You are on page 1of 15

EDITAL DE INTERCÂMBIO Nº 1/2013

INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO
O que é o Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural?
Trata-se de programa gerenciado pela Secretaria de Fomento e Incentivo à
Cultura-SEFIC, que tem como objetivo a promoção da diusão e do interc!mbio da
cultura brasileira"
Qual o objetivo do Edital de Intercâmbio n !"#$!%?
Conceder au#$lio inanceiro para viabili%ar a participação de artistas, t&cnicos,
agentes culturais e estudiosos da cultura brasileira em eventos culturais"
Quais &reas culturais são atendidas?
'uaisquer (reas e e#press)es culturais consideradas relevantes para o *inist&rio
da Cultura-*inC possuem amparo no +rograma de Interc!mbio e ,iusão
Cultural"
Quais atividades 'oderão ser custeadas com os recursos do edital?
a- .presentação de trabal/o pr0prio, inclusive quando em participação em
evento de recon/ecimento ao trabal/o pr0prio desenvolvido 1premiaç)es e
/omenagens-2
b- 3esid4ncia art$stica2
c- Cursos ou atividades de capacitação nas (reas da cultura e demais setores
criativos"
PARTICIPAÇÃO
Quem 'ode se inscrever no edital?
+essoa $sica, grupo ou instituição cultural privada sem inalidade lucrativa"
Quem não 'ode se inscrever?
5ão podem participar do edital6
a- Instituição p7blica 8 ente ederado2
b- Instituição sem nature%a cultural2
c- Instituição com inalidade lucrativa2
d- Instituiç)es que possuam dentre seus dirigentes6 membros do +oder
E#ecutivo, 9egislativo, :udici(rio, do *inist&rio +7blico ou do Tribunal de
Contas da ;nião, ou respectivo c<njuge, compan/eiro ou parente em
lin/a reta, colateral ou por ainidade, at& o terceiro grau2
e- Servidor p7blico vinculado ao 0rgão ou instituição concedente, ou
respectivo c<njuge, compan/eiro, parentesco consangu$neo em lin/a reta,
colateral e8ou por ainidade at& o => grau"
Institui(ão Privada sem nature)a cultural 'ode concorrer?
5ão" 3equerimento apresentado por instituição p7blica, por pessoa jur$dica com
inalidade lucrativa ou por pessoa jur$dica sem nature%a cultural ser(
desclassiicado"
*ru'os não institu+dos juridicamente 'odem se inscrever?
Sim" 5esse caso, a candidatura dever( ser eita em nome da pessoa $sica
respons(vel pelo grupo"
,e eu me inscrever como gru'o 'osso alterar 'ara categoria individual
se -ouver desist.ncia de integrantes?
5ão" ?ide regra do Edital item @"AA"
2
Quais documentos devem ser a'resentados no momento da inscri(ão?
5ão & obrigat0ria a apresentação de documentos no ato da inscrição, mas &
desej&vel que se a'resente6
Curr$culo, 3B, C+F, comprovação de trabal/os reali%ados 1se or o caso-"
5o caso de pessoa jur$dica, & desej(vel que apresente o estatuto social"
E/istem quantas categorias de requerimentos?
São duas6 categoria individual e categoria grupo"
3equerimentos de categorias distintas concorrem separadamente"
O que ser& considerado gru'o 'ara fins do Edital?
Brupo & a reunião de artistas, t&cnicos, agentes culturais ou estudiosos da cultura
brasileira para apresentação de trabal/o conjunto em evento cultural"
Quais ei/os e/istem no edital?
