Perfl e estratégia

Principais projetos
estratégicos
Desenvolvimento de produtos
Objetivos estratégicos
4T 11
A BM&FBOVESPA foi criada em maio de 2008 com a integração da BM&F (bolsa de derivativos) e da Bovespa (bolsa de ações). Atual-
mente, é a terceira maior bolsa do mundo em valor de mercado e a segunda maior das Américas. Seu principal diferencial competitivo
é o modelo de negócio diversifcado e verticalmente integrado, que contempla as atividades de negociação e pós-negociação de
ações, derivativos e outros valores mobiliários. O potencial crescimento da BM&FBOVESPA está diretamente relacionado às oportuni-
dades oferecidas pelo mercado brasileiro, ao desenvolvimento de novos produtos e aos investimentos em tecnologia, que elevarão
suas plataformas ao estado-da-arte.
• Crescimento sustentável das re-
ceitas pela captura de oportunida-
des oferecidas pelo crescimento do
mercado e da economia brasileira,
lançamento e desenvolvimento de
novos produtos e construção de
parcerias.
• Fortalecimento do modelo de negó-
cio com investimentos em tecnologia e
integração das plataformas de negocia-
ção e pós-negociação, o que trará maior
efciência para a companhia e para o
mercado, além de fortalecer o relacio-
namento com os participantes.
• Entrega consistente de resultados,
focada no aumento da efciência da
companhia e na maximização de va-
lor ao acionista, por meio da elevada
base de distribuição de proventos e
recompra de ações.
Em linha com seus objetivos estratégicos,
a BM&FBOVESPA deve investir cerca de
R$1 bilhão no período de 2010 a 2013,
tendo sido investidos R$268,4 milhões
em 2010 e R$204,0 milhões em 2011.
Parte importante desse investimento
será direcionada à área de tecnologia,
cujos principais projetos são:
ü PUMA Trading System™: novo
sistema de negociação multatvos
desenvolvido em parceria com o
CME Group.
ü Integração das Clearings: integração
das quatro clearings, que trará mais
eficiência para a Bolsa e para o
mercado.
ü Novo Data Center: ampliação da
infraestrutura para suportar o
crescimento da BM&FBOVESPA.
ü Mercado de Balcão: nova plataforma
flexível e eficiente, que ajudará a
impulsionar esse mercado no Brasil.
Além da negociação e pós-
negociação de ações e derivativos,
que são as principais linhas de
negócio, a BM&FBOVESPA investe no
desenvolvimento de novos mercados e
produtos com o objetivo de diversificar
suas fontes de receita e perpetuar
seu crescimento de longo prazo. Essa
estratégia já começa a apresentar
frutos, com destaque para:
Volume fnanceiro de
operações em aberto
cresceu 47,1%
sobre 2010
ETFs
(fundos negociados em bolsa)
FUTURO DE ÍNDICE E
MINICONTRATOS
Alta de 70,7% do
volume fnanceiro médio
negociado em 2011
Crescimento de 37,9% e
de 51,4% do volume de
contratos negociados em
relação a 2010
HFTs
(investidores de alta frequência)
TESOURO DIRETO
No 4T11, representaram
10,3% do segmento
Bovespa e 7,2% do
segmento BM&F
Crescimento de 61,1%
do valor custodiado e de
56,7% do número de
investidores em 2011
EMPRÉSTIMO DE
AÇÕES
Sobre a BVMF3
– Segmento: Novo Mercado
– 8ª ação mais negociada no País
– Média diária de R$146 milhões
– Média diária de 13 mil negócios
– Presença em 11 índices
Retorno aos acionistas
Busca pela maximização do retorno ao acionista, com elevado
payout combinado com recompra de ações e controle de custos.
Retorno aos acionistas: R$1.518 milhões em 2011 (dividendos e ju-
ros sobre capital próprio de R$912 milhões, além de R$606 milhões
em ações recompradas), ou seja, R$0,79 por ação.
Estabilidade das despesas: Orçamentos de despesas ajustadas para
2012 no mesmo nível realizado em 2011.
Ratings
Contatos
Desempenho Operacional
Destaques fnanceiros
Abertura de Receitas (4T11): base diversifcada
Resumo da demonstração de resultados
4T 11
Depositário
Banco Bradesco
Tel: 3684-9441
Fax: 3684-2811
Fale com RI
Tels.: (11) 2565-4418/4728/4834/4729
Fax: (11) 2565-5314
ri@bmfbovespa.com.br
(em R$ milhares) 4T11 4T10
Variação
4T11/4T10
3T11
Variação
4T11/3T11
Receita líquida 471,2 473,3 -0,4% 493,7 -4,6%
Despesas (291,6) (188,7) 54,6% (169,6) 72,0%
Result. antes da
tributação
375,2 371,9 0,9% 435,1 -13,8%
Lucro líquido do
período
191,1 261,5 -26,9% 292,0 -34,6%
Lucro líquido
ajustado
1
352,7 368,0 -4,2% 399,6 -11,7%
Lucro por ação
ajustado (em R$)
0,18289 0,18468 -1,0% 0,20546 -11,0%
EBITDA ajustado
2
307,1 314,9 -2,5% 356,0 -13,7%
Margem EBITDA
ajustada
65,2% 66,5% -136 bps 72,1% -693 bps
Despesas
ajustadas
3
(163,9) (159,0) 3,1% (136,3) 20,3%
¹Ajustado pelo reconhecimento de passivo diferido da amortzação do ágio, plano de opções de compra de ações,
equivalência patrimonial da partcipação da companhia no CME Group (líquida de imposto) e pela contribuição
ao MRP. /
2
Ajustado pelo plano de opções de compra de ações e pela contribuição ao MRP./
3
Ajustadas pelo
plano de opções de compra de ações, depreciação, provisões, imposto relacionado aos dividendos recebidos do
CME Group e pela contribuição ao MRP. www.bmfbovespa.com.br/ri
Standard&Poor’s:
Moody’s:
A1
(emissor escala global)
BBB+
(crédito de contraparte)
Aaa.br
(emissor escala brasileira)
A-2
(emissor)
Baa1
(notas globais)
Segmento Bovespa
Volume médio diário negociado (em R$ bilhões) e margem (em pontos
base – bps).
Segmento BM&F
Volume médio diário negociado (em mil contratos) e receita por contra-
to média (em R$).
 
4T11 3T11 2T11 1T11 4T10
Volume Médio Diário 6,4 6,6 6,2 6,7 6,8
Margem Média 5,58 5,71 5,86 6,02 6,11
  4T11 3T11 2T11 1T11 4T10
Volume Médio Diário 2.456 2.805 2.670 2.866 2.616
Receita por Contrato
Média
1,16 1,11 1,13 1,04 1,10
23%
34%
43%