You are on page 1of 20

EDITAL No 001/2009 DO PROGRAMA PESQUISADORES NAS EMPRESAS

DO ESTADO DE ALAGOAS – FAPEAL/CNPq

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) e o Conselho Nacional de
Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), através do Acordo de Cooperação Técnica
processo nº 00063/2007-3/04, tornam público que estão abertas as inscrições de propostas para a
obtenção de financiamentos a projetos no Programa Pesquisadores nas Empresas no Estado de
Alagoas, conforme estabelece o presente Edital.

1. OBJETIVOS
Apoiar atividades de pesquisa tecnológica e de inovação, mediante a seleção de propostas para apoio
financeiro a projetos que visem estimular a inserção de pesquisadores, titulados como mestres ou
doutores, nas equipes de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação Tecnológica, em especial nos
setores prioritários da Política Industrial Tecnológica e de Comércio Exterior – PITCE, áreas de
interesse estratégico ou de importância regional das micro, pequenas e médias empresas do Estado
de Alagoas, sem vínculo formal com a empresa, através da concessão de bolsas a interessados.

2. CRONOGRAMA
Atividades Datas
Abertura do Edital/Início do Recebimento dos pedidos 17/09/2009
Data limite para submissão dos pedidos à FAPEAL 31/10/2009
Data limite para postagem dos pedidos via Correios (Sedex) 03/11/2009
Divulgação dos Resultados A partir de 01/12/2009
Contratação (assinatura do Termo na FAPEAL) A partir de 01/12/2009
Até cinco dias a partir da
Prazo para Recurso
divulgação do resultado

*Retificação no Edital n° 002/2009 do Programa Pesquisadores nas Empresas do Estado de Alagoas - FAPEAL/CNPq.

3. CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE

3.1 Proponente
Pessoa física com vínculo formal com a empresa executora, ou seja, ser proprietário, sócio ou
empregado contratado pela mesma. O proponente será necessariamente o Coordenador da proposta.

3.2 Empresas Elegíveis
São elegíveis para este Edital, micro, pequenas e médias empresas, legalmente constituídas e
registradas na Junta Comercial do Estado de Alagoas, doravante denominadas “instituição de
execução do projeto”. A definição para o porte das empresas elegíveis neste Edital segue o critério
adotado pelo SEBRAE e se baseia no número de empregados, sendo:
Porte Número de empregados
Microempresa até 19 pessoas
Pequena Empresa de 20 a 99 pessoas
Média Empresa de 100 a 499 pessoas

1
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
3.3 Das propostas

3.3.1 Informações Gerais
Serão aceitas propostas de projetos de desenvolvimento tecnológico de produtos, processos ou
serviços:

a. Que visem ao aumento da competitividade das empresas por meio de:
inovação;
adensamento tecnológico e dinamização das cadeias produtivas;
incremento, compatível com o setor de atuação, dos gastos empresariais com atividades
de pesquisa e desenvolvimento tecnológico;
atendimento à relevância regional, nacional e/ou mundial;
cooperação com instituições científicas e tecnológicas.
b. Que sejam executadas e desenvolvidas no Estado de Alagoas;
c. Que apresentem contrapartidas financeira e/ou não-financeira de no mínimo 20% (vinte por
cento) do valor solicitado na proposta; Para as empresas incubadas este percentual de
contrapartidas financeiras e/ou não financeiras é de no mínimo 10% (dez por cento) do valor
total da proposta.

d. Que sejam representadas por um Coordenador, devendo ser proprietário, sócio ou empregado
com vínculo formal com a empresa proponente; No caso de impedimento ou afastamento do
Coordenador durante a execução do projeto, a empresa deverá apresentar à FAPEAL, por
meio de comunicado escrito, um novo Coordenador, obedecendo aos critérios estabelecidos
neste item.

e. Que apresente todos os documentos solicitados, conforme ANEXO III deste Edital para
análise da FAPEAL e posterior contratação, caso a mesma esteja de acordo com o que fora
requerido
f. Que a proposta seja aprovada conforme as condições estabelecidas no item 11 (ANÁLISE E
JULGAMENTO DAS PROPOSTAS) deste Edital.

3.3.2 Parcerias
A parceria esperada para a proposta, com vistas à agregação de recursos financeiros e/ou não
financeiros para execução do projeto, abrange os setores públicos, privados e não-
governamentais. A parceria não é obrigatória, entretanto, se existente, será valorizada no
julgamento da proposta.

3.3.3 Requisitos das Propostas
A proposta deve atender aos seguintes requisitos e condições, de forma a permitir sua adequada
Análise e enquadramento:

a. apresentar projeto de desenvolvimento tecnológico e de inovação, em consonância com o
objetivo deste Edital;
b. estar vinculada a pelo menos uma das áreas mencionadas no item 1 deste Edital;
c. especificar as atividades de pesquisa tecnológica e desenvolvimento de inovação tecnológica
a serem desenvolvidos na empresa, descrevendo a participação dos bolsistas SET e de
Fomento Tecnológico (DTI e ITI);
d. demonstrar a existência de condições materiais para a sua execução, ou seja, com recursos
próprios de contrapartida ou com recursos captados de outras fontes de financiamento;
2
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
e. relacionar as atribuições específicas de cada instituição (executora do projeto e parceiras),
descrevendo a forma de articulação entre elas, tendo em vista o objetivo comum do projeto;
f. demonstrar a alocação, pelos parceiros, de recursos suficientes para o desenvolvimento do
projeto; e
g. descrever a forma de acompanhamento e a avaliação do desenvolvimento do projeto.

3.3.4 A proposta não deve incluir solicitação de apoio para:
a. atividades de rotina ou administrativas;
b. formação de recursos humanos em cursos de pós -graduação;
c. despesas com a contratação ou complementação salarial de pessoal técnico e administrativo
e as de rotina (contas de luz, água, telefone, correio, reprografia e similares), entendidas como
despesas de contrapartida da Instituição de execução do projeto;
d. despesas com obras de construção civil, ressalvadas as obras com instalações e adaptações
necessárias ao adequado funcionamento de equipamentos.

3.3.5 Quanto ao orçamento, a proposta deve conter:
a. Recursos em bolsas, conforme as modalidades solicitadas.
b. Contrapartida, no percentual exigido neste Edital.

