You are on page 1of 6

www.sibapa.

net
23 de março de 2008
Ano 11 - nº 582

Nossa visão: Ser uma comunidade de amor, multiplicadora de discípulos de Jesus.


Nossa missão: Trazer pessoas a Jesus, edificar os cristãos, adorarmos a Deus e
servir a Cristo em ministérios frutíferos.
Nosso valores: Fé, Amor e Serviço

O chamado de Deus para um grande projeto


Vemos que a missão, segundo a crueldade, organizaram a assistência aos ne-
Jesus, é fazer discípulos em to- cessitados, acabaram com as guerras tribais e
das as nações. Existem ainda mudaram a estrutura da sociedade”.
cerca de 6.000 grupos humanos Sejamos instrumentos para viabilizar o plano
sem o Evangelho. A missão tem uma dimensão do Deus no mundo. Deus nos convoca para
espiritual, mas também, uma preocupação com sermos Seu instrumento da criação e redenção
a justiça e a libertação dos oprimidos e margi- em Cristo.
nalizados da nossa sociedade. Jesus precisa ser Fazei discípulos de todas as nações…Faça-
proclamado. mos a nossa parte de acordo com as nossas
Evangelização implica em fazer discípu- capacidades usando sabiamente o tempo, as
los, batizá-los e instruí-los na obediência aos finanças e os dons “enquanto é dia”.
ensinos de Cristo. O diálogo inter-religioso e
projetos de desenvolvimento comunitário são Oremos...
importantes. Contudo, não podem diluir a pro- Para que Deus possa amenizar a crise no Ti-
clamação, a evangelização e o discipulado das mor-Leste, e para que os missionários que tra-
nações! balham no país sejam usados com ousadia e
Disse o Dr. Samuel Zwemer, estadista missio- intrepidez no Espírito Santo com o objetivo de
nário: “O Evangelho não só converte indivíduos, levar Jesus aos corações dos timorenses.
mas transforma a sociedade... os discípulos e O Projeto Viver Mais tem por objetivo con-
missionários estabeleceram padrões de pureza tribuir na reconstrução do país e aproveitar as
e higiene, promoveram a indústria, elevaram oportunidades para a pregação do Evangelho
a mulher, reprimiram costumes anti-sociais, através de uma relação de parceria com as co-
aboliram o canibalismo, o sacrifício humano e munidades.
2

timor leste

Crise abre espaço para evangelização


Assolados pela exploração colonial, crises políticas não superadas desde a
independência e trágica situação econômica, a população timorense depende de
ajuda internacional para reconstruir a nação, o que abre as portas para a atuação
de missionários no país.

Jaciara França, Palmas

Antônio Cotrim
O histórico de explora-
ção, miséria, instabilidade
política e econômica são
as características que mar-
cam a história do país e constrói a falta
de perspectiva do povo timorense. Rea-
lidade que pode ser totalmente mudada
com a chegada de missionários, facilitada
O ambiente de instabilidade é um dos principais problemas do país
pela abertura à ajuda internacional vivida
atualmente. Compreender o contexto
político e econômico do Timor-Leste é interrompido em 2006 quando uma nova crise
fundamental para que a grande obra que Deus atingiu a sociedade.
pode fazer no país que seja vista, através de um Essa realidade sempre impediu o crescimen-
momento crítico. to do país, o nítido atraso no desenvolvimento
O Timor-Leste foi habitado por tribos da Malá- pode ser visto na chegada da luz elétrica que se
sia até 1520, a partir de então começou a coloni- deu apenas na década de 60 e água encanada
zação portuguesa na área, que durou 450 anos. apenas em 1970. Atualmente a infra-estrutura
Apenas em 1975 um movimento civil declarou existente no país limita-se a alguns órgãos de saú-
a independência do país, porém três dias depois de, ensino e transportes, sendo que muitos deles
do acontecimento o Timor foi invadido pela In- foram destruídos ou danificados pelas milícias
donésia, que até 1999 o considerou como sua 27º pró-Indonésia após o plebiscito. O comércio de
província. Neste ano a Organização das Nações sândalo, uma das principais mercadorias do terri-
Unidas (ONU) resolveu intervir na situação do tório, perdeu importância e a única fonte de ren-
país organizando um plebiscito, no qual 80% dos dimento passou a ser uma modesta produção de
timorenses votaram pela independência. café. O Timor-Leste ocupa a 36ª posição dentre os
A decisão desencadeou uma guerra civil mar- países de menor desenvolvimento no mundo e
cada por massacres e muita destruição, levando a sobrevivência do país depende totalmente da
a ONU a intervir novamente, até que em 2002, cooperação internacional, proporcionando uma
o país finalmente conseguiu oficializar-se como grande oportunidade para o envio de missio-
uma república democrática. Um breve período nários evangélicos dispostos a contribuir com a
de possível desenvolvimento foi novamente reconstrução do país.
Segunda Igreja Batista em Palmas 3

