You are on page 1of 17

I

PROPOSTA PEDAGÓGICA









2

SUMÁRIO






I – Origem Histórica, Natureza e Contexto da Instituição de Ensino ................................................. 3


II – Fundamentos Norteadores da Prática Educativa .......................................................................... 4


III – Missão e Objetivos Institucionais ............................................................................................... 5


IV – Organização Pedagógica da Educação e do Ensino Oferecidos ................................................. 6


V – Organização Curricular e Respectivas Matrizes ........................................................................... 8


VI- Objetivos de educação e ensino e metodologia adotada ............................................................. 12


VII – Processos de Avaliação da Aprendizagem e de Sua Execução ............................................... 13


VIII – Estratégias para Implementação: Recursos Físicos, Didático-Metodológicos,
Pessoal Docente, de Serviços Especializados e de Apoio ................................................................. 14


IX – Gestão Administrativa e Pedagógica ........................................................................................ 15


Bibliografia ....................................................................................................................................... 17



Proposta Pedagógica – Colégio Galois

PROPOSTA PEDAGÓGICA

I – ORIGEM HISTÓRICA, NATUREZA E CONTEXTO DA INSTITUIÇÃO

“Évariste Galois, matemático francês, nasceu em Bourg-la-Reine, a 25 de
outubro de 1811, e faleceu em Paris, a 31 de maio de 1832. Teve na infância forte
influência das idéias liberais de seu pai, assim como das tendências legitimistas e cristãs de
sua mãe. Foi morto precocemente em decorrência de um duelo por causas desconhecidas.
Há versões que defendem a interferência direta, nesse duelo, da polícia secreta francesa,
que não via com bons olhos a participação política daquele jovem engajado na militância
republicana. Descobriu sua vocação para matemática após ler os trabalhos de Lagrange e
Legendre e, a partir de então, começou a manifestar o propósito de ingressar na École
Polytechnique onde foi impedido por três vezes.
Embora tivesse uma adolescência conturbada e uma morte precoce, teve tempo
de escrever uma carta a seu amigo e companheiro de estudos, Auguste Chevalier, na qual
constava um manifesto político e um ensaio matemático, em que resumiu suas notáveis
descobertas. Chevalier providenciou a publicação da carta de Galois na Revista
Enciclopédica, em setembro de 1832, complementada com alguns dados biográficos do
mesmo. Seus trabalhos, contudo, só foram divulgados em 1846, quando outro matemático
francês, Joseph Liouville (1809-1882), publicou parte de seus manuscritos no J ornal de
Matemáticas Puras e Aplicadas.
As descobertas de Galois, bem como as de Gaus, estão na base de uma radical
transformação da matemática. As idéias centrais dos seus trabalhos são as noções de grupo
e corpo, e o seu mérito foi o de haver estabelecido correlação entre a teoria de grupo e das
equações algébricas. Seu conceito de "grupo de operações" foi o ponto de partida da atual
teoria das funções algébricas.
“Matemático brilhante, não teve o reconhecimento em vida da comunidade
científica da época incapaz de acompanhar o elevado grau de complexidade de suas
descobertas.”
1

1
Enciclopédia Britânica – Volume 10

Algumas características de sua personalidade são comuns aos jovens de hoje,
principalmente no que toca à paixão pela vida, e para homenageá-lo o colégio tem seu
nome.
Proposta Pedagógica – Colégio Galois