4. EQUIPE EXECUTORA DO PROJETO
4.1 Constituição
O projeto financiado pelo presente Edital será de total responsabilidade da instituição de
execução do projeto, devendo ser representado pelos seguintes membros:

4.1.1 Membros obrigatórios
Coordenador do projeto, devendo ser o proprietário, sócio ou empregado com vínculo
formal com a empresa proponente sediada no Estado de Alagoas. Esta informação deve
estar explicitamente declarada em seu Currículo Lattes.
Vice-coordenador do projeto, devendo ser o proprietário, sócio ou colaborador com vínculo
formal com a empresa proponente sediada no Estado de Alagoas. Esta informação deve
estar explicitamente declarada em seu Currículo Lattes.

4.2 Papel, Requisitos e Condições
4.2.1 Do Coordenador
O Coordenador do projeto será responsável pela submissão da proposta, além da gestão,
aplicação dos recursos e prestação de contas de todo o projeto;
Apresentar perfil e qualificação adequados por meio do Currículo Lattes ou Vitae, para
coordenar o projeto de pesquisa, desenvolvimento e inovação.
O mesmo Coordenador não poderá concorrer ou coordenar mais de uma proposta.

4.2.2 Do Vice-Coordenador
Também deverá ser indicado um Vice-Coordenador com vínculo formal com a
empresa proponente do projeto ou da(s) empresa(s) e/ou instituição(ões) parceira(s).
O Vice-Coordenador corresponde a um dos responsáveis pela gestão e execução
física e financeira de todo o projeto, juntamente com o Coordenador;
3
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
Em caso de impedimento ou afastamento do Coordenador, o Vice-Coordenador será
considerado o novo Coordenador do projeto, devendo assumir a responsabilidade
quanto à gestão do projeto e prestação de contas junto à FAPEAL;
Apresentar perfil e qualificação adequados por meio do Currículo Lattes ou Vitae, para
coordenar o Projeto de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação.
O mesmo Vice-Coordenador não poderá concorrer ou coordenar mais de uma
proposta.

4.2.3 Da Empresa Executora
A instituição de execução deverá estar devidamente cadastrada no Cadastro de
Instituições do CNPq até a data limite para apresentação das propostas, segundo o
cronograma (item 2).

4.2.4 Da Participação e Termo de Anuência
Somente deverão ser incluídos em um projeto pesquisadores, técnicos e empresa(s) e/ou
instituição (ões) parceira(s) que tenham prestado anuência formal escrita, a qual deverá constar
junto à proposta apresentada à FAPEAL (vide modelos de TERMOS DE ANUÊNCIA do
Pesquisador e da Instituição/Empresa Executora nos ANEXOS IV e V deste Edital).

5. NUMERO DE PROPOSTAS A SEREM CONTRATADAS E PRAZOS
5.1 O número de propostas, a se contratar, está condicionado ao limite dos recursos disponíveis
neste Edital;
5.2 A empresa proponente do projeto não poderá participar em mais de uma proposta para este
Edital. Caso seja identificada sua participação, apenas a última proposta cadastrada no
formulário da FAPEAL será analisada, sendo a(s) anterior (es) desclassificada(s);

5.3 Prazo de Execução dos Projetos
O prazo de execução de cada proposta contratada será de, no máximo, 18 (dezoito) meses, a
contar da data da assinatura do Instrumento Legal. Excepcionalmente, mediante
apresentação de justificativa, os projetos poderão ser prorrogados a critério da FAPEAL.

6. RECURSOS FINANCEIROS
6.1 As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor global de R$ 750.000,00
(setecentos e cinquenta mil reais), sendo R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) pelo CNPq, a
serem repassados pelos Fundos Setoriais CT-PETRO, CT-SAÚDE e CT-FVA (Verde e Amarelo),
e R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais) pela FAPEAL a serem liberados de acordo
com a disponibilidade orçamentária e financeira do CNPq e da FAPEAL para os exercícios de
2009 e subseqüentes.

6.2 Cada proposta poderá solicitar o valor máximo de R$ 150.000,00 (cento e cinqüenta mil reais).

7. ITENS FINANCIAVEIS
7.1 Serão financiados apenas os Itens referentes a Bolsas, por prazo não superior a 18 (dezoito)
meses e compreendendo as modalidades SET (Bolsas de Estímulo à Fixação de Recursos
Humanos de Interesse dos Fundos Setoriais) e bolsas de Fomento Tecnológico, compreendendo
as modalidades ITI e DTI, descritas no ANEXO I deste Edital.
4
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
7.2 Para cada bolsa SET, o projeto poderá contar com até duas bolsas de Iniciação Tecnológica
Industrial – ITI-A por 18 (dezoito) meses e uma bolsa de Desenvolvimento Tecnológico e Industrial
– DTI, nível 3, também por 18 (dezoito) meses, respeitando-se o limite máximo de recursos
estipulado para cada proposta no item 6.2 deste Edital.
7.3 Detalhes sobre as modalidades, níveis e valores das bolsas, bem como os seus critérios, estão
disponibilizados no ANEXO I e ANEXO II deste Edital. A comprovação exigida para cada
modalidade deverá ser apresentada no Currículo Lattes.
7.4 A duração das bolsas não poderá ultrapassar o prazo de execução do projeto. As bolsas não
poderão ser utilizadas para pagamento de prestação de serviços, uma vez que tal utilização
estaria em desacordo com a finalidade das bolsas da FAPEAL e do CNPq.
7.5 É terminantemente vedada a solicitação de qualquer tipo de modalidade de bolsa da FAPEAL e/ou
do CNPq para o Coordenador e Vice-Coordenador da proposta

8. CONTRAPARTIDA DAS EMPRESAS
As empresas executoras deverão aportar ao projeto a contrapartida mínima de 20% (vinte por cento) do
valor do projeto, em recursos financeiros ou não-financeiros, efetivamente necessários para a execução
da proposta e devidamente detalhadas no Formulário on-line do Edital Pesquisador na Empresa.
Como aportes serão aceitos recursos do tipo:

a. Custeio
Diárias (exclusivamente para despesas com alimentação e hospedagem);
Passagem (aérea/terrestre);
Material de consumo (nacional/internacional);
Seguro-Saúde

b. Capital
Máquinas e Equipamentos;
Infra-Estrutura,
Material Bibliográfico

9. SUBMISSÃO DE PEDIDOS/ PROPOSTA

Para submissão da proposta constante neste Edital, os proponentes deverão seguir obrigatoriamente as
ETAPAS 01 e 02, descritas a seguir:

ETAPA 01: Preencher e imprimir os cadastros/documentos diretamente no Portal da FAPEAL
(www.fapeal.br) via BCCT (Banco de Contexto Científico e Tecnológico), conforme fases descritas, abaixo:

5
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
Fase Descrição
Pré-Cadastro e Cadastro dos Dados Pessoais e Profissionais do Coordenador e Vice-
Cadastro Coordenador no BCCT
Profissional Pré-Cadastro e Cadastro dos Dados Pessoais e Profissionais do(s) bolsistas no
BCCT
Cadastro do projeto a ser desenvolvido (incluindo o projeto de pesquisa e o plano
Cadastro do
de trabalho de cada candidato a bolsa) no BCCT. Ao cadastrar o projeto, será gerado
Projeto
um número que identifica o projeto, tamanho de 5 (cinco) dígitos.
Submissão do projeto cadastrado no BCCT , isto é, associar o número do projeto
Submissão cadastrado ao Edital PPE 01/2009. Será gerado um código (exemplo PPE-2009-XX-
ZZZ) que identifica que o processo foi submetido com sucesso.

ETAPA 02: Após a finalização da ETAPA 01, os candidatos deverão entregar à FAPEAL 02 (duas)
cópias dos documentos não encadernados contendo os itens listados ANEXO III, respeitando a ordem
indicada. Os documentos deverão ser encaminhados via Correios (Sedex), em consonância com os
prazos estipulados no item 2 (CRONOGRAMA) deste Edital.

*Retificação no Edital n° 002/2009 do Programa Pesquisadores nas Empresas do Estado de Alagoas - FAPEAL/CNPq.

Itens obrigatórios na composição da proposta
a. Cópia dos Cadastros dos Dados Pessoais e Profissionais do Coordenador, Vice-Coordenador e
candidato(s) à bolsa(s) no BCCT – assinados pelos mesmos;
b. Cópia dos Currículos Lattes do Coordenador, Vice-Coordenador do projeto, impressos diretamente da
Plataforma Lattes;
c. Cópia do Registro Geral (RG), CPF e comprovante de residência atualizado do Coordenador e do
Vice-Coordenador da proposta;
d. Cópia do cartão de CNPJ da empresa proponente;
e. Documento que comprove a condição do Coordenador ser sócio, proprietário ou possuir vínculo
empregatício com a empresa proponente;
f. Documento que comprove o faturamento da empresa em 2008 e 2009 (anualizada) a fim de
comprovar a condição da empresa proponente de ser micro, pequena ou média;
g. Declaração formal (papel timbrado), assinada pelo Gerente da Incubadora, atestando a condição da
empresa em estágio de incubação e sua situação de adimplência perante a Incubadora (quando for o
caso);
h. Declaração formal do(s) dirigente(s) máximo(s) da empresa proponente quanto ao compromisso de
desenvolvimento do projeto, bem como garantindo as contrapartidas que forem apresentadas na
proposta;
i. Declaração formal do(s) dirigente(s) máximo(s) da(s) empresa(s) parceira(s) e instituição(ões)
parceira(s) quanto ao compromisso de desenvolvimento do projeto, bem como garantindo as
contrapartidas que forem apresentadas na proposta (quando houver).

10. CONDIÇÕES PARA ACEITAÇÃO DOS PEDIDOS

10.1 Os documentos, encaminhados via correio, deverão ser organizados na ordem descrita na
ETAPA 02, em envelope lacrado, identificando o Edital a que se destina (EDITAL FAPEAL No
001/2009 Programa Pesquisadores nas Empresas do Estado de Alagoas FAPEAL/CNPq, No
6
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
do Processo e o Nome do Coordenador); As propostas deverão ser encaminhadas
exclusivamente via Postal (Sedex ou outros Serviços Expressos), em consonância com os
prazos estipulados neste Edital (item 2 – CRONOGRAMA). Não será possível a
complementação da documentação após o encerramento das inscrições.

11. ANÁLISE E JULGAMENTO DAS PROPOSTAS

11.1 O julgamento das propostas obedecerá aos seguintes procedimentos:
a. Processo inicial de enquadramento, realizado pela Unidade Gestora em Ciência & Tecnologia
UGC&T/FAPEAL, com o objetivo de verificar o atendimento a todos os Itens exigidos pelo
Edital (a apresentação de todos os documentos é indispensável para o enquadramento das
propostas);
b. Análise de mérito e parecer de dois consultores Ad Hoc;
c. As propostas aprovadas nas Etapas acima serão apreciadas pelo Comitê Gestor, formado
por membros indicados pelo CNPq, FAPEAL, SECTI, SEBRAE e SEPLAN. Nesta etapa, o
Comitê Gestor poderá solicitar uma apresentação da proposta pela empresa proponente.
d. As propostas apreciadas e indicadas para aprovação, pelo Comitê Gestor, serão
encaminhadas para aprovação pela Unidade Gestora de Ciência e Tecnologia e Presidência
da FAPEAL.
e. Encaminhamento ao CNPq das propostas selecionadas para aprovação final,
enquadramento e contratação das bolsas de acordo com a normativa para bolsas SET, DTI
e ITI em vigor no CNPq, mediante a adoção de critérios objetivos.

12. RESULTADOS DO JULGAMENTO

Os resultados do julgamento das propostas serão divulgados no Portal da FAPEAL http://www.fapeal.br,
a partir da data prevista no CRONOGRAMA apresentado neste Edital (item 2), cabendo aos candidatos a
inteira responsabilidade de informar-se dos resultados. Os candidatos aprovados deverão entregar os
documentos, descritos no ANEXO III,.

13. DOS RECURSOS ADMINISTRATIVOS

Caso o proponente tenha justificativa para contestar o resultado deste Edital, a FAPEAL aceitará recurso
no prazo de 05 (cinco) dias úteis, a contar da publicação do resultado do julgamento. O recurso deverá
ser dirigido ao Diretor da Unidade Gestora de Ciência e Tecnologia da FAPEAL, a qual proferirá sua
decisão no prazo de 10 (dez) dias úteis, ouvido o Comitê Gestor do Programa, definido no item 11.1
deste edital.

