You are on page 1of 4

1

SERVIÇO DE URGÊNCIA Comunicação Normativa 01.2003


HOSPITAL GERAL DE
SANTO ANTÓNIO Data: Abril 2003
Assunto: Circuito de gestão (encaminhamento) de doentes
Director do no Serviço de Urgência – actualização das normas em
Serviço de Urgência
vigor
Dr. Humberto Machado Destinatários
Chefes Equipa de Urgência e Adjuntos
Chefes de Equipa
Responsáveis das áreas Médica e Cirúrgica no SU
Dr. Manuel Teixeira Enfermeira Chefe do SU
Dr. Carlos Nogueira Para conhecimento
Dr. António Freitas
Dr. Gomes da Silva
Directores de Departamento e Serviços assistenciais
Dr. Strech Ribeiro
Dr. Manuel Seca
Dr. Nelson Rocha
Existindo necessidade de sistematizar definições e circuitos no SU,
Dr. Seabra Lopes
e ouvidas as Chefias de Equipa do SU, enumeram-se seguidamente
Enfermeira Chefe alguns aspectos considerados pertinentes:

Enf. Marques Teixeira 1. Após a triagem de prioridades, e salvo as situações que exigem
observação específica óbvia diversa (hipóteses de
encaminhamento inicial já previstas no BI do SU, por exemplo
Sala de Emergência ou Especialidades com observação de
doentes nos respectivos Serviços), todos os doentes são
encaminhados para uma das seguintes áreas de observação
genéricas: Área Médica, Área Cirúrgica, Ortopedia ou Clínica
Geral.

2. Cria-se a SRE/SO (Sala de Recepção de Exames/SO) que é


uma área polivalente, ou seja médico-cirúrgico, sem
internamento, localizada na área central do Serviço de
Urgência, para a estadia de doentes acamados ou não (maca ou
cadeira de rodas, conforme indicado) que aguardam 2ª
observação médica ou exames complementares de diagnóstico,
durante um período máximo de 8 horas.

3. Em cada área, existe uma observação médica inicial de todos os


doentes antes do seu eventual encaminhamento para a Sala de
Recepção de Exames/SO.

4. Sempre que possível, a todos os doentes (acamados ou não),


todas as colheitas de amostras clínicas para exames
complementares e, desde de que hajam condições logísticas,
outros exames, devem ser realizados na SRE/SO.

5. É condição obrigatória para a entrada de doente na SRE a


existência de identificação nominal, por escrito no BI, do
médico responsável pelo doente.

Hospital Geral de Santo António – Serviço de Urgência


Largo Professor Abel Salazar 4009-001 PORTO
Tel. 222077500 Fax 223326492
2

SERVIÇO DE URGÊNCIA 6. Será este o médico responsável pela terapêutica, contacto com
os intervenientes para eventuais segundas observações
HOSPITAL GERAL DE subsequentes e posterior encaminhamento.
SANTO ANTÓNIO

7. Cada doente terá um enfermeiro responsável pelo seu


Director do acompanhamento, que será o interlocutor junto do médico.
Serviço de Urgência

Dr. Humberto Machado


8. Os médicos, das várias especialidades, envolvidos na
assistência destes doentes (os que eventualmente forem
Chefes de Equipa solicitados pelo médico responsável para efectuar observação
específica subsequente) devem deslocar-se à SRE/SO.
Dr. Manuel Teixeira
Dr. Carlos Nogueira
Dr. António Freitas
9. São critérios de exclusão de acesso e permanência na SRE:
Dr. Gomes da Silva
Dr. Strech Ribeiro a. Casos sem identificação clara do médico responsável
Dr. Manuel Seca
Dr. Nelson Rocha
Dr. Seabra Lopes b. Doentes com Processo/tabela aberta – excepção feita a
doentes cirúrgicos aguardando oportunidade para
Enfermeira Chefe subirem para o bloco operatório
Enf. Marques Teixeira
10. Após o tempo mencionado no Nº 2 os doentes devem ser
encaminhados para um Serviço de Internamento, qualquer ele
que seja (enfermaria, intermédio ou intensivo), ou ter alta.

11. Dada a exiguidade do nº de macas presentemente disponíveis


na SRE, mantém-se a observação de doentes do foro
Neurocirúrgico/TCE em local próprio (já existente).

12. A UCIU (Unidade de Cuidados Intermédios da Urgência) é


uma área do Serviço de Urgência com características de
internamento de nível de cuidados intermédios e polivalente no
âmbito dos doentes internados.

13. Inicialmente a Sala de Recepção de Exames será aberta com


uma lotação máxima de 8 doentes.

14. Sobe nenhuma circunstância haverá lugar a ultrapassar


este limite de lotação.

15. Estando já acordado o tipo de acompanhamento e registos


quanto ao movimento da Sala de Recepção de Exames,
posteriormente e de acordo com os respectivos resultados será
equacionada a hipótese de alargar a lotação. Anexa-se folha de
registo específica a ser preenchida pelo pessoal de Enfermagem
e arquivada na SRE.

