You are on page 1of 3

4 mentiras que “gays cristãos” dizem sobre a Igreja a Bíblia

Emerson de Oliveira maio 1! "#14
$e%utar a mentira não & 'ara os %racos de cora(ão) Os mentirosos! diz a
Bíblia! gastam uma 'arte signi*cativa do seu tem'o inventando suas
misturas '+tridas) ,entiras! em +ltima an-lise! tratam.se de mani'ular algo
que de outra %orma não 'oderia ser rom'ido sob circunst/ncias normais)
“0i daqueles que! no seu leito! imaginam a iniquidade e maquinam o mal1 2
luz da alva! o 'raticam! 'orque o 'oder est- em suas mãos)” . ,iqu&ias "!1
“3- no cora(ão do ím'io a voz da transgressão4 não 5- temor de 6eus
diante de seus ol5os) 7orque a transgressão o lisonjeia a seus ol5os e l5e diz
que a sua iniquidade não 5- de ser descoberta! nem detestada) 0s 'alavras
de sua boca são malícia e dolo4 abjurou o discernimento e a 'r-tica do bem)
8o seu leito! maquina a 'erversidade! det&m.se em camin5o que não &
bom! não se des'ega do mal)” 9 :almos ;<!1.4
Enquanto dormimos! mentirosos 'lanejam suas mentiras 'ara des'rezar o
que & bom) 6ito isto! vamos ol5ar 'ara quatro mentiras b-sicas que “gays
cristãos” e seus aliados voci%eram sobre a Igreja e a Bíblia)
1) O 'reconceito dos cristãos contra os 5omosse=uais os leva a inter'retar
mal os te=tos bíblicos sobre a 5omosse=ualidade)
0'esar dessa mentira ser tão su'er*cial! no entanto! teve um im'acto s&rio
de como alguns visualizam a autoridade das Escrituras e como se a'lica a
'ecados se=uais) Esta & a mentira de cul'a e=traviada) Ela su'>e que os
cristãos que não concordam com o com'ortamento 5omosse=ual são os que
criaram a narrativa bíblica se o'ondo a ela! 'ortanto! são os cul'ados 'or
aquilo que ela claramente diz) Identi*car convenientemente toda a o'osi(ão
a um com'ortamento se=ual que tem uma 'ena mortal es'iritual e %ísica
como “'reconceito” & uma 'osi(ão absurda e il?gica) @ como dizer que a
o'osi(ão ao suicídio & o 'reconceito contra o livre arbítrio) 0 verdade & que
a Bíblia & clara sobre toda imoralidade se=ual e tem toler/ncia zero 'ara o
com'ortamento 5omosse=ual! não im'orta o conte=to! como o
com'ortamento ocorre em ou se os 'artici'antes estão dis'ostos ou não) O
'reconceito & juízo sem con5ecimento) ,as os cristãos que seguem os
ensinamentos bíblicos que se o'>em claramente a todas as %ormas de
5omosse=ualismo estão agindo com integridade e 5onestidade 'ara %alar a
verdade! a'esar das mentiras contadas contra eles)
") Aíderes cristãos %alam contra a 5omosse=ualidade a'enas 'ara arrecadar
%undos e aumentar a sua visibilidade)
0 mentira da im'ro'riedade) 7or que não %alar 'ara arrecadar din5eiroB :e o
din5eiro est- sendo usado 'ara 'romover a verdade! torna.se uma %un(ão
necess-ria da missão! 'ura e sim'les) Cue canal de comunica(ão 'ermite
que seu tem'o seja usado sem 'agarB Cual deles ir- dar es'a(o 'ublicit-rio
gratuitoB :e a 'ublicidade gratuita est- sendo negada devido a 'arcialidade
da im'rensa contra os líderes cristãos que %alam contra a
5omosse=ualidade! então arrecadar din5eiro & &tico e deve ser es'erado)
Organiza(>es ativistas 5omosse=uais! 'articularmente os religiosos %alam
contra líderes cristãos! levantar o din5eiro e gan5am visibilidade! mas
querem negar que mesmo 'rivil&gio 'ara os outrosB Interessante que essas
mal%adas e in+teis “'aradas gays” são *nanciadas com din5eiro '+blico e os
gays e seus amigos não mencionam issoD
5tt'DEEnoticias)gos'el'rime)com)brE'arada.orgul5o.lgbt.*nanciada.din5eiro.
