You are on page 1of 9

Modelo de Auto - Avaliação das Bibliotecas

Escolares
Metodologias de Operacionalização – Parte II

29-11-2009

Formanda: Ivete Pereira


Modelo de Auto - Avaliação das Bibliotecas Escolares
29 de Novembro de 2009

D. Gestão da BE
D.3. Gestão da Colecção/da Informação

Indicador Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Recolha de Evidências Evidências extraídas dos
sugeridos Instrumentos, a integrar no
Relatório de Auto-avaliação
D.3.1
 A política de desenvolvimento  Documentação que define o  A Equipa de Trabalho da BE
Planeamento/gestão
da colecção está formalizada e desenvolvimento da colecção: elaborou o documento que
da colecção de
foi submetida ao parecer do Política de Desenvolvimento da orienta a gestão de colecção e
acordo com a
Conselho Pedagógico, definindo Colecção envolveu a comunidade escolar
inventariação das
um conjunto de normas para a no processo.
necessidades
selecção, desbaste, aquisição,  Registos das reuniões da equipa da
curriculares e dos
organização e circulação dos BE com o Conselho Pedagógico e  A BE apresentou aos órgãos de
utilizadores da
recursos de informação. Director administração e gestão (Director
escola.
e Conselho Pedagógico) a criação
 As práticas de avaliação, de  Excerto do Projecto Educativo dos documentos orientadores da
desbaste, de selecção e política de desenvolvimento da
aquisição de documentação são colecção.
realizadas de acordo com as  Análise da colecção (CK2)
orientações.  A professora bibliotecária
participou na criação dos
 As necessidades de informação,  Documentos de gestão da BE documentos institucionais da
decorrentes do projecto Escola/Agrupamento (PEA, PAA,
educativo, de projectos em RI) de modo a que estes
desenvolvimento e dos perfis  Projectos curriculares de turma reconheçam e dêem ênfase ao

Formanda: Ivete Pereira


Modelo de Auto - Avaliação das Bibliotecas Escolares
29 de Novembro de 2009

curriculares dos diferentes anos desenvolvimento da colecção da


são inventariadas. BE.
 Registo de reuniões/contactos com
 A rede partilhada de docentes  Realizam-se pela BE avaliações
documentação pode envolver anuais da colecção.
outras bibliotecas a nível local e
 Plano de Actividades da BE  A BE planificou, afectou verbas e
a BM
executou acções resultantes
 Plano de Acção da BE dessa planificação, para manter a
 As normas que regem a partilha
de documentação e a gestão colecção actualizada e ajustada às
cooperativa da colecção estão necessidades dos utilizadores.
formalizadas e integram a
política de desenvolvimento da
 A BE registou os resultados de
colecção
trabalhos ou actividades
desenvolvidas entre a BE e outros
docentes.

Indicador Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Recolha de Evidências Evidências extraídas dos
sugeridos Instrumentos, a integrar no
Relatório de Auto-avaliação
D.3.2
 A colecção é equilibrada em  Resultados da avaliação da  Apresentação dos resultados
Adequação dos quantidade, entre suportes e colecção. da avaliação da colecção ao
livros e de outros entre as diferentes áreas, director e conselho
recursos de garantindo condições de acesso  Estatística de empréstimo. pedagógico.
informação (no local e uso a todos os utilizadores.
e online) às  Registo de requisições pelos  A BE realizou a divulgação,

Formanda: Ivete Pereira


Modelo de Auto - Avaliação das Bibliotecas Escolares
29 de Novembro de 2009

necessidades  Os livros e outros recursos de docentes/turmas do PNL junto dos órgãos competentes
curriculares e aos informação são adequados à e restante comunidade
interesses dos faixa etária, à curiosidade  Questionário aos docentes (QD3). escolar, dos dados estatísticos
utilizadores na intelectual e aos interesses dos que revelam o real estado da
escola/agrupamento utilizadores.  Questionário aos alunos (QD4). colecção.

