Plano de Estágio

O trabalho inicialmente proposto será o de reestruturação da empresa, com a finalidade de profissionalizar as atividades desenvolvidas e tornar mais organizado o fluxo de informação e a gestão da mesma.

Plano de atividades: O plano inicial consiste em três etapas principais: − Coleta de informações − Departamentalização Estratégica − Plano de Cargos e Salários 1 - COLETA DE INFORMAÇÕES Fase 1 – Coleta de dados: Serão coletados dados que servirão de base ao trabalho, em uma entrevista com o administrador; Fase 2 – Elaboração do questionário: A ser aplicado com todos os colaboradores, com o objetivo de visualizar as atividades desenvolvidas na organização; Fase 3 – Aplicação do questionário: Através de entrevistas individuais os questionários serão aplicados em períodos definidos em conjunto com o administrador; Fase 4 – Observação: As atividades serão observadas e mensuradas; Fase 5 – Tabulação dos dados; Fase 6 – Relatório: A pesquisa servirá de base para as próximas fases, pois gerará as seguintes informações:

− Atividades desenvolvidas na empresa na visão do colaborador − Atividades desenvolvidas na empresa na visão do proprietário − Atribuições atuais de cada colaborador − Áreas específicas − Grupos específicos − Competências de cada área − Competências de cada colaborador 2 – DEPARTAMENTALIZAÇÃO ESTRATÉGICA Será realizada uma divisão e especialização das tarefas dentro da organização, agrupando estas tarefas em áreas específicas, de forma a abranger todas as atividades, com o objetivo de facilitar o controle, a comunicação, a organização e a gestão. Fase 1 – Constituição de grupos homogêneos: As atividades previamente identificadas serão alocadas em grupos estratégicos para serem melhor visualizadas, por exemplo, produção, decoração, alimentos, infra-estrutura, atendimento, etc.; Fase 2 – Avaliação dos grupamentos constituídos: Os grupos serão avaliados através de 4 fatores principais: − Complexidade da função (grupos homogêneos); − Volume de trabalho desenvolvido; − Pessoal efetivamente engajado no trabalho; − Importância relativa da função. Fase 3 – Definição de áreas estratégicas: As áreas serão definidas de acordo com a especialização e peculiaridade de cada; Fase 4 – Alocação de competências exclusivas: Serão identificadas competências específicas para cada área, como por exemplo: MKT –

Atendimento ao Cliente, Pós venda, Propaganda, Parcerias, etc. Estas tarefas serão definidas através de 3 itens base: − Agrega valor, mas não é necessário: atividades que podem vir a agregar valor ao produto, mas que não precisam existir para que o mesmo seja feito; − Não agrega valor, mas é necessário: Atividades que devem existir para que o produto seja feito, mas não agregam valor; − Desperdício: Não agregam valor e não são necessárias. Fase 5 – Alocação dos grupos de atividades nas áreas: Os grupos de atividades homogêneas serão especializados em cada área para em conjunto com as competências criar a contribuição de cada área na empresa; Fase 6 – Criação de redes de comunicação: Serão definidas as informações que cada departamento será responsável por guardar, adquirir, estudar, controlar e repassar à administração geral, assim como a sua periodicidade e complexidade; Fase 7 – Definição da Hierarquia; Fase 8 – Alocação das pessoas nas áreas estratégicas: Com os dados do Plano de Cargos e Salários, as pessoas serão alocadas nas áreas específicas; Fase 9 – Treinamento: As pessoas receberão um treinamento sobre as atribuições que serão responsáveis, assim como de novas atribuições que serão repassadas ao cargo ocupado.

3 - PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS Fase 1 – Definição de números de colaboradores necessários por área

Fase 2 – Criação de cargos específicos dentro das áreas estratégicas: Através de uma pesquisa de cargos, serão definidos cargos específicos, através de nomenclaturas padrão como, por exemplo, Auxiliar de Cozinha, Auxiliar de eventos, Gerente Produção, etc.; Fase 3 – Descrição de cargos: Os cargos serão descritos através das atividades identificadas na entrevista individual, observação e na entrevista com o administrador. Nesta etapa, as atividades também serão dividas em níveis, de acordo com a responsabilidade. Fase 4 – Análise de cargos: Os cargos descritos serão analisados através das seguintes atribuições: − Requisitos intelectuais: conhecimentos necessários para a execução do cargo, assim como experiência necessária, aptidões, iniciativa, período de adaptação, etc.; − Requisitos Físicos: caso existirem barreiras que limitem a pessoa devido a sua condição física; − Habilidades Técnicas: Aspectos técnicos necessários ao cargo; − Habilidades Comportamentais: Atitudes esperadas e incentivadas para o cargo. Fase 5 – Avaliação de Cargos: Os cargos serão avaliados através de fatores definidos, e pontuados com o objetivo de se observar a importância dos mesmos na organização, este ranking servirá de base para a política salarial; Fase 6 – Pesquisa de Salários base, e Análise de salários atuais: Os salários pagos atualmente serão comparados a médias do setor, nacionais, e regionais, observando os aspectos legais; Fase 7 – Determinação de Competências: Serão definidas competências dentro dos cargos para a determinação da política de remuneração variável;

Fase 8 – Criação da Pontuação por competência: As competências serão mensuradas e pontuadas, para servir de base para a política salarial; Fase 9 – Estrutura Salarial: Será montada uma estrutura para a visualização da Política de Remuneração, partindo de dois fatores básicos: − Política de remuneração Variável; − Política de remuneração Fixa. Fase 10 – Alocação das pessoas em seus cargos definidos: Após definidos os cargos, as pessoas serão alocadas de acordo com suas competências e conhecimentos, sendo que estes deverão estar de acordo com os prérequisitos do cargo a ser ocupado; Fase 11 – Criação de um banco de dados de pessoas não utilizadas neste momento; Fase 12 – Treinamento individual: Será realizado um treinamento com todos os colaboradores da empresa para adaptá-los aos novos cargos e funções, aproveitando a situação para que se observe possíveis correções a serem feitas.