Segurança e Higiene do Trabalho.

Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: 1 mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
CURSO BÁSICO
DE
PREVENÇÃO CONTRA QUEDAS
Segurança e Higiene do Trabalho.
PREVENÇÃO DE QUEDAS
1. Objetivo:
Fornecer orientações básicas de prevenção de
quedas em serviços realizados em níveis diferentes.
.!efinições:
.".#bran$%ncia: os serviços considerados neste
procedimento abran$em aqueles de altura superior a
metros& profundidade superior a 1&" metros ou
onde 'aja riscos de quedas com potencial de lesão
$rave ou fatal.
.1.(ocais onde são desenvolvidos atividades com
riscos de queda : tel'ados& forros& lajes& torres&
andaimes& escadas& estruturas& escavações&
out)doors& cai*as d+á$ua& fundações& postes&
plataformas& pontes rolantes& máquinas e
equipamentos& carrocerias de camin'ões e
outros.
..,dentificação dos empre$ados: todo empre$ado
'abilitado para atividades com riscos de queda
deverão ter identificação específica& sendo
encontrado na analise de risco e na fic'a de
prevenção a quedas.
2.4. .Técnicas básicas d !"#n$%& d '(das )
!evem ser aplicadas& estudando)se caso a caso&
sempre em uma sequ%ncia& para
cada tipo de atividade operacional.
-edução do tempo de e*posição ao risco:
transferindo na medida do possível& serviços
para serem e*ecutados no solo& eliminando)se
o risco de queda de altura.
.*emplo: pr/) monta$em e pintura de peças no
solo e etc.0
,mpedir a queda: eliminando o risco atrav/s da
concepção e or$anização do trabal'o na obra.
.*emplo: colocação de proteções rí$idas
como: $uarda)corpo metálico.
P"&*$%& indi#id(a+: na impossibilidade da
adoção de medidas que reduzam o tempo de
e*posição& impeçam ou limitem a queda de
pessoas& deve)se recorrer aos equipamentos
de proteção individual.
.*emplo: cinto de se$urança tipo pára)quedista
com dois talabartes.
,. Rs!&nsabi+idads)
- 1odas as pessoas envolvidas nas atividades
abran$idas por este procedimento são
responsáveis pelo cumprimento destas
orientações.
,.-.S(!"#is%& d&s .!"/ad&s '( i"%& 0c(*a"
a a*i#idad)
- 1er equipe definida& aptas do ponto de vista
m/dico e com treinamento específico sobre
prevenção de quedas.
- 2lanejamento baseado na prevenção 3escol'a
dos processos de trabal'o& se$undo t/cnicas
básicas de prevenção e instruções básicas de
se$urança para cada tipo de serviço conforme
orientações contidas neste procedimento4.
- .laboração pr/via dos documentos: fic'a de
prevenção de queda e os demais obri$at5rios
3 1ravamento de Fonte de .ner$ia& #reas
6onfinadas& etc4.
- ,nstruir os empre$ados sobre a atividade
operacional e medidas preventivas& contidas nos
documentos
- Fazer avaliação m/dica de todos os empre$ados
antes do serviço a ser e*ecutado.
- Fazer inspeção pr/via dos equipamentos e
condições do local da atividade.
- -ealizar verificações peri5dicas sobre o
andamento das atividades& condições dos
equipamentos e cumprimento das medidas
preventivas.
- -ealizar inspeção $eral no t/rmino da atividade
sobre a or$anização e limpeza do local& em
conjunto com a supervisão da área.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: # mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
,.2.S(!"#is%& da á"a &nd a a*i#idad s"á
"a+i1ada)
- 2articipar do planejamento pr/vio da atividade&
definindo disponibilidades& data e 'ora de início e
t/rmino& interfer%ncias e isolamentos necessários.
.stas definições constarão da fic'a de analise de
risco.
- (iberar a área conforme fic'a de analise de risco.
- -ealizar verificações peri5dicas sobre o
andamento das atividades& condições dos
equipamentos e cumprimento das medidas
preventivas.
- -ealizar inspeção $eral no t/rmino da atividade
sobre a or$anização e limpeza do local& em
conjunto com a supervisão e*ecutante.
,.,.E.!"/ad&s 0c(*an*s:
- 7omente e*ecutar serviços com riscos de queda
se forem treinados& aptos por avaliação m/dica e
identificados conforme padrão utilizado.
,.4.S/("an$a d& *"aba+2&)
- 8anter atualizado o procedimento e divul$ar
novas t/cnicas de prevenção.
- #ssessorar as pessoas envolvidas nessas
actividades.
- #uditar periodicamente as atividades que
envolvam riscos de queda& solicitando correção
de irre$ularidade e propondo mel'orias ao
procedimento.
,.3.S"#i$& .édic&)
- -ealizar e*ames m/dicos necessários para
detecção de problemas de sa9de que impeçam a
e*ecução de atividades em níveis elevados.
4. R&*i"& "s(.id& 4 s'56ncia d a$7s)
8s* "&*i"& "s(.id& !&d s" (sad& c&.&
9""a.n*a d di#(+/a$%& d& !"&cdi.n*&:
:.1.Os empre$ados relacionados para atividades
que envolvam riscos de queda devem ser
qualificados e identificados para tal.
:..#ntes que um empre$ado inicie trabal'os
que envolva riscos de queda& deverá ser feito o
planejamento e conseq;ente preenc'imento da
fic'a de prevenção de quedas com a sua
supervisão.
:.<.O supervisor do e*ecutante deverá
preenc'er a 9ic2a d !"#n$%& d '(das
com anteced%ncia& junto ao supervisor do local
onde será e*ecutado a atividade. =uando o
serviço se estender por mais de um turno& a
supervisão de cada turno deve participar e
assinar a fic'a.
:.>.#s supervisões em conjunto devem cumprir
todos os requisitos do procedimento de
prevenção de quedas para o preenc'imento
adequado da analise de risco. !evem ser
consultados os itens referentes ?s t/cnicas
básicas de prevenção e instruções básicas de
se$urança. @nfase especial tamb/m será dado
ao travamento de todas as fontes de ener$ia&
interfer%ncias com outras atividades e
planejamento de res$ates em caso de acidente
ou outras emer$%ncias.
:.A.Os empre$ados devem receber as
orientações contidas na fic'a de analise de risco
que& depois de preenc'ida e assinada& deverá
ser afi*ada no local de trabal'o.
:.B.2ara a e*ecução do serviço com se$urança&
as supervisões envolvidas devem $arantir a
devida preparação do local& verificando
condições e uso dos equipamentos& o
acompan'amento temporário do cumprimento
das medidas preventivas determinadas e& ap5s
o t/rmino do trabal'o& asse$urar a
reor$anização e limpeza do local de trabal'o.
:.C.#p5s o t/rmino do trabal'o a fic'a de analise
de risco deverá ser entre$ue ? supervisão do
e*ecutante& que deverá arquivá)la por 1 anos.
:.D.Eo caso de serviços realizados por
empresas contratadas& a fic'a de analise de
risco ser ane*ada ? autorização para e*ecução
de serviços&. # manutenção deverá participar no
planejamento de todos os serviços com riscos de
queda.
:.1". F proibido usar cestos acoplados em
empil'adeiras para efetuar içamento de
pessoas.
3. T"ina.n*&)
>.1.1odos os empre$ados envolvidos em atividades
com risco de queda devem realizar treinamento
específico contendo : t/cnicas de prevenção&
instruções básicas de se$urança& primeiros socorros e
princípios de res$ate.
>..!evem ser realizados periodicamente atividades
de divul$ação e conscientização de todos os
empre$ados sobre os riscos de queda
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: - mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
>.<.O treinamento específico deve ser re$istrado e
controlado pela seção de se$urança e 'i$iene do
trabal'o.
>.:.6ada seção deverá possuir lista de pessoas
'abilitadas a realizar atividades com riscos de queda.
>.>. Os operadores de 2lataformas .levat5rias alem
da obri$ação de serem 'abilitados& devem ter cursos
especificos .
-: INSTRUÇ;ES BÁSICAS DE EQUIPA<ENTO DE
PROTEÇÃO INDIVIDUA=
-.-.OB>ETIVO)
!ispositivos de uso individual de fabricação nacional
ou estran$eira utilizada para medidas e ações a
serem tomadas por responsáveis e empre$ados
envolvidos nas atividades de risco.
-.2.DE?INIÇÃO)
2ara os fins de aplicação da Eorma -e$ulamentadora
G E- A considera)se .quipamento de 2roteção
,ndividual& .2,& todo dispositivo ou produto& de uso
individual utilizado pelo trabal'ador& destinado ?
proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a
se$urança e a sa9de no trabal'o.
-.,.AP=ICAÇÃO)
O equipamento de proteção individual / utilizado
quando na atividade a ser e*ecutada& oferecendo
complemento da proteção coletiva e contra os riscos
de acidentes do trabal'o e Hou de doenças
profissionais e do trabal'o.
-.4.RESPONSABI=IDADE)
6abe a todos empre$ados envolvidos em serviços
com risco de quedas na I8J em todos os níveis e os
representantes t/cnicos das empresas 6ontratadas&
cumprir e fazer cumprir todos os itens constantes
nesta ,nstrução Jásica. O descumprimento de
qualquer item / considerado FALTA GRAVE& sujeita
ás medidas administrativas e disciplinares internas
cabíveis& al/m do enquadramento le$al a crit/rio das
autoridades competentes.
-.3.OBRI@AÇÃO DA E<PRESA)
Fornecer $ratuitamente aos empre$ados .2,+s
3.=K,2#8.E1O !. 2-O1.LMO ,E!,N,!K#(4
adequados ? proteção do risco da atividade e em
perfeito estado de conservação e funcionamento.
-.A.OBRI@AÇÃO DO E<PRE@ADOR)
• #dquirir o tipo adequado para a atividade e
fornecer somente .2, aprovado pelo <TE
8<INSTBRIO DO TRABA=CO E E<PRE@O:O
• 1reinar o empre$ado quanto ao usoO
• 7ubstituí)lo quando for necessárioO
• -esponsabilizar)se pela 'i$ienização e
manutenção peri5dicaO
• 6omunicar ao 81. 8<INSTBRIO DO
TRABA=CO E E<PRE@O: qualquer
irre$ularidade.
-.D.OBRI@AÇÃO DO E<PRE@ADO)
• Ksá)lo apenas para a finalidade que se destinaO
• -esponsabilizar)se pela $uarda e conservaçãoO
• 6omunicar ao 7uperior imediato qualquer
alteração que o torne impr5prio para uso.