O desafio

Antônio Cotrim
Em meios às lutas pela liberdade política e
econômica travada no Timor-Leste, missionários
brasileiros lutam para levar liberdade espiritual e
paz ao povo.
Situado na parte leste da Ilha de Timor, a oeste
da Indonésia, o Timor-Leste possui uma área de
14.878 Km², equivalente a metade do tamanho
do estado de Sergipe. A posição geográfica do Apesar do forte animismo o catolicismo
país o coloca no chamado “Anel de Fogo”, área ainda representa 94% dos cristãos

onde há muitos terremotos, tsunamis e erupções


vulcânicas. O idioma oficial do país é o português, çulmanos no país, representando 1,7% da popu-
mas o tétum, um dialeto comum entre o povo, é lação.
muito falado também. A constituição declara a república democráti-
Pela influência da colonização portuguesa, as ca, garantindo a liberdade religiosa, no entanto,
relações entre Estado e igreja católica fizeram do ainda existe perseguição por parte de grupos ra-
catolicismo a religião oficial do país. Hoje 91,4% dicais. Igrejas de várias denominações têm envia-
da população é católica, porém a maioria é ani- do missionários ao país para o desenvolvimento
mista. O forte sincretismo com crenças ocultas de projetos sociais, educacionais e esportivos. Há
enfraqueceu o catolicismo no país, o que difi- grande necessidade de professores para lecionar
culta também a aceitação do evangelho, pois o no país e, para os brasileiros, essa porta se abre
povo vive mergulhado em práticas pagãs, medo com mais facilidade, pois o governo quer oficiali-
de espíritos e culto aos mortos. Há também mu- zar o português como a língua do país.

Missionários da JMM aguardam por ajuda na obra em Timor


A participação da JMM na seguiram para o Timor, para
evangelização do Timor-Les- desenvolver um trabalho de
te começou em 2001, com o implantação de igrejas na ca-
envio do casal Pr. Denison e pital Dili, somando forças ao
Patrícia Baptista, porém uma trabalho da missionária Silvânia
grave enfermidade na coluna Costa.
da missionária Patrícia trouxe o Em nota publicada no site
Pr. Evaldo e Vanete Teixeira
casal de volta para o Brasil. da JMM no dia 10/02, os obrei-
Só em 2005 uma nova obreira foi ros informaram que estavam bem,
enviada ao país, a professora Silvânia Maria da apesar do clima instável do país. Os missio-
Costa. Ela utilizou um convênio firmado entre nários aproveitaram para pedir orações pelo
os Ministérios da Comunicação do Brasil e Timor-Leste, seus governantes e população,
Timor-Leste e partiu para o campo. Em 2006 para que Deus atue resguardando a todos de
o casal Pr. Evaldo e Vanete Teixeira também uma nova crise social no país.
6

breves

Treinamento de Evangelismo e Discipulado


Você conhece as 4 Leis Espirituais? Gostaria de aprender mais sobre como evangelizar e disci-
pular uma pessoa? Então, não perca o Treinamento de Evangelismo e Discipulado que aconte-
cerá nos dias 04, 05 e 06 de abril, aqui na Sibapa, ministrado pelo missionário Valdi Daniel. Ins-
crições a R$12,50. Maiores informações com Mário Franco, líder do Ministério de Evangelismo.
Noite de Vigília
Participe da Noite de Vigília que acontecerá quarta-feira, na Sibapa, das 20h às 24h. Vamos nos
envolver numa noite de clamor ao nosso Deus com louvor, palavra e oração. “Deus, dá-nos o
Japão, a China e o Timor Leste”.

