You are on page 1of 2

CAMPANHA DE JEJUM DOS DEGRAUS – DE EMAÚS A JERUSALÉM

1º Degrau – DA LIBERAÇÃO. ER OS PÉS LI!RES PARA SUBIR COM JESUS
Texto Base: Hb 12.1-3 “Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão
grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia,
e corramos com paciência a carreira que nos está proposta. Ohando para !esus, autor e
consumador da "é, o qua, peo go#o que he estava proposto, suportou a cru#, despre#ando a
a"ronta e assentou$se % destra do trono de &eus. 'onsiderai, pois, aquee que suportou tais
contradiç(es dos pecadores contra si mesmo, para que não en"raqueçais, des"aecendo em vossos
)nimos.*
At 1.8-9 “+as recebereis poder, ao descer sobre vós o ,sp-rito .anto, e sereis minhas
testemunhas, tanto em !erusaém como em toda a !udéia e .amaria e até aos con"ins da terra.
&itas estas paavras, "oi !esus eevado %s aturas, % vista dees, e uma nuvem o encobriu dos seus
ohos.*
Hoje estamos iniciando este poderoso Jejum. Um tempo maravilhoso de bênçãos e
conquistas que Deus tem preparado para a tua vida. Por isso o primeiro degrau
desta caminhada é o degrau da liberação.
ubir esse degrau espiritual é andar na liberdade do esp!rito" ter os nossos pés
livres para subir aos lugares altos" a dimensão superior que Jesus nos deu. #le
subiu ao céu" conquistou essa autoridade e dei$ou%a sobre a igreja" ao &a'er isto
nos constituiu como testemunhas do seu poder que em n(s opera. )iva na
plenitude" tudo aquilo que o enhor Jesus j* conquistou para você.
PARA ER OS PÉS LIBERADOS !OC" PRECISA#
1$ DESEMBARAÇAR A UA !IDA
+ ... deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia ...
II % &#' “/inguém que miita se embaraça com negócios desta vida, a "im de agradar %quee
que o aistou para a guerra.*
, diabo quer nos amarrar com o peso da carne" a ação do pecado" impedindo%nos
de viver o mover do #sp!rito anto. #$istem situaç-es que permitimos em nossas
vidas e elas se tornam em peso para o teu casamento" o teu ministério" a tua vida
pro&issional" e você dei$a de ter alegria e satis&ação nas suas reali'aç-es.
Para subir degraus é preciso nos desembaraçar dos neg(cios desta vida.
&$!ENCER O PECADO (UE NOS ASSEDIA ENA)MENE
g 1.1*$1+ “/inguém, sendo tentado, diga0 &e &eus sou tentado1 porque &eus não pode ser
tentado peo ma, e a ninguém tenta. +as cada um é tentado, quando atra-do e engodado pea sua
própria concupiscência. &epois, havendo a concupiscência concebido, dá % u# o pecado1 e o
pecado, sendo consumado, gera a morte.*
, caminho da sedução é o caminho da morte. / tentação é imposta pelo diabo e
não por Deus. /o me permitir ser sedu'ido" habilito o esp!rito de morte e destruição
dos meus bens e valores. Porém quando tenho os pés liberados" subo os degraus
que me levam na direção do sobrenatural de Deus.
/ tua santidade te libera para viver o mover de prosperidade.
*$CORRER COM PERSE!ERANÇA A CARREIRA (UE NOS ES, PROPOSA
I Re-. 1/#'0 “, a mão do .,/2O3 estava sobre ,ias, o qua cingiu os ombos, e veio correndo
perante 4cabe, até % entrada de !e#ree.
0 vencer as resistências espirituais e avançar como #lias resistiu 1 Je'abel.
Deus tinha pressa em levar #lias até Je'reel" e &a'ê%lo chegar ao lugar das
abundantes chuvas.
Deus queria levar #lias 1 &rente de /cabe" hoje o enhor vai te &a'er chegar na
&rente dos teu inimigos na vida pro&issional" &inanceira" &amiliar.
0 preciso estabelecer metas e objetivos para saber onde eu posso chegar e como
vou chegar. )ocê vai com ousadia e perseverança conquistar os lugares altos" os
teus pés estão liberados como os de #lias e você vai correr na direção da tua
benção.
'$OLHAR 1IRMEMENE PARA O AUOR E CONSUMADOR DA NOSSA 1É
M2 1'.&/$*3 “, respondeu$he Pedro, e disse0 .enhor, se és tu, manda$me ir ter contigo por
cima das águas. , ee disse0 5em. , Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter
com !esus. +as, sentindo o vento "orte, teve medo1 e, começando a ir para o "undo, camou,
di#endo0 .enhor, sava$me6*
Pedro enquanto colocou os olhos em Jesus p2de andar sobre as *guas e viver o
imposs!vel. , diabo quer desviar a tua atenção" roubar o teu &oco" te &a'er olhar
para tr*s" para o teu passado e te trans&ormar em est*tua de sal como a esposa de
3(. )ocê vai avançar" porque a tua vida esta liberada" o teu passado não pode te
condenar" você é justi&icado pelo sangue de Jesus 4risto" a nature'a dele esta em
você.
+$ESAR ASSENADO 4 DESRA DO RONO
E5 1.1/$&& “7endo iuminados os ohos do vosso entendimento, para que saibais qua se8a a
esperança da sua vocação, e quais as rique#as da gória da sua herança nos santos1 , qua a
sobreexceente grande#a do seu poder sobre nós, os que cremos, segundo a operação da "orça do
seu poder, 9ue mani"estou em 'risto, ressuscitando$o dentre os mortos, e pondo$o % sua direita
nos céus. 4cima de todo o principado, e poder, e potestade, e dom-nio, e de todo o nome que se
nomeia, não só neste sécuo, mas também no vindouro1 , su8eitou todas as coisas a seus pés, e
sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igre8a “
# quando os meus olhos são iluminados e eu venço a cegueira espiritual.
#u me en$ergo acima de toda potestade" principados e dominadores e me coloco
em um n!vel superior" acima das guerras" das lutas e das situaç-es que me
machucavam e me paralisavam.
COM OS EUS PÉS LI!RES6 !OC"#
1$ESA LIBERADO PARA ENRAR NA ERRA PROMEIDA
Josué 567
&$NÃO ROPEÇAR, NOS OBS,CULOS COLOCADOS PELO INIMIGO
88 Pedro 569 e 5:
*$COLOCA O DIABO DEBAI7O DOS EUS PÉS.
;omanos 5<6=: