You are on page 1of 9

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS

HS756 - Estudos Populacionais

Professor Responsável: José Marcos Pinto da Cunha


zemarcos@nepo.unicamp.br

Professor assistente (PED): Fábio Allonso


fabioallonso@hotmail.com

Horário: Quarta-feira: 8h às 12hs.

Sala: IH07

I. Programa

1. Introdução: a demografia nossa de cada dia, ou questões


demográficas atuais.
2. O campo e alcance da demografia: um campo muito além dos
números!
3. O metabolismo demográfico: como se modifica a população?
4. Fontes de dados demográficos.
5. A Evolução da população mundial: um panorama das questões
populacionais nos vários continentes.
6. A trajetória das discussões sobre a “questão populacional”.
7. Transição Demográfica e Políticas Públicas: mudanças na
composição populacional e suas implicações.
8. Indicadores sociais: construção, propriedades, utilidades.
9. As medidas e questões atuais sobre Mortalidade, Fecundidade e
Natalidade.
10. As medidas e questões atuais sobre a Distribuição Espacial da
População.
11. Demografia do espaço intra-urbano.
12. População e Ambiente: a discussão sobre crescimento
demográfico, recursos naturais e qualidade de vida.
13. Demografia da Família: importância e conceitos.
14. Demografia das desigualdades: raça e etnia.
II. Seminários:

Obs: todo seminário deverá vir acompanhado de uma notícia de


jornal, revista ou outro meio de comunicação sobre tema
relacionado.

1. A situação demográfica mundial.


2. A trajetória de discussão sobre “problema demográfico”.
3. Transição Demográfica no Brasil e no mundo.
4. Envelhecimento demográfico e seus impactos nas políticas
públicas.
5. As condições de vida da população brasileiras: educação,
pobreza e condições habitacionais.
6. A mortalidade infantil no Brasil: diferenciais regionais e
implicações.
7. O problema das mortes por causas externas: reflexos da
violência urbana e rural.
8. A queda da fecundidade no Brasil e suas conseqüências.
9. O processo de urbanização no Brasil: além da dicotomia rural e
urbano.
10. As novas tendências da migração interna no Brasil: mobilidade
populacional em tempos de reestruturação produtiva.
11. Segregação sócio-espacial no Brasil: existe de fato um
apartheid social em nossas cidades?
12. População, ambiente e condições de vida: nossas cidades são
sustentáveis?
13. As mudanças nos arranjos familiares: tendências e implicações.
14. Ser negro e índio no Brasil: características e conseqüências das
desigualdades raciais.

III. Laboratórios:

1. Contextualização do município (aspecto históricos e políticos,


estrutura produtiva, características funcionais etc.), tendências
do crescimento populacional total, urbano e rural, mudanças na
estrutura etária e comparação com o Estado e País;
2. Diagnóstico do papel dos componentes demográficos no
crescimento municipal, características sócio-demográficas e
condições de vida da população e evolução da migração e suas
características.
Sites úteis para o curso:

Datasus:http://tabnet.datasus.gov.br/tabnet/tabnet.htm#DemogSocio

Fundação SEADE: http://www.seade.gov.br/

IBGE: http://www.ibge.gov.br

Associação Brasileira de Estudos Populacionais: http://www.abep.org.br

Avaliação:

Participação: 10%
Prova: 30%
Seminário: 15%
Exercícios: 35%
Apresentação do Trabalho: 10%

Textos básicos:

Carvalho, J. A. M. de et al. Introdução a Alguns Conceitos Básicos em


Demografia. Belo Horizonte, ABEP/Fundação João Pinheiro, 1998.
Hakkert, R. Fontes de Dados Demográficos. Belo Horizonte, ABEP. 1996, 71
p.
Nazareth, J. Manuel. Introdução à Demografia: teoria e prática. Editorial
Presença. Lisboa, 1996.
Santos et al. Dinâmica da População: teoria, métodos e técnicas de análise.
T.A. Queiróz. São Paulo, 1980.

Bibliografia aula por aula:

(*) leitura obrigatória


(**) leitura complementar para seminário

1. Introdução: a demografia nossa de cada dia, ou questões


demográficas atuais.

2. O campo e alcance da demografia: um campo muito além dos


números!
(*)Nazareth, J. Manuel. Introdução à Demografia: teoria e
prática. Editorial Presença. Lisboa, 1996. (páginas 11/12; e 48 a 84)
Hauser, P.M. e Duncan, O.D. El estudio de la población. CELADE,
Santiago de Chile, 1975. Vol. I. (páginas 41 a 62 ).