www.sibapa.net/conexao

Não perca! Acontecerá, nos dias 28 e 29 de março, o Conexão Missionária, congresso pro-
movido pela Junta de Missões Mundiais - JMM - e Convenção Batista do Tocantins - CBT
- para as igrejas Batistas de Palmas e região, com o intuito de despertar vocacionados para
campos específicos ou projetos temporais (um ano, um mês, uma semana) e mantenedores
de missões entre os batistas tocantinenses.

• Pastor Walmir e Lídia (Angola)


“Adoção Missionária um chamado de Deus” Faça já sua inscrição
• Pastor Arlindo (Uruguai)
“O missionário no campo e seus desafios”
Pedimos que os irmãos fa-
• Miss. Euvaldo (Radical América Latina) çam suas inscrições o mais
“O que é o projeto Radical rápido possível, através da fi-
Latino e como participar?” cha de inscrição ou pelo site
• Miss. Terezinha Candie (Moçambique) www.sibapa.net/conexao,
“PEPE uma ferramenta a serviço de Deus” para prepararmos a estrutura
• Pastor Leonardo Reis de acordo com o número de
(JMM / Centro-Oeste e Tocantins) participantes.
“JMM e seus desafios”
7

motivos de oração atendimento ministerial

Saúde Pr. Walmir Andrade, pastor presidente


 Francisco Gomes
 Terça-feira - 14h às 17h
 Edite Campos Reis (Mãe da irmã Eva)
 Quarta-feira - 8h30 às 12h
 Pr. Eliziário
 Quinta-feira - 14h às 17h
 Laudete Aires (Amiga da irmã Rosa)
 Sexta-feira - 14h às 18h
 Sílvio Neutzling (Amigo da Évelin)
 Sábado - 9h às 12h
 José Brito (Pai da Rutemeire) Pr. Thomás Franco Teixeira Dias, pastor auxiliar
 Eliza (Amiga da Leide)  Terça-feira - 8h30 às 12h
 Elisandra (Amiga da Mauriane)  Quinta-feira - 14h às 17h
 Osmaílde  Sexta-feira - 14h às 17h
 João (pai do Luiz Henrique) Arias Soares Silva, gestor de ensino
 Antônio (Parente da Leia)  Terça-feira - 8h30 às 12h
 Alberto Lima (Tio da Mariana)  Quinta-feira - 14h às 17h
 Nice (esposa do Celson Queiroz)
Marcar horários na secretaria, com Verônica Mitt,
 Maria Cabral (Avó do Ely)
pelo telefone 3225-5921 ou 8405-7321. Outros
 Flora (mãe da irmã Rosa)
horários poderão ser combinados.
 José Pereira (Pai do Joelson)
 Elias Matos (amigo da Ruth Araújo)
 Maria Inês (mãe da Gracia)
atividades regulares
 Elias (Marta)
9h Culto
Igreja
Domingo 9h30 EBD
 Congregação de Lagoa do Tocantins – Pr.
Edvaldo e irmã Marcirene. 19h30 Culto
 Congregação do Aureny III – Joseli e Alzemi. Quarta 19h45 Culto
 Congregação Água viva - Pr. Paulo Gomes Sábado 20h Culto Jovem
 Pelos ministérios e seus respectivos líderes.
 Pelo Ministério Pastoral
 Pelo Ministério Jovem
escalas
 Pelo Ministério de Adolescentes
 Revitalização dos PG’s ESTE DOMINGO, 23 MAR 2008
Gratidão Recepção M/N Maria José e Karina
 Cura e Libertação da Kellen (amiga da irmã Introdutores M/N João e Renan
Valéria Mitt) Berçário M Alicia e Gisele
Berçário N Leticia e Evelyn
Culto Infantil M Cláudio, Filipe e Silviana
aniversariantes Sementinhas I N Gracia, Raquel eDayanny
Sementinhas II N Celma e Carol Mangaba
Dia 24 Helton Veloso Alves, 3225-2092
heltonmat@gmail.com PRÓXIMO DOMINGO, 30 MAR 2008
Dia 24 Jéssica Iane da Silva, 9281-5148 Recepção M/N Ana Lívia e Deise
isjessik@gmail.com
Introdutores M/N João Neto e Wilson
Dia 24 Verônica Chagas Mitt, 8405-7321
nononica.mitt@gmail.com Berçário M Daíz e Martinha
Dia 25 Fernanda Oliveira Brito dos Reis, 3224-3144 Berçário N Gláucia e Aninha
Dia 28 Márcia Maria Gomes da Silva, 3225-1385 Culto Infantil M Cláudio, Hadade e Lídia
marcia.gomes@pop.com.br Sementinhas I N Diene, Aline e Cynthia
Sementinhas II N Carol e Marlize
4 Segunda Igreja Batista em Palmas

