.229 2.622 778 520 293
Jandaia do Sul - PR 122 702 2.421 2.263 695 388 227
Janiópolis - PR 170 387 865 488 127 59 51
Japira - PR 128 319 557 351 89 54 37
Japurá - PR 40 263 1.041 1.083 225 109 43
Jardim Alegre - PR 562 825 1.435 681 178 99 47
Jardim Olinda - PR 30 86 157 119 28 12 6
Jataizinho - PR 189 729 1.228 842 226 106 47
Jesuítas - PR 231 542 1.124 780 159 70 47
Joaquim Távora - PR 110 573 1.400 960 255 151 98
continua



73
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2011
Municípios
Até ¼ salário
mínimo
Mais de ¼
até ½ salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1 até
2 salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3 até
5 salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Jundiaí do Sul - PR 119 237 382 189 48 33 28
Juranda - PR 125 491 944 614 123 86 37
Jussara - PR 43 260 804 755 157 69 27
Kaloré - PR 56 297 650 376 75 42 13
Lapa - PR 943 2.478 4.898 3.613 994 673 385
Laranjal - PR 462 448 462 158 38 18 8
Laranjeiras do Sul - PR 824 1.707 2.988 2.406 737 524 306
Leópolis - PR 40 255 549 290 83 46 12
Lidianópolis - PR 108 294 528 271 73 24 15
Lindoeste - PR 179 360 631 295 59 34 14
Loanda - PR 147 885 2.512 2236 588 317 233
Lobato - PR 25 161 570 475 136 65 28
Londrina - PR 3.363 14.369 43.582 56.394 23.073 17.379 14.886
Luiziana - PR 174 573 856 401 105 62 27
Lunardelli - PR 158 387 608 382 92 47 14
Lupionópolis - PR 55 220 659 417 90 62 30
Mallet - PR 321 754 1.458 997 226 122 64
Mamborê - PR 295 867 1.610 1.139 296 174 105
Mandaguaçu - PR 119 687 2.221 2.203 572 299 134
Mandaguari - PR 246 1.289 3.762 3.662 1.055 542 306
Mandirituba - PR 471 1.210 2.386 1.746 483 207 79
Manfrinópolis - PR 124 189 352 194 48 18 9
Mangueirinha - PR 593 992 1.596 1.137 280 183 99
Manoel Ribas - PR 470 752 1.325 889 236 161 80
Marechal Cândido Rondon -
PR
241 1.312 4.767 6.493 2.014 1093 713
Maria Helena - PR 84 341 845 490 97 44 27
Marialva - PR 202 1.180 3.570 3.524 932 559 241
Marilândia do Sul - PR 182 561 1.120 574 152 86 45
Marilena - PR 89 398 904 562 104 51 13
Mariluz - PR 317 678 1.105 594 125 81 33
Maringá - PR 887 6.170 27.257 46.584 19.746 14.534 10.899
Mariópolis - PR 100 293 688 631 178 123 69
Maripá - PR 37 175 662 713 206 113 58
Marmeleiro - PR 340 652 1.446 1284 364 232 131
Marquinho - PR 289 320 407 219 53 21 17
Marumbi - PR 51 224 655 453 65 40 21
continua



74
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2011
Municípios
Até ¼ salário
mínimo
Mais de ¼
até ½ salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1 até
2 salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3 até
5 salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Matelândia - PR 207 703 1.732 1550 412 246 111
Matinhos - PR 445 1.222 2.848 3107 1146 742 462
Mato Rico - PR 231 295 367 150 21 18 -
Mauá da Serra - PR 186 610 963 524 90 53 28
Medianeira - PR 311 1.312 4.362 4.983 1.570 888 507
Mercedes - PR 52 184 553 583 157 77 41
Mirador - PR 37 126 309 202 30 16 11
Miraselva - PR 10 70 244 192 56 25 11
Missal - PR 134 420 1.277 1.152 320 165 73
Moreira Sales - PR 258 763 1.677 1.015 198 111 45
Morretes - PR 311 853 1.415 1.229 405 242 158
Munhoz de Melo - PR 22 159 481 403 75 38 28
Nossa Senhora das Graças -
PR
26 154 483 469 89 38 5
Nova Aliança do Ivaí - PR 10 65 176 147 29 16 5
Nova América da Colina - PR 38 217 458 246 55 22 7
Nova Aurora - PR 168 639 1.453 1.058 277 136 69
Nova Cantu - PR 340 523 828 412 88 46 31
Nova Esperança - PR 172 1.091 3.292 2.878 728 414 210
Nova Esperança do Sudoeste
- PR
98 231 531 487 100 74 35
Nova Fátima - PR 145 541 972 638 159 71 46
Nova Laranjeiras - PR 716 631 841 488 122 70 41
Nova Londrina - PR 130 590 1.566 1.279 334 184 128
Nova Olímpia - PR 43 257 808 508 117 79 27
Nova Santa Bárbara - PR 144 263 474 274 50 31 17
Nova Santa Rosa - PR 38 252 872 1.001 287 168 71
Nova Prata do Iguaçu - PR 204 505 1.083 991 233 114 34
Nova Tebas - PR 422 527 789 377 67 42 20
Novo Itacolomi - PR 44 167 388 218 44 21 6
Ortigueira - PR 1.085 1.838 2.454 993 222 140 74
Ourizona - PR 21 125 437 387 88 36 18
Ouro Verde do Oeste - PR 76 277 668 545 107 47 30
Paiçandu - PR 216 1.340 4.369 4.283 828 244 90
Palmas - PR 1.020 2.574 3.719 2.725 841 544 378
Palmeira - PR 595 1.595 3.256 2.726 758 495 243
Palmital - PR 803 1.031 1.423 684 176 117 61
Palotina - PR 195 838 2.926 3.360 1.162 719 467
continua



75
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2011
Municípios
Até ¼ salário
mínimo
Mais de ¼
até ½ salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1 até
2 salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3 até
5 salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraíso do Norte - PR 40 346 1.317 1550 364 180 113
Paranacity - PR 98 497 1.275 1023 200 98 60
Paranaguá - PR 2.065 6.028 11.835 12.100 4.437 2.847 1742
Paranapoema - PR 44 163 368 248 40 16 12
Paranavaí - PR 574 2.811 8.691 9.206 2.903 1.825 1315
Pato Bragado - PR 22 125 559 625 164 90 41
Pato Branco - PR 513 1.866 6.195 8.716 3.371 2.232 1.618
Paula Freitas - PR 130 335 593 398 83 38 19
Paulo Frontin - PR 144 394 851 534 110 62 27
Peabiru - PR 198 806 1.611 1.134 294 156 86
Perobal - PR 44 283 770 548 100 53 9
Pérola - PR 45 373 1.457 1226 215 145 65
Pérola d'Oeste - PR 212 351 748 609 146 82 32
Piên - PR 207 566 1.194 1016 216 82 34
Pinhais - PR 607 3.250 10.386 13.851 4.589 2.598 1.633
Pinhalão - PR 170 418 717 412 89 59 41
Pinhal de São Bento - PR 84 154 338 183 35 13 6
Pinhão - PR 1.552 1.920 2.485 1.384 380 191 99
Piraí do Sul - PR 557 1.614 2.443 1524 458 278 156
Piraquara - PR 959 4.005 9.032 8.395 2.050 964 469
Pitanga - PR 1.190 2.121 3.294 2.052 612 341 207
Pitangueiras - PR 22 125 365 266 58 19 7
Planaltina do Paraná - PR 75 206 483 366 82 40 30
Planalto - PR 380 673 1.504 1296 257 146 72
Ponta Grossa - PR 3.268 12.285 28.572 29.829 10.774 7.316 5.442
Pontal do Paraná - PR 336 906 2.062 2.221 829 552 355
Porecatu - PR 73 499 1.486 1.520 473 283 143
Porto Amazonas - PR 62 244 498 375 95 67 31
Porto Barreiro - PR 171 234 325 226 68 33 17
Porto Rico - PR 31 145 296 224 48 24 17
Porto Vitória - PR 93 237 400 341 69 24 19
Prado Ferreira - PR 27 187 404 265 67 31 12
Pranchita - PR 124 257 627 531 163 93 63
Presidente Castelo Branco -
PR
30 183 614 505 102 41 26
Primeiro de Maio - PR 132 578 1.357 930 250 168 64
Prudentópolis - PR 1.892 2.818 5.129 3.174 730 416 194
continua



76
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2011
Municípios
Até ¼ salário
mínimo
Mais de ¼
até ½ salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1 até
2 salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3 até
5 salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quarto Centenário - PR 96 288 645 369 64 31 20
Quatiguá - PR 67 370 933 703 167 104 45
Quatro Barras - PR 127 672 1.896 2.111 655 399 219
Quatro Pontes - PR 10 65 384 531 178 91 67
Quedas do Iguaçu - PR 1.294 1.674 2.830 2.068 521 304 158
Querência do Norte - PR 405 830 1.298 732 152 67 41
Quinta do Sol - PR 82 267 618 497 75 74 26
Quitandinha - PR 641 1.133 1.738 949 233 111 45
Ramilândia - PR 175 280 419 233 38 21 5
Rancho Alegre - PR 69 234 521 346 93 59 27
Rancho Alegre D'Oeste - PR 55 178 327 229 49 18 21
Realeza - PR 240 685 1.839 1.717 450 273 173
Rebouças - PR 651 955 1.483 826 192 104 57
Renascença - PR 216 325 623 552 208 162 98
Reserva - PR 1.061 1.801 2.363 1.164 292 172 100
Reserva do Iguaçu - PR 339 434 604 297 94 58 28
Ribeirão Claro - PR 131 600 1.295 830 246 145 100
Ribeirão do Pinhal - PR 300 902 1.658 923 201 139 125
Rio Azul - PR 442 807 1.446 978 221 103 48
Rio Bom - PR 65 211 460 244 44 31 15
Rio Bonito do Iguaçu - PR 876 817 1.068 618 137 76 32
Rio Branco do Ivaí - PR 193 286 397 160 39 15 13
Rio Branco do Sul - PR 605 1.739 3.185 2.243 546 237 99
Rio Negro - PR 348 1.298 3.117 3.068 1.033 618 386
Rolândia - PR 330 1.894 6.016 6.980 1.903 1.105 650
Roncador - PR 461 830 1.297 630 162 83 53
Rondon - PR 49 289 1.070 1108 201 131 54
Rosário do Ivaí - PR 216 412 615 284 63 38 13
Sabáudia - PR 50 217 695 737 171 76 30
Salgado Filho - PR 158 230 480 387 82 39 22
Salto do Itararé - PR 162 347 684 378 102 44 21
Salto do Lontra - PR 252 640 1.537 1.145 287 161 59
Santa Amélia - PR 85 237 468 259 65 40 15
Santa Cecília do Pavão - PR 108 233 468 269 44 44 19
Santa Cruz de Monte Castelo
- PR
111 439 1.012 727 164 103 47
Santa Fé - PR 52 309 1.317 1.215 296 143 76
continua



77
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2011
Municípios
Até ¼ salário
mínimo
Mais de ¼
até ½ salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1 até
2 salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3 até
5 salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Helena - PR 337 1.125 2.737 2.317 728 329 212
Santa Inês - PR 16 84 251 176 28 18 9
Santa Isabel do Ivaí - PR 73 426 1.161 915 207 128 50
Santa Izabel do Oeste - PR 323 699 1.461 925 218 110 59
Santa Lúcia - PR 105 236 492 325 79 35 18
Santa Maria do Oeste - PR 675 817 1.064 410 92 53 20
Santa Mariana - PR 209 795 1.549 1.028 250 181 82
Santa Mônica - PR 41 229 448 276 59 23 6
Santana do Itararé - PR 202 382 599 307 54 39 25
Santa Tereza do Oeste - PR 122 511 1.240 946 246 93 48
Santa Terezinha de Itaipu -
PR
276 991 2.143 1.990 575 335 115
Santo Antônio da Platina - PR 491 2.089 4.857 3.850 1.016 743 488
Santo Antônio do Caiuá - PR 48 155 394 221 36 24 7
Santo Antônio do Paraíso -
PR
33 164 327 177 43 22 13
Santo Antônio do Sudoeste -
PR
593 1.027 1.962 1.344 356 213 109
Santo Inácio - PR 44 204 616 621 146 82 47
São Carlos do Ivaí - PR 51 223 725 730 173 69 43
São Jerônimo da Serra - PR 538 763 1.023 435 112 73 48
São João - PR 157 549 1.312 964 275 142 73
São João do Caiuá - PR 101 363 775 423 95 50 27
São João do Ivaí - PR 215 715 1.536 963 217 134 60
São João do Triunfo - PR 585 969 1.351 724 159 85 40
São Jorge d'Oeste - PR 201 498 1.045 836 164 102 59
São Jorge do Ivaí - PR 36 189 698 673 191 97 45
São Jorge do Patrocínio - PR 44 265 806 692 134 62 30
São José da Boa Vista - PR 212 429 827 464 93 50 33
São José das Palmeiras - PR 83 238 464 305 64 12 15
São José dos Pinhais - PR 1.510 7.561 23.488 31.260 11.293 6.371 3.070
São Manoel do Paraná - PR 7 62 268 283 41 23 11
São Mateus do Sul - PR 837 2.152 4.152 3.414 1.009 757 447
São Miguel do Iguaçu - PR 468 1.345 2.717 2261 655 355 210
São Pedro do Iguaçu - PR 156 363 840 481 148 39 28
São Pedro do Ivaí - PR 64 410 1.287 1.085 213 98 65
São Pedro do Paraná - PR 29 135 356 213 55 21 17
São Sebastião da Amoreira -
PR
130 507 1.041 657 158 85 51
continua



78
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2011
Municípios
Até ¼ salário
mínimo
Mais de ¼
até ½ salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1 até
2 salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3 até
5 salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
São Tomé - PR 19 182 607 729 137 48 22
Sapopema - PR 215 445 723 445 94 51 40
Sarandi - PR 614 3.557 9.778 9.364 1.743 551 175
Saudade do Iguaçu - PR 119 238 513 405 112 68 31
Sengés - PR 451 1.306 1.895 1.215 255 131 80
Serranópolis do Iguaçu - PR 41 164 531 529 149 77 41
Sertaneja - PR 66 322 761 538 127 83 61
Sertanópolis - PR 87 623 1.865 1.732 442 242 131
Siqueira Campos - PR 222 1.045 2.500 1.575 356 223 141
Sulina - PR 67 169 419 313 83 45 21
Tamarana - PR 487 838 1.201 639 132 65 32
Tamboara - PR 19 192 654 546 97 48 19
Tapejara - PR 91 630 1.854 1514 270 148 80
Tapira - PR 86 315 847 528 104 36 30
Teixeira Soares - PR 283 705 994 585 134 100 54
Telêmaco Borba - PR 1.007 3.168 6.694 6.989 2.306 1.217 678
Terra Boa - PR 60 519 2.130 1.842 330 169 95
Terra Rica - PR 139 647 1.936 1.612 317 136 92
Terra Roxa - PR 169 769 2.231 1.744 354 191 77
Tibagi - PR 589 1.285 1.872 1.135 333 229 134
Tijucas do Sul - PR 339 889 1.553 1.101 270 117 77
Toledo - PR 630 3.405 12.239 15.191 4.669 2.828 1.825
Tomazina - PR 229 580 1.078 598 151 100 69
Três Barras do Paraná - PR 505 787 1.154 769 218 146 52
Tunas do Paraná - PR 171 440 547 371 69 42 18
Tuneiras do Oeste - PR 141 523 1.215 668 127 59 25
Tupãssi - PR 111 423 962 758 168 115 78
Turvo - PR 487 987 1.330 746 201 98 44
Ubiratã - PR 345 1.176 2.676 1.860 506 306 186
Umuarama - PR 491 3.368 10.933 11.549 3.742 2.655 1.781
União da Vitória - PR 822 2.374 5.315 5.045 1.568 975 635
Uniflor - PR 24 85 325 280 38 22 11
Uraí - PR 181 691 1.469 916 246 151 82
Wenceslau Braz - PR 554 1.237 2.208 1331 383 255 168
Ventania - PR 280 755 1.100 525 110 71 30
Vera Cruz do Oeste - PR 195 529 974 701 201 106 64
continua



79
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2011
Municípios
Até ¼ salário
mínimo
Mais de ¼
até ½ salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1 até
2 salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3 até
5 salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Verê - PR 180 392 860 686 200 106 48
Alto Paraíso - PR 54 211 445 230 34 15 15
Doutor Ulysses - PR 385 392 450 204 26 12 4
Virmond - PR 102 239 415 308 87 34 24
Vitorino - PR 76 285 681 675 169 105 43
Xambrê - PR 65 338 857 552 90 45 27




80
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br







Anexo A


81
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

FONTES DE RECURSOS INTERNACIONAIS

1. HABITAR BRASIL BID - HBB / BID

1.1. O Programa

Ciente de que o problema das periferias das grandes cidades brasileiras tem origem, não só na pobreza
extrema das populações que a elas se agregam, como também no despreparo institucional das
administrações municipais para a gestão de políticas públicas voltadas para a habitação de interesse
social e para o planejamento urbano. O Governo Federal concebeu, em parceria com o Banco
Interamericano de Desenvolvimento – BID, um programa voltado à superação das condições de
subnormalidade em áreas periféricas, por meio da implantação de projetos integrados, associado à
capacitação técnica e administrativa desses municípios.

O Programa HABITAR BRASIL BID foi, desse modo, idealizado como um projeto piloto para financiar
obras e ações nos municípios ou integrantes de regiões metropolitanas e aglomerados urbanos. O
Acordo de Empréstimo entre a União e o BID foi firmado em setembro de 1999, criando o aparato
normativo e orçamentário necessário. Desde 2005 estão encerradas as inscrições para entrada de
municípios beneficiários do Programa, que prossegue na implementação dos projetos e ações
contratados. De 1999 até 2005 foram firmados contratos de repasse com 119 municípios.

O Programa HABITAR BRASIL BID ficou formatado com os seguintes objetivos:

• contribuir para elevar os padrões de habitabilidade e de qualidade de vida das famílias,
predominantemente aquelas com renda mensal de até 3 salários mínimos, que residem
em assentamentos subnormais, localizados em Regiões Metropolitanas, aglomerações
urbanas e capitais de Estados;
• estimular os governos municipais a desenvolver esforços para atenuar os problemas
dessas áreas, tanto nos efeitos como nas causas, inclusive as institucionais, que os
originam; e
• aprofundar o conhecimento setorial dos problemas de habitação e infraestrutura urbana
do país.

Para atingir esses objetivos, o Programa foi dividido em dois subprogramas, cujas ações são
interdependentes e de execução simultânea:


82
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

• Subprograma de Desenvolvimento Institucional – DI, com objetivo de capacitar as
prefeituras em todos os aspectos pertinentes à gestão do setor habitacional urbano, e
desenvolver ações de capacitação e estudos setoriais de interesse do âmbito da política
nacional.
• Subprograma de Urbanização de Assentamentos Subnormais – UAS, que trata da
implantação e execução de projetos integrados para urbanização de assentamentos
subnormais.

1.2. Características

A associação das intervenções urbanas com o componente de apoio técnico e financeiro para
aperfeiçoar, modernizar e capacitar as prefeituras municipais, visando melhorar sua atuação local na
solução dos problemas urbanos e habitacionais das cidades, como pré-requisito para o acesso aos
recursos destinados às obras e ao social, é uma das inovações mais importante do Programa.

A estratégia de estabelecer que os municípios só teriam acesso aos recursos para urbanização de
assentamentos à medida que avançassem nas ações de desenvolvimento institucional, se constitui ponto
estrutural do Programa.

A execução de projetos integrados de urbanização é outra característica importante, pois equipes
multidisciplinares atuaram em conjunto no trato de diversos aspectos da questão urbana, nas áreas
ambiental, social, fundiária e de engenharia. Os projetos, necessariamente, contemplam ações, obras e
serviços que proporcionam a superação das condições de subnormalidade de assentamentos
habitacionais irregulares, carentes de serviços públicos essenciais, incorporando-os à cidade formal.

Ademais, o programa HBB foi pioneiro no destaque e relevância para o componente social. A
participação ativa da comunidade local, desde o planejamento da proposta até a conclusão da execução
física das obras e um ano após sua ocupação é ponto basilar para o sucesso da intervenção. Para tanto,
são executados projetos de apoio, orientação e mobilização da comunidade, de capacitação profissional,
de geração de trabalho e renda, de educação sanitária e ambiental.

Importante também constatar que os dois requisitos básicos definidos para operacionalização do
Programa – a constituição de uma unidade responsável por sua execução, que recebeu o nome de
Unidade Executora Municipal – UEM, e a elaboração de um Plano Estratégico Municipal para


83
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Assentamentos Subnormais – PEMAS –, além de garantirem condições mínimas para execução do
Programa, revelaram-se importantes fomentadores do amadurecimento do setor habitacional.

Outrossim, as UEMs contribuíram para a dinamização das atividades ligadas à habitação de baixa renda
e a afirmação de uma cultura de planejamento, a partir do conhecimento da realidade local. Em boa parte
dos casos, as UEMs, tornaram-se embriões da constituição de órgãos responsáveis pela política
habitacional local.

1.3. Legislação básica

São aplicáveis ao Programa as diretrizes e regras do contrato de Empréstimo nº 1126 OC/BR, celebrado
entre a União e o BID, o Regulamento Operacional, o Manual de Orientações dos Subprogramas DI e
UAS e seus anexos.

1.4. Fontes dos recursos

Subprograma de Desenvolvimento Institucional (DI):
- Orçamento Geral da União (OGU), máximo de 98% do valor do investimento (VI)
- Contrapartida do proponente, mínimo de 2% do VI
Subprograma de Urbanização de Assentamentos Subnormais (UAS):
- Orçamento Geral da União (OGU), máximo de 95% do valor do investimento (VI)
- Contrapartida do proponente, mínimo de 5% do VI

1.5. Destinatários Finais

- Famílias de baixa renda, predominantemente na faixa de até 3 salários mínimos, que residam em
assentamentos precários – favelas, mocambos, palafitas, entre outras - localizados em regiões
metropolitanas, aglomerações urbanas e capitais de estados.

- Setores das prefeituras dedicadas a atividades relacionadas com habitação e desenvolvimento urbano.

Participantes e suas Principais Funções:

Ministério das Cidades (MCidades):


84
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Órgão gestor do Programa, com atribuições de promover treinamentos, planejar, organizar, coordenar e
controlar sua execução.

Caixa Econômica Federal (CEF):
Empresa pública contratada pela UNIÃO para operacionalização do Programa através dos projetos em
que se desdobra, orientando suas formulações e realizando as atividades de análise, aprovação,
acompanhamento e avaliação dos projetos integrados.

Municípios, Distrito Federal e, eventualmente, estados:
Proponente e agente executor das ações e dos projetos financiados com recursos do Programa,
responsáveis pela implementação das ações e dos projetos financiados pelo Programa.

Entidade Representativa dos Beneficiários – ER:
Organizações comunitárias responsáveis pela representação dos beneficiários finais das ações e dos
projetos financiados pelo Subprograma UAS, com atribuição de participar efetivamente de todas as
etapas do trabalho voltado para sua comunidade.

1.6. Informações gerais sobre as operações do programa

a)Tipo de operação:
Contrato de repasse de recursos financeiros sem retorno

b) Composição básica do investimento por projeto:
Subprograma DI

- Elaboração e implementação de estudos e planos visando o fortalecimento institucional dos municípios
nas áreas habitacional e urbana;
- Treinamento e capacitação de equipes técnicas das prefeituras;
- Aquisição de Equipamentos;
- Apoio à implementação de sistemas de informação.

Subprograma UAS
- Terreno e regularização fundiária;
- Indenização de benfeitorias aos proprietários: em caso de remanejamento ou reassentamento;
- Projetos e estudos preliminares: limitado a 1,5% do valor de obras do projeto;


85
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

- Remanejamento / Alojamento provisório / reassentamento de famílias;
- Infraestrutura básica e equipamentos comunitários públicos;
- Habitacional: unidade básica, cesta básica de materiais de construção e recuperação e/ou melhoria;
- Administração e gerenciamento;
- Trabalho de participação comunitária.

c) Condições das aplicações:
Os recursos financeiros são repassados de forma não onerosa aos estados, DF e municípios, de acordo
com as etapas do plano de trabalho executadas e comprovadas.

d) Avaliação do programa:
O programa do HBB/UAS está em fase final e alguns municípios/estados já elaboraram relatórios de
avaliação. Basicamente contemplam a identificação de processos e resultados, a comparação dos dados
de desempenho, julgamentos, informações e propostas. Alguns relatórios finais já podem ser encontrados
no novo sítio da Secretaria Nacional de Habitação, mais especificamente na biblioteca do Programa HBB.

1.7. PROCIDADES – BID

O PROCIDADES é um mecanismo de crédito destinado a promover a melhoria da qualidade de vida da
população nos municípios brasileiros de pequeno e médio porte. A iniciativa é executada por meio de
operações individuais financiadas pelo Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID).

O PROCIDADES financia ações de investimentos municipais em infraestrutura básica e social incluindo:
desenvolvimento urbano integrado, transporte, sistema viário, saneamento, desenvolvimento social,
gestão ambiental, fortalecimento institucional, entre outras.

Para serem elegíveis, os projetos devem fazer parte de um plano de desenvolvimento municipal que leva
em conta as prioridades gerais e concentra-se em setores com maior impacto econômico e social, com
enfoque principal em populações de baixa renda.

O mecanismo foi idealizado pelo Governo Federal e pelo BID. Em outubro de 2006 os recursos foram
aprovados no valor total de US$ 800 milhões. Este valor pode ser renovado mediante autorização prévia
da Diretoria Executiva do BID, assim que 75% dos fundos estiverem comprometidos.



86
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

O PROCIDADES concentra o apoio do BID no plano municipal e simplifica os procedimentos de
preparação e aprovação de projetos mediante a descentralização das operações. Uma equipe com
especialistas, consultores e assistentes atua na representação do Banco no Brasil (CSC/CBR) para
manter um estreito relacionamento com os municípios.

O Brasil tem hoje 5.564 municípios e 80% deles são de pequeno e médio porte; portanto, é bastante alta
a possibilidade do PROCIDADES atingir um grande número de projetos, o que requer melhoria no
gerenciamento de riscos dos projetos com alto investimento, na utilização de gerenciamento avançado
para projetos complexos e com ciclo de vida longa, na visão completa de todos os custos ao longo do
ciclo de vida do projeto, e na aderência às regulamentações e legislações do Banco e locais.

1.8. O Financiamento

O programa financia investimentos em desenvolvimento urbano integrado com uma abordagem
multissetorial, concentrada e coordenada geograficamente, incluindo as seguintes modalidades: melhoria
de bairros, recuperação urbana e renovação e consolidação urbana.

O PROCIDADES financia também intervenções setoriais, tais como transporte e sistemas viários,
saneamento, serviços urbanos, gestão ambiental e desenvolvimento social, no contexto de um plano de
desenvolvimento municipal.

Inclui atividades para fortalecer o desempenho municipal, em termos de administração financeira e fiscal,
gestão interna, serviços, planejamento urbano e ações para promover o desenvolvimento econômico
local.

1.9. Procedimentos legais do PROCIDADES

PROCIDADES é um mecanismo de crédito de US$ 800 milhões destinado a municípios brasileiros acima
de 100 mil habitantes para o financiamento de projetos de desenvolvimento urbano integrado. Tem como
objetivo melhorar a qualidade de vida, contribuir para a competitividade econômica e fortalecer as
capacidades institucionais locais.




87
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Ações que podem ser financiadas:
Podem ser financiadas ações focalizadas no território de forma integrada, com o objetivo de atender as
principais prioridades de desenvolvimento dos municípios clientes que estejam contemplados nos planos
e programas de desenvolvimento municipal. As principais áreas de financiamento incluem:

Melhorias urbanas: (i) melhoramento integrado de bairros carentes, incluindo infraestrutura urbana,
serviços e equipamentos sociais, regularização fundiária e reassentamento de famílias e, (ii) reabilitação
e revitalização urbana – incluindo ações destinadas a reverter processos de deterioração de áreas
urbanas e fortalecer suas funções;

Infraestrutura e serviços urbanos: (i) transporte e mobilidade urbana; (ii) saneamento; (iii) serviços sociais,
incluindo ampliação da cobertura dos serviços de saúde, educação e assistência social; (iv) requalificação
ambiental destinada ao tratamento ambiental de áreas urbanas e a consolidação de funções de lazer; e
(v) ações para promover o desenvolvimento econômico local, entre outros.

Fortalecimento institucional: atividades orientadas a fortalecer e melhorar o desempenho municipal em
matéria de administração financeira e tributária, gestão interna, prestação de serviços municipais e
planejamento urbano.

Forma de participação:
Os municípios interessados em iniciar um processo para obter financiamento deverão preparar e
encaminhar uma carta-consulta para a Secretaria de Assuntos Internacionais (SEAIN), do Ministério do
Planejamento, Orçamento e Gestão, para sua análise e aprovação.




88
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Procedimento para preparar a carta-consulta:
O modelo da carta-consulta já está preestabelecido por esta Secretaria e contém a proposta técnica
inicial do programa, assim como o montante do financiamento requerido. As cartas-consulta são
analisadas pela Comissão de Financiamentos Externos (COFIEX), integrada por vários órgãos da
administração federal. A aprovação desta carta-consulta pela COFIEX é requisito prévio indispensável
para que o BID possa considerar a proposta do município.

Procedimentos a serem realizados caso a carta-consulta seja aprovada:
Aprovada a carta-consulta, o Banco formará uma equipe de projeto que fará a avaliação da proposta e
trabalhará com a equipe do município no desenho final da operação.

Limite de valor de empréstimo:
O mutuário das operações é o município e o Governo Federal Brasileiro (GOB) é o fiador de cada
operação, que tem um valor máximo de empréstimo de US$ 50 milhões.

Contrapartida do município:
Para todos os empréstimos os municípios beneficiários deverão aportar recursos de contrapartida
equivalentes ao mesmo valor do empréstimo do BID. Para facilitar o aporte desta contrapartida, a
modalidade PROCIDADES permite o reconhecimento retroativo de gastos de investimentos realizados
pelo município desde o início da preparação da operação e que estejam relacionados ao programa do
PROCIDADES. Os recursos de contrapartida poderão incluir financiamento próprio do município, fontes
federais, estaduais ou financiamento externo.

A moeda dos empréstimos é o dólar americano. Mas a modalidade PROCIDADES permite aos
municípios beneficiários o uso da facilidade em moeda local, a qual admite a conversão de desembolsos
e saldos devedores com juros baseados na taxa LIBOR.




89
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2. ASSISTÊNCIA TÉCNICA PARA O SETOR HABITACIONAL

2.1. Housing Sector TAL

O objetivo de desenvolvimento do Empréstimo de Assistência Técnica para o Setor de Habitação que
apoia implementação, monitoramento e avaliação do programa de reforma apoiado pelo Empréstimo
Programático para Reforma do Setor Habitacional. Empréstimo busca melhorar o ambiente de políticas
para melhorar as condições de vida dos pobres e fortalecer seu acesso a bens, especialmente habitação
e a terras beneficiadas.

Há quatro componentes :

• O primeiro apoia o quadro institucional e legal para a política habitacional, com recursos
para apoiar o Ministério das Cidades em sua reorganização interna e consolidar a
Secretaria Nacional de Habitação como a entidade chave para coordenação.
• O componente de desenvolvimento do mercado financeiro da habitação apoia a melhoria
do arcabouço legal e regulatório para empréstimos habitacionais, incluindo reformas
incrementais aos sistema existente, a integração futura com o sistemas de poupança
brasileiro, e fortalecimento geral do sistema financeiro habitacional de mercado.
• O foco da assistência técnica no componente 3, de subsídios habitacionais para os
pobres, é a racionalização dos diversos programas de subsídios do governo, e
estabelecimento de mecanismos efetivos de focalização, monitoramento e avaliação.
• O componente de desenvolvimento urbano e territorial inclui o oferecimento de
assistência técnica para :
• O desenho e implementação de programas do Ministério das Cidades para fortalecer os
governos locais em seus esforços para atuar na área; e
• O desenvolvimento de um programa nacional de recuperação urbana, incluindo (1)
atividades de pesquisa, monitoramento e avaliação, no nível Federal, de iniciativas
regulatórias e de políticas para o desenvolvimento urbano e subdivisão territorial; e (2)
uma 'série de atividades para facilitar a implementação de inovações de políticas sob o
programa para desenvolvimento da habitação, a preparação de planos diretores locais, e
a organização da demanda para programas de subsídios.



90
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2.2. Banco Mundial e o Brasil

O Banco Mundial trabalha com o Brasil desde 1949, e já financiou 49,2 bilhões de dólares para projetos
governamentais no País, o que o torna o Brasil o segundo maior parceiro do Bird. No Brasil, o Banco
financia principalmente projetos de desenvolvimento econômico e social, com enfoque sobre os principais
desafios em áreas como infraestrutura, educação, saúde, água, meio ambiente, pobreza rural e proteção
social.

Ao mesmo tempo, o Banco Mundial leva a experiência e o conhecimento brasileiro em importantes áreas
do desenvolvimento global para outros países, como no caso do Bolsa Família, do Programa Nacional de
DST/Aids e a experiência brasileira com o etanol.

Ao todo, mais de 370 operações financiadas pelo Banco já foram implementadas no Brasil. Atualmente,
há 66 projetos de empréstimo do Bird em atividade, totalizando mais de 10 bilhões de dólares em
financiamentos. O Banco realiza uma média de 3 bilhões de dólares em novos empréstimos por ano. Os
projetos financiados pelo Banco Mundial são implementados principalmente pelos governos estaduais e
federal, e normalmente requerem contrapartida igual ao valor do empréstimo.

Além do financiamento de projetos, o Banco Mundial tem forte produção técnica em diversas questões
relevantes para o desenvolvimento brasileiro.

2.3. Estratégia de Parceria

A cada quatro anos, o Grupo Banco Mundial elabora uma nova estratégia para orientar a atuação no
Brasil. O objetivo é ajustar-se à evolução do contexto econômico e social do País.

A estratégia é feita em consulta com o Governo Federal, além de contribuições dos governos estaduais,
do Congresso, movimentos ambientais e sociais, setor privado e outros parceiros de desenvolvimento no
Brasil.

A atual estratégia, já em seu último ano, se estrutura em três pilares: equidade, sustentabilidade e
competitividade — apoiados sobre uma fundação de políticas econômicas e de governança (veja quadro
abaixo).


91
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

O principal enfoque é sobre desafios estruturantes e de longo prazo, onde o Brasil ainda não consolidou
soluções e para os quais a experiência internacional e o conhecimento do Banco Mundial podem ter
grande valor.

Sob a estratégia, foram feitos aproximadamente 11 bilhões de dólares em novos financiamentos do Bird
para o Brasil. A maior parte do apoio financeiro (70%) vem sendo dirigida aos estados.

A estratégia é baseada em uma abordagem de resultados, apoiando as prioridades definidas pelo
Governo em programas como o PAC. Entre as áreas específicas encontram-se:

• desenvolvimento de infraestrutura
• estabilidade fiscal de longo prazo;
• qualidade da educação básica e média; e desenvolvimento com conservação e uso
sustentável de biomas sensíveis.
• A estratégia identifica áreas onde o Brasil pode beneficiar-se de uma combinação de
conhecimento, financiamentos e o ‘selo de aprovação’ do Banco.
• A parceria também identifica novas maneiras pelas quais outros países em
desenvolvimento podem aproveitar a enorme experiência do Brasil em áreas como
federalismo fiscal, biocombustíveis, energia limpa, aids e programas de transferência
condicional de renda.

A estratégia inclui um arcabouço para o envolvimento com o setor público (Bird) e privado (IFC) na
Amazônia.



92
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2.4. Oportunidades para todos

A estratégia de parceria vai além do apoio a programas no Brasil e contribui para impulsionar o crescente
papel do País como um parceiro do desenvolvimento internacional. O Brasil é um dos 20 maiores
doadores da Agência Internacional de Desenvolvimento (AID), a parte do Banco Mundial que faz créditos
e empréstimos subsidiados aos países mais pobres.

O Banco está engajado como um parceiro ativo do Brasil em desafios globais e regionais como
mudanças climáticas, combustíveis limpos, comércio e integração em infraestrutura, ajudando a
assegurar a voz e a participação do Brasil, assim como de outros países emergentes, nas discussões
internacionais.

Nas parcerias ‘sul-sul’, o Banco traz a sua credibilidade e ‘selo de aprovação’ para apoiar a multiplicação
internacional de experiências inovadoras do Brasil, tais como o etanol, Bolsa Família, DST/aids e os
programas comunitários de redução da pobreza no Nordeste.

3. A ALIANÇA NO BRASIL

No Brasil, as cidades têm uma tradição de promover inovações na gestão urbana. Os projetos da Aliança
são concebidos para apoiar a ampliação da escala de ação dessas iniciativas. Em 2003, foi criado o
Ministério das Cidades, que assumiu a liderança na elaboração de uma política urbana nacional. O
Ministério instituiu o Conselho Nacional de Cidades a fim de garantir uma ampla base participativa, e
criou o Sistema Nacional da Habitação de Interesse Social (SNHIS) e o Fundo Nacional de Habitação de
Interesse Social (FNHIS) para desenvolver estratégias de financiamento sustentável para construção de
habitações populares.

Durante a Conferência Mundial da Aliança em São Paulo, no final de 2003, o Brasil tornou-se o primeiro
país em desenvolvimento membro pleno da Aliança. O governo federal é representado nas estruturas da
Aliança pelo Ministério das Cidades e pela Caixa Econômica Federal. Esta iniciativa do Brasil foi seguida
por vários outros países em desenvolvimento (África do Sul, Nigéria e Etiópia).

Na cidade de São Paulo, a Aliança apoiou novas estratégias de regularização de assentamentos
precários, posteriormente incorporadas a um programa nacional através do Ministério das Cidades, que
também recebeu apoio da Aliança. O programa nacional beneficiou mais de um milhão de famílias de
baixa renda. Um segundo projeto com a prefeitura de São Paulo apoia a elaboração do Plano Estratégico


93
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

de Habitação de Interesse Social e o desenvolvimento de um sistema inovador de gerenciamento de
informações sobre favelas e loteamentos irregulares. Este último envolve o mapeamento detalhado e
georeferenciado de todos os cerca de 1.500 assentamentos precários do município. Na Bahia, o apoio
dado à abordagem integrada e participativa de urbanização da área de Alagados, em Salvador, um dos
mais pobres assentamentos precários da América Latina, teve como um impacto de maior visibilidade a
erradicação das palafitas, hoje uma prioridade da política nacional. Este apoio da Aliança contribuiu para
a formulação de um programa de escala estadual, com aporte financeiro de fontes locais, nacionais e
internacionais. Em 2007, teve início com o apoio da Aliança um projeto para implementação de uma
gestão metropolitana na região de Belo Horizonte, de caráter participativo com enfoque na redução de
pobreza.

3.1 ALIANÇA DE CIDADES

A Aliança de Cidades é uma coalizão global de cidades e seus parceiros para o desenvolvimento que têm
o compromisso de ampliar e disseminar abordagens bem-sucedidas para a redução da pobreza urbana.
Promovendo os impactos positivos da urbanização, a Aliança de Cidades apoia o aprendizado entre
cidades de todos os tamanhos, e também entre municípios, governos, organismos internacionais de
fomento e instituições financeiras. Com o suporte adequado, as cidades são comprovadamente atores
com papel fundamental na luta contra a pobreza e a força motriz para o crescimento econômico A Aliança
de Cidades foi criada em 1999 quando 10 governos doadores se juntaram ao Banco Mundial, ao UN-
HABITAT e às principais associações internacionais de autoridades locais para formar uma nova parceria
com o objetivo de se concentrar em duas questões-chave: o crescimento das favelas e assentamentos
precários e a gestão de cidades que apresentavam expansão das favelas e assentamentos precários.

3.1.1 OS MEMBROS DA ALIANÇA

A Aliança é uma parceria ampla e em expansão que atualmente inclui:

• Autoridades locais, representadas pela Cidades e Governos Locais Unidos (CGLU) e
Metropolis.
• Os governos dos seguintes países: África do Sul, Alemanha, Austrália, Brasil, Chile,
Espanha, Etiópia, Filipinas, França, Holanda, Itália, Nigéria, Noruega, Reino Unido,
Estados Unidos da América e Suécia.
• Shack/Slum Dwellers International (SDI) e Habitat for Humanity International


94
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

• A União Europeia, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), o
UN-HABITAT e o Banco Mundial.

3.1.2. FUNÇÕES DA ALIANÇA DE CIDADES

A Aliança de Cidades disponibiliza co-financiamento por meio de doações para apoiar:

• Estratégias de desenvolvimento das cidades (CDS), metodologia através da qual os
diversos atores locais definem uma visão para sua cidade e seu crescimento econômico,
estabelecendo os objetivos ambientais e de redução da pobreza, com prioridades claras
para ação e investimento.
• Urbanização de favelas e assentamentos precários em âmbito municipal e nacional,
alinhada com o plano de ação da Aliança chamado Cities without Slums (Meta 11 dos
ODM), que inclui promover a segurança da posse, o acesso a financiamento habitacional
e políticas públicas para evitar o surgimento de novas favelas e assentamentos precários.
• Estratégias sustentáveis de financiamento para que as cidades atraiam investimentos de
capital de longo prazo necessários para ampliar a infraestrutura, melhorar a prestação de
contas na entrega de serviços, e demonstrar fontes de receita estáveis para alavancar de
forma mais efetiva o capital doméstico.

A Aliança de Cidades também é uma aliança de aprendizado, trabalhando com redes de cidades,
organizações de moradores de favelas, universidades e outros parceiros para capturar e disseminar o
conhecimento coletivo dos atores locais sobre como reduzir a pobreza urbana e melhorar a qualidade e o
impacto da cooperação para o desenvolvimento da cidade.

Os objetivos estratégicos gerais da Aliança são promover o compromisso político e uma visão
compartilhada para se ampliar a escala das ações de urbanização de favelas e de estratégias de
desenvolvimento das cidades; sistematizar e compartilhar conhecimentos sobre boas práticas e
experiências, bem como acelerar os impactos de abrangência municipal e nacional. É colocado enfoque
particular no apoio a programas de longo prazo nos diferentes países, para que as cidades e os governos
locais apoiem mudanças sistêmicas



95
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

3.1.3. RECURSOS DA ALIANÇA DE CIDADES

De 1999 a 01 de abril de 2010, a Aliança de Cidades utilizou um mecanismo de doações de acesso
aberto para financiar projetos individuais de assistência técnica na área de CDS e urbanização de favelas
e assentamentos precários, assim como atividades relacionadas de compartilhamento de aprendizado e
conhecimento. Com o mecanismo de doações, a Aliança aprovou 220 projetos em todas as regiões em
desenvolvimento, com um total superior a US$ 65 milhões.

A partir de 01 de abril de 2010, a Aliança de Cidades fará a transição para um novo Fundo Catalítico.
Embora o fundo vá continuar a financiar estratégias CDS, urbanização de favelas e assentamentos
precários e atividades relacionadas ao conhecimento, seu foco será em programas nacionais de longo
prazo. As solicitações de apoio serão aceitas mediante convites periódicos para apresentação de
propostas que promovam o desenvolvimento urbano sustentável. O fundo também disponibilizará
pequenas verbas para oportunidades catalíticas durante todo o ano.

3.1.4. COMO APRESENTAR UMA PROPOSTA

• Apresentar uma solicitação de doação (proposta) à Aliança de Cidades é um processo
direto. Os primeiros passos são:
• Rever as diretrizes para apresentação de propostas no site da Aliança de Cidades
(www.citiesalliance.org).
• Identificar pelo menos um membro patrocinador da Aliança de Cidades, segundo as
diretrizes para
• apresentação de propostas. São particularmente encorajadas propostas com múltiplos
patrocinadores.
• Assegurar-se que a proposta atenda aos critérios de elegibilidade e seleção da Aliança de
Cidades.
• Contatar o Secretariado da Aliança de Cidades para apoio, se necessário.

O Secretariado da Aliança de Cidades não implementa as atividades que financia, e sim, utiliza a
capacidade técnica de seus membros. As atividades nos diferentes países são gerenciadas pelas
próprias cidades, por unidades operacionais regionais dos membros da Aliança de Cidades, por outros
parceiros bilaterais e multilaterais e por programas de parceria global e regional existentes.




96
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

3.1.5. CRITÉRIOS USADOS PARA AVALIAR UMA PROPOSTA

• Todas as solicitações de doação apresentadas à Aliança de Cidades são avaliadas com
base nos nove critérios seguintes:
• Foco do objetivo: em que medida a proposta objetiva promover políticas pró-pobres, e
apoia a ampliação de ações de urbanização de favelas e assentamentos precários e/ou
estratégias de desenvolvimento das cidades.
• Comprometimento e aprovação governamental: a aprovação do projeto por autoridades
locais e
• nacionais deve estar comprovada em documentos que acompanhem a proposta.
• Vínculo com investimentos futuros: em que medida os parceiros de investimento estão
envolvidos desde a fase de elaboração da proposta, e o potencial para investimentos
futuros.
• Parcerias: mobilização de um processo participativo para a elaboração da proposta
envolvendo atores locais, como o setor privado e organizações comunitárias.
• Co-financiamento: a combinação das doações da Aliança com o co-financiamento de
outras fontes.
• Coerência de esforço: a promoção de uma coordenação multisetorial e de colaboração
entre diferentes departamentos do governo.
• Ampliação da escala de ação: o potencial para ir além de projetos piloto, estendendo-se
para escalas de ação de abrangência municipal e nacional.
• Institucionalização e replicação: os mecanismos criados para ajudar os governos locais e
suas associações nacionais a institucionalizar as estratégias de desenvolvimento das
cidades e de urbanização de favelas e assentamentos precários, e como essas
estratégias podem ser replicadas em outros locais.
• Impacto ambiental positivo: como o projeto se propõe a promover melhorias ambientais
significativas, especialmente das condições de vida da população carente.

3.1.6. PROCESSO DE APROVAÇÃO

As propostas são avaliadas pela equipe do Secretariado, que inclui especialistas em estratégias de
desenvolvimento das cidades, urbanização de assentamentos precários, desenvolvimento econômico
local e finanças municipais, a fim de garantir que as propostas atendam aos critérios de elegibilidade da
Aliança.



97
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Quando uma proposta é aprovada segundo os processos internos da Aliança de Cidades, é preparado
um acordo de doação com as entidades que executarão o projeto.

Para mais informações sobre o processo de aprovação, consulte o site da Aliança de Cidades:
www.citiesalliance.org.

3.2. A ALIANÇA DE CIDADES EM AÇÃO - IMPACTOS GLOBAIS

O primeiro impacto global significativo da Aliança de Cidades foi a resposta internacional decisiva à
iniciativa Cities Without Slums, agora já firmemente aceita na agenda de desenvolvimento internacional
como Meta 11 dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio:

“Até 2020, ter alcançado uma melhora significativa na vida de pelo menos 100 milhões de habitantes de
assentamentos precários, como proposto na iniciativa “Cities Without Slums”.

Essa meta ganhou ainda mais força na Assembleia Geral da ONU em setembro de 2005 ao incluir a
necessidade de se prevenir a formação de novas favelas e assentamentos precários, oferecendo-se
alternativas à população urbana carente.

O plano de ação Cities Without Slums contém uma visão em torno da qual está se construindo um
consenso e mobilizando apoio. Sendo a única meta internacional de desenvolvimento que contempla as
cidades, ela tem atraído a atenção de moradores de assentamentos precários de todo o mundo, assim
como de governos locais e nacionais em todas as regiões. A visão do Cities Without Slums tem ajudado a
lançar muitos programas de urbanização de assentamentos precários em escala municipal e nacional,
como ilustrado nas seções abaixo:

3.3. IMPACTOS EM NÍVEL NACIONAL

As cidades do Brasil são reconhecidas por seus programas urbanos inovadores. Com o apoio da Aliança,
o governo federal — um parceiro de longo prazo — implementou importantes reformas em políticas
públicas urbanas. Em São Paulo, a Aliança apoiou a criação do HABISP, uma ferramenta inovadora de
desenvolvimento urbano que atraiu considerável interesse da comunidade internacional. A abordagem
integrada utilizada na urbanização dos assentamentos precários dos Alagados, em Salvador, Bahia —
uma das maiores favelas do Brasil, implementada com o apoio da Aliança, e participação do governo
Italiano — está sendo replicada em outras partes do país. Estas iniciativas estão sendo usadas como


98
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

exemplo para replicação em outras cidades brasileiras com financiamento local, nacional e internacional.
A Aliança também está co-financiando um relatório “Estado das Cidades” brasileiro.

República das Filipinas. Impulsionadas pela dinâmica Liga das Cidades, estratégias de desenvolvimento
das cidades têm sido implementadas em municípios de todos os tamanhos em todo o território filipino.
Com a terceira fase do programa CDS já concluída, estratégias de desenvolvimento das cidades estão
sendo incorporadas ao processo de planejamento nacional. Isto complementará os planos ambiciosos do
governo nacional de harmonizar o planejamento local, a programação de investimentos, a administração
da receita, o orçamento e o controle das despesas. Além disso, uma doação está sendo liberada para
rever o programa de CDS e elaborar um relatório Estado das Cidades.

Em Uganda, a Aliança está apoiando o governo do país na implementação de uma grande iniciativa para
urbanizar assentamentos precários existentes em cinco cidades secundárias e auxiliar tanto os governos
locais como a população a planejar um crescimento futuro inclusivo. A iniciativa “Transformar os
Assentamentos dos Pobres Urbanos” de Uganda é a primeira implementação do programa global da
Aliança de Cidades chamado “Terra, Serviços e Cidadania”, que busca auxiliar um grupo seleto de países
em desenvolvimento a lidar com o desafio da rápida urbanização, do crescimento das cidades e do
aumento da pobreza urbana. A Aliança de Cidades também está apoiando a elaboração de uma política
urbana em nível nacional e um plano estratégico para o desenvolvimento das cidades para o período
2010-2025, que buscam canalizar o papel do setor urbano como a força-motriz do crescimento
econômico em Uganda.

3.4. IMPACTOS EM NÍVEL MUNICIPAL

Yangzhou (China). Uma cidade piloto no programa “Eco City” (Cidade Ecológica) da China, Yangzhou
está trabalhando para se tornar um modelo de desenvolvimento sustentável, abordando de forma
equilibrada o crescimento urbano. Ao mesmo temo, a cidade procurou preservar e revitalizar seu centro
histórico cujos moradores são principalmente população de baixa renda. Com o apoio da Aliança de
Cidades e da GTZ, o governo municipal desenvolveu uma estratégia urbana de melhorias para a Cidade
Velha de Yangzhou, que foi incorporada à estratégia de desenvolvimento geral da cidade. A grande
maioria dos moradores da Cidade Velha pôde permanecer em seus bairros, participar da revitalização e
se beneficiar com o processo.

Hodeidah e Mukalla (Iêmen). Um dos países menos desenvolvidos do mundo, o Iêmen está buscando
transformar suas estratégicas cidades portuárias em centros de crescimento econômico a fim de reduzir a


99
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

pobreza e melhorar a qualidade de vida de seus habitantes. Com o apoio da Aliança de Cidades, as
cidades portuárias Hodeidah e Mukalla elaboraram estratégias de desenvolvimento urbano que
destacaram prioridades estratégicas para cada cidade. As estratégias foram instrumentais na obtenção
de financiamento do Banco Mundial—assim como dos governos do Iêmen, de Omã, do Kuait e do
Japão—para investimentos em urbanização de assentamentos precários assim como no fortalecimento
do agro-processamento em Hodeidah e da infraestrutura para o desenvolvimento do turismo em Mukalla.
A Aliança de Cidades também apoiou estratégias de desenvolvimento das cidades em Sana’a e Aden.

Dar Es Salaam (Tanzânia). Como tantas cidades africanas, Dar Es Salaam está batalhando para dar
conta do rápido crescimento urbano e da proliferação de favelas devido ao êxodo rural. Em Dar Es
Salaam, cerca de 70% da população vive em assentamentos informais não planejados e não atendidos
por serviços básicos e infraestrutura. Com o apoio da Aliança de Cidades, da UN-Habitat e do Banco
Mundial, as autoridades locais elaboraram uma estratégia para urbanizar os assentamentos informais da
cidade até 2015, identificando áreas críticas para intervenção relacionadas a disponibilidade de terrenos
urbanos, serviços básicos e moradia. A estratégia foi adotada pelo governo nacional. Um Plano de Ação
priorizando os investimentos em urbanização mencionados na estratégia está sendo finalizado, e a
estratégias de financiamento estão sendo identificadas. A Aliança de Cidades também está apoiando
uma ação para atrair mais financiamentos para investimentos em Dar Es Salaam assim como a
elaboração de um relatório Estado das Cidades na Tanzânia.











100
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

FONTES DE RECURSOS NACIONAIS

4. PROGRAMA DE ARRENDAMENTO RESIDENCIAL - PAR

4.1. Definição

O Programa de Arrendamento Residencial (PAR) tem por objetivo propiciar moradia à população de baixa
renda, sob a forma de arrendamento residencial com opção de compra. O PAR é uma operação de
aquisição de empreendimentos novos, a serem construídos, em construção ou a recuperar/reformar.

As unidades habitacionais dos empreendimentos adquiridos se destinam à oferta de moradias, sob a
forma de arrendamento residencial com opção de compra, às pessoas físicas enquadradas no Programa.
São diretrizes do programa o fomento à oferta de unidades habitacionais e à melhoria das condições do
estoque de imóveis existentes, a promoção da melhoria da qualidade de vida das famílias beneficiadas, a
intervenção em áreas objeto de Planos Diretores, a criação de novos postos de trabalho diretos e
indiretos, o aproveitamento de imóveis públicos ociosos em áreas de interesse habitacional e o
atendimento aos idosos e portadores de deficiência física.

4.2. Áreas de atuação

O Programa atua nas capitais estaduais, regiões metropolitanas, regiões integradas de desenvolvimento
econômico (RIDEs) e municípios com população urbana superior a cem mil habitantes.

4.3. Fonte de Recursos

O Programa é operado com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), criado
exclusivamente para aplicação no PAR, composto com recursos onerosos provenientes de empréstimo
junto ao FGTS e recursos não onerosos provenientes dos fundos FAS, FINSOCIAL, FDS e PROTECH e
da rentabilidade das disponibilidades do FAR.

4.5. Destinatários finais do programa

Famílias com renda mensal de até R$1.800,00 (um mil e oitocentos reais). No caso de profissionais da
área de segurança pública, especialmente os policiais civis e militares, admite-se renda mensal de até
R$2.400,00 (dois mil e quatrocentos reais).


101
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Legislação Básica

Portaria Conjunta nº 153, de 15 de abril de 2010
Lei nº 11.474, de 15 de maio de 2007
Portaria Interministerial nº 684, de 19 de dezembro de 2007
Decreto nº 5.779, de 18 de maio de 2006
Decreto nº 5.986, de 15 de dezembro de 2006
Decreto nº 5.435, de 26 de abril de 2005
Lei nº 10.859, de 14 e abril de 2004
Portaria Interministerial nº 109, de 07 de maio de 2004
Decreto nº 4.918, de 16 de dezembro de 2003
Medida Provisória nº 150, de 16 de dezembro de 2003
Lei nº 10.188, de 12 de fevereiro de 2001
Medida Provisória nº 1981-49, de 29 de junho de 2000
Lei nº 10.150, de 21 de dezembro de 2000
Portarias MCidades a partir do ano de 2003:
Portaria nº 258 Portaria nº 258, de14 de maio 2008
Portaria nº 266 Portaria nº 266, de 19 de maio de 2008
Portaria nº 630, de 19 de dezembro de 2008
Portaria nº 21, de 01 de fevereiro de 2007
Portaria nº 86 , de 05 de março de 2007
Portaria nº 493, de 04 de outubro de 2007
Portaria nº 301, de 07 de junho de 2006
Portaria nº 337, de 29 de junho de 2006
Portaria nº 440, de 21 de agosto de 2006
Portaria nº 142, de 24 de março de 2005
Portaria nº 231, de 04 de junho de 2004
Portaria nº 450, de 27 de outubro de 2004
Portaria nº 19, de 22 de julho de 2002
Portaria nº 31, de 13 de dezembro de 2001
Portaria nº 62, de 25 de outubro de 2000



102
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.6. Participação dos Agentes Envolvidos

4.6.1. MINISTÉRIO DAS CIDADES - AGENTE GESTOR

Estabelecer as diretrizes, regras e demais condições que regem a aplicação dos recursos alocados ao
Programa.

Estados, DF e Municípios - Participam do Programa com as seguintes atribuições:

identificar os locais para implantação dos projetos;
indicar as famílias a serem beneficiadas;
promover ações facilitadoras e redutoras dos custos de implantação dos projetos, tais como, redução de
tributos, contribuições e taxas;
aportar recursos financeiros, bens ou serviços economicamente mensuráveis, necessários à realização
das obras e serviços do empreendimento.

4.6.2. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CAIXA

Operacionalizar o Programa e gerir o Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).

Empresas do Ramo da Construção Civil.

Apresentar à CAIXA e executar os projetos de produção, reforma ou recuperação de empreendimentos
nas áreas contempladas pelo Programa.

Empresas do Ramo da Administração Imobiliária

Administrar os contratos de arrendamento, os imóveis e os condomínios, se for o caso.

Condições para acesso aos recursos:

A proposta de aquisição e produção do empreendimento é apresentada à CAIXA pela empresa
construtora proponente;
A proponente construtora e o projeto do empreendimento são submetidos às análises técnica e de risco;
É efetuada análise jurídica do vendedor do imóvel, da construtora proponente, bem como da regularidade
e legalidade da documentação do empreendimento;


103
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

A habilitação definitiva da proposta deve respeitar o limite do orçamento do FAR para o Programa, por
Unidade da Federação;
A liberação dos recursos pelas obras executadas na construção ou recuperação é feita em parcelas
mensais, creditadas na conta corrente da empresa construtora, condicionadas ao cumprimento do
cronograma físico-financeiro da obra;
Após a conclusão do empreendimento, as unidades são arrendadas às famílias que atendem aos
requisitos de enquadramento no Programa;
O Poder Público local identifica as famílias a serem beneficiadas;

A CAIXA realiza a seleção dos arrendatários por meio da análise cadastral, da apuração da renda familiar
bruta e da margem de renda disponível para comprometimento com as despesas de arrendamento.

4.7 Pró-Moradia

O Programa de Atendimento Habitacional através do Poder Público - PRÓ-MORADIA objetiva oferecer
acesso à moradia adequada à população em situação de vulnerabilidade social e com rendimento familiar
mensal preponderante de até R$ 1.050,00 (um mil e cinquenta reais), por intermédio de financiamento a
estados, municípios, Distrito Federal ou órgãos das respectivas administrações direta ou indireta.

O programa PRÓ-MORADIA é operado por intermédio das seguintes modalidades:

a) Urbanização de Assentamentos Precários
b) Produção de Conjuntos Habitacionais
c) Desenvolvimento Institucional

Critérios ou Público Alvo:

É destinada preponderantemente ao atendimento a famílias com renda de até R$ 1.050,00.

Para o atendimento dessas famílias os valores limites de investimento variam de R$ 20.000,00 a R$
30.000,00 por família, conforme o tipo de intervenção proposto e a categoria do Município (Municípios
integrantes de região metropolitana, região integrada de desenvolvimento ou aglomerado urbano, capital
estadual e outros).




104
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Processo de Seleção:

É realizado anualmente, em período estabelecido pelo Gestor da Aplicação, a partir da analise das
solicitações “Cartas Consultas” encaminhadas pelos Órgãos Públicos interessados a qualquer um dos
Agentes Financeiros habilitados pelo Agente Operador.

Orçamento:

R$ 650,00 milhões para o exercício de ano 2007, provenientes do Plano de Contratações e Metas Físicas
em vigor, destinados à área de Habitação Popular.

4.8. Programa Multissetoriais Integrados Urbanos - PMI

4.8.1 OBJETIVO

Oferecer, no âmbito dos Projetos Multissetoriais Integrados – PMI, operados pelo Banco Nacional de
Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, acesso à infra-estrutura urbana, à moradia adequada e
aos serviços públicos básicos para a população em situação de vulnerabilidade social e com rendimento
familiar mensal preponderante de até 3 salários mínimos, por intermédio do financiamento de projetos de
investimentos e ações integradas em assentamentos precários.

