You are on page 1of 1

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ

DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE QUÍMICA E BIOLOGIA
BACHARELADO EM QUÍMICA TECNOLÓGICA / LICENCIATURA EM QUÍMICA
DISCIPLINA FÍSICO-QUÍMICA A
2
o
SEM. 2009 – Lista (extra) Prof. João B. Floriano
ALUNO: ___/___/2009 TURMA: S61

1) Em um estudo de laboratório, numa reação, formou-se um produto gasoso, que encheu
totalmente uma câmara de coleta de 200,0 mL. O nível de mercúrio, na extremidade aberta do
manômetro, aumentou, ficando 22,6 mm acima do nível do gás confinado. A pressão atmosférica,
naquele dia, era de 752,6 mmHg e a temperatura ambiente, 22,0 °C. Admitindo comportamento de
gás ideal, responda: (a) qual o volume do gás nas condições C.N.T.P, e (b) qual a quantidade de
matéria de gás coletado?

2) A densidade do vapor d’água, a 100,0 °C e 1,000 atm, é 0,5976 g.L
-1
. Calcule o fator de
compressibilidade do vapor d’água.

3) (a) Defina o que é ponto crítico (estado crítico) de um gás. (b) – As constante críticas da amônia
são p
c
= 112,2 atm, V
c
= 0,072 L.mol
-1
e T
c
= 405,6 K. Calcule as constantes de van der Waals do gás e
estime o raio da molécula.

4) Um cilindro contendo 0,500 mol de água líquida a 100,0 °C é aquecida até o líquido se transformar
em vapor. O cilindro está fechado por um pistão que exerce uma pressão exatamente igual a
1,00 atm. Sabendo que a densidade da água líquida e do vapor d’água, a 100,0 °C e 1,00 atm, são
9,584 g.L
-1
e 0,5976 g.L
-1
, respectivamente, calcule o trabalho realizado pela expansão do vapor. Se o
calor de vaporização da água é de 40670 J.mol
-1
, qual é a variação na energia interna e na entalpia?

5) Após colocar 1,000 g de zinco metálico em um béquer aberto contendo solução de ácido clorídrico,
foi necessário retirar 2330 J de calor, para devolver a solução à temperatura inicial de 25,0 °C.
Calcule: o calor, o trabalho e a variação na energia interna para esta transformação considerando
temperatura constante de 25,0 °C e pressão constante de 1,000 atm.

6) Um gás, submetido ao efeito Joule-Thomson, flui numa tubulação provida de duas válvulas. O gás,
inicialmente sob pressão de 50,0 bar e a 80,0 C, tem a pressão reduzida de 5,00% entre uma válvula
e outra. Sabendo que o coeficiente Joule-Thomson do gás é igual a 0,720 K.bar
-1
, determinar a
temperatura e a pressão do gás após passar pelas duas válvulas.

7) Considere um mol de gás ideal a uma pressão inicial de 1,00 atm e temperatura inicial de 273,2 K.
Ele se expande adiabaticamente contra uma pressão de 0,435 atm, até que seu volume se duplique.
Calcule o trabalho, a temperatura final e o U do processo. Para um gás ideal a capacidade calorífica
a volume constante é (3/2)R.

8) Escreva a reação de formação do metanol e calcule o calor de formação deste, sabendo-se que o
PCI (poder calorífico inferior) de um mol de metanol é –638,7 kJ.mol
-1
, o PCI de um mol de
hidrogênio é de –241,8 kJ.mol
-1
e a entalpia de formação do CO
2
é de –393,51 kJ.mol
-1
.

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ
PR