You are on page 1of 6

Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão

Conhecimento na área Aspectos críticos que a Literatura identifica
-Cabe ao Professor Bibliotecário a tarefa de formação dos alunos, como também de apoio informacional ao pessoal docente ,e transformativo. Gerir e disponibilizar recursos de informação, formando para as diversas literacias e para a construção do conhecimento. -Assim cabe ao Professor Bibliotecário as seguintes Competências: -Relacionamento com toda a comunidade educativa; Compreensão do meio profissional; Aplicação do direito à informação, -Gestão de conteúdos e do conhecimento; Identificação e validação de fontes de informação

Biblioteca escolar

Domínio

Pontos fortes
- O professor bibliotecário deverá criar um „espaço democrático‟ onde interajam alunos, professores e informação; espaços formativos e de aprendizagem. -Disponibilizar recursos de informação, formar para as diferentes literacias e transformar a biblioteca escolar num espaço de aprendizagem.

Fraquezas

Oportunidades

Ameaças

Desafios. Acções a implementar
-Planear para o sucesso educativo, Para que a escola tenha o desenvolvimento desejado será necessário facultar recursos que ajudem a integração e dinamização do processo ensino/aprendizagem dos nossos alunos. -Gerir no sentido de optimizar processos que produzam resultados e impacto na qualidade da BE e dos serviços a prestar. -Ser prospectivo, estar atento e ter uma postura de investigação e aprendizagem contínuas.

Competências do professor bibliotecário

-Resistência da comunidade educativa, alguns professores em entender a Biblioteca Escolar como um núcleo ligado ao esforço pedagógico dos professores e não como um apêndice das escolas. Entender que a biblioteca cumpre objectivos semelhantes àqueles em que toda a escola se empenha e que, algum do sucesso, tem a sua participação.

-Um professor bibliotecário capaz de actuar como agente mediador, um profissional consciente de sua função, que saiba manter um bom relacionamento com o corpo docente, que trabalhe com a escola e para a escola.

-Factores internos/ externos, condições físicas e a qualidade da colecção que podem pôr em causa os objectivos a atingir.

Conhecimento na área
-Análise e representação da informação Pesquisa da informação Gestão e enriquecimento da coleção -Organização de espaços e equipamentos Tratamento físico dos documentos

Biblioteca escolar

.

Organização e Gestão da BE

-Colocação de um professor bibliotecário para manter a funcionalidade dos serviços das BEs do 1º Ciclo -Articulação da BE com o Agrupamento de Escolas; manter a integração das BEs no projecto educativo, no Projecto Curricular … -Implementar estratégias de gestão e de adaptação da BE na escola e no desenvolvimento curricular. -Implementar estratégias de gestão de acordo com as necessidades sentidas

-Professor Bibliotecário nas Bibliotecas escolares do 1º ciclo

- Horário de funcionamento insuficiente, devido ao número de alunos e bibliotecas atribuídas.

- Funcionamento dos centros escolares. -Actualização e dinamização do Blogue da BE

-Falta de verba para aquisição de material -Falta de materiais audiovisuais.

-Melhorar a formação para elaborar o relatório de auto avaliação -Adquirir algum material informático, para proporcionar novas aprendizagens.

-Catalogação informática inicializar-se durante este ano

-Falta de material informático para a satisfação dos grupos.

Conhecimento na área
- Material não livro para registar e algum desactualizado - Material livro danificado - Inexistência de boletins informativos.

Biblioteca escolar

Organização da colecção, facultando condições de consulta, tratamento e produção de informação

-Material livro praticamente todo registado e carimbado.

- Organizar um catálogo das bibliotecas escolares do Agrupamento.

-Falta de verba para aquisição de material livro e não livro

- Conseguir assinatura com algumas revistas/boletins mensais

Gestão da Colecção

Disponibilização de um conjunto de recursos de informação, em diferentes ambientes e suportes, adequadas às necessidades dos utilizadores.

A BE como espaço de conhecimento e aprendizagem. Trabalho colaborativo e articulado com Departamentos e -Articulação com os docentes.

- Articulação curricular com os docentes do 1º ciclo e Pré escolar na planificação e desenvolvimento de actividades educativas e de aprendizagem.