4.8.2. FONTE DE RECURSOS

O PMI é implementado com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).




105
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.8.3. COMO PARTICIPAR

As solicitações de apoio são encaminhadas ao BNDES por meio de Carta-Consulta - preenchida segundo
as orientações para Consulta Prévia, disponível no site – www.bndes.gov.br – e enviada pelo
proponente, ao:

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES
Área de Planejamento - AP
Departamento de Prioridades - DEPRI
Av. República do Chile, 100 - Protocolo - Térreo
20031-917 - Rio de Janeiro, RJ.

O processo de seleção é realizado, conforme calendário definido pelo Ministério das Cidades. Estados,
Distrito Federal e municípios devem enviar suas solicitações, por meio de Carta-Consulta, para o BNDES
, que fará o enquadramento e a seleção das propostas de operações de crédito, na forma prevista na IN
N° 45, de 13 de setembro de 2007.

As propostas consideradas enquadradas serão encaminhadas, pelo BNDES, ao Ministério das Cidades,
conforme modelo de carta-consulta definido na IN N° 45, de 13/09/07, para fins de realização do
processo de seleção. Esse processo de seleção consiste em ordenar, a partir do atendimento a critérios
definidos na IN N° 45/2007, e eleger as propostas consideradas prioritárias, até o limite estabelecido pelo
caput do art. 9º-I, da Resolução nº 2.827, de 30 de março de 2001, e suas alterações, do Conselho
Monetário Nacional. O processo de contratação observará a regulamentação dos Projetos Multissetoriais
Integrados, e ainda a legislação específica que rege o endividamento dos órgãos e entidades do setor
público.

4.8.4. LEGISLAÇÃO BÁSICA

Instrução Normativa nº 45, de 13/09/2007
Beneficiários finais
População em situação de vulnerabilidade social e com rendimento familiar mensal preponderante de até
3 salários mínimos.
Empreendimentos Financiáveis
Urbanização e implantação de infraestrutura básica no município inclusive em áreas de risco e de sub-
habitação.


106
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.9. Programa Crédito Solidário

O Ministério das Cidades alerta a população que o Programa Crédito Solidário se destina exclusivamente
ao financiamento habitacional para famílias organizadas por entidades da sociedade civil - Cooperativas,
associações, sindicatos, etc...

Assim, esclarecemos aos interessados que qualquer cobrança referente ao programa somente poderá
acontecer após a assinatura dos contratos entre as famílias beneficiárias e a Caixa Econômica federal.

4.9.1. PROGRAMA CRÉDITO SOLIDÁRIO

4.9.1.1. OBJETIVO DO PROGRAMA

O Programa Crédito Solidário tem como objetivo o financiamento habitacional a famílias de baixa renda
organizadas em associações, cooperativas, sindicatos ou entidades da sociedade civil organizada.
PARTICIPANTES E ATRIBUIÇÕES

Ministério das Cidades; Gestor das Aplicações dos recursos do Fundo de Desenvolvimento Social – FDS,
com a atribuição de implementar, monitorar e avaliar o Programa Crédito Solidário.

Caixa Econômica Federal – CAIXA; Agente Operador dos recursos do FDS, acompanha, fiscaliza e
controla os financiamentos.

População; Na qualidade de Beneficiários Finais, contratantes do financiamento junto ao Agente
Financeiro e responsáveis pelo cumprimento das responsabilidades inerentes à concessão do crédito.

Cooperativas habitacionais ou mistas, Associações e demais entidades privadas sem fins lucrativos; na
qualidade de Agentes Proponentes, responsáveis pela formulação e apresentação dos projetos a serem
financiados bem como da assistência necessária à realização das obras e serviços decorrentes.

4.9.1.2 BENEFICIÁRIOS DO PROGRAMA

As Famílias organizadas de forma associativa com renda bruta mensal de até R$ 1.125,00. Também
poderão participar famílias com renda bruta mensal entre R$ 1.125,01 e R$ 1.900,00, limitadas a:
a) 10% (dez por cento) da composição do grupo associativo ou;


107
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

b) 35% (trinta e cinco por cento) de composição do grupo associativo, no caso de propostas
apresentadas em municípios integrantes de regiões metropolitanas do grupo V de acordo com Quadro II .

Idosos acima de 60 anos, na cota correspondente em até 5% do número de unidades do
empreendimento. Quando o percentual for menor que uma unidade habitacional, poderá ser financiada
uma unidade.
É vedada a participação de famílias que:

a) Sejam titulares de financiamento habitacional ativo obtido com recursos do Fundo de Desenvolvimento
Social - FDS ou nas condições do Sistema Financeiro da Habitação - SFH;
b) Tenham sido beneficiadas pelo Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social - PSH, ou
quaisquer programas de subsídio habitacional de caráter federal, exceto quando houver composição de
subsídio federal, através de programas habitacionais, inclusive o PSH, com recursos liberados pelo
Programa Crédito Solidário para as famílias beneficiadas pelo Programa e;
c) Sejam proprietários ou promitentes compradores de imóvel residencial, ressalvada a modalidade
conclusão, ampliação ou reforma de unidade habitacional.
As operações contratadas no âmbito do Programa Crédito Solidário serão incluídas no Cadastro Nacional
de Mutuários – CADMUT, com vistas a não concessão de mais de um financiamento/subsídio ao mesmo
adquirente.

4.9.1.3. O QUE PODE SER FINANCIADO

AQUISIÇÃO DE TERRENO E CONSTRUÇÃO:

Financiamento para aquisição de terreno e material de construção com respectivas despesas de
legalização, obras e serviços que resultem em unidade habitacional.

CONSTRUÇÃO EM TERRENO PRÓPRIO:

Financiamento de material de construção, obras e serviços de edificação para construção em terreno
próprio do beneficiário final, que resulte em unidade habitacional.

CONSTRUÇÃO EM TERRENO DE TERCEIROS:



108
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Financiamento de material de construção, obras e serviços de edificação da unidade habitacional do
beneficiário final em terreno de terceiros.

CONCLUSÃO, AMPLIAÇÃO OU REFORMA DE UNIDADE HABITACIONAL:

Financiamento de material de construção, obras e serviços, com vistas a sanar problemas de
salubridade, segurança, habitabilidade ou problema de adensamento excessivo.

AQUISIÇÃO DE UNIDADE CONSTRUÍDA:

Financiamento para aquisição de unidade construída com Habite-se expedido em até 180 dias.

Também poderão ser financiadas por essa modalidade, unidades habitacionais com Habite-se expedido a
mais de 6 e menos de 24 meses, desde que não tenham sido alienadas ou habitadas.

AQUISIÇÃO DE IMÓVEIS PARA REABILITAÇÃO URBANA COM FINS HABITACIONAIS:

Financiamento para aquisição de imóvel para reabilitação urbana com aquisição de material de
construção, obras e serviços para conclusão ou reforma, que resulte em unidades habitacionais de
interesse social.

4.9.1.4. CARACTERÍSTICAS DO FINANCIAMENTO

a) taxa de juros: dispensada a cobrança de juros.
b) prazo de carência: o previsto para execução das obras, limitado a no mínimo 6 (seis) meses e no
máximo de 24 (vinte e quatro) meses, podendo ser prorrogado até o máximo de 32 (trinta e dois) meses.
c) prazo para pagamento: Até 240 (duzentos e quarenta) meses.
d) comprometimento de renda: até 25% da renda familiar bruta apurada.
e) critério de atualização do saldo devedor: atualizado mensalmente pela mesma variação dos depósitos
de poupança.
f) prestação: parcela devida de amortização de acordo com o saldo devedor atualizado da operação e o
prazo de amortização.
g) seguro de danos físicos do imóvel: contratação a critério do Agente Financeiro em Apólice fornecida
pelo Agente Financeiro ou Apólice de mercado fora do Agente Financeiro, podendo ser individual ou em
grupo.


109
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

h) pontualidade no pagamento: As parcelas pagas até a data de vencimento terão um desconto mínimo
de 10% sobre seu valor. No mês em que todo o grupo associativo pagar pontualmente as prestações, a
entidade associativa receberá uma remuneração de 5% sobre o total do valor recebido.

4.9.1.5. LIMITES

NÚMERO DE UNIDADES HABITACIONAIS POR ENTIDADE:

A entidade proponente fica limitada a operar no máximo 3 (três) projetos ou 600 (seiscentas) unidades
habitacionais simultâneas, por unidade federativa, sendo computadas as selecionadas e as contratadas.
Um novo projeto na mesma unidade Federativa, somente será selecionado quando do cancelamento ou
da conclusão de um projeto anterior, sendo observados os limites acima definidos.

NÚMERO DE UNIDADES POR GRUPO ASSOCIATIVO:

O número de unidades habitacionais a serem produzidas por projeto levará em conta a população do
município, de acordo com o quadro abaixo:



Excepcionalmente, para os projetos que visem à construção de prédios em municípios com população
superior a 300 mil habitantes ou em Capitais Estaduais, o Ministério das Cidades poderá autorizar
projetos com número de unidades habitacionais a serem produzidas acima de 200 (duzentas) unidades
habitacionais.

O projeto cujo objeto seja imóvel ou terreno oriundo de Patrimônio Público ou Privado, caracterizados
como área de reabilitação urbana, poderá ter número de unidades habitacionais superior aos tetos
estabelecidos.


110
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

VALORES MÁXIMOS DE FINANCIAMENTO



Os municípios integrantes das demais Regiões Metropolitanas - RMs e Regiões Integradas de
Desenvolvimento Econômico – RIDEs, são enquadrados conforme o porte populacional.

VALOR DA PRESTAÇÃO A SER PAGA

Levando se em consideração o prazo de 240 meses para amortização do financiamento, o quadro abaixo
demonstra o valor aproximado a ser pago mensalmente.


VALOR MÁXIMO DE AVALIAÇÃO DO IMÓVEL

O valor máximo de avaliação do imóvel após construído não poderá ultrapassar R$ 72.000,00 (setenta e
dois mil reais).




111
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

CONTRAPARTIDA DOS BENEFICIÁRIOS

O Programa Crédito Solidário financiará no máximo 95% (noventa e cinco por cento) do valor de
investimento, sendo responsabilidade do contratante, o aporte mínimo de 5% (cinco por cento) de
contrapartida que poderá ser integralizado durante o período de obras, com recursos próprios, bens,
serviços economicamente mensuráveis ou parcerias relativas a componentes do investimento.

PROCESSO SELETIVO

O Processo Seletivo compreende o processo de Habilitação, Classificação e Seleção dos Agentes
Proponentes e dos Projetos.

PROCESSO DE HABILITAÇÃO:

Os Agentes Proponentes, objetivando sua participação no Programa, enviarão à Secretaria Nacional de
Habitação, Ofício de Consulta Prévia por meio de formulário eletrônico a ser disponibilizado no
sítio www.cidades.gov.br/habilitacaocreditosolidario, atendendo os critérios de exigibilidade a seguir
colocados, essenciais para o processo de habilitação. A Documentação comprobatória será entregue à
Caixa, juntamente com o projeto proposto.

a) Atividade regular da entidade por no mínimo 3 (três) anos;
b) Cópia do estatuto social da entidade atualizado;
c) Experiência na Gestão de obras habitacionais e;
d) Transparência na gestão da entidade.

PROCESSO DE CLASSIFICAÇÃO

Os projetos apresentados pelos agentes proponentes serão avaliados pelos Agentes Financeiros com
base nos critérios de Classificação a seguir, para pontuação final a ser realizada na Secretaria Nacional
de Habitação do Ministério das Cidades. A seguinte documentação básica deverá ser apresentada na
Caixa juntamente com o projeto proposto:

Habilitação da entidade para o Programa Crédito Solidário, disposto no endereço
eletrônico:www.cidades.gov.br/habilitacaocreditosolidario



112
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Documentação do terreno que será objeto da intervenção do Programa, conforme previsto na Lei nº
10.257, de 10 de julho de 2001 – Estatuto das Cidades.

Projeto Básico de Arquitetura e Orçamento Base do empreendimento.

Ficha Resumo do Empreendimento – FRE, definida pelo Agente Financeiro.

CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO

Os projetos serão avaliados e pontuados de acordo com os seguintes critérios:

Priorização por Conselho Estadual ou Municipal de HIS e/ou pelo Plano Local de HIS: Avalia o grau de
prioridade de atendimento definido pela gestão e planejamento municipal.

Localização Geográfica: Avalia a localização geográfica do empreendimento, priorizando as cidades de
maior população e déficit habitacional.

Localização Urbana: Avalia o posicionamento da área onde será implantado o empreendimento em
relação à cidade.

Estágio de Elaboração de Projetos: Avalia o estágio de elaboração do projeto.
Licenciamento do Projeto: Avalia o estágio de licenciamento do empreendimento junto aos órgãos
competentes.
Componentes de infraestrutura do Projeto: Avalia a qualidade da infraestrutura prevista, e as soluções
diferenciadas ou acrescidas ao projeto.

Parcerias ao Projeto: Avalia o projeto de acordo com as parcerias estabelecidas para o desenvolvimento
das atividades, com prevalência de parceiros públicos aos privados, excetuando às parcerias solidárias
com entidades congêneres para a implantação do projeto.

Variável Social ou de Sustentabilidade: Avalia o projeto em função de variáveis de interesse social, como
atendimento à população em vulnerabilidade social, tais como, trabalhadoras domésticas, pescadores e
comunidades tradicionais (quilombolas, indígenas, extrativistas, ribeirinhos, entre outras). As variáveis de
sustentabilidade ambiental ou social são relativas ao reuso de águas pluviais, aquecimento solar, manejo
de resíduos sólidos, integração com projetos de geração de renda ou com projetos de interesse


113
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

estratégico (reabilitação urbana, integração com outros projetos/programas sociais de esfera pública ou
da iniciativa privada).

CLASSIFICAÇÃO E SELEÇÃO DOS PROJETOS

Os projetos serão recebidos pelos Agentes Financeiros habilitados e a classificação e seleção serão
efetuadas pela Secretaria Nacional de Habitação do Ministério das Cidades, consultada a Secretaria
Executiva ou o Gabinete do Ministro das Cidades. A classificação e seleção dos projetos consistem em
eleger até o limite dos recursos orçamentários alocados ao programa por Região Geográfica, conforme
Plano de Aplicação e Metas do FDS e ordenar os projetos selecionados, de acordo com a pontuação de
classificação obtida.

Os Agentes Proponentes terão até 90 (noventa) dias contados a partir da divulgação da seleção do
projeto no sítio eletrônicowww.cidades.gov.br/creditosolidario, para efetivar a contratação junto aos
Agentes Financeiros.

ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DO PROGRAMA

O acompanhamento e a avaliação dos contratos e da execução dos projetos serão exercidos
solidariamente pelos Agentes envolvidos da forma que segue:

PELOS BENEFICIÁRIOS FINAIS:

Pelos Beneficiários finais que comporão a Comissão de Acompanhamento de Obras - CAO e a Comissão
de Representantes do Empreendimento - CRE.

PELO AGENTE FINANCEIRO:

Acompanha a execução das obras e serviços definidos no Cronograma de Obras apresentado pelo
Agente Proponente para que o repasse de nova parcela de recursos possa ser realizado.

PELO AGENTE OPERADOR:

Encaminha ao Gestor das Aplicações, relatórios mensais de acompanhamento do Programa e dos
Projetos, conforme modelo definido pela Secretaria Nacional de Habitação.


114
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

PELO GESTOR DAS APLICAÇÕES:

Recebe do Agente Operador, até o último dia útil do mês, relatório de acompanhamento do Programa
Crédito Solidário definido pela Secretaria Nacional de Habitação, entre outras informações e dados que
se fizerem necessários.


4.10. Carta de Crédito Associativo

4.10.1. Definição do Programa

O Programa objetiva conceder financiamentos a pessoas físicas, associadas em grupos formados por
condomínios, sindicatos, cooperativas, associações, Companhias de Habitação (COHAB) ou empresas
do setor da construção civil.

O programa permite a produção de lote urbanizado, a construção de unidade habitacional ou a aquisição
de unidade nova produzida no âmbito do próprio programa.

Existe também uma modalidade denominada - Reabilitação Urbana - por intermédio da qual o grupo
associativo poderá adquirir unidades usadas e executar obras voltadas à recuperação e ocupação para
fins habitacionais.

4.10.2. Necessidades que o programa pode atender

Aquisição e construção de Unidades Habitacionais, Reabilitação Urbana e Produção de Lotes
Urbanizados.

4.10.3. Legislação Básica

Resolução do Conselho Curador do FGTS nº 475, de 31 de maio de 2005.
Instruções Normativas do Ministério das Cidades:
nº 14, de 13 de junho de 2005;
nº 18, de 23 de junho 2005; e
nº 26, de 29 de setembro de 2005.



115
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.10.4. FONTE DE RECURSOS

Recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), como fonte dos financiamentos
concedidos;
Contrapartida dos tomadores, de no mínimo 7,5% (na modalidade Reabilitação Urbana) ou 5% (nas
demais modalidades), referente ao valor de venda ou de produção do imóvel não financiável pelo FGTS.
Pode ser representada pelo pagamento de juros e outros encargos financeiros durante a fase de obra.

O FGTS pode ser utilizado como contrapartida durante a fase de construção, desde que atendidas as
condições específicas relativas ao saque da conta vinculada.

4.10.5. DESTINATÁRIOS FINAIS DO PROGRAMA

Podem acessar os financiamentos pessoas físicas com renda familiar mensal bruta máxima de R$
3.900,00 para obtenção de financiamentos nas modalidades Aquisição, Construção de Unidades
Habitacionais e Reabilitação Urbana; e R$ 1.500,00 para obtenção de financiamentos na modalidade
Produção de Lotes Urbanizados.

Há ainda as Operações Especiais que admitem renda familiar mensal superior a R$ 3.900,00 e até R$
4.900,00.

Somente poderão ser concedidos financiamentos com recursos do FGTS a pretendentes, pessoas
físicas, que não detenham, em qualquer parte do país, outro financiamento nas condições do SFH, e não
sejam proprietários, promitentes compradores ou titulares de direito de aquisição de imóvel residencial no
atual local de domicílio nem onde pretendam fixá-lo.

4.10.6. PARTICIPANTES E SUAS PRINCIPAIS FUNÇÕES

Ministério das Cidades - MCidades - Gestor da Aplicação

Regulamentar o programa, à luz das normas baixadas pelo Conselho Curador do FGTS, e realizar a
gestão, acompanhamento e a avaliação do programa.




116
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Caixa Econômica Federal (Agente Operador do FGTS)

Contratar, em nome do FGTS, operações de empréstimo com os Agentes Financeiros por ela habilitados
a participar do programa.

Agentes Financeiros

Contratar operações de empréstimo com o Agente Operador e operações de financiamento com os
beneficiários finais do programa.

Administração pública estadual, do Distrito Federal ou municipal, direta ou indireta

O poder público não participa diretamente do programa. Sua participação, contudo, é desejável para fins
de redução de exigências construtivas, taxas ou emolumentos.

Entidades Organizadoras do Grupo Associativo

Responsáveis pela formação e apresentação, ao agente financeiro, do grupo associativo; pelo
cumprimento, em nome do grupo, das exigências necessárias à contratação das operações de
financiamento; e pela orientação dos beneficiários finais com relação aos seus direitos e obrigações
decorrentes dos financiamentos contratados.

4.10.7. CONDIÇÕES ESPECÍFICAS DO PROGRAMA

Descontos nos financiamentos a pessoas físicas. Todo cidadão com rendimento familiar mensal de até
R$ 1.500,00 possui direito a descontos nos seus financiamentos concedidos com recursos do FGTS. Os
descontos representam o pagamento do custo financeiro da operação de crédito, isto é, o custo bancário
do financiamento concedido. Por intermédio desse desconto é possível o cidadão obter um financiamento
com juros de 6% ao ano ao invés de 8,16% ao ano.

Os descontos oferecem ainda o pagamento de parte do valor de venda ou de produção do imóvel até o
limite de R$ 14.000,00.

O desconto para pagamento de parte do valor de venda ou de produção do imóvel varia de acordo com a
combinação dos seguintes fatores:


117
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

- Renda familiar do cidadão (e o correspondente financiamento obtido);
- Localização do imóvel (considerando o porte do município, capitais estaduais e regiões metropolitanas);
- Modalidade operacional pretendida (construção, conclusão, ampliação, reforma, melhoria, cesta de
material de construção, aquisição de imóvel novo, aquisição de imóvel usado, reabilitação urbana ou lotes
urbanizados).

4.10.8. CÁLCULO DO VALOR DE FINANCIAMENTO

O cidadão terá acesso a um valor de financiamento de acordo com sua capacidade de pagamento. A
capacidade de pagamento é analisada, caso a caso, pelo Agente Financeiro, levando em consideração,
entre outros fatores, sua renda familiar. Não há valores de financiamento previamente estabelecidos.
Além disso, o FGTS não financia 100% do valor do imóvel, sendo necessária uma contrapartida.

4.10.9. COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR DO CIDADÃO

O cidadão que não possui Carteira de Trabalho assinada, contracheque ou outra maneira de comprovar,
formalmente, seu rendimento mensal também poderá pleitear financiamento com recursos do FGTS. Os
Agentes Financeiros buscarão caracterizar a renda familiar do cidadão por intermédio de questionário
específico.




118
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Informações Gerais sobre as Operações do Programa
a) Tipo de operação:
Financiamentos a pessoas físicas, associadas em grupos formados por condomínios, sindicatos,
cooperativas, associações, Companhias de Habitação (COHAB) ou empresas do setor da construção
civil.
b) Modalidades:
Aquisição de Unidades Habitacionais;
Construção de Unidades Habitacionais;
Reabilitação Urbana;
Produção de Lotes Urbanizados.
c) Características de localização: todo o território nacional
d) Limites operacionais:
Habitação/Operações Especiais



Para contratos firmados até 31/12/2005, nos municípios integrantes das regiões metropolitanas dos
estados do rio de janeiro e São Paulo e do Distrito Federal, serão aplicados os seguintes limites:

Habitação/Operações Especiais


e) Condições das aplicações:


119
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br



As taxas acima são acrescidas de 2,16% ao ano (pessoas físicas).

Para famílias com renda até R$ 1.500,00, o diferencial de 2,16% ao ano é suportado pelo FGTS
(desconto).

4.10.10. Limite de idade do proponente

Para cobertura securitária, a idade do proponente mais idoso, somada ao prazo de amortização, não
pode ultrapassar 80 anos.

É importante observar que os limites de contrapartida e prazo de amortização podem sofrer alterações
para mais (contrapartida) ou para menos (prazo de amortização), a critério dos agentes financeiros.

As taxas de juros e limites de renda familiar e valores de venda/avaliação/investimento não mudam.

4.11. Ação de Apoio à Produção Social da Moradia

4.11.1. OBJETIVO

A Ação de Apoio à Produção Social da Moradia, do Programa de Habitação de Interesse Social, operada
com recursos oriundos do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social – FNHIS, válida para o
período 2008/2011, possui por objetivo apoiar entidades privadas sem fins lucrativos, vinculadas ao setor
habitacional, no desenvolvimento de ações integradas e articuladas que resultem em acesso à moradia
digna, situada em localidades urbanas ou rurais, voltada a famílias de baixa renda, assim consideradas
aquelas que recebam até R$ 1.125,00 (um mil, cento e vinte e cinco reais) de rendimento mensal bruto. A
Ação de Produção Social da Moradia será implementada por intermédio das seguintes modalidades:
Produção ou Aquisição de Unidades Habitacionais; Produção ou Aquisição de Lotes Urbanizados; e
Requalificação de Imóveis.



120
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.11.2. FONTE DE RECURSOS

Os recursos do programa são do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social acrescidos das
contrapartidas obrigatórias das entidades privadas sem fins lucrativos vinculadas ao setor habitacional.
Como Participar

Podem participar os dirigentes máximos das entidades privadas sem fins lucrativos que tenham sido
habilitadas a participar do programa, nos termos do Capítulo III das Resoluções nº 18 e nº 19, de 2008,
do Conselho Gestor do FNHIS.

São considerados dirigentes aqueles que possuam vínculo com a entidade privada sem fins lucrativos e
detenham qualquer nível de poder decisório, assim entendidos os conselheiros, presidentes, diretores,
superintendentes, gerentes, dentre outros.

O repasse de recursos para Produção Social da Moradia é feito após a realização das fases de
habilitação e de seleção das propostas apresentadas pelas entidades privadas sem fins lucrativos.

A habilitação é pré-requisito para que as entidades possam participar da fase de seleção das propostas.
O processo de habilitação inicia-se com o preenchimento de formulário eletrônico específico junto ao
Agente Operador da Ação (Caixa Econômica Federal). Nesta etapa, os representantes das entidades
privadas sem fins lucrativos também devem apresentar os documentos necessários à habilitação.

O enquadramento e o processo de seleção das propostas são feitos entre as entidades habilitadas, que
deverão preencher formulário específico, sob a forma de consulta-prévia, que estará disponível no sítio
eletrônico do Ministério das Cidades.

Cabe ao Ministério das Cidades a aprovação e a divulgação das propostas selecionadas, que passarão
às fases de análise de viabilidade técnica e de contratação, a cargo do Agente Operador (Caixa
Econômica Federal).

4.11.3. LEGISLAÇÃO BÁSICA

A Ação, por utilizar recursos do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS), está sujeita à
lei 11.124/2005, de acordo com as alterações feitas após a sanção da lei 11.578/2007.



121
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

As regras para a Ação foram definidas por meio das Resoluções nº 18, de 19 de março de 2008, e nº 19,
de 16 de junho de 2008, e nº 20, de 17 de setembro de 2008, todas do Conselho Gestor do FNHIS
(CGFNHIS). A seleção de 2008 é regida pela Instrução Normativa nº 47, de 8 de outubro de 2008, do
Ministério das Cidades, que aprovou seu Manual para apresentação de propostas.

4.11.4. BENEFICIÁRIOS FINAIS

São considerados beneficiários finais, exclusivamente, os associados da entidade, vedada a participação
de:
a) famílias com renda mensal superior a R$ 1.125,00 (um mil, cento e vinte e cinco reais);
b) proprietários, promitentes compradores ou titulares de direito de aquisição, arrendamento ou uso de
imóvel residencial, regular, com padrão mínimo de edificação e habitabilidade, definido pelas posturas
municipais, e dotada de infraestrutura mínima (água, esgoto e energia), em qualquer parte do país;
c) beneficiários de recursos orçamentários da União repassados com a finalidade de provisão
habitacional; ou
d) titulares de contrato de financiamento obtido com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço
- FGTS ou em condições equivalentes ao Sistema Financeiro da Habitação – SFH, em qualquer parte do
país.
A seleção dos beneficiários finais deve obedecer ao disposto no Manual para a apresentação de
propostas da Ação, bem como a critérios técnicos, objetivos e previamente definidos, que deverão estar
previstos em atas de assembleias ou reuniões ou no regimento interno da entidade.
Participantes e Atribuições

Ministério das Cidades, na qualidade de Gestor, responsável por:
a) realizar a gestão, a coordenação geral, a gerência, o acompanhamento e a avaliação da execução e
dos resultados das ações;
b) estabelecer as diretrizes gerais e os procedimentos operacionais para a implantação das ações;
c) consignar recursos no FNHIS para execução das ações;
d) realizar o processo de análise e seleção das propostas apresentadas pelos Proponentes/Agentes
Executores, com vistas à celebração dos contratos de repasse;
e) descentralizar os créditos orçamentários e financeiros para a CEF; e
f) manter o Conselho Gestor do FNHIS informado da execução e acompanhamento da ação.
Caixa Econômica Federal – CEF, na qualidade de Agente Operador, responsável por:
a) celebrar os contratos de repasse, após seleção pelo Ministério das Cidades, promovendo sua
execução orçamentário-financeira;


122
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

b) acompanhar e verificar a evolução física, o cumprimento do objeto contratual e fornecer condições
para quantificar valor de parcela de liberação de recursos para o empreendimento;
c) verificar o cumprimento da exigência de preenchimento do cadastro sócio-econômico de beneficiários
do programa por meio do Cadastro Único (CadÚnico), em conformidade com as diretrizes contidas neste
Anexo;
d) manter o Ministério das Cidades informado sobre o andamento dos projetos e encaminhar documentos
necessários ao processo de acompanhamento e avaliação da execução e dos resultados das ações;
e) observar as disposições da Lei nº. 11.124, de 16 de junho de 2005, bem como do Decreto nº. 5.796, de
6 de junho de 2006;
f) validar a documentação apresentada no processo de habilitação das entidades privadas sem fins
lucrativos vinculadas ao setor habitacional; e
g) administrar a participação financeira dos beneficiárias do FNHIS, promovendo sua inclusão no
Cadastro de Mutuários – CADMUT.
Entidades privadas sem fins lucrativos, na qualidade de Proponentes/Agentes Executores, responsáveis
por:
a) encaminhar ao Ministério das Cidades, na forma e condições por este estabelecidas, suas propostas
para fins de participação na Ação de Apoio à Produção Social da Moradia;
b) apresentar, ao Ministério das Cidades e ao Agente Operador, sempre que solicitados, seus atos
constitutivos e elementos que comprovem seu regular funcionamento;
c) gerenciar as obras e serviços necessários à consecução do objeto do repasse dos recursos do FNHIS,
responsabilizando-se pela sua conclusão e adequada apropriação pelos beneficiários finais;
d) selecionar os beneficiários finais, observados os critérios normativamente definidos;
e) responsabilizar-se pelo aporte da contrapartida mínima aos recursos repassados pelo FNHIS;
f) prestar contas dos recursos repassados pelo FNHIS; e
g) fornecer ao Ministério das Cidades e ao Agente Operador, sempre que solicitadas, informações sobre
as ações desenvolvidas referentes aos recursos repassados pelo FNHIS.
h) As entidades privadas sem fins lucrativos deverão ainda promover, junto às prefeituras municipais, o
cadastramento dos beneficiários no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal
(CadÚnico).
i) Cabe exclusivamente aos seus respectivos dirigentes pleitear a habilitação das entidades privadas sem
fins lucrativos e, uma vez habilitadas, o repasse dos recursos do FNHIS.

Famílias atendidas – Beneficiários, responsáveis por:
a) fornecer, aos Proponentes/Agentes Executores, dados cadastrais e sócio-econômicos na forma
prevista no CadÚnico;


123
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

b) participar, de forma individual ou associada, em todas as etapas do projeto, no controle da gestão dos
recursos financeiros da União destinados ao programa, bem como na manutenção do patrimônio gerado
por estes investimentos;
c) apropriar-se corretamente dos bens e serviços colocados à sua disposição; e
d) contribuir, dentro de suas possibilidade, com o retorno dos investimentos efetuados.




Os limites dispostos no Quadro 1 poderão ser acrescidos em até 20% (vinte por cento), nos casos de
construção ou aquisição de unidades habitacionais verticalizadas multifamiliares, admitido ainda o
acréscimo referente ao custo do trabalho social.



124
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

A população dos municípios tomará por base os números da Contagem da População/2007, realizada
pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, do Ministério do Planejamento, Orçamento e
Gestão.

Para fins de estabelecimento da população urbana, será utilizado o mesmo percentual em relação à
população total do município, observado no Censo Demográfico IBGE /2000.
Legenda:
(1) Entidades privadas sem fins lucrativos interessadas em participar do programa
(2) Agente Operador
(3) Ministério das Cidades
(4) Entidades privadas sem fins lucrativos habilitadas

Instruções Normativas
Documentos necessários à habilitação(somente para visualização)
Manual para Apresentação de Propostas
Listas das Entidades Habilitadas (2008)
Resultado dos Recursos da Ação de Apoio à Produção Social da Moradia
Orientações para Celebração de Contrato de Repasse
Resultado da Seleção do Programa Social da Moradia (Entidades Habilitadas - 12/06/2009)
Produção Social da Moradia entrega primeiro empreendimento

4.12. Ação Provisória Habitacional de Interesse Social

4.12.1. A Ação

A ação divide-se em quatro modalidades: a) Produção ou Aquisição de Unidades Habitacionais; b)
Produção ou Aquisição de Lotes Urbanizados; c) Requalificação de Imóveis; d) Apoio à Prestação de
Serviços de Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social.

As modalidades a, b e c são de responsabilidade do Departamento de Urbanização de Assentamentos
Precários da Secretaria Nacional de Habitação e estão descritas no manual para apresentação de
propostas do ano de 2008. Para acessar o manual, clique aqui.



125
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

A modalidade de letra “d”, Apoio à Prestação de Serviços de Assistência Técnica para Habitação de
Interesse Social, é de responsabilidade do Departamento de Produção Habitacional, da Secretaria
Nacional de Habitação, descrita em manual específico, que pode ser acessado aqui.

4.12.2. OBJETIVO

A ação objetiva apoiar estados, Distrito Federal e municípios no acesso da população com renda familiar
mensal de até R$ 1.050,00 (um mil e cinqüenta reais) à habitação digna, regular e dotada de serviços
públicos, em localidades urbanas ou rurais, mitigando as desigualdades sociais e contribuindo para a
ocupação urbana planejada.

Seleção de Beneficiários finais

Seleção de Beneficiários Finais

O processo de seleção dos beneficiários é responsabilidade dos Proponentes/Agentes Executores e
deverá obedecer, no mínimo, aos seguintes critérios de atendimento:
a) cidadãos idosos, na forma da Lei nº. 10.741, 1º de outubro de 2003, ou cidadãos portadores de
necessidades especiais, na forma do Decreto nº. 5.296, de 2 de dezembro de 2004;
b) famílias com menor renda per capita;
c) famílias com maior número de dependentes;
d) mulheres responsáveis pelo domicílio; e
e) outros critérios, a juízo dos Proponentes/Agentes Executores, desde que com objetivo de melhor
retratar a vulnerabilidade socioeconômica dos beneficiários.

É vedada a seleção de beneficiário final que:
a) seja titular de contrato de financiamento obtido com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de
Serviço - FGTS ou em condições equivalentes ao Sistema Financeiro da Habitação – SFH, em qualquer
parte do país;
b) seja proprietário, promitente comprador ou titular de direito de aquisição, arrendamento ou uso de
imóvel residencial, regular, com padrão mínimo de edificação e habitabilidade, definido pelas posturas
municipais, e dotada de infra-estrutura mínima (água, esgoto e energia), em qualquer parte do país; ou,
c) já tenha recebido benefícios similares oriundos de recursos orçamentários da União.
d) tenha renda familiar superior a R$ 1.050,00 (um mil e cinqüenta reais).



126
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Modalidades
Produção ou Aquisição de Unidades Habitacionais
Produção ou Aquisição de Lotes Urbanizados
Requalificação de Imóveis

4.13. Habitação de Interesse Social

4.13.1. FONTE DE RECURSOS

Os recursos do programa são do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social acrescidos das
contrapartidas obrigatórias de estados, municípios e Distrito Federal. Os recursos do FNHIS são do
Orçamento Geral da União - OGU.

4.13.2. COMO PARTICIPAR

Podem participar do programa o Chefe do Poder Executivo dos estados, do Distrito Federal e dos
municípios ou seu representante legal e os dirigentes máximos de órgãos da administração indireta dos
estados, do Distrito Federal e dos municípios.

O programa pode ser acessado de duas formas:
a) Emenda parlamentar à Lei Orçamentária Anual (LOA).
Quando acessado através de emenda parlamentar, o agente executor deve aguardar comunicação do
MCidades e da Caixa para envio de documentação. A intervenção deve seguir as regras do programa,
enquadrar-se em seus objetivos e diretrizes.
b) seleção pública de propostas realizada periodicamente pelo Ministério das Cidades.
Para participar da seleção pública, o proponente deve preencher formulário eletrônico do programa,
disponível no site no período de seleção, para envio de proposta, que será analisada pelos técnicos do
Ministério.

4.13.3. LEGISLAÇÃO BÁSICA

O programa, como utiliza recursos do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS), está
sujeito às leis e decretos que o regulamentam, lei 11.124/05 e Decreto nº 5.796/06.




127
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

As regras do programa em 2008 foram aprovadas em resolução do Conselho Gestor do FNHIS. A
seleção de 2009 é regida pela Resolução nº 27, de 3 de julho de 2009, e Instrução Normativa nº
33, de 9 de julho de 2009, que aprova o manual.
Instrução Normativa Nº 27, de 14 de junho de 2007
Instrução Normativa para Trabalho Social UAP

4.13.4. CONTRAPARTIDA

A contrapartida é o valor que o Proponente/Agente Executor deverá aportar para a execução do projeto.
O valor da contrapartida é definido pela Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO. Para o ano de 2009, trata-
se da Lei nº 11.768, de 14 de agosto de 2008, que define, em seu Art. 40, os seguintes percentuais:




Estes valores poderão ser reduzidos mediante justificativa do titular do órgão concedente, de acordo com
o previsto nos incisos do § 2o do Art. 40, dessa mesma Lei nº 11.768.



128
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.13.5. BENEFICIÁRIOS FINAIS

A área de intervenção deverá ser ocupada ter no mínimo 60% (sessenta por cento) de famílias com renda
até R$ 1.050,00 (um mil e cinquenta reais), e, ainda:
a) ser ocupada há mais de cinco anos; ou,
b) estar localizada em situação que configure risco ou insalubridade, ou seja, objeto de legislação que
proíba a utilização para fins habitacionais, nestes casos, em qualquer período de ocupação.

4.13.6. PARTICIPANTES E ATRIBUIÇÕES

Ministério das Cidades – MCIDADES, na qualidade de Gestor, responsável por:
a) realizar a gestão, a coordenação geral, a gerência, o acompanhamento e a avaliação da execução e
dos resultados das ações;
b) estabelecer as diretrizes gerais e os procedimentos operacionais para a implantação das ações;
c) consignar recursos no FNHIS para execução das ações;
d) realizar o processo de análise e seleção das propostas apresentadas pelos Proponentes/Agentes
Executores com vistas à celebração dos contratos de repasse;
e) descentralizar os créditos orçamentários e financeiros à CAIXA; e
f) manter o Conselho Gestor do FNHIS informado da execução e acompanhamento das ações.
Caixa Econômica Federal – CAIXA, na qualidade de Agente Operador, responsável por:
a) celebrar os contratos de repasse, após análise e seleção pelo Mcidades, promovendo sua execução
orçamentário-financeira;
b) acompanhar e atestar a execução do objeto das contratações efetuadas;
c) verificar o cumprimento por parte dos Proponentes/Agentes Executores da exigência de preenchimento
do cadastro sócio-econômico dos beneficiários do programa por meio do Cadastro Único (CadÚnico), em
conformidade com as diretrizes contidas neste manual;
d) manter o Gestor informado sobre o andamento dos projetos e encaminhar documentos necessários ao
processo de acompanhamento e avaliação da execução e dos resultados das ações;
e) observar as disposições da Lei nº11.124, de 16 de junho de 2005, bem como do Decreto nº5.796, de 6
de junho de 2006.




129
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Administração Pública do Estado, do Distrito Federal ou Município, direta ou indireta, na qualidade de
Proponentes/Agentes Executores:
a) encaminhar ao MCIDADES suas propostas para fins de seleção, sob forma de consulta - prévia;
b) executar os trabalhos necessários à consecução do objeto contratado, observando critérios de
qualidade técnica, os prazos e os custos previstos contratualmente;
c) selecionar os beneficiários em conformidade com as diretrizes contidas neste Manual;
d) cadastrar os beneficiários no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
e) estimular a participação dos beneficiários em todas as etapas do projeto, na gestão dos recursos
financeiros da União destinados ao programa, bem como na manutenção do patrimônio gerado por estes
investimentos;
f) prestar contas dos recursos transferidos pela União;
g) manter/utilizar adequadamente o patrimônio público gerado pelos investimentos; e,
h) fornecer ao MCIDADES, a qualquer tempo, informações sobre as ações desenvolvidas para viabilizar o
acompanhamento e avaliação do processo.

Famílias atendidas - Beneficiários
a) responsabilizar-se pelo fornecimento de dados cadastrais e sócio-econômicos, na forma prevista no
CadÚnico.
b) participar, de forma individual ou associada, em todas as etapas do projeto, no controle da gestão dos
recursos financeiros da União destinados ao programa, bem como na manutenção do patrimônio gerado
por estes investimentos; e,
c) apropriar-se corretamente dos bens e serviços colocados à sua disposição.




130
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.14. PLHIS

A Ação de apoio à elaboração de Planos Habitacionais de Interesse Social – PLHIS é componente do
Programa Habitação de Interesse Social e integra as ações financiadas pelo Fundo Nacional de
Habitação de Interesse Social – FNHIS.

Objetiva contribuir com Estados, DF e Municípios na formulação dos Planos Locais de Habitação com
foco na habitação de interesse social, para que esses construam com os agentes sociais um conjunto de
objetivos, metas, diretrizes e instrumentos de ação e intervenção para o setor habitacional.

A apresentação dos Planos Habitacionais, considerando as especificidades do local e da demanda, é
uma exigência para acesso, pelo ente federativo, aos recursos do Fundo Nacional de Habitação de
Interesse Social, nos termos da Lei nº. 11.124, de 16 de junho de 2005 - que dispõe sobre o Sistema
Nacional de Habitação de Interesse Social – SNHIS – e das Resoluções nºs 34, 30, 24, 15, 7 e 2 do
Conselho Gestor do FNHIS.

O planejamento habitacional, nos municípios e estados, é fundamental para a implementação das
diretrizes da Política Habitacional e a integração urbana, sobretudo, dos assentamentos precários. A
transferência de valores está condicionada ao tamanho da população local. Os valores máximos de
repasse para os municípios oscilam entre R$ 50.000,00 e R$ 80.000,00.

A Secretaria Nacional de Habitação já apoiou por meio do repasse de recursos do Fundo Nacional de
Habitação de Interesse Social 25 estados, o DF e cerca de 1.500 municípios na elaboração do PLHIS.


4.15. Programa Urbanização, Regularização e Integração de
Assentamentos Precários

4.15.1. OBJETIVOS

A ação objetiva apoiar estados, Distrito Federal e municípios nas intervenções necessárias à
regularização fundiária, segurança, salubridade e habitabilidade de população localizada em área
inadequada à moradia ou em situações de risco, visando a sua permanência ou realocação, por
intermédio da execução de ações integradas de habitação, saneamento ambiental e inclusão social.



131
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.15.2. FONTE DE RECURSOS

Os recursos do programa são do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social acrescidos das
contrapartidas obrigatórias de estados, municípios e Distrito Federal.

4.15.3. COMO PARTICIPAR

Podem participar do programa o Chefe do Poder Executivo dos estados, do Distrito Federal e dos
municípios ou seu representante legal e os dirigentes máximos de órgãos da administração indireta dos
estados, do Distrito Federal e dos municípios.

O programa pode ser acessado de duas formas:
a) Emenda parlamentar à Lei Orçamentária Anual (LOA).
Quando acessado através de emenda parlamentar, o agente executor deve aguardar comunicação do
MCidades e da Caixa para envio de documentação. A intervenção deve seguir as regras do programa,
enquadrar-se em seus objetivos e diretrizes.
b) seleção pública de propostas realizada periodicamente pelo Ministério das Cidades.
Para participar da seleção pública, o proponente deve preencher formulário eletrônico do programa,
disponível no site no período de seleção, para envio de proposta, que será analisada pelos técnicos do
Ministério.

4.15.4. LEGISLAÇÃO BÁSICA

O programa, como utiliza recursos do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS), está
sujeito às leis e decretos que o regulamentam, lei 11.124/05 e Decreto nº 5.796/06.
As regras do programa em 2008 foram aprovadas em resolução do Conselho Gestor do FNHIS. A
seleção de 2009 é regida pela Resolução nº 27, de 3 de julho de 2009, e Instrução Normativa nº
33, de 9 de julho de 2009, que aprova o manual.


4.15.5. CONTRAPARTIDA

A contrapartida é o valor que o Proponente/Agente Executor deverá aportar para a execução do projeto.
O valor da contrapartida é definido pela Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO. Para o ano de 2009, trata-
se da Lei nº 11.768, de 14 de agosto de 2008, que define, em seu Art. 40, os seguintes percentuais:



132
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br




Estes valores poderão ser reduzidos mediante justificativa do titular do órgão concedente, de acordo com
o previsto nos incisos do § 2o do Art. 40, dessa mesma Lei nº 11.768.

4.15.6. BENEFICIÁRIOS FINAIS

A área de intervenção deverá ser ocupada ter no mínimo 60% (sessenta por cento) de famílias com renda
até R$ 1.050,00 (um mil e cinqüenta reais), e, ainda:
a) ser ocupada há mais de cinco anos; ou,
b) estar localizada em situação que configure risco ou insalubridade, ou seja, objeto de legislação que
proíba a utilização para fins habitacionais, nestes casos, em qualquer período de ocupação.
Participantes e Atribuições

Ministério das Cidades – MCIDADES, na qualidade de Gestor, responsável por:
a) realizar a gestão, a coordenação geral, a gerência, o acompanhamento e a avaliação da execução e
dos resultados das ações;
b) estabelecer as diretrizes gerais e os procedimentos operacionais para a implantação das ações;
c) consignar recursos no FNHIS para execução das ações;
d) realizar o processo de análise e seleção das propostas apresentadas pelos Proponentes/Agentes
Executores com vistas à celebração dos contratos de repasse;
e) descentralizar os créditos orçamentários e financeiros à CAIXA; e
f) manter o Conselho Gestor do FNHIS informado da execução e acompanhamento das ações.


133
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Caixa Econômica Federal – CAIXA, na qualidade de Agente Operador, responsável por:
a) celebrar os contratos de repasse, após análise e seleção pelo Mcidades, promovendo sua execução
orçamentário-financeira;
b) acompanhar e atestar a execução do objeto das contratações efetuadas;
c) verificar o cumprimento por parte dos Proponentes/Agentes Executores da exigência de preenchimento
do cadastro sócio-econômico dos beneficiários do programa por meio do Cadastro Único (CadÚnico), em
conformidade com as diretrizes contidas neste manual;
d) manter o Gestor informado sobre o andamento dos projetos e encaminhar documentos necessários ao
processo de acompanhamento e avaliação da execução e dos resultados das ações;
e) observar as disposições da Lei nº11.124, de 16 de junho de 2005, bem como do Decreto nº5.796, de 6
de junho de 2006.
Administração Pública do Estado, do Distrito Federal ou Município, direta ou indireta, na qualidade de
Proponentes/Agentes Executores:
a) encaminhar ao MCIDADES suas propostas para fins de seleção, sob forma de consulta - prévia;
b) executar os trabalhos necessários à consecução do objeto contratado, observando critérios de
qualidade técnica, os prazos e os custos previstos contratualmente;
c) selecionar os beneficiários em conformidade com as diretrizes contidas neste Manual;
d) cadastrar os beneficiários no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
e) estimular a participação dos beneficiários em todas as etapas do projeto, na gestão dos recursos
financeiros da União destinados ao programa, bem como na manutenção do patrimônio gerado por estes
investimentos;
f) prestar contas dos recursos transferidos pela União;
g) manter/utilizar adequadamente o patrimônio público gerado pelos investimentos; e,
h) fornecer ao MCIDADES, a qualquer tempo, informações sobre as ações desenvolvidas para viabilizar o
acompanhamento e avaliação do processo.

Famílias atendidas - Beneficiários
a) responsabilizar-se pelo fornecimento de dados cadastrais e sócio-econômicos, na forma prevista no
CadÚnico.
b) participar, de forma individual ou associada, em todas as etapas do projeto, no controle da gestão dos
recursos financeiros da União destinados ao programa, bem como na manutenção do patrimônio gerado
por estes investimentos; e,
c) apropriar-se corretamente dos bens e serviços colocados à sua disposição.




134
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.15.7. COMPOSIÇÃO DO INVESTIMENTO

Os recursos repassados para esta ação podem ser utilizados nas atividades descritas abaixo:



135
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br




































136
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.16. Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat-
PBQP-H

O PBQP-H, Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat, é um programa do Ministério
das Cidades que visa elevar os patamares da qualidade e produtividade da construção civil, por meio da
criação e implantação de mecanismos de modernização tecnológica e gerencial, contribuindo para
ampliar o acesso à moradia para a população de menor renda.

A busca por esses objetivos envolve um conjunto de ações, entre as quais se destacam: avaliação da
conformidade de empresas de serviços e obras, qualificação de materiais, componentes e sistemas
construtivos, capacitação profissional e assistência técnica à construção civil, normalização técnica,
capacitação laboratorial, avaliação de tecnologias inovadoras, informação ao consumidor e promoção da
comunicação entre os setores envolvidos. Dessa forma, espera-se o aumento da competitividade no
setor, a melhoria da qualidade de produtos e serviços, a redução de custos e a otimização do uso dos
recursos públicos. O objetivo, a longo prazo, é criar um ambiente de isonomia competitiva, que propicie
soluções mais baratas e de melhor qualidade para a redução do déficit habitacional no país, atendendo,
em especial, a produção habitacional de interesse social.

4.16.1. PROCEDIMENTOS

O que devo fazer para obter o nível “D” do SiAC em minha empresa?
Para aderir ao Sistema de Avaliação da Conformidade de Empresas de Serviços e Obras da Construção
Civil – SiAC, deve-se estabelecer, implementar e manter os requisitos constantes no Referencial
Normativo Nível “D” do Regimento do SiAC. Após documentar esses procedimentos em um Manual da
Qualidade e enviá-lo à Secretaria Executiva do SiAC, juntamente com a documentação institucional
exigida, a empresa, caso aprovada, passará a constar na lista de empresas avaliadas em conformidade
no site do PBQP-H, atualizada todo 5° dia útil do mês. A validade da adesão é de 6 meses, podendo ser
prorrogada por igual período, mediante o envio da declaração de prorrogação até a data de validade.

O Ministério das Cidades pode enviar uma certificação ou algum documento que comprove minha adesão
ao nível “D” do Regimento do SiAC?
Após o envio da Declaração de Adesão, Manual da Qualidade e documentação institucional, a empresa
terá 45 dias para responder a possíveis solicitações feitas pela equipe técnica do PBQP-H, sendo que o
registro de envio emitido pelo correio, ou o protocolo junto ao Ministério das Cidades, será válido como
comprovante de declaração durante esse período.


137
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Após os 45 dias, caso as pendências tenham sido sanadas, a empresa constará na lista de empresas
avaliadas em conformidade do SiAC. Essa lista, divulgada no site do PBQP-H, é válida como
comprovante de declaração de adesão durante os 6 meses de validade, ou, quando solicitado, no período
de prorrogação.

O certificado PBQP-H serve para dois ou mais CNPJ diferentes?
Quanto ao CNPJ, a certificação será concedida somente a um CNPJ, portanto deve-se ter um certificado
para cada uma das inscrições, no caso de um grupo de empresas.

Qual a validade da avaliação da conformidade no nível “D”? Vencida essa validade, a empresa poderá
manter-se no mesmo nível?
A validade da declaração de adesão no nível "D" é de 6 meses, prorrogável, por solicitação da empresa,
por mais 6 meses. Concluído o prazo de validade da Declaração (6 ou 12 meses, caso tenha havido
prorrogação), a empresa não poderá mais manter-se no nível "D", devendo, necessariamente, mudar de
nível.

Qual o prazo máximo para as certificações nos níveis C, B e A? Nesses níveis, a certificação será obtida
por meio de certificadoras no Estado da empresa?
Não há prazo máximo para manter-se nos níveis C, B e A, contudo deve-se estar atento ao que
determina o Acordo Setorial do Estado, pois a exigência dos níveis, pelo contratante, segue um
cronograma previamente estabelecido e envolve a exigência de níveis evolutivos, diferentes ao longo do
tempo.

Para a avaliação da conformidade nos níveis C, B e A, deve-se contatar um Organismo Certificador
Credenciado/Organismo Certificador de Obras, não necessariamente do mesmo Estado da empresa; no
site do PBQP-H, consta uma lista dos organismos autorizados a atuar no SiAC.




138
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.17. Programa de Aceleração do Crescimento - PAC

4.17.1. APRESENTAÇÃO

Em 22 de janeiro de 2007, o Governo Federal anunciou a criação do Plano de Aceleração do
Crescimento 2007 – 2010 (PAC) com o objetivo de superar os gargalos de infraestrutura do país,
mediante planejamento estratégico de médio e longo prazos, fortalecimento da regulação e da
competitividade, adequação dos instrumentos financeiros às perspectivas de longo prazo,
parcerias entre o setor público e o investidor privado e articulação entre os entes federativos.

Os projetos de infraestrutura priorizados foram reunidos em três eixos estratégicos com destaque
especial para Infraestrutura Social e Urbana, onde estão incluídos os Projetos Prioritários
de Investimentos – PPI para intervenções em favelas, sob a responsabilidade do Ministério das
Cidades, com a finalidade de executar ações integradas de habitação, saneamento e inclusão social.

A implementação das intervenções será amparada por ações/programas geridos pelo
Ministério das Cidades, cuja operacionalização é realizada pela Caixa Econômica Federal, na
qualidade de mandatária da União.

Ação 1: Apoio a Empreendimentos de Saneamento Integrado em Assentamentos Precários em
Municípios de Regiões Metropolitanas, de Regiões Integradas de Desenvolvimento Econômico
ou Municípios com mais de 150 mil habitantes (17.512.1128.006H)

Ação 2: Apoio à Urbanização de Assentamentos Precários (15.451.1128.0644).

Este manual tem, portanto, o objetivo de apresentar à administração pública estadual, do Distrito
Federal e municipal, direta e indireta, bem como à Caixa Econômica Federal, as
orientações necessárias ao processo de apresentação, seleção e análise das propostas de
intervenção.

4.17.2. OBJETIVO

As intervenções propostas deverão ter como objetivo precípuo a implantação de ações necessárias
à regularização fundiária, segurança, salubridade e habitabilidade de população localizada em


139
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

área inadequada à moradia, visando a sua permanência ou realocação, por intermédio da
execução de ações integradas de habitação, saneamento e inclusão social.

4.17.3. DIRETRIZES GERAIS

As propostas apresentadas observarão as seguintes diretrizes gerais:

Integração com outras intervenções ou programas da União, em particular com aqueles geridos pelo
Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, ou de demais esferas de
governo;

Atendimento à população residente em áreas sujeitas a fatores de risco, insalubridade ou
degradação ambiental;

Atendimento prioritário às famílias com menor renda per capita, com maior número de dependentes, à
mulher responsável pelo domicílio, aos idosos, aos portadores de deficiência, às 3 comunidades
quilombolas ou de etnias negra ou indígena, bem como a demandas apresentadas por movimentos
sociais, associações e grupos representativos de segmentos da população;

Promoção do ordenamento territorial das cidades, por intermédio da regular ocupação e uso do solo
urbano;

Promoção da melhoria da qualidade de vida das famílias beneficiárias, agregando-se às obras e
serviços a execução de trabalho técnico-social, com o objetivo de criar mecanismos capazes de
fomentar e valorizar as potencialidades dos grupos sociais atendidos; fortalecer os vínculos
familiares e comunitários; viabilizar a participação dos beneficiários nos processos de decisão,
implantação e manutenção dos bens e serviços, a fim de adequá-los às necessidades e à realidade
local, bem como a gestão participativa, que garanta a sustentabilidade do empreendimento;

Cobrança, sempre que possível, pelo Proponente / Agente Executor, de retorno financeiro dos
beneficiados, sob forma de parcelas mensais ou poupança prévia, de forma a que cada família contribua,
dentro de suas possibilidades, com o retorno dos investimentos aplicados em obras destinadas a sua
propriedade individual, de modo a compor recursos do fundo local de habitação de interesse social;
Os limites de participação financeira dos beneficiários devem ser definidos pelo conjunto da
comunidade beneficiada a partir de análise da situação socioeconômica de cada uma das famílias,


140
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

e, quando existente, por deliberação de conselho estadual ou municipal, onde estejam representados o
poder público, a iniciativa privada e a sociedade civil;

Articulação com as políticas públicas de saúde, saneamento, educação, cultura e desporto, assistência
social, justiça, trabalho e emprego, mobilidade urbana, entre outras; com seus conselhos
setoriais; com associações; e demais instâncias de caráter participativo;

Apoio e incentivo à elaboração de diretrizes, normas e procedimentos para prevenção e erradicação de
riscos em áreas urbanas vulneráveis, contemplando também a capacitação de equipes municipais,
a mobilização das comunidades envolvidas e a articulação dos programas dos três níveis de governo;

Apoio às atividades específicas de regularização fundiária por meio de implementação de planos e
projetos e de atividades jurídicas e administrativas no âmbito dos estados, Distrito Federal e
municípios, e

Compatibilização com Plano Diretor Municipal ou equivalente, ou com Plano de Ação Estadual ou
Regional, quando existentes, e com os instrumentos previstos no Estatuto da Cidade, de que trata a Lei
nº 10.257, de 10 de julho de 2001, e com a legislação local, estadual e federal.

4.17.4. DIRETRIZES ESPECÍFICAS

As propostas apresentadas observarão as seguintes diretrizes específicas:

Plena funcionalidade das obras e serviços propostos que deverão reverter-se, ao seu final, em benefícios
imediatos à população;

Caso a área de intervenção exija um nível de investimento superior ao limite repassado pela União, será
necessário apresentar concepção geral da proposta para o conjunto das famílias, considerando o
atendimento em etapas, que tenham, em si, a funcionalidade requerida neste item;

Atendimento às normas de preservação ambiental, eliminando ou mitigando os impactos ambientais
negativos na área objeto de intervenção e seu respectivo entorno ou, no caso de realocação de
famílias, na área anteriormente ocupada, evitando novas ocupações com a execução de obras de
urbanização e recuperação ambiental;



141
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

O reassentamento total de famílias deverá ocorrer somente nos casos em que o
assentamento precário esteja em área imprópria para uso habitacional e para local o mais próximo
possível da antiga área ocupada, tendo em vista as relações de vizinhança e emprego
estabelecidas, bem como da infraestrutura e equipamentos públicos existentes;

Nos projetos que envolvam o atendimento de famílias indígenas, quilombolas e outras comunidades
tradicionais, é indispensável análise e entendimento da especificidade social e institucional da
área de intervenção, bem como adequação metodológica, de modo a assegurar integral afinidade entre
as intervenções propostas e a realidade e demanda das comunidades objeto da intervenção;

Nesses casos, sempre que possível, os Proponentes / Agentes Executores deverão buscar interlocução
com os órgãos oficiais responsáveis pela questão como, por exemplo, a Fundação Nacional do Índio
do Ministério da Justiça - FUNAI, a Fundação Nacional de Saúde do Ministério da Saúde -
FUNASA, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária do Ministério do Desenvolvimento
Agrário - INCRA, a Fundação Cultural Palmares do Ministério da Cultura, a Secretaria Especial de
Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República – SEPPIR/PR, assim como
organizações do terceiro setor;

Os Proponentes/Agentes Executores devem cumprir o disposto no inciso I, do artigo 38, da Lei nº.
10.741, de 1º de outubro de 2003, que dispõe sobre o Estatuto do Idoso;

Nos projetos que envolvam a construção de unidades habitacionais serão observados os seguintes
aspectos:
a) segurança, salubridade e qualidade da edificação;
b) previsão, quando possível, de ampliação da unidade habitacional e método construtivo que
permita a execução desta ampliação com facilidade; e
c) compatibilidade do projeto com as características regionais, locais, climáticas e
culturais da área;
Adoção de soluções técnicas que eliminem barreiras arquitetônicas e urbanísticas, visando garantir a
acessibilidade;

Os projetos que envolvam a execução de obras e serviços de pavimentação deverão observar
os seguintes aspectos:


142
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

a) a pavimentação será admitida somente de forma conjugada às soluções de abastecimento
de água, esgotamento sanitário e drenagem pluvial, ou nos casos em que esses serviços já existam na
área a ser pavimentada; e
b) devem ser viabilizadas, prioritariamente, soluções alternativas à utilização de asfalto, tais
como bloquetes ou pedras que, além de possibilitarem maior segurança no trânsito, apresentam
reduzidos custos de execução e manutenção, favorecem o escoamento das águas pluviais
impermeabilizando menos os solos urbanos e podem ser fabricados e executados com ajuda da
própria comunidade, proporcionando, com isso, geração de trabalho e renda;

Atendimento às diretrizes do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat – PBQP-H,
principalmente no que diz respeito à utilização de materiais de construção produzidos em conformidade
com as normas técnicas, e preferencialmente, de empresas construtoras com certificados de
qualidade na área de atuação;

Os custos das ações de abastecimento de água, esgotamento sanitário, energia elétrica e iluminação
pública, em áreas operadas por concessionários privados desses serviços, não poderão ser pagos com
recursos do repasse da União, podendo, entretanto, constituir a contrapartida local; e

São vedados projetos que contemplem exclusivamente a aquisição de bens, materiais ou equipamentos
para execução de instalações ou serviços futuros.