4
A opção do Colégio Galois, inicialmente, pelo ensino médio foi referendada
pela proposta de educação e ensino defendida pelos seus idealizadores, configurados nos
membros da entidade mantenedora, todos educadores, profissionais devidamente
habilitados e com experiência comprovada nas etapas de ensino que se impuseram a
executar, como um tributo do seu trabalho à comunidade brasiliense.
Transcorridos três anos de comprovada eficiência como curso pré-vestibular de
matemática, criado em 1996, como Instituto Évariste Galois, a equipe resolveu
complementar a experiência no ensino regular, com opção na Educação Básica - ensino
médio - a ser oferecido com o mesmo profissionalismo e competência que conduziu a ação
pedagógica como curso livre, exemplificada nos resultados em processos seletivos
realizados por Instituições de Ensino Superior, Públicas e Particulares, do DF. A
instituição foi credenciada e autorizada a ofertar o ensino médio conforme Portaria n
o
210,
de 16 de outubro de 2000 - SEDF.
A partir de 2005, funcionando em duas sedes, ampliou sua atuação para o
ensino fundamental, conforme Portaria n
o
73, de 17 de março de 2005 – SEDF, dentro da
mesma visão que conduziu o ensino médio, orientada para o desenvolvimento da
aprendizagem do aluno, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais
(Resolução CNE/CEB Nº 2, de 7 de abril de 1998), e atendendo à Resolução nº 1/2003 -
CEDF e Resolução nº 1/2004 - CEDF. A instituição foi recredenciada conforme Portaria n
o

200, de 8 de julho de 2005 – SEDF. Em 22 de dezembro de 2010, a instituição foi
credenciada conforme portaria n
o
235 da SEDF. A partir do ano letivo de 2012 o Colégio
Galois passou a funcionar apenas no SGAS 601, Conjunto A, Brasília – DF.
A presente Proposta Pedagógica, atualizada conforme Resolução nº 1/2010,
vem consolidar o trabalho pedagógico desenvolvido nesses anos, e visa a proporcionar ao
aluno ambiente propício à aquisição de habilidades e competências com as quais ele
consiga se situar num mundo em constantes transformações, no exercício consciente da
cidadania e como ser em construção.





Proposta Pedagógica – Colégio Galois

5
II – FUNDAMENTOS NORTEADORES DA PRÁTICA EDUCATIVA

O Galois constrói sua prática pedagógica em pressupostos éticos, políticos e
pedagógicos, e protagoniza o domínio dos princípios e fundamentos científico-
tecnológicos, na compreensão do significado das ciências, das letras e das artes.
Os fundamentos científicos capazes de desenvolver a curiosidade e o espírito
investigador estão presentes nos componentes curriculares e atividades que constituem o
conjunto de vivências do aluno. Para que isso ocorra, o Galois propõe:
a) despertar no aluno interesse para os problemas imediatos do cotidiano, pela
observação;
b) provocar a curiosidade do aluno para que ele confronte situações-problemas numa
dimensão espaço/tempo em que se realiza a educação da criança, do adolescente e do jovem;
c) possibilitar a busca de conceitos por meio dos fundamentos da ciência e da
tecnologia ao ressaltar valores universais de convivência e de desenvolvimento pessoal;
d) oferecer condições para que o aluno adquira uma visão do mundo
independente das ideologias, dos dogmas religiosos ou da cultura do imediatismo;
e) organizar o conhecimento e desenvolver ensino e aprendizagem sistemáticos, pela
mediação de códigos e linguagens consubstanciados na organização curricular;
f) facilitar a aquisição de habilidades e competências com as quais o aluno se
situe num mundo em constantes transformações, no exercício consciente da cidadania e
como ser em construção.
Competências cognitivas, afetivas, culturais e sociais estão presentes na
implementação desta Proposta Pedagógica, de forma que promovam o desenvolvimento da
pessoa e qualifiquem o jovem para a vida em sociedade.
Tal postura está fundamentada em objetivos que conduzem as propostas
desenvolvidas em sala de aula, cuja preocupação é “identificar valores, distinguir
alternativas dadas de comportamento, imaginar outras possíveis, elucidar dilemas,
argumentar para defender uma ou outra decisão possível e avaliar causas e conseqüências
das ações”. (Apud CASTRO, Eder Alonso e outros. Educando para pensar. Pioneira,
São Paulo, 2002, p.8).
O aluno torna-se, assim, agente na criação e interage com o meio ambiente.
Constrói a sua autonomia, autodeterminação, responsabilidade, cooperação e solidariedade.
Proposta Pedagógica – Colégio Galois

6
Aprende a trabalhar em parceria com o grupo, ao partilhar idéias, pensamentos e assimila
códigos de conduta padronizados de comportamento coletivo.