 Os livros e outros recursos de  Registo de sugestões ou  A BE promoveu junto dos


informação respondem às reclamações em documento docentes encontros de
necessidades do currículo próprio. auscultação acerca de fundos
nacional, do projecto educativo documentais a adquirir.
e dos projectos curriculares de  Registo de conversas informais
turmas. junto de utilizadores.  A BE explorou e difundiu o
uso de recursos online e
 A selecção dos fundos incentiva o recurso de
documentais tem em conta dispositivos WEB para
necessidades identificadas junto produzir e difundir
das turmas e utilizadores, no informação, nomeadamente,
documento Política de no blogue da BE
desenvolvimento da colecção. (http://bibliotecajaimepalhinh
a.blogspot.com/), página do
 Os recursos documentais são agrupamento (que se
anualmente actualizados, encontra em reconstrução) e
respondendo em termos de Plataforma Moodle.
qualidade, diversidade e
relevância às necessidades dos  A BE partilhou com outras
utilizadores. BE´s, do concelho,
pertencentes ou não ao
agrupamento a

Formanda: Ivete Pereira


Modelo de Auto - Avaliação das Bibliotecas Escolares
29 de Novembro de 2009

circulação/empréstimo dos
fundos documentais.

Indicador Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Recolha de Evidências Evidências extraídas dos
sugeridos Instrumentos, a integrar no
Relatório de Auto-avaliação
D.3.3
 A BE assegura a circulação de  Estatísticas de empréstimos  A BE fomentou a circulação e
Uso da colecção fundos documentais em todo o docentes e alunos. empréstimo de fundos
pelos utilizadores da agrupamento. documentais no grupo de
escola/agrupamento  Trabalhos realizados na biblioteca ou trabalho das Bibliotecas
 A BE implementa o empréstimo em colaboração com a BE no Escolares de Portimão e
domiciliário e os fundos contexto do uso da informação. Monchique.
documentais são suficientes
para as necessidades dos  Questionários aos docentes (QD3).  Os resultados da estatística de
utilizadores. empréstimos comprovam as
 Questionários aos alunos (QA4). requisições de livros por um
 A BE realiza um trabalho de maior ou menor número de
valorização e motivação para o  Análise da colecção (CK2). alunos e professores.
valor e uso da documentação
nas práticas de ensino  Registos informais da observação  A BE promoveu a divulgação de
aprendizagem. efectuada durante as actividades novos livros adquiridos junto das
desenvolvidas, com apoio turmas, docentes e utilizadores
 A BE forma para o uso e fotográfico. da BE.
integração da informação nas
actividades diárias e de  Plano Anual de Actividades da BE.  A professora bibliotecária
aprendizagem. organizou os recursos de

Formanda: Ivete Pereira


Modelo de Auto - Avaliação das Bibliotecas Escolares
29 de Novembro de 2009

 Os alunos procuram os recursos  Relatórios das actividades realizadas. informação por temáticas de
documentais para se recrearem âmbito formativo, recreativo e
ou para o trabalho escolar.  Blogue da BE curriculares (dossiers de fichas
(http://bibliotecajaimepalhinha.blogs de leitura, de passatempos, de
 Os docentes recorrem à pot.com/) História de Portugal, Corpo
documentação para a sua Humano, …)
utilização, apresentando
propostas de trabalho  Os registos das reuniões com
 Tratamento do fundo documental:
conducente ao seu uso. docentes comprovam o trabalho
registo, classificação e catalogação
de articulação.
das monografias e outros
 A BE produz instrumentos de
documentos.
apoio ao uso da colecção e  Catalogação PorBase5 a decorre
desenvolve competências de na BE.
 Organização de actividades com
pesquisa nos utilizadores.
docentes com vista à rentabilização
dos recursos existentes na BE.

