1– Compatibilidade

Por basear-se no Sistema Operacional Linux, há uma grande compatibilidade do SmartManager© com
hardware disponível atualmente no mercado, porém dependendo do equipamento, pode ser necessária a
personalia!"o da con#igura!"o padr"o$
% #lexibilidade na utilia!"o do SmartManager© é grande, atende desde pequenos escrit&rios a médias
empresas, porém cabe ressaltar que, qu"o melhor o equipamento utiliado, melhor será seu desempenho,
capacidade de armaenamento, disponibilidade dos servi!os, etc$
Sugerimos, para um grande volume de e-mails tra#egados se utilie discos rígidos com maior capacidade
de armaenamento e maior con#iabilidade, S%S ou S'S($
% seguir, dois exemplos para instala!"o do servidor SmartManager© ) sua rede$ *m ambos os casos, o
acesso ) internet banda larga pode ser #eito através de +,'P, PPPo*, (P #ixo ou din-mico.
/a #igura acima, o SmartManager© #unciona como gatewa0 para as esta!1es, porém o que realmente
#ará a propaga!"o de acesso a (nternet é o router$ /este caso, para ter acesso ) (nternet, as esta!1es
passar"o pelo sistema de autentica!"o do SmartManager© para, em seguida acessar internet pelo router$
O roteador e o SmartManager© podem ou n"o estar na mesma sub-rede das esta!1es$ 2 recomendado
separa - lo numa sub-rede di#erente da utiliada nas esta!1es, um alias de (P 3inter#ace virtual de rede4
deverá ser adicionado no SmartManager© $
/a 5igura 6$6, o SmartManager© está con#igurado com duas placas de rede$ 7ma delas con#igurada para
rede local e a outra com saída pra (nternet$ /esse caso, existe um lin8 do SmartManager© direto com a
(nternet$ (ndi#erente do tipo de conex"o utiliado entre o SmartManager© e a (nternet, é necessária uma
placa de rede 3ethernet4 para a conex"o$
2 - Instalando o SmartManager©
9$6 - Preparando-se para instalar.
'aso possua in#orma!1es importantes no computador onde será instalado o S:%;< :anager #a!a um
=ac8up, pois o disco rígido será reparticionado e #ormatado durante a instala!"o e essas in#orma!1es
ser"o apagadas$
'umpridos os pré-requisitos e iniciada a instala!"o, aparecerá uma caixa de texto questionando o início
do processo de instala!"o$
/ormalmente n"o há a necessidade de #ornecer nenhuma in#orma!"o inicial, porém pode ocorrer alguma
incompatibilidade de hardware, sendo necessário in#ormar na instala!"o a op!"o >safe? para uma
instala!"o opcional, este processo quando concluído com sucesso, n"o tra nenhuma altera!"o o
procedimento padr"o, que seria apenas aguardar o inicio da instala!"o$
2.2 – Instalação
- Permita que o SmartManager© particione o disco rígido@
- (nicie o processo de instala!"o@
- O SmartManager© irá detectar e carregar os m&dulos compatíveis com as placas de rede existentes no
servidor$ 'lique em OA$
Obs$. 'ada placa de rede possui um m&dulo 3driver4 especí#ico$ Se o sistema de instala!"o n"o tenha
encontrado nenhum m&dulo compatível com a3s4 placa3s4 de rede instalada3s4 a opera!"o n"o poderá
prosseguir e será cancelada$ O mesmo ocorrerá se o servidor n"o possuir nenhuma placa de rede$
/a sequencia, devemos de#inir a con#igura!"o de rede do SmartManager©$
2.3 – Configuração Padrão .
2.4 – Configuração Manual
Para a con#igura!"o manual é necessário de#inir o endere!o (P e a máscara da inter#ace de rede local$
3Netmask4% máscara de rede irá determinar quantos endere!os (P comp1em a sub-rede$
*m seguida o SmartManager© criará os arquivos de sistemas$
Para #inaliar a instala!"o, de#ine-se uma senha para o usuário BrootB que é o administrador, e possui
acesso total ao servidor$ Portanto é importante n"o utiliar senhas simples$
O sistema solicitará também o cadastramento da senha para o usuário admin, que será solicitada para
conex"o remota com o servidor via >ssh?$ *sta será a mesma utiliada para acesso a inter#ace de
administra!"o remota via C*=$
*sta senha poderá alterada posteriormente, mas ap&s este procedimento ela será di#erente da senha para o
usuário admin no shell 3SSH4$
'oncluída a instala!"o, clicar em >OA? e retirar o '+ de instala!"o, o servidor será reinicialiado e o
SmartManager© carregado$
3 – Configurando o SmartManager
3.1 – Introdução
%ntes de come!ar, o seu SmartManager© precisa ser con#igurado para que a rede e seu monitoramento
comecem a #uncionar de #orma per#eita$
3.2 – Autenticação da Licença
%gora que seu SmartManager© está instalado, é necessário realiar a autentica!"o de sua licen!a.
1 - %bra o navegador de internet@
2 - +igite na barra de endere!os. http://192.168.0.1:500 para con#igura!"o padr"o ou o (P atribuído ao
servidor no caso de con#igura!"o manual@
3 - +igite na tela. Login, senha e (+ da Licen!a que o seu revendedor SmartManager© in#ormou@
4 - 5eita a autentica!"o, vocD será direcionado para a tela de login da inter#ace web de administra!"o@
3.3 – Logando no SMART Manager
%gora que o SmartManager© está instalado e licenciado, vocD deve acessar o sistema para personaliar
as con#igura!1es$
Para o login na inter#ace web deve-se utiliar.
7suário. admin
Senha.
Ede#inida pelo usuário na instala!"oF
O acesso ao console do SmartManager© 3#isicamente no servidor4 s& pode ser realiado o login.
S:%;< Login. root
Senha. Ede#inida pelo usuário na instala!"oF
%p&s realiado o login no sistema, vocD será direcionado para a tela principal de controle do
SmartManager©, onde vocD terá acesso aos menus e con#igura!1es de usuários, políticas de seguran!a,
relat&rios e outros recursos disponíveis$ % seguir iremos descrever passo G a - passo como utiliar essa
inter#ace$
Fig 3.3 – Tela Interna de Licença
3.4 – Tela Inicial
%p&s logar-se no sistema será exibida a tela inicial do SmartManager©3#ig H$H4, nessa tela constam as
seguintes in#orma!1es.