III – MISSÃO E OBJETIVOS INSTITUCIONAIS

A missão do Colégio Galois é oferecer uma educação de excelência à
comunidade brasiliense.
Ao assumir como seus os objetivos da educação nacional, o Colégio Galois
tem como objetivos institucionais:
a) assegurar a melhoria permanente do processo de ensino, por meio da
expansão e da diversificação de atividades didático-pedagógicas, com acompanhamento do
processo de aprendizagem do aluno;
b) gerar condições para que a prática pedagógica desenvolvida seja capaz de
investir no crescimento psicossocial do aluno, de forma que seus objetivos possam ser
alcançados de modo perene e estável;
c) viabilizar a parceria com as famílias dos alunos, aliados aos valores
familiares e educacionais, no processo de cooperação e solidariedade;
d) buscar a contínua melhoria e adequação das diretrizes pedagógicas, baseada
nos pressupostos ético-político-pedagógicos que norteiam a escola, com vistas a se tornar
um referencial de qualidade e padrão de excelência na educação brasileira.

IV – ORGANIZAÇÃO PEDAGÓGICA DA EDUCAÇÃO E DO ENSINO
OFERECIDOS

A organização pedagógica guarda coerência com os valores defendidos pela
legislação e normas do ensino e assimilados pela instituição educacional.
O planejamento é elaborado com o intuito de atender e respeitar os interesses,
necessidades, possibilidade e expectativas dos alunos. Visa a adequar o conteúdo
programático ao desenvolvimento das estruturas mentais, da criatividade e propõe o estudo
de fatos sócio-culturais e dos fenômenos da natureza.
A sala de aula torna-se um verdadeiro laboratório que estimula o
aprofundamento e a ampliação dos conceitos estudados, mediante situações e vivências
curriculares que envolvem conhecimentos, informações, habilidades ou destrezas
diferenciadas.
Proposta Pedagógica – Colégio Galois

7
O Ensino Fundamental (1ª a 8ª série / 1º ao 9º ano) tem como objetivos:
a) proporcionar ao aluno condições básicas para o desenvolvimento da
capacidade de aprendizagem, como instrumento de construção progressiva da identidade
pessoal, percebendo-se integrante e agente de transformação social, pela identificação dos
elementos integrantes do ambiente em que vive;
b) desenvolver no aluno a capacidade de aprender a aprender, ao utilizar meios
e métodos significativos para o domínio da leitura, da escrita e do cálculo, para a aquisição
de conhecimentos e habilidades;
c) promover a ampliação das experiências curriculares dos alunos, ao estimular
o seu interesse pelo processo de preservação da natureza e fortalecimento dos vínculos de
família, dos laços de solidariedade humana e da tolerância recíproca, em que se assenta a
convivência social;
d) fortalecer o sentimento de confiança na capacidade afetiva, física, motora e
cognitiva do aluno;
e) utilizar as diferentes linguagens (verbal, corporal, plástica, matemática e
gráfica) na produção, expressão e comunicação de idéias proporcionadas pelo
desenvolvimento das atividades contínuas, progressivas e integradas ao currículo escolar;
f) aproveitar os temas transversais para questionar a realidade, ao formular
problemas e oferecer alternativas de solução, utilizando, para tanto, o pensamento lógico, a
criatividade, a capacidade de análise crítica da realidade em que vive.