3. O metabolismo demográfico: como se modifica a população?


(*) Santos et al. Dinâmica da População: teoria, métodos e
técnicas de análise. T.A. Queiróz. São Paulo, 1980. (páginas 21 a
85)
Nazareth, J. Manuel. Introdução à Demografia: teoria e prática.
Editorial Presença. Lisboa, 1996. (páginas 113 a 131)
(*) Carvalho, J.A.M. Crescimento populacional e estrutura demográfica
no Brasil. Cedeplar, Belo Horizonte, 2004 (Texto para discussão, n. 27),
(**)Carvalho, J.A.M. e Garcia, R.A. O envelhecimento da população
brasileira: um enfoque demográfico. Cadernos de Saúde Pública, v.19,
n. 3. Rio de Janeiro, 2003.

4. Fontes de dados demográficos

Hakkert, R. Fonte de Dados Demográficos. ABEP, Belo Horizonte,


1996.
Jannuzzi, P. de M. Indicadores sociais no Brasil: conceitos, fontes de
dados e aplicações (págs. 37 a 64)
Oliveira, L.A.P. e Simões, C.C.S. O IBGE e as pesquisas populacionais.
Revista Brasileira de Estudos de População, v. 22, n.3, jul/dez, 2005.
(pode ser obtido em www.abep.org.br)

5.A Evolução da população mundial: um panorama das


questões populacionais nos vários continentes.
(*)Nazareth, J. Manuel. Introdução à Demografia: teoria e
prática. Editorial Presença. Lisboa, 1996. (cap. I)
(**) FNUAP, A situação da População Mundial, 1999. Nova York, s/d.
(cap.2)

6. A trajetória das discussões sobre a “questão populacional”


(*) ALVES, J.E.D; CORREA, S. Demografia e Ideologia: trajetos
históricos e os desafios do Cairo + 10, Revista Brasileira de Estudos
Populacionais, v. 20, n.2, p. 129-156, jul/dez. 2003. Disponível em:
http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/rev inf/vol20 n2 2003/vol20
n2 2003 3artigo p129a156.pdf
(*) Berquó, E. Cairo-94 e o confronto Norte-Sul. Novos Estudos
Cebrap, n. 37, São Paulo, 1993 (p. 7-19).

COLOCAR AQUI O TEXTO DA REVISTA ABEP ESPECIAL....

7. Transição Demográfica e Políticas Públicas: mudanças na


composição populacional e implicações
(*)Bercovich, Alícia M., Madeira, Felícia R. e Torres, Haroldo G.,
“Descontinuidades Demográficas”. In: 20 anos no ano 2000. SEADE.
São Paulo, 1998.
(*)Cunha, José Marcos P., “A dinâmica demográfica e seus impactos
na trajetória da população em idade escolar”. In: Situação da
Educação Básica no Brasil. MEC/INEP. Brasília, 1999.
(**) Camarano, A. A. O idoso no mercado de trabalho. Congreso
Nacional de Estudios del Trabajo, 5, 2001.
(**) _____ (org.) Os novos idosos brasileiros: muito além dos 60?
IPEA, Rio de Janeiro, 2005.
(*) Patarra, Neide Lopes e Ferreira, Carlos Eugênio C. Repensando a
Transição Demográfica. Textos NEPO 10. Campinas, 1986.
(**) Rios-Neto, E.L.G. Questões emergentes na análise demográfica: o
caso brasileiro. Revista Brasileira de Estudos de População, vol.22, n.
2, jul/dez, São Paulo, 2005.(p.371-408)
(**) Saad, P. “O envelhecimento populacional e seus reflexos na área
de saúde”. In. ABEP, Encontro Nacional de Estudos Populacionais, VII,
vol. 3. Anais.., Belo Horizonte, 1990.

8. Indicadores sociais: construção, propriedades, utilidades.


Jannuzzi, P. de M. Indicadores sociais no Brasil: conceitos, fontes de
dados e aplicações