-.E.OBRI@AÇÃO DO ?ABRICANTE)
• 6omercializar e vender os .2,+s com 6.#.
36.-1,F,6#!O !. #2-ON#LMO4 e*pedido pelo
8inist/rio do 1rabal'o e .mpre$oO
• -enovar o 6.#.& o 6-F e o 6.-.,.
quando vencido o prazo de validadeO
8CR?) CERTI?ICADO DE RE@ISTRO DE
?ABRICANTE:
8CRI) CERTI?ICADO DE RE@ISTRO DE
I<PORTADOR:
-.F.OBRI@AÇÃO DO <INISTBRIO DO TRABA=CO
E E<PRE@O)
•-eceber& e*aminar& aprovar e re$istrar o .2,O
•6redenciar os 5r$ãos Federais& .staduais e
8unicipais para avaliar e verificar a durabilidade e
conformidade do .2,O
•.mitir e renovar o 6.#.& 6-F e o 6.-.,.O
•6ancelar o 6.#.& 6-F e o 6.-.,.O
•Fiscalizar a qualidade do .2,.
-.-G. TRABA=CO)
# supervisão do e*ecutante tem a responsabilidade
de utilizar& fornecer $ratuitamente& treinar& obri$ar
quanto ao uso de acordo com o risco da atividade a
ser e*ecutada.
-.--. UTI=IHAÇÃO)
F de responsabilidade de o empre$ado utilizar o
equipamento de proteção individual de acordo as
instruções de sua supervisão e suas atividades
e*ecutadas na empresa. 6abe ao empre$ado
comunicar todas as irre$ularidades apresentadas
impedindo o uso perfeito do mesmo. O
empre$ado que não utilizá)los comete falta
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: . mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
$rave& descumprindo as normas da
empresa.
-.-2. EQUIPA<ENTOS DE PROTEÇÃO
NDIVIDUA= UTI=IHADOS NA @<B)
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: ' mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Tra%a /uedas 0m 1able para uso em 1abo de aço
2arde3 : 441'!!!!!#-*
Tra%a /uedas para uso 1om 1orda poliamida 1#mm
2arde3 : 441'!!!!!#-!
Tra%a /uedas retrátil 1om absor%edor de energia
2arde3 441'!!!!!144
Tra%a /uedas retrátil 5 -! metros
2arde3 : 441'!!!!!#-'
Talabarte em 6 1om !# mos/uet7es e absor%edor de energia
2arde3: 441'!!!!!#-#
Segurança e Higiene do Trabalho.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: * mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
8apa1ete de segurança 1om aba 9rontal
2arde3 : 1!+)!11!11!!
8into de segurança 1om duplo talabarte
2arde3 : #.-+#!!!!!##
Gan1ho de an1oragem 1'! mm
2arde3 : 441'!!!!!#-.
8orda poliamida trançada 1#mm
2arde3 : 441'!!!!!#-1
:ara teles1;pi1a em 9ibra
2arde3 : 441'!!!!!#--
Segurança e Higiene do Trabalho.
2:INSTRUÇ;ES BÁSICAS DE EQUIPA<ENTO DE
PROTEÇÃO CO=ETIVA
2.-.OB>ETIVO)
!ispositivos de uso coletivo de fabricação nacionais
ou estran$eiros utilizados para medidas e ações a
serem tomadas por responsáveis e empre$ados
envolvidos nas atividades de risco& $arantindo o uso
de equipamentos de proteção individual e& $arantindo
um trabal'o se$uro e produtivo.
2.2.DE?INIÇÃO)
!ispositivos de uso coletivo destinado a prote$er a
sa9de e inte$ridade física do trabal'ador.
2.,.AP=ICAÇÃO)
O uso do equipamento de proteção coletiva / utilizado
quando as atividades a ser e*ecutada forem
tecnicamente inviáveis ou não& oferecendo completa
proteção contra os riscos de acidentes do trabal'o
e Hou de doenças profissionais e do trabal'o.
2.4.RESPONSABI=IDADE)
6abe a todos empre$ados envolvidos em serviços
com risco de quedas na I8J em todos os níveis e os
representantes t/cnicos das empresas 6ontratadas&
cumprir e fazer cumprir todos os itens constantes
nesta ,nstrução Jásica. O descumprimento de
qualquer item / considerado F#(1# I-#N.& sujeita ás
medidas administrativas e disciplinares internas
cabíveis& al/m do enquadramento le$al a crit/rio das
autoridades competentes.
2.3.OBRI@AÇÃO DA E<PRESA)
2rojetar e instalar as proteções coletivas de acordo ao
risco da atividade e em perfeito estado de
conservação e funcionamento.
2.A.OBRI@AÇÃO DO E<PRE@ADOR)
• ,nstalar a proteção adequada para a atividade
que apresenta riscoO
• 1reinar o empre$ado quanto ao usoO
• 7ubstituí)lo quando for necessárioO
• -esponsabilizar)se pela manutenção peri5dicaO
• 6omunicar ao 81. qualquer irre$ularidade.
2.D.OBRI@AÇÃO DO E<PRE@ADO)
• Eão remover as proteçõesO
• Ksá)lo apenas para a finalidade que se destinaO
• -esponsabilizar)se pela conservaçãoO
• 6omunicar ao 7uperior imediato qualquer
alteração que o torne peri$oso.
2.E. TRABA=CO)
# supervisão do e*ecutante tem a responsabilidade
de& instalar& utilizar& treinar& obri$ar quanto ao uso de
acordo o risco da atividade a ser e*ecutada.
2.F. UTI=IHAÇÃO)
F de responsabilidade do empre$ado em utilizar o
equipamento de proteção coletiva de acordo as
instruções de sua supervisão e suas atividades
e*ecutadas na empresa. 6abe ao empre$ado
comunicar todas as irre$ularidades apresentadas
impedindo o uso perfeito do mesmo. O empre$ado
que não utilizá)los / de falta $rave e descumprido as
normas da empresa.
2.-G. DISPOSITIVOS E PROTEÇÃO CO=ETIVOS)
.dificações& máquinas e equipamentos devem possuir
os dispositivos ou meios para a prevenção de
acidentes e conforto aos que nela trabal'em.
P"inci!ais '(i!a.n*&s d !"&*$%& c&+*i#a '(
!&d. s" (*i+i1ad&s nas .ais #a"iadas
a*i#idads . a+*("a)
2.--.CABO DE AÇO @UIA)
AP=ICAÇÃO NA CORIHONTA=)
1odo trabal'o onde não 'aja pontos para fi*ação do
cinto de se$urança& deverá ser instalado cabo de aço
$uia em toda e*tensão do trabal'o posicionado acima
da cabeça do usuário& com objetivo de reduzir impacto
em uma possível queda deve ser no mínimo de <HC+
fi*ado em suportes resistentes atrav/s de $rampos
3no mínimo tr%s4 em cada e*tremidadeO
AP=ICAÇÃO NA VERTICA=)
Ktilizados em conjunto com trava)quedas nos
serviços& como: acesso a plataforma de andaimes&
escadas& bate)estacas& balancim& cadeira suspensa&
tel'ados e outros.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: ) mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
2.-2.TRAVAIQUEDAS)
!ispositivos utilizados nos trabal'os em
altura& para fi*ação direta do talabarte do
cinto de se$urança. #plicado em acesso a
plataformas de andaimes& escadas ou
outros equipamentos aci.a d A .. de
altura& inclusive em serviços em tel'ados.
,: INSTRUÇ;ES BÁSICAS PARA O USO
DE ESCADAS
,.-.OB>ETIVO)
2ropor medidas e ações a serem tomadas
por responsáveis e empre$ados envolvidos
nas atividades diversas com uso de
escadas& $arantindo um trabal'o produtivo e
se$uro.
,.2.DE?INIÇÃO)
6onjunto de suportes planos& fi*as ou
m5veis& escalonadas de maneira a permitir
a circulação de pessoas entre dois ou mais
níveis.
,.,.AP=ICAÇÃO)
Ktilizados nos trabal'os em altura nas
construções& manutenções& instalações&
pintura& demolições& etc.
,.4.RESPONSABI=IDADE)
6abe a todos empre$ados envolvidos em
serviços que utilizam escadas na I8J em
todos os níveis e os representantes t/cnicos
das empresas contratadas& cumprir e fazer
cumprir todos os itens constatados nestas
instruções básicas. O descumprimento de
qualquer item / considerado falta $rave&
sujeita as medidas administrativas e
disciplinares cabíveis& al/m do
enquadramento le$al a crit/rio da
autoridade competente.
,.3.ESCADAS)
.scadas de madeira ou fibra de vidro em
boas condições& não condutora de
eletricidade& providas de sapatas de
borrac'a antiderrapantes.
.scadas tipo e*tensão providas de travas
automáticas e corda de al$odão& pr5pria
para amarração. .stas quando em uso&
devem ser amarradas no topo& e para tanto&
a mesma deverá ser se$ura por um
empre$ado para que o outro suba e proceda
a amarração.
,.A. TRABA=CO)
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: + mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
Os e*ecutantes devem utilizar as escadas
em bom estado de conservação& não
podendo permitir irre$ularidade ou utilizar
para outras finalidades& as escadas em uso
deve se$uir normas dos fabricantes sendo
proibido a construção de escadas caseiras.
,.D. <ONTA@E<)
F proibido usar escadas pintadas& de ferro
ou alumínio.
Ktilizar somente escadas de madeira ou
fibra com sapatas anti)derrapantes.
F proibido fazer manutenções& emendas&
pinturas e outros. #s irre$ularidades
apresentadas devem ser apresentadas ao
fabricante.
,.E.DISPOSITIVOS DE PROTEÇÃO)
F obri$at5rio o uso de porta G ferramentas
para trabal'o em altura.
8anter as escadas em lu$ar adequado e
seco& lon$e de fontes de calor e e*posição
ao tempo.
8anter as escadas isenta de 5leos& $ra*as e
outros produtos que possam afetá)las.
,.F.DISPOSIÇ;ES @ERAIS)
1ransportar a escada de forma se$ura&
mantendo e*tremidade da frente acima da
lin'a da cabeça e se a mesma for comprida&
o transporte deve ser realizado por duas
pessoas.
1oda área de trabal'o que estiver sendo
utilizado escadas& deve ser sinalizado e
isolado& conforme procedimento específico.
6olocar a escada em piso firme e em
posição correta& ou seja& P do cumprimento
da mesma.
Eão colocar escadas na frente a uma porta
ou local de passa$em& s5 fazer se estiver
uma pessoa vi$iando e com uma placa de
aviso.
Eão colocar escadas sobre cai*as&
recipientes& carrin'os& equipamentos m5veis
ou sobre maquinários.
F proibido o uso de escadas na forma de
cavalete para apoio de tábuas servindo
como andaime.
Eão / permitido& apoiar a escada em
tirantes ou tubulações condutoras de
utilidades.
7omente em escada de abrir 3tipo #4& /
permitido o trabal'o de duas pessoas ao
mesmo tempo e com altura má*ima de A
metros. 7endo !"&ibid& & *"aba+2& n&s
d&is J+*i.&s d/"a(s. .ste tipo de escada
deve possuir duas correntes para limitar a
abertura da mesma.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: 4 mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
DICAS @ERAIS SOBRE ESCADAS)

Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: 1! mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
ACESSO A ESCADA USANDO O TRAVA QUEDAS
ACOPLADO PELA VARA TELESCÓPICA.
- FORMA MAIS SEGURA E EFICAZ PARA ACESSO A
ESTRUTURAS E OUTROS SEMELHANTES
ESCADAS FIXAS COM CABO GUIA
- SERVE PARA O EXECUTANTE SUBIR A
ESCADA USANDO O TRAVA QUEDAS
ACOPLADO AO SEU CINTO DE
SEGURANÇA.
É PROIBIDO O USO DE ESCADAS QUEBRAS,
IMPROVISADAS, REMENDADAS, CONCERTOS NÃO
REALIZASDOS PELO FABRICANTE, ETC.
Segurança e Higiene do Trabalho.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: 11 mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
SITUAÇÕES COM RISCO DE ACIDENTES
Segurança e Higiene do Trabalho.
4: INSTRUÇ;ES BÁSICAS PARA USO DE
ANDAI<E
4.-. OB>ETIVO)
2ropor medidas e ações a serem tomadas
por responsáveis e empre$ados envolvidos
nas atividades diversas com uso de
andaimes& $arantindo um trabal'o se$uro e
produtivo.
4.2.DE?INIÇÃO)
7ão plataformas elevadas& suportadas por
estruturas metálicas& que permitem o
acesso de pessoas e equipamentos aos
locais de trabal'o.
4.,. AP=ICAÇÃO)
Ktilizados nos trabal'os em altura de
construção& manutenção& reparos&
instalações& pintura& demolições&
monta$ens& etc.
4.4. RESPONSABI=IDADE)
6abe a todos empre$ados envolvidos em
serviços com andaimes da I8J em todos
os níveis e os representantes t/cnicos das
empresas 6ontratadas& cumprir e fazer
cumprir todos os itens constantes nesta
,nstrução Jásica. O descumprimento de
qualquer item / considerado F#(1# I-#N.&
sujeita ás medidas administrativas e
disciplinares internas cabíveis& al/m do
enquadramento le$al a crit/rio das
autoridades competentes.
4.3. ANDAI<E TUBU=AR PRBI
?ABRICADO)
7ão formados por componentes modulares
encai*ados uns aos outros. 7ão de
monta$em fácil e rápida este / o tipo de
andaime que normalmente / utilizado dentro
das plantas I8J& por esta razão este
procedimento foi elaborado em função deste
modelo.
4.A. TRABA=CO)
2ara trabal'o com andaimes os
empre$ados deverão ser qualificados e com
e*peri%ncia& sendo supervisionados por
pessoal 'abilitado.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: 1# mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Transporte de es1ada so<inho:
Le%ar a 9rente a uma altura /ue n&o esbarre nas
pessoas
=orma 1orreta de transportar es1ada longa
Le%antamento ade/uado de es1ada 1omprida
Segurança e Higiene do Trabalho.
4.D. <ONTA@E<)
• ,solar e sinalizar adequadamente a área
de monta$em do andaime.
• Os componentes dos andaimes& como:
rodízios& pain/is& travas dia$onais
internas& com travamento lateral& os
de$raus da escada& $uarda corpo&
plataforma e rodap/ deverão ser
previamente inspecionados por
profissional 'abilitado.
• 7er montado em piso firme e nivelado.
• (ocal da monta$em do andaime deverá
ser inspecionado por profissional
'abilitado.
• 2ara trabal'o em pisos em desnível&
utilizar o dispositivo fuso nivelador.
• Q!ispor cabo de aço <HCR e trava)quedas
para fi*ação do cinto de se$urança dos
empre$ados.
• !evem ser tomadas precauções
especiais& quando da monta$em &
desmonta$em e movimentação de
andaimes pr5*imos a redes el/tricas.
• Os montantes devem ser posicionados
no prumo& nivelados e apoiados sobre
sapatas metálicas medindo no mínimo
"&"m*"& "m& ou rodízios travados
sobre bases s5lidas.
• #s sapatas metálicas podem ser fi*as ou
ajustáveis atrav/s de fuso nivelador.
• #o colocar o 1S painel ou quadro&
observar que esta possua escada fi*a e
seja montado com duas travas
posicionadas em dia$onal e partir da
base.
• # cada dois quadros 3< metros4 deverá
ser instalada uma trava dia$onal interna.
#s travas deverão ser colocadas
alternadamente de modo a fazer um QTR&
visto de cima.
• Os quadros verticais deverão estar
travados atrav/s das travas com
travamento lateral.
• .staiar 3amarrar4 a estrutura do
andaime& quando a mesma e*ceder a :
vezes a menor dimensão da base& em
pontos que apresentem resist%ncia&
$arantindo sua estabilidade a fim de
evitar seu deslocamento e tombamento.
• F terminantemente proibido a utilização
de arame para fi*ação e*terna
3estaiamento4 dos andaimes. 2oderá ser
utilizadas cordas de al$odão ou cabo de
aço.
• 7omente utilizar quadros ou pain/is em
boas condições de encai*e e
travamento.
4.E. DISPOSITIVOS E PROTEÇ;ES)
• Os pain/is do andaime deverão ser
encai*ados e suas junções apertadas
por meio de parafusos.
• Os andaimes m5veis devem ser
providos de rodízios com travas& de
modo a evitar deslocamentos acidentais&
e utilizados somente em superfícies
planas& sendo em qualquer circunstUncia
proibida sua movimentação com
pessoas sobre a plataforma.
• F proibido retirar qualquer dispositivo de
se$urança dos andaimes ou anular sua
ação.
4.F. P=ATA?OR<A DE TRABA=CO)
• !evem possuir forração completa e
construída com madeira de boa
qualidade& resistentes de modo a
suportar as car$as de trabal'o a que
estão sujeitas.
• !everá ser formada por tábuas com
espessura mínima de &> cm& secas& de
boa qualidade& com travamento duplo
em cada e*tremidade que impeça seu
deslizamento.
• F proibido o uso de pinturas que
encubra as imperfeições das tábuas&
como: n5s& frestas& rac'aduras.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: 1- mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
• #s tábuas não podem ser montadas
sujas de 5leo& $ra*a ou qualquer
sujidade que comprometa a ader%ncia
dos calçados dos empre$ados.
• !eve possuir $uarda)corpo com 1&"m
de altura& com travessa intermediária de
"&B"m e rodap/ de "&"m de altura
mínima em todo seu perímetro.
4.-G. ACESSO A P=ATA?OR<A)
• #ndaime deverá prover de escada para
acesso no corpo do painel& com
espaçamento entre os de$raus medindo
no má*imo "&<"m.
• !everá ser feito apenas pela escada
contida no painel do andaime& sendo
proibido atrav/s das laterais.
• 1omar atenção especial quando na
monta$em& para que a escada fique de
forma alin'ada.
• 2ara andaimes acima de A&"m& deverá
dispor cabo de aço $uia paralelo ?
escada& com dispositivo trava)quedas
para fi*ação do talabarte pr5prio do cinto
de se$urança dos empre$ados.
• #cesso ao andaime s5 / permitido ao
pessoal da equipe envolvida ao trabal'o.
• #os empre$ados antes do acesso&
devem tomar o cuidado especial quanto
? presença de sujidade no solado dos
calçados& como: 5leo& $ra*a& barro& etc.
• Eão utilizar luvas nas mãos para mel'or
ader%ncia quando se$urar na escada.
• #s mãos deverão estar livres& sendo
proibido o acesso se$urando al$um
objeto.
• 8anter uma corda com recipiente
adequado para movimentação de
pequenos objetos.