5o edital e#istem estes C ei#os6
Ei/o ! 0 1rtes2 Iniciativas que promovam pr(ticas, representaç)es, e#press)es,
con/ecimentos e t&cnicas que resultam da criatividade de indiv$duos e8ou grupos
para preservar e diundir a mem0ria cultural"
Segmentos atendidos6 artistas, produtores, diretores, dramaturgos, compositores,
roteiristas, t&cnicos, estudiosos e grupos art$sticos que atuam nas (reas de artes
c4nicas, artes visuais, audiovisual, m7sica, dança, literatura, perormance e ains,
incluindo e#posição, e#ibição audiovisual, apresentação musical, teatral, circense,
de dança, literatura e etc"
Ei/o # 0 Diversidade Cultural2 Iniciativas que e#pressem a valori%ação e
diusão da diversidade cultural, levando-se em conta os recortes reerentes à
crenças, comportamentos, valores, instituiç)es, regras morais, etnia, ancestralidade,
territorialidade, orientação se#ual e ains2 ou, tamb&m, que relacionem a cultura
com outras (reas de atuação, como6 sa7de, educação, meio ambiente, comunicação,
turismo, trabal/o"
Segmentos atendidos6 indiv$duos e8ou grupos que atuam em culturas ind$genas e
populares, movimento /ip /op, capoeira, cultura dos povos ciganos, diversidade
et(ria 1in!ncia, jovens e idosos-, segmento 9BDT 1l&sbicas, gaEs, bisse#uais,
travestis e transe#uais-, comunidades quilombolas e ribeirin/as, trabal/adores
rurais, sa7de mental, pessoas com deici4ncia, diversidade de g4nero, povos de
terreiros e imigrantes"
Ei/o % 0 3orma(ão e Ca'acita(ão2 Iniciativas e aç)es que promovam a
ormação, capacitação, ortalecimento e desenvolvimento na (rea da cultura,
promovendo a troca de con/ecimentos e e#peri4ncias entre grupos, entidades e
proissionais da cultura2 seja por meio de cursos, resid4ncias art$sticas, semin(rios,
debates, pesquisas, oicinas, palestras ou e#posiç)es de trabal/os, com duração de
no m(#imo AF 1do%e- meses, e que contribuam para a ormação e8ou
proissionali%ação de artistas, gestores e agentes culturais"
Segmentos atendidos6 indiv$duos e8ou grupos que pretendem se proissionali%ar na
(rea cultural" Sejam estes6 artistas, agentes culturais, t&cnicos e estudiosos"
Ei/o 4 0 Economia Criativa2 Ei#o destinado aos empreendedores criativos -
micro e pequenos, redes e coletivos - que busquem apoio para o desenvolvimento e
ortalecimento de seus empreendimentos - em todo o ciclo de sua cadeia produtiva,
3
com vistas a obter sustentabilidade econ<mica, cultural ambiental e social"
Candidaturas que propon/am ou que trabal/em com novas ormas de
associativismo ou cooperativismo, com trabal/os colaborativos, com modelos
inovadores de neg0cios, bem como com o desenvolvimento de novas ormas de
tecnologia social" Setores criativos são aqueles cujas atividades produtivas ten/am
como processo principal um ato criativo gerador de valor simb0lico e que resulte
em produção de rique%a cultural e econ<mica" São consideradas empreendimentos
criativos as atividades produtivas de base cultural com ins econ<micos 1comerciais
ou solid(rios- inseridas nos segmentos abai#o elencados6
Segmentos atendidos6 +atrim<nio Cultural e 5atural 1dentre eles o artesanato de
tradição cultural-2 as .rtes de Espet(culo2 as .rtes ?isuais2 .udiovisual e as
*$dias Interativas2 a 9iteratura e as *$dias Impressas e as Criaç)es Funcionais
1+rodução cultural2 *oda2 ,esign gr(ico2 ,esign de interiores2 ,esign de objetos2
.rquitetura-"
Por que -& se'ara(ão 'or ei/os?
+ara propiciar a ampliação do atendimento, uma ve% que o ormato atual & o
produto de estudo reali%ado a partir de editais anteriores"
O organi)ador"reali)ador do evento 'ode concorrer?
5ão, o organi%ador, reali%ador ou promotor do evento, e respectivos integrantes ou
parceiros, não podem ser beneiciados"
Quais 'er+odos são contem'lados 'elo Edital de Intercâmbio n !"#$!%?
G edital contempla os requerimentos com viagens previstas a ocorrer entre março e
agosto de FHA="
INSCRIÇÕES
Como são feitas as inscri(5es no edital?
.s inscriç)es serão reali%adas EIC9;SI?.*E5TE por meio do sistema
S.9ICJED, dispon$vel no s$tio eletr<nico www.cultura.gov.br"
Quais são os 'rocedimentos 'ara conseguir reali)ar a min-a inscri(ão?
+ara se inscrever voc4 deve reali%ar cadastro no sistema SalicJeb"
Feito o cadastro, acesse o sistema SalicJeb e siga os seguintes camin/os6
a- .cesse a aba Kproposta culturalL2
b- Selecione a opção KeditalL2
c- Escol/a a opção KnovoL2
d- ,eclare ci4ncia e concord!ncia com os termos apresentado no sistema2
e- Selecione a opção K+rograma de Interc!mbio e ,iusão CulturalL e
escol/a o ormul(rio adequado com as caracter$sticas de sua proposta2
- +reenc/a todo o ormul(rio, e insira, como ane#o, os documentos que
considerar oportunos para an(lise de sua proposta2
g- Conclu$do o preenc/imento, envie a proposta para an(lise do *inC"
6& algum outro meio 'ara se fa)er as inscri(5es?