4.17.5. ORIGEM DOS RECURSOS

Os recursos são provenientes das seguintes fontes:
a) Orçamento Geral da União - OGU;
b) contrapartida dos Agentes Executores; e
c) outras que vierem a ser definidas.
A contrapartida dos Agentes Executores fica definida na forma disposta na Lei de Diretrizes
Orçamentárias anual, observadas as orientações e os percentuais ali estabelecidos.

Obras e serviços executados antes da assinatura do contrato de repasse de recursos da União não
poderão ser aceitos como contrapartida, nem compor o valor do investimento, excetuadas as
despesas com a atualização/elaboração de projetos, desde que não tenham sido custeadas,
anteriormente, com recursos da União.



143
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Para efeitos de ressarcimento, somente serão aceitos projetos elaborados a menos de 18 meses da
data de assinatura do contrato de repasse.

Os estados, o Distrito Federal e os municípios, bem como seus respectivos órgãos da administração
indireta, deverão comprovar que os recursos referentes à contrapartida estão devidamente
assegurados.

4.17.6. QUEM PODE PLEITEAR OS RECURSOS

O Chefe do Poder Executivo dos estados, do Distrito Federal e dos municípios ou seu representante
legal.

Os dirigentes máximos de órgãos da administração indireta dos estados, do Distrito
Federal e dos municípios.

4.17.7. PARTICIPANTES E ATRIBUIÇÕES

Ministério das Cidades – MCIDADES, na qualidade de Gestor, responsável por:
a) realizar a gestão, a coordenação geral, a gerência, o acompanhamento e a avaliação da
execução e dos resultados das ações;
b) estabelecer as diretrizes gerais e os procedimentos operacionais para a implantação das
ações;
c) consignar recursos no orçamento para execução das ações;
d) realizar o processo de seleção das propostas apresentadas pelos Proponentes / Agentes
Executores com vistas à celebração dos contratos de repasse; e
e) descentralizar os créditos orçamentários e financeiros à CAIXA.
2 Caixa Econômica Federal – CAIXA, na qualidade de prestadora de serviço, responsável
por:
a) celebrar os contratos de repasse, após análise e seleção pelo MCIDADES, promovendo sua execução
orçamentário-financeira;
b) acompanhar e atestar a execução do objeto das contratações efetuadas;
c) verificar o cumprimento por parte dos Proponentes / Agentes Executores da exigência de
preenchimento do cadastro socioeconômico de beneficiários do programa, em conformidade com as
diretrizes contidas neste Manual;


144
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

d) manter o Gestor informado sobre o andamento dos projetos e encaminhar documentos necessários ao
processo de acompanhamento e avaliação da execução e dos resultados das ações; e
e) observar as disposições contidas no contrato de prestação de serviços assinado entre a CAIXA e o
MCIDADES para operacionalização dos programas.

Administração Pública do Estado, do Distrito Federal ou Município, direta ou indireta, na
qualidade de Proponentes / Agentes Executores:
a) encaminhar ao MCIDADES suas propostas para fins de seleção, sob forma de consulta-
prévia;
b) executar os trabalhos necessários à consecução do objeto contratado, observando critérios de
qualidade técnica, os prazos e os custos previstos contratualmente;
c) selecionar os beneficiários em conformidade com as diretrizes contidas neste Manual;
d) cadastrar os beneficiários no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal
(CadÚnico);
e) estimular a participação dos beneficiários em todas as etapas do projeto, na gestão dos recursos
financeiros da União destinados ao programa, bem como na manutenção do patrimônio gerado por estes
investimentos;
f) prestar contas dos recursos transferidos pela União;
g) manter/utilizar adequadamente o patrimônio público gerado pelos investimentos; e
h) fornecer ao MCIDADES, a qualquer tempo, informações sobre as ações desenvolvidas para viabilizar o
acompanhamento e avaliação do processo.

Famílias atendidas - Beneficiários
a) responsabilizar-se pelo fornecimento de dados cadastrais e socioeconômicos; na forma
prevista no CadÚnico.
b) participar, de forma individual ou associada, em todas as etapas do projeto, no controle da gestão dos
recursos financeiros da União destinados ao programa, bem como na manutenção do patrimônio gerado
por estes investimentos; e
c) apropriar-se corretamente dos bens e serviços colocados à sua disposição.

4.17.8. COMPOSIÇÃO DO INVESTIMENTO

As intervenções propostas deverão assegurar a adoção de medidas efetivas para a
estabilização da expansão da ocupação da área; atender exclusivamente a área de intervenção
definida; adequar ou melhorar as relações funcionais da área de intervenção em relação ao tecido


145
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

urbano em que se insere; bem como contemplar o atendimento a todas as necessidades básicas
diagnosticadas na área - especialmente em relação à eliminação de riscos, medidas de
desadensamento com reordenamento da ocupação, visando eliminar a subnormalidade
habitacional, regularizar, do ponto de vista jurídico-fundiário, o assentamento, em favor das
famílias moradoras e adequar o sistema viário, de forma a possibilitar acesso a serviços públicos e
atendimentos emergenciais.

As intervenções deverão, portanto, prever investimentos necessários para assegurar que a comunidade
contará, ao fim de sua execução, ao menos com serviços básicos de água, esgoto, energia elétrica,
unidades habitacionais que incluam módulos hidráulicos, direitos de uso de propriedade dos
terrenos, e com os riscos ambientais devidamente controlados ou mitigados.

O valor de investimento corresponde ao somatório dos custos de obras e serviços
necessários à execução da intervenção, admitindo-se em sua composição, exclusivamente, os itens a
seguir especificados:

PROJETOS: valor correspondente à elaboração dos projetos técnicos necessários à execução
do empreendimento, sendo o valor de repasse limitado a 3% (três por cento) dos recursos da
União.

SERVIÇOS PRELIMINARES: valor referente ao custo de colocação de cerca na área e instalação de
canteiros, sendo o valor de repasse limitado a 4% (quatro por cento) dos recursos da União.

TERRAPLANAGEM: valor referente ao custo das atividades de sondagem e ensaios para caracterização
das amostras de solo da região, remoção da camada vegetal e solos orgânicos, serviços de cortes,
compactação de aterros e importação e/ou remoção de terra para bota-fora.

TERRENO: valor correspondente ao de aquisição, desapropriação ou avaliação, o que for menor,
acrescido das correspondentes despesas de legalização. O terreno objeto da intervenção deverá ter
seu valor atestado e verificada a sua titularidade pela CAIXA. Quando o bem já for de propriedade do
Proponente / Agente Executor, seu custo poderá compor a contrapartida.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA: valor correspondente aos custos necessários para
implementação do conjunto de ações que objetivem a regularização jurídico-fundiária do
assentamento objeto da intervenção, em favor das famílias moradoras.


146
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Nos projetos integrados de urbanização de assentamentos precários, a regularização fundiária
é ação indispensável e deve ser uma etapa a ser desenvolvida paralelamente à execução das obras
habitacionais e de infraestrutura, devendo, obrigatoriamente, estar previsto no cronograma
físico-financeiro das obras/serviços.

As unidades habitacionais ou lotes, decorrentes da intervenção, devem refletir compromisso
de constituição de direito real sobre o imóvel em favor da família beneficiária, podendo ser
utilizados, alternativamente à transferência de propriedade, os seguintes instrumentos:

a) Cessão de Uso;
b) Concessão de Direito Real de Uso;
c) Concessão de Uso Especial para Fins de Moradia;
d) Usucapião Especial Urbano;
e) Aforamento;
f) Direito de Superfície; ou
g) Doação ou Alienação.

Poderão compor os custos as atividades jurídico-administrativas descritas a seguir: a) levantamento
fundiário registral realizado perante o Cartório de Registro Geral de Imóveis e órgãos públicos
competentes; b) medidas administrativas e legais necessárias para aplicação dos instrumentos de
regularização fundiária, tais como desafetação, lei de Zonas Especiais de Interesse Social - ZEIS,
regulamentação de instrumentos de regularização fundiária, entre outras;
c) elaboração e instrução de ações judiciais ou outras medidas judiciais ou extra- judiciais
necessárias à regularização fundiária; e
d) elaboração e formalização de termos, contratos ou atos necessários à emissão de títulos de
posse/propriedade, com vistas ao registro dos instrumentos de outorga de direitos reais em favor dos
beneficiários finais do procedimento de regularização fundiária perante o Cartório de Registro de Imóveis
da circunscrição respectiva, nos casos não abrangidos pela Lei nº 10.931, de 2004. As custas cartorárias
deverão ocorrer à conta de contrapartida.

AQUISIÇÃO OU EDIFICAÇÃO DE UNIDADE HABITACIONAL:
Valor correspondente ao custo de realização das ações de aquisição e edificação das
unidades habitacionais, somente permitidas nos casos de reassentamento ou substituição de
unidades irrecuperáveis.



147
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Será admitida a aquisição de imóveis usados para recuperação ou modificação de uso, cujo valor de
avaliação, desapropriação ou aquisição, poderá ser acrescido dos custos necessários à execução de
obras e serviços voltados a sua reforma.

A unidade habitacional destinar-se-á a uso residencial, admitindo-se a utilização, para fins laborais, de
parte da unidade, nos casos permitidos pelas posturas municipais.

RECUPERAÇÃO OU MELHORIAS DE UNIDADES HABITACIONAIS: valor correspondente ao
custo de realização das obras de recuperação ou melhorias de unidades habitacionais; e
devem ser vinculadas, exclusivamente, a razões de insalubridade e insegurança, inexistência do padrão
mínimo de edificação e habitabilidade definido pelas posturas municipais ou inadequação do número de
integrantes da família à quantidade de cômodos passíveis de serem utilizados como dormitórios.

INSTALAÇÕES HIDRÁULICO-SANITÁRIAS: valor correspondente ao custo das obras de construção de
instalações hidráulico-sanitárias domiciliares devem ser compostas por vaso sanitário, caixa de
descarga, lavatório, chuveiro, tanque de lavar roupa, reservatório (quando necessário), ligação de
água, e ligadas à rede pública de esgotamento sanitário ou à fossa séptica com instalação para
disposição final do efluente, podendo ser aceito o padrão utilizado pela FUNASA/MS.
INDENIZAÇÃO DE BENFEITORIAS: valor correspondente aos custos relacionados à indenização
de investimentos realizados pelos beneficiários finais, sem possibilidade de aproveitamento em
função do projeto ou de exigências legais, limitados à avaliação efetuada por órgão competente estadual
ou municipal aprovada pela CAIXA.

Esse item de investimento é admitido somente como contrapartida e cabível exclusivamente
nos casos em que o valor do benefício individual gerado pela intervenção seja inferior ao investimento
realizado pelos beneficiários finais.

ALOJAMENTO PROVISÓRIO / DESPESAS COM ALUGUEL: valor correspondente ao custo de
edificação provisória ou aluguel de imóveis destinados à permanência temporária das famílias
beneficiárias, nos casos em que não haja possibilidade de residir nas moradias originais, durante o
período de execução das obras e serviços contratados.

Esses custos deverão correr à conta da contrapartida do Proponente / Agente Executor.



148
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

ABASTECIMENTO DE ÁGUA: valor correspondente ao custo das obras de perfuração de poço ou
implantação de rede de distribuição, com as respectivas ligações intra-domiciliares, ou chafariz para
atendimento da área de intervenção, aceitando-se adução, preservação e tratamento, quando o poder
público local atestar a necessidade de tais obras; a) os custos das ligações intra-domiciliares
deverão compor obrigatoriamente os investimentos de forma a assegurar sua execução.

PAVIMENTAÇÃO E OBRAS VIÁRIAS: valor correspondente ao custo das obras de terraplenagem,
subleito, encascalhamento, revestimento, meio-fio, calçadas, guias e sarjetas; além de obras de arte
especiais, como implantação de pontilhões ou passarelas.

LIGAÇÕES DOMICILIARES DE ENERGIA ELÉTRICA/ILUMINAÇÃO PÚBLICA: valor
correspondente ao custo das obras a serem executadas dentro da área de intervenção,
devendo compor obrigatoriamente o investimento.

ESGOTAMENTO SANITÁRIO: valor correspondente ao custo das obras de fossa/sumidouro ou
rede coletora, com as respectivas ligações intra-domiciliares, e construção de elevatória para atendimento
da área de intervenção;
a) os custos das ligações intra-domiciliares deverão compor obrigatoriamente os investimentos
de forma a assegurar sua execução.

DRENAGEM PLUVIAL: valor correspondente a execução das obras de implantação de rede de
drenagem, inclusive de valas ou córregos que atuam como corpo receptor na área degradada;

PROTEÇÃO, CONTENÇÃO E ESTABILIZAÇÃO DO SOLO: valor correspondente ao custo das obras
para implantação de soluções que visem a contenção de taludes (como muros de arrimo, retaludamentos,
etc.) e o direcionamento das águas através de escadas de dissipação de energia, banquetas e
vegetação adequada, entre outras soluções.

RECUPERAÇÃO AMBIENTAL: valor correspondente ao custo de execução de ações destinadas a
eliminar ou minimizar impactos ambientais negativos na área objeto de intervenção. Admitindo-se, para
tanto, reflorestar com espécies nativas; constituir Unidades de Preservação ou Conservação Municipais
ou Estaduais; implantar Parques Municipais ou Estaduais como área de lazer, preservando o que ainda
restar de vegetação; instalar equipamentos públicos que permitam o acesso à área; entre outras, sempre
respeitando as características locais. O valor de repasse fica limitado a 5% (cinco por cento) dos recursos
da União.


149
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

As intervenções devem ser precedidas de avaliação dos danos ambientais, da identificação dos fatos
geradores e das respectivas intervenções corretivas necessárias.

Nos casos de realocação total da população deverão ser implantadas na antiga área ações que impeçam
novas ocupações ou o retorno dos antigos moradores, não podendo ser objeto de novas solicitações de
recursos, caso isso ocorra.

Os projetos, bem como os planos de recuperação ambiental deverão ser submetidos ao processo de
licenciamento, na forma prevista da legislação em vigor, expressas na Lei nº 6.938, de 31 de agosto de
1981 e nas Resoluções CONAMA nº 001, de 23 de janeiro de 1986 e nº 237, de 19 de dezembro de
1997, e nº 369, de 28 março de 2006, suas alterações e aditamentos.

RESÍDUOS SÓLIDOS: valor correspondente ao custo de implantação dos dispositivos de
acondicionamento e do novo traçado do sistema de coleta, preferencialmente, de soluções
comunitárias de coleta de lixo, instalação de equipamentos de limpeza e recolhimento e
construção de locais para guardar o equipamento.

EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS: valor correspondente ao custo de aquisição ou edificação de
equipamentos públicos voltados ao atendimento das necessidades identificadas da população
beneficiada como, por exemplo, saúde, educação, segurança, desporto, lazer, comércio local, assistência
social, convivência comunitária, atenção à infância, ao idoso, ao portador de deficiência e à mulher
responsável pelo domicílio e geração de trabalho e renda das famílias beneficiadas, observando-se as
carências do local e entorno e, principalmente, os equipamentos já existentes na vizinhança. O valor de
repasse fica limitado a 20% (vinte por cento) dos recursos da União.

TRABALHO SOCIAL: valor correspondente ao custo de realização das ações de
participação, mobilização e organização comunitária, educação sanitária e ambiental e atividades ou
ações de geração de trabalho e renda, destinadas à população diretamente beneficiada. É
recomendável a aplicação de, no mínimo, 2,5% (dois e meio por cento) do valor de investimento e
podendo ser pago pelos recursos de repasse da União, da contrapartida ou de ambos, a critério do
Proponente / Agente Executor e deverão compor o Plano de Trabalho integrante do contrato de repasse
assinado.

A execução do trabalho social deverá ter suas atividades iniciadas após assinatura do contrato de
repasse, estendendo-se após a conclusão das obras e serviços, por um período de seis meses, com o


150
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

objetivo de acompanhar as famílias e consolidar os trabalhos. Este prazo poderá ser acrescido de até
três meses para a avaliação pós-ocupação da intervenção, que deverá ser apresentada ao
final deste período.

O detalhamento da execução do trabalho social, bem como do processo de avaliação pós- ocupação,
estão detalhados na Instrução Normativa nº 27 de 14 de junho de 2007, do MCIDADES.

MÃO-DE-OBRA DAS FAMÍLIAS BENEFICIADAS: valor correspondente ao custo atribuído para
mão-de-obra das famílias beneficiadas, nos casos de obras executadas em regime de mutirão ou
autoconstrução.

Caso o projeto preveja a remuneração da mão-de-obra das famílias beneficiadas com recursos da
União ou composição da contrapartida, deverá ser apresentado, pelo Agente Executor, documento
comprobatório dos pagamentos efetuados, que seja aceito pela CAIXA.

ASSISTÊNCIA TÉCNICA: valor correspondente: i) aos custos de mão-de-obra especializada,
nos casos de obras executadas em regime de mutirão, autoconstrução ou administração
direta, ou, ainda; ii) aos custos referentes à contratação de empresa gerenciadora do empreendimento,
que acompanhe, supervisione e fiscalize o andamento das obras e serviços previstos no projeto.

A contratação de empresa gerenciadora do empreendimento só será permitida para
empreendimento que supere o valor de investimento de R$ 50 milhões.

Os custos com Assistência Técnica não devem superar 2,5% (dois e meio por cento) do valor do
repasse.

Nos contratos de repasse assinados no âmbito da Ação 2: Apoio à Urbanização de
Assentamentos Precários, as ações descritas nos subitens 3.5 a 3.8 deverão compor, no mínimo, 30% do
valor do investimento.

É facultado à Secretaria Executiva autorizar casos excepcionais que envolvam alterações dos itens e
respectivos parâmetros descritos neste capítulo, a partir de solicitação do Proponente/Agente
Executor e análise técnica de viabilidade.




151
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.17.9. VALORES MÁXIMOS DE REPASSE DOS RECURSOS DA UNÃO.

Em função de critérios técnicos previamente estabelecidos, os valores de repasse de recursos
da União obedecerão aos limites estabelecidos no quadro a seguir, por família beneficiada:



Os limites descritos neste item poderão ser acrescidos dos custos relativos ao Trabalho Social e às
ações de Recuperação Ambiental.

Os limites descritos neste item poderão ser acrescidos de até 20% nos casos de construção ou aquisição
de unidades habitacionais verticalizadas.

4.17.10. CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO DA ÁREA DE INTERVENÇÃO E
BENEFICIÁRIOS FINAIS

O processo de seleção dos beneficiários e da área de intervenção é responsabilidade dos Proponentes /
Agentes Executores, e observará, no mínimo, os critérios definidos neste item.

A área de intervenção deverá ser ocupada por, pelo menos, 60% (sessenta por cento) das famílias com
renda até R$ 1.050,00 (um mil e cinqüenta reais), e, ainda:
a) ser ocupada há mais de cinco anos; ou
b) estar localizada em situação que configure risco ou insalubridade ou seja objeto de legislação que
proíba a utilização para fins habitacionais, nestes casos, em qualquer período de ocupação.


152
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

A juízo dos Proponentes / Agentes Executores, poderão ser incorporados outros critérios, desde que
busquem retratar a situação de precariedade da área, bem como as especificidades de uma intervenção
em área previamente ocupada.

Não serão aceitas áreas que já tenham recebido benefícios similares àqueles objeto da proposta,
oriundos de programas geridos pela União, e que tenham sofrido nova degradação ou ocupação,
excetuando-se os casos decorrentes de desastres naturais.

Para fins de atendimento com unidade habitacional é vedada a seleção de beneficiário final que:
a) seja titular de contrato de financiamento obtido com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de
Serviço - FGTS ou em condições equivalentes ao Sistema Financeiro da Habitação – SFH, em qualquer
parte do país;
b) seja proprietário, promitente comprador ou titular de direito de aquisição, arrendamento ou
uso de imóvel residencial, regular, com padrão mínimo de edificação e habitabilidade,
definido pelas posturas municipais, e dotada de infra-estrutura mínima (água, esgoto e energia), em
qualquer parte do país; ou
c) já tenha recebido benefícios similares oriundos de recursos orçamentários da União.

Para fins de atendimento ao disposto nesse item, o Proponente / Agente Executor deverá:
a) esclarecer e solicitar aos beneficiários finais a assinatura de declaração, firmada sob as penas da lei,
de atendimento ao disposto nas alíneas “a”, “b” e “c”; e
b) apresentar à CAIXA o cadastro socioeconômico dos beneficiários finais selecionados, por meio do
preenchimento do CadUnico, previamente à assinatura do contrato de repasse.

O registro no CadÚnico do benefício decorrente do contrato de repasse deverá ocorrer somente após
conclusão das obras e serviços.

De posse da relação dos beneficiários finais selecionados, a CAIXA consultará o CadÚnico,
quando otimizado, e o CADMUT, a fim de verificar, respectivamente, registros de benefícios já
concedidos e registros de financiamentos de imóveis obtidos, que caracterizem situações
restritivas a concessão do beneficio pretendido, informando ao Proponente / Agente Executor as
restrições detectadas.



153
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

O registro positivo no CadÚnico ou CADMUT permitirá beneficiar a família, exclusivamente,
com obras e serviços de natureza coletiva, vedados a transferência de benefícios individuais provenientes
da intervenção contratada, previstos nos itens 6, 7, 8, 9 e 10, do Capítulo VIII, deste Manual.

4.17.11. SELEÇÃO DE PROPOSTAS

No processo de seleção, serão consideradas as disponibilidades orçamentárias e financeiras,
a convergência das propostas aos objetivos e às orientações contidas neste Manual e no Plano de
Aceleração do Crescimento – PAC, bem como aos critérios relacionados neste item:

Critérios Territoriais:
a) municípios integrantes das Regiões Metropolitanas de Belém/PA, Fortaleza/CE, Recife/PE,
Salvador/BA, Rio de Janeiro/RJ, Belo Horizonte/MG, São Paulo/SP, Campinas/SP, Baixada Santista /SP,
Curitiba/PR e Porto Alegre/RS;
b) municípios da Região Integrada do Entorno do Distrito Federal – RIDE/DF;
c) capitais de estados que não integram as regiões metropolitanas supracitadas e o Distrito Federal; e
d) outros municípios de grande porte, cuja população total seja superior a 150 mil habitantes ou que,
por sua atividade econômica ou infraestrutura logística, possuam raio de influência regional.

Critérios específicos das propostas de intervenção:
a)grande porte, assim consideradas aquelas que envolvem investimentos superiores R$ 10 milhões;
b)articulação e integração no território, cuja área de abrangência e execução envolvam mais de
um agente institucional - estado e município, mais de um município;
c)mitigação de danos ao meio ambiente, causados por assentamentos irregulares em áreas de
mananciais, de preservação ambiental, de preservação permanente;
d) eliminação de gargalos na infraestrutura logística do país, tais como aquelas que impedem ou
prejudicam o funcionamento de rodovias, hidrovias, ferrovias, portos, aeroportos, energia, água
tratada e esgoto;
e) mitigação de impacto decorrente de grandes instalações de infraestrutura nacional que
polarizam e dinamizam atividades socioeconômicas na área de influência do empreendimento;
f) aproveitamento do patrimônio da União ; e
g) complementação de obras já iniciadas
.
Para fins de seleção, os Proponentes / Agentes Executores deverão apresentar suas
propostas na forma da Ficha Resumo, anexa a este Manual.


154
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Os contratos de repasse poderão ser plurianuais, ou seja, terão previsão de empenho de recursos à
conta de dotações orçamentárias dos exercícios de 2007 a 2010, em função da
disponibilidade orçamentária de cada exercício, ficando o desembolso das parcelas vinculado ao
cronograma físico-financeiro estabelecido no contrato de repasse e à execução das etapas do
objeto pactuado.

Os Proponentes/Agentes Executores, que tiverem suas propostas selecionadas, apresentarão a
relação de documentos a seguir descrita na Gerência de Desenvolvimento Urbano da Caixa Econômica
Federal da Região onde estiver localizado o município beneficiado pela intervenção.

Documentação Técnica
a) Plano de Trabalho assinado pelo chefe do poder executivo ou pelos dirigentes máximos
de órgãos da administração indireta dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, ou seus
respectivos representantes legais;
b) croqui ou planta de situação com localização das áreas objeto da intervenção;
c) projeto básico de engenharia na forma prevista na Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 - plantas,
orçamento detalhado, memorial descritivo, memória de cálculo, cronograma físico- financeiro e
especificações técnicas dos materiais e serviços a serem executados;
d) nos projetos que incluam captação de manancial subterrâneo, deverá ser apresentado projeto
técnico dessa captação contendo: laudo geológico e hidrogeológico, projeto básico,
especificações técnicas e planilha orçamentária. No caso do aproveitamento de poço(s) pré-
existente(s), o projeto técnico deverá conter: laudo geológico e hidrogeológico com análise de riscos do
aqüífero captado; relatório técnico do poço com coordenadas geográficas; teste de vazão atualizado;
análise físico-química e bacteriológica da água; e documentação fotográfica, para cada poço;
e) projeto de trabalho social (orientações na Instrução Normativa nº 27 de 14 de junho de 2007, do
MCIDADES);
f) projeto de regularização jurídico-fundiária em favor das famílias beneficiadas;
g) declaração de anuência dos órgãos prestadores dos serviços de água e esgoto para com a solução
adotada e o projeto técnico da iniciativa, quando o sistema objeto de intervenção for operado por regime
de concessão, incluindo declaração formal do operador de que o projeto técnico está de acordo com
suas normas e padrões internos e compromete-se a operar e a manter os sistemas;
h) em caso de sistemas de abastecimento de água, esgotamento sanitário e resíduos sólidos
urbanos operados em regime de concessão, apresentar declaração do operador co-
responsabilizando-se pelo acompanhamento da execução da intervenção;


155
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

i) especificar as soluções para tratamento dos esgotos a serem coletados e a destinação final de
resíduos sólidos;
j) comprovação, até o início das obras, de atendimento às diretrizes de preservação ambiental na
área de intervenção definidas pelos órgãos responsáveis, quando necessário;

Documentação Institucional, na forma prevista em legislação específica, e Jurídica, conforme segue.
a) documentação comprobatória da titularidade da área, conforme o caso;
b) termo de posse, carteira de identidade e CPF do prefeito ou do governador e autoridade
interveniente, ou dirigente máximo de entidades da administração pública indireta.

Os documentos deverão ser originais ou, em caso de fotocópias, autenticados por tabelião ou por
servidores da CAIXA, a quem os documentos forem apresentados.

Outros documentos poderão ser exigidos pelo MCIDADES em razão de especificidades técnicas,
institucionais ou jurídicas da intervenção a ser executada.

Deverá ser instalada e mantida durante todo o período de realização da obra, placa indicando
a origem e a destinação dos recursos, conforme modelo definido pelo MCIDADES, sendo
disponibilizado, oportunamente, no sítio http://www.cidades.gov.br.

4.18. PSH

4.18.1.DEFINIÇÃO

O Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social - PSH objetiva oferecer acesso à moradia
adequada a cidadãos de baixa renda por intermédio da concessão de subsídios.

Os subsídios são concedidos no momento em que o cidadão assina o contrato de crédito habitacional
junto às instituições financeiras habilitadas a operar no programa.

Os cidadãos são beneficiados em grupos organizados pelos governos dos estados, DF ou municípios, e
excepcionalmente, em áreas rurais, as entidades privadas sem fins lucrativos apresentam propostas às
instituições financeiras e aos agentes financeiros do SFH.




156
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

4.18.2. NECESSIDADES QUE O PROGRAMA PODE ATENDER

Oferecer subsídio destinado diretamente à complementação do preço de compra/venda ou construção
das unidades residenciais, variável basicamente de acordo com a localização do imóvel.

4.18.3. FONTES DOS RECURSOS

O PSH é operado com recursos provenientes do Orçamento Geral da União (OGU) e conta, ainda, com o
aporte de contrapartida proveniente dos estados, DF e municípios, sob a forma de complementação aos
subsídios oferecidos pelo programa.

4.18.4. DESTINATÁRIOS FINAIS DO PROGRAMA

Pessoas físicas com rendimento familiar mensal bruto não superior a R$ 1.245,00

Participantes e suas Principais Atribuições

Ministério das Cidades e Ministério da Fazenda
Estabelecer as diretrizes e condições gerais de implementação do programa. Acompanhar e avaliar a
execução do programa, no âmbito de suas competências institucionais.

Secretaria do Tesouro Nacional e Secretaria Nacional de Habitação

Responsáveis pela operação do programa, sendo suas principais atividades: realizar por intermédio de
oferta pública de recursos (leilão) às instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central
do Brasil e aos agentes financeiros do SFH na forma definida pelo Conselho Monetário Nacional – CMN.
Assim, quem oferecer menores custos de operação será o detentor da execução do programa.

Repasse de Recursos

O repasse dos recursos é realizado diretamente às instituições financeiras habilitadas a operar o
programa, que ficam responsáveis pela sua adequada aplicação.

Instituições/Agentes Financeiros



157
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

As instituições financeiras, uma vez habilitadas no processo de oferta pública de recursos (leilão), ficam
responsáveis, inicialmente, por receber as propostas de participação no programa, formuladas pelos
estados, DF e municípios.

As propostas passam por uma análise de viabilidade técnica, jurídica e financeira, a critério das
instituições financeiras.

As instituições financeiras contratam as propostas de empreendimento habitacional, firmando contratos
de operação de crédito individual com cada uma das famílias beneficiadas pelo programa.

Após contratadas as operações de crédito, as instituições financeiras solicitam à Secretaria do Tesouro
Nacional e à Secretaria Nacional de Habitação, respectivamente, a liberação dos dois tipos de subsídios
previstos no programa, quais sejam: o subsídio destinado a cobrir os custos financeiros da operação de
crédito habitacional (apropriado diretamente pela instituição financeira) e o subsídio destinado à
complementação do preço de compra/venda ou construção das unidades residenciais (ficando as
instituições financeiras responsáveis pela sua adequada aplicação).
Estados, Distrito Federal, Municípios ou entidades das respectivas Administrações Direta ou Indireta
Os estados, DF e municípios organizam os grupos de cidadãos a serem beneficiados pelo programa e
apresentam às instituições financeiras habilitadas o projeto de empreendimento habitacional. Além disso,
aportam contrapartida em complemento aos recursos repassados pelo OGU.
Beneficiários

Os beneficiários deverão apresentar documentação que permita seu cadastramento e seleção pelos
órgãos municipais ou estaduais competentes. Uma vez selecionados, ficam os beneficiários responsáveis
por contratar operação de crédito habitacional junto às instituições financeiras habilitadas, respondendo
pelas obrigações dela decorrentes.

Requisitos para Participar do Programa

O PSH é um programa que envolve uma grande parceria entre o Governo Federal, os governos locais, as
instituições financeiras e os agentes financeiros do Sistema Financeiro da Habitação e, naturalmente, o
cidadão beneficiário.

O cidadão interessado em obter os benefícios do programa deverá procurar o órgão equivalente do seu
estado, Distrito Federal ou do seu município para se cadastrar e obter maiores informações.


158
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Os municípios, Distrito Federal ou estados interessados em participar do programa deverão cadastrar e
organizar em grupos os cidadãos, apresentar proposta de participação no programa à instituição
financeira habilitada, e responsabilizar-se pela concepção do projeto de empreendimento habitacional e
pela respectiva contrapartida necessária a sua viabilização.

As instituições financeiras e os agentes financeiros do SFH que desejam participar do PSH deverão
consultar as Portarias Conjuntas do STN e SNH que ditam as regras do leilão. È necessário à instituição
financeira adquirir a declaração de habilitação concedida pelo Banco Central do Brasil; e no caso dos
agentes financeiros do SFH, a declaração concedida pela Secretaria Nacional de Habitação do Ministério
das Cidades.

Informações Gerais sobre as Operações do Programa
a) Modalidades:
Produção de Moradias, que objetiva a produção de unidades habitacionais, dotadas de padrões mínimos
de habitabilidade, observadas as posturas municipais.
Aquisição de Moradias, que objetiva a aquisição de unidades habitacionais prontas, dotadas de padrões
mínimos de habitabilidade, observadas as posturas municipais.
b) Características de localização:
Todo o território nacional, sendo os recursos distribuídos de acordo com o déficit habitacional.
c) Limites operacionais:
Valores do subsídio destinado à complementação dos valores de produção/aquisição de moradias:
Na modalidade Produção de Moradias:
Municípios integrantes de regiões metropolitanas, será de R$ 8.000,00;
Municípios não integrantes de regiões metropolitanas, será de
R$ 7.000,00;
Conforme condições estabelecidas no ato das ofertas públicas de recursos, nos municípios integrantes
das regiões metropolitanas das capitais de São Paulo e do Rio de Janeiro, o acréscimo poderá chegar a
R$ 2.000,00.
Na modalidade Aquisição de Moradias, o valor do subsídio destinado à complementação do pagamento
do preço de imóvel residencial não será superior a R$ 4.500,00.
Valor de investimento ou avaliação das unidades habitacionais:
R$ 28.000,00, em municípios integrantes de regiões metropolitanas;
R$ 20.000,00, em municípios não integrantes de regiões metropolitanas;
R$ 30.000,00, em municípios das regiões metropolitanas das capitais de
São Paulo e do Rio de Janeiro.


159
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

d) Composição do investimento:
Compõem o valor de investimento: projetos de engenharia, serviços preliminares, terreno, infraestrutura
(abastecimento de água e esgotamento sanitário, rede de energia elétrica ou iluminação pública, sistema
de drenagem, pavimentação de passeios e das vias de acesso e internas da área e obras de proteção,
contenção e estabilização do solo), habitação, equipamentos comunitários públicos (bens públicos
voltados à saúde, educação, segurança, desporto, lazer, convivência comunitária, assistência à infância e
ao idoso ou geração de trabalho e renda das famílias beneficiadas) e trabalho social (mobilização,
assistência e participação dos beneficiários do projeto).

Legislação Básica

Decreto nº 5.247, de 19 de outubro de 2004;
Decreto nº 5.345, de 18 de janeiro de 2005;
Lei nº. 10.998 , de 15 de dezembro de 2004;
Resoluções do Conselho Monetário Nacional nº.3.243, de 28 de outubro de 2004; e
Resoluções do Conselho Monetário Nacional nº 1.980, de 30 de abril de 1993, com a redação dada
pela nº 3.157, de 17 de dezembro de 2003.
Portaria Interministerial nº 335 de 29 de setembro de 2005, alterada pela Portaria Interministerial
nº 611, de 28 de novembro de 2006.
Portaria Conjunta nº 01 de 05 de setembro de 2003
Portaria Conjunta nº 01 de 12 de março de 2004
Portaria Conjunta nº 02 de 07 de outubro de 2003
Portaria Conjunta nº 09 de 30 de abril de 2002
Portaria Conjunta nº 278 de 20 de setembro de 2002
Portaria Conjunta nº 366 de 24 de outubro de 2002
Portaria Conjunta nº 394 de 06 de dezembro de 2002
Portaria Conjunta n° 02, de 05 de junho de 2008
Portaria de nº 331, de 23 de junho de 2008
Portaria Interministerial Nº 580, de 25 de novembro de 2008
Portaria Conjunta de nº 04, de 01 de dezembro de 2008
Portaria Conjunta de nº 05, de 09 de dezembro de 2008
Portaria nº 712, de 19 de dezembro de 2008
Portaria Interministerial nº 253, de 28 de maio de 2010


160
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Portaria Interministerial n° 317, de 08 de julho de 2011

Legislação completa

Instituições e Agente Financeiros




161
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br
























Anexo B


162
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 2 Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2012
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 14.4032 445.045 1.068.943 1.006.300 324.609 232.256 175.250
Abatiá - PR 189 543 1.013 564 104 48 31
Adrianópolis - PR 268 473 700 338 60 40 20
Agudos do Sul - PR 311 593 888 584 117 75 29
Almirante Tamandaré - PR 1.072 4.717 11.416 10.086 2.241 1.052 448
Altamira do Paraná - PR 200 379 491 225 39 45 12
Altônia - PR 226 919 3.117 1.991 403 160 84
Alto Paraná - PR 201 770 1.797 1.096 242 127 44
Alto Piquiri - PR 191 718 1.390 703 132 83 49
Alvorada do Sul - PR 184 526 1.252 817 192 107 66
Amaporã - PR 166 311 664 370 67 25 16
Ampére - PR 262 904 2.321 1.574 298 153 83
Anahy - PR 46 213 413 205 39 24 13
Andirá - PR 283 1.147 2.735 1.831 337 231 122
Ângulo - PR 26 140 396 281 59 27 17
Antonina - PR 569 1.252 1.822 1.254 436 272 196
Antônio Olinto - PR 345 569 820 381 90 35 18
Apucarana - PR 759 4.085 13.598 14.112 3.922 2.340 1.336
Arapongas - PR 496 3.099 11.636 13.080 3.346 1.831 995
Arapoti - PR 632 1.671 2.760 1.799 551 358 202
Arapuã - PR 180 279 420 176 24 17 12
Araruna - PR 186 730 1.910 1.256 229 123 49
Araucária - PR 815 3.947 11.760 13.193 4.077 2.150 907
Ariranha do Ivaí - PR 99 190 323 150 24 14 7
Assaí - PR 262 1.048 2.130 1.331 327 189 96
Assis Chateaubriand - PR 466 1.928 4.489 3.166 705 400 216
Astorga - PR 149 1.082 3.221 2.709 670 359 170
Atalaia - PR 18 151 539 464 100 66 22
Balsa Nova - PR 145 504 1.309 1.157 251 114 64
Bandeirantes - PR 548 1.882 3.860 2.510 618 458 263
Barbosa Ferraz - PR 387 954 1.675 795 188 109 53
Barracão - PR 290 526 1.077 683 212 130 73
Barra do Jacaré - PR 48 157 374 213 54 22 10
Bela Vista da Caroba - PR 186 246 473 290 56 23 14
Bela Vista do Paraíso - PR 184 781 1.896 1.366 351 213 158
Bituruna - PR 714 1.095 1.575 827 155 75 35
Boa Esperança - PR 124 290 587 368 84 65 34
continua


163
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2012
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu - PR 79 153 297 228 36 34 8
Boa Ventura de São Roque - PR 372 498 598 307 63 26 18
Boa Vista da Aparecida - PR 271 515 1.010 523 108 51 31
Bocaiúva do Sul - PR 252 672 1.150 825 202 93 49
Bom Jesus do Sul - PR 187 248 462 246 42 16 11
Bom Sucesso - PR 60 359 957 532 126 58 24
Bom Sucesso do Sul - PR 51 187 393 277 63 27 26
Borrazópolis - PR 156 550 1.142 585 123 96 54
Braganey - PR 162 369 780 367 106 61 32
Brasilândia do Sul - PR 71 234 445 232 57 21 21
Cafeara - PR 33 126 356 280 45 30 14
Cafelândia - PR 107 594 1.843 1.529 371 224 93
Cafezal do Sul - PR 71 266 623 412 71 29 12
Califórnia - PR 103 432 1.075 719 162 119 30
Cambará - PR 320 1.375 3.085 2.111 518 295 149
Cambé - PR 638 3.638 11.138 11.076 2.886 1.452 620
Cambira - PR 76 355 927 745 168 88 35
Campina da Lagoa - PR 450 1.072 2.049 1.164 225 149 82
Campina do Simão - PR 238 312 346 134 28 14 10
Campina Grande do Sul - PR 371 1.680 4.135 3.942 1.033 469 195
Campo Bonito - PR 148 311 478 258 78 45 16
Campo do Tenente - PR 210 492 710 422 119 53 30
Campo Largo - PR 1.086 4.279 11.473 12.037 3.445 1.941 955
Campo Magro - PR 339 1.248 2.821 2.341 478 183 67
Campo Mourão - PR 854 3.663 9.697 8.848 2.825 2.030 1.394
Cândido de Abreu - PR 1.174 1.202 1.712 753 159 91 42
Candói - PR 800 1.031 1.444 731 187 114 44
Cantagalo - PR 659 950 1.324 600 117 65 44
Capanema - PR 414 831 2.229 2.011 487 275 146
Capitão Leônidas Marques - PR 285 811 1.802 1.380 375 195 88
Carambeí - PR 246 948 2.038 1.743 371 243 140
Carlópolis - PR 263 919 1.796 1.039 248 158 84
Cascavel - PR 2.304 9.521 27.335 31.086 11.259 8.244 5.423
Castro - PR 1.662 4.208 6.891 4.596 1.253 821 539
Catanduvas - PR 335 717 1.073 580 140 87 43
Centenário do Sul - PR 145 648 1.569 972 162 102 54
continua



164
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2012
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Cerro Azul - PR 1.081 1.418 1.680 602 111 81 38
Céu Azul - PR 87 548 1.365 1.169 298 176 62
Chopinzinho - PR 425 944 2.153 1.816 519 338 225
Cianorte - PR 227 1.835 7.547 9.129 2.598 1.524 833
Cidade Gaúcha - PR 90 466 1.345 1.139 252 137 92
Clevelândia - PR 496 1.114 1.889 1.234 349 225 143
Colombo - PR 1.668 8.126 22.412 23.654 6.130 2.715 854
Colorado - PR 111 676 2.678 2.864 741 425 242
Congonhinhas - PR 397 615 928 467 91 49 39
Conselheiro Mairinck - PR 92 284 463 238 54 48 29
Contenda - PR 343 848 1.732 1.302 302 189 88
Corbélia - PR 193 808 2.029 1551 439 246 122
Cornélio Procópio - PR 444 1.901 5.191 4.835 1.554 1.118 680
Coronel Domingos Soares - PR 402 559 643 289 48 30 20
Coronel Vivida - PR 473 1.135 2.514 1.989 563 317 159
Corumbataí do Sul - PR 155 312 537 252 41 25 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 90 230 561 375 76 31 22
Cruzeiro do Oeste - PR 283 1.230 2.745 1.847 425 225 124
Cruzeiro do Sul - PR 58 270 570 395 71 47 17
Cruz Machado - PR 1.068 1.137 1.609 814 163 70 56
Cruzmaltina - PR 89 260 449 203 36 17 11
Curitiba - PR 6.465 35.238 122.129 183.402 88.817 83.260 85.086
Curiúva - PR 404 1.201 1.639 801 178 105 43
Diamante do Norte - PR 66 310 736 456 116 64 18
Diamante do Sul - PR 223 262 358 151 21 15 6
Diamante D'Oeste - PR 222 334 533 330 71 25 19
Dois Vizinhos - PR 447 1.257 4.013 4.275 1.138 689 335
Douradina - PR 45 320 969 780 187 114 70
Doutor Camargo - PR 58 223 815 726 171 61 28
Enéas Marques - PR 129 296 707 537 168 89 64
Engenheiro Beltrão - PR 136 726 1.842 1.433 308 175 101
Esperança Nova - PR 25 98 292 202 33 19 7
Entre Rios do Oeste - PR 14 111 405 501 165 114 50
Espigão Alto do Iguaçu - PR 241 289 487 230 53 27 21
Farol - PR 113 235 470 209 40 27 16
Faxinal - PR 311 1.207 2.027 1.203 297 181 105
continua



165
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2012
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Fazenda Rio Grande - PR 805 3.623 9.163 7.963 1.596 599 176
Fênix - PR 115 353 647 332 84 47 30
Fernandes Pinheiro - PR 274 476 556 293 48 18 16
Figueira - PR 159 634 1.105 596 135 75 38
Floraí - PR 16 146 727 691 130 66 38
Flor da Serra do Sul - PR 200 267 544 345 84 31 11
Floresta - PR 38 221 773 705 161 79 36
Florestópolis - PR 87 501 1.534 1.087 207 67 41
Flórida - PR 18 114 310 268 60 35 14
Formosa do Oeste - PR 114 452 1.123 668 154 72 38
Foz do Iguaçu - PR 4.163 11.831 24.752 22.626 7.677 5.504 3.918
Francisco Alves - PR 142 385 910 520 102 47 16
Francisco Beltrão - PR 788 2.698 8.030 9.296 2.934 1.989 1.217
Foz do Jordão - PR 227 387 523 310 73 22 23
General Carneiro - PR 473 1.070 1.270 754 149 78 34
Godoy Moreira - PR 150 244 423 236 32 17 12
Goioerê - PR 394 1.614 3.693 2.507 768 446 242
Goioxim - PR 518 592 637 230 41 22 6
Grandes Rios - PR 309 498 806 365 75 41 14
Guaíra - PR 654 1.683 3.361 2.532 748 484 341
Guairaçá - PR 83 312 843 542 125 59 29
Guamiranga - PR 323 584 865 454 72 57 20
Guapirama - PR 85 320 543 233 56 24 20
Guaporema - PR 21 95 319 199 29 17 6
Guaraci - PR 38 221 735 576 108 61 20
Guaraniaçu - PR 501 1.025 1.716 1.016 299 181 122
Guarapuava - PR 3.054 9.442 17.311 1.3151 3.956 2.798 2.010
Guaraqueçaba - PR 635 571 658 282 70 46 12
Guaratuba - PR 496 1.605 3.237 2.879 909 578 401
Honório Serpa - PR 264 410 595 331 98 38 26
Ibaiti - PR 640 1.929 3.625 2.167 493 327 184
Ibema - PR 155 406 730 428 83 48 24
Ibiporã - PR 416 2.181 5.769 4.906 1.281 702 303
Icaraíma - PR 163 557 1.261 726 142 82 29
Iguaraçu - PR 29 173 507 427 104 41 24
Iguatu - PR 73 143 291 170 31 23 5
continua



166
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2012
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Imbaú - PR 321 867 1.366 659 118 58 26
Imbituva - PR 732 2.271 3.123 1.680 355 255 107
Inácio Martins - PR 578 927 1.050 413 92 33 23
Inajá - PR 43 188 391 235 63 29 12
Indianópolis - PR 27 151 583 511 106 50 28
Ipiranga - PR 410 1.015 1.582 894 158 97 48
Iporã - PR 254 824 2.151 1.278 273 159 78
Iracema do Oeste - PR 74 164 342 205 52 29 4
Irati - PR 787 3.161 6.603 4.882 1.315 829 484
Iretama - PR 485 843 1.264 634 129 88 38
Itaguajé - PR 87 307 568 376 98 40 22
Itaipulândia - PR 135 487 1.124 779 205 98 56
Itambaracá - PR 123 464 889 528 110 55 26
Itambé - PR 26 249 815 639 131 65 20
Itapejara d'Oeste - PR 147 550 1.381 1.058 218 104 64
Itaperuçu - PR 515 1.681 2.773 1.515 243 91 35
Itaúna do Sul - PR 71 241 520 237 42 15 7
Ivaí - PR 611 864 1.358 706 159 83 43
Ivaiporã - PR 750 2.061 3.951 2.658 737 512 311
Ivaté - PR 65 383 1.065 784 131 56 32
Ivatuba - PR 18 104 352 256 77 37 21
Jaboti - PR 92 388 641 354 60 56 29
Jacarezinho - PR 536 2.107 4.217 3.306 1.012 690 434
Jaguapitã - PR 62 502 1.571 1.294 305 149 73
Jaguariaíva - PR 671 2.202 3.433 2.555 711 492 263
Jandaia do Sul - PR 134 762 2.574 2.205 636 367 203
Janiópolis - PR 186 420 920 475 116 56 46
Japira - PR 140 346 592 342 81 51 33
Japurá - PR 43 285 1.107 1.056 205 103 38
Jardim Alegre - PR 616 895 1.526 663 163 94 42
Jardim Olinda - PR 33 93 167 116 25 11 5
Jataizinho - PR 208 791 1.305 821 207 101 42
Jesuítas - PR 253 588 1.195 761 146 66 42
Joaquim Távora - PR 121 622 1.489 936 233 143 88
Jundiaí do Sul - PR 130 258 406 185 44 31 25
Juranda - PR 137 533 1.003 599 112 81 33
continua



167
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2012
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Jussara - PR 47 282 855 736 143 65 24
Kaloré - PR 61 323 691 366 69 40 12
Lapa - PR 1.034 2.689 5.207 3.521 909 636 345
Laranjal - PR 506 486 491 154 34 17 7
Laranjeiras do Sul - PR 903 1.852 3.176 2.345 674 495 274
Leópolis - PR 43 276 583 283 76 43 11
Lidianópolis - PR 118 319 562 264 67 23 14
Lindoeste - PR 197 390 671 287 54 32 13
Loanda - PR 161 960 2.670 2.179 538 300 209
Lobato - PR 27 175 606 463 124 62 25
Londrina - PR 3.686 15.592 46.332 54.966 21.101 16.420 13.334
Luiziana - PR 190 622 910 391 96 58 24
Lunardelli - PR 173 420 646 373 84 45 13
Lupionópolis - PR 60 239 701 407 83 58 26
Mallet - PR 352 818 1.550 972 207 115 57
Mamborê - PR 324 940 1.711 1110 271 165 94
Mandaguaçu - PR 130 746 2.361 2.148 523 282 120
Mandaguari - PR 270 1.399 3.999 3.569 965 512 274
Mandirituba - PR 516 1.313 2.537 1.702 442 195 71
Manfrinópolis - PR 136 205 374 189 44 17 8
Mangueirinha - PR 650 1.077 1.697 1.108 256 173 89
Manoel Ribas - PR 515 816 1.408 867 216 152 72
Marechal Cândido Rondon - PR 264 1.424 5.068 6.329 1.842 1.032 638
Maria Helena - PR 92 370 898 478 88 41 24
Marialva - PR 222 1.281 3.796 3.435 853 528 216
Marilândia do Sul - PR 200 608 1.191 560 139 81 40
Marilena - PR 98 432 961 548 95 48 12
Mariluz - PR 348 735 1.175 579 115 77 30
Maringá - PR 973 6.696 28.976 45.404 18.058 13.731 9.763
Mariópolis - PR 110 318 732 615 163 117 61
Maripá - PR 40 190 704 695 188 106 52
Marmeleiro - PR 373 707 1.537 1.251 333 219 118
Marquinho - PR 316 347 433 213 48 19 15
Marumbi - PR 55 243 696 442 60 38 19
Matelândia - PR 227 763 1.841 1.510 376 232 100
Matinhos - PR 488 1.326 3.028 3.028 1.048 701 414
continua



168
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2012
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Mato Rico - PR 253 320 390 146 20 17 -
Mauá da Serra - PR 204 662 1.024 510 83 50 25
Medianeira - PR 341 1.424 4.637 4.857 1.435 839 454
Mercedes - PR 57 199 588 568 143 73 37
Mirador - PR 40 136 329 197 28 15 10
Miraselva - PR 11 76 260 187 52 24 10
Missal - PR 147 456 1.358 1.122 293 155 66
Moreira Sales - PR 283 828 1.782 989 181 105 40
Morretes - PR 341 925 1.504 1.198 371 229 142
Munhoz de Melo - PR 24 172 511 392 69 35 25
Nossa Senhora das Graças - PR 28 167 513 457 81 35 4
Nova Aliança do Ivaí - PR 11 71 188 143 26 15 4
Nova América da Colina - PR 41 235 487 239 50 21 6
Nova Aurora - PR 184 694 1.544 1.032 254 128 61
Nova Cantu - PR 373 568 880 401 80 43 28
Nova Esperança - PR 188 1.184 3.500 2.805 666 391 188
Nova Esperança do Sudoeste - PR 108 251 565 474 92 70 32
Nova Fátima - PR 159 587 1.033 622 146 67 41
Nova Laranjeiras - PR 785 685 894 475 111 66 37
Nova Londrina - PR 142 640 1.665 1.247 305 174 114
Nova Olímpia - PR 47 279 859 495 107 74 24
Nova Santa Bárbara - PR 158 286 504 267 46 30 15
Nova Santa Rosa - PR 41 274 927 976 263 159 64
Nova Prata do Iguaçu - PR 224 548 1.152 966 213 107 31
Nova Tebas - PR 463 572 839 367 61 40 18
Novo Itacolomi - PR 48 181 412 212 40 19 5
Ortigueira - PR 1.189 1.994 2.609 968 203 133 67
Ourizona - PR 23 135 465 377 80 34 16
Ouro Verde do Oeste - PR 84 301 710 531 98 45 26
Paiçandu - PR 237 1.454 4.644 4.175 757 231 80
Palmas - PR 1.118 2.793 3.953 2.656 769 514 339
Palmeira - PR 652 1.731 3.462 2.657 693 468 218
Palmital - PR 880 1.119 1.512 667 161 111 55
Palotina - PR 214 909 3.110 3.275 1.063 679 418
Paraíso do Norte - PR 43 375 1.400 1.510 333 170 102
Paranacity - PR 108 539 1.356 997 182 93 54
continua



169
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2012
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paranaguá - PR 2.264 6.542 12.582 11.793 4.057 2.690 1.560
Paranapoema - PR 48 177 392 242 37 15 11
Paranavaí - PR 629 3.050 9.239 8.973 2.655 1.724 1.178
Pato Bragado - PR 24 135 594 609 150 85 37
Pato Branco - PR 562 2.024 6.586 8.495 3.083 2.109 1.449
Paula Freitas - PR 142 364 631 388 76 35 17
Paulo Frontin - PR 158 428 905 520 101 58 24
Peabiru - PR 217 874 1.712 1.105 269 147 77
Perobal - PR 48 307 819 534 92 50 8
Pérola - PR 49 404 1.548 1.195 196 137 58
Pérola d'Oeste - PR 233 381 795 593 133 78 29
Piên - PR 227 614 1.269 990 197 78 31
Pinhais - PR 665 3.527 11.041 13.500 4.196 2.454 1.463
Pinhalão - PR 186 453 762 401 81 56 37
Pinhal de São Bento - PR 92 167 360 178 32 13 5
Pinhão - PR 1.701 2.084 2.642 1.349 348 181 89
Piraí do Sul - PR 611 1.752 2.597 1.485 419 263 140
Piraquara - PR 1.051 4.346 9.602 8.182 1.875 911 420
Pitanga - PR 1.304 2.302 3.502 2.000 560 322 185
Pitangueiras - PR 24 135 388 259 53 18 6
Planaltina do Paraná - PR 83 224 513 356 75 38 26
Planalto - PR 416 731 1.599 1263 235 138 65
Ponta Grossa - PR 3.582 13.332 30.374 29.074 9.853 6.913 4.875
Pontal do Paraná - PR 368 983 2.192 2.165 758 521 318
Porecatu - PR 80 542 1.579 1.482 433 267 128
Porto Amazonas - PR 68 265 530 365 87 63 28
Porto Barreiro - PR 187 254 345 221 62 31 15
Porto Rico - PR 34 157 314 219 44 23 15
Porto Vitória - PR 102 257 426 332 63 23 17
Prado Ferreira - PR 29 203 430 258 61 30 11
Pranchita - PR 136 279 667 518 149 88 56
Presidente Castelo Branco - PR 33 198 653 492 93 39 23
Primeiro de Maio - PR 145 627 1.442 906 228 159 57
Prudentópolis - PR 2.074 3.058 5.452 3.094 668 393 174
Quarto Centenário - PR 105 312 686 360 59 30 18
Quatiguá - PR 74 402 992 685 153 98 40
continua



170
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2012
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quatro Barras - PR 139 730 2.015 2.058 599 377 196
Quatro Pontes - PR 11 71 408 518 163 86 60
Quedas do Iguaçu - PR 1.418 1.817 3.008 2.015 476 287 142
Querência do Norte - PR 443 901 1.380 714 139 63 37
Quinta do Sol - PR 90 290 657 484 69 70 23
Quitandinha - PR 702 1.229 1.847 925 213 105 40
Ramilândia - PR 192 304 445 227 34 19 4
Rancho Alegre - PR 76 254 554 338 85 56 24
Rancho Alegre D'Oeste - PR 60 193 347 223 45 17 19
Realeza - PR 263 744 1.955 1.673 412 258 155
Rebouças - PR 714 1.036 1.576 805 176 98 51
Renascença - PR 237 353 662 538 190 153 88
Reserva - PR 1.163 1.954 2.512 1.134 267 162 90
Reserva do Iguaçu - PR 372 471 642 290 86 55 25
Ribeirão Claro - PR 143 652 1.376 809 225 137 90
Ribeirão do Pinhal - PR 329 979 1.763 899 184 131 112
Rio Azul - PR 485 875 1.537 953 202 97 43
Rio Bom - PR 72 229 489 238 40 30 14
Rio Bonito do Iguaçu - PR 961 887 1.135 602 125 72 29
Rio Branco do Ivaí - PR 212 310 422 156 36 14 12
Rio Branco do Sul - PR 663 1.887 3.385 2.186 499 224 89
Rio Negro - PR 381 1.409 3.313 2.990 944 584 346
Rolândia - PR 362 2.055 6.396 6.803 1.741 1.044 582
Roncador - PR 505 901 1.378 614 148 79 48
Rondon - PR 53 313 1.137 1.080 184 123 49
Rosário do Ivaí - PR 237 448 654 277 57 35 12
Sabáudia - PR 54 235 739 718 156 72 26
Salgado Filho - PR 173 250 510 377 75 37 20
Salto do Itararé - PR 177 377 727 368 93 41 19
Salto do Lontra - PR 276 695 1.634 1.116 263 152 53
Santa Amélia - PR 93 258 498 252 60 38 14
Santa Cecília do Pavão - PR 118 253 498 262 40 41 17
Santa Cruz de Monte Castelo - PR 122 477 1.076 708 150 97 42
Santa Fé - PR 57 336 1.400 1.185 271 135 68
Santa Helena - PR 370 1.221 2.910 2.258 666 311 189
Santa Inês - PR 17 91 267 172 25 17 8
Santa Isabel do Ivaí - PR 80 463 1.234 892 189 121 44
Santa Izabel do Oeste - PR 354 759 1.554 902 200 104 53
continua


171
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2012
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Lúcia - PR 115 256 523 317 72 33 16
Santa Maria do Oeste - PR 740 887 1.131 400 84 50 18
Santa Mariana - PR 229 862 1.646 1.002 228 171 73
Santa Mônica - PR 45 248 476 269 54 22 5
Santana do Itararé - PR 222 415 637 299 49 37 22
Santa Tereza do Oeste - PR 134 555 1.319 922 225 88 43
Santa Terezinha de Itaipu - PR 302 1.076 2.278 1.940 526 317 103
Santo Antônio da Platina - PR 538 2.267 5.164 3.753 929 702 437
Santo Antônio do Caiuá - PR 52 168 419 215 33 23 6
Santo Antônio do Paraíso - PR 36 178 347 173 39 21 12
Santo Antônio do Sudoeste - PR 650 1.114 2.086 1.310 326 201 97
Santo Inácio - PR 48 221 655 605 133 78 42
São Carlos do Ivaí - PR 55 242 771 711 158 65 38
São Jerônimo da Serra - PR 590 828 1.088 424 102 69 43
São João - PR 172 595 1.395 940 251 134 66
São João do Caiuá - PR 111 394 824 412 87 47 24
São João do Ivaí - PR 236 776 1.633 939 199 127 54
São João do Triunfo - PR 641 1.051 1.436 706 146 80 36
São Jorge d'Oeste - PR 221 541 1.111 815 150 96 53
São Jorge do Ivaí - PR 39 205 742 656 174 91 40
São Jorge do Patrocínio - PR 48 288 857 674 123 58 26
São José da Boa Vista - PR 233 465 879 452 85 47 30
São José das Palmeiras - PR 91 259 493 297 59 11 14
São José dos Pinhais - PR 1.655 8.205 24.970 30.469 10.327 6.020 2.750
São Manoel do Paraná - PR 8 68 285 275 38 22 10
São Mateus do Sul - PR 917 2.335 4.414 3.328 923 716 400
São Miguel do Iguaçu - PR 513 1.459 2.889 2.203 599 335 188
São Pedro do Iguaçu - PR 171 394 893 469 135 37 25
São Pedro do Ivaí - PR 71 445 1.368 1.058 195 93 58
São Pedro do Paraná - PR 32 147 378 208 50 19 15
São Sebastião da Amoreira - PR 142 550 1.107 640 145 80 46
São Tomé - PR 21 197 645 710 125 46 20
Sapopema - PR 236 482 769 434 86 48 36
Sarandi - PR 673 3.860 10.395 9.127 1.594 520 157
Saudade do Iguaçu - PR 130 259 545 395 102 64 28
Sengés - PR 494 1.417 2.014 1.185 233 123 72
Serranópolis do Iguaçu - PR 45 178 565 516 137 73 37
continua