4.--. DISPOSIÇ;ES @ERAIS)
• F proibido trabal'os com andaimes a
c/u aberto durante c'uva ou vento forte.
• 8anter no andaime a identificação do
!epartamento I8J ou Eome da
6ontratada.
• Os andaimes modulares e m5veis não
devem receber car$as superiores a ""
V$.
• W terminantemente proibida a
movimentação de andaime& com
pessoas ou materiais sobre a plataforma
de trabal'o.
• F proibido a utilização de escadas e
outros meios posicionados sobre a
plataforma de trabal'o& com a finalidade
de atin$ir locais mais altos.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: 1. mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
G>?,D? 8@,P@
,@D? PA
T,?:?S DB?G@C?BS
,@DBDB@S 8@M T,?:? @> S?P?T?S
Segurança e Higiene do Trabalho.

O andaime deve ser montado em piso firme
e nivelado atrav/s de fuso nivelador&
devendo ser dimensionado sua estrutura de
sustentação e fi*ação de modo a suportar&
com se$urança as car$as de trabal'o a que
estarão sujeitos. Xavendo necessidade de
instalação de roldanas ou dispositivos de
içamento& verificar adequadamente o ponto
de instalação e estabilidade do andaime.
# plataforma deve possuir forração completa
e construída com madeiras de boa
qualidade& resistentes de modo a suportar
as car$as de trabal'o a que estarão
sujeitas& sem n5s& rac'aduras e
empenamentos que comprometam a sua
resist%ncia e travadas nas e*tremidades&
possuir $uarda corpo com 1&"m de altura&
com travessa intermediária e rodap/ de
"&"m de altura mínima em todo seu
perímetro.
. INSTRUÇÕES B!SICAS PARA
TRABALHOS EM ESTRUTURAS
3.-.OB>ETIVO
2ropor medidas e ações a serem tomadas
por responsáveis e empre$ados
envolvidos nas atividades diversas
sobre estruturas& $arantindo um
trabal'o se$uro e produtivo.
3.2.DE?INIÇÃO
7ão estruturas metálicas e*istentes nas
construções e edificações da empresa& tem
a finalidade de apoiar e se$urar toda
edificação.

3.,.AP=ICAÇÃO
Ktilizado em todas as edificações da
empresa& servindo com estruturamento de
tel'as& equipamentos& tubulações&
conduites& etc.
3.4.RESPONSABI=IDADE
6abe a todos empre$ados envolvidos em
serviços sobre as estruturas da I8J em
todos os níveis e os representantes t/cnicos
das empresas 6ontratadas& cumprir e fazer
cumprir todos os itens constantes neste
procedimento. O descrumpimento de
qualquer item / considerado falta $rave&
sujeita as medidas administrativas e
disciplinares internas cabíveis& al/m do
enquadramento le$al a crit/rio das
autoridades competentes.
3.3.ESTRUTURAS <ETÁ=ICAS
2artes metálicas envolvendo todo sistema
de edificação& apresentando $randes
diversidades no sistema de monta$em.
3.A. TRABA=CO
.nvolvem atividades de manutenção&
monta$em& pintura& solda& etc.
3.D. <ONTA@E<)
1rabal'o em altura que envolve o risco de
queda de pessoas& equipamentos&
materiais& colocando tamb/m edificações
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: 1' mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
P,?C8H?S 8@M S?P?T?S
Segurança e Higiene do Trabalho.
vizin'as em risco& necessitando um pr/vio
planejamento em todas as etapas da
monta$em.
3.E. DISPOSITIVOS E PROTEÇ;ES)
• Ksar o cinto de se$urança com dois
talabartes.
• Ktilizar o cabo $uia de se$urança para
deslocar)se sobre a estrutura.
• 2ro$ramar os serviços de modo que as
deslocações sejam mínimas.
• Kso obri$at5rio do porta)ferramenta.
• !eslocar nas estruturas e não sobre
dutos de utilidades.
• 7inalizar e isolar a área em bai*o do
local de trabal'o.
• -ealizar o trabal'o for ? do e*pediente
normal& quando o isolamento da área
prejudicar a atividade do setor envolvido.
• 2ara serviços demorados& construir
plataformas apoiadas e amarradas nas
estruturas& com proteção lateral& rodap/
e quando necessário fec'amento com
filme plástico para evitar quedas de
resíduos.
3.F.DISPOSIÇ;ES @ERAIS)
F proibido andar ou equilibrar sobre a
estrutura sem o uso do cinto de se$urança
com G2 *a+aba"*s cab& d a$& K /(ia
• ,nstalar rede de proteção a fim de
adicionar a prevenção a quedas.
• F proibido permanecer pessoas abai*o
da estrutura que está sendo trabal'ada.
• !eslocar nas estruturas e não sobre os
dutos de utilidades.
• 7inalizar e isolar a área em bai*o do
local de trabal'o.
• -ealizar o trabal'o fora do e*pediente
normal& quando o isolamento da área
prejudicar a atividade do setor envolvido.
• 2ara serviços demorados& construir
plataformas apoiadas e amarradas nas
estruturas& com proteção lateral& rodap/
e quando necessário fec'amento com
filme plástico para evitar quedas de
resíduos.
TRABALHO EM ESTRUTURAS
APRESENTA NESTA FIGURA A
COLOCAÇÃO DE REDES DE
SEGURANÇA ADICIONANDO COM O
USO DO CINTO DE SEGURANÇA E CABO
DE AÇO GUIA.
A: INSTRUÇ;ES BÁSICAS PARA
TRABA=COS CO< ?ORRO
A.-.OB>ETIVO)
.stabelecer diretrizes de ordem
administrativa& de planejamento e de
or$anização& que objetivam a
implementação de medidas de 6ontrole e
7istemas preventivos de 7e$urança nos
processos e na fase de orçamento da obra.
A.2.AP=ICAÇÃO)
!estinados a evitar situações de riscos de
queda na construção& manutenção& reparos&
instalações& pintura e demolições de forros.
A.,. RESPONSABI=IDADE)
6abe a todos empre$ados envolvidos em
trabal'os com forros da I8J e das
.mpresas 6ontratadas& cumprirem os itens
constantes nesta instrução básica.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: 1* mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
A.4.DE?INIÇÃO BÁSICA)
7ão revestimentos internos de construções
de áreas industriais& que $uarnecem o teto&
com mel'oria ambiental e ou est/tica local.
A.3.TIPOS DE ?ORROS UTI=IHADOS E<
ÁREAS ?ABRIS)
Forro de 2N6O
Forro de lã de NidroO
Forro de lã de -oc'aO
Forro de ,soporO
Forro de 8adeiraO
Forro de Iesso dentre outros.
A.A. TRABA=CO)
• 2ara trabal'ar em forros& toda a equipe
envolvida deve estar treinada&
identificada com a atividade a e*ercer e
'abilitado.
• 2ro$ramar antecipadamente& e*ames
m/dicos para verificar aptidão ao
trabal'o em altura.
• 6ertificar que não 'aja pessoas
trabal'ando no local abai*o e
providenciar o isolamento do local.
• Nerificar as condições do local antes de
iniciar o serviço.
• 2ro$ramar o serviço de tal forma que o
deslocamento sobre o forro seja mínimo&
observando todas as etapas
operacionais e preventivas e orientar
todos os envolvidos.
• .*ecutar o serviço por bai*o& sempre
que possível e retirar a forração.
• 6ertificar as condições do local para
atin$ir os pontos desejados.
• 2rovidenciar passarelas confeccionadas
com tábuas lar$as& escadas& andaimes&
plataformas elevat5rias para atin$ir
pontos desejados.
• Eão trabal'ar sobre elementos a
demolir.
• .vitar ac9mulo de entul'o que possa
e*ercer pressão e*cessiva sobre
paredes& pisos& beiradas de forros e ou
estruturas de sustentação do mesmo.
• 2isar somente em vi$as de sustentação&
pois e*istem muitos elementos frá$eis.
• Eão trabal'ar com roupas lar$as&
frou*as e ras$adas.
• Eão trabal'ar sob peças em balanço.
• (ocalizar e e*aminar as lin'as de
fornecimento de ener$ia el/trica& á$ua&
$ás& substUncias inflamáveis ou t5*icas
e as canalizações de es$otos.
• local deve ser adequadamente
iluminado.
• 2roibido apoiar em tubulações& fiações e
dutos& normalmente e*istentes nos
forros.
• Nerificar a estabilidade das estruturas de
sustentação locais e vizin'as.
• 8anter ordem& arrumação e limpeza nos
locais de trabal'o.
• #o efetuar manutenções& trabal'os de
limpeza& remoção de objetos sobre o
forro& remover os materiais abai*o desse
local& caso impossibilite a remoção&
forrar o local com lonas afim de não
danificar tais objetos.
A.D. DISPOSITIVOS E PROTEÇ;ES)
• #o trabal'ar em altura sempre que
necessário montar andaime& usar
escadas de fibra de vidro& cabo de aço
$uia fi*o em local se$uro ou estruturas
resistentes& com no mínimo < clipes de
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: 1) mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
cada lado& 6into de se$urança com dois
talabartes.
• Ksar obri$atoriamente todos os .2,+s
básicos.
• 2rote$er todas as aberturas por meio de
fec'amento& resistentes ou $uarda corpo
com 1&" m de altura& com travessas
intermediárias de "&B"m e rodap/ de
"&"m de altura mínima em todo seu
perímetro.
• 2rote$er e sinalizar todos os vãos de
acesso ao forro.
• Eão usar escadas apoiadas em tirantes&
tubulações e ou em estruturas frá$eis.
• Nerificar se as plataformas elevat5rias&
andaimes& escadas estão em perfeito
estado de conservação.
• !esativar fontes de ener$ia& travar com
cadeado de se$urança& etiquetar e
testar.
• 1rabal'ar com .2,+s específicos em
trabal'o de forros de lã de vidro ou
roc'a
3capuz de brim& 5culos de ampla visão&
camisa de brim man$a comprida e fec'ada&
luvas 3de lona4& bem como armazenar as
roupas em locais apropriados.
• Os resíduos de lã de vidro ou roc'a
deverão ser acondicionados em sacos
plásticos 'ermeticamente fec'ados e
descartados em locais pr5prios.
• -ealizar avaliações ambientais de
o*i$%nio e e*plosividade em locais
suspeitos.
A.E.DISPOSIÇ;ES @ERAIS)
• Nerificar as condições climáticas em
trabal'os a c/u aberto.
• Nerificar se e*iste sistemas de
ventilação e e*austão nos locais.
• #dotar medidas de se$urança em casos
em que se constate o ac9mulo de
poeiras nocivas& a impre$nação dos
pavimentos ou forros por materiais
inflamáveis e ou de fácil combustão.
• #dotar medidas de se$urança em
presença de materiais radioativos e o
enfraquecimento das construções.
". INSTRUÇÕES B!SICAS PARA
TRABALHOS COM PLATAFORMAS
D.-.OB>ETIVO)
2ropor medidas e ações a serem tomadas
por responsáveis e empre$ados envolvidos
nas atividades diversas com uso de
plataformas $arantindo um trabal'o se$uro
e produtivo.
D.2.DE?INIÇÃO)
7ão estruturas de apoio& construídas por
m5dulos de andaime tubular& provido de
trava dia$onal& travessão lateral em forma
de T& tem escada de acesso com de$raus a
cada "&<" m. nivelador para re$ula$em&
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: 1+ mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
ri$orosamente apoiado sobre piso firme.
.*istem tamb/m plataformas construídas
sobre vi$as e estruturas& sendo totalmente
travadas por cabo de aço& vi$as de aço&
pranc'amento e escadas para acesso.
D.,. AP=ICAÇÃO)
Ktilizados nos trabal'os em altura de
construção& manutenção& reparos&
instalações& pintura& demolições&
monta$ens& etc.
D.4.RESPONSABI=IDADE)
6abe a todos empre$ados envolvidos em
serviços com plataformas na I8J em todos
os níveis e os representantes t/cnicos das
empresas 6ontratadas& cumprir e fazer
cumprir todos os itens constantes nesta
,nstrução Jásica. O descumprimento de
qualquer item / considerado F#(1# I-#N.&
sujeita ás medidas administrativas e
disciplinares internas cabíveis& al/m do
enquadramento le$al a crit/rio das
autoridades competentes.
D.3. TRABA=CO)
2ara trabal'o com plataformas os
empre$ados deverão ser qualificados e com
e*peri%ncia& sendo supervisionados por
pessoal 'abilitadoO
!everão submeter)se a e*ames m/dicos
específicos para trabal'o em altura.
D.A. <ONTA@E<)
• ,solar e sinalizar adequadamente a área
de monta$em da plataforma
• Os componentes das plataformas&
como: rodízios& pain/is& travas dia$onais
internas& com traventamento lateral& os
de$raus da escada& $uarda corpo&
pranc'as e rodap/ deverão ser
previamente inspecionados por
profissional 'abilitadoO
• 7er montado em piso firme e niveladoO
• local da monta$em da plataforma deverá
ser inspecionado por profissional
'abilitadoO
• 2ara trabal'o em pisos em desnível&
utilizar o dispositivo fuso niveladorO
• !ispor Qcabo de aço <HCR e trava)quedas
para fi*ação do cinto de se$urança com
" talabartesO
• !evem ser tomadas precauções
especiais& quando da monta$em &
desmonta$em e movimentação das
plataformas pr5*ima a redes el/tricasO
• #o colocar o 1S painel ou quadro&
observar que esta possua escada fi*a e
seja montado com duas travas
posicionadas em dia$onal e partir da
baseO
• Os quadros verticais deverão estar
travados atrav/s das travas com
travamento lateralO
• .staiar 3amarrar4 a estrutura da
plataforma $arantindo sua estabilidade a
fim de evitar seu deslocamento e
tombamentoO
• F terminantemente proibido a utilização
de arame para fi*ação e*terna
3estaiamento4 das plataformas. 2oderá
ser utilizadas cordas de al$odão ou cabo
de açoO
• 7omente utilizar quadros ou pain/is em
boas condições de encai*e e
travamentoO
D.D. DISPOSITIVOS E PROTEÇ;ES)
local de trabal'o deve estar devidamente
isolado e sinalizado.
Ktilizar escadas em boas condições para
acesso da plataforma
.fetuar travamento de ener$ia quando
estiverem pr5*imas as plataformas
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: 14 mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
=uando a plataforma for colocada sobre
estruturas& esta deve estar travada com
cabo de aço e $rampos.
D.E. P=ATA?OR<A DE TRABA=CO)
• !evem possuir forração completa e ser
construída com madeira de boa
qualidade& resistentes de modo a
suportar as car$as de trabal'o a que
estão sujeitas.
• !everá ser formada por tábuas com
espessura mínima de &> cm& secas& de
boa qualidade& com travamento duplo
em cada e*tremidade que impeça seu
deslizamentoO
• F proibido o uso de pinturas que
encubra as imperfeições das tábuas&
como: n5s& frestas& rac'adurasO
• #s tábuas não podem ser montadas
sujas de 5leo& $ra*a ou qualquer
sujidade que comprometa a ader%ncia
dos calçados dos empre$adosO
• !eve possuir $uarda)corpo com 1&"m
de altura& com travessa intermediária de
"&B"m e rodap/ de "&"m de altura
mínima em todo seu perímetroO
D.F. ACESSO A P=ATA?OR<A)
• .scada para acesso no corpo do painel&
com espaçamento entre os d/"a(s
.dind& n& .á0i.& GL,G.M
• 1omar atenção especial quando na
monta$em& para que a escada fique de
forma alin'adaO
• 2ara plataformas acima de A&"m& deverá
dispor cabo de aço $uia paralelo ?
escada& com dispositivo trava)quedas
para fi*ação dos " talabartes pr5prio do
cinto de se$urança dos empre$adosO
• #cesso ? plataforma s5 / permitido ao
pessoal da equipe envolvida ao trabal'oO
• #os empre$ados antes do acesso&
devem tomar o cuidado especial quanto
? presença de sujidade no solado dos
calçados& como: 5leo& $ra*a& barro& etc.O
• Eão utilizar luvas nas mãos para mel'or
ader%ncia quando se$urar na escadaO
• #s mãos deverão estar livres& sendo
proibido o acesso se$urando al$um
objetoO
• 8anter uma corda com recipiente
adequado para movimentação de
pequenos objetosO
D.-G.DISPOSIÇ;ES @ERAIS)
• 2roibido trabal'os em plataformas a c/u
aberto durante c'uva ou vento forteO
• .#s plataformas não devem receber
car$as superiores a "" V$O
• .W terminantemente proibida a
movimentação da plataforma& com
pessoas ou materiais sobre a plataforma
de trabal'oO
• F proibido a utilização de escadas e
outros meios posicionados sobre a
plataforma
• de trabal'o& com a finalidade de atin$ir
locais mais altosO
O tablado deve ser montado com : caibros
no comprimento necessário& distribuídos
sobre os andaimes uniformementetravados
nas suas e*tremidades para evitar
deslocamentos e as pranc'as de maderite&
em boas condições para o uso&
devidamente fi*ados aos caibros& atrav/s de
pre$os.
# plataforma deve possuir rodap/&
com altura mínima de "&" m& bem como
$uarda)corpo de 1&"m.
• A.!+ia$7s da !+a*a9&".a d *"aba+2&
. s( c&.!"i.n*&) !ispon'a os
caibros intercalados no mesmo sentido&
obedecendo ? distUncia má*ima de
<&""m entre as bases de apoio.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: #! mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
• A.!+ia$7s da !+a*a9&".a d *"aba+2&
. s(a +a"/("a) Ktilize : andaimes ou
mais& obedecendo ? distUncia má*ima
de <&""m entre eles. !ispon'a os
caibros uns sobre os outros& a cada
"&>"m e efetue o travamento em suas
e*tremidades& fi*ando o tablado de
maderite sobre os caibros atrav/s de
pre$os.
• F proibida& a utilização de escadas
sobre o piso de trabal'o ou outros meios
para atin$ir lu$ares mais altos.
• 8anten'a depositado sobre a
plataforma& somente o material para uso
imediato.
#. INSTRUÇÕES B!SICAS PARA
TRABALHOS COM PLATAFORMAS
ELEVATÓRIAS MOTORIZADAS
E.-. DE?INIÇÃO E OB>ETIVO)
2ropor medidas e ações a serem tomadas
por responsáveis e empre$ados envolvidos
nas atividades diversas com uso de
plataformas motorizadas $arantindo um
trabal'o se$uro e produtivo.
E.2.DE?INIÇÃO)
F o equipamento m5vel& autopropelido ou
não& dotado de uma estação de trabal'o
3cesto ou plataforma4 e sustentado em sua
base por 'aste metálica 3lança4 ou tesoura&
capaz de er$uer)se para atin$ir ponto ou
local de trabal'o elevado.
E.,. AP=ICAÇÃO)
Ktilizados nos trabal'os em altura de
construção& manutenção& reparos&
instalações& pintura& demolições&
monta$ens& etc.
E.4 R'(isi*&s <Nni.&s d S/("an$a.
O equipamento deve atender ?s
especificações t/cnicas do fabricante
quanto ? aplicação& operação& manutenção
e inspeções peri5dicas.
O '(i!a.n*& d# s" d&*ad& d)
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: #1 mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
a4 dispositivos de se$urança que $arantam
seu perfeito nivelamento no ponto de
trabal'o& conforme especificação do
fabricanteO
b4 alça de apoio internoO
c4 $uarda)corpo que atenda ?s
especificações do fabricante ou& na falta
destas& ao disposto no item 1C.1<.> da E-)
1CO
d4 painel de comando com botão de parada
de emer$%nciaO
e4 dispositivo de emer$%ncia que possibilite
bai*ar o trabal'ador e a plataforma at/ o
solo em caso de pane el/trica& 'idráulica ou
mecUnicaO
f4 sistema sonoro automático de sinalização
acionado durante a subida e a descida.
F proibido o uso de cordas& cabos& correntes
ou qualquer outro material fle*ível em
substituição ao $uarda)corpo.
A P+a*a9&".a d# !&ss(i" !"&*$%&
c&n*"a c2&'(s +é*"ic&sL !&" .i& d)
a4 cabos de alimentação de dupla isolaçãoO
Y.
b4 plu$s e tomadas blindadasO
c4 aterramento el/tricoO
d4!ispositivo !iferencial -esidual 3!!-4.
E.3.RESPONSABI=IDADE)
6abe a todos empre$ados envolvidos em
serviços com plataformas na I8 em todos
os níveis e os representantes t/cnicos das
empresas 6ontratadas& cumprir e fazer
cumprir todos os itens constantes nesta
,nstrução Jásica. O descumprimento de
qualquer item / considerado ?A=TA
@RAVE& sujeita ás medidas administrativas
e disciplinares internas cabíveis& al/m do
enquadramento le$al a crit/rio das
autoridades competentes.
E.A. TRABA=CO)
2ara trabal'o com plataformas os
empre$ados deverão ser qualificados e com
e*peri%ncia& sendo supervisionados por
pessoal 'abilitadoO
!everão submeter)se a e*ames m/dicos
específicos para trabal'o em altura.
ATENÇÃO)
An*s d& (s& diá"i& &( n& inNci& d cada
*("n& d#. s" "a+i1ad&s ins!$%&
#is(a+ *s* 9(nci&na+ na PTAL
#"i9icand& s & !"9i*& aO(s*
9(nci&na.n*& d&s s/(in*s i*ns)
a: C&n*"&+s d &!"a$%& d
."/6nciaM
b: Dis!&si*i#&s d s/("an$a d&
'(i!a.n*&M
c: Dis!&si*i#&s d !"&*$%& indi#id(a+L
inc+(ind& !"&*$%&
c&n*"a '(das 8CAPACETEL CA=ÇADO
DE SE@URANÇA CO< BICO DE AÇOL
PROTETOR AURICU=ARL =UVAS DE
COUROL CINTO DE SE@URANÇA CO<
TA=ABARTE DUP=O:.
d: Sis*.as d a"L 2id"á(+ic& d
c&.b(s*N#+M
: PainéisL cab&s c2ic&*s +é*"ic&sM
9: Pn(s "&dasM
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: ## mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
/: P+acasL sinais d a#is& d c&n*"&+M
2: Es*abi+i1ad&"sL i0&s 0!ansN#is
s*"(*("a . /"a+M
i: D.ais i*ns s!ci9icad&s !+&
9ab"ican*.
A ins!$%& #is(a+ d# c&n*.!+a" a
c&""*a 9i0a$%& d *&das as !$as.
B "s!&nsabi+idad d& (s(á"i& 9&"nc"
a& &!"ad&" "s!&nsá#+ & .an(a+ d
!"&cdi.n*&s !a"a a "&*ina d
#"i9ica$%& diá"ia.
E.D. <ONTA@E< &( UT=IHAÇÃO DA
P=ATA?OR<A E=EVATPRIA)
• ,solar e sinalizar adequadamente a
área de uso da plataforma
• .m todas as situações de uso da
plataforma os operadores deverão
previamente inspecionar o
equipamentoO
• Operar em piso firme e niveladoO
• !evem ser tomadas precauções
especiais& quanto ? movimentação
das plataformas pr5*imas a redes
el/tricasO
• 7e$uir recomendações e limitações
indicadas pelo fabricante $arantindo
sua estabilidade a fim de evitar seu
deslocamento e tombamentoO
• F terminantemente proibida a
utilização da plataforma para
içamento de materiaisO
• Ea 2lataforma .levat5ria 8otorizada
alem das recomendações acima& o
opeador deve analisar se a estrutura
a qual a mesmo esta pilotando
suporta o peso da plataformaO
• !urante o trafe$o e manobras o
operador deve advertir por
equipamento sonoroO
• #o efetuar manobras deve analisar
os riscos e*istentes no local& fios&
tubulações& rede de 'idrante& etc&
• O cinto de se$urança deve ser preso
na pr5pria plataforma& esse
procedimento facilita no res$ate e na
remoção da pessoa que esta no
equipamentoO

Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: #- mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Ca plata9orma possui uma sinali<aç&o /ue indi1a o lo1al
1orreto em /ue o operador de%e an1orar o seu 1into de
segurança.
Segurança e Higiene do Trabalho.
• O operador deve ser 'abilitado e ter
con'ecimento da maquina que esta
operando
• #s instruções de se$urança na
plataforma devem estar le$íveis& na
lín$ua nacionalO
• !urante a operação da plataforma
não pode ter operações encostada a
mesma& a plataforma deve estar
isolada evitando esse tipo de açãoO
• .m caso de manutenções& quebra&
etc. o operador deve sinalizar a área&
avisar o supervisor e o fabricanteO
• F obri$at5rio o uso de capacete e
cinto de se$urança com " duplos
talabarte alem dos epis+s básicosO

E.E. DISPOSITIVOS E PROTEÇ;ES)
local de trabal'o deve estar devidamente
isolado e sinalizadoO
Ktilizar a 2lataforma em boas condiçõesO
.fetuar travamento de ener$ia e outras
provid%ncias necessárias quando pr5*imo a
tubulações e outras fontes de ener$ia.
E.F.DISPOSIÇ;ES @ERAIS)
• 2roibido trabal'os em plataformas a c/u
aberto durante c'uva ou vento forteO
• .#s plataformas não devem receber
car$as superiores de acordo ? indicação
do FabricanteO
• .W terminantemente proibida a
movimentação da plataforma& com
pessoas ou materiais sobre a plataforma
de trabal'oO
• F proibido a utilização de escadas e
outros meios posicionados sobre a
plataforma
• de trabal'o& com a finalidade de atin$ir
locais mais altosO
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: #. mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Lo1al de an1oragem
Segurança e Higiene do Trabalho.
8DOCU<ENTO OBRI@ATPRIO A ?IQAR NA P=ATA?OR<A:)
PLATAFORMA ELEVATÓRIA


<OVI<ENTAÇÃO
 An*s d inicia" a .&#i.n*a$%& d& '(i!a.n*&L #"i9i'( as c&ndi$7s /"ais
d& .s.&M
 >a.ais acnda c2a.as !a"a 9*(a" a #"i9ica$%& d& nN#+ dRá/(a da ba*"iaM
 Us s.!" &s E.P. IRs ncssá"i&s) Sc(+&s d s/("an$aL +(#asL ca!ac* c&.
O(/(+a" cin*& d s/("an$a !"s& a !+a*a9&".aM
 N%& *"ans!&"* &bO*&s '( 0cda. & c&.!"i.n*& &( a +a"/("a da !+a*a9&".aM
 ?a$a a .&#i.n*a$%& #a/a"&sa.n*.
 V"i9i'( a !"sn$a d !ss&as &( &bs*ác(+&s nas !"&0i.idadsM
 P+anO an*ci!ada.n* & *"aO*& a s" !"c&""id&M
 N%& .&#i.n* a !+a*a9&".a !"S0i.a d +in2as d *"ans.iss%& d n"/iaM
OPERAÇÃO
 B !"&ibida a .&#i.n*a$%& da !+a*a9&".a . '(a+'(" di"$%&L '(and& a .s.a
s*i#" +#adaM
 N(nca !&sici&n s&b" a !+a*a9&".a scadas &( &(*"&s
 &bO*&s !a"a 9&"nc" & a+canc adici&na+M
 B !"&ibid& & *"aba+2& . !is&s i""/(+a"s &( inc+inad&sM
 Is&+ & +&ca+ d *"aba+2&M
 O *"aba+2& d# s" ac&.!an2ad& !&" (.a s/(nda !ss&a n& nN#+ d& s&+& !a"a
&"in*a$%& a*(a$%& . cas& d ."/6nciaM
 Obs"# a ca!acidad d& '(i!a.n*&L a dis*"ib(i$%& da ca"/a s&b" a
!+a*a9&".aM
 A& +#a" a !+a*a9&".aL .an*n2a as .%&s n& c&.and&L &bs"# &s
 !&ssN#is &bs*ác(+&s '( !&ssa.
 ca(sa" !"nsa.n*&sM
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: #' mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
P=ATA?OR<A E=EVATPRIA
INSTRUÇÃO DE SEGURANÇA
Segurança e Higiene do Trabalho.
 Q(a+'(" an&".a+idad c&. a !+a*a9&".aL c&.(ni'( a +id"an$aM
 N%& &!" a !+a*a9&".a . á"as 0*"nas '(and& as c&ndi$7s
 c+i.á*icas s*i#". ds9a#&"á#is.
A$%&' ( L%)*+,(-.' %/ 0*)'1 ( 23(, 4%0%/'+ 53/61*1 +'71% 8'8(, 61*'1*4(4%9
NR–18. PLATAFORMA DE TRABALHO AÉREO.