5ão, os pedidos enviados por correios, ac-s$mile ou qualquer outro meio que não
seja o S.9IC serão desconsiderados"
Como 'osso acom'an-ar a situa(ão da min-a candidatura?
4
+ara saber a situação de sua candidatura basta reali%ar consulta por meio do
sistema S.9ICJED, dispon$vel no s$tio eletr<nico www.cultura.gov.br"
Como saber o 'er+odo adequado de min-a inscri(ão?
5a escol/a do per$odo pretendido, o candidato dever( observar a data de in$cio da
viagem, não de in$cio do evento" +or e#emplo6 se o evento ser( iniciado em A> de
março, a viagem, provavelmente, dever( ocorrer em janeiro"
Qual o 'ra)o 'ara inscri(ão?
.s inscriç)es devem ser eitas de acordo com o pra%o estabelecido no cronograma
abai#o descrito, levando em considera(ão o 'rimeiro dia da viagem"
?iagens previstas para6 Encamin/amento das solicitaç)es at&6
*arço FHA= AM8HA8FHA=
.bril FA8HF8FHA=
*aio A=8H=8FHA=
:un/o HF8HC8FHA=
:ul/o AC8H@8FHA=
.gosto FC8HN8FHA=
Pode -aver mais de ! gru'o inscrito em nome de Coo'erativa ou
1ssocia(ão?
Sim"
Como 'osso acom'an-ar a situa(ão de min-a candidatura?
+ara saber a situação de sua candidatura basta reali%ar consulta por meio do
sistema S.9IC, dispon$vel no s$tio eletr<nico www.cultura.gov.br"
Qual o 'er+odo m&/imo de 'erman.ncia no 'a+s de destino?
*(#imo de AF meses 1itens A="AF e @"FH-"
CO7891P198ID1
O que é contra'artida?
+ara eeitos deste edital ser( entendida por contrapartida a atividade,
economicamente mensur(vel, a ser reali%ada pelo beneici(rio ap0s a viagem, como
orma de retorno à população, a ser desempen/ada no Estado de origem,
contribuindo para o desenvolvimento da cultura local"
. contrapartida dever( estar relacionada às atividades apresentadas no
requerimento, ser economicamente mensur(vel e atingir valor m$nimo de FHO do
au#$lio inanceiro recebido"
Devo reali)ar contra'artida?
Sim, trata-se de atividade obrigat0ria e deve ser inormada no ormul(rio de
inscrição" Inclusive, o requerimento que apresentar proposta de contrapartida em
desacordo ou incompleta ao estabelecido no Edital ser( indeerido"
Como 'oderei reali)ar a contra'artida?
. contrapartida poder( ocorrer por meio de oicina, palestra, semin(rio,
apresentação art$stica, PorQs/op, doação de material ou obra à instituição p7blica,
5
curso e outras atividades, observados os subitens AH"AF e AF"F, e#ceto conte7dos
virtuais, como blogs e sites.
Qual o 'ra)o 'ara com'rovar a reali)a(ão de contra'artida?
. reali%ação da atividade de contrapartida dever( ser comprovada em at& ARH dias
ap0s o retorno da viagem"
Como calcular o valor da contra'artida?
+ara o c(lculo do valor da contrapartida deverão ser considerados6
- G valor do apoio 1de acordo com o destino da viagem-2
- G valor dos adicionais, se /ouver2
- G n7mero de integrantes da candidatura"
E#emplo6
Candidatura de grupo, com = integrantes, origin(ria da .ma%<nia, para
participação em curso espan/ol com duração de N meses"
- ?alor do bene$cio para Espan/a6 3S ="@HH,HH2
- .dicional para requerimentos origin(rios da .ma%<nia 9egal6 3S @HH,HH2
- .dicional para resid4ncias e cursos ora do Drasil com duração superior a =H
dias6 3S N"HHH,HH 1valor m(#imo-"
A>- Soma-se o valor do bene$cio individual 1destino T adicional ama%<nico T
adicional de curso-6 3S ="@HH,HH T 3S @HH,HH T 3S N"HHH,HH U 3S AH"HHH,HH2
F>- Em seguida, multiplica-se esse valor pela quantidade de integrantes do grupo6
3S AH"HHH # = U 3S =H"HHH,HH2
=>- . atividade de contrapartida oerecida pelo grupo deve atingir, no m$nimo,
FHO do valor total" 5esse caso6 3S N"HHH,HH"
:alor total do benef+cio2 9; %$$$$<$$
:alor da contra'artida =#$>?2 9; @$$$<$$
Gbservação6 caso a Comissão de .valiação e Seleção decida conceder bene$cio a
apenas A integrante, o valor da contrapartida dever( levar em conta o total
concedido" 5esse caso, o valor seria de 3S F"HHH,HH e seria readequado pelo *inC"
Posso incluir< no valor da contra'artida< o custo 'rABlabore da
atividade a ser reali)ada?