O Ensino Médio tem com objetivos:
a) consolidar e aprofundar os conhecimentos adquiridos no ensino
fundamental, e possibilitar a continuidade de estudos;
b) aprimorar a formação do aluno como pessoa, nos aspectos socioculturais, no
desenvolvimento de valores éticos pela compreensão da relação entre as ciências e as
humanidades, nos processos de autonomia individual e intelectual e no pensamento crítico;
c) estimular a compreensão do significado da ciência e da tecnologia, das letras
e das artes como instrumentos de realização pessoal e de transformação da realidade social
e cultural;
d) capacitar o aluno a perceber as relações sociais, a utilizar a língua pátria e
outras línguas estrangeiras modernas, como instrumentos de compreensão do processo
histórico e de transformação da sociedade, da construção e da distribuição do saber.
Proposta Pedagógica – Colégio Galois

8
No ensino médio é possível construir a identidade e a preparação básica para o
mundo do trabalho e para o exercício da cidadania. Vale ressaltar que os conhecimentos
adquiridos no ensino fundamental possibilitam o prosseguimento de estudos, de modo a
capacitar o aluno para novas condições de ocupação e aperfeiçoamento posteriores, em face
das transformações por que passa a sociedade.

V – ORGANIZAÇÃO CURRICULAR E RESPECTIVAS MATRIZES

O ensino fundamental está organizado em séries anuais (1
a
a 8
a
) e anos (1º ao
9º ). O ensino médio, com duração mínima de 3 (três) anos, está estruturado em regime
anual. Nas matrizes curriculares anexas, destacam-se os componentes curriculares da Base
Nacional Comum e da Parte Diversificada.
A Base Nacional Comum permite desenvolver a compreensão dos
fundamentos científico-tecnológicos dos processos produtivos e no relacionamento teórico-
prático no ensino de cada componente curricular. No ensino fundamental, Língua
Portuguesa, Matemática, Ciências, Geografia, História, Educação Física e Arte são os
componentes curriculares da Base Nacional Comum. A Base Nacional Comum do ensino
médio, no Colégio Galois, apresenta os componentes curriculares destacados em três áreas
do conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas
Tecnologias; Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias
A Parte Diversificada envolve as áreas de conhecimento vinculadas aos
contextos da vida pessoal, social e na diversidade cultural. No ensino médio, Redação,
Língua Estrangeira Moderna (Inglês e Espanhol) são os conteúdos da Parte Diversificada.
No ensino fundamental a Parte Diversificada é composta pelos seguintes componentes
curriculares: Educação Ambiental, Educação Bíblica, Educação Tecnológica, Desenho
Geométrico, Filosofia, Sociologia, Redação, Língua Estrangeira Moderna (Inglês,
Espanhol e Francês), que são trabalhados nas séries respectivas, conforme Matrizes
Curriculares apresentadas.
Os conteúdos programáticos de Música, Artes Cênicas e Artes Visuais são
partes integrantes do componente curricular Arte, tanto no ensino médio quanto no ensino
fundamental.
Todos os componentes curriculares de Língua Estrangeira Moderna (Inglês,
Espanhol e Francês) são obrigatórios para os alunos das séries em que são estudados.
Proposta Pedagógica – Colégio Galois

9
O currículo, desenvolvido anualmente, procura atingir a formação básica do
aluno, no cumprimento de competências, habilidades e disposições de condutas.
Os Temas Transversais, significativos e relevantes para o processo formativo
do aluno, permeiam os componentes curriculares da Base Nacional Comum e da Parte
Diversificada, associados à Interdisciplinaridade e Transdisciplinaridade.
Os Temas Transversais desenvolvidos no ensino fundamental e no ensino
médio são: Educação para o Trânsito, Educação Sexual, História e Cultura Afro-Brasileira
e Indígena, Direito, Cidadania e Ética.
Os conteúdos curriculares assumem função preponderante na abordagem de
temas socialmente significativos, atuais e urgentes no processo de apropriação do
conhecimento. O programa de cada componente curricular inclui assuntos de valores éticos
e culturais, valoriza a busca de conceitos, causas e conseqüências dos fenômenos.
A obtenção das competências desejadas pelos alunos é consolidada mediante o
currículo e conta com a utilização das mais variadas fontes de pesquisa bibliográfica e
experimental, em laboratório, pesquisa de campo e Internet. Além disso, o aluno conta
com o suporte constante da presença dos professores e especialistas para consultas,
obtenção de dados e informações que possibilitem a resolução de problemas e/ou
implementação de projetos.



