You are on page 1of 3

 Definição

Lixão é uma forma inadequada de disposição final de resíduos sólidos, que
se caracteriza pela simples descarga do lixo sobre o solo, sem medidas de
proteção ao meio ambiente ou à saúde pública. O mesmo que descarga de
resíduos a céu aberto (IPT, 1995).

 Configuração
No Lixão (ou Vazadouro, como também pode ser denominado o lixão) não
existe nenhum controle quanto aos tipos de resíduos depositados e quanto ao
local de disposição dos mesmos. Nesses casos, resíduos domiciliares e
comerciais de baixa periculosidade são depositados juntamente com os
industriais e hospitalares, de alto poder poluidor.
Nos lixões pode haver outros problemas associados, como por exemplo a
presença de animais (inclusive a criação de porcos), a presença de catadores
(que na maioria dos casos residem no local), além de riscos de incêndios
causados pelos gases gerados pela decomposição dos resíduos e de
escorregamentos, quando da formação de pilhas muito íngremes, sem critérios
técnicos. Diversos problemas tornam o lixão a solução menos indicada quando
o assunto é o descarte do lixo. Por não ter nenhum tipo de proteção, esses
locais se tornam vulneráveis à poluição causada pela decomposição do lixo,
tanto no solo, quanto nos lençóis freáticos e no ar.
Isso ocorre porque a maior parte do material despejado entra em processo
de decomposição, produzindo o chorume e o gás metano. O chorume escorre
com o auxílio da chuva e penetra na terra, chegando aos lençóis freáticos
localizados abaixo do lixão e contaminando a água.

 Curiosidades
No Brasil 228 toneladas de lixo urbano são produzidas diariamente, a maioria
das cidades deposita seu lixo em aterros sanitários, e apenas 17,8% delas
realizam coleta seletiva do lixo (segundo pesquisa do IBGE de 2008).
Dentre as principais capitais brasileiras, que mais produzem lixo, destacamos
10, as cidades do sudeste lideram o ranking.

 São Paulo vem em primeiro lugar produzindo 20 mil toneladas de lixo
por dia;

 Rio de Janeiro, logo em seguida com uma produção diária de 8,3 t/dia;

 Belo Horizonte vem em terceiro lugar com uma produção diária de 4,9
mil toneladas;

 Goiânia em quarto lugar com 3,2t;

 Brasília é a quinta colocada deste ranking, a capital Federal, produz 2,5t
dia;

 Salvador, vem logo após com 2,49t;

 Manaus, produz com 2,4t/dia e ocupa a sétima posição;

 Fortaleza em oitavo lugar com uma produção diária de 2,37 toneladas;

 Belém produz 2 toneladas;

 Porto Alegre em último lugar no ranking das cidades mais sujas com
1,6 toneladas ao dia.


 Fontes

 http://movimentomunicipalista.wordpress.com/2012/04/16/os-maiores-
lixoes-do-brasil-cidades-que-lideram-o-ranking-na-producao-de-lixo/

 http://www.rumosustentavel.com.br/ecod-basico-lixao-aterro-controlado-
e-aterro-sanitario/

 http://www.rc.unesp.br/igce/aplicada/ead/residuos/res12.html