9. As medidas e questões atuais sobre Mortalidade,


Fecundidade e Natalidade.
Carvalho, J.A.M., Sawyer, D. O. e Rodrigues, R.N. Conceitos básicos
em Demografia. CEDEPLAR, Belo Horizonte, 1990. (pode ser obtido em
www.abep.org.br).
Nazareth, J. Manuel. Introdução à Demografia: teoria e prática.
Editorial Presença. Lisboa, 1996.
OMS, Fonte de dados e definições utilizadas em saúde materno-
infantil. OMS, Washington, 1994. (na pasta)
BERQUÓ, E., CAVENAGHI, S. Mapeamento socioeconômico e
demográfico dos regimes de fecundidade no Brasil e sua variação entre
1991 e 2000, Anais do XIV Encontro Nacional de Estudos
Populacionais, ABEP, Caxambu-MG, set. 2004 (pode ser obtido em
www.abep.org.br).
Carvalho, J.A.M e Brito, F. A demografia brasileira e o declínio da
fecundidade no Brasil: contribuições, equívocos e silêncios. Revista
Brasileira de Estudos de População, v. 22, n.3, jul/dez, 2005. (pode ser
obtido em www.abep.org.br)
Ortiz, L.P. Evolução da Mortalidade Infantil no Estado de São Paulo
1980-2000. Anais do XII Encontro Nacional de Estudos Populacionais,
ABEP, Ouro Preto-MG, set. 2002 (pode ser obtido em
www.abep.org.br).

Camargo, A.B.M. e Yazak, L. M. A Fecundidade Recente em São Paulo:


abaixo do nível da reposição? Anais do XII Encontro Nacional de
Estudos Populacionais, ABEP, Ouro Preto-MG, set. 2002 (pode ser
obtido em www.abep.org.br).

Paes, N.A. A geografia da mortalidade por causas dos idosos no Brasil.


Anais do XII Encontro Nacional de Estudos Populacionais, ABEP, Ouro
Preto-MG, set. 2002 (pode ser obtido em www.abep.org.br).

10. As medidas e questões atuais sobre a Distribuição Espacial


da População
DOMENACH, H. e PICOUET, M. Las Migraciones. Universidad Nacional
de Córdoba, Dirección General de Publicaciones, Córdoba, Argentina,
1995. (introdução e capítulo I) (na pasta e na biblioteca do NEPO)
CARVALHO,J.A.M. e MACHADO,C.C., Quesitos sobre Migrações no Censo
Demográfico de 1991. In: ABEP, Revista Brasileira de Estudos de
População, v.9, n.1, 1992 (pode ser obtido em www.abep.org.br).
CUNHA, J.M., O uso das PNADs na análise do fenômeno migratório:
possibilidades, lacunas e desafios metodológicos. IPEA, Rio de Janeiro,
2002. (Texto para Discussão, n. 875).
CUNHA,J.M.P. e PATARRA,N., Migração: Um Tema Complexo. In:
FUNDAÇÃO SEADE, Revista São Paulo em Perspectiva, v.1 (2), 1987,
p.32-35.
Martine, G. A redistribuição espacial da população brasileira durante a
década de 80. IPEA, Texto para Discussão, n.329, Brasília, 1994.
CUNHA, J. M. P. da. Urbanización, redistribución espacial de la
población y transformaciones socioeconómicas en América Latina.
Santiago de Chile: CELADE-FNUAP, 2002. (Serie Población y
Desarrollo, 30).
Cunha, J.M.P. A migração no Brasil no começo do século 21:
continuidades e novidades trazidas pela PNAD 2004. CGEE,
PARCERIAS ESTRATÉGICAS, NÚMERO 22, Brasília, JUNHO 2006.
Migração internacional:
SALES, T. Imigrantes estrangeiros, imigrantes brasileiros: uma revisão
bibliográfica e algumas anotações para pesquisa. Revista Brasileira de
Estudos de População, v.9, n.1, jan./jul., 1992. (disponível em
www.abep.org.br)
SASSEN, S. As Cidades na Economia Mundial. São Paulo: Studio Nobel,
1998. (capítulo 6 “As novas desigualdades nas cidades”). (biblioteca do
IFCH).
BRITO, F. Os povos em Movimento: as migrações internacionais
recentes no desenvolvimento do capitalismo. In: PATARRA, N.L.
(coord). Emigração e Imigração Internacionais no Brasil. (disponível no
Nepo).
GOZA, Franklin - "A imigração brasileira na América do Norte". Revista
Brasileira de Estudos de População, V. 9, N. 1, Jan/jun 1992.
(disponível em www.abep.org.br)
SALES, Teresa - "Migrações de Fronteira entre o Brasil e os Países do
Mercosul", Revista Brasileira de Estudos de População, v. 13, n. 1,
jan./jun. 1996. (disponível em www.abep.org.br)
SILVA, S. Migrantes Laborais na América do Sul: o caso dos bolivianos.
In: PATARRA, N.L. (coord). Emigração e Imigração Internacionais no
Brasil Contemporâneo. São Paulo, FNUAP, 1995. (disponível no NEPO)
SALES, T. e BAENINGER, R. Migrações Internas e Internacionais no
Brasil: panorama deste século. Revista Travessia, 2002.