Todos os custos pertinentes para a reali%ação da contrapartida devem ser
considerados e relacionados na inscrição, por e#emplo6 valores pr0-labore
1oicinas, apresentaç)es, palestras-, locaç)es de espaços e8ou materiais, doaç)es de
materiais e obras, etc, sendo a aprovação do orçamento e dos itens compet4ncia da
Comissão de .valiação e Seleção 1.ne#o I? - E#emplo-"
Gbservação6 & obrigat0ria a indicação do valor da atividade de contrapartida"
Como saber o valor do a'oio?
G valor do apoio inanceiro depender( do destino do participante, conorme
estabelecido a seguir6
6
Destino2 :alor individual do a'oio2
Crasil< deslocamento dentro do
mesmo Estado de resid.ncia do
'ro'onente
9; D$$<$$
Crasil< deslocamento 'ara outro
Estado que não o de resid.ncia do
'ro'onente
9; #E$$<$$
1rgentina< Col+via< C-ile<
Paraguai< Peru e Fruguai
9; %$$$<$$
Demais 'a+ses das 1méricas<
1leman-a< Es'an-a< 3ran(a<
Inglaterra< It&lia e Portugal
9; 4$$$<$$
Demais 'a+ses da Euro'a e 'a+ses
da Gfrica< Gsia e Oceania
9; @$$$<$$
Gbservação6 no caso de requerimento de grupo, os valores indicados serão
concedidos para cada integrante selecionado"
.l&m do valor do apoio inanceiro estabelecido, cada proponente selecionado ter(
direito, quando or o caso, aos seguintes adicionais6
.dicional para requerimentos
origin(rios de estados da .ma%<nia
9egal, independente do destino"
3S @HH,HH
.dicional para resid4ncias e cursos no
Drasil com duração superior a um m4s"
3S A"HHH,HH a cada =H 1trinta- dias, at&
o m(#imo de 3S ="HHH,HH
.dicional para resid4ncias e cursos ora
do Drasil com duração superior a um
m4s"
3S F"HHH,HH a cada =H 1trinta- dias,
at& o m(#imo de 3S N"HHH,HH
FASES DE HABILITAÇÃO E DE SELEÇÃO
O que é a fase de -abilita(ão?
Fase na qual ser( veriicado se a proposta est( integralmente preenc/ida e se est(
adequada às regras e condiç)es do edital" Caso a proposta seja considerada apta a
tomar parte no processo seletivo, receber( n7mero de projeto 1+3G5.C- e ser(
submetida à ase de seleção"
Quem vai analisar min-a 'ro'osta na fase de -abilita(ão?
Todas as propostas inscritas na ase de /abilitação do edital serão analisadas por
equipe t&cnica constitu$da por servidores da Secretaria de Fomento e Incentivo à
Cultura"
O que é a fase de sele(ão?
7
Fase na qual serão analisadas e pontuadas as candidaturas, de acordo com o ei#o
escol/ido"
Quem vai analisar meu 'rojeto?
Todos os requerimentos 1projetos- inclu$dos na ase de seleção serão analisados
pela Comissão de .valiação e Seleção do +rograma de Interc!mbio e ,iusão
Cultural, constitu$da por representantes do *inist&rio da Cultura"
Como funciona a fase de sele(ão?
