Perfl e estratégia

Atividade de Pós-Negociação
2T 11
A negociação de ações, derivatvos ou quais-
quer outros valores mobiliários pode ser divi-
dida em duas grandes etapas: i) a negociação,
onde os fatores crítcos são o sistema de ne-
gociação, a atuação das corretoras (canal de
distribuição) e o acesso dos investdores; e ii)
a pós-negociação, quando são realizados to-
dos os processos de gerenciamento de risco,
liquidação das operações e guarda dos atvos.
A etapa de pós-negociação também é comu-
mente chamada de “clearing”.
A BVMF oferece toda a infraestrutura para a
execução dessas duas etapas, sendo que esse
modelo vertcalmente integrado é o seu dife-
rencial em relação às várias outras bolsas no
mundo.
Dentre os serviços de pós-negociação, desta-
ca-se a atuação como contraparte central ga-
rantdora (CCP). Atuando dessa forma, a BVMF
se torna a compradora de todos os vendedo-
res e a vendedora para todos os comprado-
res, garantndo que todas as operações serão
liquidadas e concluídas, independentemente
de quem são os partcipantes envolvidos. Essa
atuação torna a negociação muito mais segura
e é possível graças à adoção de um sofistcado
sistema de administração de risco, salva-guar-
das e colaterais (garantas).
Atualmente, a BVMF administra quatro clea-
rings (ações, derivatvos, câmbio e atvos) e
um dos nossos grandes projetos estratégicos
é a unificação dessas quatro infraestruturas,
o que consttui um passo relevante no forta-
lecimento do nosso modelo de negócio e no
aumento da eficiência dos serviços oferecidos
ao mercado. Essa integração trará benefcios
relevantes para diversos partcipantes, com
destaque para:
• Otmização do uso de capital para liquida-
ção das operações - compensação entre as
obrigações de pagamento em um mercado
com os recursos que serão recebidos no
outro.
• Maior eficiência na gestão de colaterais
- risco opostos assumidos nos diferentes
mercados poderão ser compensados.
Esse projeto está em andamento, sendo que as
principais característcas do novo sistema de
administração de risco (CORE – CloseOut Risk
Evaluaton) foram apresentas ao mercado no
2T11 e a conclusão do processo de integração
está prevista para o final de 2013.
DERIVATIVOS
FINANCEIROS E
COMMODITIES
AÇÕES,
DERIVATIVOS
DE AÇÕES
E EMPRÉSTIMOS
DE AÇÕES
TÍTULOS PÚBLICOS
CÂMBIO SPOT
EFICIÊNCIA OPERACIONAL
SISTEMAS INTEGRADOS
EFICIÊNCIA NA LIQUIDAÇÃO
REDUÇÃO DOS VALORES A PAGAR VIA MAIOR
PODER DE NETTING
EFICIÊNCIA NA ADMINISTRAÇÃO DE RISCO
REDUÇÃO NA ALOCAÇÃO DE CAPITAL
A BM&FBOVESPA (BVMF) foi criada em maio de 2008 com a integração da BM&F (bolsa de derivatvos) e da Bovespa (bolsa
de ações). Atualmente, é a quarta maior bolsa do mundo em valor de mercado.
O nosso modelo de negócio vertcalmente integrado, que contempla as atvidades de negociação e pós-negociação de ações,
derivatvos e outros valores mobiliários, aliado aos investmentos que estão sendo feitos em tecnologia colocarão nossas
plataformas no estado da arte e sustentarão o crescimento da BVMF. Os principais objetvos estratégicos da BVMF são:
• Proporcionar um crescimento
sustentável das receitas através
i) da captura de oportunidades
oferecidas pelo crescimento do
mercado e da economia brasilei-
ra, ii) do lançamento e desenvol-
vimento de novos produtos e iii)
da realização de parcerias;
• Fortalecer o modelo de negócio
através de investmentos em tecno-
logia e com a integração das plata-
formas de negociação e pós-nego-
ciação, o que trará maior eficiência
para a companhia e para o mercado,
fortalecendo o relacionamento com
os partcipantes;
• Entrega consistente e sustentável
de resultados, focada no aumento
da eficiência da companhia e ma-
ximização de valor ao acionista,
através de elevada base de distri-
buição de proventos e recompra
de ações.
Sobre a BVMF3
No período de abril a junho de 2011, a ação da BM&FBOVESPA foi
a 9ª mais negociada do mercado brasileiro, com média diária de
negociação de R$133,9 milhões e 10,1 mil negócios.
A BVMF adquiriu a totalidade das 60 milhões de ações de sua pró-
pria emissão previstas no Programa de Recompra de Ações apro-
vado em 12/08/10, com término em 30/06/11. Um novo Programa
de Recompra de Ações entrou em vigor em 1/07/11, tendo como
termo fnal o dia 31/12/11 e autoriza a Companhia a adquirir até 30
milhões de ações. Dessa quantidade, foram adquiridas 6,5 milhões
de ações em julho.
Distribuição de Lucros
No dia 09/08/11, o Conselho de Administração deliberou o pa-
gamento de dividendos no montante de R$235,3 milhões, a
ser pago em 03/10/11, com base no registro de acionistas de
26/08/11
Contatos
O volum
e m
édio diário negociado apresentou queda de
7,1%
sobre o 2T10 e de 7,8%
na com
paração com
o 1T11.
Essa queda está relacionada, principalm
ente, à redução
da velocidade de giro no m
ercado a vista de ações e à
queda dos volum
es negociados no m
ercado de deriva-
tivos sobre ações. Apesar desta queda nos volum
es, os
destaques positivos foram
o núm
ero de ofertas públicas
de ações realizadas no período e o aum
ento da atividade
dos investidores de alta frequência, cujos volum
es cres-
ceram
11%
em
relaçãoao 1T11.
Seg
m
en
to
B
ovesp
a
476
472
468
424
384
409
351
333
323
2T10
1T11
2T11
Receita Líquida
Lucro Líquido Ajustado
EBITDA Ajustado
2.523,4
2.865,8
2.670,2
2T10
1T11
2T11
Volume Médio Diário
Segmento BM&F
(milhares de contratos)
6.682,6
6.793,9
6.207,1
2T10
1T11
2T11
Volume Médio Diário
Segmento BOVESPA
(R$ milhões)