172
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2012
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Sertaneja - PR 73 350 809 525 116 79 55
Sertanópolis - PR 96 676 1.982 1.689 404 229 118
Siqueira Campos - PR 243 1.134 2.658 1.536 326 210 126
Sulina - PR 74 183 445 305 76 42 19
Tamarana - PR 534 909 1.276 623 120 62 29
Tamboara - PR 21 209 695 532 88 46 17
Tapejara - PR 100 684 1.971 1.475 247 139 72
Tapira - PR 95 341 900 515 95 34 26
Teixeira Soares - PR 310 765 1.057 570 123 95 49
Telêmaco Borba - PR 1.104 3.438 7.116 6.812 2.109 1.150 608
Terra Boa - PR 66 563 2.265 1.796 302 160 85
Terra Rica - PR 152 702 2.058 1.572 290 128 83
Terra Roxa - PR 185 835 2.372 1.699 324 181 69
Tibagi - PR 646 1.394 1.990 1.106 304 216 120
Tijucas do Sul - PR 372 965 1.651 1.073 247 111 69
Toledo - PR 690 3.695 13.011 14.806 4.270 2.672 1.634
Tomazina - PR 251 629 1.146 583 138 95 61
Três Barras do Paraná - PR 553 854 1.227 750 200 138 47
Tunas do Paraná - PR 187 478 581 362 63 40 16
Tuneiras do Oeste - PR 154 568 1.292 651 116 56 22
Tupãssi - PR 122 459 1.023 739 154 109 70
Turvo - PR 534 1.071 1.414 727 184 93 39
Ubiratã - PR 378 1.276 2.845 1.813 462 289 166
Umuarama - PR 538 3.655 11.623 11.257 3.422 2.508 1.595
União da Vitória - PR 901 2.576 5.650 4.917 1.434 921 568
Uniflor - PR 26 92 345 273 34 21 10
Uraí - PR 199 750 1.562 893 225 143 73
Wenceslau Braz - PR 608 1.343 2.347 1.297 350 241 150
Ventania - PR 306 819 1.169 511 101 67 26
Vera Cruz do Oeste - PR 214 575 1.035 683 184 101 57
Verê - PR 198 425 914 669 182 101 43
Alto Paraíso - PR 59 229 473 224 31 14 14
Doutor Ulysses - PR 422 425 478 199 24 11 3
Virmond - PR 112 260 441 301 79 32 21
Vitorino - PR 84 309 724 658 155 99 38
Xambrê - PR 72 367 911 538 83 42 24






173
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 3 Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2013
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 154.355 467.158 1.086.935 999.030 312.341 227.044 170.232
Abatiá - PR 203 570 1.030 560 100 47 30
Adrianópolis - PR 288 496 712 335 57 39 20
Agudos do Sul - PR 333 623 903 579 113 74 28
Almirante Tamandaré - PR 1.148 4.952 11.608 10.013 2.156 1.028 435
Altamira do Paraná - PR 214 398 499 224 38 44 11
Altônia - PR 242 964 3.170 1.977 388 156 81
Alto Paraná - PR 215 808 1.827 1.088 233 124 43
Alto Piquiri - PR 205 754 1.413 698 127 82 47
Alvorada do Sul - PR 197 552 1.273 812 184 105 64
Amaporã - PR 178 327 675 368 64 25 15
Ampére - PR 281 949 2.360 1.562 287 150 80
Anahy - PR 49 223 420 204 38 23 12
Andirá - PR 303 1.204 2.781 1.817 325 226 118
Ângulo - PR 28 147 403 279 56 27 16
Antonina - PR 610 1.314 1.852 1.244 420 266 190
Antônio Olinto - PR 369 597 833 379 86 35 17
Apucarana - PR 813 4.288 13.826 14.011 3.774 2.288 1.298
Arapongas - PR 531 3.253 11.832 12.985 3.220 1.790 967
Arapoti - PR 678 1.754 2.806 1.786 530 350 196
Arapuã - PR 193 293 427 175 23 17 11
Araruna - PR 199 766 1.942 1247 221 121 47
Araucária - PR 873 4.144 11.958 13.098 3.923 2.102 881
Ariranha do Ivaí - PR 106 199 328 149 23 13 7
Assaí - PR 281 1.101 2.166 1.322 315 184 94
Assis Chateaubriand - PR 500 2.023 4.564 3.143 678 391 210
Astorga - PR 160 1.136 3.275 2.690 645 351 166
Atalaia - PR 20 159 548 461 96 65 22
Balsa Nova - PR 155 529 1.331 1.149 242 112 62
Bandeirantes - PR 587 1.976 3.925 2.492 595 448 255
Barbosa Ferraz - PR 415 1.002 1.703 789 181 106 51
Barracão - PR 311 552 1.095 678 204 127 71
Barra do Jacaré - PR 51 165 381 212 52 21 9
Bela Vista da Caroba - PR 199 259 481 288 54 22 13
Bela Vista do Paraíso - PR 197 820 1.928 1.356 338 208 153
Bituruna - PR 765 1.149 1.602 821 149 74 34
Boa Esperança - PR 133 304 596 366 81 64 33
continua


174
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2013
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu - PR 85 161 302 227 34 34 8
Boa Ventura de São Roque - PR 398 523 608 305 61 26 17
Boa Vista da Aparecida - PR 290 541 1.027 520 104 50 30
Bocaiúva do Sul - PR 270 706 1.170 819 194 91 47
Bom Jesus do Sul - PR 200 261 470 244 41 16 10
Bom Sucesso - PR 64 377 973 528 121 57 24
Bom Sucesso do Sul - PR 55 196 399 275 61 27 26
Borrazópolis - PR 168 577 1.161 580 118 94 52
Braganey - PR 174 387 794 365 102 59 31
Brasilândia do Sul - PR 76 246 453 230 55 20 21
Cafeara - PR 35 132 362 278 43 29 13
Cafelândia - PR 114 624 1.874 1.518 357 219 90
Cafezal do Sul - PR 76 279 633 409 68 28 11
Califórnia - PR 111 453 1.093 714 156 116 29
Cambará - PR 342 1.443 3.137 2.096 498 288 145
Cambé - PR 684 3.819 11.325 10.996 2.777 1.419 603
Cambira - PR 82 373 942 740 161 86 34
Campina da Lagoa - PR 482 1.125 2.084 1.156 216 145 79
Campina do Simão - PR 255 328 352 133 26 13 9
Campina Grande do Sul - PR 397 1.764 4.205 3.914 994 458 189
Campo Bonito - PR 158 327 486 256 75 44 15
Campo do Tenente - PR 225 516 722 419 115 51 29
Campo Largo - PR 1.163 4.492 11.666 11.950 3.314 1.898 927
Campo Magro - PR 363 1.310 2.868 2.324 460 179 65
Campo Mourão - PR 915 3.845 9.860 8.784 2.718 1.985 1.354
Cândido de Abreu - PR 1.258 1.261 1.741 748 153 89 41
Candói - PR 857 1.082 1.469 726 180 112 43
Cantagalo - PR 706 997 1.346 596 113 64 43
Capanema - PR 444 873 2.266 1.996 468 269 142
Capitão Leônidas Marques - PR 305 852 1.832 1.370 361 191 85
Carambeí - PR 263 995 2.072 1731 357 238 136
Carlópolis - PR 282 964 1.826 1032 238 154 81
Cascavel - PR 2.469 9.995 27.795 30.862 10.833 8.059 5.268
Castro - PR 1.781 4.417 7.006 4.562 1.206 802 523
Catanduvas - PR 359 752 1.091 576 135 85 42
Centenário do Sul - PR 155 680 1.595 965 156 99 52
continua



175
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2013
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Cerro Azul - PR 1.159 1.488 1.709 598 107 79 37
Céu Azul - PR 93 575 1.388 1.161 287 172 61
Chopinzinho - PR 455 991 2.189 1.803 499 331 219
Cianorte - PR 243 1.927 7.674 9.063 2.500 1.490 809
Cidade Gaúcha - PR 97 490 1.368 1.131 243 134 89
Clevelândia - PR 531 1.170 1.920 1.225 336 220 139
Colombo - PR 1.788 8.530 22.789 23.484 5.898 2.654 830
Colorado - PR 119 710 2.723 2.844 713 416 235
Congonhinhas - PR 425 646 943 463 87 48 38
Conselheiro Mairinck - PR 99 298 471 237 52 47 28
Contenda - PR 368 890 1.761 1.292 290 184 85
Corbélia - PR 207 848 2.063 1.540 423 240 118
Cornélio Procópio - PR 476 1.996 5.278 4.800 1.495 1.093 660
Coronel Domingos Soares - PR 431 586 654 286 46 29 20
Coronel Vivida - PR 507 1.191 2.557 1.975 542 310 154
Corumbataí do Sul - PR 167 328 546 251 40 25 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 97 242 570 372 73 30 22
Cruzeiro do Oeste - PR 303 1.291 2.791 1.834 409 220 120
Cruzeiro do Sul - PR 62 283 580 392 68 46 16
Cruz Machado - PR 1.145 1.193 1.636 808 157 68 54
Cruzmaltina - PR 96 272 457 202 34 17 10
Curitiba - PR 6.929 36.989 124.185 182.077 85.460 81.392 82.650
Curiúva - PR 433 1.260 1.667 795 171 103 42
Diamante do Norte - PR 71 326 748 452 112 63 17
Diamante do Sul - PR 239 275 364 150 20 15 6
Diamante D'Oeste - PR 238 350 542 328 68 25 19
Dois Vizinhos - PR 479 1.320 4.081 4.244 1.095 674 325
Douradina - PR 48 336 985 775 180 112 68
Doutor Camargo - PR 62 234 829 720 165 59 27
Enéas Marques - PR 139 311 719 533 161 87 62
Engenheiro Beltrão - PR 146 762 1.873 1.422 296 171 98
Esperança Nova - PR 27 103 297 201 32 19 7
Entre Rios do Oeste - PR 15 116 412 497 159 112 48
Espigão Alto do Iguaçu - PR 259 303 495 228 51 27 21
Farol - PR 121 247 478 207 39 27 15
Faxinal - PR 333 1.267 2.061 1.195 286 177 102
continua



176
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2013
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Fazenda Rio Grande - PR 863 3.803 9.317 7.905 1.536 586 171
Fênix - PR 123 370 658 330 81 46 29
Fernandes Pinheiro - PR 293 499 565 291 46 18 15
Figueira - PR 170 665 1.124 591 130 74 37
Floraí - PR 17 153 739 686 125 65 37
Flor da Serra do Sul - PR 214 280 553 343 81 30 10
Floresta - PR 41 232 786 700 155 77 35
Florestópolis - PR 93 526 1.560 1.080 199 66 40
Flórida - PR 20 119 316 266 57 35 13
Formosa do Oeste - PR 122 475 1.142 663 148 70 37
Foz do Iguaçu - PR 4.462 12.419 25.168 22.463 7.386 5.381 3.806
Francisco Alves - PR 153 404 926 516 98 46 15
Francisco Beltrão - PR 844 2.832 8.165 9.229 2.823 1.944 1.182
Foz do Jordão - PR 243 407 531 308 71 21 23
General Carneiro - PR 507 1.123 1.291 749 144 76 33
Godoy Moreira - PR 161 256 430 234 31 17 11
Goioerê - PR 423 1.695 3.755 2.489 739 436 235
Goioxim - PR 556 622 648 228 40 21 6
Grandes Rios - PR 331 523 820 362 72 40 13
Guaíra - PR 701 1.767 3.417 2514 720 473 331
Guairaçá - PR 89 328 857 538 120 58 28
Guamiranga - PR 346 613 879 450 70 56 20
Guapirama - PR 91 336 552 231 54 23 20
Guaporema - PR 22 100 324 197 28 17 6
Guaraci - PR 41 232 747 572 104 59 20
Guaraniaçu - PR 537 1.076 1.745 1.009 288 177 118
Guarapuava - PR 3.273 9.912 17.602 13.056 3.807 2.736 1.953
Guaraqueçaba - PR 680 599 669 280 67 45 11
Guaratuba - PR 531 1.685 3.291 2.858 874 565 390
Honório Serpa - PR 283 430 605 329 94 37 26
Ibaiti - PR 686 2.025 3.686 2.152 475 320 179
Ibema - PR 167 426 742 425 79 47 24
Ibiporã - PR 446 2.289 5.866 4.871 1232 686 294
Icaraíma - PR 175 584 1.282 720 137 80 28
Iguaraçu - PR 31 182 516 424 100 40 24
Iguatu - PR 78 150 296 169 30 22 5
continua



177
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2013
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Imbaú - PR 344 910 1.389 654 114 57 26
Imbituva - PR 785 2.384 3.175 1.668 341 249 104
Inácio Martins - PR 620 973 1.068 410 88 32 23
Inajá - PR 47 197 397 233 61 28 11
Indianópolis - PR 29 159 593 508 102 49 27
Ipiranga - PR 439 1.065 1.609 888 152 95 46
Iporã - PR 273 865 2.188 1.268 263 155 76
Iracema do Oeste - PR 79 172 348 204 50 28 4
Irati - PR 843 3.318 6.714 4.847 1.265 810 470
Iretama - PR 519 884 1.285 629 124 86 37
Itaguajé - PR 93 323 578 373 94 39 22
Itaipulândia - PR 144 511 1.143 774 198 96 54
Itambaracá - PR 132 487 904 524 106 54 26
Itambé - PR 28 262 829 635 126 64 20
Itapejara d'Oeste - PR 157 577 1.405 1.050 210 102 62
Itaperuçu - PR 552 1.765 2.820 1.504 234 89 34
Itaúna do Sul - PR 76 253 528 235 41 15 7
Ivaí - PR 655 907 1.381 701 153 82 42
Ivaiporã - PR 804 2.164 4.018 2.639 709 501 302
Ivaté - PR 70 402 1.083 778 126 55 31
Ivatuba - PR 20 110 357 254 74 36 21
Jaboti - PR 99 408 652 352 57 55 28
Jacarezinho - PR 574 2.212 4.288 3.282 974 675 422
Jaguapitã - PR 66 527 1.598 1.285 294 145 71
Jaguariaíva - PR 719 2.312 3.491 2.537 685 481 255
Jandaia do Sul - PR 143 799 2.617 2.190 612 359 197
Janiópolis - PR 199 441 935 472 112 55 44
Japira - PR 150 363 602 340 78 50 32
Japurá - PR 47 299 1.126 1.048 198 101 37
Jardim Alegre - PR 660 940 1.551 659 157 92 41
Jardim Olinda - PR 35 98 170 115 24 11 5
Jataizinho - PR 222 830 1.327 815 199 98 41
Jesuítas - PR 271 617 1.215 755 140 65 41
Joaquim Távora - PR 129 652 1.514 929 224 140 85
Jundiaí do Sul - PR 140 270 413 183 42 30 25
Juranda - PR 147 560 1.020 595 108 79 32
continua



178
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2013
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Jussara - PR 50 296 869 730 138 64 24
Kaloré - PR 65 339 702 363 66 39 11
Lapa - PR 1.108 2.823 5.295 3.496 874 621 335
Laranjal - PR 543 510 499 153 33 17 7
Laranjeiras do Sul - PR 968 1.944 3.230 2.328 648 484 266
Leópolis - PR 47 290 593 281 73 42 10
Lidianópolis - PR 127 335 571 263 64 22 13
Lindoeste - PR 211 410 682 285 52 31 12
Loanda - PR 172 1.008 2.715 2.163 518 293 203
Lobato - PR 29 184 616 460 119 60 25
Londrina - PR 3.951 16.367 47.111 54.569 20.303 16.052 12.952
Luiziana - PR 204 652 926 388 93 57 24
Lunardelli - PR 185 441 657 370 81 44 12
Lupionópolis - PR 64 251 713 404 79 57 26
Mallet - PR 377 859 1.577 965 199 113 56
Mamborê - PR 347 987 1.740 1.102 261 161 92
Mandaguaçu - PR 140 783 2.400 2.132 503 276 116
Mandaguari - PR 289 1.469 4.066 3.544 929 501 266
Mandirituba - PR 553 1.378 2.580 1.689 425 191 69
Manfrinópolis - PR 146 215 381 188 42 17 8
Mangueirinha - PR 696 1.130 1.725 1.100 246 169 86
Manoel Ribas - PR 552 857 1.432 860 208 149 70
Marechal Cândido Rondon - PR 283 1.494 5.153 6.283 1.772 1.009 620
Maria Helena - PR 99 388 913 474 85 40 24
Marialva - PR 238 1.344 3.860 3.410 820 516 210
Marilândia do Sul - PR 214 639 1.211 556 134 79 39
Marilena - PR 105 453 977 544 92 47 11
Mariluz - PR 373 772 1.195 575 110 75 29
Maringá - PR 1.042 7.029 29.464 45.076 17.375 13.423 9.484
Mariópolis - PR 118 334 744 611 157 114 60
Maripá - PR 43 199 716 690 181 104 50
Marmeleiro - PR 399 742 1.563 1.242 320 215 114
Marquinho - PR 339 364 440 212 46 19 14
Marumbi - PR 59 255 708 438 57 37 19
Matelândia - PR 243 800 1.872 1.499 362 227 97
Matinhos - PR 523 1.392 3.079 3.007 1.008 685 402
continua



179
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2013
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Mato Rico - PR 271 336 396 145 19 17 -
Mauá da Serra - PR 219 695 1.041 507 79 49 25
Medianeira - PR 366 1.494 4.715 4.822 1.381 820 441
Mercedes - PR 61 209 598 564 138 72 36
Mirador - PR 43 143 334 195 26 15 9
Miraselva - PR 12 80 264 186 50 23 9
Missal - PR 157 479 1.381 1.114 282 152 64
Moreira Sales - PR 303 870 1.812 982 174 103 39
Morretes - PR 366 971 1.529 1.189 357 223 138
Munhoz de Melo - PR 26 181 520 390 66 35 25
Nossa Senhora das Graças - PR 30 176 522 454 78 35 4
Nova Aliança do Ivaí - PR 12 74 191 142 25 15 4
Nova América da Colina - PR 44 247 495 238 49 20 6
Nova Aurora - PR 197 728 1.570 1.024 244 125 60
Nova Cantu - PR 399 596 895 398 77 42 27
Nova Esperança - PR 201 1.243 3.559 2.785 640 382 183
Nova Esperança do Sudoeste - PR 115 264 574 471 88 68 31
Nova Fátima - PR 170 616 1.050 617 140 66 40
Nova Laranjeiras - PR 841 719 909 472 107 65 36
Nova Londrina - PR 153 672 1.693 1.238 294 170 111
Nova Olímpia - PR 50 293 873 492 103 73 24
Nova Santa Bárbara - PR 169 300 513 265 44 29 14
Nova Santa Rosa - PR 44 287 942 969 253 155 62
Nova Prata do Iguaçu - PR 240 575 1.171 959 205 105 30
Nova Tebas - PR 496 600 853 365 59 39 17
Novo Itacolomi - PR 51 190 419 210 39 19 5
Ortigueira - PR 1.274 2.093 2.653 961 195 130 65
Ourizona - PR 24 142 473 374 77 34 15
Ouro Verde do Oeste - PR 90 316 722 527 94 44 26
Paiçandu - PR 254 1.526 4.722 4.145 729 226 78
Palmas - PR 1.198 2.931 4.020 2.637 740 503 329
Palmeira - PR 699 1.817 3.520 2.638 667 457 212
Palmital - PR 943 1.175 1.538 662 155 108 53
Palotina - PR 229 954 3.163 3.252 1.022 664 406
Paraíso do Norte - PR 47 394 1.424 1.499 320 167 99
Paranacity - PR 115 566 1.378 990 176 91 52
continua



180
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2013
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paranaguá - PR 2.426 6.867 12.794 11.708 3.904 2.629 1.516
Paranapoema - PR 51 186 398 240 35 15 10
Paranavaí - PR 674 3.202 9.394 8.908 2.555 1.685 1.144
Pato Bragado - PR 26 142 604 604 145 83 36
Pato Branco - PR 602 2.125 6.697 8.434 2.967 2.062 1.408
Paula Freitas - PR 153 382 642 385 73 35 16
Paulo Frontin - PR 169 449 920 516 97 57 24
Peabiru - PR 233 918 1.741 1.097 258 144 75
Perobal - PR 51 323 832 531 88 49 8
Pérola - PR 52 424 1.574 1.186 189 134 57
Pérola d'Oeste - PR 249 400 808 589 128 76 28
Piên - PR 243 645 1.290 983 190 76 30
Pinhais - PR 713 3.702 11.227 13.403 4.038 2.399 1.421
Pinhalão - PR 199 476 775 398 78 55 36
Pinhal de São Bento - PR 99 176 366 177 31 12 5
Pinhão - PR 1.823 2.187 2.687 1339 335 177 86
Piraí do Sul - PR 655 1.839 2.641 1.475 403 257 136
Piraquara - PR 1.126 4.562 9.763 8.123 1.804 891 408
Pitanga - PR 1.398 2.416 3.561 1.986 539 315 180
Pitangueiras - PR 26 142 394 257 51 18 6
Planaltina do Paraná - PR 89 235 522 354 72 37 26
Planalto - PR 446 767 1.626 1.254 226 135 63
Ponta Grossa - PR 3.839 13.994 30.886 28.864 9.481 6.757 4.735
Pontal do Paraná - PR 395 1.031 2.229 2.149 730 510 308
Porecatu - PR 86 569 1.606 1.471 416 261 124
Porto Amazonas - PR 73 278 539 362 84 61 27
Porto Barreiro - PR 200 266 351 219 60 30 14
Porto Rico - PR 36 165 320 217 42 22 14
Porto Vitória - PR 109 269 433 330 61 22 16
Prado Ferreira - PR 31 213 437 256 59 29 10
Pranchita - PR 146 293 678 514 144 86 54
Presidente Castelo Branco - PR 35 208 664 488 89 38 23
Primeiro de Maio - PR 155 658 1.466 899 220 155 56
Prudentópolis - PR 2.222 3.210 5.544 3.072 643 384 169
Quarto Centenário - PR 113 328 697 357 56 29 17
Quatiguá - PR 79 421 1.008 680 147 96 39
continua



181
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2013
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quatro Barras - PR 149 766 2.049 2.043 576 369 190
Quatro Pontes - PR 12 74 415 514 157 84 59
Quedas do Iguaçu - PR 1.520 1.907 3.059 2.001 458 280 138
Querência do Norte - PR 475 946 1.404 709 134 61 36
Quinta do Sol - PR 97 304 668 481 66 68 23
Quitandinha - PR 752 1.290 1.878 918 205 103 39
Ramilândia - PR 206 319 453 226 33 19 4
Rancho Alegre - PR 82 266 563 335 82 55 24
Rancho Alegre D'Oeste - PR 64 202 353 221 43 17 19
Realeza - PR 282 781 1.987 1.661 396 253 150
Rebouças - PR 765 1.088 1.603 800 169 96 49
Renascença - PR 254 370 673 534 183 150 85
Reserva - PR 1.246 2.051 2.555 1.126 257 159 87
Reserva do Iguaçu - PR 398 494 653 288 83 54 25
Ribeirão Claro - PR 154 684 1.399 803 216 134 87
Ribeirão do Pinhal - PR 353 1.027 1.793 893 177 129 109
Rio Azul - PR 519 919 1.563 946 194 95 42
Rio Bom - PR 77 241 497 237 39 29 13
Rio Bonito do Iguaçu - PR 1.030 931 1.154 598 120 70 28
Rio Branco do Ivaí - PR 227 326 429 155 34 13 11
Rio Branco do Sul - PR 710 1.981 3.442 2.170 480 219 86
Rio Negro - PR 409 1.479 3.369 2.969 909 571 336
Rolândia - PR 388 2.158 6.503 6.754 1.675 1.020 566
Roncador - PR 542 946 1.402 610 142 77 46
Rondon - PR 57 329 1.156 1072 177 121 47
Rosário do Ivaí - PR 254 470 665 275 55 35 11
Sabáudia - PR 58 247 752 713 150 70 26
Salgado Filho - PR 185 263 519 374 72 36 20
Salto do Itararé - PR 190 396 739 366 89 40 19
Salto do Lontra - PR 296 729 1.661 1.108 253 149 51
Santa Amélia - PR 100 270 506 251 57 37 13
Santa Cecília do Pavão - PR 127 266 506 260 39 40 16
Santa Cruz de Monte Castelo - PR 130 500 1.094 703 145 95 41
Santa Fé - PR 61 352 1.424 1.176 261 132 66
Santa Helena - PR 396 1.281 2.959 2.242 640 304 184
Santa Inês - PR 19 96 271 170 24 17 8
continua



182
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2013
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Isabel do Ivaí - PR 86 486 1.255 885 182 118 43
Santa Izabel do Oeste - PR 380 797 1.580 895 192 102 51
Santa Lúcia - PR 123 268 531 315 70 32 15
Santa Maria do Oeste - PR 793 931 1.150 397 81 49 17
Santa Mariana - PR 246 905 1.674 995 220 168 71
Santa Mônica - PR 48 261 484 267 52 21 5
Santana do Itararé - PR 238 435 648 297 47 36 22
Santa Tereza do Oeste - PR 143 582 1.341 916 216 86 42
Santa Terezinha de Itaipu - PR 324 1.129 2.317 1.926 506 310 100
Santo Antônio da Platina - PR 577 2.380 5.251 3.726 894 686 425
Santo Antônio do Caiuá - PR 56 177 426 214 32 22 6
Santo Antônio do Paraíso - PR 38 187 353 171 38 20 11
Santo Antônio do Sudoeste - PR 696 1.170 2.121 1.301 314 197 95
Santo Inácio - PR 51 232 666 601 128 76 41
São Carlos do Ivaí - PR 59 254 784 706 152 64 37
São Jerônimo da Serra - PR 632 870 1.106 421 98 67 42
São João - PR 184 625 1.418 933 242 131 64
São João do Caiuá - PR 119 414 838 409 84 46 24
São João do Ivaí - PR 253 814 1.660 932 191 124 52
São João do Triunfo - PR 687 1.103 1.460 701 140 78 35
São Jorge d'Oeste - PR 236 568 1.130 809 145 94 51
São Jorge do Ivaí - PR 42 215 755 651 168 89 39
São Jorge do Patrocínio - PR 51 302 871 669 118 57 26
São José da Boa Vista - PR 249 489 894 449 82 46 29
São José das Palmeiras - PR 98 271 501 295 56 11 13
São José dos Pinhais - PR 1.774 8.613 25.391 30.249 9.937 5.885 2.671
São Manoel do Paraná - PR 8 71 289 273 36 21 9
São Mateus do Sul - PR 983 2.451 4.489 3.304 888 700 389
São Miguel do Iguaçu - PR 550 1.532 2.937 2.187 576 327 183
São Pedro do Iguaçu - PR 183 414 908 465 130 36 25
São Pedro do Ivaí - PR 76 467 1.391 1050 188 91 57
São Pedro do Paraná - PR 34 154 385 206 49 19 14
São Sebastião da Amoreira - PR 153 577 1.126 636 139 78 44
São Tomé - PR 22 207 656 705 120 45 20
Sapopema - PR 253 506 782 431 83 47 35
Sarandi - PR 721 4.052 10.569 9.061 1.534 508 152
continua



183
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2013
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Saudade do Iguaçu - PR 140 271 555 392 98 63 27
Sengés - PR 530 1.487 2.048 1.176 224 121 70
Serranópolis do Iguaçu - PR 48 187 574 512 131 72 36
Sertaneja - PR 78 367 823 521 112 77 53
Sertanópolis - PR 102 710 2.016 1.676 389 223 114
Siqueira Campos - PR 261 1.190 2.702 1.524 314 206 122
Sulina - PR 79 192 453 303 73 41 19
Tamarana - PR 572 954 1.298 618 116 60 28
Tamboara - PR 22 219 707 528 85 45 16
Tapejara - PR 107 718 2.004 1.465 237 136 70
Tapira - PR 101 358 915 511 92 34 26
Teixeira Soares - PR 332 803 1.074 566 118 93 47
Telêmaco Borba - PR 1.183 3.609 7.236 6.763 2.029 1.124 590
Terra Boa - PR 71 591 2.303 1.783 290 156 82
Terra Rica - PR 163 737 2.092 1.560 279 125 80
Terra Roxa - PR 198 876 2.412 1.687 311 177 67
Tibagi - PR 692 1.464 2.023 1.098 293 211 116
Tijucas do Sul - PR 398 1.013 1.679 1.065 237 108 67
Toledo - PR 740 3.879 13.230 14.699 4.108 2.612 1.588
Tomazina - PR 269 660 1.166 578 132 93 60
Três Barras do Paraná - PR 593 896 1.247 744 192 135 45
Tunas do Paraná - PR 200 501 591 359 61 39 15
Tuneiras do Oeste - PR 165 596 1.313 647 112 55 22
Tupãssi - PR 130 482 1.040 733 148 106 68
Turvo - PR 572 1.124 1.438 722 177 91 38
Ubiratã - PR 405 1.339 2.893 1.800 445 283 161
Umuarama - PR 577 3.837 11.819 11.175 3.292 2.452 1.550
União da Vitória - PR 965 2.704 5.745 4.881 1.380 901 552
Uniflor - PR 28 97 351 271 33 20 9
Uraí - PR 213 788 1.588 886 216 140 71
Wenceslau Braz - PR 651 1.409 2.387 1.288 337 236 146
Ventania - PR 328 860 1.189 508 97 66 26
Vera Cruz do Oeste - PR 229 603 1.052 678 177 98 56
continua



184
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2013
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1 salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Verê - PR 212 446 930 664 176 98 42
Alto Paraíso - PR 63 241 481 222 30 13 13
Doutor Ulysses - PR 452 446 486 197 23 11 3
Virmond - PR 120 272 449 298 76 31 21
Vitorino - PR 90 325 736 653 149 97 37
Xambrê - PR 77 385 927 534 79 41 24




185
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 4 Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2014
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 155.294 465.692 1.087.663 1.005.279 322.140 230.134 171.678
Abatiá - PR 204 569 1.031 563 104 48 30
Adrianópolis - PR 289 495 712 337 59 40 20
Agudos do Sul - PR 335 621 903 583 116 75 28
Almirante Tamandaré - PR 1.155 4.936 11.616 10.076 2.224 1.042 439
Altamira do Paraná - PR 216 397 499 225 39 44 11
Altônia - PR 244 961 3.172 1.989 400 159 82
Alto Paraná - PR 217 806 1.828 1.095 240 126 44
Alto Piquiri - PR 206 752 1.414 702 131 83 48
Alvorada do Sul - PR 198 550 1.273 817 190 106 64
Amaporã - PR 179 326 676 370 66 25 16
Ampére - PR 282 946 2.361 1.572 296 152 81
Anahy - PR 49 222 421 205 39 24 12
Andirá - PR 305 1.200 2.783 1829 335 229 119
Ângulo - PR 28 147 403 281 58 27 17
Antonina - PR 614 1.310 1.853 1252 433 270 192
Antônio Olinto - PR 371 595 834 381 89 35 18
Apucarana - PR 818 4.274 13.836 14.098 3.892 2.319 1.309
Arapongas - PR 534 3.243 11.839 13.066 3.321 1.815 975
Arapoti - PR 682 1.748 2.808 1797 547 355 198
Arapuã - PR 195 292 427 176 24 17 11
Araruna - PR 200 764 1.944 1.254 228 122 48
Araucária - PR 879 4.130 11.966 13.180 4.046 2.131 889
Ariranha do Ivaí - PR 107 199 328 150 24 14 7
Assaí - PR 282 1.097 2.167 1.330 325 187 94
Assis Chateaubriand - PR 503 2.017 4.567 3.163 699 396 212
Astorga - PR 161 1.132 3.277 2.707 665 356 167
Atalaia - PR 20 158 549 464 99 66 22
Balsa Nova - PR 156 527 1.332 1.156 249 113 62
Bandeirantes - PR 591 1.970 3.927 2.508 614 454 257
Barbosa Ferraz - PR 417 999 1.705 794 187 108 52
Barracão - PR 313 550 1.096 682 211 129 72
Barra do Jacaré - PR 52 164 381 213 54 22 9
Bela Vista da Caroba - PR 200 258 481 289 56 23 13
Bela Vista do Paraíso - PR 198 818 1.929 1.365 348 211 155
Bituruna - PR 770 1.145 1.603 826 154 75 34
Boa Esperança - PR 134 303 597 368 83 65 33
continua


186
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2014
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu - PR 86 160 302 228 35 34 8
Boa Ventura de São Roque - PR 401 521 608 307 63 26 18
Boa Vista da Aparecida - PR 292 539 1.028 523 107 51 30
Bocaiúva do Sul - PR 272 704 1.171 824 200 92 48
Bom Jesus do Sul - PR 202 260 470 246 42 16 10
Bom Sucesso - PR 64 376 973 532 125 58 24
Bom Sucesso do Sul - PR 55 196 400 276 63 27 26
Borrazópolis - PR 169 576 1.162 584 122 95 53
Braganey - PR 175 386 794 367 105 60 31
Brasilândia do Sul - PR 76 245 453 231 57 20 21
Cafeara - PR 35 132 362 279 44 29 13
Cafelândia - PR 115 622 1.876 1.527 368 222 91
Cafezal do Sul - PR 76 278 634 412 71 28 11
Califórnia - PR 111 452 1.094 718 161 118 29
Cambará - PR 344 1.438 3.140 2.109 514 292 146
Cambé - PR 688 3.807 11.333 11.065 2.864 1.439 608
Cambira - PR 82 372 943 745 166 87 34
Campina da Lagoa - PR 485 1.122 2.085 1.163 223 147 80
Campina do Simão - PR 257 327 352 134 27 14 9
Campina Grande do Sul - PR 400 1.758 4.207 3.938 1.025 464 191
Campo Bonito - PR 159 326 487 258 77 44 16
Campo do Tenente - PR 226 515 723 421 118 52 29
Campo Largo - PR 1.171 4.478 11.674 12.025 3.418 1.923 935
Campo Magro - PR 366 1.306 2.870 2.339 475 181 65
Campo Mourão - PR 921 3.833 9.866 8.839 2.804 2.012 1.366
Cândido de Abreu - PR 1.265 1.257 1.742 752 158 91 41
Candói - PR 862 1.078 1.470 730 186 113 44
Cantagalo - PR 710 994 1.347 599 116 65 44
Capanema - PR 446 870 2.268 2.009 483 273 143
Capitão Leônidas Marques - PR 307 849 1.834 1.379 372 194 86
Carambeí - PR 265 992 2.074 1.741 368 241 137
Carlópolis - PR 284 961 1.827 1.038 246 156 82
Cascavel - PR 2.484 9.963 27.814 31.055 11.173 8.169 5.313
Castro - PR 1.792 4.403 7.011 4.591 1.243 813 528
Catanduvas - PR 361 750 1.092 580 139 86 43
Centenário do Sul - PR 156 678 1.597 971 161 101 53
continua



187
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2014
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Cerro Azul - PR 1.166 1.484 1.710 602 110 80 37
Céu Azul - PR 94 574 1.389 1.168 296 174 61
Chopinzinho - PR 458 988 2.190 1.815 515 335 221
Cianorte - PR 245 1.921 7.679 9.120 2.578 1.510 816
Cidade Gaúcha - PR 97 488 1.369 1.138 251 136 90
Clevelândia - PR 534 1.166 1.922 1.233 346 223 140
Colombo - PR 1.799 8.503 22.804 23.630 6.083 2.690 837
Colorado - PR 120 707 2.725 2.862 736 421 237
Congonhinhas - PR 428 643 944 466 90 49 38
Conselheiro Mairinck - PR 100 297 471 238 54 48 28
Contenda - PR 370 887 1.762 1.300 299 187 86
Corbélia - PR 209 845 2.064 1549 436 244 119
Cornélio Procópio - PR 479 1.989 5.281 4.830 1.542 1.108 666
Coronel Domingos Soares - PR 434 584 655 288 48 29 20
Coronel Vivida - PR 510 1.188 2.558 1.987 559 314 156
Corumbataí do Sul - PR 168 327 547 252 41 25 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 97 241 571 374 75 31 22
Cruzeiro do Oeste - PR 305 1.287 2.793 1.845 421 223 121
Cruzeiro do Sul - PR 62 282 580 394 71 46 17
Cruz Machado - PR 1.152 1.190 1.637 813 162 69 55
Cruzmaltina - PR 96 272 457 203 35 17 10
Curitiba - PR 6.971 36.872 124.268 183.216 88.141 82.499 83.352
Curiúva - PR 436 1.256 1.668 800 177 104 43
Diamante do Norte - PR 71 325 749 455 115 63 18
Diamante do Sul - PR 240 275 364 151 20 15 6
Diamante D'Oeste - PR 239 349 542 330 71 25 19
Dois Vizinhos - PR 482 1.316 4.084 4.271 1.130 683 328
Douradina - PR 48 335 986 780 186 113 68
Doutor Camargo - PR 62 233 830 725 170 60 27
Enéas Marques - PR 139 310 720 536 166 88 62
Engenheiro Beltrão - PR 146 760 1.874 1.431 305 173 99
Esperança Nova - PR 27 102 297 202 33 19 7
Entre Rios do Oeste - PR 15 116 412 500 164 113 49
Espigão Alto do Iguaçu - PR 260 302 495 229 52 27 21
Farol - PR 122 246 478 209 40 27 16
Faxinal - PR 335 1.263 2.062 1.202 295 179 103
continua



188
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2014
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Fazenda Rio Grande - PR 868 3.791 9.323 7.955 1.584 594 172
Fênix - PR 124 369 659 332 83 46 29
Fernandes Pinheiro - PR 295 498 565 293 48 18 16
Figueira - PR 171 663 1.124 595 134 75 37
Floraí - PR 18 153 740 690 129 66 37
Flor da Serra do Sul - PR 216 279 554 345 83 31 10
Floresta - PR 41 231 787 704 159 78 35
Florestópolis - PR 94 524 1.561 1.086 205 67 40
Flórida - PR 20 119 316 267 59 35 13
Formosa do Oeste - PR 123 473 1.142 667 153 71 37
Foz do Iguaçu - PR 4.489 12.380 25.185 22.603 7.618 5.454 3.838
Francisco Alves - PR 153 402 926 520 101 46 16
Francisco Beltrão - PR 850 2.823 8.170 9.287 2.912 1.971 1.193
Foz do Jordão - PR 245 405 532 310 73 22 23
General Carneiro - PR 510 1.120 1.292 753 148 77 33
Godoy Moreira - PR 162 255 430 236 32 17 11
Goioerê - PR 425 1.689 3.757 2.505 762 442 237
Goioxim - PR 559 620 648 229 41 22 6
Grandes Rios - PR 333 521 820 365 74 41 13
Guaíra - PR 705 1.761 3.420 2.530 742 479 334
Guairaçá - PR 89 327 858 542 124 59 28
Guamiranga - PR 348 611 880 453 72 57 20
Guapirama - PR 91 335 553 233 56 24 20
Guaporema - PR 22 99 324 199 28 17 6
Guaraci - PR 41 231 748 575 107 60 20
Guaraniaçu - PR 540 1.072 1.747 1.015 297 179 119
Guarapuava - PR 3.293 9.881 17.614 13.137 3.926 2.773 1.969
Guaraqueçaba - PR 684 597 669 282 69 45 11
Guaratuba - PR 534 1.680 3.294 2.876 902 573 393
Honório Serpa - PR 285 429 605 331 97 37 26
Ibaiti - PR 690 2.019 3.688 2.165 490 324 180
Ibema - PR 168 425 743 428 82 48 24
Ibiporã - PR 449 2.282 5.870 4.901 1.271 695 297
Icaraíma - PR 176 582 1.283 725 141 82 28
Iguaraçu - PR 32 181 516 427 104 41 24
Iguatu - PR 79 150 296 170 31 23 5
continua



189
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2014
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Imbaú - PR 346 907 1.390 658 117 58 26
Imbituva - PR 790 2.376 3.177 1.678 352 253 105
Inácio Martins - PR 623 970 1.069 413 91 33 23
Inajá - PR 47 197 398 235 63 28 11
Indianópolis - PR 29 158 594 511 105 50 27
Ipiranga - PR 442 1.062 1.610 893 157 96 47
Iporã - PR 274 862 2.189 1.276 271 157 77
Iracema do Oeste - PR 80 171 348 205 51 28 4
Irati - PR 848 3.308 6.719 4.877 1.305 821 474
Iretama - PR 523 882 1.286 633 128 87 37
Itaguajé - PR 94 322 578 376 97 40 22
Itaipulândia - PR 145 510 1.143 778 204 97 55
Itambaracá - PR 132 485 904 527 109 54 26
Itambé - PR 28 261 830 639 130 65 20
Itapejara d'Oeste - PR 158 576 1.406 1.057 216 103 62
Itaperuçu - PR 555 1.759 2.822 1.513 241 91 34
Itaúna do Sul - PR 76 252 529 237 42 15 7
Ivaí - PR 659 904 1.381 705 158 83 43
Ivaiporã - PR 808 2.157 4.021 2.655 731 507 305
Ivaté - PR 70 400 1.084 783 130 56 31
Ivatuba - PR 20 109 358 255 76 36 21
Jaboti - PR 100 406 652 354 59 56 28
Jacarezinho - PR 578 2.205 4.291 3.303 1.004 684 425
Jaguapitã - PR 67 525 1.599 1.293 303 147 72
Jaguariaíva - PR 723 2.304 3.493 2.553 706 487 257
Jandaia do Sul - PR 144 797 2.619 2.203 631 364 199
Janiópolis - PR 200 440 936 475 115 56 45
Japira - PR 151 362 602 342 81 51 32
Japurá - PR 47 298 1.127 1.055 204 102 37
Jardim Alegre - PR 664 937 1.552 663 162 93 41
Jardim Olinda - PR 35 97 170 116 25 11 5
Jataizinho - PR 224 827 1.328 820 205 100 41
Jesuítas - PR 273 615 1.216 760 145 66 41
Joaquim Távora - PR 130 650 1.515 935 231 142 86
Jundiaí do Sul - PR 141 270 413 185 43 31 25
Juranda - PR 148 558 1.021 598 112 80 32
continua



190
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2014
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Jussara - PR 50 295 870 735 142 65 24
Kaloré - PR 66 337 703 366 68 40 11
Lapa - PR 1.114 2.814 5.298 3.518 902 630 338
Laranjal - PR 546 509 499 154 34 17 7
Laranjeiras do Sul - PR 974 1.938 3.232 2.343 668 490 269
Leópolis - PR 47 289 594 283 75 43 10
Lidianópolis - PR 128 334 572 264 66 23 13
Lindoeste - PR 212 408 683 287 54 32 12
Loanda - PR 173 1.005 2.717 2.177 534 297 204
Lobato - PR 29 183 617 463 123 61 25
Londrina - PR 3.975 16.315 47.143 54.910 20.940 16.270 13.062
Luiziana - PR 205 650 926 391 96 58 24
Lunardelli - PR 186 440 658 372 83 44 12
Lupionópolis - PR 64 250 713 406 82 58 26
Mallet - PR 380 856 1.578 971 205 114 56
Mamborê - PR 349 984 1.741 1.109 269 163 92
Mandaguaçu - PR 141 780 2.402 2.145 519 280 117
Mandaguari - PR 291 1.464 4.069 3.566 958 507 269
Mandirituba - PR 557 1.374 2.581 1.700 438 194 69
Manfrinópolis - PR 146 214 381 189 43 17 8
Mangueirinha - PR 701 1.127 1.727 1.107 254 171 87
Manoel Ribas - PR 555 854 1.433 866 214 151 71
Marechal Cândido Rondon - PR 285 1.490 5.157 6.322 1.828 1.023 625
Maria Helena - PR 100 387 914 477 88 41 24
Marialva - PR 239 1.340 3.862 3.431 846 523 212
Marilândia do Sul - PR 216 637 1.212 559 138 80 39
Marilena - PR 105 452 978 547 95 48 11
Mariluz - PR 375 769 1.196 579 114 76 29
Maringá - PR 1.049 7.006 29.484 45.358 17.920 13.606 9.564
Mariópolis - PR 118 333 745 615 162 116 60
Maripá - PR 43 199 716 694 187 105 51
Marmeleiro - PR 402 740 1.564 1.250 330 217 115
Marquinho - PR 341 363 441 213 48 19 15
Marumbi - PR 60 254 708 441 59 37 19
Matelândia - PR 245 798 1.873 1.509 374 230 97
Matinhos - PR 526 1.387 3.081 3.025 1.040 694 405
continua



191
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2014
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Mato Rico - PR 273 335 397 146 19 17 -
Mauá da Serra - PR 220 693 1.042 510 82 50 25
Medianeira - PR 368 1.490 4.718 4.852 1.425 831 445
Mercedes - PR 61 209 598 568 142 72 36
Mirador - PR 43 143 335 197 27 15 9
Miraselva - PR 12 80 264 187 51 24 9
Missal - PR 158 477 1.381 1.121 290 154 64
Moreira Sales - PR 305 867 1.814 988 180 104 39
Morretes - PR 368 968 1.530 1.197 368 227 139
Munhoz de Melo - PR 26 180 520 392 68 35 25
Nossa Senhora das Graças - PR 30 175 522 456 81 35 4
Nova Aliança do Ivaí - PR 12 74 191 143 26 15 4
Nova América da Colina - PR 45 246 495 239 50 20 6
Nova Aurora - PR 198 726 1.571 1.031 252 127 60
Nova Cantu - PR 402 594 896 401 80 43 27
Nova Esperança - PR 203 1.239 3.561 2.803 660 387 185
Nova Esperança do Sudoeste - PR 116 263 575 474 91 69 31
Nova Fátima - PR 171 614 1.051 621 145 67 40
Nova Laranjeiras - PR 846 716 909 475 110 66 36
Nova Londrina - PR 153 670 1.694 1.246 303 172 112
Nova Olímpia - PR 50 292 874 495 106 74 24
Nova Santa Bárbara - PR 170 299 513 266 46 29 15
Nova Santa Rosa - PR 45 286 943 975 261 157 62
Nova Prata do Iguaçu - PR 241 574 1.172 965 212 106 30
Nova Tebas - PR 499 598 854 367 60 40 18
Novo Itacolomi - PR 52 190 420 212 40 19 5
Ortigueira - PR 1.282 2.087 2.655 967 202 131 65
Ourizona - PR 25 142 473 377 80 34 16
Ouro Verde do Oeste - PR 90 315 723 531 97 44 26
Paiçandu - PR 255 1.521 4.726 4.171 752 229 79
Palmas - PR 1.206 2.922 4.023 2.653 763 510 332
Palmeira - PR 703 1.811 3.522 2.654 688 463 214
Palmital - PR 949 1.171 1.539 666 159 110 54
Palotina - PR 231 951 3.165 3.272 1.054 673 410
Paraíso do Norte - PR 47 393 1.424 1.509 330 169 100
Paranacity - PR 116 564 1.379 996 181 92 53
continua



192
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2014
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paranaguá - PR 2.441 6.845 12.802 11.781 4.027 2.665 1.529
Paranapoema - PR 52 185 399 241 36 15 10
Paranavaí - PR 678 3.192 9.401 8.964 2.635 1.708 1.154
Pato Bragado - PR 26 142 604 608 149 84 36
Pato Branco - PR 606 2.118 6.702 8.486 3.060 2.090 1.420
Paula Freitas - PR 153 381 642 388 75 35 17
Paulo Frontin - PR 170 448 921 520 100 58 24
Peabiru - PR 234 915 1.742 1.104 266 146 76
Perobal - PR 52 322 833 534 91 50 8
Pérola - PR 53 423 1.576 1.193 195 136 57
Pérola d'Oeste - PR 251 398 809 593 132 77 28
Piên - PR 245 643 1.291 989 196 77 30
Pinhais - PR 717 3.691 11.234 13.487 4.164 2.432 1.433
Pinhalão - PR 200 474 775 401 81 56 36
Pinhal de São Bento - PR 100 175 366 178 32 12 5
Pinhão - PR 1.834 2.180 2.688 1.347 345 179 87
Piraí do Sul - PR 659 1.833 2.642 1.484 416 261 137
Piraquara - PR 1.133 4.548 9.770 8.174 1.861 903 412
Pitanga - PR 1.406 2.409 3.563 1.998 556 319 181
Pitangueiras - PR 26 142 394 259 52 18 6
Planaltina do Paraná - PR 89 234 522 356 74 37 26
Planalto - PR 449 765 1.627 1262 233 137 63
Ponta Grossa - PR 3.862 13.950 30.906 2.9045 9.778 6.849 4.775
Pontal do Paraná - PR 397 1.028 2.230 2.163 753 517 311
Porecatu - PR 87 567 1.607 1.480 429 265 125
Porto Amazonas - PR 74 277 539 365 87 62 27
Porto Barreiro - PR 202 266 351 221 61 31 15
Porto Rico - PR 36 164 320 218 43 23 15
Porto Vitória - PR 110 269 433 332 63 23 17
Prado Ferreira - PR 32 213 437 258 60 29 10
Pranchita - PR 146 292 679 518 148 87 55
Presidente Castelo Branco - PR 35 208 664 491 92 39 23
Primeiro de Maio - PR 156 656 1.467 905 227 157 56
Prudentópolis - PR 2.236 3.200 5.548 3.091 663 390 170
Quarto Centenário - PR 114 327 698 359 58 29 18
Quatiguá - PR 80 420 1.009 685 151 97 39
continua



193
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2014
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quatro Barras - PR 150 764 2.051 2.056 594 374 192
Quatro Pontes - PR 12 74 415 518 162 85 59
Quedas do Iguaçu - PR 1.529 1.901 3.061 2.013 473 284 139
Querência do Norte - PR 478 943 1.405 713 138 62 36
Quinta do Sol - PR 97 303 668 484 68 69 23
Quitandinha - PR 757 1.286 1.880 924 212 104 39
Ramilândia - PR 207 318 453 227 34 19 4
Rancho Alegre - PR 82 266 563 337 84 56 24
Rancho Alegre D'Oeste - PR 64 202 353 223 44 17 19
Realeza - PR 284 778 1.989 1.672 409 256 151
Rebouças - PR 770 1.084 1.604 805 174 97 50
Renascença - PR 255 369 673 537 189 152 86
Reserva - PR 1.254 2.045 2.556 1.133 265 161 88
Reserva do Iguaçu - PR 401 493 653 289 85 54 25
Ribeirão Claro - PR 155 682 1.400 808 223 136 88
Ribeirão do Pinhal - PR 355 1.024 1.794 899 182 130 110
Rio Azul - PR 523 916 1.564 952 200 96 43
Rio Bom - PR 77 240 497 238 40 29 13
Rio Bonito do Iguaçu - PR 1.036 928 1.155 602 124 71 28
Rio Branco do Ivaí - PR 228 325 429 156 35 14 11
Rio Branco do Sul - PR 715 1.975 3.445 2.184 495 222 87
Rio Negro - PR 411 1.474 3.371 2.987 937 579 339
Rolândia - PR 390 2.151 6.508 6.796 1.727 1.034 570
Roncador - PR 545 943 1.402 614 147 78 47
Rondon - PR 57 328 1.157 1.079 182 122 48
Rosário do Ivaí - PR 255 468 665 276 57 35 11
Sabáudia - PR 59 246 752 717 155 71 26
Salgado Filho - PR 186 262 519 377 74 36 20
Salto do Itararé - PR 191 395 740 368 92 41 19
Salto do Lontra - PR 298 727 1.663 1.115 261 151 52
Santa Amélia - PR 101 270 507 252 59 37 13
Santa Cecília do Pavão - PR 128 265 507 262 40 41 17
Santa Cruz de Monte Castelo - PR 131 499 1.095 707 149 96 41
Santa Fé - PR 61 351 1.424 1.183 269 134 66
Santa Helena - PR 398 1.277 2.961 2.256 660 308 186
Santa Inês - PR 19 95 272 171 25 17 8
Santa Isabel do Ivaí - PR 87 484 1.256 891 188 120 44
Santa Izabel do Oeste - PR 382 794 1.581 901 198 103 52
continua


194
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2014
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Lúcia - PR 124 268 532 317 72 33 16
Santa Maria do Oeste - PR 798 928 1.151 400 83 50 18
Santa Mariana - PR 247 902 1.675 1.001 227 170 72
Santa Mônica - PR 48 260 485 269 54 22 5
Santana do Itararé - PR 239 434 648 299 49 36 22
Santa Tereza do Oeste - PR 144 581 1.342 921 223 87 43
Santa Terezinha de Itaipu - PR 326 1.126 2.318 1.938 522 314 101
Santo Antônio da Platina - PR 580 2.372 5.254 3.749 922 695 428
Santo Antônio do Caiuá - PR 56 176 426 215 33 23 6
Santo Antônio do Paraíso - PR 39 186 353 173 39 20 11
Santo Antônio do Sudoeste - PR 701 1.166 2.122 1.309 323 199 95
Santo Inácio - PR 52 231 666 605 132 77 41
São Carlos do Ivaí - PR 60 253 785 711 157 65 37
São Jerônimo da Serra - PR 636 867 1.107 424 101 68 43
São João - PR 185 623 1.419 939 249 133 64
São João do Caiuá - PR 120 412 838 412 87 46 24
São João do Ivaí - PR 254 812 1.662 938 197 126 53
São João do Triunfo - PR 691 1.100 1.461 705 145 79 35
São Jorge d'Oeste - PR 238 566 1.131 814 149 95 52
São Jorge do Ivaí - PR 42 214 755 655 173 91 39
São Jorge do Patrocínio - PR 52 301 872 674 122 58 26
São José da Boa Vista - PR 251 487 895 452 84 46 29
São José das Palmeiras - PR 98 271 501 297 58 11 13
São José dos Pinhais - PR 1.785 8.586 25.408 30.438 10.249 5.965 2.694
São Manoel do Paraná - PR 8 71 290 275 38 22 9
São Mateus do Sul - PR 989 2.443 4.492 3.324 916 709 392
São Miguel do Iguaçu - PR 553 1.527 2.939 2.201 594 332 185
São Pedro do Iguaçu - PR 184 412 908 468 134 36 25
São Pedro do Ivaí - PR 76 465 1.392 1.057 194 92 57
São Pedro do Paraná - PR 34 153 385 207 50 19 15
São Sebastião da Amoreira - PR 153 576 1.127 640 143 79 45
São Tomé - PR 22 207 657 710 124 45 20
Sapopema - PR 254 505 783 433 85 48 35
Sarandi - PR 725 4.039 10.577 9.117 1.582 515 153
Saudade do Iguaçu - PR 141 271 555 394 101 63 27
Sengés - PR 533 1.483 2.050 1.183 231 122 71
Serranópolis do Iguaçu - PR 48 186 575 515 136 72 36
Sertaneja - PR 79 366 823 524 115 78 54
continua


195
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2014
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Sertanópolis - PR 103 707 2.017 1.687 401 227 115
Siqueira Campos - PR 262 1.187 2.704 1.534 323 208 123
Sulina - PR 80 192 453 305 75 42 19
Tamarana - PR 575 951 1.299 622 120 61 28
Tamboara - PR 22 218 707 532 88 45 17
Tapejara - PR 108 715 2.006 1.474 245 138 71
Tapira - PR 102 357 916 514 95 34 26
Teixeira Soares - PR 334 801 1.075 570 122 94 48
Telêmaco Borba - PR 1.190 3.597 7.241 6.805 2.093 1.140 595
Terra Boa - PR 71 589 2.305 1.794 299 159 83
Terra Rica - PR 164 735 2.094 1.570 288 127 81
Terra Roxa - PR 199 874 2.414 1.698 321 179 67
Tibagi - PR 696 1.459 2.024 1.105 302 214 117
Tijucas do Sul - PR 401 1.010 1.680 1.072 245 110 67
Toledo - PR 744 3.867 13.239 14.791 4.237 2.647 1.601
Tomazina - PR 271 658 1.166 582 137 94 60
Três Barras do Paraná - PR 596 893 1.248 749 198 137 46
Tunas do Paraná - PR 202 500 592 361 63 40 16
Tuneiras do Oeste - PR 166 594 1.314 651 115 56 22
Tupãssi - PR 131 480 1.041 738 153 108 68
Turvo - PR 575 1.121 1.439 726 182 92 38
Ubiratã - PR 408 1.335 2.895 1.811 459 287 163
Umuarama - PR 580 3.824 11.827 11.245 3.396 2.485 1.563
União da Vitória - PR 971 2.696 5.749 4912 1423 913 557
Uniflor - PR 28 96 351 273 34 20 9
Uraí - PR 214 785 1.589 892 223 142 72
Wenceslau Braz - PR 655 1.405 2.388 1.296 347 239 147
Ventania - PR 330 857 1.190 511 100 67 26
Vera Cruz do Oeste - PR 231 601 1.053 682 182 100 56
Verê - PR 213 445 930 668 181 100 43
Alto Paraíso - PR 63 240 481 224 31 14 13
Doutor Ulysses - PR 455 445 487 199 24 11 3
Virmond - PR 121 272 449 300 79 32 21
Vitorino - PR 90 324 736 657 154 99 37
Xambrê - PR 77 384 927 537 82 42 24




196
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 5 Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2015
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 155.585 466.150 1.096.000 1.012.288 321.897 233.082 173.788
Abatiá - PR 204 569 1.039 567 104 48 30
Adrianópolis - PR 290 495 718 340 59 40 20
Agudos do Sul - PR 336 621 910 587 116 76 28
Almirante Tamandaré - PR 1.157 4.941 11.705 10.146 2.222 1.055 444
Altamira do Paraná - PR 216 397 503 226 39 45 12
Altônia - PR 244 962 3.196 2.003 399 161 83
Alto Paraná - PR 217 807 1.842 1.103 240 127 44
Alto Piquiri - PR 207 752 1.425 707 131 84 48
Alvorada do Sul - PR 198 551 1.283 822 190 108 65
Amaporã - PR 180 326 681 373 66 25 16
Ampére - PR 283 946 2.379 1.583 296 154 82
Anahy - PR 49 223 424 207 39 24 13
Andirá - PR 305 1.202 2.804 1.841 335 232 121
Ângulo - PR 28 147 406 283 58 28 17
Antonina - PR 615 1.311 1.868 1.261 432 273 194
Antônio Olinto - PR 372 596 840 384 89 36 18
Apucarana - PR 819 4.278 13.942 14.196 3.889 2.348 1.325
Arapongas - PR 535 3.246 11.930 13.158 3.318 1.838 987
Arapoti - PR 683 1.750 2.830 1810 546 359 201
Arapuã - PR 195 293 430 177 24 17 12
Araruna - PR 201 764 1.959 1.263 228 124 48
Araucária - PR 880 4.135 12.058 13.272 4.043 2.158 900
Ariranha do Ivaí - PR 107 199 331 151 24 14 7
Assaí - PR 283 1.098 2.184 1.339 324 189 96
Assis Chateaubriand - PR 504 2.019 4.602 3.185 699 402 214
Astorga - PR 161 1.134 3.302 2.725 665 360 169
Atalaia - PR 20 159 553 467 99 67 22
Balsa Nova - PR 156 528 1.342 1.164 249 115 63
Bandeirantes - PR 592 1.972 3.957 2.525 613 460 260
Barbosa Ferraz - PR 418 1.000 1.718 799 187 109 52
Barracão - PR 313 551 1.105 687 211 131 72
Barra do Jacaré - PR 52 164 384 214 53 22 9
Bela Vista da Caroba - PR 201 258 485 291 56 23 14
Bela Vista do Paraíso - PR 198 818 1.944 1.374 348 213 156
Bituruna - PR 771 1.146 1.615 832 154 76 35
Boa Esperança - PR 134 303 601 370 83 65 34
continua