- +ados de cadastro do cliente@
- +ados da licen!a do cliente@
- (+ da licen!a@
- Login do cliente@
- Status da licen!a@
- Período de contrato$
% partir deste momento, seguiremos passo a passo com os procedimentos para um correto #uncionamento
do servidor em sua rede$
4 – Interfaces de rede no SmartManager
4.1 – Configuração de Rede
'omo primeiro passo ap&s a instala!"o, vamos )s con#igura!1es das inter#aces de rede, na guia
onfig!ra"#o do seu SmartManager©$
/a Ianela principal, ao lado de Bonfig!rar $nterfa%es de &edeB, clique em 'on#igurar$
/a Ianela de con#igura!"o das (nter#aces a ethJ Iá estará com endere!o de (P #ixado e con#igurada
corretamente no #irewall para o #uncionamento na rede interna$ +eve-se mesmo sem a altera!"o do (P,
salvar estas con#igura!1es$
%s in#orma!1es para a sua conex"o com a (nternet devem ser inseridas manualmente na eth6 e demais
inter#aces respectivamente$ 'ada inter#ace de rede deve ter uma con#igura!"o individual, normalmente
com seu gatewa0, broadcast e mascara de rede$
- /o campo *ndere!o (P coloque o endere!o (P #ornecido pelo seu provedor de servi!os@
- *m >:áscara de rede?, con#ira os valores automaticamente preenchidos com os disponibiliados pelo
provedor@
- *m >'road%ast?, con#ira novamente os valores
– *m >Katewa0? padr"o insira o endere!o (P do Katewa0 de sua conex"o com a internet@
'lique em Salvar$
Para realiar a con#igura!"o automática de endere!o de (P, basta selecionar a op!"o 7sar Servidor (H)$
3/ecessário suporte a este recurso na conex"o com a internet4
Observe que existe uma op!"o ><ipo?, esta irá de#inir para o #irewall, a posi!"o no SmartManager© de
cada inter#ace de rede$ Se esta é para conex"o
com a ;ede local ou com a (nternet$
2 necessária a veri#ica!"o das con#igura!1es do #irewall antes de iniciar os procedimentos de
con#igura!"o ou antes mesmo de reiniciar o servidor$
*sta veri#ica!"o é importante, pois caso n"o esteIa con#igurado corretamente as inter#aces em suas
devidas posi!1es 3&*(* +,-+ / $N.*&N*.4, o #irewall pode bloquear o acesso ao SmartManager©,
sendo necessário a desativa!"o do #irewall via console 3smartL#w o##4$
O segundo passo na con#igura!"o de seu Smart:anagerM é a cria!"o do domínio de sua empresa, este
será o domínio qual ser"o trans#eridas as mensagens de e - mail$ :esmo que o servidor n"o seIa utiliado
como :N, para troca de mensagens 3e-mail4 este é um passo necessário, devido ao conceito de hierarquia
no controle das con#igura!1es$
4.2 – Criando Domínios
Para iniciar a con#igura!"o do seu domínio vocD deve selecionar a guia 'on#igura!"o e no menu esquerdo
dentro da se!"o *-mail, clique em 'on#igura!"o de +omínios$
%o clicar em onfig!ra"#o de +omínios na tela principal clique em $n%/!ir, na tela seguinte insira o
nome completo do domínio deseIado$ ex$. B suaempresa$com$br B e clique em -di%ionar$
OocD deve de#inir um usuário deste domínio como administrador 3poderá ser alterado a qualquer
momento4, que receberá as mensagens de erro e devolu!"o de e smartPmanager G mails 3conta
postmaster4$
ProntoQ Seu domínio está criado, agora podemos come!ar a adicionar os Krupos e 7suários de sua rede$
Para cadastrá-los vá até a guia 0s!1rios.
%ntes de iniciarmos o cadastro dos 0s!1rios , devemos criar os grupos de trabalho para #acilitar a cria!"o
de contas e controle dos usuários, por exemplo, grupo para o +epartamento 'omercial, outro para o
:ar8eting, e assim por diante$ Observe a seguir como criar um 2r!po de tra3a/ho$
+entro de 0s!1rios no menu esquerdo vá em 2r!pos 4 -di%ionar 2r!po$
% tela de $n%/!s#o de 2r!po irá abrir, preencha os campos de acordo com sua necessidade con#orme
apresentado a seguir.
Domínio Padrão:
/esse campo vocD deve selecionar o domínio que o grupo vai participar$
Nome do Grupo:
*sse é o local onde vocD vai de#inir o nome do grupo, por exemplo, :ar8eting, 'omercial$
Banda Máxima:
*ste é o local onde vocD irá con#igurar as restri!1es em largura de banda para o uso da internet deste
Krupo, pode ser con#igurado um valor por servi!o adiante de#inido$ O valor J 3ero4 signi#ica que o uso é
liberado, este n"o é de uso compartilhado, signi#ica que cada usuário pertencente ao grupo irá adotar estas
con#igura!1es$ 3Para que esse recurso #uncione é necessário que o '=R esteIa O/ no SmartManager©4$
Tamanho da Caixa de E - mail:
/esse campo vocD pode determinar o tamanho máximo em := 3:ega =0tes4 da caixa de e-mails do
Krupo, ou seIa, cada usuário cadastrado nesse grupo herdará esta con#igura!"o$ O valor J 3ero4 signi#ica
ilimitado, se n"o preenchido, o mesmo herdará as con#igura!1es padr"o do domínio$ 36JJ := se n"o
alterado nas con#igura!1es gerais de e - mail4$
Palavras - Chave Proibidas:
/esse campo vocD deve inserir todas as palavras que devem ser bloqueadas em seu sistema, ou seIa, as
pessoas cadastradas nesse grupo ter"o seu acesso bloqueado a qualquer página da web que contenha uma
palavra cadastrada nesse campo$
Por exemplo. Se vocD cadastrar a palavra uol, o site da 7OL será bloqueado, inclusive demais sites que
contiverem a String uol$ Se a palavra cadastrada n"o existir na 7;L, porém estiver no corpo do texto de
algum site, essa página também será bloqueada$ % utilia!"o mais comum desta, é o $ 3ponto4, sendo
criadas as exce!1es no pr&ximo campo$
/este caso, somente o conteSdo de Palavras-chave n"o proibidas será acessado pelos usuários deste
grupo$
Palavras - Chave Não Proibidas:
*xce!"o ) regra anterior$ %s palavras cadastradas nesse campo ser"o liberadas para os usuários do grupo$
Palavras - Chave Monitoradas:
Os sites ou 7;Ls que contiverem alguma das palavras aqui cadastradas ter"o seu acesso destacado em
relat&rio$
Permissões de Acesso:
%qui, basta vocD selecionar quais os servi!os do SmartManager© que estar"o disponíveis para os
usuários do grupo, vocD pode escolher entre op!1es de.
Smart Mai/© 'aso selecionado o Smart Mai/© todos os usuários pertencentes a este grupo
obrigatoriamente ter"o contas de e - mail, n"o podendo haver exce!1es$
Smartomm!ni%ator©3*nvio direto de mensagens entre usuários4 e ,ist&rico do omm!ni%ator©
visualia!"o do hist&rico de mensagens no omm!ni%ator©3com quem e quem #alou com o usuário4$
Para concluir e salvar o Krupo e as regras criadas, clique em 'adastrar$
Lembre-se todas as permiss1es e regras citadas acima aplicam-se ao Krupo e usuários cadastrados dentro
desse grupo, para a cria!"o de regras individuais consulte a se!"o de 7suários deste manual$
*m Krupos a op!"o BListar T :odi#icarB permite que seIam visualiados os grupos e políticas criados e
que seu conteSdo seIa modi#icado caso necessário$
4.3– Cadastro de Usuários
Para #inaliar as con#igura!1es iniciais do SmartManagerM s& #alta cadastrar os usuários$
/esse cadastro vocD de#inirá o conteSdo ao qual ele poderá acessar$ +e#inindo um per#il personaliado ou
colocando ele em um grupo3s4 Iá criado3s4$
+entro da <ela >0s!1rios?, clique no lin8 >-di%ionar 0s!1rios?@
Surgirá a seguinte <ela de cadastro.
Opções e definições para cadastramento .
%s con#igura!1es anteriormente de#inidas no grupo, n"o ser"o mostradas nos usuários, porém estas #oram
herdadas e o sistema irá considerá-las$ %lém destas existem também as seguintes.