.s candidaturas são separadas por categorias 1individuais ou grupos- e por ei#os
1.rtes, ,iversidade Cultural, Formação e Capacitação e Economia Criativa-2
.s candidaturas são avaliadas e pontuadas de acordo com @ quesitos estipulados
para cada ei#o" . pontuação de cada quesito varia de H a AH 1item R do edital-2
.s candidaturas tamb&m recebem pontos de boniicação, de acordo com a origem,
com o destino e com especiicidades do proponente 1item R do edital-" N pontos & o
valor m(#imo da soma das boniicaç)es2
Cada candidatura, portanto, pode atingir at& @N pontos2
Candidaturas para participação no mesmo evento concorrem em ase de seleção
preliminar" .penas os requerimentos selecionados nessa ase concorrem com as
demais candidaturas2
.s candidaturas de cada categoria e ei#o concorrem entre si2
.s candidaturas mel/or pontuadas de cada categoria e ei#o serão selecionadas
automaticamente, respeitando a reserva inanceira de NHO estabelecida no subitem
AH"V do edital, a saber6
Ei#o A - .rtes6 =HO dos recursos inanceiros de cada per$odo2
Ei#o F - ,iversidade Cultural6 AHO dos recursos inanceiros de cada per$odo2
Ei#o = - Formação e Capacitação6 AHO dos recursos inanceiros de cada per$odo2
Ei#o C - Economia Criativa6 AHO dos recursos inanceiros de cada per$odo"
.p0s reali%ada a distribuição dos mel/ores classiicados em cada ei#o e categoria,
os recursos inanceiros serão distribu$dos para os demais requerimentos mel/or
classiicados dentre todos os C ei#os"
Qual a 'ontua(ão m+nima 'ara sele(ão?
. pontuação inal m$nima e#igida para classiicação ser( de FV pontos, sendo
desclassiicadas as candidaturas com nota inal inerior a este total"
Onde serão divulgados os resultados?
3ase de -abilita(ão6 Gs resultados preliminar e inal da ase de /abilitação serão
divulgados no s$tio eletr<nico do *inC 1www.cultura.gov.br-"
3ase de sele(ão6 G resultado preliminar da ase de seleção ser( divulgado no s$tio
eletr<nico do *inC 1www.cultura.gov.br-"
G resultado inal da ase de seleção ser( publicado no ,i(rio Gicial da ;nião
1www.in.gov.br- e divulgado no s$tio eletr<nico do *inC 1www.cultura.gov.br-"
E se eu não concordar com a decisão< 'oderei solicitar reconsidera(ão?
8
Sim" ?oc4 poder( recorrer apenas dos resultados preliminares, seja da ase de
/abilitação, seja da ase de seleção"
Caso não ten/a concordado, ou ten/a se sentido prejudicado com a decisão, voc4
poder( enviar pedido de reconsideração, por meio do documento denominado
K.ne#o IIIL do edital, dispon$vel no s$tio eletr<nico do *inC 1www.cultura.gov.br-,
para o seguinte endereço de e-mail6 intercambio.sefic@cultura.gov.br"
Qual o 'ra)o 'ara inter'osi(ão de recurso?
?oc4 disp)e de F dias 7teis contados a partir do dia subsequente da divulgação do
resultado preliminar das ases de /abilitação e de seleção no site do *inC"
H 'oss+vel que requerimento selecionado não seja beneficiado?
Sim" Caso não /aja recursos inanceiros suicientes para o atendimento a todos os
requerimentos selecionados de determinado per$odo, aqueles com pontuação
inerior icarão em lista de espera"
De que modo é feito o atendimento?
G atendimento & eito de acordo com a ordem decrescente de pontuação para cada
categoria e ei#o"
Caso /aja desist4ncia ou não cumprimento das e#ig4ncias iscais, legais e
documentais incidentes, serão convocados os requerimentos alocados em lista de
espera, respeitados os crit&rios de desempate estabelecidos, desde que o apoio não
ultrapasse o valor dispon$vel e que a data prevista para o embarque não ten/a sido
superada"
+ortanto, requerimento em lista de espera apenas & convocado a encamin/ar a
documentação complementar caso alguma das condiç)es supracitadas ven/a a
ocorrer"
DOCUMENTAÇÃO COMPLEMENTAR E PAGAMENTO
Quando devo a'resentar a documenta(ão com'lementar?
. documentação complementar dever( ser enviada W pelo correio conorme
orientação constante do Edital, no pra%o de @ dias 7teis a contar do dia subseqXente
da data de publicação no ,i(rio Gicial da ;nião 1,G;-"
1 documenta(ão com'lementar 'recisa ser autenticada?
5ão" 3essaltamos apenas o cumprimento do pra%o para o envio, pois documentos
apresentados ora do pra%o serão desconsiderados"
Como ser& 'ago o benef+cio aos selecionados?