197
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2015
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu - PR 86 161 304 230 35 34 8
Boa Ventura de São Roque - PR 401 522 613 309 63 26 18
Boa Vista da Aparecida - PR 292 540 1.036 527 107 52 30
Bocaiúva do Sul - PR 272 704 1.180 830 200 93 48
Bom Jesus do Sul - PR 202 260 474 247 42 16 10
Bom Sucesso - PR 65 376 981 535 125 59 24
Bom Sucesso do Sul - PR 55 196 403 278 63 28 26
Borrazópolis - PR 169 576 1.171 588 122 96 54
Braganey - PR 175 386 800 369 105 61 31
Brasilândia do Sul - PR 76 245 457 233 57 21 21
Cafeara - PR 35 132 365 281 44 30 14
Cafelândia - PR 115 622 1.890 1.538 368 225 92
Cafezal do Sul - PR 76 279 638 414 71 29 12
Califórnia - PR 112 452 1.102 723 160 119 29
Cambará - PR 345 1.440 3.164 2.124 513 296 148
Cambé - PR 689 3.811 11.420 11.142 2.862 1.457 615
Cambira - PR 82 372 950 750 166 88 35
Campina da Lagoa - PR 486 1.123 2.101 1.171 223 149 81
Campina do Simão - PR 257 327 355 135 27 14 9
Campina Grande do Sul - PR 400 1.760 4.240 3.966 1.024 470 193
Campo Bonito - PR 160 326 490 259 77 45 16
Campo do Tenente - PR 227 515 728 424 118 53 29
Campo Largo - PR 1.173 4.482 11.763 12.109 3.416 1.948 947
Campo Magro - PR 366 1.307 2.892 2.355 474 184 66
Campo Mourão - PR 923 3.837 9.942 8.901 2.801 2.037 1.383
Cândido de Abreu - PR 1.268 1.259 1.756 757 158 92 42
Candói - PR 864 1.079 1.481 735 185 115 44
Cantagalo - PR 711 995 1.357 604 116 65 44
Capanema - PR 447 871 2.285 2.023 482 276 145
Capitão Leônidas Marques - PR 308 850 1.848 1.389 372 196 87
Carambeí - PR 265 993 2.090 1754 368 244 139
Carlópolis - PR 284 962 1.841 1046 246 158 83
Cascavel - PR 2.489 9.973 28.027 31.271 11.165 8.274 5.378
Castro - PR 1.795 4.407 7.065 4.623 1.243 824 534
Catanduvas - PR 362 750 1.100 584 139 87 43
continua



198
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2015
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Centenário do Sul - PR 156 679 1.609 977 160 102 54
Cerro Azul - PR 1.168 1.485 1.723 606 110 81 38
Céu Azul - PR 94 574 1.399 1.176 296 177 62
Chopinzinho - PR 459 989 2.207 1827 514 340 224
Cianorte - PR 245 1.923 7.738 9.183 2.576 1.529 826
Cidade Gaúcha - PR 97 489 1.379 1.146 250 138 91
Clevelândia - PR 535 1.167 1.936 1.241 346 226 142
Colombo - PR 1.802 8.511 22.979 23.795 6.079 2.725 847
Colorado - PR 120 708 2.746 2.882 735 427 240
Congonhinhas - PR 428 644 951 469 90 49 39
Conselheiro Mairinck - PR 100 297 475 240 53 48 28
Contenda - PR 371 888 1.776 1.309 299 189 87
Corbélia - PR 209 846 2.080 1.560 436 247 121
Cornélio Procópio - PR 480 1.991 5.322 4.864 1.541 1.122 674
Coronel Domingos Soares - PR 434 585 660 290 48 30 20
Coronel Vivida - PR 511 1.189 2.578 2.001 559 318 157
Corumbataí do Sul - PR 168 327 551 254 41 25 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 97 241 575 377 75 31 22
Cruzeiro do Oeste - PR 305 1.288 2.815 1.858 421 226 123
Cruzeiro do Sul - PR 62 283 585 397 71 47 17
Cruz Machado - PR 1.154 1.191 1.650 819 162 70 56
Cruzmaltina - PR 96 272 461 204 35 17 10
Curitiba - PR 6.984 36.909 125.220 184.493 88.075 83.556 84.376
Curiúva - PR 437 1.258 1.681 806 176 106 43
Diamante do Norte - PR 72 325 755 458 115 64 18
Diamante do Sul - PR 241 275 367 152 20 15 6
Diamante D'Oeste - PR 239 350 546 332 71 25 19
Dois Vizinhos - PR 482 1.317 4.115 4.301 1.129 692 332
Douradina - PR 48 335 994 785 185 115 69
Doutor Camargo - PR 62 233 836 730 170 61 27
Enéas Marques - PR 140 310 725 540 166 89 63
Engenheiro Beltrão - PR 147 760 1.889 1.441 305 176 100
Esperança Nova - PR 27 102 299 203 33 20 7
Entre Rios do Oeste - PR 15 116 415 504 164 115 49
Espigão Alto do Iguaçu - PR 261 302 499 231 52 28 21
continua



199
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2015
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Farol - PR 122 246 482 210 40 28 16
Faxinal - PR 336 1.265 2.078 1.210 295 181 104
Fazenda Rio Grande - PR 870 3.795 9.395 8.010 1.583 601 174
Fênix - PR 124 369 664 334 83 47 29
Fernandes Pinheiro - PR 296 498 570 295 48 18 16
Figueira - PR 171 664 1.133 599 134 76 38
Floraí - PR 18 153 745 695 129 67 38
Flor da Serra do Sul - PR 216 280 558 347 83 31 10
Floresta - PR 41 231 793 709 159 79 36
Florestópolis - PR 94 525 1.573 1.094 205 68 41
Flórida - PR 20 119 318 269 59 36 14
Formosa do Oeste - PR 123 474 1.151 672 152 72 38
Foz do Iguaçu - PR 4.497 12.392 25.378 22.761 7.612 5.524 3.885
Francisco Alves - PR 154 403 933 523 101 47 16
Francisco Beltrão - PR 851 2.826 8.233 9.351 2.910 1.996 1.207
Foz do Jordão - PR 245 406 536 312 73 22 23
General Carneiro - PR 511 1.121 1.302 759 148 78 34
Godoy Moreira - PR 162 255 433 237 32 17 12
Goioerê - PR 426 1.691 3.786 2.522 761 447 240
Goioxim - PR 560 620 653 231 41 22 6
Grandes Rios - PR 333 522 827 367 74 41 14
Guaíra - PR 707 1.763 3.446 2.547 742 485 338
Guairaçá - PR 89 327 865 545 124 60 28
Guamiranga - PR 349 612 887 456 72 57 20
Guapirama - PR 92 335 557 234 56 24 20
Guaporema - PR 22 99 327 200 28 17 6
Guaraci - PR 41 231 754 579 107 61 20
Guaraniaçu - PR 541 1.074 1.760 1.022 297 181 121
Guarapuava - PR 3.299 9.890 17.749 13.229 3.923 2.808 1.993
Guaraqueçaba - PR 686 598 674 284 69 46 12
Guaratuba - PR 535 1.681 3.319 2.896 901 580 398
Honório Serpa - PR 285 429 610 333 97 38 26
Ibaiti - PR 691 2.021 3.716 2.180 489 328 183
Ibema - PR 168 425 748 431 82 48 24
Ibiporã - PR 450 2.284 5.915 4.935 1.270 704 300
Icaraíma - PR 176 583 1.293 730 141 83 28
Iguaraçu - PR 32 181 520 430 104 41 24
Iguatu - PR 79 150 298 172 31 23 5
continua


200
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2015
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Imbaú - PR 346 908 1.401 663 117 59 26
Imbituva - PR 791 2.379 3.202 1.690 352 256 106
Inácio Martins - PR 625 971 1.077 416 91 33 23
Inajá - PR 47 197 401 236 63 29 12
Indianópolis - PR 29 159 598 515 105 50 27
Ipiranga - PR 443 1.063 1.622 899 157 98 47
Iporã - PR 275 863 2.206 1.285 271 159 78
Iracema do Oeste - PR 80 171 351 207 51 29 4
Irati - PR 850 3.311 6.770 4.911 1.304 832 480
Iretama - PR 524 882 1.296 638 127 88 38
Itaguajé - PR 94 322 582 378 97 40 22
Itaipulândia - PR 146 510 1.152 784 204 99 56
Itambaracá - PR 133 486 911 531 109 55 26
Itambé - PR 28 261 836 643 130 65 20
Itapejara d'Oeste - PR 158 576 1.416 1.064 216 104 63
Itaperuçu - PR 556 1.761 2.843 1.524 241 92 35
Itaúna do Sul - PR 76 252 533 239 42 15 7
Ivaí - PR 660 905 1.392 710 158 84 43
Ivaiporã - PR 810 2.159 4.051 2.674 731 514 309
Ivaté - PR 70 401 1.092 788 130 56 31
Ivatuba - PR 20 109 360 257 76 37 21
Jaboti - PR 100 407 657 356 59 56 28
Jacarezinho - PR 579 2.207 4.324 3.326 1.004 693 430
Jaguapitã - PR 67 526 1.611 1.302 303 149 72
Jaguariaíva - PR 724 2.307 3.520 2.570 705 493 260
Jandaia do Sul - PR 144 798 2.639 2.219 630 368 202
Janiópolis - PR 201 440 943 478 115 56 45
Japira - PR 151 362 607 344 81 52 33
Japurá - PR 47 298 1.135 1.062 204 103 38
Jardim Alegre - PR 666 938 1.564 667 162 94 42
Jardim Olinda - PR 35 98 171 117 25 11 5
Jataizinho - PR 224 828 1.338 826 205 101 42
Jesuítas - PR 274 616 1.225 765 145 67 42
Joaquim Távora - PR 130 651 1.526 941 231 143 87
Jundiaí do Sul - PR 141 270 416 186 43 31 25
Juranda - PR 148 558 1.028 602 112 81 33
Jussara - PR 50 295 876 740 142 65 24
continua



201
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2015
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Kaloré - PR 66 338 708 368 68 40 12
Lapa - PR 1.116 2.817 5.339 3542 901 638 342
Laranjal - PR 547 509 503 155 34 17 7
Laranjeiras do Sul - PR 976 1.940 3.257 2.359 668 497 272
Leópolis - PR 47 290 598 285 75 44 10
Lidianópolis - PR 128 334 576 266 66 23 14
Lindoeste - PR 212 409 688 289 53 32 13
Loanda - PR 174 1.006 2.738 2192 534 301 207
Lobato - PR 29 183 622 466 123 62 25
Londrina - PR 3.982 16.331 47.504 55.293 20.924 16.479 13.223
Luiziana - PR 205 651 933 394 96 59 24
Lunardelli - PR 187 440 663 375 83 45 13
Lupionópolis - PR 65 250 719 409 82 59 26
Mallet - PR 380 857 1.590 977 205 116 57
Mamborê - PR 350 985 1.755 1.117 269 165 93
Mandaguaçu - PR 141 781 2.421 2.160 519 283 119
Mandaguari - PR 291 1.466 4.100 3.591 957 514 272
Mandirituba - PR 558 1.375 2.601 1.712 438 196 70
Manfrinópolis - PR 147 215 384 190 43 17 8
Mangueirinha - PR 702 1.128 1.740 1.115 254 173 88
Manoel Ribas - PR 556 855 1.444 872 214 153 71
Marechal Cândido Rondon - PR 285 1.491 5.196 6.367 1.826 1.036 633
Maria Helena - PR 100 387 921 480 88 41 24
Marialva - PR 239 1.341 3.892 3.455 845 530 214
Marilândia do Sul - PR 216 637 1.221 563 138 81 40
Marilena - PR 106 452 985 551 94 48 12
Mariluz - PR 376 770 1.205 583 114 77 29
Maringá - PR 1.051 7.013 29.710 45.674 17.907 13.780 9.682
Mariópolis - PR 119 333 750 619 162 117 61
Maripá - PR 43 199 722 699 187 107 51
Marmeleiro - PR 403 741 1.576 1.259 330 220 117
Marquinho - PR 342 363 444 214 48 20 15
Marumbi - PR 60 254 713 444 59 38 19
Matelândia - PR 245 799 1.888 1.519 373 233 99
Matinhos - PR 527 1.389 3.104 3.046 1.039 703 410
Mato Rico - PR 274 335 400 147 19 17 -
Mauá da Serra - PR 221 693 1.050 513 82 50 25
continua



202
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2015
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Medianeira - PR 369 1.491 4.754 4.886 1.423 842 450
Mercedes - PR 61 209 602 572 142 73 37
Mirador - PR 43 143 337 198 27 15 9
Miraselva - PR 12 80 266 188 51 24 9
Missal - PR 158 478 1.392 1.129 290 156 65
Moreira Sales - PR 305 868 1.828 995 180 106 40
Morretes - PR 369 969 1.542 1.205 368 229 141
Munhoz de Melo - PR 26 180 524 395 68 36 25
Nossa Senhora das Graças - PR 31 175 526 460 81 36 4
Nova Aliança do Ivaí - PR 12 74 192 144 26 15 4
Nova América da Colina - PR 45 246 499 241 50 21 6
Nova Aurora - PR 198 727 1.583 1.038 251 128 61
Nova Cantu - PR 403 595 903 403 80 44 27
Nova Esperança - PR 203 1.240 3.588 2.822 660 392 187
Nova Esperança do Sudoeste - PR 116 263 579 477 91 70 31
Nova Fátima - PR 171 615 1.059 626 145 68 41
Nova Laranjeiras - PR 848 717 916 478 110 67 37
Nova Londrina - PR 154 671 1.707 1.254 303 174 113
Nova Olímpia - PR 50 293 880 498 106 75 24
Nova Santa Bárbara - PR 170 299 517 268 46 30 15
Nova Santa Rosa - PR 45 287 950 982 261 159 63
Nova Prata do Iguaçu - PR 242 574 1.181 972 212 108 30
Nova Tebas - PR 500 599 860 369 60 40 18
Novo Itacolomi - PR 52 190 423 213 40 20 5
Ortigueira - PR 1.284 2.089 2.675 974 201 133 66
Ourizona - PR 25 142 477 379 80 34 16
Ouro Verde do Oeste - PR 90 315 728 534 97 45 26
Paiçandu - PR 256 1.523 4.762 4.200 751 232 80
Palmas - PR 1.208 2.925 4.054 2.672 762 516 336
Palmeira - PR 704 1.813 3.549 2.673 687 469 216
Palmital - PR 951 1.172 1.551 671 159 111 55
Palotina - PR 231 952 3.189 3.295 1054 681 415
Paraíso do Norte - PR 47 393 1.435 1.519 330 171 101
Paranacity - PR 116 564 1.390 1.003 181 93 54
Paranaguá - PR 2.445 6.852 12.901 11.864 4.024 2.699 1.547
continua



203
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2015
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paranapoema - PR 52 185 402 243 36 15 10
Paranavaí - PR 680 3.195 9.473 9.026 2.633 1.730 1.168
Pato Bragado - PR 26 142 609 612 149 85 37
Pato Branco - PR 607 2.120 6.753 8.546 3057 2.117 1437
Paula Freitas - PR 154 381 647 390 75 36 17
Paulo Frontin - PR 170 448 928 523 100 59 24
Peabiru - PR 235 916 1.756 1.111 266 148 77
Perobal - PR 52 322 839 538 91 50 8
Pérola - PR 53 424 1.588 1202 195 138 58
Pérola d'Oeste - PR 251 399 815 597 132 78 28
Piên - PR 245 643 1.301 996 196 78 30
Pinhais - PR 718 3.694 11.320 13.581 4.161 2.463 1.451
Pinhalão - PR 201 475 781 403 81 56 37
Pinhal de São Bento - PR 100 175 369 179 32 13 5
Pinhão - PR 1.837 2.183 2.709 1.357 345 181 88
Piraí do Sul - PR 660 1.835 2.663 1.494 415 264 139
Piraquara - PR 1.135 4.552 9.845 8.231 1.859 914 417
Pitanga - PR 1.409 2.411 3.591 2.012 555 324 184
Pitangueiras - PR 26 142 397 261 52 18 6
Planaltina do Paraná - PR 89 234 526 358 74 38 26
Planalto - PR 450 765 1.639 1.271 233 139 64
Ponta Grossa - PR 3.869 13.964 31.143 29.247 9.771 6.937 4.834
Pontal do Paraná - PR 398 1.029 2.247 2.178 752 523 315
Porecatu - PR 87 567 1.619 1.491 429 268 127
Porto Amazonas - PR 74 278 543 367 86 63 27
Porto Barreiro - PR 202 266 354 222 61 31 15
Porto Rico - PR 36 164 322 220 43 23 15
Porto Vitória - PR 110 269 437 334 63 23 17
Prado Ferreira - PR 32 213 441 259 60 30 10
Pranchita - PR 147 293 684 521 148 88 56
Presidente Castelo Branco - PR 35 208 669 495 92 39 23
Primeiro de Maio - PR 156 657 1.479 911 226 159 57
Prudentópolis - PR 2.240 3.203 5.590 3.112 662 395 172
Quarto Centenário - PR 114 327 703 362 58 30 18
Quatiguá - PR 80 421 1.017 689 151 99 40
continua



204
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2015
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quatro Barras - PR 150 764 2.066 2070 594 379 194
Quatro Pontes - PR 12 74 419 521 162 86 60
Quedas do Iguaçu - PR 1.532 1.903 3.084 2.027 472 288 141
Querência do Norte - PR 479 944 1.415 718 138 63 37
Quinta do Sol - PR 97 303 673 487 68 70 23
Quitandinha - PR 758 1.287 1.894 930 212 106 40
Ramilândia - PR 208 318 457 229 34 20 4
Rancho Alegre - PR 82 266 568 340 84 56 24
Rancho Alegre D'Oeste - PR 65 202 356 224 44 17 19
Realeza - PR 284 779 2.004 1683 408 259 153
Rebouças - PR 771 1.085 1.616 810 174 99 50
Renascença - PR 256 369 679 541 189 154 87
Reserva - PR 1.256 2.047 2.576 1.141 265 163 89
Reserva do Iguaçu - PR 401 493 659 291 85 55 25
Ribeirão Claro - PR 155 683 1.411 814 223 138 89
Ribeirão do Pinhal - PR 356 1.025 1.807 905 182 132 111
Rio Azul - PR 524 917 1.576 959 200 98 43
Rio Bom - PR 77 240 501 240 40 30 14
Rio Bonito do Iguaçu - PR 1.038 929 1.164 606 124 72 28
Rio Branco do Ivaí - PR 229 325 432 157 35 14 12
Rio Branco do Sul - PR 716 1.977 3.471 2.199 495 225 88
Rio Negro - PR 412 1.475 3.397 3.008 936 586 343
Rolândia - PR 391 2.153 6.558 6.844 1.726 1.047 577
Roncador - PR 546 944 1.413 618 147 79 47
Rondon - PR 58 328 1.166 1.086 182 124 48
Rosário do Ivaí - PR 256 469 670 278 57 36 12
Sabáudia - PR 59 246 758 722 155 72 26
Salgado Filho - PR 187 262 523 379 74 37 20
Salto do Itararé - PR 191 395 745 370 92 41 19
Salto do Lontra - PR 298 728 1.675 1122 261 153 52
Santa Amélia - PR 101 270 511 254 59 38 14
Santa Cecília do Pavão - PR 128 265 511 264 40 41 17
Santa Cruz de Monte Castelo -
PR
131 499 1.103 712 149 98 42
Santa Fé - PR 61 352 1.435 1.192 269 135 67
Santa Helena - PR 399 1.278 2.984 2.271 660 312 188
continua



205
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2015
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Inês - PR 19 96 274 173 25 17 8
Santa Isabel do Ivaí - PR 87 485 1.265 897 188 122 44
Santa Izabel do Oeste - PR 383 795 1.593 907 198 104 52
Santa Lúcia - PR 124 268 536 319 72 33 16
Santa Maria do Oeste - PR 799 929 1.160 402 83 50 18
Santa Mariana - PR 248 903 1.688 1.008 226 172 72
Santa Mônica - PR 48 260 488 270 53 22 5
Santana do Itararé - PR 239 434 653 301 49 37 22
Santa Tereza do Oeste - PR 144 581 1.352 928 223 88 43
Santa Terezinha de Itaipu - PR 326 1.127 2.336 1.951 521 318 102
Santo Antônio da Platina - PR 581 2.375 5.294 3.775 922 704 434
Santo Antônio do Caiuá - PR 56 176 429 217 33 23 6
Santo Antônio do Paraíso - PR 39 186 356 174 39 21 12
Santo Antônio do Sudoeste - PR 702 1.167 2.138 1.318 323 202 97
Santo Inácio - PR 52 231 671 609 132 78 42
São Carlos do Ivaí - PR 60 253 791 716 157 65 38
São Jerônimo da Serra - PR 637 868 1.115 427 101 69 43
São João - PR 185 623 1.430 945 249 134 65
São João do Caiuá - PR 120 413 845 414 86 47 24
São João do Ivaí - PR 255 813 1.674 944 197 127 54
São João do Triunfo - PR 693 1.101 1.472 710 145 80 36
São Jorge d'Oeste - PR 238 566 1.139 820 149 96 52
São Jorge do Ivaí - PR 42 215 761 660 173 92 40
São Jorge do Patrocínio - PR 52 301 878 678 122 59 26
São José da Boa Vista - PR 251 488 902 455 84 47 29
São José das Palmeiras - PR 99 271 505 299 58 11 14
São José dos Pinhais - PR 1.788 8.594 25.602 30.650 10.241 6.041 2.727
São Manoel do Paraná - PR 8 71 292 277 38 22 9
São Mateus do Sul - PR 991 2.445 4.526 3.348 915 718 397
São Miguel do Iguaçu - PR 554 1.529 2.962 2.216 594 336 187
São Pedro do Iguaçu - PR 184 413 915 472 134 37 25
São Pedro do Ivaí - PR 76 466 1.403 1.064 193 93 58
São Pedro do Paraná - PR 34 154 388 209 50 20 15
São Sebastião da Amoreira - PR 154 576 1.135 644 143 80 45
São Tomé - PR 22 207 662 715 124 46 20
continua



206
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2015
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Sapopema - PR 255 505 789 436 85 48 36
Sarandi - PR 727 4.043 10.658 9.181 1.581 522 155
Saudade do Iguaçu - PR 141 271 559 397 101 64 27
Sengés - PR 534 1.484 2.065 1.192 231 124 71
Serranópolis do Iguaçu - PR 48 186 579 519 135 73 37
Sertaneja - PR 79 366 830 528 115 79 55
Sertanópolis - PR 103 708 2.033 1.699 401 229 117
Siqueira Campos - PR 263 1.188 2.725 1.545 323 211 125
Sulina - PR 80 192 457 307 75 42 19
Tamarana - PR 576 952 1.309 627 119 62 28
Tamboara - PR 22 219 712 535 88 46 17
Tapejara - PR 108 716 2.021 1.484 245 140 71
Tapira - PR 102 358 923 518 94 34 26
Teixeira Soares - PR 335 802 1.083 574 122 95 48
Telêmaco Borba - PR 1.193 3.601 7.296 6.853 2.091 1.154 603
Terra Boa - PR 72 590 2.322 1.806 299 161 84
Terra Rica - PR 164 736 2.110 1.581 288 128 82
Terra Roxa - PR 200 875 2.432 1.710 321 181 68
Tibagi - PR 697 1.461 2.040 1.113 302 217 119
Tijucas do Sul - PR 401 1.010 1.693 1.080 245 111 68
Toledo - PR 745 3.871 13.340 14.895 4.234 2.681 1.621
Tomazina - PR 271 659 1.175 586 137 95 61
Três Barras do Paraná - PR 598 894 1.258 754 198 139 46
Tunas do Paraná - PR 202 500 596 364 63 40 16
Tuneiras do Oeste - PR 167 595 1.324 655 115 56 22
Tupãssi - PR 131 481 1.049 743 152 109 69
Turvo - PR 576 1.122 1.450 731 182 93 39
Ubiratã - PR 409 1.336 2.917 1.824 459 290 165
Umuarama - PR 581 3.828 11.918 11.324 3.393 2.517 1.582
União da Vitória - PR 973 2.699 5.793 4.946 1.422 925 564
Uniflor - PR 28 97 354 275 34 21 9
Uraí - PR 215 786 1.601 898 223 143 72
Wenceslau Braz - PR 656 1.406 2.407 1305 347 242 149
Ventania - PR 331 858 1.199 515 100 68 26
continua



207
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2015
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Vera Cruz do Oeste - PR 231 602 1.061 687 182 101 57
Verê - PR 214 445 938 673 181 101 43
Alto Paraíso - PR 63 240 485 225 31 14 14
Doutor Ulysses - PR 455 445 490 200 24 11 3
Virmond - PR 121 272 452 302 79 32 21
Vitorino - PR 90 324 742 662 154 100 38
Xambrê - PR 77 384 934 541 82 42 24




208
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 6 Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2016
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 157.189 471.374 1.110.421 1.017.544 317.901 232.042 173.356
Abatiá - PR 206 576 1.053 570 102 48 30
Adrianópolis - PR 293 501 727 341 58 40 20
Agudos do Sul - PR 339 628 922 590 115 75 28
Almirante Tamandaré - PR 1.169 4.997 11.859 10.199 2.195 1.051 443
Altamira do Paraná - PR 218 401 510 228 38 45 12
Altônia - PR 247 973 3.238 2013 394 160 83
Alto Paraná - PR 219 816 1.867 1.108 237 127 44
Alto Piquiri - PR 209 761 1.444 711 129 83 48
Alvorada do Sul - PR 200 557 1.300 827 188 107 65
Amaporã - PR 181 330 690 375 65 25 16
Ampére - PR 286 957 2.411 1.591 292 153 82
Anahy - PR 50 225 429 208 38 24 13
Andirá - PR 308 1.215 2.841 1851 330 231 120
Ângulo - PR 28 148 411 284 57 27 17
Antonina - PR 621 1.326 1.892 1.268 427 272 194
Antônio Olinto - PR 376 603 851 386 88 35 18
Apucarana - PR 828 4.326 14.125 14.270 3.841 2.338 1.321
Arapongas - PR 541 3.283 12.087 13.226 3.277 1.830 984
Arapoti - PR 690 1.770 2.867 1819 539 357 200
Arapuã - PR 197 296 436 178 24 17 12
Araruna - PR 203 773 1.984 1.270 225 123 48
Araucária - PR 890 4.181 12.217 13.341 3.993 2.148 897
Ariranha do Ivaí - PR 108 201 335 151 24 14 7
Assaí - PR 286 1.110 2.212 1.346 320 188 95
Assis Chateaubriand - PR 509 2.042 4.663 3.201 690 400 214
Astorga - PR 162 1.146 3.345 2.740 656 359 169
Atalaia - PR 20 160 560 470 98 66 22
Balsa Nova - PR 158 534 1.360 1.170 246 114 63
Bandeirantes - PR 598 1.994 4.009 2.538 606 458 260
Barbosa Ferraz - PR 422 1.011 1.740 803 184 108 52
Barracão - PR 317 557 1.119 691 208 130 72
Barra do Jacaré - PR 52 166 389 215 53 22 9
Bela Vista da Caroba - PR 203 261 492 293 55 23 14
Bela Vista do Paraíso - PR 200 828 1.969 1.381 344 212 156
Bituruna - PR 779 1.159 1.636 837 152 75 35
Boa Esperança - PR 135 307 609 372 82 65 34
continua


209
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2016
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu - PR 87 162 308 231 35 34 8
Boa Ventura de São Roque - PR 406 528 621 311 62 26 18
Boa Vista da Aparecida - PR 295 546 1.049 529 106 51 30
Bocaiúva do Sul - PR 275 712 1.195 834 198 93 48
Bom Jesus do Sul - PR 204 263 480 249 42 16 10
Bom Sucesso - PR 65 380 994 538 124 58 24
Bom Sucesso do Sul - PR 56 198 408 280 62 27 26
Borrazópolis - PR 171 583 1.187 591 120 96 53
Braganey - PR 177 390 811 371 103 61 31
Brasilândia do Sul - PR 77 248 463 234 56 21 21
Cafeara - PR 36 133 369 283 44 30 14
Cafelândia - PR 116 629 1.915 1546 363 224 92
Cafezal do Sul - PR 77 282 647 417 70 29 12
Califórnia - PR 113 457 1.117 727 158 119 29
Cambará - PR 349 1.456 3.205 2.135 507 295 148
Cambé - PR 696 3.853 11.570 11.200 2.826 1.450 614
Cambira - PR 83 376 963 754 164 88 35
Campina da Lagoa - PR 491 1.135 2.129 1.177 220 148 81
Campina do Simão - PR 260 331 360 136 27 14 9
Campina Grande do Sul - PR 404 1.780 4.295 3.986 1011 468 193
Campo Bonito - PR 161 330 497 261 76 45 16
Campo do Tenente - PR 229 521 738 427 117 53 29
Campo Largo - PR 1.185 4.532 11.918 12.172 3.373 1.939 945
Campo Magro - PR 370 1.322 2.930 2367 469 183 66
Campo Mourão - PR 932 3.880 10.073 8947 2.767 2.028 1.379
Cândido de Abreu - PR 1.281 1.273 1.779 761 156 91 42
Candói - PR 873 1.092 1.500 739 183 114 44
Cantagalo - PR 719 1.006 1.375 607 115 65 44
Capanema - PR 452 880 2.315 2.033 476 275 145
Capitão Leônidas Marques - PR 311 859 1.872 1.396 367 195 87
Carambeí - PR 268 1.004 2.117 1763 363 243 138
Carlópolis - PR 287 973 1.866 1051 243 158 83
Cascavel - PR 2.514 10.085 28.396 31.433 11.026 8.237 5.364
Castro - PR 1.813 4.457 7.158 4.647 1.227 820 533
Catanduvas - PR 365 759 1.115 587 137 87 43
Centenário do Sul - PR 158 686 1.630 982 158 102 53
continua



210
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2016
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Cerro Azul - PR 1.180 1.502 1.746 609 109 81 38
Céu Azul - PR 95 581 1.418 1.182 292 176 62
Chopinzinho - PR 464 1.000 2.236 1.837 508 338 223
Cianorte - PR 248 1.944 7.840 9.231 2.544 1.522 824
Cidade Gaúcha - PR 98 494 1.398 1.152 247 137 91
Clevelândia - PR 541 1.180 1.962 1.248 342 225 141
Colombo - PR 1.821 8.607 23.281 23.919 6.003 2.712 845
Colorado - PR 121 716 2.782 2.896 726 425 240
Congonhinhas - PR 433 651 964 472 89 49 39
Conselheiro Mairinck - PR 101 301 481 241 53 48 28
Contenda - PR 375 898 1.799 1.316 296 188 87
Corbélia - PR 211 856 2.108 1.568 430 246 120
Cornélio Procópio - PR 485 2.014 5.392 4.889 1.522 1.117 672
Coronel Domingos Soares - PR 439 592 668 292 47 30 20
Coronel Vivida - PR 516 1.202 2.612 2.011 552 316 157
Corumbataí do Sul - PR 170 331 558 255 40 25 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 98 244 583 379 74 31 22
Cruzeiro do Oeste - PR 308 1.303 2.852 1868 416 225 123
Cruzeiro do Sul - PR 63 286 592 399 70 47 17
Cruz Machado - PR 1.166 1.204 1.672 823 160 70 55
Cruzmaltina - PR 97 275 467 206 35 17 10
Curitiba - PR 7.056 37.322 126.868 185451 86.982 83.184 84.167
Curiúva - PR 441 1.272 1.703 810 174 105 43
Diamante do Norte - PR 72 329 765 461 113 64 18
Diamante do Sul - PR 243 278 372 153 20 15 6
Diamante D'Oeste - PR 242 354 554 334 70 25 19
Dois Vizinhos - PR 487 1.332 4.169 4.323 1.115 689 331
Douradina - PR 49 339 1.007 789 183 114 69
Doutor Camargo - PR 63 236 847 734 167 61 27
Enéas Marques - PR 141 314 735 543 164 89 63
Engenheiro Beltrão - PR 148 769 1.914 1.449 301 175 99
Esperança Nova - PR 27 104 303 204 33 19 7
Entre Rios do Oeste - PR 15 118 421 506 162 114 49
Espigão Alto do Iguaçu - PR 263 306 505 232 52 27 21
Farol - PR 123 249 488 211 39 27 16
Faxinal - PR 339 1.279 2.105 1.217 291 180 104
continua



211
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2016
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Fazenda Rio Grande - PR 879 3.837 9.518 8.052 1.563 598 174
Fênix - PR 126 373 673 336 82 47 29
Fernandes Pinheiro - PR 299 504 577 296 47 18 16
Figueira - PR 173 671 1.148 602 133 75 38
Floraí - PR 18 154 755 698 127 66 38
Flor da Serra do Sul - PR 218 283 565 349 82 31 10
Floresta - PR 42 234 803 713 157 79 36
Florestópolis - PR 95 531 1.593 1.100 202 67 41
Flórida - PR 20 121 322 271 58 35 14
Formosa do Oeste - PR 125 479 1.166 675 151 72 38
Foz do Iguaçu - PR 4.544 12.531 25.712 22.879 7.518 5.499 3.875
Francisco Alves - PR 155 407 946 526 100 47 16
Francisco Beltrão - PR 860 2.857 8.341 9.400 2.873 1.987 1.204
Foz do Jordão - PR 248 410 543 314 72 22 23
General Carneiro - PR 516 1.133 1.319 763 146 78 34
Godoy Moreira - PR 164 258 439 239 31 17 12
Goioerê - PR 431 1.710 3.836 2535 752 445 240
Goioxim - PR 566 627 662 232 40 22 6
Grandes Rios - PR 337 528 837 369 73 41 14
Guaíra - PR 714 1.783 3.491 2.561 733 483 337
Guairaçá - PR 90 331 876 548 122 59 28
Guamiranga - PR 352 618 898 459 71 57 20
Guapirama - PR 93 339 564 235 55 24 20
Guaporema - PR 23 101 331 201 28 17 6
Guaraci - PR 42 234 764 582 106 61 20
Guaraniaçu - PR 547 1.086 1.783 1.028 293 180 120
Guarapuava - PR 3.333 10.001 17.983 13.298 3.875 2.796 1.989
Guaraqueçaba - PR 693 605 683 285 69 46 12
Guaratuba - PR 541 1.700 3.363 2911 890 578 397
Honório Serpa - PR 288 434 618 335 96 38 26
Ibaiti - PR 699 2.044 3.765 2.191 483 327 182
Ibema - PR 170 430 758 433 81 48 24
Ibiporã - PR 454 2.310 5.993 4.961 1.254 701 299
Icaraíma - PR 178 590 1.310 734 139 82 28
Iguaraçu - PR 32 183 527 432 102 41 24
Iguatu - PR 79 151 302 172 30 23 5
continua



212
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2016
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Imbaú - PR 350 918 1.419 666 116 58 26
Imbituva - PR 799 2.405 3.244 1.699 347 255 106
Inácio Martins - PR 631 982 1.091 418 90 33 23
Inajá - PR 47 199 406 238 62 29 12
Indianópolis - PR 30 160 606 517 103 50 27
Ipiranga - PR 447 1.075 1.644 904 155 97 47
Iporã - PR 278 872 2.235 1.292 267 159 77
Iracema do Oeste - PR 81 173 356 208 51 29 4
Irati - PR 859 3.348 6.859 4.936 1.288 828 479
Iretama - PR 529 892 1.313 641 126 88 38
Itaguajé - PR 95 326 590 380 96 40 22
Itaipulândia - PR 147 516 1.167 788 201 98 55
Itambaracá - PR 134 491 923 534 108 55 26
Itambé - PR 28 264 847 646 128 65 20
Itapejara d'Oeste - PR 160 583 1.435 1.070 214 104 63
Itaperuçu - PR 562 1.781 2.881 1.532 238 91 35
Itaúna do Sul - PR 77 255 540 240 42 15 7
Ivaí - PR 667 915 1.410 714 156 83 43
Ivaiporã - PR 818 2.183 4.105 2.688 721 512 308
Ivaté - PR 71 405 1.106 792 128 56 31
Ivatuba - PR 20 111 365 259 75 37 21
Jaboti - PR 101 411 666 358 58 56 28
Jacarezinho - PR 585 2.232 4.381 3.343 991 690 429
Jaguapitã - PR 68 532 1.632 1.308 299 148 72
Jaguariaíva - PR 732 2.332 3.566 2.584 697 491 260
Jandaia do Sul - PR 146 807 2.674 2.230 623 367 201
Janiópolis - PR 203 445 955 481 113 56 45
Japira - PR 153 367 615 346 80 51 32
Japurá - PR 47 302 1.150 1068 201 103 38
Jardim Alegre - PR 672 948 1.585 671 160 94 42
Jardim Olinda - PR 36 99 173 117 25 11 5
Jataizinho - PR 227 838 1.356 830 202 101 42
Jesuítas - PR 276 622 1.241 769 143 66 42
Joaquim Távora - PR 132 658 1.546 946 228 143 87
Jundiaí do Sul - PR 142 273 422 187 43 31 25
Juranda - PR 149 565 1.042 606 110 81 32
continua



213
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2016
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Jussara - PR 51 299 888 744 140 65 24
Kaloré - PR 66 342 718 370 67 40 12
Lapa - PR 1.128 2.848 5.409 3.561 890 635 341
Laranjal - PR 553 515 510 156 34 17 7
Laranjeiras do Sul - PR 986 1.962 3.299 2.372 660 495 271
Leópolis - PR 47 293 606 286 74 43 10
Lidianópolis - PR 129 338 584 267 65 23 14
Lindoeste - PR 215 413 697 291 53 32 13
Loanda - PR 176 1.017 2.774 2.204 527 299 206
Lobato - PR 30 185 630 469 121 62 25
Londrina - PR 4.023 16.514 48.129 55.580 20.665 16.405 13.190
Luiziana - PR 208 658 946 396 94 58 24
Lunardelli - PR 189 445 671 377 82 45 13
Lupionópolis - PR 65 253 728 411 81 58 26
Mallet - PR 384 866 1.611 982 202 115 57
Mamborê - PR 353 996 1.778 1.123 265 164 93
Mandaguaçu - PR 142 790 2.452 2.172 512 282 118
Mandaguari - PR 294 1.482 4.154 3.609 945 512 271
Mandirituba - PR 563 1.390 2.635 1.721 433 195 70
Manfrinópolis - PR 148 217 389 191 43 17 8
Mangueirinha - PR 709 1.140 1.763 1.121 251 172 88
Manoel Ribas - PR 562 864 1.463 876 211 152 71
Marechal Cândido Rondon - PR 288 1.508 5.265 6.400 1.804 1.031 631
Maria Helena - PR 101 391 933 483 87 41 24
Marialva - PR 242 1.356 3.943 3.473 835 528 214
Marilândia do Sul - PR 218 644 1.237 566 136 81 40
Marilena - PR 107 457 998 554 93 48 12
Mariluz - PR 380 779 1.221 586 112 77 29
Maringá - PR 1.062 7.092 30.101 45.911 17.684 13.719 9.658
Mariópolis - PR 120 337 760 622 160 116 61
Maripá - PR 44 201 731 703 184 106 51
Marmeleiro - PR 407 749 1.597 1.265 326 219 116
Marquinho - PR 345 367 450 215 47 19 15
Marumbi - PR 60 257 723 446 58 38 19
Matelândia - PR 248 808 1.913 1.527 369 232 98
Matinhos - PR 533 1.404 3.145 3.062 1.026 700 409
continua



214
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2016
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Mato Rico - PR 276 339 405 148 19 17 -
Mauá da Serra - PR 223 701 1.063 516 81 50 25
Medianeira - PR 372 1.508 4.817 4.911 1.406 838 449
Mercedes - PR 62 211 610 575 140 73 37
Mirador - PR 44 144 342 199 27 15 9
Miraselva - PR 12 81 270 189 51 24 9
Missal - PR 160 483 1.410 1.135 287 155 65
Moreira Sales - PR 308 877 1.852 1.000 178 105 40
Morretes - PR 372 980 1.562 1.211 363 228 140
Munhoz de Melo - PR 26 182 531 397 67 35 25
Nossa Senhora das Graças - PR 31 177 533 462 80 35 4
Nova Aliança do Ivaí - PR 12 75 195 145 26 15 4
Nova América da Colina - PR 45 249 505 242 49 21 6
Nova Aurora - PR 200 735 1.604 1.043 248 128 61
Nova Cantu - PR 407 602 915 406 79 43 27
Nova Esperança - PR 205 1.254 3.636 2.837 652 391 186
Nova Esperança do Sudoeste - PR 117 266 587 480 90 70 31
Nova Fátima - PR 173 621 1.073 629 143 67 41
Nova Laranjeiras - PR 856 725 928 481 109 66 37
Nova Londrina - PR 155 678 1.729 1.261 299 174 113
Nova Olímpia - PR 51 296 892 501 105 74 24
Nova Santa Bárbara - PR 172 303 524 270 45 30 15
Nova Santa Rosa - PR 45 290 963 987 257 159 63
Nova Prata do Iguaçu - PR 244 581 1.196 977 209 107 30
Nova Tebas - PR 505 606 872 371 60 40 18
Novo Itacolomi - PR 52 192 428 214 39 19 5
Ortigueira - PR 1.298 2.112 2.710 979 199 132 66
Ourizona - PR 25 143 483 381 79 34 16
Ouro Verde do Oeste - PR 91 319 738 537 96 45 26
Paiçandu - PR 259 1.540 4.824 4.221 742 231 80
Palmas - PR 1.220 2.958 4.107 2.685 753 514 335
Palmeira - PR 712 1.834 3.596 2.686 679 467 216
Palmital - PR 961 1.185 1.571 674 157 111 54
Palotina - PR 234 963 3.231 3.312 1.041 678 414
Paraíso do Norte - PR 47 397 1.454 1.527 326 170 101
Paranacity - PR 117 571 1.408 1.008 179 93 53
continua



215
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2016
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paranaguá - PR 2.471 6.929 13.070 11.925 3.974 2.687 1.543
Paranapoema - PR 52 187 407 244 36 15 10
Paranavaí - PR 687 3.231 9.597 9.073 2.600 1.722 1.165
Pato Bragado - PR 26 143 617 616 147 85 37
Pato Branco - PR 613 2.144 6.842 8.590 3.020 2.107 1.434
Paula Freitas - PR 155 385 655 392 74 35 17
Paulo Frontin - PR 172 453 940 526 99 58 24
Peabiru - PR 237 926 1.779 1.117 263 147 76
Perobal - PR 52 326 850 540 90 50 8
Pérola - PR 53 428 1.608 1.208 192 137 58
Pérola d'Oeste - PR 254 403 826 600 130 78 28
Piên - PR 248 650 1.318 1.001 193 78 30
Pinhais - PR 726 3.736 11.469 13.651 4.110 2.452 1.447
Pinhalão - PR 203 480 791 406 80 56 37
Pinhal de São Bento - PR 101 177 374 180 31 13 5
Pinhão - PR 1.856 2.207 2.745 1.364 340 180 88
Piraí do Sul - PR 667 1.855 2.698 1.502 410 263 138
Piraquara - PR 1.147 4.603 9.974 8.274 1.836 910 416
Pitanga - PR 1.423 2.438 3.638 2.022 548 322 183
Pitangueiras - PR 26 143 403 262 52 18 6
Planaltina do Paraná - PR 90 237 533 360 73 38 26
Planalto - PR 454 774 1.661 1.277 230 138 64
Ponta Grossa - PR 3.909 14.120 31.553 29.399 9.650 6.906 4.822
Pontal do Paraná - PR 402 1.041 2.277 2189 743 521 314
Porecatu - PR 88 574 1.641 1.499 424 267 127
Porto Amazonas - PR 75 281 550 369 85 63 27
Porto Barreiro - PR 204 269 359 223 61 31 15
Porto Rico - PR 37 166 327 221 43 23 15
Porto Vitória - PR 111 272 442 336 62 23 17
Prado Ferreira - PR 32 215 447 261 60 30 10
Pranchita - PR 148 296 693 524 146 88 55
Presidente Castelo Branco - PR 36 210 678 497 91 39 23
Primeiro de Maio - PR 158 664 1.498 916 224 159 57
Prudentópolis - PR 2.263 3.239 5.664 3.129 654 393 172
Quarto Centenário - PR 115 331 712 364 57 30 18
Quatiguá - PR 81 425 1.030 693 149 98 40
continua



216
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2016
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quatro Barras - PR 152 773 2.094 2.081 587 377 194
Quatro Pontes - PR 12 75 424 524 160 86 60
Quedas do Iguaçu - PR 1.548 1.924 3.125 2.038 466 287 140
Querência do Norte - PR 484 954 1.434 722 136 63 37
Quinta do Sol - PR 98 307 682 490 67 70 23
Quitandinha - PR 766 1.302 1.919 935 209 105 40
Ramilândia - PR 210 322 463 230 34 19 4
Rancho Alegre - PR 83 269 575 341 83 56 24
Rancho Alegre D'Oeste - PR 65 204 361 225 44 17 19
Realeza - PR 287 788 2.030 1.692 403 258 153
Rebouças - PR 779 1.098 1.637 814 172 98 50
Renascença - PR 259 373 688 544 187 153 87
Reserva - PR 1.269 2.070 2.610 1.147 262 162 89
Reserva do Iguaçu - PR 406 499 667 293 84 55 25
Ribeirão Claro - PR 157 690 1.430 818 220 137 89
Ribeirão do Pinhal - PR 359 1.037 1.831 909 180 131 111
Rio Azul - PR 529 927 1.597 964 198 97 43
Rio Bom - PR 78 243 508 241 39 30 14
Rio Bonito do Iguaçu - PR 1.048 939 1.179 609 122 72 28
Rio Branco do Ivaí - PR 231 329 438 158 35 14 12
Rio Branco do Sul - PR 723 1.999 3.517 2.210 489 224 88
Rio Negro - PR 416 1.492 3.442 3.024 925 584 342
Rolândia - PR 395 2.177 6.644 6.879 1.705 1.043 576
Roncador - PR 552 954 1.432 621 145 79 47
Rondon - PR 58 332 1.181 1.092 180 123 48
Rosário do Ivaí - PR 259 474 679 280 56 35 12
Sabáudia - PR 59 249 768 726 153 72 26
Salgado Filho - PR 189 265 530 381 73 37 20
Salto do Itararé - PR 193 399 755 372 91 41 19
Salto do Lontra - PR 301 736 1.697 1.128 257 152 52
Santa Amélia - PR 102 273 517 255 58 38 14
Santa Cecília do Pavão - PR 129 268 517 265 39 41 17
Santa Cruz de Monte Castelo - PR 133 505 1.118 716 147 97 42
Santa Fé - PR 62 356 1.454 1.198 265 135 67
Santa Helena - PR 403 1.293 3.023 2.283 652 311 187
Santa Inês - PR 19 97 277 174 25 17 8
continua



217
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2016
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Isabel do Ivaí - PR 88 490 1.282 902 185 121 44
Santa Izabel do Oeste - PR 387 804 1.614 912 196 104 52
Santa Lúcia - PR 126 271 543 320 71 33 16
Santa Maria do Oeste - PR 808 939 1.175 404 82 50 18
Santa Mariana - PR 250 913 1.710 1.013 224 171 72
Santa Mônica - PR 49 263 495 272 53 22 5
Santana do Itararé - PR 242 439 662 303 48 37 22
Santa Tereza do Oeste - PR 146 588 1.370 933 220 88 43
Santa Terezinha de Itaipu - PR 330 1.139 2.367 1.962 515 316 102
Santo Antônio da Platina - PR 587 2.401 5.364 3.795 910 701 432
Santo Antônio do Caiuá - PR 57 178 435 218 33 23 6
Santo Antônio do Paraíso - PR 39 188 361 175 38 21 12
Santo Antônio do Sudoeste - PR 709 1.180 2.166 1.325 319 201 96
Santo Inácio - PR 52 234 680 612 130 78 42
São Carlos do Ivaí - PR 60 256 801 719 155 65 38
São Jerônimo da Serra - PR 644 877 1.130 429 100 69 43
São João - PR 187 630 1.449 950 246 134 65
São João do Caiuá - PR 121 417 856 417 85 47 24
São João do Ivaí - PR 257 822 1.696 949 194 127 53
São João do Triunfo - PR 700 1.113 1.492 714 143 80 36
São Jorge d'Oeste - PR 241 573 1.154 824 147 96 52
São Jorge do Ivaí - PR 43 217 771 663 171 91 40
São Jorge do Patrocínio - PR 52 305 890 682 120 58 26
São José da Boa Vista - PR 254 493 913 458 83 47 29
São José das Palmeiras - PR 100 274 512 301 57 11 14
São José dos Pinhais - PR 1.806 8.690 25.939 30.809 10.114 6.014 2.720
São Manoel do Paraná - PR 8 72 296 278 37 22 9
São Mateus do Sul - PR 1.001 2.473 4.586 3.365 903 715 396
São Miguel do Iguaçu - PR 560 1.546 3.001 2.228 587 335 186
São Pedro do Iguaçu - PR 186 417 927 474 133 37 25
São Pedro do Ivaí - PR 77 471 1.421 1.070 191 93 58
São Pedro do Paraná - PR 34 155 393 210 49 19 15
São Sebastião da Amoreira - PR 155 583 1.150 648 142 80 45
São Tomé - PR 23 209 670 718 122 46 20
Sapopema - PR 257 511 799 439 84 48 36
Sarandi - PR 734 4.088 10.798 9.229 1.561 520 155
continua



218
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2016
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Saudade do Iguaçu - PR 142 274 567 399 100 64 27
Sengés - PR 540 1.501 2.093 1.198 228 123 71
Serranópolis do Iguaçu - PR 49 188 587 522 134 73 37
Sertaneja - PR 79 370 841 530 113 79 54
Sertanópolis - PR 104 716 2.059 1.707 396 228 116
Siqueira Campos - PR 266 1.201 2.761 1.553 319 210 125
Sulina - PR 81 194 463 308 74 42 19
Tamarana - PR 582 963 1.326 630 118 62 28
Tamboara - PR 23 221 722 538 87 46 17
Tapejara - PR 109 724 2.048 1.492 242 139 71
Tapira - PR 103 362 935 521 93 34 26
Teixeira Soares - PR 338 811 1.098 577 120 95 48
Telêmaco Borba - PR 1.205 3.641 7.392 6.888 2.065 1.149 601
Terra Boa - PR 72 597 2.353 1.816 296 160 84
Terra Rica - PR 166 744 2.138 1.589 284 128 82
Terra Roxa - PR 202 884 2.464 1.718 317 180 68
Tibagi - PR 705 1.477 2.067 1.118 298 216 118
Tijucas do Sul - PR 406 1.022 1.716 1.085 242 111 68
Toledo - PR 753 3.914 13.516 14.972 4.181 2.669 1.617
Tomazina - PR 274 666 1.191 589 135 95 61
Três Barras do Paraná - PR 604 904 1.274 758 196 138 46
Tunas do Paraná - PR 204 506 604 366 62 40 16
Tuneiras do Oeste - PR 168 602 1.342 659 113 56 22
Tupãssi - PR 133 486 1.062 747 151 108 69
Turvo - PR 582 1.134 1.469 735 180 93 39
Ubiratã - PR 413 1.351 2.956 1.833 453 289 164
Umuarama - PR 587 3.871 12.074 11.383 3.351 2.506 1.578
União da Vitória - PR 983 2.729 5.870 4.972 1.405 921 562
Uniflor - PR 28 98 359 276 34 21 9
Uraí - PR 217 795 1.622 903 220 143 72
Wenceslau Braz - PR 663 1.422 2.438 1.312 343 241 149
Ventania - PR 334 867 1.214 517 99 67 26
Vera Cruz do Oeste - PR 234 609 1.075 691 180 101 57
Verê - PR 216 450 950 676 179 101 43
Alto Paraíso - PR 64 243 492 227 30 14 14
Doutor Ulysses - PR 460 450 497 201 24 11 3
Virmond - PR 122 275 458 304 78 32 21
Vitorino - PR 91 328 752 665 152 99 38
Xambrê - PR 78 388 947 544 81 42 24


219
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 7 Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2017
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 158.145 478.629 1.113.623 1.025.475 318.093 232.618 174.411
Abatiá - PR 208 585 1.056 575 102 48 31
Adrianópolis - PR 295 509 729 344 58 40 20
Agudos do Sul - PR 341 638 925 595 115 76 28
Almirante Tamandaré - PR 1.177 5.073 11.893 10.278 2.196 1.053 446
Altamira do Paraná - PR 220 408 511 229 38 45 12
Altônia - PR 248 988 3.248 2.029 395 160 83
Alto Paraná - PR 221 828 1.872 1.117 237 127 44
Alto Piquiri - PR 210 773 1.448 716 129 84 48
Alvorada do Sul - PR 202 565 1.304 833 188 108 65
Amaporã - PR 183 335 692 378 65 25 16
Ampére - PR 288 972 2.418 1.604 292 153 82
Anahy - PR 50 229 431 209 38 24 13
Andirá - PR 310 1.234 2.849 1.865 331 231 121
Ângulo - PR 29 151 412 286 57 27 17
Antonina - PR 625 1.346 1.898 1.277 427 272 195
Antônio Olinto - PR 378 612 854 389 88 35 18
Apucarana - PR 833 4.393 14.166 14381 3.843 2.344 1.330
Arapongas - PR 544 3.333 12.122 13.329 3.279 1.834 990
Arapoti - PR 694 1.797 2.875 1.833 540 358 201
Arapuã - PR 198 300 437 179 24 17 12
Araruna - PR 204 785 1.990 1.280 225 124 48
Araucária - PR 895 4.245 12.252 13.445 3.995 2.154 903
Ariranha do Ivaí - PR 109 204 336 153 24 14 7
Assaí - PR 288 1.128 2.219 1.357 320 189 96
Assis Chateaubriand - PR 512 2.073 4.676 3.226 690 401 215
Astorga - PR 163 1.164 3.355 2.761 657 360 170
Atalaia - PR 20 163 562 473 98 66 22
Balsa Nova - PR 159 542 1.364 1.179 246 114 63
Bandeirantes - PR 601 2.025 4.021 2.558 606 459 261
Barbosa Ferraz - PR 425 1.026 1.745 810 184 109 53
Barracão - PR 319 565 1.122 696 208 131 73
Barra do Jacaré - PR 53 169 390 217 53 22 9
Bela Vista da Caroba - PR 204 265 493 295 55 23 14
Bela Vista do Paraíso - PR 202 840 1.975 1.392 344 213 157
Bituruna - PR 784 1.177 1.641 843 152 76 35
Boa Esperança - PR 136 311 611 375 82 65 34
continua


220
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2017
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu - PR 87 165 309 233 35 34 8
Boa Ventura de São Roque - PR 408 536 623 313 62 26 18
Boa Vista da Aparecida - PR 297 554 1.053 533 106 52 31
Bocaiúva do Sul - PR 277 723 1.199 841 198 93 48
Bom Jesus do Sul - PR 205 267 481 251 42 16 11
Bom Sucesso - PR 66 386 997 542 124 58 24
Bom Sucesso do Sul - PR 56 201 409 282 62 27 26
Borrazópolis - PR 172 592 1.190 596 120 96 54
Braganey - PR 178 396 813 374 103 61 32
Brasilândia do Sul - PR 78 252 464 236 56 21 21
Cafeara - PR 36 136 371 285 44 30 14
Cafelândia - PR 117 639 1.920 1.558 363 224 93
Cafezal do Sul - PR 78 286 649 420 70 29 12
Califórnia - PR 113 464 1.120 733 159 119 29
Cambará - PR 351 1.478 3.214 2.152 507 295 149
Cambé - PR 700 3.913 11.603 11.287 2.828 1.454 617
Cambira - PR 84 382 966 760 164 88 35
Campina da Lagoa - PR 494 1.153 2.135 1.186 220 149 81
Campina do Simão - PR 261 336 361 137 27 14 9
Campina Grande do Sul - PR 407 1.807 4.308 4.017 1.012 469 194
Campo Bonito - PR 162 335 498 263 76 45 16
Campo do Tenente - PR 230 529 740 430 117 53 29
Campo Largo - PR 1.192 4.602 11.952 12.266 3.376 1.944 950
Campo Magro - PR 372 1.342 2.938 2.386 469 183 66
Campo Mourão - PR 938 3.940 10.102 9.017 2.768 2.033 1.387
Cândido de Abreu - PR 1.289 1.292 1.784 767 156 92 42
Candói - PR 878 1.108 1.505 745 183 114 44
Cantagalo - PR 723 1.021 1.379 611 115 65 44
Capanema - PR 455 894 2.322 2.049 477 276 145
Capitão Leônidas Marques - PR 313 873 1.877 1.407 368 196 87
Carambeí - PR 270 1.019 2.123 1.776 363 244 139
Carlópolis - PR 289 988 1.871 1.059 243 158 83
Cascavel - PR 2.530 10.240 28.478 31.678 11.033 8.257 5.397
Castro - PR 1.824 4.525 7.179 4.683 1.228 822 536
Catanduvas - PR 368 771 1.118 591 137 87 43
Centenário do Sul - PR 159 697 1.635 990 159 102 54
continua



221
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2017
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Cerro Azul - PR 1.187 1.525 1.751 614 109 81 38
Céu Azul - PR 95 590 1.422 1.192 292 176 62
Chopinzinho - PR 467 1.015 2.242 1.851 508 339 224
Cianorte - PR 249 1.974 7.863 9.303 2.546 1.526 829
Cidade Gaúcha - PR 99 502 1.402 1.160 247 137 92
Clevelândia - PR 544 1.198 1.968 1.257 342 226 142
Colombo - PR 1.832 8.739 23.348 24.105 6.007 2.719 850
Colorado - PR 122 727 2.790 2.919 726 426 241
Congonhinhas - PR 436 661 967 476 89 49 39
Conselheiro Mairinck - PR 101 305 482 243 53 48 28
Contenda - PR 377 912 1.804 1.326 296 189 87
Corbélia - PR 212 869 2.114 1.580 431 246 121
Cornélio Procópio - PR 488 2.045 5.408 4.927 1.522 1.120 676
Coronel Domingos Soares - PR 442 601 670 294 47 30 20
Coronel Vivida - PR 519 1.221 2.619 2.027 552 317 158
Corumbataí do Sul - PR 171 336 560 257 40 25 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 99 248 584 382 74 31 22
Cruzeiro do Oeste - PR 310 1.323 2.860 1.882 416 226 123
Cruzeiro do Sul - PR 63 290 594 402 70 47 17
Cruz Machado - PR 1.173 1.223 1.676 830 160 70 56
Cruzmaltina - PR 98 279 468 207 35 17 11
Curitiba - PR 7.099 37.897 127.234 186.897 87.034 83.390 84.679
Curiúva - PR 444 1.291 1.708 816 174 105 43
Diamante do Norte - PR 73 334 767 464 114 64 18
Diamante do Sul - PR 245 282 373 154 20 15 6
Diamante D'Oeste - PR 243 359 555 336 70 25 19
Dois Vizinhos - PR 490 1.352 4.181 4.357 1.115 690 333
Douradina - PR 49 344 1.010 795 183 114 70
Doutor Camargo - PR 63 240 850 740 168 61 27
Enéas Marques - PR 142 319 737 547 164 89 63
Engenheiro Beltrão - PR 149 781 1.919 1.460 301 175 100
Esperança Nova - PR 27 105 304 206 33 19 7
Entre Rios do Oeste - PR 16 119 422 510 162 114 50
Espigão Alto do Iguaçu - PR 265 310 507 234 52 27 21
Farol - PR 124 253 490 213 39 27 16
Faxinal - PR 341 1.298 2.111 1.226 291 181 104
continua



222
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2017
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Fazenda Rio Grande - PR 884 3.896 9.546 8.115 1.564 600 175
Fênix - PR 126 379 674 339 82 47 29
Fernandes Pinheiro - PR 301 512 579 298 47 18 16
Figueira - PR 174 682 1.151 607 133 76 38
Floraí - PR 18 157 757 704 127 66 38
Flor da Serra do Sul - PR 220 287 567 352 82 31 11
Floresta - PR 42 238 805 718 157 79 36
Florestópolis - PR 95 539 1.598 1.108 202 68 41
Flórida - PR 20 122 323 273 58 35 14
Formosa do Oeste - PR 125 486 1.170 680 151 72 38
Foz do Iguaçu - PR 4.571 12.724 25.786 23.057 7.522 5.513 3.899
Francisco Alves - PR 156 414 948 530 100 47 16
Francisco Beltrão - PR 865 2.901 8.365 9.473 2.875 1.992 1.212
Foz do Jordão - PR 249 417 545 316 72 22 23
General Carneiro - PR 519 1.151 1.323 768 146 78 34
Godoy Moreira - PR 165 262 440 241 31 17 12
Goioerê - PR 433 1.736 3.847 2.555 752 447 241
Goioxim - PR 569 637 664 234 40 22 6
Grandes Rios - PR 339 536 840 372 73 41 14
Guaíra - PR 718 1.810 3.501 2.580 733 484 339
Guairaçá - PR 91 336 879 552 123 60 28
Guamiranga - PR 354 628 901 462 71 57 20
Guapirama - PR 93 344 566 237 55 24 20
Guaporema - PR 23 102 332 203 28 17 6
Guaraci - PR 42 238 766 587 106 61 20
Guaraniaçu - PR 550 1.102 1.788 1.036 293 181 121
Guarapuava - PR 3.353 10.155 18.034 13.401 3.877 2.803 2.001
Guaraqueçaba - PR 697 614 685 287 69 46 12
Guaratuba - PR 544 1.726 3.372 2.934 891 579 399
Honório Serpa - PR 290 441 620 337 96 38 26
Ibaiti - PR 703 2.075 3.776 2.208 484 327 183
Ibema - PR 171 437 760 437 81 48 24
Ibiporã - PR 457 2.345 6.010 4.999 1.255 703 301
Icaraíma - PR 179 599 1.313 740 139 82 28
Iguaraçu - PR 32 186 528 435 102 41 24
Iguatu - PR 80 154 303 174 30 23 5
continua