Restringir acesso simultâneo:
Proíbe esse usuário de se logar em mais de uma esta!"o de uma s& ve$
Restringir acesso simultâneo:
Proíbe esse usuário de se logar em mais de uma esta!"o de uma s& ve$
/"o permitir o usuário alterar a senha.
+esabilita o menu no qual o usuário poderia alterar a senha$
Expiração de Senha:
+e#ine o prao em dias ou login para expirar a senha deste usuário$
Domínios extras:
Permite que se cadastre o mesmo usuário, em outros domínios queesteIam cadastrados@
Oeri#ique se o +/S e o Katewa0 das esta!1es de trabalho est"o con#igurados para o (P do
SmartManager5$
ProntoQ O SmartManager© Iá pode ser utiliado$ /avegue nas #acilidades e vantagens que o
SmartManager© tem para o#erecer$
Admin usuários:
*sta op!"o permite a sele!"o de um ou mais usuários como administrador do SmartManager e con#orme
a imagem a seguir, permite também a sele!"o dos recursos que poder"o ser utiliados por estes usuários$
*stes ir"o se logar no sistema com seu login e senha de navega!"oTe G mail$
5 – Utilização
5.1 6 .e/a de Stat!s
Ser7i"os
>-pa%he?. Servidor Ceb$
>S8!id?. Servidor Prox0$
;esponsável pela navega!"o e controle de acesso a internet@
>(NS?. +omain /ame Server$
Servidor de nome para navega!"o@
>M9S:+?. Servidor de =anco de dados$
;esponsável por armaenar todos as in#orma!1es e con#igura!1es do servidor@
>':?. 'lass-=ased Rueueing$
;esponsável por controlar a banda utiliada pelos usuários@
>;.)?. 5ile <rans#er Protocol$
7tiliado para trans#erDncia de arquivos@
>:mai/?. Servidor de *-mail$
;esponsável pelo gerenciamento de e-mails dos domínios cadastrado no SmartManager©@
B5irewallB. Sistema de seguran!a, responsável por controlar todo o trá#ego do servidor$
B;ire<a//B. Sistema de seguran!a, responsável por controlar todo o trá#ego do servidor$
Sistema
BNome do Ser7idorB. /ome da :áquina na rede@
B*ndere"o $)B. :ostra o endere!o do Servidor SmartManager© na rede@
B=ers#o do kerne/B. %presenta a vers"o do Aernel utiliada@
B0ptimeB. Período que o servidor encontra-se ligado@
B0s!1rios %one%tadosB. :ostra a quantidade de usuários conectados no console do smart naquele
momento@
BMem>riaB. Ruantidade de mem&ria instalada no sistema@
Barga do sistemaB. %presenta in#orma!1es de utilia!"o de recursos do servidor$
Hardware
BHard<areB. 'ontém in#orma!1es sobre o hardware instalado em seu servidor$
5.1 – Relatórios
Se!"o onde poderá ser consultado os relat&rios, con#orme sua con#igura!"o$
5.2 – Acesso Web
;elata os sitesTlin8s navegados durante o período solicitado$ OocD poderá de#inir horário, usuários e
conex1es 3%ceitas, /egadas e :onitoradas4 e classi#icar por data para listar os sites com conteSdos
determinados e #iltro por palavra chave$ Para melhor visualia!"o pode ainda de#inir quantidade de
resultados por página$ <ambém é possível salvar o relat&rio em seu computador, imprimir ou em #ormato
P+5$
5.3 – E-mail
Pode-se gerar relat&rios com a op!"o das mensagens de e-mail enviadas e recebidas , pré-de#inidas pelo
administrador$ <endo as op!1es de data inicial e #inal , mensagens enviadas e recebidas , classi#ica!"o por
data 3crescente e decrescente4 e status 3mensagens enviadas e mensagens com #alha de envio4$
5.4 – Antivírus
*sse recurso permite descobrir remetentes que enviaram e-mails in#ectados, por data e hora$
6 – Smart Communicator
Os relat&rios do Smart 'ommunicator possibilitam um controle de in#orma!1es passadas entre os
usuários, especi#icando origem e destino, data, horário e por palavra-chave$
6.1 – MSN
/esse relat&rio podemos de#inir por data e hora, inicial e #inal e classi#icar em ordem crescente e
decrescente e especi#icar o endere!o de e-mail da conta do :S/$
6.2 – FTP
+iscriminadas as trans#erDncias de arquivo realiadas dentro do servidor do 5<P do SmartManager©$ %
busca pode ser #eita por palavra chave no nome dos arquivos trans#eridos$
6.3 – Gráficos
Possibilita melhor visualia!"o de relat&rios, comparando o uso das #erramentas por usuário$
6.4 – Acesso Web
Os grá#icos de acesso Ceb por período, é iniciado a partir do dia 6 de cada mDs$ :ensal, será contado a
partir do dia primeiro do mDs selecionado$
6.5 – E – mail
6.6 – TOP 10
/esse lin8 vocD terá acesso a relat&rios macros de controle que poder"o ser gerados diária, semanal ou
mensalmente$
6.7 – Acesso Web
;elat&rio dos usuários que mais utiliam a (nternet, os tipos de arquivos trans#eridos, sites mais acessados
ou proibidos$
6.8 6 *?mai/
;elat&rio dos usuários que. enviaram e receberam mais mensagens, tanto internos quanto externos$
6.9 – Antivírus
;elat&rio dos usuários que #oram amea!ados por vírus, remetentes que mais amea!aram, locais e os tipos
de vírus mais #iltrados pelo servidor$
7 – Monitoramento
7.1 – Usuários Logados
*sse é o local onde vocD pode visualiar quais os usuários logados em seu sistema, seIam eles usuários
internos 3rede local4 ou externos 3(nternet4, nessa tela vocD também pode deslogá -los remotamente$
7.2 – Fila de E-mail
Oeri#ica o status da #ila de envio e recebimento de e-mails do servidor$ Possibilita #aer, restaurar e
atualiar a exibi!"o da #ila de bac8up$
7.3 – Navegação
:onitora o conteSdo de navega!"o de (nternet em tempo real 3palavras aceitas, negadas e monitoradas4$
7.4 – MSN On - Line
:onitora em tempo real as conversas dos usuários que utiliam :S/ 3programa de conversa!"o
instant-nea4$
8 – Segurança
8.1 – Configuração
/esta tela o usuário con#igura para o #irewall, as inter#aces de rede interna, externa e suas libera!1es$
)ro@9 H..). +etermina se para esta inter#ace que será ou está con#igurada, as conex1es entrantes ir"o
passar pelo Squid, #aendo os relat&rios de navega!"o e controle de acesso a web$
Login. Se ativo o Prox0 ,<<P, esta op!"o habilita o SmartLogin, #ormato de autentica!"o de prox0-
transparente com o login SmartManager$
+ogin ).A000: *xperimental, para utilia!"o em thin - clients sem endere!os de (P individual por se!"o,
ainda n"o #uncional$
)ro@9 MSN: (dem ao prox0 ,<<P, porém para relat&rios e controle do :S/ :essenger U$
(H): ,abilita uma regra no #irewall que permite ao SmartManager receber requisi!1es +,'P$ 3/"o
habilita o servi!o de dhcp4$
one%ti7idade So%ia/: 'ria uma regra no #irewall, que irá permitir as conex1es com o servi!o da caixa
econVmica$ 3ainda necessário a cria!"o de uma regra de nat para 9JJ$9J6$J$JT6W na porta XJ4$
8.2 – Exceções
S"o exce!1es as regras primeiramente con#iguradas$ Por exemplo.