14. CONTRATAÇÃO DOS PROJETOS APROVADOS

14.1. Os projetos aprovados - tendo os documentos analisados e aptos - serão contratados mediante
assinatura do Termo de Outorga, instrumento legal entre a instituição de execução do projeto e
a FAPEAL, onde ficará estabelecida a quantidade, modalidade de bolsas que foram aprovadas
na proposta.

14.2. A existência de alguma inadimplência da instituição executora do projeto com a Administração
Pública Federal, Estadual e Municipal, Direta ou Indireta, ou quaisquer outras pendências
identificadas, não regularizadas no prazo máximo de 30 (trinta) dias após a divulgação dos
7
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
resultados, constituirá fator impeditivo para a contratação do projeto. O ANEXO III
disponibilizado neste Edital relaciona os documentos necessários que serão analisados e, se
estiverem regulares, as propostas serão aprovadas.

14.3. Após a contratação dos projetos, conforme o item 13, o Coordenador será responsável pelo
encaminhamento do pedido de concessão de bolsas, respeitando a quantidade e as
modalidades de bolsas aprovadas pelo processo de julgamento da proposta apresentada. A
FAPEAL informará aos Coordenadores dos projetos aprovados, o prazo para seleção dos
bolsistas e submissão à FAPEAL e/ou CNPq da documentação dos candidatos à bolsa. Caberá
à FAPEAL e/ou CNPq a homologação do pedido de contratação dos bolsistas em consonância
com as normas das bolsas SET, DTI e ITI e com os termos deste Edital. Nesses casos, os
seguintes procedimentos serão adotados:

a. O Coordenador deverá executar o cadastramento no BCCT e apresentar à FAPEAL e/ ou
CNPq a documentação do bolsista;
b. A FAPEAL e CNPq irão analisar a(s) solicitação(ões) para identificação do atendimento dos
requisitos da modalidade de bolsa e poderá aprovar ou reprovar o pleito;
c. Para cada bolsista aprovado, será elaborado instrumento legal específico para formalização
da concessão;
d. O pagamento mensal das bolsas será realizado pela FAPEAL e/ou CNPq diretamente aos
bolsistas aprovados.

14.4. Os bolsistas contemplados pelo Edital deverão se submeter às normas de implementação,
execução de recursos e prestação de contas definidas FAPEAL (disponível no Portal da
Fundação www.fapeal.br) e do CNPq.

14.5. Uma vez contratada, através da assinatura do Termo de Outorga, a(s) bolsa(s) será(ao) paga(s)
mensalmente pelo CNPq, através de crédito na conta corrente do Banco do Brasil indicada pelo
bolsista.

14.6. O desenvolvimento das atividades dos bolsistas será acompanhado pela FAPEAL através de
relatórios parcial e final, os quais devem ser elaborados pelo bolsista. A não apresentação do
relatório no prazo determinado pode implicar na suspensão da bolsa, ficando o bolsista em
débito com a FAPEAL.

14.7. 13.7 O bolsista e o proponente institucional deverão solicitar, formalmente, à FAPEAL o
cancelamento do pagamento do bolsista que descumprir o plano de trabalho e/ou estabelecer
vínculo empregatício durante a vigência da bolsa.

13.8 As propostas que não forem aprovadas ficarão disponíveis na FAPEAL, na Central de
Atendimento ao Público, até 01/11/2009, para serem resgatadas, mediante solicitação escrita à
FAPEAL pelos seus proponentes. Após esse prazo, as propostas não resgatadas serão
destruídas. A FAPEAL recomenda aos candidatos que salvem suas propostas em
qualquer meio magnético e guardem uma via impressa, pois não fornecerá cópia dos
projetos, após o período estipulado para o resgate.

8
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
15. TERMO DE COMPROMISSO

Ao submeter o projeto, o proponente se responsabiliza por todas as informações contidas em sua
proposta, assumindo integral responsabilidade pela sua autoria, sob pena de sanções posteriores
especificadas no convênio, permitindo que a FAPEAL, a qualquer tempo, possa confirmar a veracidade
das informações prestadas.

16. DIREITOS DE PROPRIEDADE E EXPLORAÇÃO ECONÔMICA

Os direitos de propriedade intelectual serão negociados, para cada caso, entre a FAPEAL e a empresa
proponente. Após aprovação dos projetos, será firmado entre as partes envolvidas, contrato formal que
estabeleça os direitos sobre Propriedade Intelectual e os termos de apropriação de resultados.

17. CANCELAMENTO DA CONCESSÃO

A concessão do apoio financeiro será cancelada pela Diretoria Executiva do CNPq por ocorrência, durante
sua implementação, de fato cuja gravidade justifique o cancelamento, sem prejuízo de outras providências
cabíveis.

18. PUBLICAÇÕES

17.1 As publicações científicas e qualquer outro meio de divulgação de trabalho de pesquisa, apoiados
pelo presente Edital, deverão citar, obrigatoriamente, o apoio pelo CNPq/FAPEAL.

17.2 As ações publicitárias atinentes a projetos e obras financiadas com recursos da União deverão
observar rigorosamente as disposições contidas no § 1º do art. 37 da Constituição Federal, bem
assim àquelas consignadas nas Instruções da Secretaria de Comunicação de Governo e Gestão
Estratégica da Presidência da República - atualmente a IN/SECOM-PR nº 31, de 10 de setembro
de 2003.

19. AVALIAÇÃO FINAL/PRESTAÇÃO DE CONTAS

19.1. Ao final da vigência, o proponente deverá apresentar a prestação de contas financeira e o
relatório técnico do projeto e relatórios técnicos individuais dos bolsistas, em conformidade com
estabelecido no Termo de Outorga e demais normas da FAPEAL/AL.

19.2. O acompanhamento e a avaliação da execução dos projetos contemplados serão realizados em
duas modalidades:

19.2.1. À distância:
Apresentação de relatórios técnicos parciais. Esta etapa constitui-se na apresentação de um
relatório técnico anual das atividades desenvolvidas no período, contendo a participação da
equipe técnica envolvida e o registro de todas as ocorrências que afetaram o desenvolvimento
do projeto.