- Difusão de material de ápio às actividades das escolas do 1º ciclo e pré escolar

-Alguma dificuldade em articular com algumas escolas do 1º ciclo e Pré escolar

- Encurtar distancias utilizando a internet

- Distância existente entre as bibliotecas e as escolas do primeiro ciclo e Jardins de Infância

-Realizar actividades de promoção da leitura, em algumas escolas mais distantes - Promover o “ Baú itinerante”

professores das actividades de Enriquecimento Curricular na planificação de actividades

Boa articulação com o 1ºciclo e pré-escolar.

Conhecimento na área
-Criar contextos diversificados de leitura e de produção de informação com recursos e suportes tradicionais e ambientes digitais, como recursos de aprendizagem - Incentivar o gosto pela leitura e desenvolver hábitos e competências de leitura “A organização da informação digital para estar pronta a usar no quadro interactivo, a criação de ambientes virtuais de aprendizagem e a ligação ao currículo serão factores críticos de sobrevivência para as BEs” - Integrar ambientes virtuais de aprendizagem e de apoio ao currículo. -Aferir a eficácia dos serviços que prestamos, identificando sucessos e insucessos(que condicionam a qualidade e eficiência) - Número reduzido de livros para o número de alunos bem como de material informático. - Resistência de alguns docentes no uso integral da BE e de actividades de leitura

Biblioteca escolar
- Fazer que a BE tenha uma dinâmica na ausência do Professor bibliotecário. - Fazer com que os docentes reconheçam a BE como um espaço de aprendizagem. - Promover o empréstimo domiciliário - A utilização da plataforma Moodle do agrupamento por professores e alunos.

Formação para a leitura e para as literacias

- Implementar estratégias de promoção à leitura, de forma articulada com os docentes. -Promover actividades no âmbito do PNL

- Motivar/incentivar ao uso sistemático da BE

- Praticas pedagógicas de alguns docentes limitando-se ao currículo.

BE e os novos ambientes digitais

-A plataforma Moodle.do Agrupamento

- Não ter uma disciplina para as bibliotecas na plataforma Moodle

- Facultar ambientes de promoção de aprendizagens e construção do conhecimento.

-Nº reduzido de computadores 1 em cada biblioteca e frequentes problemas nas ligações à Internet. - Inexistência de outro material tecnológico

Gestão de evidências/ avaliação.

-Avaliar as actividades desenvolvidas pela BE com todos os intervenientes

-A dificuldade em registar as boas práticas.

-A formação em auto-avaliação promovida pela RBE.

- Desenvolver sozinha todo o processo em três espaços

- Elaborar instrumentos de registo, para desenvolver a avaliação

Conhecimento na área
-Aferir o impacto que temos nas atitudes, comportamento e competências dos utilizadores.

Biblioteca escolar
Melhorar os instrumentos criados.

Gestão da mudança SÍNTESE
- Para que a escola tenha o desenvolvimento desejado é necessário a utilização de recursos que facilitem a integração e dinamização do processo ensino/aprendizagem e entre os recursos existentes, destaca-se a biblioteca escolar, instrumento indispensável como apoio didáctico pedagógico e cultural, e também elemento de ligação entre professor e aluno na elaboração das leituras e pesquisas.

Factores de sucesso
-Boas instalações; Bons equipamentos e materias -Profissionais conscientes da sua função de educador, com experiência didáctica e criativa, -Articulação com os departamentos do 1ºciclo e da Educação Pre escolar, como com os docentes das actividades de enriquecimento curricular (AECs) . -O Corpo docente considerar a BE como a “alma” da escola.

Obstáculos a vencer

Acções prioritárias

- Três salas do primeiro ciclo onde funciona a BEs, uma delas com dimensões muito reduzidas, atendendo ao número (176 ) alunos existentes na escola, divididos em edifícios separados. - Dificuldades de acesso das outras escolas à biblioteca. - O número de horas semanais, divididas por três BE dificulta o desenvolvimento das diferentes tarefas que são confiadas ao professor bibliotecário; - Resistência do pessoal docente relativamente ao trabalho da BE

-Consciencialização do pessoal docente para a importância do hábito de leitura e da biblioteca; -Investir na formação de utilizadores. -Fazer da BE um espaço de construção de saberes e que existe para se obter informação e conhecimento. -Incrementar acções de incentivo à prática da leitura no 1º ciclo -Investir nos materiais tecnológicos.

MARIA IDALINA VELOSO RIBEIRO