Se o selecionado estiver cadastrado na categoria individual dever( indicar o
n7mero da conta banc(ria para dep0sito"
Se os selecionados orem integrantes de grupo inormal 1não juridicamente
constitu$do- deverão inormar o n7mero da conta de cada beneici(rio que viajar(
juntamente com a carta de anu4ncia do respons(vel pelo grupo com assinatura"
+ara o pagamento do bene$cio à Instituição +rivada sem ins lucrativos, &
necess(rio que o +residente ou seu representante legal apresente uma carta de
ci4ncia e anu4ncia de que os recursos sejam depositados em conta pessoal de cada
um dos integrantes"
9
DICAS DE PREENCHIMENTO E ENVIO DAS INSCRIÇÕES
 Y importante que sejam observados os pra%os de inscrição e sempre que poss$vel
não dei#ar para enviar o requerimento no 7ltimo dia, ocasião em que poder(
ocorrer congestionamento da rede8sistema"
 5o sistema, os ormul(rios de inscrição são separados por6
a) Per+odo de viagem" +ortanto, antes de iniciar a inscrição, o candidato
deve observar o per$odo de in$cio da viagem, não do evento2
b) Categoria 1individual ou grupo-" .ssim, antes de inali%ar a inscrição, o
candidato estar seguro de qual a categoria correta, pois não /aver(
possibilidade de alteração"
 .penas envie a inscrição ap0s preenc/er todos os campos da aba K3esponder
'uestion(rioL, mesmo que a resposta seja Knen/umL ou Knão se aplicaL" Isso &
undamental para o sucesso de sua candidatura"
 +ara ane#ar documentos à candidatura, utili%e a aba KEnviar arquivoL"
 5o caso de inscrição de grupo, o respons(vel dever( preenc/er a 3elação de
Integrantes do Brupo8Instituição, de acordo com a quantidade de participantes
da candidatura" ,essa relação deverão constar todas as inormaç)es solicitadas
no ormul(rio6 nome completo, idade, C+F, se#o, unção de cada integrante nas
atividades do grupo e qual ser( a unção de cada integrante desta candidatura
no evento"
 5o caso de grupo não institu$do juridicamente, o campo C5+: do ormul(rio de
inscrição dever( conter a indicação6 58. 1não se aplica-, ou mesmo o C+F da
pessoa respons(vel" Iamais gru'o não institu+do deve reali)ar
inscri(ão em formul&rio individual
 .o inali%ar o preenc/imento do question(rio, a proposta dever( ser
encamin/ada ao *inC" +ara isso, basta clicar na aba KEnviar proposta ao
*inCL"
 . inscrição dever( ser preenc/ida em 9$ngua +ortuguesa"
 5a KsinopseL, apresente um relato breve 1s$ntese- das atividades a serem
desenvolvidas" 5ão se esqueça de inormar como ser( reali%ado o trabal/o, a
duração, em quais condiç)es ser( eito e o que ser( utili%ado"
 5o item KcontrapartidaL, seja claro a respeito da atividade a ser reali%ada e o
valor inanceiro para a sua e#ecução, inclusive os custos pr0-labore"
 .s inormaç)es sobre o evento são muito importantes para a an(lise de seu
projeto, portanto, discorra ao m(#imo sobre a import!ncia do evento e
encamin/e, quando poss$vel, linQs relacionados e outras reer4ncias2
 Seja claro e objetivo ao preenc/er o ormul(rio2
 Y desaconsel/(vel utili%ar Kcai#a altaL ao inserir os dados no cadastro" .o inv&s
de acilitar, essa ação diiculta a leitura e a compreensão do conte7do do
requerimento2
 +rocure manter o seu navegador de internet sempre atuali%ado"
1
INFORMAÇÕES GERAIS E PERGUNTAS FREQUENTES
 Posso utili)ar o au/+lio financeiro 'ara custear quais des'esas?
G bene$cio poder( ser utili%ado para custear despesas com transporte 1pessoal, de
material, de cen(rio ou de equipamentos-, estada durante a participação no evento,
inscrição no evento, conecção de material, seguros de viagem, cen(rios e
equipamentos"
 Posso utili)ar o au/+lio financeiro 'ara custear outras des'esas?
+ara utili%ar o bene$cio para custear despesas não previstas no edital, o candidato
dever( inormar, no ormul(rio de inscrição, quais despesas serão reali%adas na
viagem" 5esse caso, a aprovação depender( de decisão da Comissão de .valiação e
Seleção do +rograma de Interc!mbio e ,iusão Cultural"
 Como receberei o au/+lio financeiro?