Hospital Geral de Santo António – Serviço de Urgência


Largo Professor Abel Salazar 4009-001 PORTO
Tel. 222077500 Fax 223326492
3

SERVIÇO DE URGÊNCIA O circuito dos doentes no Serviço de Urgência passará então a


ser o seguinte (as cores referem-se às prioridades do sistema de
HOSPITAL GERAL DE triagem de prioridades de Manchester, em vigor):
SANTO ANTÓNIO

EMERGÊNCIA
Director do
Serviço de Urgência A. Doente emergente (cor vermelha) é observado na Sala de
Dr. Humberto Machado
Emergência, bem como serão efectuados os procedimentos
considerados relevantes (salvo as excepções já previstas e
Chefes de Equipa acordadas).

Dr. Manuel Teixeira ÁREA MÉDICA


Dr. Carlos Nogueira
Dr. António Freitas
Dr. Gomes da Silva B. Doente muito urgente (cor laranja) da área médica, é observado
Dr. Strech Ribeiro pelo médico e serão efectuados procedimentos de enfermagem
Dr. Manuel Seca na sala de trabalho da área médica (sala laranja), no caso de
Dr. Nelson Rocha
Dr. Seabra Lopes existir indicação para permanência na Sala SRE, deverá
proceder-se de acordo.
Enfermeira Chefe
C. Doente urgente (cor amarela) da área médica, em maca, é
Enf. Marques Teixeira
observado pelo médico no gabinete (Nº 1, 2, 3 ou 4) e serão
efectuados procedimentos de enfermagem na SRE/SO, isto no
caso de existir indicação para permanência na Sala SRE.

D. Doente urgente (cor amarela) em cadeira de rodas, é


observado pelo médico no gabinete (Nº 1, 2, 3 ou 4) e serão
efectuados procedimentos de enfermagem na SRE/SO, isto no
caso de existir indicação para permanência na Sala SRE.

E. Doente urgente (cor amarela) que deambula pelos seus meios,


é observado pelo médico no gabinete (Nº 1, 2, 3 ou 4) e serão
efectuados procedimentos de enfermagem na SRE/SO (existe
espaço e cadeirão para colheita de sangue, etc….à entrada da
SRE). Os doentes devem aguardar na sala de espera da área
médica.

F. Inaloterapia: mantém-se a articulação com a área médica,


SRE/SO e UCIU.

Hospital Geral de Santo António – Serviço de Urgência


Largo Professor Abel Salazar 4009-001 PORTO
Tel. 222077500 Fax 223326492
4

SERVIÇO DE URGÊNCIA
ÁREA CIRÚRGICA

HOSPITAL GERAL DE G. Doente da área cirúrgica (qualquer prioridade excepto


SANTO ANTÓNIO emergente – cor vermelha) sem trauma e sem necessidade de
pequena cirurgia, é observado pelo médico. preferencialmente
Director do nos Gabinetes de Observação da área Cirúrgica em vez da Sala
Serviço de Urgência de Trauma/Pequena Cirurgia. Os procedimentos de
enfermagem serão efectuados na Pequena Cirurgia ou na
Dr. Humberto Machado SRE/SO, isto no caso de existir indicação para permanência na
Chefes de Equipa
Sala SRE.

Dr. Manuel Teixeira H. Doente para pequena cirurgia, é observado pelo médico e
Dr. Carlos Nogueira serão efectuados procedimentos de enfermagem na Sala de
Dr. António Freitas
Trauma/Pequena Cirurgia, se necessário será encaminhado
Dr. Gomes da Silva
Dr. Strech Ribeiro posteriormente para a SRE/SO.
Dr. Manuel Seca
Dr. Nelson Rocha I. Doente traumatizado (qualquer prioridade excepto emergente
Dr. Seabra Lopes
– cor vermelha) é observado pelo médico e serão efectuados
Enfermeira Chefe procedimentos de enfermagem na Sala de Trauma/Pequena
Cirurgia, se necessário encaminhado posteriormente para a Sala
Enf. Marques Teixeira SRE/SO.

ORTOPEDIA

J. Os doentes do foro ortopédico são observados pelo médico e


serão realizados procedimentos na Sala de Ortopedia,
mantendo-se o circuito habitual (aguarda cirurgia no Serviço de
Ortopedia).

CLÍNICA GERAL

K. Os doentes de prioridades pouco urgente e não urgente (cor


verde e azul, respectivamente) serão observados nos gabinetes
Nº1, 2 e 3 no corredor esquerdo do SU e os procedimentos de
enfermagem serão realizados no ponto de Enfermagem junto ao
Gabinete da Psiquiatria.

L. Se necessário, a Clínica Geral poderá observar doentes


classificados como urgentes (prioridade amarela) sendo os
procedimentos de Enfermagem realizados nos moldes descritos
no ponto anterior.

Porto, 30/04/2003

Humberto Machado António Marques


Director do Serviço de Urgência Adjunto do Director Clínico
Hospital Geral de Santo António – Serviço de Urgência
Largo Professor Abel Salazar 4009-001 PORTO
Tel. 222077500 Fax 223326492