You are on page 1of 8

Professora Aline Aurora

1
VOZES VERBAIS

Voz Ativa Sujeito pratica a ação verbal
ou participa ativamente de
um fato.
A torcida aplaudiu os
jogadores.

Voz Passiva Sujeito é paciente, ou seja,
sofre a ação verbal.
Os jogadores foram
aplaudidos pela torcida
Voz
reflexiva
Sujeito pratica a ação sobre
si mesmo.
Carla cortou-se


Passagem da voz ativa para a passiva:


A torcida os jogadores.
Sujeito Objeto




Os jogadores pela torcida.
Sujeito paciente agente da passiva


os jogadores.
Sujeito paciente


Observações:
1. O sujeito da voz ativa passa a agente da passiva;
2. O objeto direto da voz ativa passa a sujeito paciente.
3. Só deverá ocorrer voz passiva com verbos: transitivo direto
(VTD) e transitivo direto e indireto (VTDI)
4. Voz passiva analítica: locução verbal (aux. + particípio)
5. Voz passiva sintética: VERBO + SE (P.A.)

aplaudiu
foram
aplaudidos
Aplaudiram-se
Professora Aline Aurora



2

Voz passiva analítica: Os jogadores foram aplaudidos pela
torcida.
(Sujeito + Verbo auxiliar: ser + verbo principal do particípio +
Agente da passiva)

Voz passiva sintética: Aplaudiram-se os jogadores.
(VTD + PA: partícula apassivadora + Sujeito)


CESPE – 2013 – TRT 10ª Região – Técnico Judiciário

Identificaram-se quase 4,5 milhões de casos; 90% deles já foram
julgados [...]

Prejudica-se a correção gramatical do texto ao se substituir
“Identificaram-se” (l.23) por Foram identificados.


CESPE – 2012 – PC AL – Delegado

Foi, portanto, durante o século XIX e início do século XX, que
assistimos à dominação política e econômica de países
considerados economicamente subdesenvolvidos pelas grandes
potências da Europa.

Na linha 5, o termo “pelas grandes potências da Europa” exerce a
função de agente da passiva da oração cujo núcleo é
“subdesenvolvidos”.


CESPE – 2013 – TRT – 10ª Região

Mantém-se a correção gramatical do período ao se substituir
“criaram-se” (L.20) por foram criadas.

Professora Aline Aurora



3
e, no mesmo momento, criaram-se as juntas de conciliação e
julgamento, que conciliavam e julgavam os dissídios individuais do
trabalho.


CESPE – 2009 – TRT

Verifica-se que o âmbito das reformas eleitorais cinge-se a três
aspectos: as eleições, os partidos políticos e as inelegibilidades.

O pronome “se”, em “Verifica-se”, indica voz reflexiva.


CESPE – 2010– TRT

Diariamente, milhões de pessoas em todo o mundo conectam-se à
Internet e mais de doze milhões de e-mails são enviados.

O trecho “mais de doze milhões de e-mails são enviados” estaria
gramaticalmente correto se fosse reescrito da seguinte forma:
envia-se mais de doze milhões de e-mails.


A PARTÍCULA SE

1. Pronome Apassivador ou partícula apassivadora (PA).

A palavra se será pronome apassivador, quando formar, junto de
um verbo transitivo direto, a voz passiva sintética, que pode ser
transformada em passiva analítica; indica que o sujeito é paciente e
com ele concorda.

Esperou-se o resultado. = o resultado foi esperado.




Professora Aline Aurora



4
2. Pronome de Indeterminação do Sujeito ou partícula de
indeterminação do sujeito (PIS).

A partícula de indeterminação do sujeito liga-se a verbos:

Verbo transitivo indireto + objeto indireto,
Verbo transitivo direto + objeto direto preposicionado,
Verbo de ligação +predicativo do sujeito
Verbo intransitivo sem sujeito claro.
Necessita-se de pessoas qualificadas. (VTI com OI)
Ama-se ao pai. (VTD + OD preposicionado)
Era-se feliz. (VL com PS)
Vive-se cada vez melhor. (VI sem sujeito claro)

Nesse caso, o verbo deverá ficar, obrigatoriamente, na
terceira pessoa do singular. O verbo estará na voz ativa.

3. Pronome Reflexivo

A palavra se será pronome reflexivo quando indicar que o sujeito
pratica a ação sobre si mesmo.

O menino olhou-se feliz.