O administrador pode escolher um ip qual n"o #a!a parte dos relat&rios, ou seIa , permitir que
determinado ip n"o passe pelo prox0$ <anto para a navega!"o como para o msn$ *xiste também o recurso
com >,p"#o de (estino? onde pode-se determinar a ausDncia de monitoramento apenas durante a
navega!"o em determinado siteTdominioTip$
*@emp/o:
,&$2*M (*S.$N,
6Y9$6WX$J$Z www$suaempresa$com$br
+essa #orma sempre que o usuário com ip 36Y9$6WX$9JJ$JT9[4 #or acessar o site em 3www$sseusite$com$br
4 ele n"o irá utiliar o prox0, nem #aer relat&rio de navega!"o$
:uitos casos em que há a necessidade de atualia!"o de antivírus, recomendamos consultar a
documenta!"o do so#tware para encontrar os endere!os dos servidores de atualia!"o$ Para criar uma
regra válida para a rede toda, #icaria.
O;(K*: +*S<(/O

6Y9$6WX$9JJ$JT9[ www$seusite$com$br
Obs$$. Lembre-se que em se tratando de #irewall, n"o se aplicam aqui 7;L\S, logo www$seusite$com$br é
um host , e responde no dns por um endere!o (P$
/"o deve-se utiliar http.TT ou #tp.TT nos endere!os$
9 – Adicionar Regras
9.1 – Acesso
/esta se!"o ,con#orme a necessidade de conex"o de um determinado (P a um servi!oTportaTprotocolo, ao
servidor SmartManager© , deve-se permitir o acesso cadastrando nesse campo$
Existem 3 formas de criar as regras:
B .)/0() 6 Onde deve-se entrar com a origem, que pode ser um ip especí#ico ou toda a rede 3i$e$
6Y9$6WX$6$JT9[4, o destino que pode ser a inter#ace interna ou externa, o protocolo <'P ou 7+P e a porta
a ser utiliada$
B $) 6 ;egras por (P s"o regras que liberam todas as portas e protocolos para o endere!o (P$
B ,0.&,S 6 *sse item permite que seIa3m4 especi#icado3s4 outros protocolos como (':P, K;*, etc$
,3s.: *stas s"o apenas aplicadas ao #irewall do Smart:anager, n"o controlando acesso além da rede
interna ou externa$
9.2 – Redirecionamento
'on#orme a necessidade de conex"o externa 3a partir da internet4 de um host 3(P4 especi#ico ou n"o a um
host.portaTprotocolo dentro da rede, por de tra do SmartManager© utilia-se estas regras$
*x. 'onex1es entrantes no (P válido 9J6$W$69H$9HJ na porta XJ, dever"o ser redirecionadas para o
servidor interno 6Y9$6WX$Z$9[[ na porta XJ (ndependente do ip de origem, #icaria assim.
Obs$. 'aso o servidor possua mais de uma conex"o com a internet e utiliado o recurso =alanceamento,
somente conex1es entrantes no lin8 cuIo gatewa0 padr"o de#inido ir"o #uncionar$ Para utilia!"o deste
segundo lin8 com redirecionamento, o ,OS< onde será redirecionado o servi!o deverá utiliar como
gatewa0 o ip desta segunda conex"o$ :ais detalhes em >;oteamento? 36H,94
9.3 – NAT Network address translation
%s regras de /%< permitem o trá#ego de saída de sua rede para a (nternet, pode-se criar uma regra de
/%< geral, onde todos os ip\s podem utiliar qualquer porta e conectar a alguns servi!os$ Programas do
tipo P9P, 8aaa e a#ins utiliam portas especi#icas 3ou n"o 4 para se conectar a rede pSblica$
Para o cadastramento de regras de /%<, o procedimento é o mesmo que o apresentado acima em regras
de %'*SSO, porém neste é necessário digitar o +estino, que pode ser preenchido da mesma #orma
encontrada na imagem, com JTJ, que signi#ica qualquer destinoQ
Obs$. endere!o (P >T? mascara de rede 6Y9$6WX$J$JT9[ ] 6Y9$6WX$J$JT9ZZ$9ZZ$9ZZ$J
/"o é possível #aer ;ange de (P\s 3Salvo por máscara de rede4$
10 – Listar / Editar
10.1 – Acesso
/esta se!"o o administrador pode n"o somente veri#icar as regras de acesso como também editá-las$
10.2 – Redirecionamento
/esta se!"o o usuárioTadmin pode somente veri#icar as regras de redirecionamento inclusas em seu
Smart:anager$
10.3 – NAT
%s regras de /%< assim como as de %'*SSO, podem ser revisadas e editadas no local$
<anto em acesso quanto nat, existe a op!"o de organiar as regras com um nSmero, que se n"o #or
preenchido, o sistema o #ará automaticamente$ *sta organia!"o é necessária quando há a necessidade de
uma regra anular a outra, a regra em ordem superior 3numero menor, maior prioridade4, tem prioridade
sobre a regra debaixo$ Por exemplo. Para se liberar um nat para as portas ZJJJ.WJJJ 3de ZJJJ a WJJJ4 e
bloquear apenas a porta ZZJJ, deve se criar uma regra bloqueando a ZZJJ acima da regra de libera!"o das
demais portas$
'omo pode ser observado, a 6a regra impede que o endere!o de (P 6Y9$6WX$J$ZJ tenha acesso ao destino
9JJ$9JJ$9JJ$9JJ na porta HXYZ, enquanto que a 9a regra permite que todo o restante da rede 3exceto a
descrita na 6a4 conectem em qualquer porta em qualquer lugar na internet$ Se as regras estivessem em
ordem oposta, n"o #uncionaria$
11 – Regras por Usuário / Grupo
11.1 – Criar Regras
/este (tem podemos de#inir uma ou mais regras de /%< que ser"o utiliadas pelos usuáriosTgrupos
con#orme a necessidade de con#igura!"o$ *m apenas um ponto se di#erencia da cria!"o de regras de
seguran!a, as regras s& ser"o ativadas a partir do momento que o usuárioTgrupo a estas associadas
e#etuarem logon no sistema SmartManager independente do computadorTendere!o ip utiliado$
omo faCer:
- /o campo >/ome? de#ina o nome de apresenta!"o para a regra a ser criada@
- *m >Protocolo? selecione o protocolo utiliado$ 'aso esse n"o esteIa listado clique em outros e digite o
protocolo$
+e#ina o endere!o destino, e qual a porta irá ser liberadaTbloqueada$
Para a aplica!"o de uma política de seguran!a mais severa, recomendamos n"o liberar nenhuma porta no
/%<, para um endere!o de (P de usuário ou para a pr&pria rede, salvo certea de que este servi!o n"o será
utiliado de #orma abusiva$ /esta situa!"o, o #irewall do Smart:anager estará totalmente #echado 3/%<4
e as conex1es de saída somente se #ar"o nas portas especi#icadas quando o usuário e#etuar o login no
Smart:anager e esta se aplicará$
%p&s a regra criada, deve-se associa -la a um usuárioTgrupo$
11.2 – Listar Associações (usuários/grupos)
%qui vocD visualia todas as regras associadas por usuário e pode apagá-las se #or preciso$ Para isso
apenas clique no >N? ao lado de cada uma delas$
12. Login Externo
%qui é possível cadastrar os usuários que necessitam de acesso externo ao sistema porém n"o possuem
um endere!o ip estático para o cadastramento direto no #irewall$ Por esse motivo adicionamos uma #orma
de acesso autenticado através da porta [JJJ$32 necessário manter esta porta aberta nas regras de
-*SS,4$
12.1 – Criar regras
%qui deve-se criar as regras necessárias ter acesso ao SmartManager$
/a tela a seguir deve-se de#inir um nome para a regra, selecionar a inter#ace a qual a regra será vinculada,
protocolo e portas caso n"o seIa selecionado um protocolo especí#ico, pode-se selecionar a op!"o >todos?,
que inclui todas as portas e protocolos disponíveis$
+*M'&*?S*: O acesso por login externo tem apenas #un!"o administrativa, n"o é possível nenhum
outro tipo de acesso por esta porta 3[JJJ4$ O acesso é permitido somente ) inter#ace do SmartManager©$
%ssim como nas regras de #irewall por usuárioTgrupo ap&s a criarmos devemos clicar em >%ssociar
;egras?, para associá-las ao usuário que terá acesso$ Podemos ent"o >Listar? essas associa!1es para
controle ou altera!1esTexclus1es necessárias$
Para utiliar este recurso, deve-se utiliar num browser o endere!o do servidor seguido da porta [JJJ, por
exemplo. http.TT9JJ$9JJ$9JJ$9JJ.[JJJ
+everá surgir um pop-up, este onde será #eito o login com o usuário associado a uma regra de acesso ao
5irewall *xterno e esta deve ser mantida aberta durante a con#igura!"oTutilia!"o dos recursos do
SmartManager5.