19.2.2. Presencial:

9
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
Visitas técnicas in loco

Esta etapa prevê a realização de visita técnica ao projeto, quando necessária, por técnicos
do CNPq e/ou FAPEAL responsáveis pelo processo de acompanhamento e avaliação, que
poderão ser assessorados por consultores escolhidos pelo CNPq e FAPEAL.

Reunião de Acompanhamento e Avaliação
Esta etapa prevê Reuniões de Avaliação e Acompanhamento, onde os coordenadores dos
projetos poderão ser convidados a apresentar ao CNPq e à FAPEAL, os resultados das
atividades desenvolvidas durante o projeto.

19.3. A FAPEAL reserva-se o direito de, durante a execução do projeto, solicitar informações
adicionais visando aperfeiçoar o sistema de Avaliação e Acompanhamento.

20. IMPUGNAÇÃO DO EDITAL

20.1. Decairá do direito de impugnar os termos deste Edital, o proponente que não o fizer até o
segundo dia útil anterior ao prazo final estabelecido para recebimento das propostas. Não terá
efeito de recurso a impugnação feita por aquele que o tendo aceitado sem objeção, venha
apontar, posteriormente ao julgamento, eventuais falhas ou imperfeições.

20.2. A impugnação deverá ser dirigida ao Diretor Presidente da FAPEAL.

21. REVOGAÇÃO OU ANULAÇÃO DO EDITAL

A qualquer tempo, o presente Edital poderá ser revogado ou anulado, no todo ou em parte, seja por
decisão unilateral do Diretor Presidente da FAPEAL, seja por motivo de interesse público ou exigência
legal, sem que isso implique direitos à indenização ou reclamação de qualquer natureza.

22. PERMISSÕES E AUTORIZAÇÕES ESPECIAIS

É de exclusiva responsabilidade de cada proponente adotar todas as providências que envolvam
permissões e autorizações especiais de caráter ético ou legal, necessárias para a execução do projeto.

23. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

23.1. Durante a fase de execução do projeto, toda e qualquer comunicação com a FAPEAL deverá ser
feita por correspondência impressa, dirigida ao Diretor da Unidade Gestora de Ciência e
Tecnologia (UGC&T), informando o número do processo e o nome do coordenador.

23.2. Qualquer alteração relativa à execução do projeto deverá ser solicitada à FAPEAL pelo
Coordenador, acompanhada da devida justificativa, devendo a mesma ser autorizada
formalmente antes de sua efetivação.

23.3. Nos casos em que os resultados do projeto ou o relatório em si tenham valor comercial ou
possam levar ao desenvolvimento de um produto ou método envolvendo o estabelecimento de

10
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
uma patente, a troca de informações e a reserva dos direitos, em cada caso, dar-se-á de acordo
com o estabelecido no Termo de Outorga.

24. CLÁUSULA DE RESERVA

A FAPEAL reserva-se o direito de resolver os casos omissos e as situações não previstas no presente
Edital.

25. INFORMES ADICIONAIS

Esclarecimentos sobre este Edital e informações adicionais sobre o Programa de Pesquisadores na
Empresa poderão ser obtidas na Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas – FAPEAL de
segunda à sexta-feira (8h às 14h), pelo telefone (82) 3315-4996 ou pelo e-mail fap@fapeal.br. Rua Melo
Morais, 354, Centro, Maceió-AL CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax: 0XX82-3315-4997.
http://www.fapeal.br.

____________________________________

Tadeu Gusmão Muritiba
Diretor Presidente da FAPEAL

11
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
ANEXO I

Bolsas da modalidade SET oferecidas neste Edital
Critérios Categoria Valor
Doutor há, no mínimo, 5 (cinco) anos e comprovada experiência na: 1A R$ 4.500,00
execução de projetos científico-tecnológicos;
coordenação de projetos de CT&I;
criação / consolidação de grupos de pesquisa.
ter realizado trabalhos considerados de relevância nos âmbitos internacional,
nacional e/ou regional em área de atuação vinculada aos Fundos Setoriais.
Doutor há, no mínimo, 2 (dois) anos e comprovada experiência na: 2A R$ 3.900,00
execução de projetos científico-tecnológicos;
• coordenação de projetos de CT&I.
Ter realizado trabalhos considerados de relevância nos âmbitos internacional,
nacional e/ou regional em área de atuação vinculada aos Fundos Setoriais.
Recém-doutor com experiência na execução de projetos científico-tecnológicos, 3A R$ 3.500,00
com trabalhos considerados de relevância em área vinculada aos Fundos Setoriais.
Mestre há, no mínimo, 5 (cinco) anos e comprovada experiência na execução de 4A R$ 3.300,00
projetos científico-tecnológicos. Ter participado de projetos considerados de relevância
no âmbito nacional e /ou regional em área de atuação vinculada aos Fundos Setoriais.
Mestre há, no mínimo, 2 (dois) anos e comprovada experiência na execução de 5 A R$ 2.900,00
projetos científico-tecnológicos. Ter participado de projetos considerados de relevância
em âmbito regional em área de atuação vinculada aos Fundos Setoriais.
Mestre com experiência na execução de projetos científico-tecnológicos ou 6A R$ 2.500,00
participação em projetos considerados de relevância para o setor.
Técnico qualificado, com nível superior e comprovada experiência mínima de 4 7A R$ 2.100,00
(quatro) anos na:
implementação de processos gerenciais;
participação na execução de projetos de CT&I.
Técnico qualificado com nível médio e comprovada experiência mínima de 2 (dois) 8A R$ 1.700,00
anos na:
implementação de processos gerenciais;
participação na execução de projetos de CT&I.

Bolsas da modalidade ITI e DTI oferecidas neste Edital:
Critérios Categoria Valor

Aluno regularmente matriculado em cursos de formação superior ITI A R$ 300,00
reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou profissional com níve
médio com até 03 (três) anos de formação.
Profissional com formação superior com experiência em atividades de DTI 3 R$ 1.045,89
Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação.