223
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2017
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Imbaú - PR 352 932 1.423 672 116 58 26
Imbituva - PR 804 2.442 3.253 1.712 347 255 106
Inácio Martins - PR 635 997 1.094 421 90 33 23
Inajá - PR 48 202 407 239 62 29 12
Indianópolis - PR 30 163 608 521 103 50 27
Ipiranga - PR 450 1.091 1.649 911 155 97 47
Iporã - PR 279 886 2.241 1302 268 159 78
Iracema do Oeste - PR 81 176 357 209 51 29 4
Irati - PR 864 3.400 6.879 4.975 1.289 830 481
Iretama - PR 532 906 1.317 646 126 88 38
Itaguajé - PR 95 331 592 383 96 40 22
Itaipulândia - PR 148 524 1.171 794 201 98 56
Itambaracá - PR 135 499 926 538 108 55 26
Itambé - PR 29 268 850 652 128 65 20
Itapejara d'Oeste - PR 161 592 1.439 1.078 214 104 63
Itaperuçu - PR 566 1.808 2.889 1.544 238 92 35
Itaúna do Sul - PR 78 259 541 242 42 15 7
Ivaí - PR 671 929 1.414 719 156 84 43
Ivaiporã - PR 823 2.217 4.117 2.709 722 513 310
Ivaté - PR 72 412 1.109 799 128 56 32
Ivatuba - PR 20 112 366 261 75 37 21
Jaboti - PR 101 418 668 361 58 56 28
Jacarezinho - PR 588 2.266 4.394 3.369 992 692 432
Jaguapitã - PR 68 540 1.637 1.319 299 149 73
Jaguariaíva - PR 736 2.368 3.576 2.604 697 492 261
Jandaia do Sul - PR 147 819 2.682 2.247 623 368 202
Janiópolis - PR 204 452 958 484 114 56 45
Japira - PR 154 372 616 349 80 52 33
Japurá - PR 48 306 1.153 1.076 201 103 38
Jardim Alegre - PR 677 963 1.589 676 160 94 42
Jardim Olinda - PR 36 100 174 118 25 11 5
Jataizinho - PR 228 850 1.360 836 202 101 42
Jesuítas - PR 278 632 1.245 775 143 66 42
Joaquim Távora - PR 132 668 1.551 953 228 143 87
Jundiaí do Sul - PR 143 277 423 188 43 31 25
Juranda - PR 150 573 1.045 610 110 81 33
continua



224
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2017
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Jussara - PR 51 303 890 750 141 65 24
Kaloré - PR 67 347 720 373 67 40 12
Lapa - PR 1.135 2.892 5.425 3.588 891 637 343
Laranjal - PR 556 523 511 157 34 17 7
Laranjeiras do Sul - PR 992 1.992 3.309 2.390 660 496 273
Leópolis - PR 48 297 608 288 74 44 11
Lidianópolis - PR 130 343 585 270 65 23 14
Lindoeste - PR 216 420 699 293 53 32 13
Loanda - PR 177 1.032 2.782 2.221 527 300 208
Lobato - PR 30 188 632 472 121 62 25
Londrina - PR 4.048 16.769 48.268 56.013 20.677 16.446 13.270
Luiziana - PR 209 668 948 399 94 58 24
Lunardelli - PR 190 452 673 380 82 45 13
Lupionópolis - PR 66 257 730 414 81 58 26
Mallet - PR 387 880 1.615 990 202 116 57
Mamborê - PR 356 1.011 1.783 1.132 265 165 94
Mandaguaçu - PR 143 802 2.459 2.188 513 283 119
Mandaguari - PR 296 1.505 4.166 3.637 946 513 273
Mandirituba - PR 567 1.412 2.643 1.734 433 196 71
Manfrinópolis - PR 149 220 390 193 43 17 8
Mangueirinha - PR 714 1.158 1.768 1.129 251 173 88
Manoel Ribas - PR 566 878 1.467 883 211 152 72
Marechal Cândido Rondon - PR 290 1.531 5.280 6.450 1.805 1.034 635
Maria Helena - PR 101 397 935 487 87 41 24
Marialva - PR 243 1.377 3.954 3.500 835 529 215
Marilândia do Sul - PR 220 654 1.240 570 136 81 40
Marilena - PR 107 464 1.001 558 93 48 12
Mariluz - PR 382 791 1.224 590 112 77 29
Maringá - PR 1.068 7.201 30.188 46.269 17.695 13.753 9.716
Mariópolis - PR 121 342 763 627 160 117 61
Maripá - PR 44 204 734 708 184 106 52
Marmeleiro - PR 409 760 1.601 1.275 326 220 117
Marquinho - PR 347 373 451 217 47 19 15
Marumbi - PR 61 261 725 450 58 38 19
Matelândia - PR 249 820 1.918 1.539 369 232 99
Matinhos - PR 536 1.426 3.154 3.086 1.027 702 412
continua



225
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2017
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Mato Rico - PR 278 344 406 149 19 17 -
Mauá da Serra - PR 224 712 1.066 520 81 50 25
Medianeira - PR 375 1.531 4.831 4.949 1.407 840 452
Mercedes - PR 62 214 612 579 141 73 37
Mirador - PR 44 147 343 200 27 15 9
Miraselva - PR 12 82 271 190 51 24 9
Missal - PR 161 490 1.414 1.144 287 156 65
Moreira Sales - PR 310 891 1.857 1.008 178 105 40
Morretes - PR 375 995 1.567 1.221 363 229 141
Munhoz de Melo - PR 26 185 533 400 67 35 25
Nossa Senhora das Graças - PR 31 180 535 466 80 35 4
Nova Aliança do Ivaí - PR 12 76 195 146 26 15 4
Nova América da Colina - PR 45 253 507 244 49 21 6
Nova Aurora - PR 202 746 1.609 1.051 248 128 61
Nova Cantu - PR 409 611 917 409 79 44 27
Nova Esperança - PR 206 1.273 3.646 2.859 652 392 188
Nova Esperança do Sudoeste - PR 118 270 589 483 90 70 32
Nova Fátima - PR 174 631 1.076 634 143 68 41
Nova Laranjeiras - PR 862 736 931 484 109 66 37
Nova Londrina - PR 156 689 1.734 1.271 299 174 114
Nova Olímpia - PR 51 300 895 505 105 74 24
Nova Santa Bárbara - PR 173 307 525 272 45 30 15
Nova Santa Rosa - PR 45 294 966 995 257 159 63
Nova Prata do Iguaçu - PR 246 590 1.200 985 209 108 31
Nova Tebas - PR 508 615 874 374 60 40 18
Novo Itacolomi - PR 53 195 430 216 39 19 5
Ortigueira - PR 1.305 2.145 2.718 987 199 133 66
Ourizona - PR 25 146 484 384 79 34 16
Ouro Verde do Oeste - PR 92 324 740 541 96 45 26
Paiçandu - PR 260 1.563 4.838 4.254 742 231 80
Palmas - PR 1.228 3.003 4.119 2.706 753 515 337
Palmeira - PR 716 1.862 3.606 2.707 679 468 217
Palmital - PR 967 1.203 1.576 679 157 111 55
Palotina - PR 235 978 3.240 3.338 1.041 680 416
Paraíso do Norte - PR 48 403 1.458 1.539 326 171 101
Paranacity - PR 118 579 1.412 1016 179 93 54
continua



226
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2017
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paranaguá - PR 2.486 7.035 13.108 12.018 3.976 2.694 1.553
Paranapoema - PR 53 190 408 246 36 15 11
Paranavaí - PR 691 3.281 9.625 9.144 2.602 1.727 1.173
Pato Bragado - PR 26 146 619 620 147 85 37
Pato Branco - PR 617 2.177 6.862 8.657 3.021 2.112 1.442
Paula Freitas - PR 156 391 657 395 74 35 17
Paulo Frontin - PR 173 460 943 530 99 58 24
Peabiru - PR 239 940 1.784 1.126 263 148 77
Perobal - PR 53 331 853 545 90 50 8
Pérola - PR 54 435 1.613 1.217 192 137 58
Pérola d'Oeste - PR 255 410 828 605 130 78 28
Piên - PR 249 660 1.322 1.009 193 78 31
Pinhais - PR 730 3.793 11.502 13.758 4.112 2.458 1.456
Pinhalão - PR 204 487 794 409 80 56 37
Pinhal de São Bento - PR 101 180 375 182 31 13 5
Pinhão - PR 1.867 2.241 2.753 1.374 341 181 88
Piraí do Sul - PR 671 1.884 2.705 1.514 410 263 139
Piraquara - PR 1.154 4.674 10.003 8.338 1.837 913 418
Pitanga - PR 1.432 2.476 3.648 2.038 549 323 184
Pitangueiras - PR 26 146 404 264 52 18 6
Planaltina do Paraná - PR 91 241 535 363 73 38 26
Planalto - PR 457 786 1.666 1287 231 139 64
Ponta Grossa - PR 3.933 14.338 31.644 29.628 9.655 6.923 4.851
Pontal do Paraná - PR 405 1.057 2.283 2.206 743 522 316
Porecatu - PR 88 582 1.645 1.510 424 268 127
Porto Amazonas - PR 75 285 552 372 85 63 27
Porto Barreiro - PR 205 273 360 225 61 31 15
Porto Rico - PR 37 169 328 223 43 23 15
Porto Vitória - PR 112 276 444 339 62 23 17
Prado Ferreira - PR 32 218 448 263 60 30 11
Pranchita - PR 149 300 695 528 146 88 56
Presidente Castelo Branco - PR 36 213 680 501 91 39 23
Primeiro de Maio - PR 159 675 1.503 923 224 159 57
Prudentópolis - PR 2.277 3.289 5.680 3.153 654 394 173
Quarto Centenário - PR 116 336 714 366 57 30 18
Quatiguá - PR 81 432 1.033 698 150 98 40
continua



227
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2017
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quatro Barras - PR 153 785 2.100 2.097 587 378 195
Quatro Pontes - PR 12 76 425 528 160 86 60
Quedas do Iguaçu - PR 1.557 1.954 3.134 2.054 467 287 141
Querência do Norte - PR 487 969 1.438 727 136 63 37
Quinta do Sol - PR 99 311 684 493 67 70 23
Quitandinha - PR 771 1.322 1.925 942 209 105 40
Ramilândia - PR 211 327 464 232 34 19 4
Rancho Alegre - PR 84 273 577 344 83 56 24
Rancho Alegre D'Oeste - PR 66 207 362 227 44 17 19
Realeza - PR 289 800 2.036 1.705 404 259 154
Rebouças - PR 784 1.114 1.642 821 172 98 51
Renascença - PR 260 379 689 548 187 153 87
Reserva - PR 1.277 2.101 2.617 1.156 262 163 90
Reserva do Iguaçu - PR 408 507 669 295 84 55 25
Ribeirão Claro - PR 158 701 1.434 824 220 137 90
Ribeirão do Pinhal - PR 362 1.053 1.837 917 180 132 112
Rio Azul - PR 532 941 1.601 971 198 97 43
Rio Bom - PR 79 247 509 243 39 30 14
Rio Bonito do Iguaçu - PR 1.055 954 1.182 614 123 72 28
Rio Branco do Ivaí - PR 233 334 439 159 35 14 12
Rio Branco do Sul - PR 728 2.030 3.527 2.227 489 224 88
Rio Negro - PR 419 1.515 3.452 3.047 925 585 344
Rolândia - PR 397 2.211 6.663 6.933 1.706 1.045 579
Roncador - PR 555 969 1.436 626 145 79 47
Rondon - PR 58 337 1.185 1.100 180 124 48
Rosário do Ivaí - PR 260 481 681 282 56 35 12
Sabáudia - PR 60 253 770 732 153 72 26
Salgado Filho - PR 190 269 532 384 73 37 20
Salto do Itararé - PR 194 406 757 375 91 41 19
Salto do Lontra - PR 303 747 1.702 1137 257 152 53
Santa Amélia - PR 103 277 519 257 58 38 14
Santa Cecília do Pavão - PR 130 272 519 267 39 41 17
Santa Cruz de Monte Castelo - PR 134 513 1.121 722 147 97 42
Santa Fé - PR 62 361 1.458 1.207 265 135 67
Santa Helena - PR 406 1.313 3.032 2301 652 311 189
Santa Inês - PR 19 98 278 175 25 17 8
continua



228
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2017
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Isabel do Ivaí - PR 88 498 1.286 909 186 121 44
Santa Izabel do Oeste - PR 389 816 1.618 919 196 104 53
Santa Lúcia - PR 126 275 545 323 71 33 16
Santa Maria do Oeste - PR 813 954 1.178 408 82 50 18
Santa Mariana - PR 252 927 1.715 1.021 224 172 73
Santa Mônica - PR 49 267 496 274 53 22 5
Santana do Itararé - PR 243 446 664 305 48 37 22
Santa Tereza do Oeste - PR 147 597 1.374 940 220 88 43
Santa Terezinha de Itaipu - PR 332 1.157 2.374 1.977 515 317 102
Santo Antônio da Platina - PR 591 2.438 5.380 3.824 911 703 435
Santo Antônio do Caiuá - PR 57 181 436 219 33 23 6
Santo Antônio do Paraíso - PR 39 191 362 176 38 21 12
Santo Antônio do Sudoeste - PR 714 1.198 2.173 1.335 319 202 97
Santo Inácio - PR 53 238 682 617 130 78 42
São Carlos do Ivaí - PR 61 260 803 725 155 65 38
São Jerônimo da Serra - PR 648 891 1.133 432 100 69 43
São João - PR 189 640 1.453 958 246 134 65
São João do Caiuá - PR 122 424 858 420 85 47 24
São João do Ivaí - PR 259 834 1.701 957 195 127 54
São João do Triunfo - PR 704 1.131 1.496 719 143 80 36
São Jorge d'Oeste - PR 242 581 1.158 831 147 96 53
São Jorge do Ivaí - PR 43 220 773 668 171 92 40
São Jorge do Patrocínio - PR 53 309 892 687 120 58 26
São José da Boa Vista - PR 255 501 916 461 83 47 29
São José das Palmeiras - PR 100 278 513 303 57 11 14
São José dos Pinhais - PR 1.817 8.824 26.014 31.049 10.120 6.029 2.737
São Manoel do Paraná - PR 8 73 296 281 37 22 9
São Mateus do Sul - PR 1.007 2.511 4.599 3.391 904 717 398
São Miguel do Iguaçu - PR 563 1.569 3.009 2.245 587 335 188
São Pedro do Iguaçu - PR 187 424 930 478 133 37 25
São Pedro do Ivaí - PR 78 478 1.425 1.078 191 93 58
São Pedro do Paraná - PR 35 158 394 212 49 19 15
São Sebastião da Amoreira - PR 156 592 1.153 653 142 80 45
São Tomé - PR 23 212 672 724 123 46 20
Sapopema - PR 259 519 801 442 84 48 36
Sarandi - PR 739 4.151 10.829 9.301 1.562 521 156
continua



229
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2017
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Saudade do Iguaçu - PR 143 278 568 402 100 64 27
Sengés - PR 543 1.524 2.099 1.207 228 124 72
Serranópolis do Iguaçu - PR 49 191 589 526 134 73 37
Sertaneja - PR 80 376 843 535 114 79 55
Sertanópolis - PR 105 727 2.065 1.721 396 229 117
Siqueira Campos - PR 267 1.220 2.769 1.565 319 211 125
Sulina - PR 81 197 464 311 74 42 19
Tamarana - PR 586 978 1.330 635 118 62 28
Tamboara - PR 23 224 724 542 87 46 17
Tapejara - PR 110 735 2.053 1.504 242 140 72
Tapira - PR 104 367 938 525 93 34 26
Teixeira Soares - PR 340 823 1.101 581 120 95 48
Telêmaco Borba - PR 1.212 3.697 7.414 6.942 2.067 1.152 605
Terra Boa - PR 73 606 2.360 1.830 296 160 84
Terra Rica - PR 167 755 2.144 1.602 284 128 82
Terra Roxa - PR 203 898 2.471 1.732 317 181 68
Tibagi - PR 709 1.500 2.073 1.127 298 216 119
Tijucas do Sul - PR 408 1.038 1.721 1.094 242 111 68
Toledo - PR 758 3.974 13.555 15.089 4.184 2.676 1.627
Tomazina - PR 276 677 1.194 594 135 95 61
Três Barras do Paraná - PR 607 918 1.278 764 196 139 46
Tunas do Paraná - PR 205 514 606 369 62 40 16
Tuneiras do Oeste - PR 169 611 1.346 664 114 56 22
Tupãssi - PR 134 493 1.065 753 151 109 70
Turvo - PR 586 1.152 1.474 741 180 93 39
Ubiratã - PR 415 1.372 2.964 1.848 453 290 165
Umuarama - PR 591 3.931 12.109 11.471 3.353 2.512 1.588
União da Vitória - PR 989 2.771 5.887 5.011 1.406 923 566
Uniflor - PR 29 99 360 278 34 21 9
Uraí - PR 218 807 1.627 910 220 143 73
Wenceslau Braz - PR 667 1.444 2.445 1.322 343 242 150
Ventania - PR 336 881 1.218 521 99 68 26
Vera Cruz do Oeste - PR 235 618 1.078 696 180 101 57
Verê - PR 217 457 953 682 179 101 43
Alto Paraíso - PR 64 247 493 228 30 14 14
Doutor Ulysses - PR 463 457 498 203 24 11 3
Virmond - PR 123 279 460 306 78 32 21
Vitorino - PR 92 333 754 670 152 100 38
Xambrê - PR 79 394 949 548 81 42 24


230
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 8 Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2018
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 159.107 481.540 1.120.397 1.029.785 321.955 234.033 175.472
Abatiá - PR 209 588 1.062 577 104 48 31
Adrianópolis - PR 297 512 734 346 59 40 20
Agudos do Sul - PR 343 642 930 597 116 76 29
Almirante Tamandaré - PR 1.184 5.104 11.966 10.322 2.223 1.060 448
Altamira do Paraná - PR 221 410 514 230 39 45 12
Altônia - PR 250 994 3.267 2.038 399 161 84
Alto Paraná - PR 222 833 1.883 1.122 240 128 45
Alto Piquiri - PR 211 777 1.457 719 131 84 49
Alvorada do Sul - PR 203 569 1.312 837 190 108 66
Amaporã - PR 184 337 696 379 66 25 16
Ampére - PR 289 978 2.432 1.610 296 154 83
Anahy - PR 50 230 433 210 39 24 13
Andirá - PR 312 1.241 2.867 1.873 335 233 122
Ângulo - PR 29 152 415 287 58 28 17
Antonina - PR 629 1.354 1.909 1.283 432 274 196
Antônio Olinto - PR 381 616 859 390 89 36 18
Apucarana - PR 838 4.420 14.252 14.442 3.890 2.358 1.338
Arapongas - PR 547 3.353 12.196 13.385 3.319 1.845 996
Arapoti - PR 699 1.808 2.893 1.841 546 361 202
Arapuã - PR 199 302 440 180 24 17 12
Araruna - PR 205 790 2.002 1.285 228 124 49
Araucária - PR 900 4.271 12.327 13.501 4.044 2.167 908
Ariranha do Ivaí - PR 109 206 338 153 24 14 7
Assaí - PR 289 1.134 2.232 1.362 324 190 96
Assis Chateaubriand - PR 515 2.086 4.705 3.240 699 403 216
Astorga - PR 164 1.171 3.376 2.772 665 362 171
Atalaia - PR 20 164 565 475 99 67 22
Balsa Nova - PR 160 545 1.372 1.184 249 115 64
Bandeirantes - PR 605 2.037 4.045 2.569 613 462 263
Barbosa Ferraz - PR 427 1.033 1.756 813 187 109 53
Barracão - PR 321 569 1.129 699 211 131 73
Barra do Jacaré - PR 53 170 392 218 53 22 10
Bela Vista da Caroba - PR 205 267 496 296 56 23 14
Bela Vista do Paraíso - PR 203 845 1.987 1.398 348 214 158
Bituruna - PR 789 1.184 1.651 847 154 76 35
Boa Esperança - PR 137 313 615 377 83 66 34
continua


231
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2018
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu - PR 88 166 311 234 35 35 8
Boa Ventura de São Roque - PR 411 539 627 314 63 26 18
Boa Vista da Aparecida - PR 299 558 1.059 536 107 52 31
Bocaiúva do Sul - PR 279 727 1.206 844 200 93 49
Bom Jesus do Sul - PR 206 269 484 252 42 16 11
Bom Sucesso - PR 66 389 1.003 545 125 59 24
Bom Sucesso do Sul - PR 56 202 412 283 63 28 26
Borrazópolis - PR 173 595 1.197 598 122 97 54
Braganey - PR 179 399 818 376 105 61 32
Brasilândia do Sul - PR 78 253 467 237 57 21 21
Cafeara - PR 36 136 373 286 44 30 14
Cafelândia - PR 118 643 1.932 1565 368 226 93
Cafezal do Sul - PR 78 288 653 422 71 29 12
Califórnia - PR 114 467 1.127 736 160 120 30
Cambará - PR 353 1.487 3.234 2161 513 297 149
Cambé - PR 705 3.936 11.674 11.335 2.862 1.463 621
Cambira - PR 84 385 971 763 166 89 35
Campina da Lagoa - PR 497 1.160 2.148 1.191 223 150 82
Campina do Simão - PR 263 338 363 138 27 14 10
Campina Grande do Sul - PR 409 1.818 4.334 4.034 1024 472 195
Campo Bonito - PR 163 337 501 264 77 45 16
Campo do Tenente - PR 232 532 744 432 118 53 30
Campo Largo - PR 1.199 4.630 12.025 12.318 3417 1.956 956
Campo Magro - PR 375 1.350 2.956 2.396 475 184 67
Campo Mourão - PR 944 3.964 10.163 9.055 2.802 2.046 1.396
Cândido de Abreu - PR 1.297 1.300 1.795 771 158 92 42
Candói - PR 884 1.115 1.514 748 186 115 45
Cantagalo - PR 728 1.028 1.387 614 116 66 45
Capanema - PR 457 899 2.336 2058 483 278 146
Capitão Leônidas Marques - PR 315 878 1.889 1.413 372 197 88
Carambeí - PR 271 1.026 2.136 1.784 368 245 140
Carlópolis - PR 291 994 1.882 1.064 246 159 84
Cascavel - PR 2.545 10.302 28.651 31.812 11.167 8.307 5.430
Castro - PR 1.836 4.553 7.222 4.703 1.243 827 539
Catanduvas - PR 370 775 1.125 594 139 88 43
Centenário do Sul - PR 160 701 1.645 994 160 103 54
continua



232
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2018
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Cerro Azul - PR 1.195 1.534 1.761 616 110 82 38
Céu Azul - PR 96 593 1.431 1.197 296 177 63
Chopinzinho - PR 469 1.021 2.256 1.859 514 341 226
Cianorte - PR 251 1.986 7.910 9.342 2.577 1.535 834
Cidade Gaúcha - PR 100 505 1.410 1.165 250 138 92
Clevelândia - PR 547 1.206 1.980 1.263 346 227 143
Colombo - PR 1.843 8.792 23.490 24.207 6.080 2.736 855
Colorado - PR 122 732 2.807 2.931 735 429 243
Congonhinhas - PR 438 665 972 478 90 50 39
Conselheiro Mairinck - PR 102 307 485 244 53 48 29
Contenda - PR 379 918 1.815 1.332 299 190 88
Corbélia - PR 214 874 2.126 1.587 436 248 122
Cornélio Procópio - PR 491 2.057 5.440 4.948 1.541 1.127 680
Coronel Domingos Soares - PR 444 604 674 295 48 30 20
Coronel Vivida - PR 522 1.228 2.635 2.035 559 319 159
Corumbataí do Sul - PR 172 338 563 258 41 25 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 100 249 588 384 75 31 22
Cruzeiro do Oeste - PR 312 1.331 2.877 1.890 421 227 124
Cruzeiro do Sul - PR 64 292 598 404 71 47 17
Cruz Machado - PR 1.180 1.230 1.687 833 162 70 56
Cruzmaltina - PR 98 281 471 208 35 17 11
Curitiba - PR 7.142 38.127 128.008 187.682 88.091 83.897 85.194
Curiúva - PR 447 1.299 1.718 820 176 106 43
Diamante do Norte - PR 73 336 771 466 115 65 18
Diamante do Sul - PR 246 284 375 154 20 15 6
Diamante D'Oeste - PR 245 361 559 338 71 25 19
Dois Vizinhos - PR 493 1.360 4.206 4.375 1.129 695 335
Douradina - PR 49 346 1.016 799 186 115 70
Doutor Camargo - PR 64 241 855 743 170 61 28
Enéas Marques - PR 143 320 741 549 166 90 64
Engenheiro Beltrão - PR 150 785 1.931 1.466 305 176 101
Esperança Nova - PR 28 106 306 207 33 20 7
Entre Rios do Oeste - PR 16 120 425 512 164 115 50
Espigão Alto do Iguaçu - PR 267 312 510 235 52 28 21
Farol - PR 125 254 493 214 40 28 16
Faxinal - PR 343 1.306 2.124 1.231 295 182 105
continua



233
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2018
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Fazenda Rio Grande - PR 890 3.920 9.604 8.149 1.583 604 176
Fênix - PR 127 382 679 340 83 47 30
Fernandes Pinheiro - PR 303 515 582 300 48 18 16
Figueira - PR 175 686 1.158 610 134 76 38
Floraí - PR 18 158 762 707 129 67 38
Flor da Serra do Sul - PR 221 289 571 353 83 31 11
Floresta - PR 42 239 810 721 159 79 36
Florestópolis - PR 96 542 1.608 1113 205 68 41
Flórida - PR 20 123 325 274 59 36 14
Formosa do Oeste - PR 126 489 1.177 683 153 73 38
Foz do Iguaçu - PR 4.599 12.801 25.943 23.154 7.614 5.546 3.923
Francisco Alves - PR 157 416 954 532 101 47 16
Francisco Beltrão - PR 870 2.919 8.416 9.513 2910 2.004 1.219
Foz do Jordão - PR 251 419 548 318 73 22 23
General Carneiro - PR 522 1.158 1.331 772 148 78 34
Godoy Moreira - PR 166 264 443 242 32 17 12
Goioerê - PR 436 1.747 3.870 2.566 761 449 243
Goioxim - PR 573 641 668 235 41 22 6
Grandes Rios - PR 341 539 845 374 74 41 14
Guaíra - PR 723 1.821 3.522 2.591 742 487 341
Guairaçá - PR 91 338 884 555 124 60 29
Guamiranga - PR 357 632 907 464 72 58 20
Guapirama - PR 94 346 569 238 56 24 20
Guaporema - PR 23 103 334 204 28 17 6
Guaraci - PR 42 239 770 589 107 61 20
Guaraniaçu - PR 553 1.109 1.799 1040 297 182 122
Guarapuava - PR 3.373 10.217 18.144 13.458 3.924 2.820 2.013
Guaraqueçaba - PR 701 618 689 289 69 46 12
Guaratuba - PR 547 1.737 3.393 2.946 901 583 402
Honório Serpa - PR 292 444 623 339 97 38 26
Ibaiti - PR 707 2.088 3.799 2.218 489 329 184
Ibema - PR 172 440 765 438 82 48 24
Ibiporã - PR 460 2.359 6.047 5020 1.270 707 303
Icaraíma - PR 180 602 1.321 743 141 83 29
Iguaraçu - PR 32 187 532 437 104 41 24
Iguatu - PR 80 155 305 174 31 23 5
continua



234
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2018
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Imbaú - PR 354 938 1.432 674 117 59 26
Imbituva - PR 809 2.457 3.273 1.719 352 257 107
Inácio Martins - PR 639 1.003 1.101 423 91 33 23
Inajá - PR 48 203 410 240 63 29 12
Indianópolis - PR 30 164 612 523 105 51 28
Ipiranga - PR 453 1.098 1.659 915 157 98 48
Iporã - PR 281 891 2.255 1.307 271 160 78
Iracema do Oeste - PR 82 177 359 210 51 29 4
Irati - PR 869 3.421 6.921 4.996 1.304 835 484
Iretama - PR 535 912 1.325 649 127 89 38
Itaguajé - PR 96 333 595 385 97 40 22
Itaipulândia - PR 149 527 1.178 797 204 99 56
Itambaracá - PR 136 502 931 540 109 55 26
Itambé - PR 29 270 855 654 130 66 20
Itapejara d'Oeste - PR 162 595 1.448 1.083 216 105 64
Itaperuçu - PR 569 1.819 2.907 1.550 241 92 35
Itaúna do Sul - PR 78 260 545 243 42 15 7
Ivaí - PR 675 935 1.423 722 158 84 43
Ivaiporã - PR 828 2.230 4.142 2.720 731 516 312
Ivaté - PR 72 414 1.116 802 130 56 32
Ivatuba - PR 20 113 368 262 76 37 21
Jaboti - PR 102 420 672 362 59 56 29
Jacarezinho - PR 592 2.280 4.420 3.383 1.004 696 435
Jaguapitã - PR 68 543 1.647 1.324 303 150 73
Jaguariaíva - PR 741 2.383 3.598 2.615 706 495 263
Jandaia do Sul - PR 148 824 2.698 2.257 630 370 204
Janiópolis - PR 205 455 964 487 115 56 46
Japira - PR 155 374 620 350 81 52 33
Japurá - PR 48 308 1.160 1.080 204 104 38
Jardim Alegre - PR 681 969 1.599 679 162 94 42
Jardim Olinda - PR 36 101 175 119 25 12 5
Jataizinho - PR 229 856 1.368 840 205 101 42
Jesuítas - PR 280 636 1.252 778 145 67 42
Joaquim Távora - PR 133 673 1.560 957 231 144 88
Jundiaí do Sul - PR 144 279 426 189 43 31 25
Juranda - PR 151 577 1.051 613 112 82 33
continua



235
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2018
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Jussara - PR 52 305 896 753 142 66 24
Kaloré - PR 67 349 724 375 68 40 12
Lapa - PR 1.142 2.910 5.458 3.603 901 640 346
Laranjal - PR 559 526 514 158 34 17 7
Laranjeiras do Sul - PR 998 2.004 3.329 2400 668 499 275
Leópolis - PR 48 299 612 290 75 44 11
Lidianópolis - PR 131 345 589 271 66 23 14
Lindoeste - PR 217 422 703 294 53 32 13
Loanda - PR 178 1.039 2.799 2.230 534 302 209
Lobato - PR 30 189 635 474 123 62 25
Londrina - PR 4.072 16.871 48.562 56.249 20.928 16.546 13.351
Luiziana - PR 210 673 954 400 96 59 24
Lunardelli - PR 191 455 677 381 83 45 13
Lupionópolis - PR 66 258 735 416 82 59 26
Mallet - PR 389 885 1.625 994 205 116 57
Mamborê - PR 358 1.017 1.794 1.136 269 166 94
Mandaguaçu - PR 144 807 2.474 2.198 519 285 120
Mandaguari - PR 298 1.514 4.191 3.653 957 516 275
Mandirituba - PR 570 1.420 2.659 1741 438 197 71
Manfrinópolis - PR 150 222 392 193 43 17 8
Mangueirinha - PR 718 1.165 1.779 1134 254 174 89
Manoel Ribas - PR 569 883 1.476 887 214 153 72
Marechal Cândido Rondon - PR 292 1.540 5.312 6477 1827 1040 639
Maria Helena - PR 102 400 941 489 88 41 24
Marialva - PR 245 1.386 3.978 3515 846 532 216
Marilândia do Sul - PR 221 658 1.248 573 138 82 40
Marilena - PR 108 467 1.007 560 94 48 12
Mariluz - PR 384 796 1.232 593 114 77 30
Maringá - PR 1.074 7.245 30.371 4.6464 17.910 13.837 9.776
Mariópolis - PR 121 344 767 630 162 117 61
Maripá - PR 44 206 738 711 187 107 52
Marmeleiro - PR 412 765 1.611 1281 330 221 118
Marquinho - PR 349 375 454 218 48 20 15
Marumbi - PR 61 262 729 452 59 38 19
Matelândia - PR 251 825 1.930 1.546 373 234 100
Matinhos - PR 539 1.435 3.173 3.099 1.039 706 414
continua



236
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2018
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Mato Rico - PR 280 346 408 150 19 17 -
Mauá da Serra - PR 226 716 1.073 522 82 51 25
Medianeira - PR 377 1.540 4.860 4.970 1.424 845 455
Mercedes - PR 62 216 616 582 142 74 37
Mirador - PR 44 148 345 201 27 15 10
Miraselva - PR 12 82 272 191 51 24 10
Missal - PR 162 493 1.423 1.149 290 157 66
Moreira Sales - PR 312 896 1.868 1.012 180 106 40
Morretes - PR 377 1.001 1.576 1.226 368 230 142
Munhoz de Melo - PR 26 186 536 402 68 36 25
Nossa Senhora das Graças - PR 31 181 538 467 81 36 4
Nova Aliança do Ivaí - PR 12 76 197 147 26 15 4
Nova América da Colina - PR 46 254 510 245 50 21 6
Nova Aurora - PR 203 751 1.619 1.056 252 129 61
Nova Cantu - PR 412 615 923 410 80 44 28
Nova Esperança - PR 208 1.281 3.668 2.871 660 394 189
Nova Esperança do Sudoeste - PR 119 272 592 485 91 70 32
Nova Fátima - PR 175 635 1.083 636 145 68 41
Nova Laranjeiras - PR 867 741 937 487 110 67 37
Nova Londrina - PR 157 693 1.745 1.276 303 175 114
Nova Olímpia - PR 52 302 900 507 106 75 24
Nova Santa Bárbara - PR 174 309 528 273 46 30 15
Nova Santa Rosa - PR 46 296 971 999 261 160 64
Nova Prata do Iguaçu - PR 247 593 1.207 989 212 108 31
Nova Tebas - PR 511 619 880 376 60 40 18
Novo Itacolomi - PR 53 196 432 217 40 20 5
Ortigueira - PR 1.313 2.158 2.735 991 201 134 67
Ourizona - PR 25 147 487 386 80 35 16
Ouro Verde do Oeste - PR 92 326 744 544 97 45 26
Paiçandu - PR 262 1.573 4.868 4.272 751 233 81
Palmas - PR 1.235 3.022 4.144 2.718 763 518 339
Palmeira - PR 720 1.873 3.628 2.719 687 471 218
Palmital - PR 972 1.211 1.585 682 159 112 55
Palotina - PR 237 984 3.260 3.352 1.054 684 419
Paraíso do Norte - PR 48 406 1.467 1.546 330 172 102
Paranacity - PR 119 583 1.421 1.020 181 93 54
continua



237
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2018
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paranaguá - PR 2.501 7.078 13.188 12.069 4.024 2.710 1.562
Paranapoema - PR 53 191 411 247 36 15 11
Paranavaí - PR 695 3.300 9.684 9.182 2.634 1.737 1.180
Pato Bragado - PR 26 147 622 623 149 85 37
Pato Branco - PR 621 2.190 6.903 8.693 3.058 2.125 1.451
Paula Freitas - PR 157 394 661 397 75 36 17
Paulo Frontin - PR 174 463 949 532 100 59 24
Peabiru - PR 240 946 1.795 1.131 266 149 77
Perobal - PR 53 333 858 547 91 51 8
Pérola - PR 54 437 1.623 1.222 195 138 58
Pérola d'Oeste - PR 257 412 833 607 132 78 29
Piên - PR 251 664 1.330 1.013 196 78 31
Pinhais - PR 735 3.816 11.572 13.816 4.162 2.473 1.465
Pinhalão - PR 205 490 799 410 81 56 37
Pinhal de São Bento - PR 102 181 377 182 32 13 5
Pinhão - PR 1.879 2.255 2.769 1.380 345 182 89
Piraí do Sul - PR 675 1.895 2.722 1.520 415 265 140
Piraquara - PR 1.161 4.702 10.064 8.373 1.860 918 421
Pitanga - PR 1.441 2.491 3.671 2.047 555 325 185
Pitangueiras - PR 26 147 406 265 52 18 6
Planaltina do Paraná - PR 91 242 538 365 74 38 26
Planalto - PR 460 791 1.676 1.293 233 139 65
Ponta Grossa - PR 3.957 14.425 31.836 29.753 9.773 6.966 4.881
Pontal do Paraná - PR 407 1.063 2.297 2.216 752 525 318
Porecatu - PR 89 586 1.655 1.517 429 270 128
Porto Amazonas - PR 76 287 555 374 86 63 28
Porto Barreiro - PR 206 275 362 226 61 31 15
Porto Rico - PR 37 170 330 224 43 23 15
Porto Vitória - PR 113 278 446 340 63 23 17
Prado Ferreira - PR 32 220 451 264 60 30 11
Pranchita - PR 150 302 699 530 148 89 56
Presidente Castelo Branco - PR 36 215 684 503 92 39 23
Primeiro de Maio - PR 160 679 1.512 927 226 160 57
Prudentópolis - PR 2.291 3.309 5.715 3.166 662 396 174
Quarto Centenário - PR 116 338 719 368 58 30 18
Quatiguá - PR 82 434 1.039 701 151 99 40
continua



238
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2018
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quatro Barras - PR 154 790 2.112 2.106 594 380 196
Quatro Pontes - PR 12 76 428 530 162 86 60
Quedas do Iguaçu - PR 1.567 1.966 3.153 2.062 472 289 142
Querência do Norte - PR 490 975 1.447 730 138 63 37
Quinta do Sol - PR 100 313 688 495 68 70 23
Quitandinha - PR 776 1.330 1.936 946 212 106 40
Ramilândia - PR 212 329 467 233 34 20 4
Rancho Alegre - PR 84 275 580 346 84 56 24
Rancho Alegre D'Oeste - PR 66 209 364 228 44 17 19
Realeza - PR 291 805 2.049 1.712 409 260 155
Rebouças - PR 789 1.121 1.652 824 174 99 51
Renascença - PR 262 382 694 550 189 154 88
Reserva - PR 1.285 2.114 2.633 1.161 265 164 90
Reserva do Iguaçu - PR 411 510 673 296 85 55 25
Ribeirão Claro - PR 158 705 1.442 828 223 138 90
Ribeirão do Pinhal - PR 364 1.059 1.848 920 182 132 112
Rio Azul - PR 535 947 1.611 975 200 98 43
Rio Bom - PR 79 248 512 244 40 30 14
Rio Bonito do Iguaçu - PR 1.061 959 1.190 616 124 73 29
Rio Branco do Ivaí - PR 234 336 442 160 35 14 12
Rio Branco do Sul - PR 732 2.042 3.548 2.237 495 226 89
Rio Negro - PR 421 1.524 3.473 3.060 937 589 347
Rolândia - PR 400 2.224 6.704 6.962 1.726 1.052 583
Roncador - PR 558 975 1.445 629 147 79 48
Rondon - PR 59 339 1.192 1.105 182 124 49
Rosário do Ivaí - PR 262 484 685 283 57 36 12
Sabáudia - PR 60 254 775 735 155 73 26
Salgado Filho - PR 191 271 535 386 74 37 20
Salto do Itararé - PR 196 408 762 377 92 41 19
Salto do Lontra - PR 305 752 1.713 1.142 261 153 53
Santa Amélia - PR 103 279 522 258 59 38 14
Santa Cecília do Pavão - PR 131 274 522 268 40 41 17
Santa Cruz de Monte Castelo - PR 134 516 1.128 725 149 98 42
Santa Fé - PR 62 363 1.467 1.212 269 136 68
Santa Helena - PR 408 1.321 3.050 2.311 660 313 190
Santa Inês - PR 19 99 280 176 25 17 8
continua



239
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2018
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Isabel do Ivaí - PR 89 501 1.293 913 188 122 45
Santa Izabel do Oeste - PR 391 821 1.628 923 198 105 53
Santa Lúcia - PR 127 277 548 324 72 33 16
Santa Maria do Oeste - PR 818 959 1.185 409 83 51 18
Santa Mariana - PR 253 933 1.726 1.026 226 173 73
Santa Mônica - PR 49 269 499 275 53 22 5
Santana do Itararé - PR 245 449 668 306 49 37 22
Santa Tereza do Oeste - PR 148 600 1.382 944 223 89 43
Santa Terezinha de Itaipu - PR 334 1.164 2.388 1.985 521 319 103
Santo Antônio da Platina - PR 594 2.453 5.412 3.841 922 707 438
Santo Antônio do Caiuá - PR 58 182 439 220 33 23 6
Santo Antônio do Paraíso - PR 40 192 364 177 39 21 12
Santo Antônio do Sudoeste - PR 718 1.206 2.186 1.341 323 203 98
Santo Inácio - PR 53 239 686 620 132 78 42
São Carlos do Ivaí - PR 61 261 808 728 157 66 38
São Jerônimo da Serra - PR 652 896 1.140 434 101 69 43
São João - PR 190 644 1.462 962 249 135 66
São João do Caiuá - PR 122 426 863 422 86 47 24
São João do Ivaí - PR 261 839 1.712 961 197 128 54
São João do Triunfo - PR 708 1.137 1.505 722 145 81 36
São Jorge d'Oeste - PR 244 585 1.165 834 149 97 53
São Jorge do Ivaí - PR 43 222 778 671 173 92 40
São Jorge do Patrocínio - PR 53 311 898 690 122 59 26
São José da Boa Vista - PR 257 504 922 463 84 47 30
São José das Palmeiras - PR 101 280 516 304 58 12 14
São José dos Pinhais - PR 1.828 8.878 26.172 31.180 10.243 6.066 2.754
São Manoel do Paraná - PR 8 73 298 282 38 22 10
São Mateus do Sul - PR 1.013 2.526 4.627 3.406 915 721 401
São Miguel do Iguaçu - PR 567 1.579 3.028 2.255 594 338 189
São Pedro do Iguaçu - PR 188 426 936 480 134 37 25
São Pedro do Ivaí - PR 78 481 1.434 1.083 193 93 58
São Pedro do Paraná - PR 35 159 397 212 50 20 15
São Sebastião da Amoreira - PR 157 595 1.160 655 143 81 46
São Tomé - PR 23 214 676 727 124 46 20
Sapopema - PR 261 522 806 444 85 48 36
Sarandi - PR 743 4.176 10.895 9.340 1.581 524 157
continua



240
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2018
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Saudade do Iguaçu - PR 144 280 572 404 101 65 28
Sengés - PR 546 1.533 2.111 1.212 231 124 72
Serranópolis do Iguaçu - PR 49 192 592 528 135 74 37
Sertaneja - PR 80 378 848 537 115 79 55
Sertanópolis - PR 106 732 2.078 1.728 401 230 118
Siqueira Campos - PR 269 1.227 2.786 1.571 323 212 126
Sulina - PR 82 198 467 312 75 43 19
Tamarana - PR 589 984 1.338 637 119 62 29
Tamboara - PR 23 226 728 545 88 46 17
Tapejara - PR 110 740 2.066 1.510 245 141 72
Tapira - PR 104 369 943 527 94 35 26
Teixeira Soares - PR 342 828 1.108 584 122 96 49
Telêmaco Borba - PR 1.220 3.720 7.459 6.971 2.092 1159 608
Terra Boa - PR 73 609 2.374 1.838 299 161 85
Terra Rica - PR 168 760 2.157 1.608 288 129 83
Terra Roxa - PR 204 903 2.486 1.739 321 182 69
Tibagi - PR 713 1.509 2.085 1.132 302 218 120
Tijucas do Sul - PR 411 1.044 1.731 1.098 245 112 69
Toledo - PR 762 3.998 13.637 15.152 4.235 2.692 1.637
Tomazina - PR 277 681 1.202 596 137 96 61
Três Barras do Paraná - PR 611 924 1.286 767 198 139 47
Tunas do Paraná - PR 206 517 609 370 63 40 16
Tuneiras do Oeste - PR 170 615 1.354 667 115 56 22
Tupãssi - PR 134 496 1.072 756 153 109 70
Turvo - PR 589 1.159 1.482 744 182 93 39
Ubiratã - PR 418 1.381 2.982 1.855 459 291 166
Umuarama - PR 594 3.955 12.183 11.519 3.394 2.527 1.597
União da Vitória - PR 995 2.788 5.922 5.032 1.423 928 569
Uniflor - PR 29 100 362 280 34 21 10
Uraí - PR 220 812 1.637 914 223 144 73
Wenceslau Braz - PR 671 1.453 2.460 1.328 347 243 151
Ventania - PR 339 886 1.225 523 100 68 26
Vera Cruz do Oeste - PR 237 622 1.085 699 182 101 57
Verê - PR 218 460 958 684 181 101 43
Alto Paraíso - PR 65 248 496 229 31 14 14
Doutor Ulysses - PR 466 460 501 204 24 12 3
Virmond - PR 124 281 462 308 79 32 21
Vitorino - PR 92 335 759 673 154 100 38
Xambrê - PR 79 397 955 550 82 43 24


241
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 9 Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2019
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 160.075 484.470 1.127.212 1.036.049 323.914 235.456 176.539
Abatiá - PR 210 592 1.069 581 104 49 31
Adrianópolis - PR 298 515 738 348 60 41 20
Agudos do Sul - PR 345 646 936 601 117 76 29
Almirante Tamandaré - PR 1.191 5.135 12.038 10.384 2.236 1.066 451
Altamira do Paraná - PR 222 413 517 232 39 45 12
Altônia - PR 251 1.000 3.287 2050 402 162 84
Alto Paraná - PR 223 838 1.895 1129 242 129 45
Alto Piquiri - PR 213 782 1.465 724 132 85 49
Alvorada do Sul - PR 204 572 1.320 842 191 109 66
Amaporã - PR 185 339 700 381 66 25 16
Ampére - PR 291 984 2.447 1.620 298 155 83
Anahy - PR 51 231 436 212 39 24 13
Andirá - PR 314 1.249 2.884 1.885 337 234 123
Ângulo - PR 29 153 417 289 58 28 17
Antonina - PR 633 1.362 1.921 1.291 435 276 197
Antônio Olinto - PR 383 619 864 393 89 36 18
Apucarana - PR 843 4.446 14.339 14.530 3.914 2372 1.346
Arapongas - PR 551 3.374 12.270 13.466 3.339 1.857 1.002
Arapoti - PR 703 1.819 2.910 1852 550 363 204
Arapuã - PR 200 304 442 181 24 17 12
Araruna - PR 207 794 2.014 1.293 229 125 49
Araucária - PR 906 4.297 12.402 13.583 4.068 2.180 914
Ariranha do Ivaí - PR 110 207 340 154 24 14 7
Assaí - PR 291 1.141 2.246 1.370 326 191 97
Assis Chateaubriand - PR 518 2.098 4.733 3.260 703 406 218
Astorga - PR 165 1.178 3.396 2.789 669 364 172
Atalaia - PR 21 165 569 478 100 67 22
Balsa Nova - PR 161 549 1.381 1.192 251 116 64
Bandeirantes - PR 609 2.049 4.070 2.585 617 465 264
Barbosa Ferraz - PR 430 1.039 1.767 818 188 110 53
Barracão - PR 322 572 1.136 703 212 132 74
Barra do Jacaré - PR 53 171 395 219 54 22 10
Bela Vista da Caroba - PR 207 268 499 298 56 23 14
Bela Vista do Paraíso - PR 204 851 1.999 1.406 350 216 159
Bituruna - PR 794 1.191 1.661 852 155 76 35
Boa Esperança - PR 138 315 619 379 84 66 34
continua


242
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2019
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu - PR 88 167 313 235 35 35 9
Boa Ventura de São Roque - PR 413 543 631 316 63 27 18
Boa Vista da Aparecida - PR 301 561 1.065 539 108 52 31
Bocaiúva do Sul - PR 280 732 1.213 850 202 94 49
Bom Jesus do Sul - PR 208 270 487 253 42 16 11
Bom Sucesso - PR 66 391 1.009 548 126 59 25
Bom Sucesso do Sul - PR 57 204 414 285 63 28 27
Borrazópolis - PR 174 599 1.204 602 123 97 54
Braganey - PR 180 401 823 378 105 61 32
Brasilândia do Sul - PR 79 255 470 239 57 21 21
Cafeara - PR 36 137 375 288 45 30 14
Cafelândia - PR 118 647 1.944 1.574 370 227 94
Cafezal do Sul - PR 79 290 657 424 71 29 12
Califórnia - PR 115 470 1.134 740 161 121 30
Cambará - PR 355 1.496 3.254 2.174 516 299 150
Cambé - PR 709 3.960 11.745 11.404 2.880 1.472 625
Cambira - PR 85 387 977 767 167 89 35
Campina da Lagoa - PR 500 1.167 2.161 1.198 224 151 82
Campina do Simão - PR 265 340 365 138 27 14 10
Campina Grande do Sul - PR 412 1.829 4.360 4.059 1031 475 196
Campo Bonito - PR 164 339 504 266 78 45 16
Campo do Tenente - PR 233 535 749 434 119 53 30
Campo Largo - PR 1.207 4.658 12.098 12.393 3.437 1.968 962
Campo Magro - PR 377 1.358 2.974 2.410 477 185 67
Campo Mourão - PR 949 3.988 10.225 9.110 2.819 2.058 1.404
Cândido de Abreu - PR 1.304 1.308 1.806 775 159 93 43
Candói - PR 889 1.122 1.523 753 187 116 45
Cantagalo - PR 732 1.034 1.396 618 117 66 45
Capanema - PR 460 905 2.350 2.070 485 279 147
Capitão Leônidas Marques - PR 316 883 1.900 1.421 374 198 89
Carambeí - PR 273 1.032 2.149 1.795 370 247 141
Carlópolis - PR 292 1.000 1.894 1.070 247 160 84
Cascavel - PR 2.561 10.365 28.825 32.005 11.235 8.358 5.463
Castro - PR 1.847 4.581 7.266 4.731 1250 832 543
Catanduvas - PR 372 780 1.132 597 140 88 44
Centenário do Sul - PR 161 705 1.655 1000 161 103 54
continua



243
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2019
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Cerro Azul - PR 1.202 1.544 1.772 620 111 82 38
Céu Azul - PR 97 597 1.439 1.204 298 178 63
Chopinzinho - PR 472 1.028 2.270 1.870 518 343 227
Cianorte - PR 252 1.998 7.959 9.399 2.592 1.545 839
Cidade Gaúcha - PR 100 508 1.419 1.172 252 139 93
Clevelândia - PR 551 1.213 1.992 1.270 348 228 144
Colombo - PR 1.854 8.846 23.633 24.354 6.117 2.752 861
Colorado - PR 123 736 2.824 2.949 740 431 244
Congonhinhas - PR 441 669 978 480 90 50 39
Conselheiro Mairinck - PR 103 309 488 245 54 49 29
Contenda - PR 382 923 1.826 1.340 301 191 89
Corbélia - PR 215 879 2.139 1.597 439 249 123
Cornélio Procópio - PR 494 2.070 5.474 4.978 1.550 1.133 685
Coronel Domingos Soares - PR 447 608 678 297 48 30 20
Coronel Vivida - PR 525 1.235 2.651 2.048 562 321 160
Corumbataí do Sul - PR 173 340 566 260 41 25 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 100 251 591 386 76 31 22
Cruzeiro do Oeste - PR 314 1.339 2.895 1.902 424 228 125
Cruzeiro do Sul - PR 64 294 601 406 71 48 17
Cruz Machado - PR 1.187 1.238 1.697 838 163 71 57
Cruzmaltina - PR 99 283 474 209 35 17 11
Curitiba - PR 7.185 38.359 128.787 188.824 88.627 84.407 85.712
Curiúva - PR 449 1.307 1.728 825 177 107 44
Diamante do Norte - PR 74 338 776 469 116 65 18
Diamante do Sul - PR 248 286 377 155 21 15 6
Diamante D'Oeste - PR 246 363 562 340 71 25 19
Dois Vizinhos - PR 496 1.369 4.232 4.402 1.136 699 337
Douradina - PR 50 348 1.022 803 187 116 70
Doutor Camargo - PR 64 243 860 747 171 61 28
Enéas Marques - PR 144 322 746 552 167 90 64
Engenheiro Beltrão - PR 151 790 1.943 1.475 307 177 101
Esperança Nova - PR 28 106 308 208 33 20 7
Entre Rios do Oeste - PR 16 121 427 515 165 116 50
Espigão Alto do Iguaçu - PR 268 314 513 236 53 28 21
Farol - PR 126 256 496 215 40 28 16
Faxinal - PR 345 1.314 2.137 1.239 297 183 106
continua



244
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2019
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Fazenda Rio Grande - PR 895 3.944 9.662 8.198 1.593 607 177
Fênix - PR 128 384 683 342 84 48 30
Fernandes Pinheiro - PR 304 518 586 302 48 19 16
Figueira - PR 176 690 1.165 613 135 76 38
Floraí - PR 18 159 766 711 129 67 38
Flor da Serra do Sul - PR 222 291 574 356 84 31 11
Floresta - PR 42 241 815 726 160 80 36
Florestópolis - PR 97 546 1.618 1.120 206 68 42
Flórida - PR 21 124 327 276 60 36 14
Formosa do Oeste - PR 127 492 1.184 687 153 73 38
Foz do Iguaçu - PR 4.627 12.879 26.101 23.295 7.660 5.580 3.947
Francisco Alves - PR 158 419 960 536 102 48 16
Francisco Beltrão - PR 876 2.937 8.467 9.571 2.928 2.016 1.226
Foz do Jordão - PR 252 422 551 320 73 22 23
General Carneiro - PR 525 1.165 1.339 776 149 79 34
Godoy Moreira - PR 167 265 446 243 32 17 12
Goioerê - PR 438 1.758 3.894 2.581 766 452 244
Goioxim - PR 576 645 672 236 41 22 6
Grandes Rios - PR 343 543 850 376 74 42 14
Guaíra - PR 727 1.832 3.544 2.607 747 490 343
Guairaçá - PR 92 340 889 558 125 60 29
Guamiranga - PR 359 636 912 467 72 58 20
Guapirama - PR 94 348 573 240 56 24 20
Guaporema - PR 23 103 336 205 29 17 6
Guaraci - PR 42 241 775 593 108 61 20
Guaraniaçu - PR 557 1.116 1.810 1046 299 183 123
Guarapuava - PR 3.394 10.279 18.254 13.539 3.948 2.837 2.025
Guaraqueçaba - PR 705 621 694 290 70 46 12
Guaratuba - PR 551 1.747 3.413 2.964 907 586 404
Honório Serpa - PR 293 446 627 341 97 38 27
Ibaiti - PR 711 2.100 3.822 2.231 492 331 186
Ibema - PR 173 442 770 441 82 49 25
Ibiporã - PR 463 2.374 6.083 5.051 1.278 712 305
Icaraíma - PR 181 606 1.330 747 142 83 29
Iguaraçu - PR 33 188 535 440 104 42 25
Iguatu - PR 81 156 307 176 31 23 5
continua



245
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2019
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Imbaú - PR 356 944 1.440 678 118 59 27
Imbituva - PR 814 2.472 3.293 1.729 354 258 108
Inácio Martins - PR 643 1.009 1.108 425 92 34 23
Inajá - PR 48 205 412 242 63 29 12
Indianópolis - PR 30 165 615 527 105 51 28
Ipiranga - PR 455 1.104 1.669 920 158 99 48
Iporã - PR 283 897 2.269 1.315 273 161 79
Iracema do Oeste - PR 82 178 361 212 52 29 4
Irati - PR 874 3.441 6.963 5.026 1.312 840 487
Iretama - PR 539 917 1.333 653 128 89 38
Itaguajé - PR 97 335 599 387 97 41 22
Itaipulândia - PR 150 530 1.185 802 205 100 57
Itambaracá - PR 136 505 937 543 110 56 27
Itambé - PR 29 271 860 658 131 66 20
Itapejara d'Oeste - PR 163 599 1.457 1089 218 105 64
Itaperuçu - PR 573 1.830 2.924 1560 243 93 35
Itaúna do Sul - PR 79 262 548 244 42 15 7
Ivaí - PR 679 941 1.432 727 159 85 44
Ivaiporã - PR 833 2.244 4.167 2.736 735 519 314
Ivaté - PR 72 417 1.123 807 131 57 32
Ivatuba - PR 21 114 371 263 77 37 21
Jaboti - PR 103 423 676 365 60 57 29
Jacarezinho - PR 595 2.294 4.447 3.404 1.010 700 437
Jaguapitã - PR 69 547 1.657 1.332 305 151 74
Jaguariaíva - PR 745 2.397 3.620 2.631 710 498 264
Jandaia do Sul - PR 149 829 2.714 2.271 634 372 205
Janiópolis - PR 207 458 970 489 116 57 46
Japira - PR 156 377 624 352 81 52 33
Japurá - PR 48 310 1.168 1.087 205 104 38
Jardim Alegre - PR 685 974 1.609 683 163 95 43
Jardim Olinda - PR 36 101 176 119 25 12 5
Jataizinho - PR 231 861 1.376 845 206 102 43
Jesuítas - PR 281 640 1.260 783 145 67 43
Joaquim Távora - PR 134 677 1.570 963 232 145 89
Jundiaí do Sul - PR 145 280 428 190 44 31 26
Juranda - PR 152 580 1.058 617 112 82 33
continua



246
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2019
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Jussara - PR 52 307 901 757 143 66 25
Kaloré - PR 68 351 728 377 69 41 12
Lapa - PR 1.149 2.927 5.491 3.625 907 644 348
Laranjal - PR 563 529 517 159 34 17 7
Laranjeiras do Sul - PR 1.004 2.016 3.349 2.415 672 502 276
Leópolis - PR 48 301 615 291 76 44 11
Lidianópolis - PR 132 347 592 272 66 23 14
Lindoeste - PR 219 425 708 296 54 32 13
Loanda - PR 179 1.045 2.816 2.244 537 304 210
Lobato - PR 30 190 639 477 124 63 26
Londrina - PR 4.097 16.973 48.857 56.591 21.055 16.646 13.432
Luiziana - PR 211 677 960 403 96 59 25
Lunardelli - PR 192 458 682 384 84 45 13
Lupionópolis - PR 66 260 739 419 82 59 27
Mallet - PR 391 891 1.635 1.000 206 117 58
Mamborê - PR 360 1.024 1.805 1.143 270 167 95
Mandaguaçu - PR 145 812 2.489 2.211 522 286 120
Mandaguari - PR 300 1.523 4.217 3.675 963 519 276
Mandirituba - PR 574 1.429 2.675 1.752 441 198 71
Manfrinópolis - PR 151 223 395 195 44 17 9
Mangueirinha - PR 722 1.172 1.789 1141 255 175 90
Manoel Ribas - PR 573 888 1.485 892 215 154 73
Marechal Cândido Rondon - PR 293 1.550 5.344 6516 1.838 1.046 643
Maria Helena - PR 103 402 947 492 88 42 25
Marialva - PR 246 1.394 4.003 3.536 851 535 218
Marilândia do Sul - PR 222 662 1.256 576 139 82 41
Marilena - PR 109 470 1.013 564 95 49 12
Mariluz - PR 386 800 1.239 596 115 78 30
Maringá - PR 1.081 7.289 30.556 46.746 18.019 13.921 9.835
Mariópolis - PR 122 346 772 633 163 118 62
Maripá - PR 45 207 742 716 188 108 52
Marmeleiro - PR 414 770 1.621 1.288 332 223 118
Marquinho - PR 351 378 457 219 48 20 15
Marumbi - PR 62 264 734 455 60 38 19
Matelândia - PR 252 830 1.942 1555 376 235 100
Matinhos - PR 542 1.443 3.193 3.118 1.045 710 417
continua



