You are on page 1of 3

1

CONCEITOS FUNDAMENTAIS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Dados e Informações
Dados podem ser apresentados em forma de
textos, gráficos, imagens, sons, vídeos, códigos
binários e outros. É através dos dados obtidos que
a informação é processada e transformada em
informação, sendo útil para auxiliar gestores na
tomada de decisões e no
controle de seu
empreendimento.

Componentes
físicos e virtuais
Os componentes de um
computador são definidos
entre software (virtual) e
hardware (físico). A
integração entre essas duas
plataformas permite o uso das aplicações digitais
e processamento dos dados inseridos através de
dispositivos.
Software: É uma sequência de instruções
definidas para serem executadas tarefas
especificas em um hardware, como por exemplo:
programas de computador.

Hardware: é dispositivo em que serão
processadas as informações e executados os
softwares. Por exemplo: processador, PC.

Dispositivos
periféricos
Periféricos podem ser de
entrada, saída e
armazenamento, sendo
utilizados, respectivamente,
para inserir, visualizar e
guardar dados e
informações. Como
periféricos de entrada,
podem ser citados teclado,
scanner e microfone.
Através deles, se transmite dados ao computador,
que podem ser armazenados em um disco rígido
(HD), unidade flash ou em CDs e DVDs
(dispositivos de armazenamento). Após serem
guardados, os dados precisam ser exibidos, e para
tal existem os dispositivos de saída, entre eles a
impressora e o monitor. Veja a seguir alguns
exemplos de dispositivos de entrada e saída:
Daniel Condesso - 201048504-1
Ricardo Luiz Souza - 201048024-2
20/05/2014 UFRRJ

SISTEMA DE INFORMAÇÕES APLICADO À
HOTELARIA
SISTEMAS

Todo sistema é um conjunto de
componentes que operam, através
de um processo organizado de
transformação de dados, para a
consecução de um objetivo comum a
esses componentes.
2


REDES SOCIAIS E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MERCADO
HOTELEIRO
O uso da tecnologia de
informação em hotéis abrange
tanto a administração interna
dos setores, como o controle
de estoque e a disponibilidade
de apartamentos, quanto a
relação externa com clientes e
fornecedores. A facilidade na
hora da compra pode fazer
com que muitos consumidores
prefiram meios de
hospedagem que possuam
recursos virtuais para reserva,
pois possibilita transação
imediata, pagamento
posterior e segurança dos
dados. Há também como
divulgar o estabelecimento
através de ferramentas
publicitárias em sites de
busca, redes sociais e mesmo
em páginas de conteúdo
específico (agências de
viagem, sites de compras, sites
sobre turismo).
Existem, contudo, diversos
outros fatores que podem levar
o turista à escolha de um hotel.
A rede, portanto, se mostra
mais como uma forma de
expandir o público do que um
critério de seleção, se atendo
ao fato de que é importante o
bom funcionamento de um
sistema online de reservas.
A publicidade nas redes sociais
tem a vantagem de acesso fácil
ao público, porém, além da
imagem passada pelos gestores
e pela campanha de marketing,
também é disponível o
feedback de clientes anteriores
e as ofertas da concorrência.
Através de administração dos
recursos virtuais, preços
competitivos e qualidade na
ALGUNS CONCEI TOS

Desktop: Computador de uso
doméstico; compreende a CPU,
monitor, teclado, mouse, impressora e
caixas de som. O mesmo termo
também é utilizado para caracterizar a
tela principal do computador,
conhecida como Área de Trabalho.
Notebook: Computador portátil;
contém os periféricos armazenados em
conjunto dentro de um mesmo bloco.
Estações de trabalho: Computadores
semelhantes aos desktops, integrados
entre si por uma rede interna.
Servidores de rede: Permite o acesso
entre os dispositivos de uma rede, além
de controlar e validar senhas e nomes
de usuário.
PDA (Personal Digital Assistent):
Computador de bolso, contém
aplicativos básicos de organização
pessoal e edição de pequenos textos.
Sistema embarcado: Sistema
elaborado para poucas funções,
geralmente utilizado para tarefas
simples.
3

prestação de serviço, as redes sociais podem ser
utilizadas para divulgação massiva do
estabelecimento, tornando-o atrativo a um
público maior. A utilização de gadgets permite
que o público acesse as redes sociais de qualquer
lugar. A criação de aplicativos do próprio
estabelecimento ou convênio com aplicativos de
vendas pode facilitar o acesso ao sistema de
reservas e garantir o acesso às informações em
qualquer lugar.
Aliadas a um sistema de reservas eficiente, as
redes sociais podem contribuir significativamente
com o sucesso financeiro. Porém, se houver falhas
no funcionamento interno do hotel, ou mesmo
comportamento inesperado do sistema de
reservas, a tendência é que as redes sociais
contribuam para a divulgação negativa do meio de
hospedagem, por meio dos comentários feitos
pelo público.
Para o futuro, a tendência é de que o uso das
tecnologias de informação se torne ainda mais
expressivo no mercado hoteleiro, pois visa facilitar
os procedimentos e integrar o estabelecimento
com seus stakeholders e com o público interno.

RELAÇÃO ENTRE ANALISTAS E USUÁRIOS

As aplicações oferecem serviços padronizados
para o segmento de mercado a que são
direcionadas. No caso de um hotel, os sistemas
integram a recepção e reservas à governança, à
administração geral e aos pontos de venda.
Contém dados dos hóspedes e registros de
consumo. Caso haja adaptações que precisem ser
feitas, o gestor deve comunicá-las ao analista de
sistemas. É importante que se leve em conta o
que realmente precisa ser modificado, pois
algumas alterações podem ser trabalhosas, além
de ter preços elevados, e não representar um
valor positivo na relação custo-benefício. A
comunicação entre os desejos do gestor e as
possibilidades oferecidas pelo analista é
fundamental.