.e/a de a!tenti%a"#o /oginD000. Eane/a p>s a!tenti%a"#o.
/ote que a Ianela p&s autentica!"o tem um lin8 para o webmail do SmartManager$
13 – Configuração
13.1– Configurar Interfaces virtuais de Rede
%o acessarmos o menu >onfig!ra"#o? a primeira tela que encontramos é a de con#igura!"o de
inter#aces de rede, aqui também podemos gerenciar as inter#aces virtuais de nosso sistema$
%o selecionarmos a op!"o >onfig!rar $nterfa%es de &ede? e clicarmos no bot"o >%onfig!rar? seremos
redirecionados para a tela abaixo.
/a imagem anterior, con#iguramos as inter#aces virtuais de rede$
(nter#aces Oirtuais de ;ede s"o inter#aces que n"o existem #isicamente 3alias de endere!os (p, ou
endere!os de (P adicional4$
Por exemplo, se #ormos criar uma inter#ace virtual com acesso a rede interna, devemos selecionar a op!"o
>ethJ?, e de#inir as con#igura!1es no #irewall como nas outras inter#aces$ Será ent"o criada uma inter#ace
>ethJ.6?, o mesmo vale para endere!os que ir"o aceitar conex1es externas como por exemplo uma
inter#ace virtual para aceitar conex1es ao seu web site hospedado no Smart :anager, entretanto vale
lembrar que para cadastrar um endere!o virtual externo sua empresa deve ser possuidora do (P em
quest"o$
'aso contrário n"o será possível utiliar o endere!o$
13.2– Roteamento
/as con#igura!1es de roteamento pode-se adicionar rotas especí#icas a serem seguidas, pode-se adicionar
con#igura!1es para uso de conex"o OP/, entre outras con#igura!1es$
13. 3 – Balanceamento
O servi!o de balanceamento, permite que o trá#ego de sua rede seIa divido entre dois ou mais lin8s$ Por
exemplo se vocD possuir J9 3duas4 conex1es com a (nternet e deseIar separar o trá#ego de navega!"o e e-
mails por um dos lin8s e colocar todo o trá#ego de 5<P no outro é possível$
%baixo, apresentamos uma tela de exemplo de como devem ser realiadas as con#igura!1es para uso do
balanceamento$
% con#igura!"o do sistema de balanceamento deve ser realiada da seguinte #orma.

^ %dicionamos os lin8s, selecionando como par-metro para equilíbrio, a largura de banda de cada lin8$
/"o é #ator determinante para a carga a largura, e sim um par-metro para divis"o$ Se utiliado uma
conex"o com lin8 de 9 mb, e outra de 6 mb, será utiliado _Z` um lin8, e 9Z` o outro$
^ % seguir, devemos separar na parte in#erior qual servi!o irá utiliar qual lin8, 3n"o podemos adicionar o
mesmo servi!o para os dois lin8s4, deve-se separar os mesmos individualmente$
^ <emos também a op!"o de servi!o n"o balanceado, que deve ser con#igurada pra servi!os de utilia!"o
crítica ou segura, por exemplo https , que n"o #unciona com o balanceamento devido a possível #alha de
seguran!a$
^ 5eito isso basta clicar no bot"o $N$$-& e usu#ruir do servi!o$
13.4– Servidor DNS
O SmartManager possui um Servidor +/S instalado, o que #acilita a resolu!"o de nomes para a
navega!"o dos computadores em sua rede, seIa para nomes locais ou nomes na web, para hospedagem de
seu site, para recebimento de e-mails ou qualquer outro servi!o que deseIe utiliar$
+/S. Servi!o responsável por resolver nome 3www$seudominio$com$br 4 em endere!o (P 36Y9$6WX$9JJ$6
4$ *xemplo.
7ma empresa possui um domínio chamado seudominio$com$br e vai ser hospedado o site, 5<P e o e-mail
no SmartManager©$ *nt"o, deve-se criar uma ona +/S para esse domínio e associar com o (P deseIado
con#orme a #igura abaixo$
%p&s realiar a con#igura!"o salve e reinicie o servi!o do servidor (NS na tela de S.-.0S do
SmartManager.
13.5 - Servidor FTP
Possibilita utiliar uma parte do espa!o em disco no servidor para salvar arquivos que podem ser
acessados remotamente, de qualquer lugar na sua rede interna ou pela (nternet$
Para acessá-lo vá em ,N;$20&-FG, 4 Ser7idor ;.).
7ma ve na tela de con#igura!"o preencha os campos con#orme explicado abaixo.