PORTARIA SIT4<TE NT. -3L DE G, DE
>U=CO DE 2GGD
8DOU. G4.GD.GD K S$%& - K !á/.-24:.
Aprova o Anexo I e altera a redação do item
18.14.19 da Norma Regulamentadora nº.
18.
# 7.6-.1Z-,# !. ,E72.LMO !O
1-#J#(XO e o !,-.1O- !O
!.2#-1#8.E1O !. 7.IK-#EL# .
7#[!. EO 1-#J#(XO& no uso de suas
atribuições le$ais& tendo em vista o disposto
no arti$o "" da 6onsolidação das (eis do
1rabal'o e no arti$o S da 2ortaria nS. <.1:&
de "C de jun'o de 1DBC& resolvem:
#rt. 1S ) #provar o #ne*o , ) 2lataformas de
1rabal'o #/reo ) da Eorma
-e$ulamentadora nS. 1C 3E- 1C4& com
redação da 2ortaria nS. :& de ":H":H1DD>&
nos termos do #ne*o desta 2ortaria.
#rt. S ) O item 1C.1:.1D da E- 1C passa a
vi$orar com a se$uinte redação:
1C.1:.1D F proibido o transporte de pessoas
por equipamento de $uindar não projetado
para este fim.
#rt. <S ) .sta 2ortaria entra em vi$or na data
da sua publicação.
-K1X J.#1-,\ N#76OE6.(O7 N,(.(#
7ecretária de ,nspeção do 1rabal'o
-,E#(!O 8#-,EXO 6O71# (,8#
!iretor do !epartamento de 7e$urança e
7a9de no 1rabal'o
#E.TO
2(#1#FO-8#7 !. 1-#J#(XO #F-.O
1) !efinição
1.1 ) 2lataforma de 1rabal'o #/reo ) 21# /
o equipamento m5vel& autopropelido ou não&
dotado de uma estação de trabal'o 3cesto
ou plataforma4 e sustentado em sua base
por 'aste metálica 3lança4 ou tesoura& capaz
de er$uer)se para atin$ir ponto ou local de
trabal'o elevado.
) -equisitos 8ínimos de 7e$urança.
.1 ) # 21# deve atender ?s especificações
t/cnicas do fabricante quanto ? aplicação&
operação& manutenção e inspeções
peri5dicas.
. ) O equipamento deve ser dotado de:
a4 dispositivos de se$urança que $arantam
seu perfeito nivelamento no ponto de
trabal'o& conforme especificação do
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: #* mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
NÃO OPERE ESTE EQUIPA<ENTO SE< AUTORIHAÇÃO
Segurança e Higiene do Trabalho.
fabricanteO
b4 alça de apoio internoO
c4 $uarda)corpo que atenda ?s
especificações do fabricante ou& na falta
destas& ao disposto no item 1C.1<.> da E-)
1CO
d4 painel de comando com botão de parada
de emer$%nciaO
e4 dispositivo de emer$%ncia que possibilite
bai*ar o trabal'ador e a plataforma at/ o
solo em caso de pane el/trica& 'idráulica ou
mecUnicaO
f4 sistema sonoro automático de sinalização
acionado durante a subida e a descida.
..1 ) F proibido o uso de cordas& cabos&
correntes ou qualquer outro material fle*ível
em substituição ao $uarda)corpo.
.< ) # 21# deve possuir proteção contra
c'oques el/tricos& por meio de:
a4 cabos de alimentação de dupla isolaçãoO
b4 plu$s e tomadas blindadasO
c4 aterramento el/tricoO
d4 !ispositivo !iferencial -esidual 3!!-4.
< G Operação
<.1 ) Os manuais de operação e
manutenção da 21# devem ser redi$idos
em lín$ua portu$uesa e estar ? disposição
no canteiro de obras ou frentes de trabal'o.
<. ) F responsabilidade de o usuário
conduzir sua equipe de operação e
supervisionar o trabal'o& a fim de $arantir a
operação se$ura da 21#.
<.< ) 6abe ao operador& previamente
capacitado pelo empre$ador na forma do
item > deste #ne*o& realizar a inspeção
diária do local de trabal'o no qual será
utilizada a 21#.
<.: ) #ntes do uso diário ou no início de
cada turno devem ser realizados inspeção
visual e teste funcional na 21#& verificando
se o perfeito ajuste e funcionamento dos
se$uintes itens:
a4 6ontroles de operação e de emer$%nciaO
b4 !ispositivos de se$urança do
equipamentoO
c4 !ispositivos de proteção individual&
incluindo proteção
contra quedasO
d4 7istemas de ar& 'idráulico e de
combustívelO
e4 2ain/is& cabos e c'icotes el/tricosO
f4 2neus e rodasO
$4 2lacas& sinais de aviso e de controleO
'4 .stabilizadores& ei*os e*pansíveis e
estrutura em $eralO
i4 !emais itens especificados pelo
fabricante.
<.:.1 ) # inspeção visual deve contemplar a
correta fi*ação de todas as peças.
<.:. ) F responsabilidade de o usuário
fornecer ao operador responsável o manual
de procedimentos para a rotina de
verificação diária.
<.> ) #ntes e durante a movimentação da
21#& o operador deve manter:
a4 visão clara do camin'o a ser percorridoO
b4 distUncia se$ura de obstáculos&
depressões& rampas e outros fatores de
risco& conforme especificado em projeto ou
ordem de serviçoO
c4 distUncia mínima de obstáculos a/reos&
conforme especificado em projeto ou ordem
de serviço.
<.>.1 ) O operador deve limitar a velocidade
de deslocamento da 21#& observando as
condições da superfície& o trUnsito& a
visibilidade& a e*ist%ncia de declives& a
localização da equipe e outros fatores de
risco de acidente.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: #) mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
<.>. ) # 21# não pode ser deslocada em
rampas com inclinações superiores ?
especificada pelo fabricante.
<.A ) =uando 'ouver outros equipamentos
m5veis ou veículos no local& devem ser
tomadas precauções especiais&
especificadas em projeto ou ordem de
serviço.
<.B. # 21# não deve ser posicionada junto a
qualquer outro objeto que ten'a por
finalidade l'e dar equilíbrio.
<.C ) O equipamento deve estar afastado
das redes el/tricas de acordo com o manual
do fabricante ou estar isolado conforme as
normas específicas da concessionária de
ener$ia local& obedecendo ao disposto na
E-)1".
<.D ) # área de operação da 21# deve ser
delimitada e sinalizada& de forma a impedir a
circulação de trabal'adores.
<.1" ) # 21# não deve ser operada quando
posicionada sobre camin'ões& trailers&
carros& veículos flutuantes& estradas de
ferro& andaimes ou outros veículos& vias e
equipamentos similares& a menos que ten'a
sido projetada para este fim.
<.11 ) #ntes da utilização da 21#& o
operador deve certificar)se de que:
a4 estabilizadores& ei*os e*pansíveis ou
outros meios de manter a estabilidade
estejam sendo utilizados conforme as
recomendações do fabricanteO
b4 a car$a e sua distribuição na estação de
trabal'o& ou sobre qualquer e*tensão da
plataforma& estejam em conformidade com a
capacidade nominal determinada pelo
fabricante para a confi$uração específicaO
c4 todas as pessoas que estiverem
trabal'ando no equipamento utilizem
dispositivos de proteção contra quedas e
outros riscos.
<.11.1 ) 1odas as situações de mau
funcionamento e os problemas identificados
devem ser corri$idas antes de se colocar o
equipamento em funcionamento& devendo o
fato ser analisado e re$istrado em
documento específico& de acordo com o
item 1C..11 da E-)1C.
<.1 ) !urante o uso da 21#& o operador
deve verificar a área de operação do
equipamento& a fim de certificar)se de que:
a4 a superfície de operação esteja de acordo
com as condições especificadas pelo
fabricante e projetoO
b4 os obstáculos a/reos ten'am sido
removidos ou estejam a uma distUncia
adequada& de acordo com o projetoO
c4 as distUncias para apro*imação se$ura
das lin'as de força ener$izadas e seus
componentes sejam respeitadas& de acordo
com o projetoO
d4 ine*istam condições climáticas que
indiquem a paralisação das atividadesO
e4 estejam presentes no local somente as
pessoas autorizadasO
f4 não e*istam riscos adicionais de
acidentes.
<.1< ) 1odos os trabal'adores na 21#
devem utilizar cinto de se$urança
tipo pára)quedista li$ado ao
$uarda)corpo do equipamento ou a outro
dispositivo específico previsto pelo
fabricante.
<.1: ) # capacidade nominal de car$a
definida pelo fabricante não pode ser
ultrapassada em nen'uma 'ip5tese.
<.1> ) =ualquer alteração no funcionamento
da 21# deve ser relatada e reparada antes
de se prosse$uir com seu uso.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: #+ mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
<.1A ) O operador deve asse$urar)se de que
não 'aja pessoas ou equipamentos nas
áreas adjacentes ? 21#& antes de bai*ar a
estação de trabal'o.
<.1B ) =uando fora de serviço& a 21# deve
permanecer recol'ida em sua base&
desli$ada e prote$ida contra acionamento
não autorizado.
<.1C ) #s baterias devem ser recarre$adas
em área ventilada& onde não 'aja risco de
fo$o ou e*plosão.
:. 8anutenção
:.1 ) F responsabilidade do proprietário
manter um pro$rama de manutenção
preventiva de acordo com as
recomendações do fabricante e com o
ambiente de uso do equipamento&
contemplando& no mínimo:
a4verificação de:
a1. funções e controles de velocidade&
descanso e limites de funcionamentoO
a. controles inferiores e superioresO
a<. rede e mecanismos de cabosO
a:. dispositivos de se$urança e emer$%nciaO
a>. placas& sinais de aviso e controlesO
b4ajuste e substituição de peças $astas ou
danificadasO
c4lubrificação de partes m5veisO
d4inspeção dos elementos do filtro& 5leo
'idráulico& 5leo do motor e de refri$eraçãoO
e4inspeção visual dos componentes
estruturais e de outros componentes
críticos& tais como elementos de fi*ação e
dispositivos de travamento.
:.1.1 ) O pro$rama deve ser supervisionado
por profissional le$almente 'abilitado.
:. ) # manutenção deve ser efetuada por
pessoa com qualificação específica para a
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: #4 mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
marca e modelo do equipamento.
:.< ) Os equipamentos que não forem
utilizados por um período superior a tr%s
meses devem ser submetidos ?
manutenção antes do retorno ? operação.
:.: ) =uando identificadas fal'as que
coloquem em risco a operação& a 21# deve
ser removida de serviço imediatamente at/
que o reparo necessário seja efetuado.
:.> ) O proprietário da 21# deve conservar&
por um período de cinco anos& a se$uinte
documentação:
a4 re$istros de manutenção& contendo:
a1. datasO
a. defici%ncias encontradasO
a<. ação corretiva recomendadaO
a:. identificação dos responsáveisO
b4 re$istros de todos os reparos realizados&
contendo:
b1. a data em que foi realizado cada reparoO
b. a descrição do trabal'o realizadoO
b<. identificação dos responsáveis pelo
reparoO
b:. identificação dos responsáveis pela
liberação para uso.
>. 6apacitação
>.1 ) O operador deve ser capacitado de
acordo com o item 1C..1 da E-)1C e ser
treinado no modelo de 21# a ser utilizado&
ou em um similar& no seu pr5prio local de
trabal'o.
>. ) # capacitação deve contemplar o
conte9do pro$ramático estabelecido pelo
fabricante& abordando& no mínimo& os
princípios básicos de se$urança& inspeção e
operação& de forma compatível com o
equipamento a ser utilizado e com o
ambiente esperado.
>..1 ) # comprovação da capacitação deve
ser feita por meio de certificado.
>.< ) 6abe ao usuário:
a4 capacitar sua equipe para a inspeção e a
manutenção da 21#& de acordo com as
recomendações do fabricanteO
b4 conservar os re$istros dos operadores
treinados em cada modelo de 21# por um
período de cinco anosO
c4 orientar os trabal'adores quanto ao uso&
carre$amento e posicionamento dos
materiais na estação de trabal'o da 21#.
>.: ) O usuário deve impedir a operação da
21# por trabal'ador não capacitado.
A. !isposições Finais
A.1 ) .ste #ne*o não se aplica ?s 21# para
serviços em instalações el/tricas
ener$izadas.
A. ) Os projetos& especificações t/cnicas e
manuais de operação e serviço dos
equipamentos importados devem atender ao
previsto nas normas t/cnicas vi$entes no
país.
A.<. 6abe ao usuário determinar a
classificação de peri$o de qualquer
atmosfera ou localização de acordo com a
norma #E7,HEF2# >"> e outras correlatas.
A.<.1. 2ara operação em locais peri$osos& o
equipamento deve atender ao disposto na
norma #E7,HEF2# >"> e outras correlatas.
A.: ) # 21# deve ser inspecionada e
revisada se$undo as e*i$%ncias do
fabricante antes de cada entre$a por venda&
arrendamento ou locação.
A.> ) #s instruções de operação do
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: -! mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
fabricante e a capacitação requerida devem
ser fornecidas em cada entre$a& seja por
venda& arrendamento ou locação.
A.A ) Os fornecedores devem manter c5pia
dos manuais de operação e manutenção.
A.A.1 ) Os manuais de operação e
manutenção são considerados parte
inte$rante do equipamento& devendo ser
fornecidos em qualquer locação&
arrendamento ou venda e ser mantidos no
local de uso do equipamento.
A.B ) Os avisos contendo informações de
se$urança devem ser redi$idos em lín$ua
portu$uesa.
A.C. ) F vedado:
a4 o uso de pranc'as& escadas e outros
dispositivos que visem atin$ir maior altura
ou distUncia sobre a 21#O
b4 a utilização da 21# como $uindasteO
c4 a realização de qualquer trabal'o sob
condições climáticas que e*pon'am
trabal'adores a riscosO
d4 a operação de equipamento em situações
que contrariem as especificações do
fabricante quanto a velocidade do ar&
inclinação da plataforma em relação ao solo
e pro*imidade a redes de ener$ia el/tricaO
e4 o uso da 21# para o transporte de
trabal'adores e materiais não relacionados
aos serviços em e*ecução.
:;INSTRUÇÕES B!SICAS PARA TRABALHOS DE ESCAVAÇÕES
F.-.OB>ETIVO)
2ropor medidas e ações a serem tomadas
por responsáveis e empre$ados envolvidos
nas atividades diversas em escavações
$arantindo um trabal'o se$uro e produtivo.
F.2.DE?INIÇÃO)
#tividades em que os e*ecutantes
trabal'em em locais abai*o de 1&" m
abai*o do piso normal& tendo diversos tipos
de atividades envolvendo a necessidade de
utilizar tapumes& escadas& passarelas&
escoramentos& etc.
F.,.AP=ICAÇÃO)
Ktilizado em trabal'os abai*o do nível do
solo& envolvendo monta$ens& construções&
pinturas& reparos& instalações& etc.
F.4.RESPONSABI=IDADE)
6abe a todos empre$ados envolvidos em
serviços de escavação na I8J e as
empresas contratadas& cumprir e fazer
cumprir todos os itens constantes nesta
instrução básica. O descrumpimento de
qualquer item / considerado falta $rave&
sujeita as medidas administrativas e
disciplinares internas cabíveis& al/m do
enquadramento le$al a crit/rio das
autoridades competentes.
F.3.TRABA=CO DE ESCAVAÇÃO)
#tividade que envolve quebra de piso e
remoção de terra para acesso a tubulações&
cabos el/tricos ou outras determinantes que
possam acarretar riscos de
desmoronamento& quedas de materiais&
rompimento de tubulações e cabos el/tricos&
etc.
F.A. <ONTA@E<)
1odas as áreas onde serão realizados os
trabal'os de escavação deverão estar
devidamente sinalizadas e isoladas de
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: -1 mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
forma a permitir uma perfeita visualização
tanto no período diurno como noturno
3instalação obri$at5ria de sinalização com
luz intermitente de advert%ncia acionada por
sistema de bateria4.
.scorar as laterais das valas com
profundidade superior a 1&" metros&
adequadas ao tipo de terreno escavado.
?i/("as i+(s*"a. 9&".a s/("a d 0c(*a" *"aba+2&s . sca#a$7s.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: -# mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
P(++(1%,(+ 9
Para a tra%essia sobre as %alas( ser&o
1onstruEdas passarelas pro%is;rias de
guarda 5 1orpo e rodapF ( /ue de%em ser
mantidas em per9eitas 1ondiç7es de uso.
A a1onselhá%el /ue tais passarelas tenham
apro3imadamente 1(!! m de largura
mEnima .
Segurança e Higiene do Trabalho.
F.D.DISPOSIÇ;ES @ERAIS DE
PROTEÇÃO)
!epositar o material removido afastado da
borda a uma distUncia i$ual ou maior que a
metade da profundidade& atrás de uma
tábua de proteção de "&<" m. estacada.
2rover de escadas ou rampas para acesso&
valas com profundidade superior a 1&>"
metros.
2rover de passarelas de 1&"" metros de
lar$ura& prote$idas com $uarda)corpo&
quando 'ouver trUnsito de pessoas.
-G: INSTRUÇ;ES BÁSICAS PARA
TRABA=COS SOBRE CARROCERIA DE
CA<INC;ES
-G.-.OB>ETIVO)
2ropor medidas e ações a serem tomadas
por ajudantes& motoristas e pessoal
envolvidos nas atividades a fim de dinamizar
recursos adequados visando ? prevenção
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: -- mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
de acidentes& em car$as e descar$as de
materiais sobre carrocerias de camin'ões&
de forma se$ura e produtiva.
-G.2.DE?INIÇÃO)
7ão carrocerias e car$as de alturas
apro*imadas de >m& onde as pessoas
acessam escalando por meios das rodas
3pneus4& $uardas laterais e cabines& para a
realização do serviço de amarração&
arrumação& enlonamento e deslonamento
de car$as diversas& correndo riscos de
quedas.
-G.,.AP=ICAÇÃO)
.m camin'ões e carretas: providos de
carrocerias& pranc'as& caçambas& com a
finalidade de transportar materiais diversos.
-G.4.RESPONSABI=IDADE)
6abe a todos empre$ados envolvidos em
serviços de car$as e descar$as de
camin'ões& cumprir e fazer cumprir todos os
itens constantes desta instrução.
2ara trabal'o sobre car$as e carrocerias de
camin'ões& os empre$ados deverão passar
por treinamentos específicos e utilizar os
.2,+7 e .26+s adequados ? atividade.
-G.3. TRABA=CO)
2ara enlonar& deslonar& amarrar& carre$ar&
descarre$ar arrumar car$as& travar e
acorrentar unidades zero.
RETIRADA DA =ONA)
Eo trabal'o de retirada da lona do
camin'ão& devem tomar)se o má*imo de
cuidado quanto a quedas& ao acesso a
carroceria e no deslocamento sobre
materiais& utilizar escadas com plataformas
adequadas e cinto de se$urança com trava
quedas do tipo retrátil.
COBRIR CO< =ONA)
Eo trabal'o de cobrir com lona& onde o
empre$ado ten'a que subir sobre a car$a&
este deverá proceder atrav/s de escadas
providas de plataforma que de acesso
se$uro at/ a carroceria& deverá utilizar cinto
de se$urança com dois talabartes fi*ados a
um trava quedas do tipo retrátil e preso a
cabo de aço $uia.
-G.A.RISCOS DE QUEDAS DE
DI?ERENTES NUVEIS)
• =ueda de sobre a $uarda lateral da
carroceria.
• =ueda de cima da car$a.
• =ueda de cima da cabine.
• 2erda de equilíbrio ou mal estar.
• .scorre$ões.
• (onas plásticas& encerados& lonas e
carrocerias mol'adas.
• 6arre$amento ou descarre$amento
noturno 3difícil visibilidade4.
-G.D. PRINCIPAIS TIPOS DE CAR@AS)
1ambores& produtos químicos& inflamáveis&
sacas& sucatas metálicas& madeiras&
embala$ens em cai*as de papelão& peças
de pequenos portes etc.
-G.E. RESPONSABI=IDADE)
Os responsáveis deverão realizar estudos
no sentido de eliminar ou minimizar os
riscos de quedas em altura& instalando
dispositivos de 7e$urança em atendimento
ao cumprimento dessa instrução bem como
de transporte de materiais diversos
conforme a le$islação vi$ente.
-G.F. DOS DISPOSITIVOS E <EDIDAS
DE SE@URANÇA)
• C&+*i#as)
G .scadas com de$raus anti )
derrapantes& com plataformas& corrimão&
rodap/O
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: -. mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
G !ispositivo de instalação de cabo de
aço $uia& com dispositivo trava)quedas
e.
cinto de se$urança com dois
talabartes.
G -ampas e 2lataformas adequadasO
• EPIRs)
G 7apato de se$urança com biqueira
de aço livre de sujidade 35leo ou $ra*a4O
G 5culos de se$urançaO
G luvas de proteçãoO
G respiradores contra $ases
dependendo da car$a.
-G.-G.DISPOSIÇ;ES @ERAIS)
• F proibido trabal'os sobre carroceria ou
car$as durante c'uva ou vento forte.
• W terminantemente proibida pessoas
trabal'arem sobre a carroceria ou
car$as com o veículo em movimento.
• W proibido transportar pessoas sobre
car$as ou carroceria de camin'ões.
• W proibido a utilização de escada sin$ela
para acessar a carroceria de camin'ões
ou outros meios que não ofereça total
se$urança aos empre$ados.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: -' mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
<<. INSTRUÇÕES B!SICAS PARA
TRABALHOS SOBRE TELHADOS
--.-.OB>ETIVO)
2ropor medidas e ações a serem tomadas
por responsáveis e empre$ados envolvidos
nas atividades diversas com trabal'os sobre
tel'ados& $arantindo um trabal'o se$uro e
produtivo.
--.2.DE?INIÇÃO)
7ão atividades em que os e*ecutantes
trabal'am em altura e sobre tel'ados& tendo
diversos tipos de atividades envolvendo a
necessidade de utilizar escadas& andaimes
para acesso ou sobre tel'as& plataformas&
pranc'as& etc.
--.,.AP=ICAÇÃO)
Ktilizados nos trabal'os em altura& de
construção& manutenção& reparos&
instalações& pintura& demolições&
monta$ens& etc.
--.4.RESPONSABI=IDADE)
6abe a todos empre$ados envolvidos em
serviços sobre tel'ados na I8J e as
empresas contratadas& cumprir e fazer
cumprir todos os itens constantes nesta
instrução básica. O descumprimento de
qualquer item / considerado falta $rave&
sujeita as medidas administrativas e
disciplinares internas cabíveis& al/m do
enquadramento le$al a crit/rio das
autoridades competentes.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: -* mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
--.3..TRABA=COS SOBRE TE=CADOS)
#tividades de risco& envolvendo trabal'o em
altura e de diversas maneiras para
e*ecução& tendo a necessidade de utilizar
escadas& plataformas& andaimes& pranc'as&
etc.
--.A.DO TRABA=CO)
2ara trabal'os sobre tel'ados os
empre$ados deverão ser qualificados&
treinados& identificados e supervisionados
por pessoal 'abilitado.
--.D. <ONTA@E<)
• #ntes de iniciar qualquer atividade sobre
o tel'ado& verificar as condições das
estruturas e tel'ados para monta$em de
pranc'as& andaimes& plataformas& etc.
• #p5s a inspeção pr/via das condições
do local& verificar a via de acesso e.
os. equipamentos que irão utilizar
• .Nerificar de que forma e*ecutará a
monta$em dos equipamentos
envolvidos.
e as necessidades de prevenção& como
tratamento ou amarração de.
andaimes e escadas& instalação de
plataformas& colocação de pranc'as& etc.
• !esde o primeiro t5pico da monta$em& o
local deve estar se$uro& $arantindo.
que os e*ecutantes possam utilizar o
cinto de se$urança.
• Ea preparação do trabal'o sobre
tel'ados& / proibido andar sobre tel'as&