Proposta Pedagógica – Colégio Galois

10

MATRIZES CURRICULARES


Etapa: ENSINO FUNDAMENTAL
Regime: Anual Seriado
Módulo: 40 semanas - Turno Diurno

PARTES DO
CURRÍCULO
COMPONENTES CURRICULARES
SÉRIES
1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª 8ª
B
A
S
E

N
A
C
I
O
N
A
L

C
O
M
U
M

LÍNGUA PORTUGUESA X X X X X X X X
MATEMÁTICA X X X X X X X X
CIÊNCIAS X X X X X X X X
GEOGRAFIA X X X X X X X X
HISTÓRIA X X X X X X X X
ARTE X X X X X X X X
EDUCAÇÃO FÍSICA X X X X X X X X
P
A
R
T
E

D
I
V
E
R
S
I
F
I
C
A
D
A

EDUCAÇÃO AMBIENTAL — — — — X X X —
EDUCAÇÃO BÍBLICA — — — — X X X —
EDUCAÇÃO CIDADÃ — — — — X X X —
EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA — — — — X X X —
DESENHO GEOMÉTRICO — — — — X X X X
FILOSOFIA — — — — — — — X
SOCIOLOGIA — — — — — — — X
REDAÇÃO — — — — X X X X
LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA - ESPANHOL — — — — X X X X
LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA - FRANCÊS X X X X X X X —
LINGUA ESTRANGEIRA MODERNA - INGLÊS X X X X X X X X
TOTAL SEMANAL DE MÓDULOS-AULA 30 30 30 30 33 33 33 33
TOTAL ANUAL DE HORAS 900 900 900 900 990 990 990 990


Observações:
1. Horário de funcionamento: das 7h40 às 12h40.
2. A duração do módulo-aula é de 45 minutos.
3. O tempo reservado ao intervalo (recreio) é de 30 minutos diários. Esse tempo está excluído do total de horas letivas.
4. São oferecidos 33 módulos-aula por semana: 30 no período matutino e 3 no vespertino, emhorário definido no início do ano letivo.
5. Há sábados letivos previstos no calendário escolar.
6. O quantitativo de módulos-aula para cada componente curricular é definido no início do ano letivo.
Proposta Pedagógica – Colégio Galois

11
Etapa: ENSINO FUNDAMENTAL
Regime: Anual Seriado
Módulo: 40 semanas - Turno Diurno

PARTES DO
CURRÍCULO
COMPONENTES CURRICULARES
ANOS
1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º
B
A
S
E

N
A
C
I
O
N
A
L

C
O
M
U
M

LÍNGUA PORTUGUESA X X X X X X X X X
MATEMÁTICA X X X X X X X X X
CIÊNCIAS X X X X X X X X X
GEOGRAFIA X X X X X X X X X
HISTÓRIA X X X X X X X X X
ARTE X X X X X X X X X
EDUCAÇÃO FÍSICA X X X X X X X X X
P
A
R
T
E

D
I
V
E
R
S
I
F
I
C
A
D
A

EDUCAÇÃO AMBIENTAL — — — — — X X X —
EDUCAÇÃO BÍBLICA — — — — — X X X —
EDUCAÇÃO CIDADÃ — — — — — X X X —
EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA — — — — — X X X —
DESENHO GEOMÉTRICO — — — — — X X X X
FILOSOFIA — — — — — — — — X
SOCIOLOGIA — — — — — — — — X
REDAÇÃO — — — — — X X X X
LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA - ESPANHOL — — — — — X X X X
LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA - FRANCÊS X X X X X X X X —
LINGUA ESTRANGEIRA MODERNA - INGLÊS X X X X X X X X X
TOTAL SEMANAL DE MÓDULOS-AULA 30 30 30 30 30 33 33 33 33
TOTAL ANUAL DE HORAS 900 900 900 900 900 990 990 990 990


