You are on page 1of 9

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA

DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO

ANTONI GAUDÍ

Boa Vista, RR
2014

Claudia 2 .ª Msc. de e e de Prof.SANDRO DA SILVA ARAUJO ANTONI GAUDÍ Trabalho apresentado na disciplina Teoria e História da Arquitetura Urbanismo IV do Curso de Arquitetura Urbanismo. da Universidade Federal Roraima.

marcando presença em suas ruas que receberam nomes de arquitetos. O contexto A obra de Gaudí está impregnada pelo marcante desenvolvimento que acontecia na região de Barcelona. Ainda criança e. Puig Cadafalch e vários outros. Só acabou o curso oito anos mais tarde. vivenciou o ambiente da reforma urbana comandada por Ildefons Cerdà. em 10 de Junho de 1926. em 25 de Junho de 1852. sendo também a cidade a mais moderna de Espanha. consolidado na segunda metade do Século XIX. que ostentam riqueza e ousadia de conceitos. Catalunha. depois.19 e princípios do séc. pintores. como Muntaner. Mostrou desde cedo interesse pela arquitetura. cujos resultados são significativos até os dias atuais e visíveis na quantidade e qualidade dos edifícios.ANTONI GAUDÍ Arquiteto espanhol de finais do séc. repercute até hoje. Em virtude desse processo de industrialização intensiva e consequente enriquecimento. Nasceu em Reus. assistiuse à elevação dessa cidade à condição de um importante polo econômico e cultural da Europa. era filho de um ferreiro que iria viver com ele no fim da vida acompanhado de uma sobrinha. músicos. De origens humildes. Gaudí nasceu numa localidade costeira da Catalunha. uma das primeiras a adotar os novos paradigmas que definiram a ‘Revolução Industrial’. Esse fato. 3 . refletindo também através de uma significativa produção cultural. então o centro político e intelectual da Catalunha. poetas e filósofos importantes para a região. tendo os estudos sido interrompidos pelo serviço militar e outras atividades intermitentes. como estudante de Arquitetura. 20. nunca tendo casado. tendo ido estudar em 1869 para Barcelona. Espanha. morreu em Barcelona. É nesse cenário fértil que floresceram as obras de Gaudí e seus contemporâneos. aliás.

como Gaudí afirmava. e a Casa Milá (1905- 4 . mas desenvolveu rapidamente uma maneira de compor por meio de justaposições de massas geométricas. que marcaram a arquitetura européia e mundial. de 1878-80. que já era evidente nos seus projetos escolares. assim como a Propriedade e o Palácio de Güell. e na Casa de los Botines em Leão. painéis cerâmicos de cores vivas. e estruturas de metal utilizando motivos florais ou répteis. sobretudo a fachada. é Mourisco . de 1900 a 1914. criou as condições para que fosse realizada a maior parte de suas obras. até aí nunca usadas. em 1878. como a mistura especial da arte muçulmana com a cristã é conhecida em Espanha. Mas após 1902 os seus projetos deixam de poder ser atribuídos a um estilo arquitetônico convencional.ou. 1915). os edifícios de Gaudí transformaram-se em representações da sua estrutura e dos materiais que os constituem. começou a projetar de acordo com um estilo Vitoriano bastante florido. o barroco na Casa Calvet em Barcelona (1898-1904). Na sua Vila Bell Esguard. Todas as obras.c. de finais dos anos 80 do século XIX. chegou a um tipo de estrutura que veio ser chamada equilibrada isto é. mecenas que por sua sensibilidade e abertura para aceitar soluções inovadoras e a antecipação do futuro. Mais tarde. Os exemplos de seu estilo Mudéjar são a Casa Vicens. de 1904-06. a sul daquela cidade. O efeito geral. exatamente como uma árvore se ergue. embora os detalhes não o sejam. obra realizada entre 1887 e 1893. uma renovação que incorporou novos elementos equilibrados. Gaudí experimentou as possibilidades dinâmicas de vários estilos arquitetônicos: o gótico no Palácio Episcopal de Astorga.O Conde Eusebi Güell. de 1900-02. e El Capricho construída entre 1883 e 1885. e na igreja da Colonia Güell (1898 . e no Parque de Güell. exceto o El Capricho estão localizadas em Barcelona. À exceção de alguns edifícios em que é clara representação simbólica da natureza ou da religião. uma estrutura projetada para se apoiar sobre si própria sem apoios internos ou suportes externos . em Barcelona.ou Mudéjar. Quando saiu da escola provincial de arquitetura de Barcelona. Gaudí aplicou seu sistema equilibrado a dois edifícios de apartamentos de vários andares edificados em Barcelona: a Casa Batlló. construída entre 1892 e 1894. foi de fundamental importância para dar visibilidade ao trabalho de Gaudí. cujas superfícies eram animadas com pedra ou tijolo modelado. O estilo de Gaudí atravessou diversas fases.