$dentifi%a"#o. +eve-se de#inir um nome para o servidor 5<P@
+imite de one@Hes: +etermina a quantidade máxima de pessoas conectadas simultaneamente@
0s!1rio: /ome de usuário para login@
Senha: Senha de acesso para o usuário@
ota por tr1fego Iem 39tesJ
0p/oad: Limite em b0tes que podem ser carregados no servidor por este usuário@
(o<n/oad: Limite em b0tes que podem ser baixados do servidor por este usuário@
.ota/: 'aso n"o selecionado nenhuma das op!1es anteriores, pode-se de#inir aqui uma cota Snica para
downloadTupload@
ota por nKmero de ar8!i7os:
0p/oad: Ruantidade de arquivos de podem ser colocados no servidor por este usuário@
(o<n/oad: Ruantidade de arquivos que podem ser baixados do servidor por este usuário@
selecionado nenhuma das op!1es anteriores, pode-se de#inir aqui uma cota unica para downloadTupload@$
Lota M J signi#ica ilimitado$
.ota/: 'aso n"o Lembramos que cada usuário terá sua pr&pria pasta no servidor, para que todos possam
compartilhar a mesma pasta deve ser criado um usuário e senha e distribuí-lo para aqueles que devem ter
acesso$
13.6 – Servidor DHCP
Ruando esse servi!o está ativo, o servidor SmartManager© pode atribuir endere!os (P automaticamente
para os computadores da rede local$
*@emp/o:
'om a 'on#igura!"o abaixo o SmartManager© atribuirá os (Ps entre 6Y9$6WX$J$6J e 6Y9$6WX$J$9J
(omNnio: dominio2.%om.3r
'road%ast: 192.168.0.255
2ate<a9: 192.168.0.1
(NS: 192.168.0.1
S!3?rede: 192.168.0.0
M1s%ara da S!3?rede: 255.255.255.0
$p $ni%ia/: 192.168.0.100
$p ;ina/: 192.168.0.200
%p&s a con#igura!"o inicial o servidor (H) irá #ornecer endere!os para as máquinas ativas na rede
utiliando-se da op!"o de >)*&M$.$& N,=,S +*-S*S?, pode-se escolher >S$M ou NO,? se S$M ,
máquinas poder"o entrar em sua rede e obter endere!os sem autoria!"o, caso seIa selecionada a op!"o
>NO,? será necessário adicionar manualmente máquinas n"o pertencentes ) rede o que aumenta a
seguran!a$
13.6 – Servidor Web
O SmartManager© pode ser também um servidor de hospedagem de site para (nternet eTou intranet
quando con#igurado para isso$
Para isto precisamos ter con#igurado um usuário e o servidor de 5<P como vimos anteriormente$
Como configurar, exemplo:
a -4 $) do =irt!a/ Host: *ndere!o (P ou endere!o que Iá resolva para o (P 3este pode estar con#igurado no
SmartManager© e ter sua porta XJ liberada no #irewall4 3www$smartcall$net4@
b -4 =irt!a/ Host: /ome do host deseIado 3ex. www$smartcall$net$4@
c -4 *?mai/ do -dministrador: *-mail do %dministrador do Servidor
3ex. marceloPsmartbrasil$com$br$4@
d -4 Nome do Ser7idor: /ome do servidor onde está hospedado 3ex. www$smartcall$net 4@
e -4 0s!1rios do ;.): /ome dos 7suários que ter"o acesso aos servi!os de ;.) 3ex.smartcallweb4
# -4 $nde@ prin%ipa/: /ome da página inicial 3ex. index$htm4@
13.7 – Sempre Logado
% op!"o de sempre logado permite que se mantenha o monitoramento de navega!"o ativo sem que haIa a
tela de login$ Para #aer uso dessa op!"o ao cadastrar os usuários pode-se utiliar uma das op!1es.
>;estringir por ip? , nessas op!1es cadastra-se o ip da máquina do usuário$
7ma ve com o usuário cadastrado basta seguir até a op!"o de >S*:P;* LOK%+O? e logarTdeslogar o
usuário$
13.8 – VPN
'om >OP/? é possível #aer uma conex"o segura entre duas redes locais$ Para con#igurar será preciso
dos dados das inter#aces de cada servidor$ 7m será :aster e outro Slave, colocaremos as in#orma!1es de
um em outro e vice-versa$
*x$.
/ome da OP/. (remos de#inir um nome para a OP/ a ser criada@
*ndere!o (P. (P do servidor 3lin84@
(P da rede local. (P do servidor internamente, exp$. 6Y9$6WX$J$6@
;ede local. % #aixa de (P da rede interna, exp$. 6Y9$6WX$J$J@
:ascara da ;ede. :áscara da rede interna, exp$. 9ZZ$9ZZ$9ZZ$J
Porta para conex"o. +e#ina uma porta para a comunica!"o entre os servidores$
+epois ter de#inido os campos corretamente, clique em Bonfig!rarBpara validar as in#orma!1es$
/o servidor Secundário 3Slave4, iremos repetir o procedimento porém será adicionado um campo.
Servidor :aster deve ser colocado o (P do lin8 do servidor principal que irá #ornecer a chave para
autentica!"o da =)N$ %p&s os servidores estarem com as in#orma!1es salvas, clique em B$ni%iarB e em
seguida em B-t!a/iCar Stat!sB$ %p&s concluída, aparecer"o as con#igura!1es do servidor que está
conectado no momento$
/este exemplo o Servidor :aster está em S"o Paulo.
SmartManager© em S#oP)a!/o
(P da rede local. 6Y9$6WX$J$63ethJ4
*ndere!o de (p. 9JJ$9JJ$9JJ$9JJ3eth64 ;ede
local. 6Y9$6WX$J$63ethJ4
:áscara de ;ede. 9ZZ$9ZZ$9ZZ$J
Porta para 'onex"o. ZJJJ
SmartManager© no &io de Eaneiro
(P da rede local. 6Y9$6WX$6$63ethJ4
*ndere!o (P. 9JJ$9JJ$9JJ$9J63eth64
;ede local. 6Y9$6WX$6$J3ethJ4
:áscara de ;ede. 9ZZ$9ZZ$9ZZ$J
Porta Para conex"o. ZJJJ
'om todas as in#orma!1es devemos escolher como servidor master, no nosso caso o Smart S"o Paulo$
'on#igura!"o e#etuada no SmartManager© em S"o Paulo 'on#igura!"o e#etuada no SmartManager© n
o caso o Smart S"o Paulo$
13. – VPN PPTP
% OP/ PP<P permite que os usuários cadastrados tenham acesso externo ) rede local, permitindo o uso
da rede impress"o remota e servi!os compartilhados$ Para con#igurar o uso de OP/ PP<P siga os passos
abaixo.
/o campo >ip local? sempre irá aparecer a con#igura!"o da placa de rede local$
*m >;ange para OP/? deve-se colocar um range de (Ps livre na rede que será utiliado como um
servidor +,'P para os usuários que #orem cadastrados sem um ip de#inido, ou seIa, que n"o podem estar
em uso na rede local$
+eve-se, a seguir realiar o cadastro dos usuários que v"o conectar na OP/ PP<P, cadastre >usuário?,
>senha? e no campo de ip, pode-se de#inir um ip especí#ico a ser designado para cada usuário ou colocar
um a no campo o que de#ine para que seIa utiliado um dhcp nas conex1es, ou seIa o ip que estiver livre
previamente con#igurado no escopo acima será destinado ao usuário$
Para #inaliar, é necessário cadastrar 9 regras em -*SS, na guia S*20&-NF-, sendo as regras as
seguintes.
,rigem: 0/0 (estino: Qip da interfa%e e@terna4 )roto%o/o: <'P Porta. 6_9H G Liberar
% segunda regra deve utiliar a op!"o >,0.&,S? na parte de cadastramento e deve #icar da seguinte
#orma.