Social “
Nada é mais importante do que conhecer
os propósitos de Deus para sua vida. (Rick
Warren)
por Raquel e Samira

para ouvir

Adoração e
Adoradores

o que Jesus fez em minha vida


O terceiro trabalho do Adora-
Aeus tem sido maravilhoso nas nossas vidas. Já fazia um
ção e Adoradores, chega com
tempo que a Gleyce não estava satisfeita no trabalho, então
lindas versões e composições,
oramos e ela decidiu sair do emprego. Foi um passo de
e as participações de Fernan-
fé e Deus tem nos abençoado muito. Apareceram vários
dinho, Massao Suguihara, Fer-
projetos para ela desenvolver e tem sido maravilhoso ver
nanda Brum, Christie Tristão, e
como o Senhor tem cuidado de nós. Nesta última semana,
outros. “Tenho escutado esse
o Senhor também nos deu a oportunidade de trocar de
CD e gosto bastante. É musi-
carro. Não esperávamos isso! Foi maravilhosa a forma como
calmente bom e tem conteú-
tudo aconteceu. Como diz aquele versículo: “a vontade de
do, ou seja, as letras possuem
Deus é boa, perfeita e agradável”.
boa mensagem.”

despertar missionário

Missões nas Férias


A Associação Missão Esperança (AME) é uma organização não governamental, que trabalha em
Timor Leste e Indonésia, atuando nas áreas: educacional, social e integral (física, emocional, moral
e espiritual). Tem convocado evangélicos brasileiros para ajudarem a reconstruir o Timor Leste,
onde o português voltou a ser a língua oficial e há grande necessidade de professores e profissio-
nais (nutricionista, assistente social, agrônomo, médico, dentista, profissional de computação, etc).
A AME oferece dois tipos de projetos: um de curto prazo (um mês, no mínimo) e outro de longo
prazo (dois anos). Mais informações pelo e-mail:amebrasil@terra.com.br

Pr. Walmir de Andrade Santos Informativo Semanal da Segunda Igreja Batista em Palmas
pastor presidente, pastorwalmir@sibapa.net 208 Sul, Alameda 17, nº 74, Palmas - Tocantins
Pr. Thomás Franco Teixeira Dias Cep 77020-570, (63) 3225-5921 / 8405-7321 / 3213.2047
pastor auxiliar, pastorthomas@sibapa.net pastor emérito: Alcides de Oliveira Sousa. Fundada em 1/5/1993
Arias Soares Silva
www.sibapa.net gestor de ensino, arias@sibapa.net c/c: Banco do Brasil / Agência 1886-4 / conta 33091-4