mesmo que considerado um pouco excêntrico. Sendo um homem místico e de arraigadas convicções religiosas. um projeto que ocupou Gaudí durante toda a sua carreira. Aos 75 anos. devido à sua imaginação transbordante. Ambos os movimentos procuraram restabelecer um tipo de vida na Catalunha que tinha sido suprimido pelo governo centralista de Madrid. ao longo do século XVIII e XIX. quando o estilo internacional era o estilo arquitetônico dominante. um movimento artístico revivalista das artes e dos ofícios que se combinou com um movimento político de feições nacionalistas que se baseava num fervoroso anti-castelhanismo. tendo morrido dos ferimentos. texturas. Gaudí foi um participante importante na Renascença catalã.10). foi atropelado por um trolley-car. Arquiteto admirado. Tal sentido da unidade total informou também a vida de Gaudí. Contratado para construir a igreja desde 1883. Como era frequente nele. e pela maneira livre e expressiva como estes elementos da sua arte se conjugam. projetou os dois edifícios. Ignorado durante os anos 20 e 30 do século XX. atribuiu às formas curvas da natureza um sentido de divindade. sendo reverenciado tanto por profissionais como pelo público em geral. incluindo a sua fachada. dá à aparência de ser um objeto natural conformando-se completamente com as leis da natureza. e policromia. não viveu para a ver terminada. Ao trabalhar nela tornou-se cada vez mais religioso. como metáforas do carácter montanhoso e marítimo da Catalunha. O paradigma das formas curvas Antoni Gaudí sempre rejeitou a dureza das linhas retas e a rigidez das formas ortogonais. repetindo sempre. tendo mesmo passado a residir nos estaleiros. A avaliação do trabalho arquitetônico de Gaudí é notável pela sua escala de formas. foi redescoberto nos anos 60. A geometria complexa de um edifício de Gaudí coincide com a sua estrutura arquitetônica em que o todo. O símbolo religioso da Renascença em Barcelona era a igreja da Sagrada Família. e após 1910 passou a trabalhar quase exclusivamente na construção da Igreja. tanto nas suas formas com nas superfícies. que a 5 . já que as suas vidas pessoais e profissionais eram indistinguíveis.

construída sobre uma colunata que apóia um reticulado de abóbadas. confere maior liberdade projetual permitindo o uso de painéis de fechamento. constituindo o que se convencionou chamar ‘plantas livres’. para estudar as idéias a serem adotadas. para a contenção das encostas. que muitas vezes se aproxima do onírico.originalidade de sua obra consistia em voltar às origens que. quebrados em pequenos pedaços para permitir as formas curvas suaves. para ele. que até hoje causam tanta surpresa. Como arquiteto Gaudí pode ser considerado sintonizado com seu tempo. Obra de antecipação Atualmente é comum considerar que a conquista de grandes vãos com o uso do concreto ou aço. um espaço público criado como loteamento. provocou reações polêmicas junto à população. O Parque Güell. A intenção inovadora. Sua maior ousadia consistia principalmente na forma ambígua e atrevida de estabelecer um intenso diálogo entre ‘código formal’ e soluções ‘estruturais’. que conseguia fazendo construir modelos ‘polifuniculares’. era a Natureza como criação divina. uma caricatura 6 . entretanto. a coragem de dar asas à imaginação para ‘concretizar o sonho’. Ou seja. que geravam maquetes. por sua vez. com uma segunda função de muro de proteção. está sempre gravada a rígida coerência e o rigor técnico que Gaudí adotou para as soluções estruturais. nem sempre é bem compreendida e aceita. mas capaz de se colocar à frente de seus contemporâneos pelo arrojo das soluções e a ousadia em inovar no uso das técnicas e dos materiais conhecidos. chegando mesmo a ser divulgada numa revista de crítica de costumes. Os arrimos e colunas inclinadas de sustentação construídos em pedra rústica. O sentido de antecipação de sua obra. visível principalmente nas fachadas sinuosas da Casa Milà. onde as residências se localizariam em meio a jardins. Na aparência lúdica. localizados de acordo com as necessidades dos moradores. evidenciam uma solução criativa e de extremo rigor técnico. emoldurado por confortáveis bancos revestidos de azulejos. tem como um dos pontos de maior interesse a praça elevada.

conservador e autor de uma obra monumental que marcou sua época. cuja cobertura de abóbadas foi totalmente resolvida com aplicação do arco hiperbólico. mesmo contrariando sua visão de que não havia projetos pequenos.desse edifício. que inovação e criatividade podiam fazer com que Gaudí negasse. causou um impacto tão forte que nunca chegou a ser construído Respeito aos valores culturais Não se imagine. Do mesmo modo no portão de entrada e muro que cercava a Chácara Miralles. baluarte de resistência contra a tendência de internacionalização do ‘Art Nouveau’. Casa Vicens. despertando até mesmo uma dimensão de designer do mobiliário e dos objetos que iriam compor os ambientes dessas obras. de 1878-80 7 . O hotel que projetou para Nova York. ou mesmo se afastasse dos valores e tradições da cultura catalã. porém. ou indignos de um grande arquiteto. contrastando com as torres colossais do templo que se elevam ao seu lado. projetada em 1909. Uma vida inteiramente dedicada à profissão que escolheu. Principalmente em suas primeiras obras. de tetos muito elaborados. verifica-se o intenso uso de azulejos e gelosias (muxarabis). Sua produção arquitetônica pode ser considerada como um ponto de encontro da cultura de seu povo. como na simplicidade da Escola elementar junto à Sagrada Família. Mais ainda. O que prevalecia sempre era uma intenção subjacente em toda sua vasta produção arquitetônica. Era místico. de varandas e diversos outros elementos presentes nas obras dos quase oito séculos de ocupação árabe da Península Ibérica. que poderia ser considerado como obra menor. bem anterior e mais alto que o ‘Empire State Building’. alegando que isso tornaria impossível seu total envolvimento com a Arquitetura. de expressar beleza e emoção através de um profundo rigor técnico. Gaudí não constituiu família. conquistando o respeito internacional e projetando intensamente os valores culturais de sua terra e de sua gente. mesmo sendo essa influência bem mais sensível na Andaluzia que na Catalunha. Mas há momentos de manifestação de grande força também na pequena escala.

de 1904-06 Sagrada Família 8 .Casa Batlló.

Acesso em 20/05/2014.arqnet. -VITRUVIUS.br/revistas/read/arquitextos/03.com.ARQNET.REFERENCIAS .029/739. http://www. http://www. 9 . Acesso em 25/05/2014.vitruvius.pt/portal/biografias/gaudi.html.

Related Interests