Observações:
1. Horário de funcionamento: das 7h40 às 12h40.
2. A duração do módulo-aula é de 45 minutos.
3. O tempo reservado ao intervalo (recreio) é de 30 minutos diários. Esse tempo está excluído do total de horas letivas.
4. São oferecidos 33 módulos-aula por semana: 30 no período matutino e 3 no vespertino, emhorário definido no início do ano letivo.
5. Há sábados letivos previstos no calendário escolar.
6. O quantitativo de módulos-aula para cada componente curricular é definido no início do ano letivo.








Proposta Pedagógica – Colégio Galois

12
Etapa: ENSINO MÉDIO
Regime: Anual seriado
Módulo: 40 semanas - Turno Diurno

PARTES DO
CURRÍCULO
ÁREAS DO
CONHECIMENTO
COMPONENTES CURRICULARES
SÉRIES
1° 2º 3º
B
A
S
E

N
A
C
I
O
N
A
L

C
O
M
U
M

LINGUAGENS,
CÓDIGOS E SUAS
TECNOLOGIAS
LÍNGUA PORTUGUESA X X X
EDUCAÇÃO FÍSICA X X X
ARTE X X X
CIÊNCIA HUMANAS
E SUAS TECNOLOGIAS
HISTÓRIA X X X
GEOGRAFIA X X X
FILOSOFIA X X X
SOCIOLOGIA X X X
CIÊNCIAS DA
NATUREZA,
MATEMÁTICA
E SUAS TECNOLOGIAS
BIOLOGIA X X X
FÍSICA X X X
QUÍMICA X X X
MATEMÁTICA X X X
PARTE DIVERSIFICADA
LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA - ESPANHOL X X X
LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA - INGLÊS X X X
REDAÇÃO X X X
TOTAL SEMANAL DE MÓDULOS-AULA 34 34 34
TOTAL ANUAL DE HORAS 1133 1133 1133

Observações:
1. Horário de funcionamento: das 7h20 às 12h50.
2. A duração do módulo-aula é de 50 minutos.
3. O tempo reservado ao intervalo (recreio), de 30 minutos diários, está excluído do total de horas letivas.
4. São oferecidos 34 módulos-aula por semana: 30 no período matutino e 4 no vespertino, emhorário definido no início do ano letivo.
5. Há sábados letivos previstos no calendário escolar.
6. O quantitativo de módulos-aula para cada componente curricular é definido no início do ano letivo.