G au#$lio inanceiro ocorrer( por meio de transer4ncia banc(ria" G candidato
selecionado que or convocado dever( inormar os n7meros do banco, da ag4ncia e
da conta-corrente na qual serão depositados os recursos" 5ão /( necessidade de
abrir conta espec$ica para isto, mas o dep0sito s0 poder( ser eito em conta-
corrente"
 Posso 'reenc-er formul&rio em l+ngua estrangeira?
5ão, a inscrição dever( ser apresentada em 9$ngua +ortuguesa"
 Posso encamin-ar documento =ane/o? em l+ngua estrangeira?
Sim" Entretanto, os documentos em l$ngua estrangeira devem ser acompan/ados de
tradução"
 Quem deve encamin-ar o termo de com'romisso?
Gs termos de compromisso 1ane#os I e II do edital- deverão ser encamin/ados
somente pelos candidatos selecionados e convocados"
 ,ervidores 'Jblicos 'odem concorrer?
Sim, desde que a sua participação no evento não esteja relacionada à missão oicial
ou de interesse de 0rgão ou instituição p7blica Federal, Estadual ou *unicipal a
qual pertencem"
 Posso 'artici'ar em dois requerimentos distintos?
5ão" Somente ser( permitido um pedido para participação do mesmo proponente
para o mesmo evento" .l&m disso, ser( indeerida a inscrição individual de
candidato que aça parte de grupo tamb&m inscrito para o mesmo per$odo"
 ,ervidores do Kinistério da Cultura 'odem concorrer?
1
5ão" Servidor do *inist&rio da Cultura ou de suas instituiç)es vinculadas, ou
respectivo c<njuge, compan/eiro ou parente em lin/a reta, colateral ou por
ainidade, at& o terceiro grau, não pode ser beneiciado"
 Colaboradores< 'restadores de servi(o< estagi&rios< e
terceiri)ados do KinC 'odem 'artici'ar?
Não. Colaboradores, terceiri%ados, estagi(rios e prestadores de serviço
relacionados ao *inist&rio da Cultura, suas secretarias ou instituiç)es vinculadas,
ou respectivo c<njuge, compan/eiro ou parente em lin/a reta, colateral ou por
ainidade, at& o terceiro grau, não podem ser beneiciados"
 Pessoa beneficiada no edital anterior 'ode concorrer?
Se voc4 recebeu au#$lio do +rograma de Interc!mbio e ,iusão Cultural
anteriormente, apenas poder( receber novo bene$cio caso a /aja dierença de AF
meses entre a data de in$cio da nova viagem e a data de retorno da viagem
anterior" Caso a dierença seja inerior ao estabelecido, não ser( poss$vel receber
apoio"
E#emplo6 se o retorno da viagem ocorreu em =A de outubro de FHAA, voc4 s0 pode
solicitar apoio para viagem com in$cio a partir de A> de novembro de FHAF"
 Posso solicitar a'oio 'ara 'artici'a(ão em evento reali)ado ou
a'oiado financeiramente 'elo KinC ou res'ectivas institui(5es
vinculadas?
5ão" 9embrando que são considerados eventos apoiados inanceiramente aqueles
que receberam transer4ncia de recursos orçament(rios e inanceiros do *inist&rio
da Cultura, ou de suas instituiç)es vinculadas, a qualquer t$tulo, por e#emplo6
conv4nio, incentivo iscal, edital, termo de parceria, etc"
 Por quanto tem'o 'osso 'ermanecer em viagem?
G programa prev4 o recebimento de candidaturas com a perman4ncia m(#ima de
um ano" 5ão devem ser apresentadas candidaturas que necessitem de perman4ncia
superior a esse per$odo"
 E/iste limita(ão financeira 'ara o a'oio?
Sim" G valor m(#imo do apoio não poder( ultrapassar 3S @H"HHH,HH"
 6& am'aro 'ara 'essoas deficientes no edital?
Sim" Y reservado percentual m$nimo de @O dos recursos dispon$veis à seleção de
candidaturas de pessoas deicientes" 5o caso de seleção, o *inist&rio solicitar( o
laudo m&dico original ou c0pia autenticada, emitido nos 7ltimos AF meses,
atestando a esp&cie e o grau de deici4ncia, com reer4ncia ao c0digo
correspondente da Classiicação Internacional de ,oenças"
DIC12 leia com atenção o Edital de Interc!mbio n" A8FHA=, pois as inormaç)es nele
contidas são essenciais para o sucesso de sua candidatura"
1
PRESTAÇÃO DE CONTAS
 Devo 'restar contas do benef+cio recebido?