12
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
ANEXO II

REQUISITOS DAS MODALIDADES DE BOLSAS

MODALIDADE DE BOLSA REQUISITOS
1 PROSET – 1A a. Ser indicado pelo dirigente da instituição proponente;
b. Ter título de Doutor obtido em Programa de Pós-Graduação stricto
sensu reconhecido pela CAPES, ou formalmente convalidado no
Brasil, se obtido no exterior, há, no mínimo, 05 (cinco) anos;
c. Não ter vínculo empregatício durante a vigência da bolsa;
d. Não ser beneficiado por outra bolsa de qualquer natureza, durante
toda a vigência da bolsa concedida pela FAPEAL e/ou CNPq;
e. Dedicar-se às atividades previstas no projeto;
f. Ter experiência comprovada na execução e coordenação de
projetos de CT&I;
g. Ter realizado trabalhos considerados de relevância nos âmbitos
internacional, nacional e/ou regional em pelo menos uma das áreas
priorizadas pelo Edital;
h. Integrar Grupo de Pesquisa cadastrado no Diretório de Grupos de
Pesquisa do CNPq;
i. Apresentar Currículo Lattes atualizado, impresso diretamente da
Plataforma Lattes.
2 PROSET – 2A a. Ser indicado pelo dirigente da instituição proponente;
b. Ter título de Doutor, obtido em Programa de Pós-Graduação stricto
sensu reconhecido pela CAPES, ou formalmente convalidado no
Brasil, se obtido no exterior, há, no mínimo, 02 (dois) anos;
c. Não ter vínculo empregatício durante a vigência da bolsa;
d. Não ser beneficiado por outra bolsa de qualquer natureza, durante
toda a vigência da bolsa concedida pela FAPEAL e/ou CNPq;
e. Dedicar-se às atividades previstas no projeto;
f. Ter experiência comprovada na execução e coordenação de
projetos de CT&I;
g. Ter realizado trabalhos considerados de relevância nos âmbitos
internacional, nacional e/ou regional em pelo menos uma das áreas
priorizadas pelo Edital;
h. Integrar Grupo de Pesquisa cadastrado no Diretório de Grupos de
Pesquisa do CNPq;
i. Apresentar Currículo Lattes atualizado, impresso diretamente da
Plataforma Lattes.
3 PROSET – 3A a. Ser indicado pelo dirigente da instituição proponente;
b. Ter título de Doutor, obtido em Programa de Pós-Graduação stricto
sensu reconhecido pela CAPES, ou formalmente convalidado no
Brasil, se obtido no exterior, há, no máximo, 02 (dois) anos;
c. Dedicar-se às atividades previstas no projeto;
d. Não ser beneficiado por outra bolsa de qualquer natureza, durante
toda a vigência da bolsa concedida pela FAPEAL e/ou CNPq;
e. Com experiência na coordenação e execução de projetos de CT&I;
13
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
f. Ter participado de projetos considerados de relevância no âmbito
nacional, estadual ou regional em pelo menos uma das áreas
priorizadas pelo Edital;
g. Não ter vínculo empregatício durante a vigência da bolsa;
h. Apresentar Currículo Lattes atualizado, impresso diretamente da
Plataforma Lattes.
4 PROSET – 4A a. Ser indicado pelo dirigente da instituição proponente;
b. Ter título de Mestre, obtido em Programa de Pós-Graduação stricto
sensu reconhecido pela CAPES, ou formalmente convalidado no
Brasil, se obtido no exterior, há, no mínimo, 05 (cinco) anos;
c. Dedicar-se às atividades previstas no projeto;
d. Não ser beneficiado por outra bolsa de qualquer natureza, durante
toda a vigência da bolsa concedida pela FAPEAL e/ou CNPq;
e. Com experiência na execução de projetos de CT&I;
f. Ter participado de projetos considerados de relevância no âmbito
nacional, estadual ou regional em pelo menos uma das áreas
priorizadas pelo Edital;
g. Não ter vínculo empregatício durante a vigência da bolsa;
h. Apresentar Currículo Lattes atualizado, impresso diretamente da
Plataforma Lattes.
5 PROSET – 5A a. Ser indicado pelo dirigente da instituição proponente;
b. Ter título de Mestre, obtido em Programa de Pós-Graduação stricto
sensu reconhecido pela CAPES, ou formalmente convalidado no
Brasil, se obtido no exterior, há, no mínimo, 02 (dois) anos;
c. Dedicar-se às atividades previstas no projeto;
d. Não ser beneficiado por outra bolsa de qualquer natureza, durante
toda a vigência da bolsa concedida pela FAPEAL e/ou CNPq;
e. Comprovada experiência na execução de projetos de CT&I;
f. Ter participado de projetos considerados de relevância no âmbito
nacional, estadual ou regional em pelo menos uma das áreas
priorizadas pelo Edital;
g. Não ter vínculo empregatício durante a vigência da bolsa;
h. Apresentar Currículo Lattes atualizado, impresso diretamente da
Plataforma Lattes.
6 PROSET – 6A a. Ser indicado pelo dirigente da instituição proponente;
b. Ter título de Mestre, obtido em Programa de Pós-Graduação stricto
sensu reconhecido pela CAPES, ou formalmente convalidado no
Brasil, se obtido no exterior.
c. Dedicar-se às atividades previstas no projeto;
d. Não ser beneficiado por outra bolsa de qualquer natureza, durante
toda a vigência da bolsa concedida pela FAPEAL e/ou CNPq;
e. Com experiência na execução de projetos de CT&I ou participação
em projetos considerados relevantes para em pelo menos uma das
áreas priorizadas por este Edital;
f. Não ter vínculo empregatício durante a vigência da bolsa;
g. Apresentar Currículo Lattes atualizado, impresso diretamente da
Plataforma Lattes.