no inicio deve colocar pranc'as
apropriadas para trabal'ar sobre o tel'ado.
• 1odo local de trabal'o deve estar
devidamente isolado e sinalizado& sendo
proibido a perman%ncia de estran'os no
local do trabal'o.
• Ea monta$em / proibido trabal'ar
quando estiver c'ovendo& e*cesso de
frio&
sem iluminação& ventania& etc.
• !efinir trajeto visando deslocamento
racional& distante de rede el/trica ou
área sujeita a $ases& vapores e poeiras.
• !efinir os locais para instalação de cabo
$uia para possibilitar o uso do cinto
de se$urança.
--.E. DISPOSITIVOS E PROTEÇ;ES)
Eos trabal'os sobre tel'ados& / obri$at5rio
o uso dos se$uintes ..2.l. ]s:
• 6alçado de se$urança com solado
antiderrapante
• ^culos de 7e$urança& com lentes verdes&
quando 'ouver risco de ofuscamento por
refle*os do sol& nos trabal'os com tel'as
novas de alumínio ou outras superfícies
refletoras.
• 6apacete de se$urança com ju$ular.
• 6into de se$urança tipo pára)quedista
com " talabartes& conectado a cabo de
aço $uia.
• (uva de raspa.
• Outros& de acordo com o tipo de
atividade.
--.F. DISPOSIÇ;ES @ERAIS)
• Eão pisar diretamente sobre as tel'as&
use tábuas para locomoção sobre
tel'ados. Outros tipos de equipamentos
para a locomoção podem ser utilizados&
tais como pranc'as metálicas ou de fibra
de vidro& que podem ser fi*adas umas
?s outras e possuem sistema pr5prio
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: -) mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
para a fi*ação de cabo de aço $uia onde
será fi*ado o cinto de se$urança.
O comprimento das tábuas ou pranc'as
deve obri$atoriamente coincidir com as
terças.
2ara a locomoção no sentido transversal do
tel'ado& as tábuas eHou pranc'as devem
estar posicionadas pr5*imas ? junção das
tel'as.
,nstalar um cabo de aço $uia para fi*ação
do cinto de se$urança eHou trava)quedas.