= olhou a sim mesmo.

4. Conjunção Subordinativa Integrante

A palavra se será conjunção subordinativa integrante, quando
iniciar oração subordinada substantiva

Não sei se todos terão condições de sair amanhã.


= ISTO
Professora Aline Aurora



5
5. Conjunção Subordinativa Condicional

A palavra se será conjunção subordinativa condicional, quando
iniciar oração subordinada adverbial condicional

Estaria resolvido se ele tivesse entendido tudo.

= CASO


CESPE – 2013 – MPU - Analista

Por outro lado, a justiça nunca se põe como um problema isolado,
porque sempre se acha em essencial correlação com outros da mais
diversa natureza, dos filosóficos aos religiosos, dos sociais aos
políticos, dos morais aos jurídicos.

No terceiro parágrafo, a partícula “se” é empregada, em ambas as
ocorrências, como índice de indeterminação do sujeito, o que
confere maior formalidade ao texto.


CESPE – 2013 – MPU - Analista

Por um lado, estabelece-se uma compreensão de que o incremento
de ciência e tecnologia é algo determinante...

A partícula “se” ligada ao verbo “estabelece” (l.23) denota a
indeterminação do sujeito desta forma verbal.


CESPE – 2013 – TJ DF- Técnico Judiciário

De fato, os usuários nem sequer têm percepção da própria
situação: 51% não entendem como funcionam os procedimentos de
segurança virtual e não sabem reconhecer se seus sistemas estão
Professora Aline Aurora



6
infectados, 55% não têm certeza se seu computador está livre de
ameaças...

A partícula “se”, tanto na linha 33 quanto na linha 34, introduz
circunstância condicional.


CESPE – 2013 – TJ AC- Analista

Embora se observe pelo mundo tanta negligência e falta de visão
com relação a esse bem vital...

O vocábulo “se” (l.2) funciona, no contexto, como elemento de
natureza reflexiva e, por essa razão, o verbo que o acompanha
deve ser flexionado na terceira pessoa do plural.


CESPE – 2012 – CÂMARA DOS DEPUTADOS - Analista

A competitividade nacional bate no teto da capacitação da mão de
obra. Não se pode esperar, por exemplo, que um soldador melhore
o produto em menos tempo sem que tenha adquirido conhecimento
para o salto qualitativo. Vale lembrar que cérebros não se compram
em supermercado. Formam-se. A caminhada exige não menos de
uma geração.

Sendo a ideia desenvolvida no texto a de que a qualificação
profissional deve ser buscada continuamente pelos próprios
profissionais, depreende-se que o pronome “se”, em “Formam-se”
(l.15), indica a reflexividade da ação verbal.


CESPE – 2013 – TRE RJ – Técnico Judiciário

Os chineses têm investido pesadamente no ensino superior, cujo
número de matrículas foi multiplicado por seis nos últimos dez
anos.
Professora Aline Aurora



7

Prejudicam-se a correção gramatical e as informações originais do
período ao se substituir “foi multiplicado” (L.4) por multiplicou-se.


CESPE – 2009 – Advogado

Falara com voz sincera, exaltando a beleza da paisagem e
revelando que, se dependesse só dele, passaria o resto da vida ali,
morreria na varanda, abraçado à visão do rio e da floresta. Era isso
o que mais queria, se Alícia estivesse ao seu lado.

As orações “se dependesse só dele” e “se Alícia estivesse ao seu
lado” estabelecem circunstância de condição em relação às orações
às quais se subordinam.


CESPE – 2009 – Advogado

No segmento “quando se consolidou o perfil das gramáticas” (L.9-
10), o elemento sublinhado indica a reflexidade do verbo.


CESPE – 2009 – Advogado

Sabe-se que, no Brasil, a questão do acesso à escola não é mais
um problema, já que a quase totalidade das crianças ingressa no
sistema educacional.

Em “Sabe-se” (l.21), o pronome “se” marca a forma verbal
pronominal.






Professora Aline Aurora



8

CESPE – 2011 – TJ ES

Se nós, ou nossos ancestrais, fôssemos aguardar que a mente
racional tomasse uma decisão, teríamos, provavelmente, não só
cometido erros, mas também desaparecido como espécie.

O emprego das formas verbais no subjuntivo “fôssemos” (l.20) e
“tomasse” (l.21) deve-se à presença do elemento gramatical “Se”
(l. 19).