Origem: 0/0 (estino: Qip da interfa%e e@terna4 )roto%o/o: [_ ou K;* G Liberar
5eito isso basta realiar a conex"o 3externamente4 e navegar$
14 – Autenticação Proxy
,á duas possibilidades de autentica!"o de Prox0 no SmartManager5:
Padr"o. Rue possibilita uso de todos os recursos de login do SmartManager5 , como o
Smartomm!ni%ator
-!tenti%a"#o NS- : Rue é a autentica!"o padr"o do Squid$ 7tiliado em casos =eetween 3utilia!"o de
uma 'P7T(P para mais de um usuário4 e <hin 'lients$
14.1 – Configuração de CACHE
Para otimiar a navega!"o o seu SmartManager© salva todos os sites que Iá #oram acessados guardando
uma c&pia em cache$
Ruando há atualia!"o de um site algumas vees é necessário limpar o cache para conseguir ver todas as
altera!1es, ou se #or um site com atualia!1es constantes, basta clicar em )&,RS N,?-H* e
cadastrar a 0&+ do site, dessa #orma ele n"o irá salvar em cache as con#igura!1es do3s4 site3s4
cadastrado3s4$
%p&s a limpea, surgirá a seguinte mensagem. 'ache limpo com sucesso$
14.2 – Status Antivírus
*m Status do %ntivírus s"o exibidas as datas das atualia!1es e as vers1es do +%<$ ,á a possibilidade de
#aer atualia!1es manualmente, basta clicar em >-t!a/iCar -gora?$
15 - Configuração FTP Externo
'om esta op!"o corretamente con#igurada, pode-se agendar o envio dos arquivos de =ac8-7P 3apenas
con#igura!1es4 para um servidor 5<P$ %penas deve-se preencher os campos$
Obs$ *ste é recomendado que esteIa dentro da mesma rede$ Os arquivos n"o s"o excluídos do servidor
ap&s o envio, este deve ser #eito manualmente$
16 – E-mail
16.1 - Configurações Gerais
%través desta tela vocD conseguirá criar um per#il para o servi!o de e-mail$ %s op!1es s"o.
.amanho m1@imo por en7io: Limita o tamanho do e-mail enviado$
;or"ar e definir a %ota patr#o: 5or!a caso n"o con#igurado individualmente, nos grupos ou usuários
utilia esta cota para as contas de email a serem criadas$
.empo de 7ida da fi/a: +etermina o tempo em dias, que as mensagens podem #icar na caixa de saída$
16.2 - Configuração Domínio
Para criar um ou mais domínio3s4, basta clicar nesse item e inseri-lo no campo >(omNnio?em seguida
clique em %dicionar$ +eve-se de#inir um usuário deste domínio como administrador para receber as
mensagens administrativas, erro ou retorno$
16.3 - Alias de Domínio
'om esta con#igura!"o, elimina-se a necessidade de con#igurar um domínio adicional, espelho para o
domínio padr"o, no exemplo acima, todos os e - mails que #orem recebidos pelo servidor no domínio
smart-teste$com$br, ser"o entregues nas caixas do domínio smart-tec$com$br$
16.4 - Alias de usuário
*sta con#igura!"o é semelhante a anterior, porém s"o criados >alias? para usuários, por exemplo.
marcusPsmart-tec$com$br ] marcosPsmart-tec$com$br$
'onta de email
b
%lias
16.5 - Configuração de Backup
O Smart:anager tem um sistema de bac8up para todas as mensagens 3e-mail4armaenadas atualmente no
servidor$ +eve-se selecionar um usuário 5<P, previamente criado 36H$Z4 e designado um endere!o de e-
mail, envia mensagens de início e #inalia!"o da solicita!"o, que #icará armaenada no Servidor 5<P$
*sta mesma con#igura!"o é utiliada quando agendado um bac8-up dos logs do Smart:anager, os
arquivos ser"o salvos na mesma pasta, dentro de uma subpasta chamada >/ogs?$
16.6 – Configuração Relay
%s con#igura!1es de &e/a9 no SmartManager© permitem dois padr1es de con#igura!"o onfig!ra"Hes
de &egras de &e/a9: 'ontrola o acesso de redesT(Ps ao servidor de e - mail do SmartManager©, os
endere!os aqui cadastrados com a op!"o >-//o<?, poder"o utiliar o servidor como SM.) sem
autentica!"o, para enviar e - mails para qualquer domínio$
onfig!ra"Hes do Smart?&e/a9: ;edireciona mensagens do domínio selecionado para um servidor
especí#ico, na porta con#igurada$
16.7- Regras – Entrada
/essa parte do sistema SmartManager© vocD poderá criar regras de entrada de e-mail, assim poderá
controlar conteSdos e mensagens indeseIáveis, ou mesmo direcioná-las para o destinatário correto$
+eve ser #eito assim.
/o campo >Nome da regra? de#ina o nome a ser aplicado pelo %dministrador do sistema@
>0s!1rios? escolha os usuários que ter"o acesso ) regra no seu e-mail, pode-se selecionar mais de um
usuário clicando com o mouse e segurando a tecla .&+@
/o item >%ondi"Hes? selecione o tipo de #iltro para a ;egra$
Observa!"o. /essa op!"o, caso escolha >*@tens#o para ane@o?, será exibida um tela com a sintaxe
correta para a cria!"o da regra$
/o campo >a"#o? vocD escolhe o que deve ser #eito com as mensagens$
,3s. 'aso escolha a op!"o auto - responder surgirá uma tela para a con#igura!"o da mensagem
automática$
*xemplo.
*m uma empresa existe um usuário testePdominio9$com$br e todos os e-mails destinados para essa
conta devem ser copiados para teste9Pdominio9$com$br$
Para isso, devemos ent"o nomear a regra$ /esse caso vamos chamar de copiaLteste@
+epois selecionamos os usuários que ser"o aplicados ) regra nesse caso o usuário >teste?@
*nt"o escolhemos a condi!"o, a que melhor cabe nesse exemplo, >&emetente %ontendo?$
Para que independente do domínio de remetente tenhamos uma c&pia da mensagem, preencha o campo
abaixo com um $ 3ponto4 ou P 3-rro3a4, para designar um domínio especí#ico digite-o$ /esse caso.
>teste$com$br?$
Selecionar a a!"o, no nosso caso, >'om c&pia para?, e digite abaixo o e-mail que receberá a c&pia,
teste9Pdominio9$com$br$
%s mensagens recebidas pelo testePdominio9$com$br , o e-mail teste9Pdominio9$com$br receberá
também$
Obs$. % caixa de sele!"o condi!"o #alsa #unciona exatamente como um >e/se?, ou caso contrário$ Por
exemplo uma regra especi#ica, pode ser criada uma condi!"o #alsa para esta, com um comportamento
di#erente$ 'aso n"o utiliada, a mesma n"o deve ser selecionada$ 'ausa a perda total do e-mail$
16.8 – Saída
<em a mesma #un!"o de >&egras de *ntrada? porém atua no envio de mensagens$ Oer texto acima$
16.9 - Get Mail
%través do 2et Mai/ do SmartManager© podemos con#igurar que contas de e- mail internas recebam
mensagens de outros domínios$
Para isso devemos.
'olocar o endere!o do servidor externo em >Ser7idor ),)?$
*x. popH$uol$com$br @
+e#inir o usuário da conta em >0s!1rio ),)?$
*x$. marceloPuol$com$br @
(nserir senha de conta externa em >senha ),)?$
>* ? mai/ /o%a/?, de#inir qual conta interna receberá as mensagens desse e-mail externo$
16.9 - Menu MSN
%qui é onde vocD pode controlar quem pode conversar no msn e estabelecer regras que podem ser
aplicadas a todos ou individualmente$
Os usuários aparecem automaticamente nessa tela ap&s a primeira conex"o ap&s a instala!"o do
SmartManager.
Usuários:
*ssa é a tela principal do )ro@9 de MSN, nessa tela é possível.