#6.77O #O7 1.(X#!O7 O
.T.6K1#E1. !.N. .71#- 7.82-.
#E6O-#!O _KE1O #O 7.K 6,E1O !.
7.IK-#EL# K7#E!O 1-#N# =K.!#7 .
OK1-O7 .=K,2#8.E1O !. #6O-!O #7
7,1K#L`.7 !. -,76O7
#2-.7.E1#!#7.
• Observar o trajeto a ser percorrido& visando reduzir ao má*imo as camin'adas sobre o
tel'ado.
• Os materiais em uso devem estar dispostos em local se$uro& pr5*imos ao local de trabal'o e
sobre plataformas. >a.ais c&ncn*"a" a ca"/a &( .ais d (.a !ss&a s&b" (. .s.&
!&n*& d& *+2ad& &( .s.a *+2a.
• Eão pisar& apoiar qualquer objeto sobre tel'as transl9cidas fle*íveis. .las não foram
projetadas para suportar pesos.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: -+ mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
• F proibido o trabal'o em dias de c'uva& vento forte& ou com tel'as 9midas& bem como
pr5*imo a c'amin/s que possam emanar $ases t5*icos.
• Eos dias de muito calor& com mínima ventilação& / importante efetuar revezamento na
equipe ou efetuar descanso& não dei*ando os envolvidos e*postos no sol em toda jornada
do trabal'o.
• F terminantemente proibido o trabal'o em tel'ado sobre forno de refusão& ou qualquer outro
tipo de forno onde 'á emanação de $ases oriundos do processo& o forno deverá ser
previamente desli$ado e o serviço somente será e*ecutado com a liberação da supervisão
responsável pelo trabal'o.
• 2ara a monta$em de andaimes sobre tel'ados& deve ser providenciada a confecção de uma
plataforma de madeira nivelada e suficientemente resistente para suportar o peso do
andaime e do equipamento a ser utilizado.
• 1odo material usado deve ser imediatamente removido ap5s conclusão do serviço.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: -4 mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: .! mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
EQUIPAMENTOS PARA
TRABALHOS EM TELHADO
Segurança e Higiene do Trabalho.
-2. INSTRUÇ;ES BÁSICAS PARA
TRABA=COS CO< OUT -DOORS
-2.-. OB>ETIVO) 2ropor medidas e ações a
serem tomadas por responsáveis e
empre$ados envolvidos nas atividades
diversas com o uso de out)doors& $arantindo
um trabal'o se$uro e produtivo.
-2.2. DE?INIÇÃO) 7ão dispositivos em
estruturas metálicas ou de madeira que tem
a finalidade de encai*ar pain/is publicitários.
-2.,. AP=ICAÇÃO) Ktilizado para
colocação de cartazes fi*ados em pain/is e
em altura.
-2.4. RESPONSABI=IDADE) 6abe a todos
empre$ados e contratados envolvidos em
serviços com outdoors& cumprir e fazer
cumprir todos os itens constantes nesta
instrução básica. O descumprimento de
qualquer item / considerado falta $rave&
sujeita as medidas administrativas e
disciplinares internas cabíveis& al/m do
enquadramento le$al a crit/rio das
autoridades competentes.
-2.3.OUTIDOORS) 7ão formados por
pain/is de madeiras e estruturamento
metálico e fi*ado no solo. Ea parte superior
e*iste um cabo de aço $uia que tem a
finalidade de fi*ação do cinto de se$urança&
/ um recurso utilizado para fi*ação de
cartazes H pain/is.
-2.A. TRABA=CO: 2ara trabal'os com
outdoors os empre$ados deverão ser
qualificados e com e*peri%ncia& sendo
supervisionado por pessoal 'abilitado.
Os e*ecutantes que irão e*ecutar as
instalações dos pain/is nos out)doors
devem estar aptos pelo serviço m/dico para
trabal'os em altura.
-2.D. <ONTA@E<)
• ,solar e sinalizar adequadamente a área
de instalação dos pain/is.
• -ealizar inspeção pr/via nas estruturas&
ferramentas e equipamentos& etc.
• Os e*ecutantes devem colocar escada
de madeira ou fibra& amarrá)las e que.
proporcione altura adequada para a
instalação.
• 2ara andar na estrutura do painel deve
apenas andar sobre a vi$a de madeira
localizada atrás do painel.
#o iniciar a fi*ação do painel os e*ecutantes
devem estar com o cinto de
se$urança pára)quedista e com dois
talabartes com objetivo de não ficar
solto quando estiver se movimentando
sobre a vi$a fi*ada atrás do painel.
• 7ubir os pain/is com mais de uma
pessoa& sendo que duas fiquem em piso
firme& no solo& para au*iliar o e*ecutante
que está sobre a escada fi*ada na
estrutura .
• .*ecutante que estiver sobre a escada
que esta fi*ada no painel deve travar o
seu cinto de se$urança no cabo de aço
fi*ado na parte superior do painel.
• #o encerrar o trabal'o& os e*ecutantes
devem remover todos os materiais
utilizados nessa atividade& o responsável
pela e*ecução tem a obri$ação de
realizar inspeção pr/via com objetivo de
não dei*ar materiais sobre a estrutura
do painel evitando queda de material e
ferramentas.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: .1 mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
<=.#. DISPOSITIVOS E PROTEÇÕES9
Os pain/is devem ser encai*ados e
travados por dispositivos que forneça
se$urança ao usuário evitando quedas.
-2.F. ACESSO AO OUTIDOOR)
• Ktilizar escadas de madeira ou fibra em
boas condições.
• #p5s fi*ar a escada para se ter o acesso
ao painel& o e*ecutante deve estar
com o cin*& d s/("an$a c&. G2
*a+aba"*s.
• #ntes de amarrar a escada outros
e*ecutantes devem se$urar a escada
para que
e*ecutante que irá trabal'ar sobre a
escada possa subir e amarrá)la.
• =uando o e*ecutante c'e$ar no topo da
escada que está fi*ada no painel do out)
door ele deve travar o seu cinto de se$urança sobre o cabo de aço fi*ado acima
do painel.
<=.<>. DISPOSIÇÕES GERAIS
• F proibido trabal'os nos outdoors
durante c'uvas ou vento forte.
• # estrutura do outdoor deve estar
sempre em boas condições para fi*ação
!e pain/is.
• F proibido improvisar escadas ou outros
materiais que possam colocar as
atividades em risco.
• .m todo processo da atividade os
e*ecutantes devem estar utilizando
capacete& 5culos de se$urança& calçado
de se$urança com biqueira de aço&
luvas de raspa e cinto de se$urança
com " talabartes.
• Ktilizar veículos adequados para
transporte dos pain/is.
-,: INSTRUÇ;ES BÁSICAS PARA
?UNDAÇ;ES
-,.-.OB>ETIVO)
!inamizar o acompan'amento preventivo
do processo de fundação de obra civil e
industrial& conforme suas capacidades
determinadas pelos projetos& avançando as
profundidades previstas.
-,.2.AP=ICAÇÃO)
6'ama)se fundação a parte de uma
estrutura que transmite ao terreno
subjacente
3abai*o4 a car$a da construção ou& ainda& o
plano sobre o qual assentam os alicerces de
uma construção.
-,.,.PRINCIPAIS TIPOS DE ?UNDAÇÃO)
• Fundação direta 3sapatas& blocos ou
radier4.
• Fundação por .stacasO
• Fundação .special ou 8ista.
-,.4.SERVIÇOS DE SONDA@E<)
# escol'a do tipo de Fundação / feita em
função da resist%ncia do terreno e das
car$as que eles vão suportar.
# resist%ncia / normalmente determinada
pela sonda$em da área onde se vai
construir e pelas car$as a serem suportadas
pelo cálculo da estrutura projetada por
profissionais competentes.
Os serviços de sonda$em tamb/m au*iliam
na verificação das interfer%ncias que por
ventura possam e*istir& principalmente em
pr/dios anti$os.
-,.3.AP=ICAÇÃO DOS RECURSOS)
Os recursos mais utilizados em
estaqueamento nas fundações das
construções industriais e civis são:
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: .# mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
• s*acas sca#adas d /"and
diV.*"&M
• !a"ds dia9"a/.a s*acas ba""*M
• s*acas 2é+ic c&n*Nn(aM
• s*acas *i!& 9"anWiM
• s*acas *(b(+a"s .*á+icasM
• s*acas "ai1M
• *i"an*sM
• O* /"&(*in/.
-,.A.REA=IHAÇÃO DOS TRABA=COS)
• ,solar e sinalizar adequadamente a área
dos serviços de fundação
• Os componentes dos Jate)estacas e
outros utilizados em fundação devem
ser
inspecionados antes e durante a e*ecução
dos serviços por profissionais 'abilitados e
envolvidos nas atividades.
A ins*a+a$%&L 9(nci&na.n*& &
ds+&ca.n*& d&s '(i!a.n*&s d
9(nda$%& &9"c. "isc&s !&*nciaisL
!&"*an*& a+é. das !"ca($7s na*("ais
d#Is)
• 8anter vi$ilUncia constante da
movimentação da terra dos locais onde
estivarem sendo e*ecutado os serviços
de Fundação.
• -ealizar serviços em períodos noturnos
somente se tiver iluminação adequada.
• -ealizar os serviços de Fundação a c/u
aberto somente se as condições
atmosf/ricas forem satisfat5rias
• -ealizar os serviços de Fundação
somente ap5s avaliação criteriosa da
ine*ist%ncia de possíveis interfer%ncias&
principalmente as a/reas e
subterrUneas.
• -ealizar aterramento dos equipamentos
e máquinas da Fundação ap5s consulta
com pessoal especializado.
• -ealizar os serviços somente se os
equipamentos e máquinas de Fundação
estiverem em locais de plataformas
resistentes& perfeitamente nivelados e
contraventos com cabos eHou estruturas
rí$idas provis5rias.
• -ealizar reparo ou manutenção em
máquinas ou equipamentos somente
quando estiverem fora de operação.
• !escer todos os materiais içados
quando não estiverem em operação ou
em finais de e*pediente de trabal'o.
• 8anter no local somente as pessoas
necessárias para as operações& não
permitindo e*posições desnecessárias
de outros as atividades operacionais.
• ,nstalar e c'ecar os dispositivos trava)
quedas das torres e escadas de acesso
dos equipamentos e locais a serem
realizados os serviços de fundação.
• .laborar a Fic'a de 7e$urança para
prevenção de queda.
• .laborar a #utorização para .*ecução
de 7erviços e Fic'a de #nálise de
-iscos& quando tratar)se de empresa
contratada.
-,.D.RESPONSABI=IDADES)
• 6abe aos responsáveis quando na
elaboração dos 2rojetos de fundação
planejar:
• # t/cnica necessária dos serviços de
sonda$ens dos locais da obra.
• O tipo de fundação mais adequado.
• Os recursos operacionais e preventivos
necessários.
• O cumprimento das le$islações
específicas 3E-HEJ-4 e procedimentos
específicos de prevenção de quedas.
• 6abe aos coordenadores dos serviços
de fundação cumprir e fazer cumprir
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: .- mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
todos os itens constantes nas instruções
básicas de se$urança.
-,.E.PESSOA=)
1odo empre$ado envolvido nos serviços de
fundação deve se$uir as orientações e estar
devidamente equipado com os se$uintes
.2,+s:
6apacete de se$urança com ju$ular presa
ao quei*o.
7apatoHbotina de se$urança em couro& com
biqueira de aço.
^culos de se$urança com lentes resistentes
a impactos.
2rotetor auricular adequado ? atividade
e*ecutada.
Kniforme de uso profissional: calça e camisa
de brim.
Jota de 2N6 cano lon$o com biqueira de
aço& para serviços quando em locais
9midos.
(uvas de lona ou raspa.
6into de se$urança tipo pára)quedista com
dois talabartes para toda atividade realizada
acima de dois metros de altura.
2ossuir treinamento formalizado ministrado
por instrutor con'ecedor das atividades de
fundação
2ossuir identificação e 'abilitação para os
serviços que envolvam máquinas e
equipamentos utilizados em fundação
2ossuir atestado de sa9de ocupacional que
comprove a sua aptidão clínica para os
serviços realizados em altura& veículos
industriais& locais peri$osos eHou confinados.
2.F.DISPOSIÇ;ES @ERAIS)
• #s estruturas dos equipamentos de
fundação e outros necessários deverão
estar em bom estado de conservação.
1. Os cabos de aço utilizados não
deverão apresentar pontos de
rompimento
3desfiados ou es$arçados4.
. #s en$rena$ens& polias e
correias deverão estar
devidamente prote$idas.
-. 1odos os $anc'os deverão
possuir travas.
:. Os $rampos deverão ser
adequados a cada operação& não
sendo permitido improvisações.
>. #s máquinas& equipamentos e
locais deverão possuir os
recursos de combate á
inc%ndios.
A. Os postos de trabal'o dos
empre$ados deverão possuir as
condições er$onamicas
adequadas.
). Os produtos químicos utilizados
deverão serHestar armazenados
em recipientes ou containeres
adequados.
+. 1amb/m deverão ser aplicadas
as instruções específicas para
todos os serviços e
equipamentos utilizados nos
locais de fundações& como: retro
escavadeira& camin'ão&
en*adão& en*ada& máquina de
solda& compressor& etc.
-4. INSTRUÇ;ES BÁSICAS PARA
TRABA=COS E< =A>ES E PISOS
SUPERIORES)
-4.-.OB>ETIVO)
2ropor medidas e ações a serem tomadas
por responsáveis e empre$ados envolvidos
nas atividades em lajes e pisos superiores&
$arantindo um trabal'o se$uro e produtivo.
-4.2. DE?INIÇÃO
#tividades $erais que envolvam trabal'os
em pisos superiores e que necessitam de
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: .. mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
medidas de se$urança para evitar quedas
de pessoas e materiais envolvidos.
-4.,.AP=ICAÇÃO)
Ktilizado para serviços de obras&
demolições& manutenções& remoções& etc.
-4.4. RESPONSABI=IDADE)
6abe a todos empre$ados e contratados
envolvidos em serviços em pisos superiores&
cumprir e fazer cumprir todos os itens
constantes nesta instrução básica. O
descumprimento de qualquer item /
considerado falta $rave& sujeita as medidas
administrativas e disciplinares internas
cabíveis& al/m do enquadramento le$al a
crit/rio das autoridades competentes.
-4.3.TRABA=CO SOBRE =A>ES E PISOS
SUPERIORES)
1rabal'os que envolvem diversos riscos na
retiradas de equipamentos& demolição&
queda de materiais& queda de pessoas&
manutenção em elevadores& etc.
-4.A. TRABA=CO:
2ara trabal'os em piso elevados e lajes os
empre$ados deverão ser qualificados e com
e*peri%ncia& sendo supervisionado por
pessoal 'abilitado.
-4.D. EQECUÇÃO)
• ,solar e sinalizar adequadamente a área
de trabal'o.
• W proibido e*ecutar atividades quando
tiver pessoas no piso inferior e o
colocá)las em riscos.
• .m todo período da e*ecução os locais
que ten'am pisos com buracos&
7ali%ncias& pisos vazados& poços de
elevadores& são obri$ados ? colocação de
proteção e sinalização o local advertindo
o risco.
• 2rovidenciar iluminação nos locais que
não ten'am iluminação ou que
estas estejam precárias.
<?.#.DISPOSITIVOS PROTEÇÕES9

-4.F.S/("an$a . !a#i.n*a$7s) F proibido a presença de pessoas nos
pavimentos cuja estabilidade fique
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: .' mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
ameaçada durante a obra& manutenção ou
demolição.
-ealizar o fec'amento apropriado de
quaisquer aberturas no piso dos andares
que estejam sendo demolidos& a menos que
sejam necessárias para a passa$em de
materiais 3fi$ura acima4.
=uando não possível mant%)las fec'adas&
as aberturas devem ser prote$idas com
$uarda)corpos 3fi$ura acima4.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: .* mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
A obrigat;ria a instalaç&o de tapumes sempre /ue se e3e1utarem ati%idades
1om ris1o de /uedas( impedindo o a1esso de pessoas estranhas no ser%iço.
@s tapumes de%em ser solidamente 1onstruEdos e
=i3ados ( 1om altura mEnima de #(#! m em relaç&o ao nE%el do terreno.
N( 4%+5(1)( 4' %$83,@' 6%,(+ 5(,@(+ , '+
81(7(,@(4'1%+ 38*,*A(1.' B%11(/%$8(+ (4%23(4(+,
$.' 4%0%$4' B*5(1 61C&*/' (' 7%*1(, 4' ,'5(,, +%
61'8%)%$4' 5'/ )3(14(- 5'16'.
Segurança e Higiene do Trabalho.

?c2a" *&d&s &s +&cais '( s*i#". c&. !is& #a1ad&L &s +&cais a d s" b. 9c2ad&s
c&. *+as d !"&*$%&L c&"dasL is&+a.n*& d á"aL a#is&s d s/("an$aL *c.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: .) mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.