Proposta Pedagógica – Colégio Galois

13
VI – OBJETIVOS DA EDUACAÇÃO E ENSINO E METODOLOGIA ADOTADA

A escola, com sua autoridade, consegue transformar seus alunos em sujeitos
passivos. Ela consegue impor suas idéias sem contestações, ensinando aos alunos desde o
principio a absorver e repetir suas lições, tornando-os incapazes de pensar coisas
diferentes.
Como nos fala Rubem Alves: “somos submetidos a uma educação que nos torna
seres passivos diante dos acontecimentos”. Fernando Pessoa nos diz: “muitos são os
responsáveis pelo que somos, muitos influenciam em nossas decisões, em nossos
pensamentos e na nossa formação”.
Romper com essas formas convencionais de ensino é o principal objetivo da
educação e ensino proposta pelo Colégio Galois.
A proposta de educação e ensino do Colégio Galois é uma alternativa à tradicional
e tem como prioridade o desenvolvimento pleno dos alunos, respeitando seus interesses,
estimulando a pesquisa e a criatividade.
O objetivo da educação e ensino proposta pelo Colégio Galois é libertar os alunos
das convenções, do autoritarismo das ideias que padronizam, da obediência cega e do
comodismo. Orienta a ação do aluno para a construção de conhecimentos, propicia a
criticidade e a reflexão. Assim como nos ensina Toro (p. 242) “A educação deve lutar
contra os entraves psicológicos, libertar o homem de sua miséria afetiva, de sua pobreza
criativa e de sua incapacidade de desfrutar o prazer de viver”.
Para alcançar os objetivos citados adotamos uma metodologia que possibilita que
os nosssos alunos atuem como pesquisadores que experimentam e buscam respostas para
as muitas perguntas que fazem sobre este mundo ainda tão cheio de mistérios. Constroem e
reconstroem teses sobre o funcionamento dele, da natureza e da vida. Sentem-se livres e
entusiasmados para questionar, argumentar e experimentar todas as coisas que estão à sua
volta.
Estes pesquisadores curiosos não param, não se contentam com os objetos que
estão próximos deles, vão além. Ao dominarem a palavra, enriquecem seus pensamentos e
alçam vôos no mundo das idéias. Passam a brincar, agora, com as palavras.
A autonomia é outro objetivo da nossa proposta de ensino, pois conduz nossos
alunos para transformações amplas que ultrapassam o aprendizado de conteúdos. Formar
alunos autônomos é possível quando se desenvolve o respeito mútuo entre a Escola e a
Proposta Pedagógica – Colégio Galois

14
Comunidade Escolar. Esta relação possibilita a construção dos valores morais a partir de
discussões e de ações que consideram a opinião e respeitam o grupo a que ele pertence.
Não há desenvolvimento da autonomia num ambiente onde prevalece o
autoritarismo do professor, em que os alunos vêem o professor como dono exclusivo do
saber. Acreditamos que, por meio de uma relação de respeito mútuo entre professor-aluno,
poderemos contribuir para a formação de indivíduos autônomos. As atividades são
realizadas de forma cooperativa, com a interferência provocativa do professor; assim, tanto
o professor como o aluno assumem a postura de pesquisador.
Nossa proposta defende uma educação que procura desenvolver a autonomia moral
e intelectual dos alunos, em que ajam corretamente por escolha própria, e não pela pressão
de castigos ou de recompensas. Que tenham respostas corretas, não por que alguém lhes
mostrou, mas porque as encontrou. Que tenham consciência de seus atos, que estejam
cientes de suas consequências e que reflitam sobre eles.
Com essa preocupação, a autonomia é também objetivo da nossa Educação e
Ensino, sendo favorecida com metodologias que privilegiam a cooperação, numa relação
de respeito mútuo e de investigação.



VII – PROCESSOS DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM E DE SUA
EXECUÇÃO

A avaliação é encarada como um meio de fornecer informações sobre o
processo ensino-aprendizagem, para que o professor conheça a eficácia de sua atuação
pedagógica. Abrange tanto o conhecimento adquirido como as atitudes dos alunos frente
aos colegas, professores e sua relação com o saber. A forma de se tornar confiável e
satisfazer aos critérios de objetividade na atribuição de notas exige a utilização de testes,
provas, trabalhos de pesquisas individuais e coletivas. A avaliação fornece condições para
que o aluno crie formas variadas de se apropriar do conhecimento.
É um meio de capacitação no processo de relação do aluno com a instituição,
as competências, os procedimentos e habilidades nela adquiridos. Avalia-se com o
propósito de realimentar ou reformular o processo, os métodos e recursos empregados,
adequando-os às necessidades reais do aluno.
Proposta Pedagógica – Colégio Galois

15
Cada componente curricular é avaliado, semestralmente, em 100,0 pontos. Ao
término do ano letivo, a nota final do aluno é obtida fazendo-se a média ponderada entre o
resultado do primeiro e do segundo semestres com pesos um e dois, respectivamente.
Considera-se aprovado o aluno que obtiver, em cada componente curricular, nota final
maior ou igual a 60,0. Não é permitido que o aluno, do ensino médio, frequente alguma
série com reprovação em algum componente curricular da série anterior.