14
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
7 PROSET – 7A a. Ser indicado pelo dirigente da instituição proponente;
b. Ter título de Graduação ou de Conclusão de Curso Tecnológico;
c. Dedicar 40 horas semanais às atividades do projeto;
d. Não ser beneficiado por outra bolsa de qualquer natureza, durante
toda a vigência da bolsa concedida pela FAPEAL e/ou CNPq;
e. Comprovada experiência mínima de 04 (quatro) anos na
implementação de processos gerenciais e participação na execução
de projetos de CT&I;
f. Não ter vínculo empregatício durante a vigência da bolsa;
g. Apresentar Currículo Vitae atualizado.
8 PROSET – 8A a. Ser indicado pelo dirigente da instituição proponente;
b. Ter título de Graduação ou de Conclusão de Curso Tecnológico;
c. Dedicar-se às atividades previstas no projeto;
d. Não ser beneficiado por outra bolsa de qualquer natureza, durante
toda a vigência da bolsa concedida pela FAPEAL e/ou CNPq;
e. Comprovada experiência mínima de 02 (dois) anos na
implementação de processos gerenciais e participação na execução
de projetos de CT&I;
f. Não ter vínculo empregatício durante a vigência da bolsa;
g. Apresentar Currículo Vitae atualizado.
9 ITI – A a. Ser indicado pelo dirigente da instituição proponente;
b. Aluno regularmente matriculado em curso de formação superior,
reconhecido pelo Ministério da Educação – MEC ou profissional com
nível médio com até 03 (três) anos de formação;
c. Dedicar-se às atividades previstas no projeto;
d. Não ser beneficiado por outra bolsa de qualquer natureza, durante
toda a vigência da bolsa concedida pela FAPEAL e/ou CNPq;
e. Não ter vínculo empregatício durante a vigência da bolsa;
f. Apresentar Currículo Vitae atualizado.
DTI – 3 a. Ser indicado pelo dirigente da instituição proponente;
b. Profissional de nível superior experiência em atividades de
Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação;
c. Dedicar-se às atividades previstas no projeto;
d. Não ser beneficiado por outra bolsa de qualquer natureza, durante
toda a vigência da bolsa concedida pela FAPEAL e/ou CNPq;
e. Não ter vínculo empregatício durante a vigência da bolsa;
f. Apresentar Currículo Vitae atualizado.
g.

NOTA: Da Substituição dos Bolsistas
A substituição dos bolsistas indicados apenas será aceita caso exista uma justificativa relevante. O
Coordenador da proposta deverá encaminhar o pedido de substituição à FAPEAL, acompanhado da
justificativa, bem como da documentação do novo indicado. A FAPEAL realizará a análise do pedido e
poderá aprová-lo ou não.

15
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
ANEXO III

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS JURÍDICOS E ECONÔMICO-FINANCEIROS

A FAPEAL poderá solicitar outros documentos que entenda necessários à análise. Os documentos
deverão ser apresentados com firma reconhecida em original ou cópia autenticada.
TIPO DOCUMENTOS
A.1. SOCIEDADE a. Contrato Social atualizado e devidamente registrado na Junta Comercial.
EMPRESÁRIA b. Acordo de acionistas e/ou outros documentos referentes ao processo decisório da
Proponente, se houver.
c. Ato de designação dos atuais dirigentes (ata da assembléia que elegeu a Diretoria
e o Conselho de Administração).
d. Licença Ambiental para o Projeto (se for o caso);
e. Demonstrativo Contábil dos últimos 03 anos-calendário e 03 últimos balancetes,
f. Cópia do Imposto de Renda dos últimos 03 anos;
g. Certidão Negativa de Débitos (CND) relativos ao Instituto Nacional de Seguridade
Social (INSS) emitida pela Receita Federal. Caso a certidão seja positiva com
efeitos de negativa, informar o valor do débito.
h. Certidão Conjunta de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da
União emitida pela Receita Federal e Procuradoria Geral da Fazenda Nacional
(PGFN). Caso a certidão seja positiva com efeitos de negativa, informar o valor do
débito.
i. Certificado de Regularidade do FGTS (CRF) expedido pela Caixa Econômica
Federal.
j. Certidão Negativa da Receita/Dívida Ativa do Estado da Alagoas. Caso a certidão
seja positiva com efeitos de negativa, informar o valor do débito.
k. Certidão Negativa da Receita/Dívida Ativa do Município no qual a empresa
proponente se localiza. Caso a certidão seja positiva com efeitos de negativa,
informar o valor do débito.
l. Certidão do(s) Cartório(s) Distribuidor(es) de Ações Cíveis, Fiscais e
Falimentares, emitida pela Justiça Estadual da Comarca da Empresa Proponente.
m. Certidão de Distribuição de Ações e Execuções Cíveis e Fiscais, emitida pela
Justiça Federal da Seção Judiciária da sede da Empresa Proponente.
n. Certidão emitida pelo(s) Cartório(s) Distribuidor(es) de Feitos da Justiça
Trabalhista da Seção Judiciária da sede da Empresa Proponente.
o. Certidão do(s) Cartório(s) de Protestos da Comarca da sede da Proponente.
p. Recibo de entrega da Relação Anual de Informações Sociais – RAIS da Empresa
Proponente.
q. Apresentar autorizações essenciais ao funcionamento da instituição, bem como
as necessárias para realização do projeto, se for o caso. Exemplo: Certificado
de Qualidade em Biossegurança.
r. Declaração do convenente de que não está em situação de mora ou de
inadimplência junto à Administração Pública Estadual, relativa a outros recursos
anteriormente transferidos.
s. No caso das empresas “nascentes” ou que não tiver faturamento, deverá ser
16
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
apresentado balanço de abertura da empresa e declaração de não faturamento.
t. Alvará de Licença de funcionamento (localização) expedido pela Prefeitura
Municipal da cidade da empresa proponente.
Nota: Todos os documentos contábeis devem possuir selo do contador,
carimbo e assinatura do responsável pelas informações.
A.2. DAS a. As empresas incubadas (ou em estágio de incubação) deverão apresentar os
EMPRESAS documentos listados no item A.1 acima.
INCUBADAS b. Declaração assinada (com firma reconhecida) pelo Gerente da Incubadora,
atestando a condição da Proponente como empresa incubada (ou em estágio de
incubação) e sua situação de adimplência perante a incubadora;
c. Declaração assinada (com firma reconhecida) pelo Gerente da Incubadora,
atestando a condição de situação da empresa proponente de adimplência perante
a incubadora.
B.1. a. Certidão Simplificada da Junta Comercial.
EMPRESÁRIO b. Licença Ambiental para o Projeto se for o caso.
INDIVIDUAL c. Demonstrativo Contábil dos 3 (três) últimos exercícios financeiros e 3 (três)
últimos balancetes,
d. Cópia do Imposto de Renda dos últimos 3 (três) anos;
e. Certidão Negativa de Débitos (CND) relativos ao Instituto Nacional de Seguridade
Social (INSS) emitida pela Receita Federal. Caso a certidão seja positiva com
efeitos de negativa, informar o valor do débito.
f. Certidão Conjunta de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da
União emitida pela Receita Federal e Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional
(PGFN). Caso a certidão seja positiva com efeitos de negativa, informar o
valor do débito.
g. Certificado de Regularidade do FGTS (CRF) expedido pela Caixa Econômica
Federal.
h. Certidão Negativa da Receita/Dívida Ativa do Estado. Caso a certidão seja
positiva com efeitos de negativa, informar o valor do débito.
i. Certidão Negativa da Receita/Dívida Ativa do Município. Caso a certidão seja
positiva com efeitos de negativa, informar o valor do débito.
j. Certidão do(s) Cartório(s) Distribuidor(es) de Ações Cíveis, Fiscais e
Falimentares, emitida pela Justiça Estadual da Comarca da Proponente.
k. Certidão de Distribuição de Ações e Execuções Cíveis e Fiscais, emitida pela
Justiça Federal da Seção Judiciária da sede da Proponente.
l. Certidão emitida pelo(s) Cartório(s) Distribuidor(es) de Feitos da Justiça
Trabalhista da Seção Judiciária da sede da Proponente.
m. Certidão do(s) Cartório(s) de Protestos da Comarca da sede da Proponente.
n. Recibo de entrega da Relação Anual de Informações Sociais – RAIS.
o. Declaração do convenente de que não está em situação de mora ou de
inadimplência junto à Administração Pública Estadual, relativa a outros recursos
anteriormente transferidos.
p. Alvará de Licença de funcionamento (localização) expedido pela Prefeitura
Municipal da cidade da empresa proponente.
Nota: Todos os documentos contábeis devem possuir selo do contador,
carimbo e assinatura do responsável pelas informações.