P&"*as d +#ad&"s &(*"as +&ca+i1adas . !is&s s(!"i&"s *6. a ncssidad d *"
(. 9c2a.n*& c&. /(a"da c&"!& d .*a+ .adi"a &( *+as d a$&
Os *"aba+2&s . nN#is s(!"i&"s s. !"&*$%& nas 0*".idads '( !&ssa.
!"&#&ca" '(dasL d# s*a" *&*a+.n* 9c2ad& c&. *+as .*á+icas d ac&"d& 9i/("a
aci.a.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: .+ mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Pisos superiores sem proteç&o( muros(
paredes( e /ue %enha a o9ere1er ris1o a
/uedas o lo1al de%e estar protegido 1om
guarda 1orpo metáli1o ou 1om telas de
proteç&o metáli1a
?ndaimes e plata9ormas suspensas
de%em ser proHetados por pessoas
habilitadas para essa 9inalidade( n&o
impro%isando estas tare9as( a 9igura
ao lado apresenta uma plata9orma
1om guarda 1orpo( roda 5 pF e está
dentro das medidas ade/uadas.
Segurança e Higiene do Trabalho.
-4.-G.DISPOSIÇ;ES @ERAIS)
1odos os trabal'os sobre lajes e pisos
superiores são necessários consultar
pessoas especializadas a fim de orientar e
planejar a e*ecução das atividades&
projetando e determinando as proteções
mais adequadas.
-3 INSTRUÇ;ES BÁSICAS PARA
DE<O=IÇ;ES
-3.-. OB>ETIVO)
2ropor medidas e ações a serem tomadas
por responsáveis e empre$ados envolvidos
nas atividades diversas com trabal'os que
envolvem demolições& $arantindo um
trabal'o se$uro e produtivo.
-3.2.DE?INIÇÃO)
7ão atividades em que os e*ecutantes
trabal'am em derrubar& desmontar& arrancar&
retirar materiais& estruturas& alvenaria&
tel'ados& etc. e que apresenta alto risco de
desabamento& soterramento& queda& c'oque
el/trico& etc.
-3.,.AP=ICAÇÃO)
Ktilizados nos trabal'os em altura& de
construção& manutenção& reparos&
instalações& pintura& demolições&
monta$ens& etc.
-3.4.RESPONSABI=IDADE)
6abe a todos empre$ados envolvidos em
serviços de demolições na I8J e as
empresas contratadas& cumprir e fazer
cumprir todos os itens constantes nesta
instrução básica. O descumprimento de
qualquer item / considerado falta $rave&
sujeita as medidas administrativas e
disciplinares internas cabíveis& al/m do
enquadramento le$al a crit/rio das
autoridades competentes.
-3.3. TRABA=COS DE DE<O=IÇÃO)
#tividades de risco& envolvendo trabal'o em
altura& quedas de materiais& queda de
pessoas& rompimentos de condoeis&
tubulações& vazamento de $ases. .sta
atividade consiste em desmanc'ar a
estrutura e pode ser realizada de diversas
formas& sendo necessárias diversas
atividades com diversas maneiras para
e*ecução& tendo a necessidade de utilizar
escadas& plataformas& andaimes& pranc'as&
tratores& máquinas& etc.
-3.A. TRABA=CO)
2ara trabal'os de demolição os
empre$ados deverão ser qualificados&
treinados& identificados e supervisionados
por pessoal 'abilitado.
-3.D. DE<O=IÇÃO)
#ntes de iniciar a demolição& devem ser
removidos os vidros& ripados& estuques e
outros elementos frá$eis.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: .4 mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.

2eças frá$eis 3vidros& ripados& estuque&
louças sanitárias seus acess5rios& partes
componentes de sistemas de aquecimento e
seus encanamentos de mais fácil acesso&
instalações de cozin'a e outras servidões
dom/sticas& benfeitorias recuperáveis& etc.4
deverão ser removidas antes do início da
demolição 3fi$ura acima4.
#s remoções destes equipamentos devem
ser antecipadas& por serem reaproveitáveis&
contribuem ? economia da demolição e
aumenta as condições de se$urança dos
funcionários evitando quedas e outros tipos
de acidentes.
-3.E. DISPOSITIVOS DE PROTEÇÃO
E. d.&+i$%& é d 0*".a i.!&"*Vncia #"i9ica" s & '(i!a.n*& s*á di.nsi&nad&
ad'(ada.n* !a"a & s"#i$&.
#s superfícies de trabal'o devem ser suficientemente resistentes em relação ao equipamento a
ser utilizado& para evitar desmoronamento devido ?s vibrações do martelete.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: '! mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Q(and& 0c(*a" s"#i$&s . b&"d& d +aOL (*i+i1a" cin*& d
s/("an$a +i.i*ad&" d s!a$&
Segurança e Higiene do Trabalho.
E. cas& d ".&$%& d n*(+2&s &(*"&s &bO*&sL n(nca "a+i1a" a*"a#és d '(da +i#"L
d# ins*a+a" dis!&si*i#&s a!"&!"iad&s.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: '1 mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Na d.&+i$%& das !a"ds 0*"nas
d di9Nci&s c&. .ais d *"6s
!a#i.n*&sL !+a*a9&".as d "*n$%&
d n*(+2&sL c&n2cidas *a.bé.
c&.& bandOasL !"cisa. s"
ins*a+adas !a"a #i*a" '( & !Jb+ic&
&s &!"á"i&s '( *"aba+2a. &(
!assa. n&s anda"s in9"i&"s sOa.
a9*adas !+a '(das d .a*"iais
Ca demoliç&o de edi9i1aç7es 1om mais de !#
pa%imentos a partir do nE%el do meioG9io( I
1onstruç&o de galeria sobre o passeio adHa1ente I
obra.
Segurança e Higiene do Trabalho.
-3.F DISPOSIÇ;ES @ERAIS)
• #ntes de iniciar a demolição& o
e*ecutante deve efetuar um
planejamento pr/vio do local& verificando
e desativando as fontes de ener$ia.
• 1odo local de trabal'o deve ser fec'ado
com tapumes e sinalizado de forma que
seja bem visível nos períodos da noite.
• #dentrar na obra somente pessoas
treinadas e envolvidas no trabal'o.
• 1odas as pessoas envolvidas na
demolição são obri$at5rias o uso de
equipamentos de proteção individual.
• =uando envolver operação de
máquinas& os operadores devem estar
devidamente 'abilitados.
-A: INSTRUÇ;ES BÁSICAS PARA
TRABA=COS E< DUTOS VERTICAIS E
CORIHONTAIS
-A.-.OB>ETIVO)
2ropor medidas preventivas e ações a
serem tomadas por responsáveis e
empre$ados envolvidos nas atividades de
instalações& monta$em& manutenção&
pintura e desmonta$em de dutos.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: '# mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
-A.2.DE?INIÇÃO)
7ão tubos instalados em pontos do
ambiente que servem para insuflar& diluir ou
e*aurir os mesmo tornando o ambiente
saudável e se$uro& são compostos por
captores& coletores& e*austores e c'amin/sO
-A.,.AP=ICAÇÃO)
Ktilizado nos ambientes industriais para
torná)los saudável e se$uro.
-A.4.RESPONSABI=IDADE)
6abe aos responsáveis quando da
elaboração dos projetos de instalação de
dutos& lanejarem:
• # t/cnica necessária dos serviços em
instalação& manutenção& pintura e
desmonta$em.
• 1ipo de duto mais adequado.
• Os recursos operacionais e preventivos
necessáriosO
• 6umprimento das le$islações
específicas 3E-HEJ-4 e procedimentos
específicos de prevenção de quedas.
• 6umprir e fazer cumprir todos os itens
constantes nas instruções básicas de
se$urança.
-A.3. TRABA=CO)
Os empre$ados devem ser qualificados e
treinados para e*ecução dos trabal'os.
7ubmeter)se a e*ames m/dicos específicos
para trabal'o em altura.
-A.A. INSTA=AÇÃOL <ONTA@E<L
<ANUTENÇÃOL PINTURA E
DES<ONTA@E<)
• ,solar e sinalizar a área de trabal'o.
• 2rovidenciar: passarelas confeccionadas
com tábuas escadas& andaimes&
plataformas elevat5rias para atin$ir o
ponto necessário.
• ,çar peças usando $uindaste& monovia
ou tal'as quando necessário.
• .quipamentos de corte e solda antes de
usá)los.
• Eão dei*ar resto de materiais sobre
tel'ados e estruturas.
• Observar situação climática quando as
atividades forem e*ecutadas em
tel'ados ou estruturas a c/u aberto.
• Ksar Qtravamento de cabo de aço <HCR
com tr%s clipes& quando o duto
ultrapassar o tel'ado.
• #utorização para .*ecução de 7erviços.
• Fic'a de #nálise de riscos quando se
tratar de empresas contratadas.
• 6ertificar se os dutos estão aquecidos e
fora de operação.
-A.D. DISPOSITIVOS E PROTEÇÃO)
Os dutos deverão ser encai*ados e
apertados por meio de parafusos ou
soldados.
!everão ser fi*ados e contraventos& fi*ação
'orizontal& cavalete para car$as verticais
conforme necessidade.
-A.E.PESSOA=)
1odo empre$ado envolvido nos serviços de
instalação& monta$em& manutenção& pintura
e desmonta$em de dutos& devem:
U*i+i1a" &s s/(in*s EPIRs)
• 6apacete de se$urança com ju$ular
preso ao quei*o.
• 7apato ou botina de se$urança em
couro& com biqueira de aço.
• 2rotetor auricular adequado ? atividade
e*ecutada.
• Kniforme de uso profissional: calça e
camisa de brim.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: '- mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
• 6into de se$urança tipo pára)quedista
com dois talabartes para toda atividade
realizada acima de dois metros de altura
e dispositivo trava)quedas.
• 1ravamento de todas as fontes de
ener$ia e cadeado de se$urança com
identificação.
-A.F.DISPOSIÇ;ES @ERAIS)
• 2roibido trabal'o de instalação&
monta$em& manutenção e
desmonta$em de dutos sobre estruturas
a c/u aberto ou tel'ado durante c'uva e
vento forte.
• 2roibida a movimentação de materiais e
pessoas sobre a plataforma de trabal'o.
• Os serviços no interior dos dutos devem)
se obri$atoriamente atender todos os
itens constantes do 2rocedimento para
1rabal'o em Zreas 2eri$osas e
6onfinadas G I8J.
COMPLEXO DE SÃO CAETANO DO SUL
D(8(9 " " O.S.9
D%+51*-.' 4' S%10*-' ( +%1 E&%538(4'
L'5(,*A(-.' 4' S%10*-'
P1D4*' E L'5(,9
V.' E C',3$(9
MF23*$(+, E23*6(/%$8'+, M(8%1*(*+ % F%11(/%$8(+ U8*,*A(4'+.
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: '. mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
E23*6(/%$8'+ 4% P1'8%-.' C',%8*0(9
O +%10*-' ( +%1 %&%538(4' %$0',0% (8*0*4(4% %/9
E+6(-' C'$B*$(4' T1(7(,@' %/ A,831( C'18% % S',4(
C(+' 6'+*8*0', 61%%$5@%1 (4*5*'$(,/%$8% ' C(18.' E C@%5G-L*+8 %+6%5HB*5' 6(1( 5(4( (8*0*4(4% % +',*5*8(1 5(+'
$%5%++F1*', ( 61%+%$-( 4' B'/7%*1' 6(1( ,*7%1(-.' 4' +%10*-' % 4' TD5$*5' 4% S%)31($-( 6(1( (5'/6($@(/%$8'.
F'$8% 4% E$%1)*( ( +%1 D%+,*)(4( % T1(0(4(
E,D81*5( V(6'1 GF+ A1 C'/61*/*4' H*41F3,*5(
P1'438' Q3H/*5' E$%1)*( P'8%$5*(, E$%1)*( TD1/*5(
E/61%)(4' 4( GMB @(7*,*8(4'
6(1( 8(, 4%+,*)(/%$8'9
R%)*+81'9
D*(1*(/%$8% '+ %/61%)(4'+ +.'
'1*%$8(4'+ 6'19
D%5,(1' 8%1 1%5%7*4' *$B'1/(-I%+ % '1*%$8(-I%+ '6%1(5*'$(*+ % 4%
+%)31($-(. C'/61'/%8'-/% ( 53/61*1 (+ /%4*4(+ 61%0%$8*0(+
4%8%1/*$(4(+.
LIDERANÇA
TÉCNICO
SEGURANÇA
NOME
REGISTRO
ASSINATURA
DATA VISTO
DATA
VISTO
L*4%1($-(9 A++.9
TD5$*5' S%)31($-(9 A++.9
T%,%B'$%+ J8%*+
S%)31($-(9 "KKK B'/7%*1'9 "K:" P1'8%-.' P(81*/'$*(,9 "K:" E/%1)L$5*(9 "===
V%1+' 4( A$F,*+% 4% R*+5' 9
ETAPAS DO TRABALHO RISCO POTENCIAL MEDIDAS PREVENTIVAS
<
=
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: '' mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
M
?

K
"
#
Q3%4( C@'23% E,D81*5' Q3%*/(431( C'18% E C'$83+.' E E$8'1+%
R3H4' P1'N%-.' 4%
F()3,@(+
A+B*&*( E AB')(/%$8' I$8'&*5(-.' 6'1 B3/'+
/%8F,*5'+
A81'6%,(/%$8' E+B'1-' FH+*5' A$*/(*+ P%-'$@%$8'+ R(4*(-.' E E&6,'+.'
P1%$+(/%$8' P1*$5H6*' I$5L$4*' B(8*4( 6'1 E 5'$81( D%+/'1'$(/%$8' E
S'8%11(/%$8'
!.6(#-#LMO !. -.6.J,8.E1O
!eclaro para os devidos fins de direito que recebi da I.E.-#( 8O1O-7 !O
J-#7,(& treianamento especifíco de 2-.N.ELMO 6OE1-# =K.!#7& emitido
em bbbHbbbHbbb e um e*emplar do P"&cdi.n*& !a"a XP"#n$%& C&n*"a
Q(dasY& com as re$ras de se$urança relativas uso obri$at5rio do cinto de
se$urança & trabal'os em andaimes& plataformas& escavações& uso de escadas&
trabal'os em plataformas& escavações e outros de acordo conte9do do
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: '* mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+
Segurança e Higiene do Trabalho.
2rocedimento de 2revenção 6ontra =uedas& as quais me comprometo a cumprir
em todos os detal'es no e*ercício de min'as atividades profissionais.
ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZL ZZZZZZ 4 ZZZZZZZ4 2GGE
NO<E ) ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ
RE@ISTRO) ZZZZZZZZZZZZZZZZZZ DEPTO.) ZZZZZZZZZZZZZ
ASSINATURA) ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ
BIBLIOGRAFIA9
S%)31($-( % M%4*5*$( 4' T1(7(,@' O P'18(1*( M=<? O N1<#
A S%)31($-( $( O71( PM($3(, TD5$*5' 4% S%)31($-( 4' T1(7(,@'
%/ E4*B*5(-I%+ P1%4*(*+Q O E4*8'1( R*' 4% R($%*1' O E4*+'$ 4( S*,0(
R'3++,%8 % CD+(1 F(,5.'
Propriedade da General Motors do Brasil Ltda. Departamento de Segurança e Higiene do Trabalho
Página: ') mitido em !1"1!"#!!! Pen$ltima re%is&o em !#"!'"#!!'( !)"!1"#!!*(
1'"!+"#!!+.
,e%isado em 1-"!-"#!!+ 1!"!."!+