VIII - INFRAESTRUTURA: INSTALAÇÕES FÍSICAS, EQUIPAMENTOS,
MATERIAIS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS, BIBLIOTECA, LABORATÓRIOS,
PESSOAL DOCENTE, DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS E DE APOIO


1) Recursos Físicos:

30 salas de aula, 3 auditórios, 1 laboratório multidisciplinar, 4 salas de
orientação, 2 salas de professores, 2 bibliotecas, 2 secretarias, 3 salas de direção, 6 salas
de administração, salas para atendimento de enfermagem, odontológico e de fisioterapia, 1
quadra poliesportiva coberta, 1 quadra poliesportiva descoberta, 2 lanchonetes, 1
restaurante, 14 banheiros, 1 almoxarifado.

2) Recursos Didáticos:

30 data-shows com tela interativa; 4 lousas eletrônicas.

3) Recursos Humanos e de Apoio:

1 Diretor Pedagógico, 1 Vice-Diretor, 1 Secretária Escolar, 45 Professores, 4
Pedagogas, 1 Psicopedagoga, 1 Psicólogo, 1 Bibliotecária, 1 Auxiliar de enfermagem, 1
Odontóloga, 1 Fisioterapeuta, 6 Porteiros, 8 Faxineiros, 4 Digitadores, 4 Telefonistas e 14
Funcionários da Área Administrativa.


Proposta Pedagógica – Colégio Galois

16
IX – GESTÃO ADMINISTRATIVA E PEDAGÓGICA

A gestão administrativa e a gestão pedagógica acontecem de maneira integrada
no efetivo funcionamento do Conselho Consultivo, da Direção Pedagógica, Coordenação,
Orientação e Secretaria. De acordo com os anseios observados no processo educativo, as
decisões são tomadas com a participação de representantes de todos os segmentos da
escola, mediante o funcionamento de todas as atividades do Galois.
Os serviços de secretaria, biblioteca, enfermagem, odontológico, fisioterapeuta
e de acompanhamento psicológico, em horários de funcionamento definidos e divulgados
no início de cada ano letivo, complementam o apoio dado à comunidade escolar.
Nas reuniões pedagógicas, que acontecem no início de cada ano letivo e no
início do segundo semestre, principalmente, procura-se, por meio de palestras e cursos,
atualizar o corpo docente.
Essas gestões protagonizam a tomada de consciência das ações educacionais
desenvolvidas, com a definição de responsabilidades coletivas e pessoais de todos os
agentes envolvidos no processo educacional implementado no Galois, conforme
atribuições definidas no Regimento Escolar.


Brasília, 03 de outubro de 2012.




_____________________________
Angel Prieto Andres
Diretor Pedagógico









Proposta Pedagógica – Colégio Galois

17
BIBLIOGRAFIA

BECKER, Fernando. Freire e Piaget em Relação: um ensaio interdisciplinar. In: Educação
e Debate. Mauá, ano 1, no 1, p. 46-53, mar. 1998.

CASTRO, Eder Alonso e outros. Educando para pensar. São Paulo: Pioneira, 2002.

Enciclopédia Britânica, volume 10.

FREIRE, Paulo. Ação cultural para a liberdade. 6ª ed. Rio de J aneiro: Paz e Terra, 1982.

FREIRE, Paulo; GUIMARÃES, Sérgio. Pedagogia: diálogo e conflito. 4ª ed. São Paulo:
Cortez, 1995.

FAUNDEZ, Antonio. Por uma pedagogia da pergunta. 2ª ed. Rio de J aneiro: Paz e
Terra,1986.

ROMÃO, J osé Eustáquio. Pedagogia dialógica. São Paulo: Cortez e Instituto Paulo Freire,
2002.

VINCENTI, Luc. Educação e Liberdade: Kant e Fichte. Trad. Élcio Fernandes. São Paulo:
Editora UNESP, 1994.