PROGRAMA DE ENSINO

I- Ementa:

Desenvolvimento de habilidades de redação e leitura de textos formalizados,
sobretudo pelo discurso jurídico, com ênfase à argumentação.

II- OBJETIVOS
Considerando os gêneros do domínio discursivo jurídico – petição, contestação e
sentença – assim se configuram estes objetivos:

Reconhecer as especificidades dos gêneros jurídicos;

Identificar tipos de argumentos jurídicos e aplicá-los;

Aplicar estratégias lingüístico-argumentativas em gêneros do discurso
jurídico;

Redigir com adequação e coerência textos relativos aos gêneros jurídicos
selecionados; a saber, Petição, Contestação e Sentença

Identificar e produzir seqüências narrativas, descritivas e argumentativas,
formalizando-os nos textos produzidos;

III- CONTEÚDO

Linguagem Jurídica e Discurso

Discurso Jurídico: prática social, discursiva e textual;

Gêneros Jurídicos: Petição, Contestação e Sentença;

Formas e função da petição, da contestação e da sentença
Seqüências: narrativa, descritiva e argumentativa;

Procedimentos argumentativos em Petições, Contestações e sentenças;

Intertextualidade, Interdiscursividade e Polifonia;

Seleção e organização léxico-gramatical;

Práticas de leitura e escrita de textos: Petições, Contestações e Sentenças.

IV- METODOLOGIA


Exposições Teóricas

Atividades de leitura e escrita de textos

Seminários

Exposição de filmes e discussão sobre seus temas e/ou relações com o
jurídico

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
RECONHECIDA PELO DECRETO-LEI Nº. 9.632 DE 22/08/1946
FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E FILOSOFIA
FACULDADE DE DIREITO

Curso: Direito - Depto.: Português
Cred.: 02
Horas/Aula: 40
Turno: Matutino/Noturno
Disciplina: REDAÇÃO E LINGUAGEM JURÍDICA – II
Professor: Equipe de Prof. Dep. de Português e Arte
Sem/Ano: 2º/2014

Júri simulado

Provas

V- AVALIAÇÃO

O processo de avaliação será contínuo, levando-se em conta:


A desenvoltura quanto à leitura e escrita de textos; participação e
contribuição nas atividades que envolvem seminário e discussão sobre filmes
relacionados à área jurídica;

Assiduidade, participação e cumprimento dos prazos estipulados para
realização e entrega de trabalhos são também objetos de avaliação.

As atividades práticas desenvolvidas durante as aulas e a prova semestral
deverão compor a nota do aluno

VI- Equipamentos Necessários


Vídeo e TV

Data show

Retro-projetor

VI- BIBLIOGRAFIA BÁSICA

CARNELUTTI, F. Como se faz um processo. Belo Horizonte: Líder Cultura Jurídica,
2004.
FAIRCLOUGH, N. Teoria social do discurso. In: FAIRCLOUGH, Norman. Discurso e
mudança social. Brasília: UnB, 2001, pp. 89-132.
MORENO, C. & MARTINS, T. Português para convencer: comunicação e persuasão
no direito. São Paulo: Ática, 2006.
REBOUL, O. Introdução à Retórica. São Paulo: Martins Fontes, 2000.
RIFO, P. M. Técnicas Argumentativas. Chile: Ediciones Universidad Católica de
Chile, 2002.
RODRÍGUEZ, V. G. Argumentação jurídica: técnicas de persuasão e lógica informal.
Campinas: LZN Editora, 2005
JORGE, H. M. Manual Prático da Setenta Cível. Curitiba: Editora JM, 1999.

VI- BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação
verbal. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2000, pp. 277-326.
PERELMAN, C.& OLBRECHTS-TYTECA, L. Tratado de Argumentação: a Nova
Retórica. São Paulo: Martins Fontes, 1996.
PETRI. M. J. C. Argumentação Lingüística e Discurso Jurídico. São Paulo: Editora
Plêiade, 2000.
XAVIER, Ronaldo C. Português no Direito. Rio de Janeiro: Editora Forense, 2006.