247
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2019
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Mato Rico - PR 281 348 411 151 19 17 -
Mauá da Serra - PR 227 721 1.079 525 82 51 26
Medianeira - PR 379 1.550 4.890 5.000 1.432 851 457
Mercedes - PR 63 217 620 585 143 74 37
Mirador - PR 45 148 347 203 27 15 10
Miraselva - PR 12 83 274 192 52 24 10
Missal - PR 163 496 1.432 1.156 292 158 66
Moreira Sales - PR 314 902 1.880 1.018 181 107 41
Morretes - PR 379 1.007 1.586 1.233 370 232 143
Munhoz de Melo - PR 27 187 539 404 69 36 26
Nossa Senhora das Graças - PR 31 182 541 470 81 36 4
Nova Aliança do Ivaí - PR 12 77 198 147 26 15 4
Nova América da Colina - PR 46 256 513 246 50 21 6
Nova Aurora - PR 204 755 1.628 1.062 253 130 62
Nova Cantu - PR 414 618 928 413 80 44 28
Nova Esperança - PR 209 1.289 3.691 2.888 664 396 190
Nova Esperança do Sudoeste - PR 120 273 596 488 92 71 32
Nova Fátima - PR 176 639 1.089 640 145 68 42
Nova Laranjeiras - PR 872 745 943 489 111 67 37
Nova Londrina - PR 158 697 1.756 1284 305 176 115
Nova Olímpia - PR 52 304 906 510 106 75 25
Nova Santa Bárbara - PR 175 311 532 275 46 30 15
Nova Santa Rosa - PR 46 298 977 1.005 262 161 64
Nova Prata do Iguaçu - PR 249 597 1.214 995 213 109 31
Nova Tebas - PR 515 622 885 378 61 41 18
Novo Itacolomi - PR 53 198 435 218 40 20 5
Ortigueira - PR 1.321 2.171 2.751 997 203 134 67
Ourizona - PR 25 147 490 388 80 35 16
Ouro Verde do Oeste - PR 93 328 749 547 97 45 27
Paiçandu - PR 263 1.582 4.897 4.298 756 234 81
Palmas - PR 1.243 3.040 4.169 2.734 767 522 341
Palmeira - PR 725 1.884 3.650 2.735 692 474 220
Palmital - PR 978 1.218 1.595 686 160 112 55
Palotina - PR 238 990 3.280 3.372 1.060 688 421
Paraíso do Norte - PR 48 408 1.476 1.555 332 173 102
Paranacity - PR 120 587 1.430 1.026 182 94 54
continua



248
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2019
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paranaguá - PR 2.516 7.121 13.268 12.142 4.049 2727 1.572
Paranapoema - PR 53 192 413 249 37 15 11
Paranavaí - PR 699 3.321 9.743 9.238 2.650 1.748 1.187
Pato Bragado - PR 27 147 626 627 150 86 37
Pato Branco - PR 624 2.204 6.945 8.746 3.077 2.138 1.460
Paula Freitas - PR 158 396 665 399 76 36 17
Paulo Frontin - PR 175 466 954 536 101 59 25
Peabiru - PR 242 952 1.806 1.138 268 149 78
Perobal - PR 53 335 863 550 92 51 9
Pérola - PR 54 440 1.633 1.230 196 139 59
Pérola d'Oeste - PR 258 415 838 611 133 79 29
Piên - PR 252 668 1.338 1.019 197 79 31
Pinhais - PR 739 3.840 11.643 13.900 4.187 2.488 1.474
Pinhalão - PR 207 493 803 413 81 57 37
Pinhal de São Bento - PR 103 182 379 183 32 13 5
Pinhão - PR 1.890 2.268 2.786 1.388 347 183 90
Piraí do Sul - PR 679 1.907 2.738 1.529 418 267 141
Piraquara - PR 1.168 4.731 10.125 8.424 1.871 924 423
Pitanga - PR 1.449 2.506 3.693 2.059 559 327 187
Pitangueiras - PR 27 147 409 267 53 19 6
Planaltina do Paraná - PR 92 244 541 367 74 38 27
Planalto - PR 463 795 1.686 1301 235 140 65
Ponta Grossa - PR 3.981 14.513 32.030 29.934 9.832 7.008 4.911
Pontal do Paraná - PR 409 1.070 2.311 2.229 757 528 320
Porecatu - PR 89 590 1.665 1526 432 271 129
Porto Amazonas - PR 76 289 559 376 87 64 28
Porto Barreiro - PR 208 276 364 227 62 31 15
Porto Rico - PR 37 171 332 225 44 23 15
Porto Vitória - PR 114 279 449 342 63 23 17
Prado Ferreira - PR 33 221 453 266 61 30 11
Pranchita - PR 151 304 703 533 149 89 57
Presidente Castelo Branco - PR 36 216 688 506 93 39 23
Primeiro de Maio - PR 161 683 1.521 933 228 161 58
Prudentópolis - PR 2.305 3.329 5.750 3185 666 399 175
Quarto Centenário - PR 117 340 723 370 58 30 18
Quatiguá - PR 82 437 1.046 705 152 100 41
continua



249
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2019
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quatro Barras - PR 155 794 2.125 2119 598 382 197
Quatro Pontes - PR 12 77 430 533 163 87 61
Quedas do Iguaçu - PR 1.576 1.978 3.172 2.075 475 291 143
Querência do Norte - PR 493 981 1.456 735 139 64 37
Quinta do Sol - PR 100 315 692 498 69 71 23
Quitandinha - PR 780 1.338 1.948 952 213 107 41
Ramilândia - PR 214 331 470 234 34 20 4
Rancho Alegre - PR 85 276 584 348 85 57 25
Rancho Alegre D'Oeste - PR 66 210 366 230 45 17 19
Realeza - PR 292 810 2.061 1.723 411 262 156
Rebouças - PR 794 1.128 1.662 829 175 100 51
Renascença - PR 263 384 698 554 190 155 89
Reserva - PR 1.292 2.127 2.649 1.168 267 165 91
Reserva do Iguaçu - PR 413 513 677 298 86 56 26
Ribeirão Claro - PR 159 709 1.451 833 224 139 91
Ribeirão do Pinhal - PR 366 1.066 1.859 926 183 133 113
Rio Azul - PR 539 953 1.621 981 202 99 44
Rio Bom - PR 80 250 515 245 40 30 14
Rio Bonito do Iguaçu - PR 1.068 965 1.197 620 125 73 29
Rio Branco do Ivaí - PR 236 338 445 161 35 14 12
Rio Branco do Sul - PR 737 2.054 3.570 2.250 498 227 90
Rio Negro - PR 424 1.533 3.494 3.079 942 592 349
Rolândia - PR 402 2.238 6.744 7.004 1.737 1.058 586
Roncador - PR 562 981 1.453 632 148 80 48
Rondon - PR 59 341 1.199 1.112 183 125 49
Rosário do Ivaí - PR 263 487 689 285 57 36 12
Sabáudia - PR 60 256 779 739 156 73 27
Salgado Filho - PR 192 272 538 388 74 37 20
Salto do Itararé - PR 197 410 766 379 93 42 19
Salto do Lontra - PR 307 756 1.723 1149 262 154 53
Santa Amélia - PR 104 280 525 260 60 38 14
Santa Cecília do Pavão - PR 132 275 525 270 40 42 17
Santa Cruz de Monte Castelo - PR 135 519 1.135 729 150 99 43
Santa Fé - PR 63 365 1.476 1220 270 137 68
Santa Helena - PR 411 1.329 3.069 2.325 664 315 191
Santa Inês - PR 19 99 282 177 25 17 9
continua



250
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2019
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Isabel do Ivaí - PR 89 504 1.301 918 189 123 45
Santa Izabel do Oeste - PR 394 826 1.638 928 199 105 53
Santa Lúcia - PR 128 278 551 326 72 34 16
Santa Maria do Oeste - PR 823 965 1.193 412 84 51 18
Santa Mariana - PR 255 939 1.736 1.032 228 174 74
Santa Mônica - PR 50 270 502 277 54 22 5
Santana do Itararé - PR 246 451 672 308 49 37 22
Santa Tereza do Oeste - PR 149 604 1.390 950 224 89 44
Santa Terezinha de Itaipu - PR 336 1.171 2.402 1.997 524 321 103
Santo Antônio da Platina - PR 598 2.468 5.445 3.864 927 712 440
Santo Antônio do Caiuá - PR 58 183 441 222 33 23 6
Santo Antônio do Paraíso - PR 40 193 366 178 39 21 12
Santo Antônio do Sudoeste - PR 722 1.213 2.199 1.349 325 204 98
Santo Inácio - PR 53 241 690 623 133 79 43
São Carlos do Ivaí - PR 62 263 813 733 158 66 38
São Jerônimo da Serra - PR 656 902 1.147 437 102 70 44
São João - PR 191 648 1.471 968 251 136 66
São João do Caiuá - PR 123 429 869 424 87 48 25
São João do Ivaí - PR 262 844 1.722 967 198 129 54
São João do Triunfo - PR 713 1.144 1.514 727 145 81 36
São Jorge d'Oeste - PR 245 589 1.172 839 150 97 53
São Jorge do Ivaí - PR 43 223 783 675 174 93 41
São Jorge do Patrocínio - PR 53 313 903 694 123 59 27
São José da Boa Vista - PR 258 507 927 466 85 48 30
São José das Palmeiras - PR 101 281 520 306 58 12 14
São José dos Pinhais - PR 1.839 8.932 26.332 31.369 10.305 6.103 2.770
São Manoel do Paraná - PR 8 74 300 284 38 22 10
São Mateus do Sul - PR 1.019 2.542 4.655 3.426 921 725 403
São Miguel do Iguaçu - PR 570 1.589 3.046 2.268 598 340 190
São Pedro do Iguaçu - PR 190 429 941 483 135 37 26
São Pedro do Ivaí - PR 79 484 1.443 1.089 195 94 59
São Pedro do Paraná - PR 35 160 399 214 50 20 15
São Sebastião da Amoreira - PR 158 599 1.168 659 144 81 46
São Tomé - PR 23 215 681 731 125 46 20
Sapopema - PR 262 525 811 447 86 49 36
Sarandi - PR 748 4.202 10.961 9.397 1.590 527 158
continua



251
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2019
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Saudade do Iguaçu - PR 145 281 575 406 102 65 28
Sengés - PR 550 1.543 2.124 1.220 232 125 73
Serranópolis do Iguaçu - PR 50 193 596 531 136 74 37
Sertaneja - PR 81 381 853 540 116 80 55
Sertanópolis - PR 106 736 2.090 1.738 403 232 118
Siqueira Campos - PR 271 1.234 2.803 1.581 325 213 127
Sulina - PR 82 200 470 314 76 43 19
Tamarana - PR 593 990 1.346 641 120 63 29
Tamboara - PR 23 227 733 548 88 46 17
Tapejara - PR 111 744 2.079 1.519 246 141 73
Tapira - PR 105 372 949 530 95 35 27
Teixeira Soares - PR 344 833 1.114 587 123 96 49
Telêmaco Borba - PR 1.227 3.742 7.504 7.013 2.105 1.166 612
Terra Boa - PR 74 613 2.388 1.849 301 162 85
Terra Rica - PR 169 765 2.170 1.618 290 130 83
Terra Roxa - PR 205 909 2.501 1.750 323 183 69
Tibagi - PR 717 1.518 2.098 1.139 303 219 120
Tijucas do Sul - PR 413 1.050 1.742 1.105 246 112 69
Toledo - PR 767 4.023 13.720 15244 4.261 2.708 1.646
Tomazina - PR 279 685 1.209 600 137 96 62
Três Barras do Paraná - PR 615 929 1.294 772 199 140 47
Tunas do Paraná - PR 208 520 613 372 63 41 16
Tuneiras do Oeste - PR 172 618 1.362 671 116 57 22
Tupãssi - PR 135 500 1.078 761 153 110 70
Turvo - PR 593 1.166 1.491 748 183 94 39
Ubiratã - PR 420 1.389 3.000 1.867 461 293 167
Umuarama - PR 598 3.979 12.257 11.590 3.414 2.543 1.607
União da Vitória - PR 1.001 2.805 5.958 5.062 1.431 934 573
Uniflor - PR 29 100 364 281 34 21 10
Uraí - PR 221 817 1.647 919 224 145 74
Wenceslau Braz - PR 675 1.462 2.475 1.336 349 245 151
Ventania - PR 341 892 1.233 527 101 68 27
Vera Cruz do Oeste - PR 238 625 1.091 703 183 102 58
Verê - PR 220 463 964 689 182 102 44
Alto Paraíso - PR 65 250 499 231 31 14 14
Doutor Ulysses - PR 469 463 504 205 24 12 3
Virmond - PR 124 283 465 309 79 32 21
Vitorino - PR 93 337 763 677 155 101 38
Xambrê - PR 80 399 961 554 82 43 25


252
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 10 Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2020
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 161.049 487.417 1.134.069 1.044.301 323.933 236.888 177.612
Abatiá - PR 211 595 1.075 585 104 49 31
Adrianópolis - PR 300 518 743 350 60 41 20
Agudos do Sul - PR 348 650 942 606 117 77 29
Almirante Tamandaré - PR 1.198 5.167 12.112 10.467 2.236 1.073 454
Altamira do Paraná - PR 224 415 521 234 39 45 12
Altônia - PR 253 1.006 3.307 2.066 402 163 85
Alto Paraná - PR 225 843 1.906 1138 242 129 45
Alto Piquiri - PR 214 787 1.474 729 132 85 49
Alvorada do Sul - PR 205 576 1.328 848 191 110 67
Amaporã - PR 186 341 704 384 66 26 16
Ampére - PR 293 990 2.462 1633 298 156 84
Anahy - PR 51 233 439 213 39 24 13
Andirá - PR 316 1.256 2.902 1900 337 236 123
Ângulo - PR 29 153 420 291 58 28 17
Antonina - PR 637 1.371 1.933 1301 435 277 198
Antônio Olinto - PR 385 623 869 396 89 36 18
Apucarana - PR 848 4.474 14.426 14.645 3.914 2.387 1.354
Arapongas - PR 554 3.394 12.345 13.574 3.339 1.868 1.008
Arapoti - PR 707 1.830 2.928 1.867 550 365 205
Arapuã - PR 202 306 445 183 24 17 12
Araruna - PR 208 799 2.027 1.303 229 126 49
Araucária - PR 911 4.323 12.477 13.692 4.068 2.193 919
Ariranha do Ivaí - PR 111 208 342 155 24 14 8
Assaí - PR 293 1.148 2.260 1.381 326 192 98
Assis Chateaubriand - PR 521 2.111 4.762 3.286 703 408 219
Astorga - PR 166 1.185 3.417 2.812 669 366 173
Atalaia - PR 21 166 572 482 100 68 23
Balsa Nova - PR 162 552 1.389 1.201 251 117 64
Bandeirantes - PR 612 2.062 4.095 2.605 617 468 266
Barbosa Ferraz - PR 433 1.045 1.777 825 188 111 54
Barracão - PR 324 576 1.143 709 212 133 74
Barra do Jacaré - PR 53 172 397 221 54 22 10
Bela Vista da Caroba - PR 208 270 502 301 56 23 14
Bela Vista do Paraíso - PR 205 856 2.011 1.418 350 217 160
Bituruna - PR 798 1.199 1.671 859 155 77 35
Boa Esperança - PR 139 317 622 382 84 66 34
continuo


253
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2020
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu - PR 89 168 315 237 35 35 9
Boa Ventura de São Roque - PR 416 546 634 319 63 27 18
Boa Vista da Aparecida - PR 303 564 1.072 543 108 52 31
Bocaiúva do Sul - PR 282 736 1.221 856 202 94 49
Bom Jesus do Sul - PR 209 272 490 255 42 16 11
Bom Sucesso - PR 67 393 1.015 552 126 59 25
Bom Sucesso do Sul - PR 57 205 417 287 63 28 27
Borrazópolis - PR 175 602 1.212 607 123 98 55
Braganey - PR 181 404 828 381 105 62 32
Brasilândia do Sul - PR 79 256 472 240 57 21 21
Cafeara - PR 36 138 377 290 45 30 14
Cafelândia - PR 119 651 1.956 1587 370 229 94
Cafezal do Sul - PR 79 291 661 428 71 29 12
Califórnia - PR 115 473 1.141 746 161 121 30
Cambará - PR 357 1.506 3.273 2.191 516 301 151
Cambé - PR 713 3.984 11.816 11.495 2.880 1.481 629
Cambira - PR 85 389 983 773 167 90 35
Campina da Lagoa - PR 503 1.174 2.174 1.208 224 152 83
Campina do Simão - PR 266 342 367 140 27 14 10
Campina Grande do Sul - PR 414 1.840 4.387 4.091 1031 478 197
Campo Bonito - PR 165 341 507 268 78 45 16
Campo do Tenente - PR 235 539 754 438 119 54 30
Campo Largo - PR 1.214 4.687 12.172 12.492 3.438 1.980 968
Campo Magro - PR 379 1.367 2.992 2.429 477 187 68
Campo Mourão - PR 955 4.012 10.287 9.182 2.819 2.071 1.413
Cândido de Abreu - PR 1.312 1.316 1.817 781 159 93 43
Candói - PR 894 1.129 1.532 759 187 117 45
Cantagalo - PR 736 1.040 1.404 623 117 66 45
Capanema - PR 463 910 2.365 2.087 486 281 148
Capitão Leônidas Marques - PR 318 889 1.912 1.432 374 199 89
Carambeí - PR 275 1.038 2.162 1809 370 248 142
Carlópolis - PR 294 1.006 1.905 1079 247 161 85
Cascavel - PR 2.576 10.428 29.001 32.260 11.235 8.409 5.496
Castro - PR 1.858 4.608 7.310 4.769 1.250 837 546
Catanduvas - PR 374 785 1.139 602 140 89 44
Centenário do Sul - PR 162 710 1.665 1.008 161 104 55
continuo



254
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2020
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Cerro Azul - PR 1.209 1.553 1.783 625 111 83 39
Céu Azul - PR 97 600 1.448 1.214 298 180 63
Chopinzinho - PR 475 1.034 2.284 1.885 518 345 229
Cianorte - PR 254 2.010 8.007 9474 2.592 1.554 844
Cidade Gaúcha - PR 101 511 1.427 1182 252 140 93
Clevelândia - PR 554 1.220 2.004 1280 348 230 145
Colombo - PR 1.865 8.900 23.777 24.548 6.117 2.769 866
Colorado - PR 124 740 2.841 2.973 740 434 246
Congonhinhas - PR 444 674 984 484 90 50 40
Conselheiro Mairinck - PR 103 311 491 247 54 49 29
Contenda - PR 384 929 1.837 1351 301 192 89
Corbélia - PR 216 885 2.152 1.609 439 251 123
Cornélio Procópio - PR 497 2.082 5.507 5.018 1.550 1140 689
Coronel Domingos Soares - PR 450 612 682 299 48 30 20
Coronel Vivida - PR 529 1.243 2.668 2.064 562 323 161
Corumbataí do Sul - PR 174 342 570 262 41 26 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 101 252 595 389 76 31 23
Cruzeiro do Oeste - PR 316 1.347 2.913 1.917 424 230 126
Cruzeiro do Sul - PR 64 296 605 409 71 48 17
Cruz Machado - PR 1.195 1.245 1.707 845 163 71 57
Cruzmaltina - PR 100 284 477 211 35 17 11
Curitiba - PR 7.229 38.593 129.570 190.328 88.632 84.921 86.233
Curiúva - PR 452 1.315 1.739 831 177 107 44
Diamante do Norte - PR 74 340 781 473 116 65 18
Diamante do Sul - PR 249 287 380 157 21 15 6
Diamante D'Oeste - PR 248 366 565 343 71 26 19
Dois Vizinhos - PR 499 1.377 4.258 4.437 1.136 703 339
Douradina - PR 50 350 1.028 810 187 117 71
Doutor Camargo - PR 64 244 865 753 171 62 28
Enéas Marques - PR 145 324 750 557 167 91 64
Engenheiro Beltrão - PR 152 795 1.954 1.487 307 178 102
Esperança Nova - PR 28 107 310 210 33 20 8
Entre Rios do Oeste - PR 16 122 430 519 165 117 50
Espigão Alto do Iguaçu - PR 270 316 516 238 53 28 21
Farol - PR 126 257 499 217 40 28 16
Faxinal - PR 348 1.322 2.150 1.249 297 184 106
continuo



255
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2020
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Fazenda Rio Grande - PR 900 3.968 9.721 8.263 1.593 611 178
Fênix - PR 129 386 687 345 84 48 30
Fernandes Pinheiro - PR 306 521 590 304 48 19 16
Figueira - PR 177 694 1.172 618 135 77 39
Floraí - PR 18 160 771 717 129 68 39
Flor da Serra do Sul - PR 224 292 577 358 84 31 11
Floresta - PR 43 242 820 732 160 80 36
Florestópolis - PR 97 549 1.627 1.128 206 69 42
Flórida - PR 21 125 329 278 60 36 14
Formosa do Oeste - PR 128 495 1.191 693 153 73 39
Foz do Iguaçu - PR 4.655 12.957 26.260 23.481 7.661 5.614 3.971
Francisco Alves - PR 159 421 966 540 102 48 16
Francisco Beltrão - PR 881 2.955 8.519 9.647 2.928 2.029 1.234
Foz do Jordão - PR 254 424 555 322 73 22 24
General Carneiro - PR 529 1.172 1.347 783 149 79 34
Godoy Moreira - PR 168 267 448 245 32 17 12
Goioerê - PR 441 1.768 3.918 2.602 766 455 246
Goioxim - PR 580 649 676 238 41 22 6
Grandes Rios - PR 345 546 855 379 74 42 14
Guaíra - PR 732 1.843 3.565 2.628 747 493 345
Guairaçá - PR 92 342 895 563 125 61 29
Guamiranga - PR 361 640 918 471 72 58 20
Guapirama - PR 95 350 576 242 56 24 20
Guaporema - PR 23 104 338 206 29 17 6
Guaraci - PR 43 242 780 598 108 62 20
Guaraniaçu - PR 560 1.123 1.821 1055 299 184 123
Guarapuava - PR 3.415 10.341 18.365 13.647 3.948 2.854 2.037
Guaraqueçaba - PR 710 625 698 293 70 47 12
Guaratuba - PR 554 1.758 3.434 2.987 907 590 407
Honório Serpa - PR 295 449 631 344 97 38 27
Ibaiti - PR 716 2.113 3.845 2249 492 333 187
Ibema - PR 174 445 774 445 82 49 25
Ibiporã - PR 465 2.388 6.120 5.091 1.278 716 307
Icaraíma - PR 182 610 1.338 753 142 84 29
Iguaraçu - PR 33 189 538 443 104 42 25
Iguatu - PR 81 157 308 177 31 23 5
continuo



256
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2020
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Imbaú - PR 358 949 1.449 684 118 59 27
Imbituva - PR 819 2.487 3.313 1743 354 260 108
Inácio Martins - PR 646 1.015 1.114 429 92 34 24
Inajá - PR 49 206 415 244 63 29 12
Indianópolis - PR 30 166 619 531 105 51 28
Ipiranga - PR 458 1.111 1.679 928 158 99 48
Iporã - PR 284 902 2.283 1.326 273 162 79
Iracema do Oeste - PR 83 179 363 213 52 29 4
Irati - PR 880 3.462 7.005 5.066 1312 845 490
Iretama - PR 542 923 1.341 658 128 90 39
Itaguajé - PR 97 337 603 390 97 41 23
Itaipulândia - PR 151 533 1.192 809 205 100 57
Itambaracá - PR 137 508 943 548 110 56 27
Itambé - PR 29 273 865 663 131 66 20
Itapejara d'Oeste - PR 164 602 1.466 1.098 218 106 64
Itaperuçu - PR 576 1.841 2.942 1.572 243 93 35
Itaúna do Sul - PR 79 264 551 246 42 15 8
Ivaí - PR 683 946 1.440 733 159 85 44
Ivaiporã - PR 838 2.257 4.192 2.758 735 522 315
Ivaté - PR 73 419 1.130 813 131 57 32
Ivatuba - PR 21 114 373 265 77 37 21
Jaboti - PR 103 425 680 367 60 57 29
Jacarezinho - PR 599 2.308 4.474 3.431 1.010 704 440
Jaguapitã - PR 69 550 1.667 1.343 305 152 74
Jaguariaíva - PR 750 2.412 3.642 2.652 710 501 266
Jandaia do Sul - PR 149 834 2.731 2.289 634 374 206
Janiópolis - PR 208 460 976 493 116 57 46
Japira - PR 157 379 628 355 81 52 33
Japurá - PR 49 312 1.175 1.096 205 105 39
Jardim Alegre - PR 689 980 1.619 688 163 96 43
Jardim Olinda - PR 36 102 177 120 25 12 5
Jataizinho - PR 232 866 1.385 852 206 103 43
Jesuítas - PR 283 644 1.268 789 145 68 43
Joaquim Távora - PR 135 681 1.579 971 232 146 89
Jundiaí do Sul - PR 146 282 431 192 44 31 26
Juranda - PR 153 584 1.064 622 112 83 33
continuo



257
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2020
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Jussara - PR 52 309 907 763 143 66 25
Kaloré - PR 68 353 733 380 69 41 12
Lapa - PR 1.156 2.945 5.524 3.654 907 648 350
Laranjal - PR 566 532 521 160 34 17 8
Laranjeiras do Sul - PR 1.010 2.029 3.370 2.434 672 505 278
Leópolis - PR 49 303 619 294 76 44 11
Lidianópolis - PR 132 349 596 274 66 23 14
Lindoeste - PR 220 427 712 298 54 33 13
Loanda - PR 180 1.051 2.833 2.262 537 305 211
Lobato - PR 30 192 643 481 124 63 26
Londrina - PR 4.122 17.076 49.154 57.041 21.057 16.748 13.514
Luiziana - PR 213 681 966 406 96 59 25
Lunardelli - PR 193 460 686 387 84 45 13
Lupionópolis - PR 67 262 744 422 82 59 27
Mallet - PR 394 896 1.645 1.008 206 118 58
Mamborê - PR 362 1.030 1.816 1152 270 168 95
Mandaguaçu - PR 146 817 2.505 2.229 522 288 121
Mandaguari - PR 301 1.532 4.242 3.704 963 522 278
Mandirituba - PR 577 1.438 2.692 1.766 441 199 72
Manfrinópolis - PR 152 225 397 196 44 17 9
Mangueirinha - PR 727 1.179 1.800 1.150 255 176 90
Manoel Ribas - PR 576 894 1.494 899 215 155 73
Marechal Cândido Rondon - PR 295 1.559 5.377 6.568 1.838 1.053 647
Maria Helena - PR 103 405 953 496 88 42 25
Marialva - PR 248 1.403 4.027 3.565 851 539 219
Marilândia do Sul - PR 224 666 1.263 581 139 83 41
Marilena - PR 109 473 1.019 568 95 49 12
Mariluz - PR 389 805 1.247 601 115 78 30
Maringá - PR 1.088 7.333 30.742 47.119 18.020 14.005 9.895
Mariópolis - PR 123 348 777 639 163 119 62
Maripá - PR 45 208 747 721 188 108 53
Marmeleiro - PR 417 774 1.631 1.299 332 224 119
Marquinho - PR 354 380 459 221 48 20 15
Marumbi - PR 62 266 738 458 60 38 19
Matelândia - PR 254 835 1.953 1.567 376 237 101
Matinhos - PR 546 1.452 3.212 3.143 1.045 715 419
continuo



258
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2020
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Mato Rico - PR 283 350 413 152 19 17 -
Mauá da Serra - PR 228 725 1.086 530 82 51 26
Medianeira - PR 382 1.559 4.919 5.040 1.432 856 460
Mercedes - PR 63 218 623 590 143 75 38
Mirador - PR 45 149 349 204 27 15 10
Miraselva - PR 12 83 276 194 52 24 10
Missal - PR 164 499 1.440 1.165 292 159 67
Moreira Sales - PR 316 907 1.891 1.026 181 107 41
Morretes - PR 382 1.013 1.596 1243 370 233 144
Munhoz de Melo - PR 27 188 542 407 69 36 26
Nossa Senhora das Graças - PR 32 183 545 474 81 36 4
Nova Aliança do Ivaí - PR 12 77 199 149 26 15 4
Nova América da Colina - PR 46 257 516 248 50 21 6
Nova Aurora - PR 205 760 1.638 1.071 253 131 62
Nova Cantu - PR 417 622 934 416 80 44 28
Nova Esperança - PR 210 1.297 3.713 2.911 664 399 191
Nova Esperança do Sudoeste - PR 120 275 599 492 92 71 32
Nova Fátima - PR 177 643 1.096 645 145 69 42
Nova Laranjeiras - PR 877 750 948 493 111 68 38
Nova Londrina - PR 159 701 1.766 1.294 305 177 116
Nova Olímpia - PR 52 306 911 514 106 76 25
Nova Santa Bárbara - PR 176 313 535 277 46 30 15
Nova Santa Rosa - PR 46 300 983 1.013 262 162 64
Nova Prata do Iguaçu - PR 250 600 1.222 1.003 213 110 31
Nova Tebas - PR 518 626 890 381 61 41 18
Novo Itacolomi - PR 53 199 437 220 40 20 5
Ortigueira - PR 1.329 2.184 2.768 1.005 203 135 68
Ourizona - PR 26 148 493 391 80 35 16
Ouro Verde do Oeste - PR 94 330 754 551 97 45 27
Paiçandu - PR 265 1.592 4.927 4.332 756 236 82
Palmas - PR 1.250 3.059 4.194 2.756 767 525 343
Palmeira - PR 729 1.896 3.673 2.757 692 477 221
Palmital - PR 984 1.225 1.604 692 160 113 56
Palotina - PR 239 996 3.300 3.399 1.060 693 424
Paraíso do Norte - PR 49 411 1.485 1.567 332 174 103
Paranacity - PR 120 590 1.438 1.034 182 94 55
continuo



259
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2020
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paranaguá - PR 2.531 7.164 13.349 12.239 4.049 2.743 1.581
Paranapoema - PR 53 194 416 251 37 15 11
Paranavaí - PR 704 3.341 9.802 9.311 2.650 1.758 1.194
Pato Bragado - PR 27 148 630 632 150 86 38
Pato Branco - PR 628 2.217 6.988 8.816 3.077 2.151 1.469
Paula Freitas - PR 159 399 669 403 76 36 17
Paulo Frontin - PR 176 469 960 540 101 59 25
Peabiru - PR 243 958 1.817 1.147 268 150 78
Perobal - PR 53 337 868 555 92 51 9
Pérola - PR 55 443 1.643 1.240 196 140 59
Pérola d'Oeste - PR 260 417 843 616 133 79 29
Piên - PR 254 672 1.346 1.028 197 79 31
Pinhais - PR 744 3.863 11.714 14.010 4.188 2.503 1.483
Pinhalão - PR 208 496 808 416 81 57 38
Pinhal de São Bento - PR 103 183 382 185 32 13 5
Pinhão - PR 1.902 2.282 2.803 1.400 347 184 90
Piraí do Sul - PR 683 1.919 2.755 1.541 418 268 142
Piraquara - PR 1.175 4.760 10.187 8.491 1.871 929 426
Pitanga - PR 1.458 2.521 3.715 2.076 559 329 188
Pitangueiras - PR 27 148 411 269 53 19 6
Planaltina do Paraná - PR 92 245 545 370 74 38 27
Planalto - PR 465 800 1.696 1.311 235 141 65
Ponta Grossa - PR 4.005 14.601 32.225 30.172 9.833 7.051 4.940
Pontal do Paraná - PR 412 1.076 2.325 2.247 757 532 322
Porecatu - PR 90 593 1.676 1.538 432 273 130
Porto Amazonas - PR 77 290 562 379 87 64 28
Porto Barreiro - PR 209 278 366 229 62 31 15
Porto Rico - PR 38 172 334 227 44 23 15
Porto Vitória - PR 114 281 452 345 63 23 17
Prado Ferreira - PR 33 222 456 268 61 30 11
Pranchita - PR 152 306 708 538 149 90 57
Presidente Castelo Branco - PR 36 217 692 510 93 40 24
Primeiro de Maio - PR 162 687 1.530 940 228 162 58
Prudentópolis - PR 2.319 3.349 5.785 3.211 666 401 176
Quarto Centenário - PR 118 342 727 373 58 30 18
Quatiguá - PR 83 440 1.052 711 152 100 41
continuo



260
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2020
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quatro Barras - PR 156 799 2.138 2.136 598 385 198
Quatro Pontes - PR 12 77 433 538 163 87 61
Quedas do Iguaçu - PR 1.586 1.990 3.191 2.091 475 293 144
Querência do Norte - PR 496 987 1.464 741 139 64 38
Quinta do Sol - PR 101 317 697 502 69 71 24
Quitandinha - PR 785 1.346 1.960 959 213 107 41
Ramilândia - PR 215 333 472 236 34 20 4
Rancho Alegre - PR 85 278 587 350 85 57 25
Rancho Alegre D'Oeste - PR 67 211 369 231 45 17 19
Realeza - PR 294 815 2.074 1.736 411 264 157
Rebouças - PR 798 1.135 1.672 836 175 100 51
Renascença - PR 265 386 702 558 190 156 89
Reserva - PR 1.300 2.140 2.665 1.177 267 166 91
Reserva do Iguaçu - PR 416 516 681 301 86 56 26
Ribeirão Claro - PR 160 714 1.460 839 224 140 91
Ribeirão do Pinhal - PR 368 1.072 1.870 933 183 134 114
Rio Azul - PR 542 959 1.631 989 202 99 44
Rio Bom - PR 80 251 518 247 40 30 14
Rio Bonito do Iguaçu - PR 1.074 971 1.204 625 125 73 29
Rio Branco do Ivaí - PR 237 340 447 162 35 14 12
Rio Branco do Sul - PR 741 2.067 3.592 2.268 498 229 90
Rio Negro - PR 427 1.543 3.515 3.103 942 596 351
Rolândia - PR 405 2.251 6.785 7.060 1.737 1.065 590
Roncador - PR 565 987 1.462 637 148 80 48
Rondon - PR 60 343 1.206 1.121 183 126 49
Rosário do Ivaí - PR 265 490 693 287 57 36 12
Sabáudia - PR 61 257 784 745 156 73 27
Salgado Filho - PR 193 274 541 391 74 37 20
Salto do Itararé - PR 198 413 771 382 93 42 19
Salto do Lontra - PR 309 761 1.734 1.158 262 155 54
Santa Amélia - PR 105 282 528 262 60 38 14
Santa Cecília do Pavão - PR 132 277 528 272 40 42 17
Santa Cruz de Monte Castelo - PR 136 522 1.142 735 150 99 43
Santa Fé - PR 63 368 1.485 1.229 270 138 69
Santa Helena - PR 413 1.337 3.088 2.343 664 317 192
Santa Inês - PR 19 100 283 178 25 17 9
continuo



261
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2020
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Isabel do Ivaí - PR 90 507 1.309 925 189 124 45
Santa Izabel do Oeste - PR 396 831 1.648 936 199 106 54
Santa Lúcia - PR 129 280 555 329 72 34 16
Santa Maria do Oeste - PR 828 971 1.200 415 84 51 18
Santa Mariana - PR 256 944 1.747 1.040 228 175 74
Santa Mônica - PR 50 272 505 279 54 22 5
Santana do Itararé - PR 248 454 676 311 49 37 23
Santa Tereza do Oeste - PR 149 608 1.399 957 224 90 44
Santa Terezinha de Itaipu - PR 338 1.178 2.417 2.013 524 323 104
Santo Antônio da Platina - PR 602 2.483 5.478 3.895 928 716 443
Santo Antônio do Caiuá - PR 58 184 444 223 33 23 6
Santo Antônio do Paraíso - PR 40 195 369 179 39 21 12
Santo Antônio do Sudoeste - PR 727 1.220 2.213 1.360 325 205 99
Santo Inácio - PR 53 242 695 628 133 79 43
São Carlos do Ivaí - PR 62 265 818 738 158 66 39
São Jerônimo da Serra - PR 660 907 1.154 440 102 70 44
São João - PR 192 652 1.480 975 251 136 67
São João do Caiuá - PR 124 431 874 428 87 48 25
São João do Ivaí - PR 264 850 1.732 974 198 129 55
São João do Triunfo - PR 717 1.151 1.524 733 145 82 36
São Jorge d'Oeste - PR 247 592 1.179 846 150 98 54
São Jorge do Ivaí - PR 44 225 787 680 174 93 41
São Jorge do Patrocínio - PR 53 315 909 700 123 59 27
São José da Boa Vista - PR 260 510 933 470 85 48 30
São José das Palmeiras - PR 102 283 523 308 58 12 14
São José dos Pinhais - PR 1.851 8.986 26.492 31.619 10.306 6.140 2.787
São Manoel do Paraná - PR 9 74 302 286 38 22 10
São Mateus do Sul - PR 1.026 2.557 4.683 3454 921 730 406
São Miguel do Iguaçu - PR 574 1.598 3.065 2.286 598 342 191
São Pedro do Iguaçu - PR 191 431 947 487 135 37 26
São Pedro do Ivaí - PR 79 487 1.451 1.098 195 94 59
São Pedro do Paraná - PR 35 161 401 215 50 20 15
São Sebastião da Amoreira - PR 159 602 1.175 665 144 82 46
São Tomé - PR 23 216 685 737 125 47 20
Sapopema - PR 264 528 816 450 86 49 36
Sarandi - PR 752 4.227 11.028 9.471 1.591 531 159
continuo



262
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2020
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Saudade do Iguaçu - PR 146 283 579 409 102 65 28
Sengés - PR 553 1.552 2.137 1.229 232 126 73
Serranópolis do Iguaçu - PR 50 195 599 535 136 75 38
Sertaneja - PR 81 383 859 544 116 80 56
Sertanópolis - PR 107 740 2.103 1.752 403 233 119
Siqueira Campos - PR 272 1.242 2.820 1.593 325 215 128
Sulina - PR 83 201 472 316 76 43 19
Tamarana - PR 597 996 1.354 646 120 63 29
Tamboara - PR 23 229 737 552 88 47 17
Tapejara - PR 112 749 2.091 1531 246 142 73
Tapira - PR 106 374 955 534 95 35 27
Teixeira Soares - PR 346 838 1.121 592 123 97 49
Telêmaco Borba - PR 1.235 3.765 7.550 7.069 2.105 1173 616
Terra Boa - PR 74 617 2.403 1.863 301 163 86
Terra Rica - PR 170 769 2.183 1631 290 131 84
Terra Roxa - PR 207 914 2.517 1764 323 184 70
Tibagi - PR 722 1.527 2.111 1148 303 220 121
Tijucas do Sul - PR 416 1.057 1.752 1114 246 113 70
Toledo - PR 772 4.047 13.804 15.366 4.261 2.725 1.656
Tomazina - PR 281 689 1.216 605 137 97 62
Três Barras do Paraná - PR 619 935 1.302 778 199 141 47
Tunas do Paraná - PR 209 523 617 375 63 41 16
Tuneiras do Oeste - PR 173 622 1.370 676 116 57 23
Tupãssi - PR 136 503 1.085 767 153 111 71
Turvo - PR 597 1.173 1.501 754 183 94 40
Ubiratã - PR 423 1.397 3.019 1.882 461 295 168
Umuarama - PR 602 4.003 12.332 11.682 3.415 2.558 1.617
União da Vitória - PR 1.007 2.822 5.995 5.103 1.431 940 576
Uniflor - PR 29 101 366 284 34 21 10
Uraí - PR 222 822 1.657 927 224 146 74
Wenceslau Braz - PR 679 1.471 2.490 1.346 349 246 152
Ventania - PR 343 897 1.240 531 101 69 27
Vera Cruz do Oeste - PR 239 629 1.098 709 183 103 58
Verê - PR 221 465 970 694 182 103 44
Alto Paraíso - PR 66 251 502 233 31 14 14
Doutor Ulysses - PR 471 465 507 206 24 12 3
Virmond - PR 125 284 468 312 79 33 21
Vitorino - PR 94 339 768 683 155 101 39
Xambrê - PR 80 402 967 558 82 43 25


263
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 11 Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2021
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 162.028 490.381 1.140.967 1.050.653 325.903 238.329 178.693
Abatiá - PR 213 599 1.082 589 105 49 31
Adrianópolis - PR 302 521 747 353 60 41 21
Agudos do Sul - PR 350 654 947 609 118 77 29
Almirante Tamandaré - PR 1.205 5.198 12.185 10.531 2.250 1.079 457
Altamira do Paraná - PR 225 418 524 235 39 46 12
Altônia - PR 254 1.012 3.327 2.079 404 164 85
Alto Paraná - PR 226 849 1.918 1.144 243 130 45
Alto Piquiri - PR 215 792 1.483 734 132 86 50
Alvorada do Sul - PR 207 579 1.336 854 192 110 67
Amaporã - PR 187 343 709 387 67 26 16
Ampére - PR 295 996 2.477 1643 300 157 84
Anahy - PR 51 234 441 215 39 25 13
Andirá - PR 318 1.264 2.919 1.911 339 237 124
Ângulo - PR 29 154 423 293 59 28 17
Antonina - PR 641 1.379 1.944 1.309 438 279 200
Antônio Olinto - PR 388 627 875 398 90 36 18
Apucarana - PR 853 4.501 14.514 14.734 3.938 2.401 1.362
Arapongas - PR 557 3.415 12.420 13.656 3.359 1.879 1.015
Arapoti - PR 712 1.841 2.946 1.878 553 367 206
Arapuã - PR 203 308 448 184 24 18 12
Araruna - PR 209 804 2.039 1.311 230 127 50
Araucária - PR 917 4.349 12.553 13.775 4.093 2.206 925
Ariranha do Ivaí - PR 111 209 344 156 24 14 8
Assaí - PR 295 1.155 2.273 1.390 328 194 98
Assis Chateaubriand - PR 524 2.124 4.791 3.306 707 411 220
Astorga - PR 167 1.193 3.438 2.829 673 368 174
Atalaia - PR 21 167 575 485 100 68 23
Balsa Nova - PR 163 555 1.397 1.208 252 117 65
Bandeirantes - PR 616 2.074 4.120 2.621 621 470 268
Barbosa Ferraz - PR 435 1.052 1.788 830 189 111 54
Barracão - PR 326 579 1.150 713 213 134 74
Barra do Jacaré - PR 54 173 399 223 54 22 10
Bela Vista da Caroba - PR 209 271 505 302 56 23 14
Bela Vista do Paraíso - PR 207 861 2.024 1.426 353 218 161
Bituruna - PR 803 1.206 1.681 864 156 77 36
Boa Esperança - PR 139 319 626 385 84 67 35
continua


264
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2021
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu - PR 89 169 317 238 36 35 9
Boa Ventura de São Roque - PR 418 549 638 321 63 27 18
Boa Vista da Aparecida - PR 304 568 1.078 547 108 53 31
Bocaiúva do Sul - PR 284 741 1.228 861 203 95 50
Bom Jesus do Sul - PR 210 274 493 257 43 16 11
Bom Sucesso - PR 67 396 1.021 556 127 60 25
Bom Sucesso do Sul - PR 57 206 419 289 63 28 27
Borrazópolis - PR 176 606 1.219 610 123 99 55
Braganey - PR 182 406 833 383 106 62 32
Brasilândia do Sul - PR 79 258 475 242 58 21 22
Cafeara - PR 37 139 380 292 45 30 14
Cafelândia - PR 120 655 1.967 1.596 372 230 95
Cafezal do Sul - PR 79 293 665 430 71 29 12
Califórnia - PR 116 476 1.148 751 162 122 30
Cambará - PR 359 1.515 3.293 2.205 520 303 152
Cambé - PR 718 4.009 11.888 11.565 2.897 1.490 633
Cambira - PR 86 392 989 778 168 90 36
Campina da Lagoa - PR 506 1.181 2.188 1.215 226 152 83
Campina do Simão - PR 268 344 370 140 28 14 10
Campina Grande do Sul - PR 417 1.851 4.414 4.116 1.037 481 199
Campo Bonito - PR 166 343 511 269 78 46 16
Campo do Tenente - PR 236 542 758 440 120 54 30
Campo Largo - PR 1.221 4.715 12.246 12.568 3.458 1.992 974
Campo Magro - PR 381 1.375 3.011 2.444 480 188 68
Campo Mourão - PR 961 4.037 10.350 9.238 2.836 2.083 1.422
Cândido de Abreu - PR 1.320 1.324 1.828 786 160 94 43
Candói - PR 900 1.136 1.542 763 188 117 45
Cantagalo - PR 741 1.046 1.413 626 118 67 45
Capanema - PR 466 916 2.379 2.100 488 283 149
Capitão Leônidas Marques - PR 320 894 1.923 1.441 377 201 90
Carambeí - PR 276 1.044 2.175 1820 372 250 142
Carlópolis - PR 296 1.012 1.917 1.085 249 162 85
Cascavel - PR 2.592 10.491 29.177 32.456 11.304 8.460 5.530
Castro - PR 1.869 4.636 7.355 4.798 1.258 842 549
Catanduvas - PR 377 789 1.145 606 141 89 44
Centenário do Sul - PR 163 714 1.675 1014 162 104 55
continua



265
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2021
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Cerro Azul - PR 1.216 1.562 1.794 629 112 83 39
Céu Azul - PR 98 604 1.457 1.221 300 181 64
Chopinzinho - PR 478 1.040 2.298 1.896 521 347 230
Cianorte - PR 256 2.022 8.056 9.531 2.608 1.564 849
Cidade Gaúcha - PR 101 514 1.436 1.189 253 141 94
Clevelândia - PR 557 1.228 2.016 1.288 350 231 146
Colombo - PR 1.877 8.954 23.922 24.697 6154 2.786 871
Colorado - PR 125 745 2.859 2.991 744 436 247
Congonhinhas - PR 446 678 990 487 91 50 40
Conselheiro Mairinck - PR 104 313 494 249 54 49 29
Contenda - PR 386 935 1.849 1.359 303 194 90
Corbélia - PR 218 890 2.166 1.619 441 252 124
Cornélio Procópio - PR 500 2.095 5.540 5.048 1.560 1.147 693
Coronel Domingos Soares - PR 452 615 687 301 48 30 21
Coronel Vivida - PR 532 1.251 2.684 2.077 566 325 162
Corumbataí do Sul - PR 175 344 573 264 41 26 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 101 254 599 391 76 32 23
Cruzeiro do Oeste - PR 318 1.355 2.930 1.928 426 231 126
Cruzeiro do Sul - PR 65 297 608 412 71 48 17
Cruz Machado - PR 1.202 1.253 1.718 850 164 72 57
Cruzmaltina - PR 100 286 480 212 36 18 11
Curitiba - PR 7.273 38.827 130.358 191486 89.171 85.437 86.757
Curiúva - PR 455 1.323 1.750 836 179 108 44
Diamante do Norte - PR 75 342 786 476 116 66 18
Diamante do Sul - PR 251 289 382 157 21 15 6
Diamante D'Oeste - PR 249 368 569 345 71 26 19
Dois Vizinhos - PR 502 1.385 4.284 4.464 1.143 707 341
Douradina - PR 50 352 1.034 815 188 117 71
Doutor Camargo - PR 65 246 870 758 172 62 28
Enéas Marques - PR 145 326 755 560 168 91 65
Engenheiro Beltrão - PR 153 800 1.966 1.496 309 179 103
Esperança Nova - PR 28 108 311 211 33 20 8
Entre Rios do Oeste - PR 16 122 432 523 166 117 51
Espigão Alto do Iguaçu - PR 271 318 519 240 53 28 22
Farol - PR 127 259 502 218 40 28 16
Faxinal - PR 350 1.330 2.163 1.256 298 185 107
continua



266
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2021
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Fazenda Rio Grande - PR 906 3.992 9.780 8.314 1.602 615 179
Fênix - PR 130 389 691 347 84 48 30
Fernandes Pinheiro - PR 308 524 593 306 48 19 16
Figueira - PR 178 698 1.180 622 136 77 39
Floraí - PR 18 161 776 721 130 68 39
Flor da Serra do Sul - PR 225 294 581 361 84 32 11
Floresta - PR 43 243 825 736 161 81 37
Florestópolis - PR 98 552 1.637 1135 207 69 42
Flórida - PR 21 125 331 280 60 36 14
Formosa do Oeste - PR 128 498 1.198 697 154 74 39
Foz do Iguaçu - PR 4.684 13.036 26.420 23.623 7707 5.648 3.995
Francisco Alves - PR 160 424 972 543 103 48 16
Francisco Beltrão - PR 886 2.973 8.571 9.706 2.946 2.041 1.241
Foz do Jordão - PR 256 427 558 324 74 22 24
General Carneiro - PR 532 1.179 1.356 787 150 80 35
Godoy Moreira - PR 169 268 451 246 32 18 12
Goioerê - PR 444 1.779 3.941 2618 771 457 247
Goioxim - PR 583 653 680 240 41 22 6
Grandes Rios - PR 347 549 860 381 75 42 14
Guaíra - PR 736 1.855 3.587 2.644 751 496 348
Guairaçá - PR 93 344 900 566 126 61 29
Guamiranga - PR 363 643 923 474 73 59 21
Guapirama - PR 95 352 580 243 56 25 21
Guaporema - PR 23 105 340 208 29 18 6
Guaraci - PR 43 243 785 601 108 62 21
Guaraniaçu - PR 564 1.129 1.832 1.061 301 185 124
Guarapuava - PR 3.435 10.404 18.477 13.730 3.972 2.872 2.050
Guaraqueçaba - PR 714 629 702 294 70 47 12
Guaratuba - PR 557 1.769 3.455 3.006 912 594 409
Honório Serpa - PR 297 452 635 346 98 39 27
Ibaiti - PR 720 2.126 3.869 2.263 495 335 188
Ibema - PR 175 448 779 447 83 49 25
Ibiporã - PR 468 2.403 6.158 5.122 1.286 720 309
Icaraíma - PR 183 613 1.346 758 143 84 29
Iguaraçu - PR 33 191 541 446 105 42 25
Iguatu - PR 82 157 310 178 31 23 5
continua



267
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2021
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Imbaú - PR 361 955 1.458 688 119 60 27
Imbituva - PR 824 2.502 3.333 1754 356 262 109
Inácio Martins - PR 650 1.022 1.121 431 92 34 24
Inajá - PR 49 207 417 245 63 29 12
Indianópolis - PR 31 167 623 534 106 52 28
Ipiranga - PR 461 1.118 1.689 933 159 100 49
Iporã - PR 286 908 2.296 1.334 274 163 80
Iracema do Oeste - PR 83 180 365 215 52 29 4
Irati - PR 885 3.483 7.048 5.097 1320 850 493
Iretama - PR 545 928 1.349 662 129 90 39
Itaguajé - PR 98 339 606 393 98 41 23
Itaipulândia - PR 152 537 1.199 814 206 101 57
Itambaracá - PR 138 511 949 551 111 56 27
Itambé - PR 29 275 870 668 131 67 21
Itapejara d'Oeste - PR 165 606 1.474 1.105 219 107 65
Itaperuçu - PR 579 1.853 2.960 1.582 244 94 36
Itaúna do Sul - PR 79 265 555 248 43 15 8
Ivaí - PR 687 952 1.449 737 160 86 44
Ivaiporã - PR 844 2.271 4.218 2.775 740 526 317
Ivaté - PR 73 422 1.137 818 131 57 32
Ivatuba - PR 21 115 375 267 77 38 22
Jaboti - PR 104 428 684 370 60 57 29
Jacarezinho - PR 603 2.322 4.502 3.452 1.016 709 443
Jaguapitã - PR 70 553 1.677 1.351 306 152 74
Jaguariaíva - PR 754 2.427 3.664 2.668 714 504 268
Jandaia do Sul - PR 150 839 2.748 2.303 638 377 207
Janiópolis - PR 209 463 982 496 116 57 46
Japira - PR 158 381 632 357 82 53 33
Japurá - PR 49 314 1.182 1.102 206 106 39
Jardim Alegre - PR 693 986 1.629 693 164 96 43
Jardim Olinda - PR 37 103 178 121 25 12 5
Jataizinho - PR 234 871 1.393 857 207 103 43
Jesuítas - PR 285 648 1.275 794 146 68 43
Joaquim Távora - PR 136 685 1.589 977 234 147 90
Jundiaí do Sul - PR 147 284 434 193 44 32 26
Juranda - PR 154 587 1.071 625 113 83 33
continua



268
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2021
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Jussara - PR 53 311 912 768 144 67 25
Kaloré - PR 68 355 737 382 69 41 12
Lapa - PR 1.163 2.963 5.558 3.676 912 652 352
Laranjal - PR 570 536 524 161 35 18 8
Laranjeiras do Sul - PR 1.016 2.041 3.390 2.449 676 508 280
Leópolis - PR 49 305 623 296 76 45 11
Lidianópolis - PR 133 351 600 276 67 23 14
Lindoeste - PR 221 430 716 300 54 33 13
Loanda - PR 181 1.058 2.850 2.275 540 307 213
Lobato - PR 31 193 647 484 124 63 26
Londrina - PR 4.147 17.180 49.453 57.388 21.185 16.850 13.596
Luiziana - PR 214 685 972 408 97 60 25
Lunardelli - PR 194 463 690 389 84 46 13
Lupionópolis - PR 67 263 748 424 83 60 27
Mallet - PR 396 901 1.655 1.014 207 118 58
Mamborê - PR 364 1.036 1.827 1.159 272 169 96
Mandaguaçu - PR 147 822 2.520 2.242 525 290 122
Mandaguari - PR 303 1.542 4.268 3.727 969 526 280
Mandirituba - PR 581 1.446 2.708 1.777 444 201 72
Manfrinópolis - PR 153 226 399 197 44 18 9
Mangueirinha - PR 731 1.186 1.811 1.157 257 177 91
Manoel Ribas - PR 579 899 1.503 905 217 156 73
Marechal Cândido Rondon - PR 297 1.569 5.409 6.608 1.849 1.059 651
Maria Helena - PR 104 407 958 499 89 42 25
Marialva - PR 249 1.411 4.052 3.586 856 542 220
Marilândia do Sul - PR 225 670 1.271 584 139 83 41
Marilena - PR 110 476 1.026 572 96 49 12
Mariluz - PR 391 810 1.254 605 115 79 30
Maringá - PR 1.094 7.378 30.929 47.405 18.130 14.091 9.955
Mariópolis - PR 123 350 781 642 164 120 63
Maripá - PR 45 209 752 726 189 109 53
Marmeleiro - PR 419 779 1.641 1.307 334 225 120
Marquinho - PR 356 382 462 223 48 20 15
Marumbi - PR 62 267 743 461 60 39 19
Matelândia - PR 256 840 1.965 1.577 378 238 101
Matinhos - PR 549 1.461 3.232 3.162 1.052 719 422
continua



269
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2021
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Mato Rico - PR 285 352 416 153 20 18 -
Mauá da Serra - PR 230 729 1.093 533 83 52 26
Medianeira - PR 384 1.569 4.949 5.071 1.441 861 463
Mercedes - PR 64 220 627 593 144 75 38
Mirador - PR 45 150 351 205 28 15 10
Miraselva - PR 12 84 277 195 52 25 10
Missal - PR 165 503 1.449 1.172 294 160 67
Moreira Sales - PR 318 913 1.903 1.033 182 108 41
Morretes - PR 384 1.020 1.605 1.251 372 235 145
Munhoz de Melo - PR 27 190 546 410 69 36 26
Nossa Senhora das Graças - PR 32 184 548 477 82 36 4
Nova Aliança do Ivaí - PR 12 78 200 149 26 15 4
Nova América da Colina - PR 46 259 519 250 51 21 6
Nova Aurora - PR 207 765 1.648 1.077 255 131 63
Nova Cantu - PR 419 626 940 419 81 45 28
Nova Esperança - PR 212 1.304 3.736 2.929 668 401 192
Nova Esperança do Sudoeste - PR 121 277 603 495 92 72 32
Nova Fátima - PR 178 647 1.103 649 146 69 42
Nova Laranjeiras - PR 883 754 954 496 112 68 38
Nova Londrina - PR 160 706 1.777 1.302 306 178 117
Nova Olímpia - PR 53 308 917 517 107 76 25
Nova Santa Bárbara - PR 177 315 538 278 46 30 15
Nova Santa Rosa - PR 46 302 989 1.019 264 163 65
Nova Prata do Iguaçu - PR 252 604 1.229 1.009 214 110 31
Nova Tebas - PR 521 630 896 383 61 41 18
Novo Itacolomi - PR 54 200 440 221 40 20 5
Ortigueira - PR 1.337 2.198 2.785 1.011 204 136 68
Ourizona - PR 26 149 496 394 81 35 16
Ouro Verde do Oeste - PR 94 332 758 555 98 46 27
Paiçandu - PR 267 1.602 4.957 4.359 760 237 82
Palmas - PR 1.258 3.077 4.220 2.773 772 528 345
Palmeira - PR 734 1.907 3.695 2.774 696 480 222
Palmital - PR 990 1.233 1.614 696 161 114 56
Palotina - PR 241 1.002 3.320 3.420 1.067 697 426
Paraíso do Norte - PR 49 413 1.494 1.577 334 175 104
Paranacity - PR 121 594 1.447 1.041 183 95 55
continua



270
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2021
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paranaguá - PR 2.547 7.208 13.430 12.313 4.074 2.760 1.591
Paranapoema - PR 54 195 418 252 37 15 11
Paranavaí - PR 708 3.361 9.861 9.368 2.666 1.769 1.201
Pato Bragado - PR 27 149 634 636 151 87 38
Pato Branco - PR 632 2.231 7.030 8.869 3.096 2.164 1.478
Paula Freitas - PR 160 401 673 405 76 36 17
Paulo Frontin - PR 177 471 966 543 101 60 25
Peabiru - PR 245 964 1.828 1154 270 151 79
Perobal - PR 54 339 874 558 92 52 9
Pérola - PR 55 446 1.653 1.247 197 141 59
Pérola d'Oeste - PR 262 420 848 620 134 80 29
Piên - PR 256 677 1.355 1.034 198 80 31
Pinhais - PR 748 3.886 11.785 14.095 4.213 2.519 1.492
Pinhalão - PR 209 499 813 419 82 57 38
Pinhal de São Bento - PR 104 184 384 186 32 13 5
Pinhão - PR 1.913 2.296 2.820 1.408 349 185 91
Piraí do Sul - PR 687 1.930 2.772 1.551 420 270 142
Piraquara - PR 1.182 4.789 10.249 8.543 1.882 935 429
Pitanga - PR 1.467 2.536 3.738 2.088 562 331 189
Pitangueiras - PR 27 149 414 270 53 19 6
Planaltina do Paraná - PR 93 247 548 372 75 39 27
Planalto - PR 468 805 1.707 1.319 236 142 66
Ponta Grossa - PR 4.030 14.690 32.421 30.356 9.893 7.093 4.970
Pontal do Paraná - PR 414 1.083 2.339 2.260 761 535 324
Porecatu - PR 90 597 1.686 1.547 434 274 131
Porto Amazonas - PR 77 292 566 381 88 65 28
Porto Barreiro - PR 210 280 369 230 62 32 15
Porto Rico - PR 38 173 336 228 44 23 15
Porto Vitória - PR 115 283 454 347 63 23 17
Prado Ferreira - PR 33 224 459 269 61 30 11
Pranchita - PR 153 308 712 541 150 90 57
Presidente Castelo Branco - PR 37 219 697 513 93 40 24
Primeiro de Maio - PR 163 691 1.539 946 229 163 58
Prudentópolis - PR 2.333 3.369 5.820 3.230 670 404 177
Quarto Centenário - PR 119 344 732 375 59 30 18
Quatiguá - PR 83 442 1.059 715 153 101 41
continua



271
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2021
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quatro Barras - PR 156 804 2.151 2.149 601 387 200
Quatro Pontes - PR 12 78 436 541 164 88 62
Quedas do Iguaçu - PR 1.595 2.002 3.211 2.104 478 294 145
Querência do Norte - PR 499 993 1.473 745 139 65 38
Quinta do Sol - PR 101 319 701 505 69 72 24
Quitandinha - PR 790 1.354 1.972 965 214 108 41
Ramilândia - PR 216 335 475 237 35 20 4
Rancho Alegre - PR 86 280 591 353 85 57 25
Rancho Alegre D'Oeste - PR 67 212 371 233 45 18 19
Realeza - PR 296 820 2.086 1.747 414 265 158
Rebouças - PR 803 1.142 1.682 841 176 101 52
Renascença - PR 267 389 706 561 191 157 90
Reserva - PR 1.308 2.153 2.682 1.184 268 167 92
Reserva do Iguaçu - PR 418 519 686 302 86 56 26
Ribeirão Claro - PR 161 718 1.469 844 226 141 92
Ribeirão do Pinhal - PR 370 1.079 1.882 939 184 135 114
Rio Azul - PR 545 965 1.641 995 203 100 44
Rio Bom - PR 81 253 522 249 40 30 14
Rio Bonito do Iguaçu - PR 1.081 977 1.211 629 126 74 29
Rio Branco do Ivaí - PR 238 342 450 163 36 14 12
Rio Branco do Sul - PR 746 2.079 3.614 2.282 501 230 91
Rio Negro - PR 429 1.552 3.537 3.122 948 599 353
Rolândia - PR 407 2.265 6.827 7.103 1.748 1.071 594
Roncador - PR 568 993 1.471 641 149 81 49
Rondon - PR 60 345 1.214 1.127 184 127 50
Rosário do Ivaí - PR 267 493 698 289 58 36 12
Sabáudia - PR 61 259 789 750 157 74 27
Salgado Filho - PR 194 276 545 394 75 38 21
Salto do Itararé - PR 199 415 776 385 93 42 19
Salto do Lontra - PR 311 766 1.744 1.165 264 156 54
Santa Amélia - PR 105 284 531 264 60 39 14
Santa Cecília do Pavão - PR 133 279 531 274 40 42 17
Santa Cruz de Monte Castelo - PR 137 525 1.149 739 151 100 43
Santa Fé - PR 64 370 1.494 1.237 272 138 69
Santa Helena - PR 416 1.345 3.106 2357 668 319 193
Santa Inês - PR 20 101 285 179 25 18 9
continua