O volum
e m
édio diário de contratos negociados
no segm
ento BM
&F no 2T11 cresceu 5,8%
em
rela-
ção ao m
esm
o período de 2010. Essa alta deve-se
principalm
ente ao aum
ento de 5,1%
nos volum
es
negociados de contratos de Taxa de Juros em
Reais
e de 121,1%
nos volum
es negociados de contratos
de Taxa de Juros em
Dólares entre os períodos
m
encionados.
Seg
m
en
to
BM
&
F
Desempenho Operacional
Destaques fnanceiros
Destaques Financeiros - em R$ milhões Volume médio diário
2T11 2T10
Variação
2T11/2T10
1T11
Variação
2T11/1T11
Segmento BM&F
Volume médio diário
(em milhares de contratos)
2.670,2 2.523,4 5,8%

2.865,8
-6,8%
Receita por contrato
média em R$
1,127 1,145 -1,5% 1,040 8,4%
Segmento BOVESPA – ações
Volume médio diário
(em milhões R$)
6.207,1 6.682,6 -7,1% 6.735,4 -7,8%
Pontos base (bps) 5,862 6,131 -0,27 bps 6,017 -0,16 bps
2T 11
Em milhares de R$ -
exceto LPA
2T11 2T10
Variação
2T11/2T10
1T11
Variação
2T11/1T11
Receita operacional liquida 467.639 475.631 -1,7% 472.157 -1,0%
Result. operacional 300.877 332.157 -9,4% 283.443 6,2%
Lucro líquido do período 294.171 305.646 -3,8% 270.756 8,6%
EBITDA 313.216 343.681 -8,9% 308.060 1,7%
Margem EBITDA 67,0% 72,3% 65,2%
Lucro Líquido Ajustado 409.150 424.304 -3,6% 384.216 6,5%
Lucro por ação - em reais 0,15023 0,152218 0,1379
Lucro ajustado por ação -
em R$
0,208948 0,211312 0,1956
Depositário
Banco Bradesco
Tel: 3684-9441 Fax: 3684-2811
Fale com RI
Tel: 2565-4729 /4418/4728/4834
Fax: 3684-2811