You are on page 1of 3

PRINCÍPIOS BÁSICOS

Todos os aviões possuem asas e fuselagem. A aerodinâmica das asas é especialmente desenhada para gerar
sustentação, "força" oposta à gravidade (nos módulos mais avançados veremos que a sustentação é uma componente, e não uma força
propriamente dita). A forma da asa pode determinar o tão rápido e alto pode esta aeronave voar.
Os controles de vôo são dispositivos móveis acionados pelo piloto capazes de direcionar a aeronave. São os
principais denominados Aileron, Leme e profundor, sendo os dois últimos, respectivamente, localizados na cauda e
estabilizador.

Para pouso são utilizados os dispositivos hipersustentadores, sendo os prinicpais os flaps e slats. Os flaps aumentam
a superfície de contato das asas com o ar, permitindo um vôo com velocidades baixas. Os slats permitem um maior
ângulo de ataque a aeronave. Os spoilers, por sua vez, são freios aerodinâmicos que atuam na aeronave após a
mesma estar em solo.

ASA E SUSTENTAÇÃO
Topo>>

As asas são curvadas na parte superior (perfil assimétrico) acarretando uma maior velocidade no deslocamento de ar
acima da asa do que abaixo delas. Tal diferença de velocidade tem como consequência uma variação de pressão
(vide artigo aerodinâmica) entre ambas faces, produzindo uma força procedente de baixo (pressão alta) para cima
(pressão baixa), denominada sustentação.
Muitos engenheiros e pilotos defendem a lei da ação e reação para a sustentação. Ou seja, a sustentação é
produzida devido ao choque do ar na parte inferior do aerofólio, produzindo uma força de mesma direção e
intensidade, porém de sentido oposto. Apesar das discussões, o conteúdo das provas atualmente exigem o
conhecimento da primeira opção.
CONTROLES DE VÔO
Topo>>

Vamos imaginar que seus braços são asas. Se inclinamos nossos braços, ou seja, apontamos uma asa para baixo e
outra para cima utilizamos a rolagem para mudar a direção de uma aeronave. Podemos ajudar a curvar o avião
executando coordenadamente o movimento de guinada, apontando o nariz da aeronave para a direita ou esquerda.
Abaixo damos maiores explicações:

O Aileron
O responsável pela inclinação das asas (rolagem) são os Ailerons. Os Ailerons são
movimentados através do manche. Ambos são acionados ao mesmo tempo porém
com direções opostas.

O LEME
O leme é o responsável pelo movimento de guinada. Localizado na cauda da
aeronave, quando acionado pelos pedais é capaz de mudar a direção do nariz da
aeronave (direita/esquerda).
Acionando em coordenação, o leme e Ailerons são utilizados para curvar o
avião.
O PROFUNDOR
O movimento de levantar (cabrar) e abaixar (picar) o nariz da aeronave é
executado pelo profundor, localizado no estabilizador da aeronave.
O manche é o responsável pelo movimento do profundor.