272
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2021
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Isabel do Ivaí - PR 90 510 1.317 931 190 124 45
Santa Izabel do Oeste - PR 399 836 1.658 941 200 107 54
Santa Lúcia - PR 130 282 558 331 73 34 16
Santa Maria do Oeste - PR 833 977 1.207 418 84 52 18
Santa Mariana - PR 258 950 1.757 1046 229 176 74
Santa Mônica - PR 50 274 508 281 54 22 5
Santana do Itararé - PR 249 457 680 313 50 38 23
Santa Tereza do Oeste - PR 150 611 1.407 963 226 90 44
Santa Terezinha de Itaipu - PR 340 1.185 2.432 2.025 528 325 105
Santo Antônio da Platina - PR 605 2.498 5.512 3.918 933 720 446
Santo Antônio do Caiuá - PR 59 185 447 225 33 23 6
Santo Antônio do Paraíso - PR 40 196 371 180 39 21 12
Santo Antônio do Sudoeste - PR 731 1.228 2.226 1.368 327 206 99
Santo Inácio - PR 54 243 699 632 134 80 43
São Carlos do Ivaí - PR 62 266 823 743 159 67 39
São Jerônimo da Serra - PR 664 913 1.161 443 103 70 44
São João - PR 193 656 1.489 981 252 137 67
São João do Caiuá - PR 125 434 879 430 88 48 25
São João do Ivaí - PR 265 855 1.743 980 199 130 55
São João do Triunfo - PR 721 1.158 1.533 737 146 82 37
São Jorge d'Oeste - PR 248 596 1.186 851 151 99 54
São Jorge do Ivaí - PR 44 226 792 685 175 94 41
São Jorge do Patrocínio - PR 54 317 914 704 123 60 27
São José da Boa Vista - PR 262 513 939 472 85 48 30
São José das Palmeiras - PR 103 285 526 310 59 12 14
São José dos Pinhais - PR 1.862 9.041 26.653 31.812 10.368 6.177 2.804
São Manoel do Paraná - PR 9 75 304 288 38 22 10
São Mateus do Sul - PR 1.032 2.573 4.712 3.475 926 734 408
São Miguel do Iguaçu - PR 577 1.608 3.083 2.300 601 344 192
São Pedro do Iguaçu - PR 192 434 953 490 136 38 26
São Pedro do Ivaí - PR 79 490 1.460 1.105 196 95 59
São Pedro do Paraná - PR 35 162 404 217 51 20 15
São Sebastião da Amoreira - PR 160 606 1.182 669 145 82 46
São Tomé - PR 23 218 689 742 126 47 21
Sapopema - PR 265 532 821 453 86 49 37
Sarandi - PR 757 4.253 11.095 9.529 1.600 534 160
continua



273
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2021
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Saudade do Iguaçu - PR 147 285 582 412 103 66 28
Sengés - PR 556 1.561 2.150 1.237 234 127 73
Serranópolis do Iguaçu - PR 50 196 603 539 137 75 38
Sertaneja - PR 82 385 864 548 116 81 56
Sertanópolis - PR 108 745 2.116 1.763 406 235 120
Siqueira Campos - PR 274 1.250 2.837 1.603 327 216 128
Sulina - PR 83 202 475 318 76 43 19
Tamarana - PR 600 1.002 1.362 650 121 63 29
Tamboara - PR 23 230 742 556 89 47 17
Tapejara - PR 112 753 2.104 1.540 248 143 73
Tapira - PR 106 376 961 537 96 35 27
Teixeira Soares - PR 348 843 1.128 596 123 97 50
Telêmaco Borba - PR 1.242 3.788 7.596 7.112 2.117 1.180 620
Terra Boa - PR 75 621 2.417 1.875 303 164 86
Terra Rica - PR 171 774 2.196 1.641 291 131 84
Terra Roxa - PR 208 920 2.532 1774 325 185 70
Tibagi - PR 726 1.537 2.124 1155 305 222 122
Tijucas do Sul - PR 418 1.063 1.763 1121 248 114 70
Toledo - PR 776 4.072 13.888 15.459 4.287 2.741 1.667
Tomazina - PR 282 693 1.224 608 138 97 63
Três Barras do Paraná - PR 622 941 1.309 783 200 142 47
Tunas do Paraná - PR 210 526 621 378 63 41 16
Tuneiras do Oeste - PR 174 626 1.379 680 116 57 23
Tupãssi - PR 137 506 1.092 771 154 111 71
Turvo - PR 600 1.180 1.510 759 184 95 40
Ubiratã - PR 425 1.406 3.037 1.893 464 297 169
Umuarama - PR 605 4.027 12.407 11.753 3.435 2.574 1.627
União da Vitória - PR 1.013 2.839 6.031 5.134 1.440 945 580
Uniflor - PR 29 102 369 285 35 21 10
Uraí - PR 224 827 1.667 932 226 147 74
Wenceslau Braz - PR 683 1.480 2.506 1354 351 248 153
Ventania - PR 345 902 1.248 534 101 69 27
Vera Cruz do Oeste - PR 241 633 1.105 713 184 103 58
Verê - PR 223 468 976 698 183 103 44
Alto Paraíso - PR 66 253 505 234 31 14 14
Doutor Ulysses - PR 474 468 511 208 24 12 3
Virmond - PR 126 286 471 314 79 33 22
Vitorino - PR 94 341 772 687 156 102 39
Xambrê - PR 81 404 973 561 83 43 25


274
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 12 Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2022
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 164305 494119 1146293 1057295 327635 239348 179780
Abatiá - PR 216 603 1.087 593 105 49 31
Adrianópolis - PR 306 525 751 355 60 41 21
Agudos do Sul - PR Municípios 659 952 613 118 78 29
Almirante Tamandaré - PR 1.222 5.238 12.242 10597 2262 1084 459
Altamira do Paraná - PR 228 421 526 237 39 46 12
Altônia - PR 258 1.020 3.343 2092 407 165 86
Alto Paraná - PR 229 855 1.927 1152 244 131 46
Alto Piquiri - PR 218 798 1.490 738 133 86 50
Alvorada do Sul - PR 210 584 1.342 859 193 111 67
Amaporã - PR 190 346 712 389 67 26 16
Ampére - PR 299 1.003 2.488 1654 301 158 85
Anahy - PR 52 236 443 216 39 25 13
Andirá - PR 322 1.274 2.933 1923 340 238 125
Ângulo - PR 30 156 425 295 59 28 17
Antonina - PR 650 1.390 1.953 1317 440 280 201
Antônio Olinto - PR 393 632 879 401 90 37 18
Apucarana - PR 865 4.535 14.581 14828 3959 2411 1370
Arapongas - PR 565 3.441 12.478 13743 3377 1887 1021
Arapoti - PR 722 1.855 2.959 1890 556 369 207
Arapuã - PR 206 310 450 185 24 18 12
Araruna - PR 212 810 2.048 1319 232 127 50
Araucária - PR 930 4.383 12.611 13862 4115 2216 931
Ariranha do Ivaí - PR 113 211 346 157 24 14 8
Assaí - PR 299 1.164 2.284 1399 330 194 99
Assis Chateaubriand - PR 532 2.140 4.813 3327 711 412 222
Astorga - PR 170 1.202 3.454 2847 676 370 175
Atalaia - PR 21 168 578 488 101 68 23
Balsa Nova - PR 165 560 1.404 1216 254 118 65
Bandeirantes - PR 625 2.090 4.139 2638 624 472 269
Barbosa Ferraz - PR 441 1.060 1.796 835 190 112 54
Barracão - PR 331 584 1.155 718 214 134 75
Barra do Jacaré - PR 55 174 401 224 54 22 10
Bela Vista da Caroba - PR 212 274 507 304 57 24 14
Bela Vista do Paraíso - PR 210 868 2.033 1435 354 219 162
Bituruna - PR 814 1.215 1.689 869 156 78 36
Boa Esperança - PR 141 322 629 387 85 67 35


275
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

continua
2022
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu - PR 90 170 318 240 36 35 9
Boa Ventura de São Roque - PR 424 553 641 323 64 27 18
Boa Vista da Aparecida - PR 309 572 1.083 550 109 53 31
Bocaiúva do Sul - PR 288 746 1.234 867 204 95 50
Bom Jesus do Sul - PR 213 276 495 258 43 16 11
Bom Sucesso - PR 68 399 1.026 559 127 60 25
Bom Sucesso do Sul - PR 58 208 421 291 64 28 27
Borrazópolis - PR 179 611 1.225 614 124 99 55
Braganey - PR 185 409 837 386 107 62 33
Brasilândia do Sul - PR 81 260 478 243 58 21 22
Cafeara - PR 37 140 381 294 45 31 14
Cafelândia - PR 121 660 1.977 1606 374 231 96
Cafezal do Sul - PR 81 295 668 433 72 29 12
Califórnia - PR 118 479 1.153 756 163 123 30
Cambará - PR 364 1.526 3.309 2218 522 304 153
Cambé - PR 728 4.039 11.944 11638 2913 1496 636
Cambira - PR 87 395 994 783 169 91 36
Campina da Lagoa - PR 513 1.190 2.198 1223 227 153 84
Campina do Simão - PR 271 347 371 141 28 14 10
Campina Grande do Sul - PR 423 1.866 4.434 4142 1042 483 200
Campo Bonito - PR 169 346 513 271 79 46 16
Campo do Tenente - PR 239 546 762 443 120 54 30
Campo Largo - PR 1.238 4.751 12.303 12647 3477 2000 980
Campo Magro - PR 387 1.385 3.025 2460 483 188 68
Campo Mourão - PR 974 4.067 10.398 9296 2851 2092 1430
Cândido de Abreu - PR 1.339 1.334 1.836 791 161 94 43
Candói - PR 912 1.144 1.549 768 189 118 46
Cantagalo - PR 751 1.054 1.419 630 118 67 46
Capanema - PR 472 923 2.390 2113 491 284 150
Capitão Leônidas Marques - PR 325 901 1.932 1450 379 201 90
Carambeí - PR 280 1.052 2.186 1831 374 251 143
Carlópolis - PR 300 1.020 1.926 1092 250 163 86
Cascavel - PR 2.628 10.571 29.313 32661 11364 8496 5563
Castro - PR 1.896 4.672 7.389 4828 1265 846 553
Catanduvas - PR 382 796 1.151 610 141 90 45
Centenário do Sul - PR 165 719 1.683 1021 163 105 55
continua



276
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2022
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Cerro Azul - PR 1.234 1.574 1.802 633 112 84 39
Céu Azul - PR 99 609 1.464 1229 301 181 64
Chopinzinho - PR 485 1.048 2.308 1908 523 349 231
Cianorte - PR 259 2.038 8.093 9592 2622 1570 855
Cidade Gaúcha - PR 103 518 1.443 1196 255 141 94
Clevelândia - PR 565 1.237 2.025 1296 352 232 147
Colombo - PR 1.903 9.022 24.033 24853 6187 2798 876
Colorado - PR 126 751 2.872 3010 748 438 249
Congonhinhas - PR 452 683 995 490 91 51 40
Conselheiro Mairinck - PR 105 315 496 250 54 49 29
Contenda - PR 392 942 1.857 1368 305 194 90
Corbélia - PR 221 897 2.176 1629 444 253 125
Cornélio Procópio - PR 507 2.111 5.566 5080 1568 1152 697
Coronel Domingos Soares - PR 459 620 690 303 49 31 21
Coronel Vivida - PR 539 1.260 2.696 2090 569 326 163
Corumbataí do Sul - PR 177 347 576 265 42 26 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 103 256 601 394 76 32 23
Cruzeiro do Oeste - PR 322 1.366 2.944 1941 429 232 127
Cruzeiro do Sul - PR 66 300 611 415 72 48 17
Cruz Machado - PR 1.219 1.262 1.726 855 164 72 58
Cruzmaltina - PR 102 288 482 214 36 18 11
Curitiba - PR 7.375 39.123 130.967 192696 89645 85802 87285
Curiúva - PR 461 1.333 1.758 842 180 108 45
Diamante do Norte - PR 76 345 789 479 117 66 18
Diamante do Sul - PR 254 291 384 158 21 15 7
Diamante D'Oeste - PR 253 371 572 347 72 26 20
Dois Vizinhos - PR 510 1.396 4.304 4492 1149 710 343
Douradina - PR 51 355 1.039 820 189 118 72
Doutor Camargo - PR 66 247 874 762 173 62 28
Enéas Marques - PR 148 329 758 564 169 92 65
Engenheiro Beltrão - PR 155 806 1.976 1505 310 180 103
Esperança Nova - PR 29 109 313 212 34 20 8
Entre Rios do Oeste - PR 16 123 434 526 167 118 51
Espigão Alto do Iguaçu - PR 275 321 522 241 53 28 22
Farol - PR 129 261 504 219 41 28 16
Faxinal - PR 355 1.340 2.173 1264 300 186 108
continua



277
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2022
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Fazenda Rio Grande - PR 919 4.022 9.826 8366 1611 617 180
Fênix - PR 131 391 694 349 85 48 30
Fernandes Pinheiro - PR 312 528 596 308 49 19 16
Figueira - PR 181 704 1.185 626 137 78 39
Floraí - PR 19 162 779 726 131 68 39
Flor da Serra do Sul - PR 228 296 584 363 85 32 11
Floresta - PR 43 245 829 741 162 81 37
Florestópolis - PR 99 556 1.645 1143 208 70 42
Flórida - PR 21 126 333 281 60 37 14
Formosa do Oeste - PR 130 502 1.204 702 155 74 39
Foz do Iguaçu - PR 4.749 13.135 26.543 23773 7748 5672 4019
Francisco Alves - PR 162 427 976 547 103 48 16
Francisco Beltrão - PR 899 2.995 8.611 9767 2961 2050 1249
Foz do Jordão - PR 259 430 560 326 74 22 24
General Carneiro - PR 539 1.188 1.362 792 151 80 35
Godoy Moreira - PR 171 270 453 248 32 18 12
Goioerê - PR 450 1.793 3.960 2634 775 459 249
Goioxim - PR 591 658 683 241 42 22 7
Grandes Rios - PR 352 553 864 384 75 42 14
Guaíra - PR 746 1.869 3.604 2661 755 498 350
Guairaçá - PR 94 347 904 570 126 61 29
Guamiranga - PR 368 648 928 477 73 59 21
Guapirama - PR 97 355 583 245 57 25 21
Guaporema - PR 24 105 342 209 29 18 7
Guaraci - PR 43 245 788 605 109 62 21
Guaraniaçu - PR 572 1.138 1.841 1068 302 186 125
Guarapuava - PR 3.484 10.484 18.563 13817 3993 2884 2062
Guaraqueçaba - PR 724 634 705 296 71 47 12
Guaratuba - PR 565 1.782 3.471 3025 917 596 412
Honório Serpa - PR 301 455 638 348 98 39 27
Ibaiti - PR 730 2.142 3.887 2277 498 337 189
Ibema - PR 177 451 783 450 83 49 25
Ibiporã - PR 475 2.421 6.186 5155 1293 723 311
Icaraíma - PR 186 618 1.352 762 144 85 29
Iguaraçu - PR 33 192 544 449 105 42 25
Iguatu - PR 83 159 312 179 31 24 5
continua



278
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2022
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Imbaú - PR 366 963 1.465 692 119 60 27
Imbituva - PR 836 2.521 3.349 1765 358 263 110
Inácio Martins - PR 660 1.029 1.126 434 93 34 24
Inajá - PR 50 209 419 247 64 29 12
Indianópolis - PR 31 168 626 537 107 52 28
Ipiranga - PR 467 1.126 1.697 939 160 100 49
Iporã - PR 290 915 2.307 1342 276 164 80
Iracema do Oeste - PR 84 182 367 216 52 29 4
Irati - PR 898 3.510 7.081 5129 1327 854 496
Iretama - PR 553 935 1.355 666 130 91 39
Itaguajé - PR 99 341 609 395 98 41 23
Itaipulândia - PR 154 541 1.205 819 207 101 58
Itambaracá - PR 140 515 953 555 111 57 27
Itambé - PR 30 277 874 672 132 67 21
Itapejara d'Oeste - PR 167 611 1.481 1112 220 107 65
Itaperuçu - PR 588 1.867 2.974 1592 246 94 36
Itaúna do Sul - PR 81 267 557 249 43 15 8
Ivaí - PR 697 959 1.456 742 161 86 45
Ivaiporã - PR 855 2.288 4.237 2793 744 528 319
Ivaté - PR 74 425 1.142 823 132 58 33
Ivatuba - PR 21 116 377 269 78 38 22
Jaboti - PR 105 431 688 372 60 58 29
Jacarezinho - PR 611 2.340 4.523 3474 1021 712 445
Jaguapitã - PR 71 557 1.685 1360 308 153 75
Jaguariaíva - PR 765 2.445 3.681 2685 718 507 269
Jandaia do Sul - PR 152 846 2.760 2317 642 378 208
Janiópolis - PR 212 467 986 499 117 58 47
Japira - PR 160 384 635 359 82 53 34
Japurá - PR 50 316 1.187 1109 207 106 39
Jardim Alegre - PR 703 994 1.636 697 164 97 43
Jardim Olinda - PR 37 103 179 122 25 12 5
Jataizinho - PR 237 878 1.400 862 208 104 43
Jesuítas - PR 289 652 1.281 799 147 68 43
Joaquim Távora - PR 138 690 1.596 983 235 147 90
Jundiaí do Sul - PR 149 286 436 194 44 32 26
Juranda - PR 156 592 1.076 629 113 84 34
continua



279
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2022
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Jussara - PR 53 313 916 773 145 67 25
Kaloré - PR 69 358 741 385 69 41 12
Lapa - PR 1.179 2.986 5.584 3700 917 655 354
Laranjal - PR 578 540 526 162 35 18 8
Laranjeiras do Sul - PR 1.030 2.057 3.406 2464 680 510 281
Leópolis - PR 50 307 626 297 76 45 11
Lidianópolis - PR 135 354 602 278 67 24 14
Lindoeste - PR 224 433 720 302 54 33 13
Loanda - PR 183 1.066 2.863 2290 543 309 214
Lobato - PR 31 194 650 487 125 64 26
Londrina - PR 4.205 17.311 49.684 57751 21297 16922 13678
Luiziana - PR 217 690 976 411 97 60 25
Lunardelli - PR 197 467 693 392 85 46 13
Lupionópolis - PR 68 265 752 427 83 60 27
Mallet - PR 402 908 1.663 1021 208 119 59
Mamborê - PR 369 1.044 1.835 1167 273 170 97
Mandaguaçu - PR 149 828 2.532 2256 528 291 123
Mandaguari - PR 307 1.553 4.288 3750 974 528 281
Mandirituba - PR 589 1.457 2.721 1788 446 201 73
Manfrinópolis - PR 155 228 401 199 44 18 9
Mangueirinha - PR 741 1.195 1.820 1164 258 178 91
Manoel Ribas - PR 588 906 1.510 911 218 157 74
Marechal Cândido Rondon - PR 301 1.581 5.435 6650 1859 1064 655
Maria Helena - PR 105 410 963 502 89 42 25
Marialva - PR 253 1.422 4.070 3609 861 544 222
Marilândia do Sul - PR 228 675 1.277 588 140 84 41
Marilena - PR 112 479 1.030 575 96 49 12
Mariluz - PR 397 816 1.260 609 116 79 30
Maringá - PR 1.110 7.434 31.073 47705 18226 14151 10016
Mariópolis - PR 125 353 785 646 164 120 63
Maripá - PR 46 211 755 730 190 110 53
Marmeleiro - PR 425 785 1.648 1315 336 226 121
Marquinho - PR 361 385 464 224 49 20 15
Marumbi - PR 63 269 746 464 60 39 20
Matelândia - PR 259 847 1.974 1587 380 239 102
Matinhos - PR 557 1.472 3.247 3182 1057 722 425
continua



280
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2022
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Mato Rico - PR 289 355 418 154 20 18 -
Mauá da Serra - PR 233 735 1.098 536 83 52 26
Medianeira - PR 389 1.581 4.973 5103 1449 865 466
Mercedes - PR 64 221 630 597 145 75 38
Mirador - PR 46 151 353 207 28 15 10
Miraselva - PR 12 85 279 196 52 25 10
Missal - PR 167 506 1.456 1179 295 160 67
Moreira Sales - PR 322 920 1.911 1039 183 108 41
Morretes - PR 389 1.027 1.613 1259 374 236 146
Munhoz de Melo - PR 27 191 548 412 69 37 26
Nossa Senhora das Graças - PR 32 186 551 480 82 37 4
Nova Aliança do Ivaí - PR 12 78 201 150 27 15 4
Nova América da Colina - PR 47 261 522 251 51 21 7
Nova Aurora - PR 210 770 1.656 1084 256 132 63
Nova Cantu - PR 425 631 944 421 81 45 28
Nova Esperança - PR 214 1.314 3.753 2948 672 403 193
Nova Esperança do Sudoeste - PR 123 279 606 498 93 72 33
Nova Fátima - PR 181 651 1.108 653 147 70 42
Nova Laranjeiras - PR 895 760 958 499 112 68 38
Nova Londrina - PR 162 711 1.785 1310 308 179 117
Nova Olímpia - PR 53 310 921 520 108 77 25
Nova Santa Bárbara - PR 180 317 541 280 46 31 15
Nova Santa Rosa - PR 47 304 994 1025 265 164 65
Nova Prata do Iguaçu - PR 255 609 1.235 1015 215 111 31
Nova Tebas - PR 528 635 900 386 61 41 18
Novo Itacolomi - PR 55 201 442 223 41 20 5
Ortigueira - PR 1.356 2.214 2.798 1017 205 137 68
Ourizona - PR 26 150 499 396 81 35 16
Ouro Verde do Oeste - PR 95 334 762 558 98 46 27
Paiçandu - PR 270 1.614 4.980 4386 764 238 83
Palmas - PR 1.276 3.101 4.240 2790 776 530 347
Palmeira - PR 744 1.922 3.712 2791 700 482 224
Palmital - PR 1.004 1.242 1.622 700 162 114 56
Palotina - PR 244 1.010 3.335 3441 1072 700 429
Paraíso do Norte - PR 50 417 1.501 1587 336 176 104
Paranacity - PR 123 598 1.454 1047 184 95 55
continua



281
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2022
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paranaguá - PR 2.582 7.263 13.493 12391 4095 2772 1601
Paranapoema - PR 55 196 420 254 37 15 11
Paranavaí - PR 718 3.387 9.907 9427 2680 1777 1209
Pato Bragado - PR 27 150 637 640 152 87 38
Pato Branco - PR 641 2.248 7.063 8926 3112 2174 1487
Paula Freitas - PR 162 404 677 408 76 37 17
Paulo Frontin - PR 180 475 971 547 102 60 25
Peabiru - PR 248 971 1.836 1161 271 152 79
Perobal - PR 55 341 878 562 93 52 9
Pérola - PR 56 449 1.660 1255 198 141 60
Pérola d'Oeste - PR 265 423 852 624 134 80 29
Piên - PR 259 682 1.361 1040 199 80 31
Pinhais - PR 759 3.916 11.840 14185 4235 2529 1501
Pinhalão - PR 212 503 817 421 82 58 38
Pinhal de São Bento - PR 105 186 386 187 32 13 5
Pinhão - PR 1.940 2.313 2.833 1417 351 186 91
Piraí do Sul - PR 697 1.945 2.785 1561 423 271 143
Piraquara - PR 1.199 4.825 10.297 8597 1892 939 431
Pitanga - PR 1.488 2.556 3.755 2101 565 332 190
Pitangueiras - PR 27 150 416 272 53 19 7
Planaltina do Paraná - PR 94 248 551 374 75 39 27
Planalto - PR 475 811 1.715 1327 237 143 66
Ponta Grossa - PR 4.086 14.802 32.572 30547 9945 7124 5001
Pontal do Paraná - PR 420 1.091 2.350 2275 766 537 326
Porecatu - PR 92 601 1.694 1557 437 276 131
Porto Amazonas - PR 78 294 568 384 88 65 28
Porto Barreiro - PR 213 282 370 232 63 32 15
Porto Rico - PR 38 174 337 230 44 24 15
Porto Vitória - PR 117 285 457 349 64 24 17
Prado Ferreira - PR 33 226 461 271 61 31 11
Pranchita - PR 155 310 715 544 151 91 58
Presidente Castelo Branco - PR 37 220 700 517 94 40 24
Primeiro de Maio - PR 165 696 1.547 952 230 164 59
Prudentópolis - PR 2.365 3.395 5.847 3251 674 405 178
Quarto Centenário - PR 120 347 735 378 59 31 18
Quatiguá - PR 84 446 1.063 720 154 101 41
continua



282
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2022
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quatro Barras - PR 159 810 2.161 2162 605 389 201
Quatro Pontes - PR 12 78 438 544 164 88 62
Quedas do Iguaçu - PR 1.618 2.017 3.226 2117 481 296 146
Querência do Norte - PR 506 1.000 1.480 750 140 65 38
Quinta do Sol - PR 103 322 704 509 69 72 24
Quitandinha - PR 801 1.364 1.981 971 215 108 41
Ramilândia - PR 219 337 478 239 35 20 4
Rancho Alegre - PR 87 282 594 355 86 58 25
Rancho Alegre D'Oeste - PR 68 214 373 234 45 18 20
Realeza - PR 300 826 2.096 1758 416 266 159
Rebouças - PR 814 1.150 1.690 846 177 101 52
Renascença - PR 270 391 710 565 192 158 90
Reserva - PR 1.327 2.169 2.694 1192 270 167 92
Reserva do Iguaçu - PR 424 523 689 304 87 57 26
Ribeirão Claro - PR 164 723 1.476 850 227 141 92
Ribeirão do Pinhal - PR 376 1.087 1.890 945 185 135 115
Rio Azul - PR 553 972 1.648 1001 204 100 45
Rio Bom - PR 82 255 524 250 41 31 14
Rio Bonito do Iguaçu - PR 1.096 984 1.217 633 126 74 29
Rio Branco do Ivaí - PR 242 345 452 164 36 14 12
Rio Branco do Sul - PR 756 2.095 3.630 2297 504 231 91
Rio Negro - PR 435 1.564 3.553 3142 953 602 355
Rolândia - PR 413 2.282 6.858 7148 1757 1076 597
Roncador - PR 576 1.000 1.478 645 149 81 49
Rondon - PR 61 348 1.219 1134 185 127 50
Rosário do Ivaí - PR 270 497 701 291 58 37 12
Sabáudia - PR 62 261 793 754 158 74 27
Salgado Filho - PR 197 278 547 396 75 38 21
Salto do Itararé - PR 202 419 779 387 94 42 20
Salto do Lontra - PR 315 772 1.752 1172 265 157 54
Santa Amélia - PR 107 286 534 265 60 39 14
Santa Cecília do Pavão - PR 135 281 534 276 41 42 17
Santa Cruz de Monte Castelo - PR 139 529 1.154 744 152 100 43
Santa Fé - PR 64 373 1.501 1245 273 139 69
Santa Helena - PR 422 1.355 3.121 2372 672 320 194
Santa Inês - PR 20 101 286 180 25 18 9
continua



283
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2022
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Isabel do Ivaí - PR 92 514 1.323 937 191 125 46
Santa Izabel do Oeste - PR 404 842 1.666 947 202 107 54
Santa Lúcia - PR 131 284 560 333 73 34 16
Santa Maria do Oeste - PR 844 984 1.213 420 85 52 18
Santa Mariana - PR 262 957 1.765 1053 230 177 75
Santa Mônica - PR 51 276 511 282 54 22 5
Santana do Itararé - PR 253 460 683 315 50 38 23
Santa Tereza do Oeste - PR 152 616 1.414 969 227 91 45
Santa Terezinha de Itaipu - PR 345 1.194 2.443 2038 530 326 105
Santo Antônio da Platina - PR 614 2.517 5.537 3943 938 723 448
Santo Antônio do Caiuá - PR 60 187 449 226 34 24 7
Santo Antônio do Paraíso - PR 41 197 373 181 39 21 12
Santo Antônio do Sudoeste - PR 741 1.237 2.236 1377 329 207 100
Santo Inácio - PR 55 245 702 636 134 80 43
São Carlos do Ivaí - PR 63 268 827 748 160 67 39
São Jerônimo da Serra - PR 673 920 1.166 446 103 71 45
São João - PR 196 661 1.496 988 254 138 67
São João do Caiuá - PR 126 437 883 433 88 48 25
São João do Ivaí - PR 269 861 1.751 986 200 131 55
São João do Triunfo - PR 731 1.167 1.540 742 147 82 37
São Jorge d'Oeste - PR 252 600 1.192 857 152 99 54
São Jorge do Ivaí - PR 45 228 796 689 176 94 41
São Jorge do Patrocínio - PR 55 319 919 708 124 60 27
São José da Boa Vista - PR 265 517 943 475 86 48 30
São José das Palmeiras - PR 104 287 528 312 59 12 14
São José dos Pinhais - PR 1.888 9.110 26.777 32013 10423 6204 2821
São Manoel do Paraná - PR 9 75 305 289 38 22 10
São Mateus do Sul - PR 1.046 2.592 4.734 3496 931 737 410
São Miguel do Iguaçu - PR 585 1.620 3.098 2315 605 345 193
São Pedro do Iguaçu - PR 195 437 957 493 137 38 26
São Pedro do Ivaí - PR 81 494 1.467 1112 197 95 60
São Pedro do Paraná - PR 36 163 406 218 51 20 15
São Sebastião da Amoreira - PR 162 611 1.187 673 146 82 47
São Tomé - PR 24 219 692 746 126 47 21
Sapopema - PR 269 536 825 456 87 49 37
Sarandi - PR 767 4.286 11.147 9589 1609 536 161
continua



284
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2022
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Saudade do Iguaçu - PR 149 287 585 415 103 66 28
Sengés - PR 564 1.573 2.160 1245 235 127 74
Serranópolis do Iguaçu - PR 51 197 606 542 138 75 38
Sertaneja - PR 83 388 868 551 117 81 56
Sertanópolis - PR 109 751 2.126 1774 408 236 121
Siqueira Campos - PR 278 1.259 2.850 1613 329 217 129
Sulina - PR 84 204 478 320 76 44 20
Tamarana - PR 609 1.010 1.369 655 122 64 29
Tamboara - PR 24 232 745 559 89 47 17
Tapejara - PR 114 759 2.114 1550 249 144 74
Tapira - PR 108 379 965 541 96 35 27
Teixeira Soares - PR 353 850 1.133 599 124 98 50
Telêmaco Borba - PR 1.260 3.817 7.631 7157 2129 1185 623
Terra Boa - PR 76 625 2.429 1887 305 165 87
Terra Rica - PR 174 780 2.207 1651 293 132 85
Terra Roxa - PR 211 927 2.544 1786 327 186 71
Tibagi - PR 736 1.548 2.134 1162 307 223 123
Tijucas do Sul - PR 424 1.071 1.771 1128 249 114 71
Toledo - PR 787 4.103 13.952 15557 4310 2753 1677
Tomazina - PR 286 698 1.229 612 139 98 63
Três Barras do Paraná - PR 631 948 1.316 788 202 143 48
Tunas do Paraná - PR 213 530 623 380 64 41 16
Tuneiras do Oeste - PR 176 631 1.385 684 117 58 23
Tupãssi - PR 139 509 1.097 776 155 112 72
Turvo - PR 609 1.189 1.517 764 185 95 40
Ubiratã - PR 431 1.417 3.051 1905 467 298 170
Umuarama - PR 614 4.058 12.464 11827 3454 2585 1637
União da Vitória - PR 1.028 2.861 6.059 5166 1448 950 583
Uniflor - PR 30 102 370 287 35 21 10
Uraí - PR 227 833 1.675 938 227 147 75
Wenceslau Braz - PR 693 1.491 2.517 1363 353 249 154
Ventania - PR 350 909 1.254 537 102 70 27
Vera Cruz do Oeste - PR 244 638 1.110 718 185 104 59
Verê - PR 226 472 981 703 184 104 45
Alto Paraíso - PR 67 255 507 235 31 14 14
Doutor Ulysses - PR 481 472 513 209 24 12 3
Virmond - PR 128 288 473 316 80 33 22
Vitorino - PR 95 343 776 691 156 102 39
Xambrê - PR 82 407 977 565 83 44 25


285
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

Tabela 13 Evolução do número de famílias por classe de rendimento nominal domiciliar per capita mensal
2023
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paraná 165304 497125 1153266 1063726 330061 240369 180873
Abatiá - PR 217 607 1.093 596 106 50 32
Adrianópolis - PR 308 528 755 357 61 41 21
Agudos do Sul - PR 357 663 958 617 119 78 29
Almirante Tamandaré - PR 1.230 5.270 12.317 10662 2279 1088 462
Altamira do Paraná - PR 229 423 529 238 40 46 12
Altônia - PR 259 1.026 3.363 2105 410 166 86
Alto Paraná - PR 231 860 1.939 1159 246 131 46
Alto Piquiri - PR 220 802 1.499 743 134 86 50
Alvorada do Sul - PR 211 587 1.350 864 195 111 68
Amaporã - PR 191 348 716 392 68 26 16
Ampére - PR 301 1.009 2.504 1664 303 159 85
Anahy - PR 52 237 446 217 40 25 13
Andirá - PR 324 1.281 2.951 1935 343 239 126
Ângulo - PR 30 156 427 297 60 28 17
Antonina - PR 654 1.398 1.965 1325 443 282 202
Antônio Olinto - PR 395 635 884 403 91 37 19
Apucarana - PR 871 4.563 14.670 14918 3988 2422 1379
Arapongas - PR 569 3.462 12.554 13826 3402 1895 1027
Arapoti - PR 726 1.866 2.977 1902 560 370 209
Arapuã - PR 207 312 453 186 25 18 12
Araruna - PR 213 815 2.061 1327 233 128 50
Araucária - PR 935 4.409 12.688 13946 4145 2225 936
Ariranha do Ivaí - PR 114 212 348 158 25 14 8
Assaí - PR 301 1.171 2.298 1407 333 195 99
Assis Chateaubriand - PR 535 2.153 4.843 3347 716 414 223
Astorga - PR 171 1.209 3.475 2864 681 371 176
Atalaia - PR 21 169 582 491 102 69 23
Balsa Nova - PR 166 563 1.413 1223 256 118 66
Bandeirantes - PR 629 2.103 4.164 2654 629 474 271
Barbosa Ferraz - PR 444 1.066 1.807 840 191 112 55
Barracão - PR 333 587 1.162 722 216 135 75
Barra do Jacaré - PR 55 175 404 225 55 22 10
Bela Vista da Caroba - PR 213 275 511 306 57 24 14
Bela Vista do Paraíso - PR 211 873 2.045 1444 357 220 163
Bituruna - PR 819 1.223 1.699 875 158 78 36
Boa Esperança - PR 142 324 633 389 85 67 35
continua


286
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2023
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Boa Esperança do Iguaçu - PR 91 171 320 241 36 35 9
Boa Ventura de São Roque - PR 427 557 645 325 64 27 19
Boa Vista da Aparecida - PR 311 576 1.090 553 110 53 32
Bocaiúva do Sul - PR 289 751 1.241 872 205 96 50
Bom Jesus do Sul - PR 215 277 498 260 43 17 11
Bom Sucesso - PR 69 401 1.032 563 128 60 25
Bom Sucesso do Sul - PR 59 209 424 292 64 28 27
Borrazópolis - PR 180 614 1.232 618 125 99 56
Braganey - PR 186 412 842 388 107 63 33
Brasilândia do Sul - PR 81 262 480 245 58 21 22
Cafeara - PR 37 141 384 296 46 31 14
Cafelândia - PR 122 664 1.989 1616 377 232 96
Cafezal do Sul - PR 81 297 672 436 72 30 12
Califórnia - PR 118 482 1.160 760 165 123 31
Cambará - PR 367 1.536 3.329 2232 526 305 154
Cambé - PR 732 4.064 12.016 11709 2934 1503 640
Cambira - PR 87 397 1.000 788 170 91 36
Campina da Lagoa - PR 516 1.197 2.211 1230 229 154 84
Campina do Simão - PR 273 349 374 142 28 14 10
Campina Grande do Sul - PR 425 1.877 4.461 4167 1050 485 201
Campo Bonito - PR 170 348 516 273 79 46 16
Campo do Tenente - PR 241 549 766 446 121 54 31
Campo Largo - PR 1.246 4.780 12.378 12724 3503 2009 985
Campo Magro - PR 389 1.394 3.043 2475 487 189 69
Campo Mourão - PR 980 4.092 10.462 9353 2873 2101 1439
Cândido de Abreu - PR 1.347 1.342 1.847 796 162 95 44
Candói - PR 918 1.151 1.558 773 190 118 46
Cantagalo - PR 756 1.061 1.428 634 119 67 46
Capanema - PR 475 928 2.405 2126 495 285 151
Capitão Leônidas Marques - PR 327 906 1.944 1459 382 202 91
Carambeí - PR 282 1.059 2.199 1843 377 252 144
Carlópolis - PR 302 1.026 1.937 1099 252 163 86
Cascavel - PR 2.644 10.636 29.492 32860 11448 8532 5597
Castro - PR 1.907 4.700 7.434 4858 1274 849 556
Catanduvas - PR 384 800 1.158 613 142 90 45
Centenário do Sul - PR 166 724 1.693 1027 165 105 56
continua



287
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2023
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Cerro Azul - PR 1.241 1.584 1.813 637 113 84 39
Céu Azul - PR 100 612 1.473 1236 303 182 64
Chopinzinho - PR 488 1.055 2.322 1920 527 350 233
Cianorte - PR 261 2.050 8.143 9650 2641 1577 860
Cidade Gaúcha - PR 104 521 1.451 1204 257 142 95
Clevelândia - PR 569 1.245 2.038 1304 355 233 147
Colombo - PR 1.915 9.077 24.180 25004 6233 2810 882
Colorado - PR 127 755 2.890 3028 754 440 250
Congonhinhas - PR 455 687 1.001 493 92 51 40
Conselheiro Mairinck - PR 106 317 499 252 55 50 29
Contenda - PR 394 947 1.869 1376 307 195 91
Corbélia - PR 222 902 2.189 1639 447 254 126
Cornélio Procópio - PR 510 2.124 5.600 5111 1580 1157 701
Coronel Domingos Soares - PR 461 624 694 305 49 31 21
Coronel Vivida - PR 543 1.268 2.713 2103 573 328 164
Corumbataí do Sul - PR 178 349 579 267 42 26 2
Cruzeiro do Iguaçu - PR 104 257 605 396 77 32 23
Cruzeiro do Oeste - PR 324 1.374 2.962 1952 432 233 128
Cruzeiro do Sul - PR 66 301 615 417 72 49 17
Cruz Machado - PR 1.226 1.270 1.736 861 166 72 58
Cruzmaltina - PR 102 290 485 215 36 18 11
Curitiba - PR 7.420 39.361 131.763 193868 90309 86169 87816
Curiúva - PR 464 1.341 1.768 847 181 109 45
Diamante do Norte - PR 76 347 794 482 118 66 19
Diamante do Sul - PR 256 293 386 159 21 15 7
Diamante D'Oeste - PR 254 373 575 349 72 26 20
Dois Vizinhos - PR 513 1.404 4.330 4519 1157 713 345
Douradina - PR 51 357 1.045 825 190 118 72
Doutor Camargo - PR 66 249 880 767 174 63 28
Enéas Marques - PR 148 331 763 567 170 92 66
Engenheiro Beltrão - PR 156 811 1.988 1515 313 181 104
Esperança Nova - PR 29 109 315 214 34 20 8
Entre Rios do Oeste - PR 16 124 437 529 168 118 51
Espigão Alto do Iguaçu - PR 277 322 525 243 54 28 22
Farol - PR 130 263 507 221 41 28 16
Faxinal - PR 357 1.349 2.187 1272 302 187 108
continua



288
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2023
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Fazenda Rio Grande - PR 924 4.047 9.885 8417 1623 620 181
Fênix - PR 132 394 698 351 85 49 31
Fernandes Pinheiro - PR 314 531 599 310 49 19 16
Figueira - PR 182 708 1.192 630 138 78 39
Floraí - PR 19 163 784 730 132 69 39
Flor da Serra do Sul - PR 229 298 587 365 85 32 11
Floresta - PR 44 247 834 745 163 82 37
Florestópolis - PR 100 560 1.655 1149 210 70 43
Flórida - PR 21 127 335 283 61 37 14
Formosa do Oeste - PR 131 505 1.211 706 156 75 39
Foz do Iguaçu - PR 4.778 13.215 26.704 23917 7805 5697 4043
Francisco Alves - PR 163 430 982 550 104 49 16
Francisco Beltrão - PR 904 3.013 8.663 9827 2983 2059 1256
Foz do Jordão - PR 261 433 564 328 75 22 24
General Carneiro - PR 543 1.195 1.370 797 152 80 35
Godoy Moreira - PR 172 272 456 250 33 18 12
Goioerê - PR 453 1.803 3.984 2650 781 461 250
Goioxim - PR 595 662 687 243 42 22 7
Grandes Rios - PR 354 557 870 386 76 43 14
Guaíra - PR 751 1.880 3.626 2677 761 500 352
Guairaçá - PR 95 349 910 573 127 62 29
Guamiranga - PR 370 652 933 479 74 59 21
Guapirama - PR 97 357 586 246 57 25 21
Guaporema - PR 24 106 344 210 29 18 7
Guaraci - PR 44 247 793 609 110 63 21
Guaraniaçu - PR 575 1.145 1.852 1074 305 187 126
Guarapuava - PR 3.505 10.547 18.676 13901 4023 2896 2075
Guaraqueçaba - PR 728 638 710 298 71 47 12
Guaratuba - PR 569 1.793 3.492 3043 924 599 414
Honório Serpa - PR 303 458 642 350 99 39 27
Ibaiti - PR 735 2.155 3.911 2291 502 338 190
Ibema - PR 178 454 787 453 84 50 25
Ibiporã - PR 478 2.436 6.224 5186 1302 726 312
Icaraíma - PR 187 622 1.360 767 145 85 29
Iguaraçu - PR 34 193 547 452 106 43 25
Iguatu - PR 84 160 314 180 32 24 5
continua



289
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2023
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Imbaú - PR 368 968 1.474 697 120 60 27
Imbituva - PR 841 2.537 3.369 1776 361 264 110
Inácio Martins - PR 664 1.036 1.133 437 93 34 24
Inajá - PR 50 210 422 248 64 30 12
Indianópolis - PR 31 169 630 541 107 52 28
Ipiranga - PR 470 1.133 1.707 945 161 101 49
Iporã - PR 292 920 2.321 1350 278 164 81
Iracema do Oeste - PR 85 183 369 217 53 30 4
Irati - PR 903 3.531 7.124 5161 1337 858 499
Iretama - PR 556 941 1.364 670 131 91 39
Itaguajé - PR 100 343 613 397 99 41 23
Itaipulândia - PR 155 544 1.212 824 209 102 58
Itambaracá - PR 141 518 959 558 112 57 27
Itambé - PR 30 278 880 676 133 67 21
Itapejara d'Oeste - PR 168 614 1.490 1118 222 108 66
Itaperuçu - PR 591 1.878 2.992 1601 247 95 36
Itaúna do Sul - PR 81 269 561 251 43 15 8
Ivaí - PR 701 965 1.465 746 162 86 45
Ivaiporã - PR 861 2.302 4.263 2810 749 530 321
Ivaté - PR 75 427 1.149 828 133 58 33
Ivatuba - PR 21 117 379 270 78 38 22
Jaboti - PR 106 434 692 374 61 58 29
Jacarezinho - PR 615 2.354 4.550 3495 1029 715 448
Jaguapitã - PR 71 561 1.695 1368 310 154 75
Jaguariaíva - PR 770 2.460 3.704 2701 723 509 271
Jandaia do Sul - PR 153 851 2.777 2331 646 380 210
Janiópolis - PR 213 469 992 503 118 58 47
Japira - PR 161 387 638 362 83 53 34
Japurá - PR 50 318 1.195 1116 209 106 39
Jardim Alegre - PR 707 1.000 1.646 701 166 97 44
Jardim Olinda - PR 37 104 180 122 26 12 5
Jataizinho - PR 238 883 1.408 868 210 104 44
Jesuítas - PR 291 656 1.289 804 148 69 44
Joaquim Távora - PR 138 694 1.606 989 237 148 91
Jundiaí do Sul - PR 150 288 438 195 44 32 26
Juranda - PR 157 596 1.082 633 114 84 34
continua



290
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2023
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Jussara - PR 54 315 922 777 146 67 25
Kaloré - PR 70 360 745 387 70 41 12
Lapa - PR 1.186 3.004 5.618 3722 924 658 356
Laranjal - PR 581 543 529 163 35 18 8
Laranjeiras do Sul - PR 1.036 2.069 3.427 2479 685 512 283
Leópolis - PR 50 309 630 299 77 45 11
Lidianópolis - PR 136 356 606 280 68 24 14
Lindoeste - PR 226 436 724 304 55 33 13
Loanda - PR 185 1.072 2.881 2304 547 310 215
Lobato - PR 31 195 654 490 126 64 26
Londrina - PR 4.231 17.417 49.986 58102 21455 16994 13762
Luiziana - PR 218 694 982 414 98 60 25
Lunardelli - PR 198 469 697 394 85 46 13
Lupionópolis - PR 69 267 756 430 84 60 27
Mallet - PR 404 914 1.673 1027 210 119 59
Mamborê - PR 372 1.050 1.846 1174 275 170 97
Mandaguaçu - PR 150 833 2.547 2270 532 292 123
Mandaguari - PR 309 1.563 4.314 3773 981 530 283
Mandirituba - PR 592 1.466 2.737 1799 449 202 73
Manfrinópolis - PR 156 229 404 200 44 18 9
Mangueirinha - PR 746 1.203 1.831 1171 260 179 92
Manoel Ribas - PR 591 912 1.519 916 219 157 74
Marechal Cândido Rondon - PR 303 1.590 5.468 6690 1873 1068 659
Maria Helena - PR 106 413 969 505 90 43 25
Marialva - PR 254 1.431 4.095 3631 867 547 223
Marilândia do Sul - PR 229 680 1.285 591 141 84 42
Marilena - PR 112 482 1.037 579 97 50 12
Mariluz - PR 399 821 1.268 612 117 79 31
Maringá - PR 1.116 7.479 31.262 47995 18361 14211 10076
Mariópolis - PR 126 355 790 650 166 121 63
Maripá - PR 46 212 760 735 191 110 54
Marmeleiro - PR 428 790 1.658 1323 338 227 121
Marquinho - PR 363 388 467 225 49 20 15
Marumbi - PR 64 271 751 467 61 39 20
Matelândia - PR 261 852 1.986 1597 383 240 103
Matinhos - PR 560 1.481 3.267 3201 1065 725 427
continua



291
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2023
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Mato Rico - PR 291 357 420 155 20 18 #VALOR!
Mauá da Serra - PR 234 739 1.104 540 84 52 26
Medianeira - PR 392 1.590 5.003 5134 1460 868 469
Mercedes - PR 65 223 634 601 146 76 38
Mirador - PR 46 152 355 208 28 15 10
Miraselva - PR 12 85 280 198 53 25 10
Missal - PR 168 509 1.465 1186 298 161 68
Moreira Sales - PR 324 925 1.923 1046 184 109 42
Morretes - PR 392 1.034 1.623 1266 377 237 146
Munhoz de Melo - PR 27 192 552 415 70 37 26
Nossa Senhora das Graças - PR 32 187 554 483 83 37 4
Nova Aliança do Ivaí - PR 12 79 202 151 27 15 4
Nova América da Colina - PR 47 263 525 253 51 21 7
Nova Aurora - PR 211 775 1.666 1091 258 133 63
Nova Cantu - PR 428 634 950 424 82 45 28
Nova Esperança - PR 216 1.322 3.776 2966 677 405 194
Nova Esperança do Sudoeste - PR 123 280 609 501 93 72 33
Nova Fátima - PR 182 655 1.114 657 148 70 43
Nova Laranjeiras - PR 901 765 964 503 113 69 38
Nova Londrina - PR 163 715 1.796 1318 310 180 118
Nova Olímpia - PR 54 312 926 523 109 77 25
Nova Santa Bárbara - PR 181 319 544 282 47 31 15
Nova Santa Rosa - PR 47 306 1.000 1032 267 164 66
Nova Prata do Iguaçu - PR 257 612 1.242 1021 217 111 32
Nova Tebas - PR 531 639 905 388 62 41 19
Novo Itacolomi - PR 55 203 445 224 41 20 5
Ortigueira - PR 1.365 2.228 2.815 1024 207 137 69
Ourizona - PR 26 151 502 399 82 35 16
Ouro Verde do Oeste - PR 96 336 766 561 99 46 27
Paiçandu - PR 272 1.624 5.011 4413 770 239 83
Palmas - PR 1.283 3.119 4.265 2807 782 532 350
Palmeira - PR 748 1.934 3.735 2808 705 484 225
Palmital - PR 1.010 1.250 1.632 705 163 115 57
Palotina - PR 246 1.016 3.356 3462 1080 703 432
Paraíso do Norte - PR 50 419 1.510 1597 338 176 105
Paranacity - PR 123 602 1.463 1054 186 96 56
continua



292
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2023
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Paranaguá - PR 2.598 7.307 13.575 12466 4126 2784 1610
Paranapoema - PR 55 197 423 255 37 15 11
Paranavaí - PR 722 3.407 9.968 9485 2700 1784 1216
Pato Bragado - PR 27 151 641 643 153 88 38
Pato Branco - PR 645 2.261 7.106 8980 3135 2183 1496
Paula Freitas - PR 163 406 681 410 77 37 17
Paulo Frontin - PR 181 478 977 550 103 60 25
Peabiru - PR 249 977 1.847 1168 273 153 80
Perobal - PR 55 343 883 565 93 52 9
Pérola - PR 56 452 1.671 1263 200 142 60
Pérola d'Oeste - PR 267 425 858 627 135 80 29
Piên - PR 261 686 1.369 1047 201 80 32
Pinhais - PR 763 3.940 11.912 14271 4267 2540 1510
Pinhalão - PR 213 506 822 424 83 58 38
Pinhal de São Bento - PR 106 187 388 188 33 13 5
Pinhão - PR 1.952 2.328 2.851 1426 354 187 92
Piraí do Sul - PR 701 1.957 2.802 1570 426 272 144
Piraquara - PR 1.206 4.855 10.359 8649 1906 943 434
Pitanga - PR 1.497 2.571 3.778 2114 569 334 191
Pitangueiras - PR 27 151 418 274 54 19 7
Planaltina do Paraná - PR 95 250 554 377 76 39 27
Planalto - PR 478 816 1.725 1335 239 143 67
Ponta Grossa - PR 4.111 14.892 32.770 30733 10019 7154 5031
Pontal do Paraná - PR 423 1.098 2.365 2289 771 539 328
Porecatu - PR 92 605 1.704 1567 440 277 132
Porto Amazonas - PR 79 296 572 386 89 65 28
Porto Barreiro - PR 215 284 373 233 63 32 15
Porto Rico - PR 39 175 339 231 44 24 15
Porto Vitória - PR 117 287 459 351 64 24 17
Prado Ferreira - PR 34 227 464 273 62 31 11
Pranchita - PR 156 312 720 548 152 91 58
Presidente Castelo Branco - PR 37 222 704 520 95 40 24
Primeiro de Maio - PR 166 701 1.556 958 232 164 59
Prudentópolis - PR 2.380 3.416 5.883 3271 679 407 179
Quarto Centenário - PR 121 349 740 380 60 31 19
Quatiguá - PR 85 448 1.070 724 155 102 42
continua



293
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2023
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Quatro Barras - PR 160 815 2.174 2175 609 390 202
Quatro Pontes - PR 12 79 440 548 166 89 62
Quedas do Iguaçu - PR 1.628 2.029 3.245 2130 484 297 146
Querência do Norte - PR 509 1.006 1.489 754 141 65 38
Quinta do Sol - PR 104 324 708 512 70 72 24
Quitandinha - PR 806 1.373 1.993 977 217 109 42
Ramilândia - PR 221 339 480 240 35 20 4
Rancho Alegre - PR 87 284 597 357 86 58 25
Rancho Alegre D'Oeste - PR 69 215 375 236 46 18 20
Realeza - PR 302 831 2.109 1769 419 267 160
Rebouças - PR 819 1.157 1.701 851 179 102 52
Renascença - PR 272 394 714 568 194 159 91
Reserva - PR 1.335 2.183 2.710 1199 272 168 93
Reserva do Iguaçu - PR 427 526 693 306 88 57 26
Ribeirão Claro - PR 165 728 1.485 855 229 142 93
Ribeirão do Pinhal - PR 378 1.093 1.902 951 187 136 116
Rio Azul - PR 556 978 1.658 1007 205 101 45
Rio Bom - PR 82 256 527 252 41 31 14
Rio Bonito do Iguaçu - PR 1.103 990 1.225 637 127 75 29
Rio Branco do Ivaí - PR 243 347 455 165 36 14 12
Rio Branco do Sul - PR 761 2.108 3.653 2311 508 232 92
Rio Negro - PR 438 1.573 3.575 3161 960 605 357
Rolândia - PR 415 2.296 6.900 7191 1770 1080 601
Roncador - PR 580 1.006 1.487 649 151 82 49
Rondon - PR 61 350 1.227 1141 187 128 50
Rosário do Ivaí - PR 272 500 705 292 58 37 12
Sabáudia - PR 62 263 797 759 159 75 27
Salgado Filho - PR 198 279 551 399 76 38 21
Salto do Itararé - PR 203 421 784 389 95 43 20
Salto do Lontra - PR 317 776 1.763 1180 267 157 55
Santa Amélia - PR 107 288 537 267 61 39 14
Santa Cecília do Pavão - PR 136 283 537 277 41 43 17
Santa Cruz de Monte Castelo - PR 140 533 1.161 749 153 101 44
Santa Fé - PR 65 375 1.510 1252 275 140 70
Santa Helena - PR 424 1.363 3.140 2387 677 322 196
Santa Inês - PR 20 102 288 181 26 18 9
continua



294
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2023
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Santa Isabel do Ivaí - PR 92 517 1.331 943 193 125 46
Santa Izabel do Oeste - PR 407 848 1.676 953 203 108 55
Santa Lúcia - PR 132 286 564 335 74 34 16
Santa Maria do Oeste - PR 849 990 1.220 423 85 52 19
Santa Mariana - PR 263 963 1.776 1059 232 177 75
Santa Mônica - PR 51 277 514 284 55 22 5
Santana do Itararé - PR 254 463 687 317 50 38 23
Santa Tereza do Oeste - PR 153 620 1.423 975 229 91 45
Santa Terezinha de Itaipu - PR 347 1.202 2.458 2051 534 328 106
Santo Antônio da Platina - PR 617 2.532 5.571 3967 945 726 451
Santo Antônio do Caiuá - PR 60 188 452 228 34 24 7
Santo Antônio do Paraíso - PR 41 199 375 183 40 21 12
Santo Antônio do Sudoeste - PR 746 1.245 2.250 1385 331 208 101
Santo Inácio - PR 55 247 706 640 135 80 44
São Carlos do Ivaí - PR 64 270 832 752 161 67 39
São Jerônimo da Serra - PR 677 925 1.173 448 104 71 45
São João - PR 197 665 1.505 994 256 138 68
São João do Caiuá - PR 127 440 889 436 89 49 25
São João do Ivaí - PR 271 867 1.762 992 202 131 56
São João do Triunfo - PR 736 1.174 1.549 746 148 83 37
São Jorge d'Oeste - PR 253 604 1.199 862 153 99 55
São Jorge do Ivaí - PR 45 229 801 693 177 95 42
São Jorge do Patrocínio - PR 55 321 924 713 125 60 27
São José da Boa Vista - PR 267 520 949 478 86 49 31
São José das Palmeiras - PR 105 289 532 314 60 12 14
São José dos Pinhais - PR 1.900 9.165 26.940 32207 10501 6230 2838
São Manoel do Paraná - PR 9 76 307 291 39 22 10
São Mateus do Sul - PR 1.053 2.608 4.763 3518 938 741 413
São Miguel do Iguaçu - PR 589 1.630 3.116 2329 609 347 194
São Pedro do Iguaçu - PR 196 440 963 496 138 38 26
São Pedro do Ivaí - PR 81 497 1.476 1118 198 96 60
São Pedro do Paraná - PR 36 164 408 219 51 20 15
São Sebastião da Amoreira - PR 163 614 1.195 677 147 83 47
São Tomé - PR 24 221 696 751 127 47 21
Sapopema - PR 271 539 830 459 88 50 37
Sarandi - PR 772 4.312 11.214 9648 1621 538 162
continua



295
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br

2023
Municípios
Até ¼
salário
mínimo
Mais de ¼
até ½
salário
mínimo
Mais de ½
até 1
salário
mínimo
Mais de 1
até 2
salários
mínimos
Mais de 2
até 3
salários
mínimos
Mais de 3
até 5
salários
mínimos
Mais de 5
salários
mínimos
Saudade do Iguaçu - PR 150 289 588 417 104 66 28
Sengés - PR 568 1.583 2.173 1252 237 128 74
Serranópolis do Iguaçu - PR 51 199 609 545 139 76 38
Sertaneja - PR 84 391 873 555 118 82 57
Sertanópolis - PR 110 755 2.139 1785 411 237 121
Siqueira Campos - PR 279 1.267 2.867 1623 331 218 130
Sulina - PR 85 205 480 322 77 44 20
Tamarana - PR 612 1.016 1.377 658 123 64 29
Tamboara - PR 24 233 750 563 90 47 17
Tapejara - PR 115 764 2.127 1560 251 144 74
Tapira - PR 109 381 971 544 97 35 27
Teixeira Soares - PR 355 855 1.140 603 125 98 50
Telêmaco Borba - PR 1.267 3.840 7.678 7201 2144 1190 627
Terra Boa - PR 76 629 2.444 1898 307 166 87
Terra Rica - PR 175 785 2.220 1661 295 133 85
Terra Roxa - PR 212 933 2.559 1796 329 187 71
Tibagi - PR 741 1.558 2.147 1169 309 224 123
Tijucas do Sul - PR 427 1.078 1.782 1134 251 115 71
Toledo - PR 792 4.128 14.037 15651 4341 2765 1687
Tomazina - PR 288 703 1.237 616 140 98 63
Três Barras do Paraná - PR 635 954 1.324 793 203 143 48
Tunas do Paraná - PR 215 534 627 382 64 41 16
Tuneiras do Oeste - PR 177 634 1.394 689 118 58 23
Tupãssi - PR 140 513 1.103 781 156 112 72
Turvo - PR 612 1.196 1.526 768 187 96 40
Ubiratã - PR 434 1.425 3.070 1917 470 299 172
Umuarama - PR 617 4.083 12.540 11899 3479 2596 1646
União da Vitória - PR 1.034 2.878 6.096 5197 1458 954 587
Uniflor - PR 30 103 373 289 35 21 10
Uraí - PR 228 838 1.685 944 229 148 75
Wenceslau Braz - PR 697 1.500 2.533 1371 356 250 155
Ventania - PR 352 915 1.261 541 103 70 27
Vera Cruz do Oeste - PR 246 642 1.117 722 187 104 59
Verê - PR 227 475 987 707 186 104 45
Alto Paraíso - PR 67 256 511 237 32 14 14
Doutor Ulysses - PR 484 475 516 210 25 12 3
Virmond - PR 128 290 476 318 81 33 22
Vitorino - PR 96 346 781 695 158 103 39
Xambrê - PR 82 410 983 568 84 44 25


296
Rua do Bom Jesus, 220, Bairro do Recife, Recife, PE, Brasil, CEP: 50030-170
tel. 81 33162600 | fax. 81 33162632 | faleconosco@datametrica.com.br | www.datametrica.com.br