17
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
B.2. Documentos a. Certidão Conjunta de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da
do Coordenador União emitida pela Receita Federal e Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional
do Projeto (PGFN). Caso a certidão seja positiva com efeitos de negativa, informar o
valor do débito.
b. Certidão do(s) Cartório(s) Distribuidor(es) de Ações Cíveis e Fiscais, emitida pela
Justiça Estadual da Comarca do domicílio da empresa e residência do
Coordenador da proposta.
c. Certidão de Distribuição de Ações e Execuções Cíveis e Fiscais, emitida pela
Justiça Federal da Seção Judiciária do domicílio da empresa e residência do
Coordenador da proposta.
d. Certidão emitida pelo(s) Cartório(s) Distribuidor(es) de Feitos da Justiça
Trabalhista da Seção Judiciária do domicílio da empresa e residência do
Coordenador da proposta.
e. Declaração indicando a situação dos processos cíveis, fiscais/tributários e
trabalhistas e os valores discutidos, assinado pelo Coordenador da proposta.
f. Certidão do(s) Cartório(s) de Protestos da Comarca do domicílio da empresa e
residência do Coordenador da proposta;
g. Cópia de RG, CPF e comprovante de residência atualizado (legíveis).

B.3. Documentos a. Cópia do Cadastro dos Dados Pessoais e Profissionais do Bolsista no BCCT
do bolsista b. Cópia de RG, CPF e comprovante de residência atualizado (legíveis).
c. Cópia do currículo vitae (plataforma lattes)
d. Diploma do curso a que se refere a bolsa (doutorado e/ou mestrado ou
graduação) ou declaração equivalente da instituição onde o curso foi realizado
e. Cópia do projeto de pesquisa e do plano de trabalho do candidato
f. Declaração do bolsista que não possui vínculo empregatício.

18
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
ANEXO IV

TERMO DE ANUÊNCIA DE PARTICIPAÇÃO DO PESQUISADOR/TÉCNICO

FAPEAL/CNPq EDITAL FAPEAL No 001/2009
PROGRAMA PESQUISADORES NAS EMPRESAS
ESTADO DE ALAGOAS
TÍTULO DA PROPOSTA

COORDENADOR

NOME DO PESQUISADOR/TÉCNICO CPF

CART.IDENTIDADE ÓRGÃO EXPEDIDOR DATA DE NASCIMENTO

ENDEREÇO CEP

CIDADE UF

DDD/TELEFONE CELULAR

E-MAIL

INSTITUIÇÃO EXECUTORA SIGLA

Declaro que estou de acordo em participar da proposta identificada acima, que tenho currículo na Base
Lattes e que o mesmo está atualizado. Informo ainda que a participação será nas seguintes atividades:
1. _______________________________________
2. _______________________________________
3. _______________________________________
4. _______________________________________

___________________________ _______________________________________________
Pela PROPONENTE – (Nome Completo/carimbo)
LOCAL E DATA

19
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br
ANEXO V

TERMO DE ANUÊNCIA DA EMPRESA/INSTITUIÇÃO PROPONENTE

FAPEAL/CNPq EDITAL FAPEAL No 001/2009
PROGRAMA PESQUISADORES NAS EMPRESAS
ESTADO DE ALAGOAS
TÍTULO DA PROPOSTA

EMPRESA/INSTITUIÇÃO CNPJ

ENDEREÇO

CIDADE UF CEP DDD/TELEFONE

COORDENADOR CPF

CART.IDENTIDADE ÓRGÃO TITULAÇÃO CARGO
EXPEDIDOR

ENDEREÇO COORDENADOR CEP

DDD/TELEFONE CELULAR

EMAIL

NA QUALIDADE DE REPRESENTANTE LEGAL DA PROPONENTE, DECLARO QUE ESTOU DE ACORDO
COM A REALIZAÇÃO DA PROPOSTA IDENTIFICADA ACIMA E, COMO ESTA EMPRESA/INSTITUIÇÃO TEM
CONDIÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DESTE PROJETO, AUTORIZO SUA EXECUÇÃO.

___________________________ _______________________________________________
Pela PROPONENTE – (Nome Completo/carimbo)
LOCAL E DATA

20
Rua Melo Morais, 354, Centro, Maceió-AL
CEP: 57020-330 – Fone: 0XX82-3315-2200 – Fax : 0XX82-3315-4997
- e-mail: atendimento@fapeal.br