11. Demografia do espaço intra-urbano.


(*) CUNHA, J.M.P. e JIMÉNEZ, M.A. Segregação e acúmulo de carências:
localização da pobreza e condições educacionais na Região Metropolitana de
Campinas. In: Cunha, J.M.P. (org) Novas Metrópoles Paulistas: população,
vulnerabiliade e segregação. Nepo/Unicamp, Campinas, 2006.
(*) Kaztman, R. (Coord.). Activos y estructura de oportunidades. Estudios sobre
las raíces de la vulnerabilidad social en Uruguay. Uruguay: PNUD-Uruguay e
CEPAL-Oficina de Montevideo, 1999b. (na pasta)
(*) SABATINI, F. e SIERRALTA, C. Medição da segregação residencial:
meandros teóricos e metodológicos e especificidade latino-americana. In:
Cunha, J.M.P. (org) Novas Metrópoles Paulistas: população, vulnerabiliade e
segregação. Nepo/Unicamp, Campinas, 2006.
(*) SPOSATI, A. de Oliveira (Coord.). Mapa da exclusão/inclusão social da
cidade de São Paulo: dinâmica social dos anos 90. São Paulo: Polis/INPE/PUC-
SP, 2000.
BUSSO, Gustavo. La vulnerabilidad social y las políticas sociales a inicios del
siglo XXI: una aproximación a sus potencialidades y limitaciones para los países
latinoamericanos. Santiago do Chile: CEPAL/CELADE, 2001.
KOWARICK, L. Viver em risco: sobre a vulnerabilidade no Brasil urbano.
Novos Estudos Cebrap, São Paulo, n.63, 2002.
VIGNOLI, J. R. Segregación residencial socioecoómica: ¿qué es?, ¿cómo se
mide?, ¿qué está pasando?, importa?. Santiago do Chile: CEPAL-CELADE;
LC/R 1576-P, 2001.
TORRES, H. da G. et al. Pobreza e espaço: padrões de segregação em São
Paulo. Estudos Avançados, São Paulo, v.17, n. 47, 2003.

VILLAÇA, F. Espaço intra-urbano no Brasil. São Paulo: Studio Nobel: FAPESP:


Lincoln Institute, 1998. (capítulo 7)

12. População e Ambiente


(*) Martine, George. População, meio ambiente e desenvolvimento: o
cenário global e nacional. In: Martine, George (org.). População, meio
ambiente e desenvolvimento: verdades e contradições. 2.ed.
Campinas: Editora da UNICAMP, 1996. Cap. I, p.21-42.
(*) Hogan, Daniel. “A relação entre população e ambiente: desafios
para a demografia”. In: Torres, Haroldo e Costa, Heloísa (orgs).
População e Meio Ambiente: Debates e Desafios. ABEP/SENAC. São
Paulo. 1999.

13. Demografia da Família: importância e conceitos.


Bilac, Elisabete Dória. Convergências e Divergências nas Estruturas
Familiares no Brasil . Ciências Sociais Hoje, Anuário de Antropologia,
Política e Sociologia, 1991. São Paulo : Vértice, Ed. Revista dos
Tribunais 1991. p.70-95 (na pasta e na biblioteca do Nepo)
Berquó, Elza .....IN: NOVAIS, Fernando A. (Coord.). História da vida
privada no Brasil. São Paulo: Cia. das Letras, vol. 4, 1997. (tem na
biblioteca do IFCH)

Goldani, Ana Maria. Reinventar políticas para familias reinventadas:


entre la “realidad” brasileña y la utopia (na pasta ou em arquivo)

Lazo, Aída Verdugo. Nupcialidade nas pnads-90: um tema em


extinção? ENCE/IBGE, 2001 (na pasta ou em arquivo)

14. Demografia das desigualdades: raça e etnia


Pagliaro, Heloisa, Azevedo, Marta Maria e Santos, Ricardo Ventura.
Demografia dos Povos Indígenas no Brasil: um panorama crítico". In:
Pagliaro, Heloisa, Azevedo, Marta Maria e Santos, Ricardo Ventura
(orgs) Demografia dos Povos Indígenas no Brasil. Editora Fiocruz e
ABEP, Rio de Janeiro, 200? (na biblioteca do IFCH)

Santos, Ricardo Ventura e Maio, Marcos Chor. Qual "retrato do Brasil"?


Raça, biologia, identidades e política na era da genômica. Revista
Mana: Estudos de Antropologia Social, 10(1), 2004 (pags. 61-95)

Osório, Rafael Guerreiro - O Sistema Classificatório de "cor ou raça" do


IBGE. Textos para Discussão, n. 996, IPEA, Rio de Janeiro, 2003 (pode
ser encontrado no site do IPEA )