 Preparação de materiais temáticos


para apoio às aulas (dossiers
temáticos; catálogos temáticos,
listagens de sites web…)

Indicador Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Recolha de Evidências Evidências extraídas dos
sugeridos Instrumentos, a integrar no
Relatório de Auto-avaliação
D.3.4
 A informação está organizada  Registos/relatórios do programa de  A Professora Bibliotecária
Organização da segundo linguagens gestão bibliográfica. realizou formação na área da

Formanda: Ivete Pereira


Modelo de Auto - Avaliação das Bibliotecas Escolares
29 de Novembro de 2009

informação da normalizadas (catalogação, catalogação (Formação


colecção classificação e indexação) que  Análise do nível de tratamento e de PorBase5).
garantam uma eficaz organização da informação
recuperação da informação. (PorBase5).  A BE registou e acompanhou o
processo de catalogação junto
 Está implementado um sistema  Existência de catálogo do técnico da Biblioteca
de gestão bibliográfico informatizado online. Municipal.
automatizado que permite a
simplificação de um conjunto  Análise da colecção (CK2).  Satisfação dos requisitos de
de processos inerentes ao gestão bibliográfica da
circuito do documento e à biblioteca.
difusão e pesquisa da
informação.  A BE melhorou as condições de
cooperação entre as bibliotecas
 Os utilizadores recuperam a do concelho e até com os
informação manualmente ou sistemas e serviços da Biblioteca
através da consulta Nacional através do PorBase5.
automatizada do catálogo.
 Utilização do módulo de
 O catálogo é pesquisável online circulação e empréstimos do
e associa recursos digitais. sistema PorBase5 mais flexível e
adequado às políticas de
empréstimo da BE.

Formanda: Ivete Pereira


Modelo de Auto - Avaliação das Bibliotecas Escolares
29 de Novembro de 2009

Indicador Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Recolha de Evidências Evidências extraídas dos
sugeridos Instrumentos, a integrar no
Relatório de Auto-avaliação

D.3.5
 A BE realiza actividades de  Documentos / instrumentos  Registou-se uma maior ou
Difusão da apresentação/exposição de produzidos em diferentes formatos. menor interacção dos
informação livros e outros recursos de utilizadores / amigos do Ih5 da
informação.  Análise da colecção (CK2) Biblioteca Escolar do Pontal ou
novas adesões.
 A BE organiza e difunde  Blogue da BE
listagens de recursos de  O Blogue das Bibliotecas do
informação (documentos  Ih5 da BE do Pontal Agrupamento registou o número
impressos, recursos digitais e de utilizadores que o visitam
online) adequados a temáticas assiduamente.
diversas, de âmbito curricular
ou associadas a determinado  Página Web do Agrupamento,
projecto. possui informações importantes
sobre a BE (actividades a
 A BE produz guias e tutoriais decorrer, recursos, divulgações,
sobre assuntos, autores, ou …)
outros.
 A BE realizou Exposições de
 A BE cria instrumentos de trabalhos sobre livros e autores
promoção da colecção e de e Feiras do Livro.

Formanda: Ivete Pereira


Modelo de Auto - Avaliação das Bibliotecas Escolares
29 de Novembro de 2009

divulgação de recursos de
informação: boletim  A BE promoveu e organizou a
informativo, newsletter, Semana da Leitura com presença
folhetos, guiões de leitura, de um escritor.
biografias ou listas
bibliográficas de autores,  A BE realizou formação de
outros. utilizadores e tem ao dispor de
todos os docentes guias sobre
 A BE recorre a estratégias várias temáticas.
formativas e de interacção com
os utilizadores, através de  A BE promoveu passatempos e
Webqueste, testes, jogos ou concursos online ou presenciais
outras ferramentas que sobre livros do PNL, escritores,
desafiem a sua curiosidade ou outros livros.
acerca de um livro ou assunto.
 A BE utilizou várias
 A BE usa a página WEB e a “ferramentas” digitais e
denominada segunda geração disponibilizou-os aos seus
de serviços disponibilizados – utilizadores (scribd, slide, blog,
blogs, wikis, o RSS, o YouTube – …)
para difusão da informação.

Formanda: Ivete Pereira