^
^
$ni%iar/&eini%iar/)arar o servidor de )ro@9 MSN@
Oisualiar os usuários on/ine/off/ine e controlar as con#igura!1es individualmente con#orme mostrado@
Por padr"o aparecem apenas os usuários online, para visualiar todos os usuários é necessário marcar a
op!"o >mostrar !s!1rios off/ine?$
Configurações:
%s seguintes con#igura!1es #ornecidas.
$p interno do pro@9. +eve estar igual ao (P con#igurado na placa de rede com acesso a rede local@
-!toriCar no7os !s!1rios S$M/NO, . todas as novas tentativas de conex"o ao msn ser"o barradas ou
n"o, neste caso o administrador poderá liberar a conex"o com o msn apenas para usuários posteriormente
especi#icados$
Salvar mensagens de novos usuários3sim/n#o4, permitir de#inir se as conversas dos novos usuários ser"o
gravadas@
Salvar lista de contatos contatos de novos usuários3sim/n#o4, se a lista de contatos do usuário será
gravada@
-ti7ar .rasnferTn%ia r1pida I'etaJ Isim/n#oJ. como a legenda di é um recurso ainda em
desenvolvimento, porém pode ser utiliado para aumentar a velocidade das trans#erDncias de arquivos
internamente pelos :essengers$
'/o8!ear Uindo<s Messenger e 2-$M, bloqueia esses programas e derivados que utiliem o mesmo
protocolo@
'/o8!ear Uindo<s +i7e Messenger 8.0, e outros programas que utiliem o mesmo protocolo@
'/o8!ear aMSN e MSN Messenger V.@, idem anteriores@
'/o8!ear Uindo<s +i7e MessengerW
'/o8!ear *n7io/&e%e3imento de ar8!i7os, impede a troca de arquivos entre usuários através do msn@
'/o8!ear mensagens de te@to, impede a conversa!"o@
'/o8!ear tro%a de imagens e ar8!i7osW
'/o8!ear <inks e pedidos de aten"#oW
'/o8!ear emoti%ons animadosW
'/o8!ear imagem de %ontato, impede que usuários externos visualiem suas imagens@
'/o8!ear imagens dos %ontatos, impede que os usuários visualiem as imagens dos contato externos@
%visar ao usuário que as mensagens est"o sendo monitoradas, in#orma periodicamente ao usuário 3interno
apenas4 que as conversas s"o monitoradas@
*m aviso de monitoramento, deve-se cadastrar o e-mail do administrador da rede, e o nome do
administrador, logo abaixo pode-se personaliar o texto a ser enviado ao usuário e de#inir as #ontes e
cores a serem utiliadas no texto$
Controle de Acesso:
%qui vocD pode de#inir políticas para 6 ou mais usuários, onde pode-se criar políticas de acesso,
pemitindo, restringindo por hora ou se pode ou n"o acessar o msn$
Para criar uma regra clique no bot"o >%+('(O/%;?@
7ma Ianela para adicionar regra irá se abrir$
/a Ianela de usuários pode-se selecionar 6 ou todos os usuários, para selecionar 9 ou mais usuários clique
na op!"o >Se/e%ionar mais !s!1rios?$
%p&s de#inir para quem a regra será criada devemos de#inir qual a!"o será tomada, se o3s4 usuário3s4
pode3m4 ou n"o pode3m4, conectarTconversar com determinado endere!o de :S/ ou servi!o de :S/$
Pode-se também criar regras de restri!"o de horário ou de restri!1es de (P$
/as restri!1es de horário de#ine-se em qual horário3sJ o3s4 usuário3s4, podem ou n"o conectar ao :S/$
;estri!1es por ip de#inem de qual máquina da rede o usuário está autoriado a conectar no :S/$
%p&s criadas as regras, elas ser"o listadas na tela principal, nessa tela temos a op!"o de remover a regra,
ou se a regra #or de libera!"o do tipo pode3m4, podemos clicar sobre a a!"o e alterá-la para >n#o pode3m
4? com apenas um clique sobre a palavra$
Lista de Contatos:
%qui podemos visualiar e administrar a lista de contatos dos usuários, podendo ser #eita a visualia!"o
de todos os contatos 3on/ine/off/ine4, apenas os liberados ou os bloqueados$
% grande vantagem desse controle é que podemos permitir o uso do :S/ como #erramenta estrita de
trabalho, liberando apenas os contatos comerciais por exemplo e bloqueando os pessoais$
17 - Menu Ferramentas
Network – ADSL
Speedy Business

%qui vocD pode cadastrar uma conta Speed0 3%one@#o -(S+4 de acesso ) internet$ %través desse menu
con#igura-se o lin8 com a internet e garante-se a conex"o quando iniciado o servidor$ % op!"o Speed0
home é designada para uso de (Ps din-micos3quando n"o houver disponibilidade de ip #ixo4$
17.1 – Backup
O =ac8up é uma das #un!1es mais importantes e mais simples do SmartManager©$ =asta clicar em
>'a%k!p?$ Para apagar o bac8up clique em >excluir? ao lado do nome de arquivo$ %baixo segue listagem
do que compreende cada item.
Para Salvar o arquivo, basta clicar em cima, irá abrir uma Ianela para e#etuar o download do arquivo$
17.2 - Backup Personalizado
Restore
*ssa op!"o permite a restaura!"o dos arquivos de bac8up salvos no seu computador$ %o clicar em enviar
=ac8up, irá aparecer uma tela do browser, solicitando a sele!"o do arquivo a ser enviado$ %p&s o arquivo
ser localiado, clique no X&esta!rarY ao lado no nome do arquivo$
17.3 - Backup Mensagens
Backup
Permite gerar bac8up das mensagens de e - mail que est"o armaenadas no servidor$
'licando em B(niciarB aparecerá a seguinte mensagem. >, 'a%k!p foi ini%iado 7erifi8!e se 7o%T re%e3e!
o e?mai/ de %onfirma"#o?$
<odas as trans#erDncias de arquivos s"o realiadas pelo usuário >5<P? 36W$Z4aa de#inido em >%onfig!rar
'a%k!p?$
Restore
5un!"o para restaurar bac8ups executados anteriormente e Iá enviados ao SmartManager por 5<P,
previamente de#inido em >%onfig!ra"#o de 'a%k!p?$36W$Z4aa
17.4 - Sistema
Smart Update
%lém de atualiar o seu SmartManager©, mostra quais #oram as Sltimas mudan!as$
Agendamento
Permite agendar a realia!"o de bac8ups, das con#igura!1es, relat&rios 3/ogs4 e de e-mails, inclusive o
envio por #tp dos bac8ups das con#igura!1es$
Importar Usuários
Mensagens
Data e Hora
Desligar Servidor
+esliga ou reinicia o servidor$
18 –
Gráficos
Informação CPU/Memoria
Gráfico CPU/Memória
*xibe grá#icos de monitoramento do consumo de mem&ria ;%:$ Ruanto maior a porcentagem, maior
s"o os riscos de lentid"o e travamento do sistema$
Uso int. Eth0
:onitora o controle de #luxo interno 3ethJ4 da rede bps 3bits por segundo4$
Uso int. Eth1
:onitora o controle de #luxo externo 3eth64 da rede em bps 3bits por segundo4$
Espaço em Disco
*xibe o espa!o de disco rígido, em uso e disponível$
%gora que vocD Iá conhece o SmartManager© por inteiro pode utiliá-lo sem problemas e usu#ruir de
todas as suas vantagens$