'ublicoE)
;) 0s Escrituras que condenam o com'ortamento 5omosse=ual! na verdade!
%oram mal traduzidas)
Isto & o que 'odemos rotular de uma mentira t-tica) 8ada se 'erde com
sim'les alega(>es am'las! a*rma(>es %alsas) 8a verdade! esta & a'enas
mais uma t-tica conveniente 'ara turvar as -guas e evitar o debate 5onesto
sobre a verdade) :er- que a Bíblia %oi traduzida erroneamente quando se
trata de 5omosse=ualidadeB 6e'ende de sua de*ni(ão de m- tradu(ão)
Fom os “cristãos gays”! m- tradu(ão signi*ca qualquer coisa que não est-
de acordo com as suas inter'reta(>es distorcidas) O site F0$, G0'olog&tica
Fristã e ,inist&rio de 7esquisaH e='lica 'orque não 5ouve nen5uma m-
tradu(ão) 0o mesmo tem'o! a cada e='lica(ão errante %alada 'or uma
'essoa que a*rma ser um cristão não & mais a'lic-vel a toda a %& cristã
como & com qualquer outro gru'o de 'essoas) :abemos que & um %ato
estatístico irre%ut-vel que 1##I das 'assagens da Bíblia J0K! 8KL que
mencionam o com'ortamento 5omosse=ual! o condena usando a linguagem
mais %orte 'ossível) E cada escritor di%erente %M.lo de %orma inde'endente do
outro! mas todos %oram guiados 'ela ins'ira(ão de 6eus)
4) 0s Escrituras que condenam o com'ortamento 5omosse=ual %oram
tomadas %ora de conte=to e não se a'licam a nossa sociedade atual)
Esta & a segunda versão da mentira t-tica con5ecida como argumenta(ão
es'eciosa) 7or lan(ar d+vidas sobre o conte=to da Escritura! ela 'roduz
d+vida sobre sua a'lica(ão verdadeira) Os estrategistas sociais
5omosse=uais ,ars5all NirO e 3unter ,adsen! escreveram em seu livro
“0%ter t5e Ball” que os 5omosse=uais deveriam “turvar as -guas morais! isto
&! minar as racionaliza(>es que Pjusti*camQ a intoler/ncia religiosa e
algumas de suas recom'ensas 'síquicas”) Essa t-tica & e=tremamente
aderida 'elo movimento “cristão gay”)
7rimeiro! vamos %azer algumas 'erguntas em res'osta a esta mentira t-tica)
Cue autoridade determinou que as leis e condena(ão da 5omosse=ualidade
de 6eus não se a'licam a sociedade contem'or/neaB Esta autoridade &
credívelB :er- que esta autoridade recebeu revela(ão direta de 6eus de que
sua imut-vel e eterna 7alavra não tem a'lica(ão 'ara a sociedade
modernaB Cuando isso aconteceu e quem & a autoridade que %ez esta
a*rma(ão descaradaB Eu vou a'ostar que! se tal 'essoa e=istiu! seria
identi*cada como um cl&rigo 'r?.gay que bene*ciou a ideologia de a'enas
um 'equeno contigente de degenerados se=uais e não 'ara o bem maior da
5umanidade e! certamente! não a %amília cristã)
RonteD 5tt'DEESSS)gcmSatc5)comE1#";TE%our.lies.gay.c5ristians.tell.on.t5e.
c5urc5.and.t5e.bible
Kradu(ãoD Emerson de Oliveira