Sim, isso & obrigat0rio"
 Para que serve a 'resta(ão de contas?
Entre outras unç)es, a prestação de contas permite que o *inist&rio da Cultura
ten/a con/ecimento das necessidades do p7blico participante e possa reali%ar
estudos para aprimoramentos de programas e de aç)es"
 Qual o 'ra)o 'ara encamin-amento da 'resta(ão de contas?
. prestação de contas dever( ser apresentada em at& =H dias ap0s o retorno da
viagem"
 Quais documentos devem ser a'resentados na 'resta(ão de
contas?
/- comprovantes de embarque 1ida e volta-, quando or o caso2
i- documento, emitido pela organi%ação do evento, que ateste e relacione as
atividades desenvolvidas pelo beneiciado, com a menção do nome dos
integrantes do grupo ou da instituição, se or o caso2
j- relat0rio detal/ado sobre a atividade reali%ada, assinado, conorme o caso, pelo
beneiciado individual, dirigente da instituição ou coordenador do grupo,
juntamente com documentação comprobat0ria 1otograias, carta%es, cat(logos,
material de imprensa, etc"-2
Q- notas iscais reerentes às atividades listadas nos subitens AH"A e AH"AR, quando
or o caso"
1ten(ãoL G benefício não poderá ser utilizado sob forma de ressarcimento,
portanto, os documentos de comprovação das despesas realizadas com recursos do
edital deverão apresentar data posterior ao candidato ter sido informado sobre a
seleção de sua candidatura.
INFORMAÇÕES E ORIENTAÇÕES
Informa(5es e orienta(5es 'oderão ser obtidas junto M Coordena(ão de
Processos ,eletivos da ,ecretaria de 3omento e Incentivo M Cultura< 'or
meio do nJmero telefNnico2 =@!? #$#4B#!D$ e #$#4B#$%O< bem como 'or
meio do canal P3ale com a CulturaQ dis'on+vel no s+tio eletrNnico http!!
www.cultura.gov.br
1
ANEXO III – FORMULÁRIO DE RECURSO
DADOS DO PROPONENTE
Nome do candidato ou instituição proponente da candidatura: C!"CN#:
Nº da inscrição/roos!a"
Pronac #s$ %o&'$r("
EIXO DE INSCRI)*O"
!ase de $ecurso: %&'()(*&+,- &.&)(&+,- / 0/)/+,-
FUNDAMENTA)*O DO RECURSO
LOCAL E DATA" ASSINATURA"
1
 .a1e ressa1tar 2ue esta p1ani13a 4 apenas um +od$,o de como de5em ser discriminados os
custos re6erentes 7 contrapartida. &ssim8 cabe a cada proponente in6ormar os custos"5a1ores
de acordo com sua proposta8 con6orme pre5isto no subitem 12.6.
1
ANEXO I- . EXEMPLO
Oficinas R$ 500,00
Palestras R$ 500,00
Alimentação R$ 200,00
Locação de Espaço R$ 800,00
1 Aluuel de !om " R$#00,00 $ #
2 %rete de &an " R$150,00 $#
' (ac)* m+sicos
" R$'00,00 por m+sico ,- m+sicos. R$1/800,000
$ #
# (ac)* 1ireção 2usical3Produção
e$ecuti4a "
R$'00,00 $#
5 5mpressos fotoc6pias ,-00 fotoc6pias a R$0/15 cada0
Pro"la7ore pelas ati4idades R$580,00
Passaens de ida e 4olta ,!ao Paulo " 8elo
9ori:onte0 " oni7us
R$2;#,00
9ospedaem por - dias em 8elo 9ori:onte
" Luciano 2endes
R$#<0,00
A=uda de custo para alimentacao R$800,00
2aterial de di4ulacao ,fl>ers, ?e7fl>ers,
carta:es0@
R$200,00
Aero$ de te$tos utili:ados nos ?orBs)ops R$'0,00
Ela7oracao de material audio4isual para
e$i7icao ,d4d e cd0
R$20,00
2aterial para os participantes de oficinas
,papelaria, lapis, canetas, pinceis,
cartolinas, fita0
R$ <0,00
%otos
250,00
(offe 7reaB
R$ 180,00
Aluuel de (Cmera %ilmadora e
5luminação@ para ' dias
R$200,00 $ ' dias . R$-00,00
Dransporte@ R$2#0,00
Assistente@ 200,00 por dia $ ' R$-00,00
5mpressão dos (ertificados R$ ;0,00
1 8anner R$ ;5,00
TOTAL XXXXX